Templates by BIGtheme NET
Home » Fornos de Algodres (page 132)

Fornos de Algodres

Fornos de Algodres presente na Portugal Agro (Lisboa)

Está a decorrer agroneste fim de semana, no Parque das Nações , na Fil em Lisboa, mais uma edição da Portugal Agro, onde as diferentes regiões do País, expõem a sua gastronomia e os seus produtos nacionais na sua diversidade e riqueza, mas também na sua forte vocação empresarial a que não é alheia a dimensão internacional. É um projeto transversal a toda a fileira agro-alimentar, que promove a capacidade produtiva nacional, as suas regiões, características e raízes, a excelência e qualidade dos seus produtos e seus produtores. É também uma oportunidade para as entidades regionais, setoriais e municípios, mostrarem as potencialidades da sua região e dos seus produtos.

Nesta edição, o Município de Fornos de Algodres fez-se representar com o seu stand, onde todos podem visitar e saborear as iguarias desta região da Serra da Estrela.

O Portugal AGRO teve inicio este sábado, dia 21 de novembro, terminando só na 2ªfeira, dia 23 de novembro .

Foto:FA

Dia do Pijama celebrado pela região

1pij Esta sexta-feira foi assinalado o Dia Nacional do Pijama, um pouco por toda a região, desde pequenos a graúdos.

Assim sendo, as escolas todas elas tiveram atividades, em Aguiar da Beira, o Jardim de Infância, em Fornos de Algodres, os alunos do centro escolar participaram nas atividades da Biblioteca Municipal e CPCJ.ab pijama

Para os mais velhos, nos lares também houve Festa do Pijama.

Um dia diferente e um bom gesto de solidariedade.

Por António Pacheco

fotos:LIAMA/JI AB

Proteção Civil alerta para o Frio e Vento Forte

17103_10153062148718183_7082118569019644813_nAVISO À POPULAÇÃO: FRIO E VENTO FORTE – MEDIDAS PREVENTIVAS

1. SITUAÇÃO

 

No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, dia 20 de novembro, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), salienta-se para os próximos dias:

    • Acentuada descida das temperaturas, mas significativa amanhã (21/11) mantendo-se a tendência de descida para os dias seguintes, com máximas a rondar 6-9ºC nas regiões do interior e 10-15ºC nas regiões do litoral. As temperaturas mínimas a situarem-se abaixo dos 0ºC nas regiões do interior Norte.
  • Vento a soprar moderado a forte (<45 Km/h) do quadrante Norte com rajadas da ordem de 80 a 85 Km/h, respetivamente no litoral Oeste e nas terras altas, até meio da tarde de amanhã (21/11). A tendência será para diminuição da intensidade do vento no domingo (22/11).
  • Possibilidade de formação de gelo e/ou geada nos vales mais abrigados do interior.

 

As características de tempo frio, associadas ao vento que se fará sentir aumentarão a sensação de desconforto térmico na população.

 

Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt

 

 

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

 

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

 

  • Piso rodoviário escorregadio devido à formação de geada, em especial nas regiões do interior;
  • Intoxicações por inalação de gases, por inadequada ventilação, em habitações onde se utilizem aquecimentos com lareiras e braseiras;
  • Incêndios em habitações, resultantes da má utilização de lareiras e braseiras ou avarias em circuitos elétricos;
  • É necessário especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo.

 

3. MEDIDAS PREVENTIVAS

 

A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

  • Especial atenção aos aquecimentos com combustão (ex. braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação e levar à morte;
  • Que se assegure uma adequada ventilação das habitações, quando não for possível evitar o uso de braseiras ou lareiras;
  • Que se evite o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar;
  • Que se tenha em atenção a condução em locais onde se forme gelo na estrada, adotando uma condução defensiva;
  • Especial atenção por parte das famílias e vizinhos, e das redes sociais de proximidade, com as situações de pessoas idosas e em condição de maior isolamento.

 

A Direcção-Geral da Saúde recomenda a adoção das seguintes medidas (www.dgs.pt):

 

  • Que se evite a exposição prolongada ao frio e às mudanças bruscas de temperatura;
  • O uso de várias camadas de roupa, folgada e adaptada à temperatura ambiente;
  • A proteção das extremidades do corpo (usando luvas, gorro, meias quentes e cachecol);
  • A ingestão de sopas e bebidas quentes, evitando o álcool que proporciona uma falsa sensação de calor;
  • Especial atenção com a proteção em termos de vestuário por parte de trabalhadores que exerçam a sua atividade no exterior, e evitar esforços excessivos resultantes dessa atividade.

Conversa com a fornense Carla Nascimento que preside ao GD Trancoso

cn1 “Sou mais de concretizações do que de divulgar suposições”

Carla Nascimento é a presidente do Grupo Desportivo de Trancoso que irá liderar os destinos desta coletividade, pelo menos durante um mandato, sendo que se candidatou devido ao Clube estar a ser dirigido por uma equipa de gestão e visto que é uma das Associações relevante nas hostes Trancosenses.
Miguel Machado(MM) – Qual o motivo que a levou a ter se candidatado para presidente do Grupo Desportivo de Trancoso?
Carla Nascimento (CN): O que me levou a assumir a Direção do Grupo Desportivo de Trancoso foi o facto do clube se encontrar em gestão desde há algum tempo e perceber que esta é uma Associação relevante na sociedade Trancosense.
MM – Qual a sensação nestes primeiros meses ser uma Presidente, num panorama só de homens?
CN: A sensação seria a mesma se este mundo fosse só de mulheres. É uma questão que não se coloca. Um cargo numa associação não é tomado por se ser homem ou mulher. Um cargo assume-se em consciência pela capacidade de organização e gestão de uma entidade.
MM – Quais os objetivos que traçou com a sua equipa de direção para a presente temporada e mandato?
CN: A minha direção iniciou funções num panorama pouco animador. Foi preciso arrumar a casa, inteirarmo-nos de toda a situação do clube para podermos traçar caminho. Quanto a objetivos, assumo que os temos, porém optamos por ir revelando á medida que os vamcnos concretizando. Mas a Formação é, sem dúvida, uma das nossas grandes apostas.
MM – Como viu logo como grande feito de início de época e mandato a presença na Taça de Portugal?
CN: É sempre positivo estarmos presentes numa prova com tanto significado no futebol português. Mas estávamos absolutamente conscientes das nossas dificuldades, acreditando sempre nas capacidades da nossa equipa.
MM – Qual a motivação e objetivos terão para a edição desta temporada na Taça de Honra da Associação de Futebol da Guarda?
CN: É chegar o mais longe possível, claro. Disputar a final e trazer a Taça para casa. Seria, sem dúvida, um grande feito no 1º ano de mandato desta direção. E esta direção confia na equipa que formou, confia na equipa técnica que os acompanha.
MM – Passados alguns meses de competição nos diversos escalões e equipas que tem inscritas, como está a ver os Juniores na 1ª posição deste campeonato?
CN: Serenamente.
MM – Estando a equipa de Juniores em 1º lugar, se no final do campeonato deste escalão ou de outros conseguirem ser campeões, assumem a subida ou irão ponderar melhor esse feito?
CN: Tudo será pensado e ponderado no momento certo. Por agora resta-nos ir saboreando os feitos alcançados, jogo a jogo.
MM – Porque apenas fez uma equipa de futsal feminina e não fez também uma masculina, qual o motivo ou objetivos?
CN: Não existe nenhum motivo ou objectivo especifico. A equipa feminina surgiu pela procura das próprias atletas e pela carência de alternativas da prática desportiva no Concelho.
Quanto à questão da equipa masculina de futsal, não se colocou ainda. Não significa que futuramente não se possa ponderar a hipótese. No entanto, Trancoso é uma cidade relativamente pequena para se conseguir ter diversas equipas na mesma modalidade desportiva/escalão.
MM – Existe uma equipa de Veteranos do GDT, vai ter o mesmo apoio ou estao englobados nos mesmos objetivos das outras equipas, ou eles tem uma secção à parte e diferente?
CN: Os Veteranos do GDT vestem as cores do clube como todos os outros escalões. A diferença está que a gestão da equipa é independente.
MM – Este clube do GDT só vai ter as modalidades de Futebol e Futsal ou estão a pensar noutras? Se for para ter outras quais?
CN: O tempo dirá o que conseguimos realizar. Sou mais de apresentar concretizações do que de divulgar suposições.
MM – No pouco tempo que está à frente do GDT, como está a viver isto tudo, era aquilo que estava à espera ou totalmente diferente?
CN: Nenhuma experiência é como a idealizamos. Uma coisa é a teoria, outra é a prática. É necessário muita entrega, muita dedicação, muito altruísmo…
MM – Como está a ver os apoios que o seu clube tem, foram aqueles que pretendiam ou aqueles que conseguiram?
CN: Sem os apoios nada seria possível. Os custos inerentes ao funcionamento de uma Instituição com o número de atletas inscritos como nós temos, são muito elevados. Obvio será que todos os apoios são poucos.
MM – Sendo o Presidente uma Mulher foi mais fácil angariar patrocínios ou pelo contrário tiveram algumas dificuldades visto ser um projeto liderado por si?
CN: O facto de ser mulher em nada influencia a gestão do clube. Seja positiva ou negativamente. Há um caminho longo a percorrer, o Grupo Desportivo de Trancoso estava sem uma direção sólida à já algum tempo e isso descredibilizou a imagem perante os patrocinadores/sócios e adeptos.
Mas o feedback é positivo, não pelo fato de ser uma mulher a presidir o clube, nem por mais duas mulheres integrarem a direção. Mas sim porque constituímos uma direção dinâmica, com gente jovem e que tem demonstrado vontade de trabalhar. Trabalhar sério, trabalhar em prol dos atletas e duma associação que, pelo seu objecto social, visa desenvolver física, moral e intelectualmente os seus atletas proporcionando a possibilidade da prática desportiva essencial ao seu bom desenvolvimento.
MM – Para terminar que agradecimentos deixa, o que gostaria de que mudasse e quais os votos que deixa para o novo ano que se avizinha?
CN: O agradecimento é geral a todos aqueles que, direta ou indiretamente, nos dão o seu apoio.
Gostaria de ver mais gente no estádio e não me refiro apenas aos jogos dos Seniores. Um dos nossos objectivo passa por trazer mais pessoas ao estádio, por angariar sócios e oferecer-lhes benefícios.
Gostava de ver os Pais, Familiares e Amigos dos atletas a dar o seu apoio. Já tenho escalões nos quais existe essa presença, mas gostava de o ter em todos os escalões, dos petizes aos seniores, bem como no futsal feminino. Mais do que darem o apoio ao clube, é dar apoio e incentivo a quem amam/ gostam. É assistir e partilhar as vitórias, é ajudar a encarar as derrotas. A presença dos Pais é fundamental em todos os momentos dos filhos!!!
Os votos futuros passam por continuar a traçar caminho, com a esperança de conseguir resultados positivos.

Por: Miguel Machado-SB

Fornos de Algodres aderiu ao projeto “A MINHA RUA”

ruaO Município de Fornos de Algodres aderiu já ao projeto “A MINHA RUA” que desde modo, permite aos cidadãos reportar as mais variadas situações relativas a espaços públicos, desde a iluminação, jardins, passando por veículos abandonados ou a recolha de eletrodomésticos danificados. Com fotografia ou apenas em texto, todos os relatos são encaminhados para a autarquia selecionada, que lhe dará conhecimento sobre o processo e eventual resolução do problema.

Com esta ligação, o cidadão fica mais perto da sua autarquia.

https://servicos.portais.ama.pt/Portal/AMR/situationReport.aspx

Por:António Pacheco

foto:Portal Cidadão

Magusto festivo em Infias

infiasConvívio, castanhas e animação

Com as castanhas a merecer destaque, a Freguesia de Infias conjuntamente com a fábrica da Igreja local, levaram a efeito, no passado domingo um magusto convivio.

Desta forma, foi um verdadeiro momento de convivio entre os residentes nesta freguesia, onde não faltou a castanha assada acompanhada pelo bela jeropiga.

Depois cada um levava algo e também deste modo, aconteceu partilha do lanche, com muita iguaria deliciosa.

Marcou presença o Presidente do Município de Fornos de Algodres, Dr.Manuel Fonseca, assim como o elencoinf m executivo da freguesia de Infias, onde não faltou a boa musica do grupo Lino e seus pupilos.

Foi uma tarde domingueira com outra dinâmica.

Por:António Pacheco

fotos:Freg.Infias

Novo trabalho musical do Grupo de Cantares de Fornos de Algodres a chegar

Uma homenagem ás gentes fornenses

gcfaDepois de muito trabalho em estúdio, eis que está a chegar o novo trabalho do Grupo de Cantares de Fornos de Algodres que viu aprovada uma candidatura ao Crowdfunding (financiamento coletivo) que denominou “VIVER AQUI DÁ PICA”, através da qual pretende angariar financiamento para edição do seu segundo álbum intitulado “PATRIMÓNIO CANTADO”!
Durante cerca de um ano, o Grupo de Cantares percorreu cada uma das localidades do território concelