Templates by BIGtheme NET
Home » Author Archives: Antonio Pacheco (page 2)

Author Archives: Antonio Pacheco

Feira Medieval da Cidade Falcão de 31 a 2 de junho

Pelo quinto ano consecutivo, a cidade de Pinhel prepara-se para recuar no tempo e viver três dias de grande animação ao estilo medieval…
Vão ser assim os dias 31 de maio, 1 e 2 de junho, com mais uma edição da Feira Medieval da Cidade Falcão – Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal.
Em destaque nesta edição, a Muralha de Pinhel mandada reconstruir e ampliar por el Rei D. Dinis.
O centro histórico da cidade de Pinhel é o cenário ideal para um evento que pretende transportar os visitantes até à época medieval, época marcada por vivências rurais mas também por constantes disputas pela posse dos territórios, principalmente nesta zona de fronteira.
Para lá das muralhas, que por esses dias vão definir o espaço desta recriação, começam a surgir os mercadores (pois não há feira sem mercadores), mas também os taberneiros e os servidores de manjares.
Ruas coloridas, cortejos e torneios, música, dança, artes circenses, espetáculos de fogo, encenações e muita animação de rua completam este cenário que convida os visitantes a entrar na festa e aproveitar as múltiplas experiências que esta Feira Medieval pretende proporcionar.
Do vasto programa destes três dias, destaque ainda para a realização de uma Ceia Medieval que contará com cerca de 350 comensais (sábado, dia 1 de junho) e que, este ano, volta a ter lugar junto ao Castelo, ponto mais alto da Cidade, onde têm lugar algumas das principais encenações e representações baseadas em factos históricos.
Novidade vai ser a realização de uma Missa Campal, domingo, dia 2 de junho, às 12.00h, no Largo de Santa Maria.
Por último, importa lembrar que o Falcão é também presença obrigatória nesta Feira Medieval, não fosse este o testemunho mais representativo de Pinhel, Cidade Falcão – Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal.
Desta forma aqui fica o programa completo:
Sexta-feira, dia 31 de maio
14h00 – Abertura do Mercado
14h30 – Cortejo com toda a animação, entidades locais e comunidade escolar local
(início na sede do Agrupamento de Escolas)
15h00 – O Foral de D. Dinis – A Muralha de Pinhel – “A Ronda da Muralha”
Fala ao Povo o Exmo. Alcaide de Pinhel, D. Rui Ventura.
Continuação do Cortejo até à liça
15h30 – A entrega do Foral e a ordem de reconstrução da muralha – teatro interativo
(espetáculo educativo direcionado para a comunidade escolar)
Cortesias e abertura dos festejos na Cidade do Falcão por motivo da sua Feira
Espetáculo de Circo e Malabarismos (Liça, Castelo)
O Voo do Falcão (Liça, Castelo)
16h00 – A Arte da Cetraria (Praça do Município)
Demonstração de ofícios aos pequenos guerreiros das Terras do Falcão (Rua dos Ofícios)
16h30 – Música – Concerto com “Strella do Dia” (Auditório Exterior)
Teatro Itinerante “As Fadas” (início no Castelo até à Praça do Município)
17h00 – Teatro Itinerante “O Lavadeiro Real”
17h30 – Música e Danças Orientais (início na Praça do Município, atuação no Auditório Exterior)
18h00 – Exposição de Serpentes (Auditório Exterior)
18h30 – Torneio Apeado (Praça do Castelo)
19h00 – Os Guardiões do Falcão (deambulante)
19h30 – Músicos e Malabaristas (início na Praça de Município com passagem nas Tabernas)
20h00 – Gaitas e Gaiteiros (Tabernas e Praças de Alimentação)
21h30 – Música e Danças Orientais (Tabernas)
22h00 – A Lenda do Falcão (Praça do Castelo)
22h30 – Músicos, Líricos e Trovadores (Praças de Alimentação e Castelo)
23h00 – Espetáculo de Artes Circenses com Fogo (Auditório Exterior)
00h00 – Encerramento do Mercado (continuação de farra e folia nas tabernas)

Sábado, dia 1 de junho
11h00 – Abertura do Mercado com música ao vivo nas entradas e ruas da cidadela
11h30 – Os Duendes (deambulante)
Demonstração de Ofícios e Armas (acampamento)
12h00 – Música e Danças Orientais (início na entrada principal até ao acampamento)
12h30 – Petiscos e Gulodices nas Tabernas
O Larápio
13h00 – A Latrina (deambulante)
14h00 – Escaramuças nas Tabernas (Praças de Alimentação)
14h30 – As Freiras (deambulante)
15h00 – D. Dinis e seus filhos (Castelo)
Porque um Rei também é pai e como tem de ser, há que pôr ordem na família. Ora, D. Dinis tem de lidar com ciúmes, competências e desavenças, mas a astúcia da sua Rainha há de ajudá-lo nestes momentos mais periclitantes…
15h30 – Músicos, Líricos e Trovadores (da Praça do Município até ao Auditório Exterior)
16h00 – Música – Concerto com Moussiço X (Auditório Exterior)
16h30 – Os Faunos (deambulante)
O Voo do Falcão (Praça do Município)
17h00 – Músicas e Danças Medievais (Praça do Município)
17h30 – Um dia na Corte de D. Dinis (Castelo)
Entre muitos outros afazeres, D. Dinis tomou a decisão de reconstruir a muralha do Castelo de Pinhel e, ainda mais, a muralha deveria ser aumentada de forma a cercar e proteger todo o povoado.
18h00 – Música – Concerto com Malcolm Mc. Milan (Auditório Exterior)
18h30 – As Freiras (deambulante)
19h00 – Artes Circenses e Malabarismos em tons e sons medievais (Tabernas)
19h30 – Ceia Medieval (sujeita a inscrição prévia)
20h00 – Petiscos e Gulodices nas Tabernas com música e folia
21h00 – Danças Orientais (Praça das Tabernas)
22h00 – Música deambulante pelas ruas e recantos da cidadela
22h30 – Desfile de Cavaleiros e suas comitivas (da entrada até ao Castelo)
23h00 – Torneio a Cavalo (Liça, Castelo)
Competem as casas dos dois filhos de D. Dinis, em honra a seu pai.
23h30 – Espetáculo de Fogo (Liça ou Auditório Exterior)
00h00 – Encerramento do Mercado (continuação de farra e folia nas tabernas)

Domingo, 2 de junho
11h00 – Abertura do Mercado com cortejo oriental (entrada até Castelo)
11h30 – O Voo do Falcão (Praça do Município)
Malabarismos e Acrobacias com tons e sons medievais (deambulante)
Os Peregrinos
Um grupo de peregrinos, escoltado por cruzados, chega a Pinhel e é acolhido com comida, bebida e são-lhes prestados curativos, nas feridas e mazelas tidas na sua devoção. Depois de revigorados são abençoados com uma Missa, juntamente com o povo e demais habitantes da cidadela.
12h00 – Missa Campal – Celebração da Eucaristia Dominical (Largo da Igreja de Santa Maria)
12h10 – Diz que disse… (Tabernas)
12h30 – Petiscos e Gulodices nas Tabernas
13h30 – Música nas Tabernas
14h00 – Danças orientais (início nas Tabernas até ao Auditório Exterior)
14h30 – O Voo do Falcão (Praça do Município)
15h00 – Música na Praça do Município
15h30 – O Leproso (deambulante)
16h00 – Cortejo da comitiva até à Liça (entrada principal até ao Castelo)
O Voo do Falcão (Liça, Castelo)
17h00 – Torneio a Cavalo – A Desforra (Liça, Castelo)
Honras aos vencidos e Glória aos Vencedores pelo Alcaide de Pinhel.
18h00 – Espetáculo de encerramento (Liça, Castelo)
19h00 – Encerramento do Mercado

GNR Gouveia – Detido por posse ilegal de armas proibidas em processo de violência doméstica

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), ontem, dia 20 de maio, deteve um homem com ­86 anos, por posse ilegal de armas, no concelho de Gouveia.

No âmbito de uma investigação, que decorria há três semanas, pelos crimes de violência doméstica e detenção de arma proibida,em que o suspeito exercia violência psicológica sobre a mulher, também com 86 anos, a GNR deu cumprimento a um mandado de busca domiciliária, onde fez a apreensão de:

·         Três espingardas de caça;

·         Uma carabina;

·         Uma pistola 6.35 mm;

·         Várias munições.

O suspeito não tinha qualquer documentação das referidas armas, nem licença de uso e porte de arma, tendo sido detido, constituído arguido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência.

Os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Gouveia.

PSD lança comunicado “Com a Saúde não se Brinca”

Em comunicado , o PSD refere: A saúde na Guarda está como se sabe. Com uma carência nunca vista de médicos, enfermeiros e auxiliares, com um orçamento em 2019 quase 5 milhões de € inferior a 2018, com um corte de material de consumo clinico em 2,4 milhões, com uma divida crescente aos Bombeiros do Distrito, com enceramento de camas por falta de pessoal, com os serviços de otorrino, de ortopedia e gastroenterologia a funcionarem aos repelões e sem dignidade, com exames de endoscopia e colonoscopia atirados para as calendas e com consultas a demorarem tempos indignos de 2 e 3 anos.

Apesar desta vergonha, que devia ser assumida pelo Governo com um pedido de desculpas e com soluções eficazes, o Dr. Costa e a Dra. Temido brincam com os Guardenses e vêm a dias das eleições europeias e poucos meses das eleições legislativas querer enganar as nossas gentes com mais um número de circo.

Andaram quase três anos sem mexer uma palha e não anunciaram nem um tijolo para o Pavilhão 5 (onde é suposto passar a funcionar o bloco de partos, os serviços de obstetrícia, pediatria e ginecologia).

Foi preciso o cabeça de lista do PSD Paulo Rangel visitar o Hospital da Guarda na passada 6ª feira (dia 17 de Maio) e os deputados na AR terem interpelado por escrito já em 27/02/2019 a Ministra da Saúde sobre o que queria, como queria e quando queria fazer algo relativamente a essa obra – sem que ela se tenha dignado responder – para surgir o forrobodó e o desaforo do costume.

Soube-se hoje que o que antes não foi, agora é que vai ser…

Não se enganem.

Não é nenhuma obra nem nenhum concurso para a tão desejada construção do Pavilhão.

É, se bem se percebeu, uma espécie de tiro de pólvora seca, é apenas um anúncio de que a ULS tem autorização para prosseguir com o projeto e para o estabilizar, sem que se saiba ao certo o que isto é.

Diz o deputado da AR eleito pelo PS que estará estabelecido o programa funcional e o perfil assistencial das novas instalações para se fazer a sua apreciação final.

Ou seja, com uma pompa que já enfastia, com um atrevimento que já ninguém suporta, com um malabarismo que tresanda, anuncia-se hoje algo que antes já estava estabilizado e que este Governo rejeitou, reprovando pela mão da CCDRC a candidatura antes apresentada pela ULS.

Para bom entendedor, meia palavra basta. Criam-se mais uma vez expetativas, constrói-se mais uma fake news, anestesiam-se mais alguns que teimam em ter esperança, pisca-se o olho aos eleitores e daqui a uns anos estamos na mesma, isto é, sem obra.

Nada se garante, pouco se avança e muito se engana, ao bom estilo da política da terra queimada, aquela que descredibiliza e que faz crescer a abstenção e a repulsa por quem assim procede.

Mais lá para a frente, antes de Outubro, virá mais um fogacho qualquer para manter a chama viva.

Depois tudo voltará a gelar e cristalizar e o Pavilhão 5 dificilmente passará de uma miragem com este Governo socialista.

Vai uma aposta?

Livro “Para além do fim das minas de Urânio em Portugal” foi apresentado em Mangualde

A Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, acolheu este fim de semana a apresentação do livro “Para além do fim das minas de Urânio em Portugal”, editado pela ATMU – Associação dos Ex-Trabalhadores das Minas de Urânio e da autoria de Liliana Garcia. Na sessão de apresentação estiveram presentes a autora da obra, o Presidente da ATMU, alguns elementos da Associação, bem como o Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Mangualde, João Lopes. A publicação está disponível na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves para mais informações sobre este tema e sobre o papel da ATMU.

O livro “Para além do fim das minas de urânio em Portugal” é da autoria da jornalista Liliana Garcia e é um testemunho da vida “ruim” vivida pelos trabalhadores do urânio e suas famílias e da sua luta pelos direitos, sempre por via da cidadania.

«Aos antigos trabalhadores das minas da Urgeiriça já ninguém tira as lições aprendidas no exercício da cidadania. Com o seu longo trabalho reivindicativo, os ex-mineiros ganharam autoestima, desenvolvimento de valores cívicos, bem como capacidade de intervenção no espaço público. A família mineira tornou-se mais senhora do seu destino. Longe de fatalismos e resignação.» (Das conclusões da obra).

 

A Eliminação do Número de Eleitor foi aprovado na Assembleia da República

foto:DR

Alterações à Lei Eleitoral aprovadas

A Assembleia da República aprovou, por proposta do Governo, um conjunto de alterações às leis eleitorais com o objetivo de facilitar o exercício do direito de voto, com efeitos nas eleições para o Parlamento Europeu do próximo domingo, dia 26 de maio.
Uma dessas alterações determinou a Eliminação do Número de Eleitor, bastando agora, no momento da votação, a apresentação do documento de identificação civil (Cartão de Cidadão, Bilhete de Identidade ou outro documento oficial de identificação civil). Assim, os cadernos eleitorais estão agora organizados por ordem alfabética.
Em todos os atos eleitorais ocorrem alterações aos cadernos eleitorais, seja por força de alteração de residência, por reagrupamento de eleitores e, agora, pela sua organização por ordem alfabética. Esta alteração não implica, em regra, a alteração do local de voto, mas ela ocorrerá em alguns postos de recenseamento.
Nesse sentido, o Ministério da Administração Interna recomenda aos eleitores que confirmem o seu local de voto através dos vários meios à sua disposição, a saber:
 • SMS para o 3838 (serviço gratuito)
Mensagem “RE (espaço) número CC ou BI (espaço) data de nascimento (AAAAMMDD)” – ano mês dia, tudo junto 
• Portal do Recenseamento – www.recenseamento.mai.gov.pt
• Aplicação MAI Mobile (“Saiba onde irá votar”)
• Junta de Freguesia
 
Outra das alterações é a disponibilização de uma Matriz de Voto em Braille, que permitirá aos eleitores portadores de deficiência visual votarem sozinhos, sem necessidade de acompanhamento.
Nestas eleições para o Parlamento Europeu vai também ter lugar o Projeto Piloto de Voto Eletrónico Presencial, no distrito de Évora. Estarão disponíveis 50 mesas de voto eletrónico em 23 freguesias dos 14 concelhos de Évora, que vão funcionar em simultâneo com as mesas de voto tradicional. Qualquer eleitor do distrito de Évora pode exercer o seu direito de voto numa das 50 mesas de voto eletrónico, já que os cadernos eleitorais do distrito estão desmaterializados, garantindo a unicidade do voto (um eleitor – um voto).
A alteração à Lei de Recenseamento Eleitoral veio garantir a igualdade de tratamento de todos cidadãos nacionais, através do Recenseamento Automático dos Eleitores Residentes no Estrangeiro. Estão, assim, inscritos 1.431.825 portugueses residentes no estrangeiro (eram 318.451 em dezembro de 2017).
No passado domingo, decorreu o Voto Antecipado em Mobilidade em todas as capitais de distrito e nas ilhas das regiões autónomas da Madeira e dos Açores. Inscreveram-se para votar antecipadamente 19 584 pessoas, tendo a taxa de afluência atingido, em todo o país, os 76%.

 

FPF- Feminino- Taça de Portugal – Benfica – Valadares Gaia-4-0

Final da Taça de Portugal Feminina

Benfica -Valadares -4-0

Estádio Nacional , Jamor

Árbitro- Teresa Oliveira

Ass- Vanessa Gomes, Ana Catarina

4ªarbitro- Diana Henriques

Espetadores -12632

Benfica – Daniele Neuhaus, Daiane, Sílvia Rebelo, Andreia (Paty Llanos, 44´), Darlene, Geyse, Ana Vitoria , Tayla, Pauleta, Evy Pereira e Yasmin.

Treinador- João Marques

Valadares- Neide Simões, Sara , Ines Barge, Carolina, Rita, Lucia, Micaela, Raquel, Andreia Freitas, Leandra e Mariana.

Treinador- Telmo Paixão

Ação disciplinar: Neide, 54´, Ana Vitória, 71´,

Vermelho- Mariana, 55´

Golos: Darlene, 55´GP, Yasmine, 68´, Ana Vitória, 71´

Uma tarde cinzenta, mas com boa moldura humana, com o Benfica a entrar mais forte, a criar alguma dificuldades para Neide Simões.

As jogadoras encarnadas com maior acutilância a conseguir pressionar mais e rematar mais, já o Valadares com muitas dificuldades para chegar ao ataque.

O Benfica sempre a pressionar a criar situações de golo iminente e o Valadares apenas de bola parada, mas a keeper a segurar.

De bola parada, Yasmin a criar perigo, mas a finalização a aparecer de forma defeituosa.

Resposta do Valadares por duas ocasiões, por Lúcia e Leandra mas Neuhaus a defender.

Maior caudal ofensivo encarnado, mas a finalização a não sair da melhor forma, assim, aos 33´, Geyse a rematar forte e Neide a defender com arte e engenho.

Grande reação do Valadares, com Lúcia Alves a entrar pela direita e vai daí, rematou forte e passou a rasar a baliza encarnada.

Um Benfica a pressionar e a criar perigo mas a finalização a fraquejar, Geyse a entrar bem pela direita e depois Yasmin a não conseguir acertar na baliza.

Os golos chegaram com naturalidade

Após o reatamento, Ana Vitoria a cruzar e corte defensivo e valeu Neide a salvar para canto.

Benfica volta a carregar, aos 51´Geyse a surgir no ataque e face a isso, Neide a negar o golo.

Darlene a ser travada e grande penalidade convertida pela Darlene, aos 54´, abrir o ativo.

Pouco depois foi Geyse a obrigar a calafrios para a defesa de Gaia e nova oportunidade.

O Benfica detém sempre maior caudal ofensivo e mais posse de bola, e Evy a surgir isolada mas valeu Neide a salvar.

Valadares a ficar reduzido a 10, com Mariana a ser expulsa. Do livre Yasmine a fazer um golo de belo efeito, sem hipóteses para Neide, assim 68´, o Benfica a aumentar.

Novo ataque e novo golo, com Ana Vitória a fazer o terceiro golo, tranquilizando a massa adepta, 71´. Depois Darlene e Evy a atacar e Evy a procurar marcar mas Neide a salvar .

Seguiu-se canto, com Sílvia Rebelo a cabecear e Sara Monteiro a evitar sobre a linha de golo.

Um lance na área do Valadares e nova grande penalidade com Evy a converter e assim o quarto golo, aos 85´.

Assim o Benfica a conquistar a primeira taça de Portugal da história do clube na vertente feminino.

Município de Pinhel presente no Salão do Imobiliário Português em Paris

O Município de Pinhel está a participar no Salão do Imobiliário Português em Paris no intuito de dar a conhecer as vantagens de viver e investir em Pinhel.

A inauguração decorreu na manhã desta sexta-feira, com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Daniela Capelo, a receber a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o Embaixador de Portugal em França, Jorge Torres Pereira, e, ainda, o Presidente da Câmara do Comércio.

De referir que a participação do Município de Pinhel neste evento resultou de uma parceria com a ImoFalcão, empresa do ramo imobiliário.

Por:Mun.Pinhel

Apresentação do Projeto: CAVI – Vida Plena

Vai ter lugar no próximo dia 29 de maio, pelas 14horas , a apresentação do Projeto: CAVI – Vida Plena, na APS em Fornos de Algodres, cofinanciado pela tipologia 3.18 da POISE, tendo como organismo intermédio INR.

Vai estar presente a Secretária de Estado para Inclusão de Pessoas com Deficiência, Dra Ana Sofia Antunes.

Este projeto surge no âmbito da dinamização do programa MAVI que assenta na disponibilização de assistência pessoal a pessoas com deficiência ou incapacidade, através de CAVI, para a realização de atividades de vida diária e de mediação em contextos diversos que, em razão das limitações decorrentes da sua interação com as condições do meio, estas não possam realizar por si próprias.

GNR Guarda – Pulseira eletrónica por violência doméstica em Gouveia

O Comando Territorial da Guarda, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), dia 16 de maio, deteve um homem com ­50 anos, por violência doméstica, no concelho de Gouveia.

No âmbito de uma investigação que decorria há duas semana, a GNR apurou que o suspeito exercia violência física e psicológica sobre a mulher, de 47 anos, tendo a GNR  dado cumprimento a um mandado de detenção.

O suspeito foi presente a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal Judicial da Comarca de Gouveia, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de afastamento da vítima, controlado por equipamento eletrónico (pulseira eletrónica)

Braga e Gaia são locais a visitar pelos “Andanças Seniores” de Mangualde

A Câmara Municipal de Mangualde promove, em parceria com a Rede Social de Mangualde, mais uma edição de “Andanças Seniores”. O objetivo destas viagens, que terão início no dia 24 de junho e terminarão a 12 de julho, é dinamizar o convívio entre todos os cidadãos seniores do concelho. Este ano, os seniores mangualdenses partirão das suas freguesias de origem rumo a Braga, passando pelo Santuário do Bom Jesus de Braga, pelo Santuário do Sameiro (Braga) e pelo Parque da Nossa Senhora da Saúde (Vila Nova de Gaia).

 Podem participar na viagem todos os cidadãos do concelho de Mangualde, com idade igual ou superior a 65 anos, residentes em todas as freguesias do concelho, só se admitindo exceções nos casos de pessoas que, comprovadamente, necessitem de acompanhamento ou, no caso de casais, em que um dos elementos tenha idade inferior a 65 anos.

As inscrições são gratuitas, mas obrigatórias até dia 31 de maio na Câmara Municipal de Mangualde – Serviço de Ação Social. Ao efetuarem a inscrição, os interessados deverão fazer-se acompanhar de Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão.

Plano de viagem

7h00 | Saída das freguesias de origem

9h30 | Paragem na estação de serviço de Antuã (A1 do Norte) para pequeno-almoço (30m)

11h30 | Chegada ao Santuário do Bom Jesus de Braga

12h30 | Santuário do Sameiro

Almoço

Período livre

15h00 | Saída para o Parque da Nossa Senhora da Saúde (Carvalhos – Pedroso – Vila Nova de Gaia)

Lanche

17h00 | Saída para Mangualde

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar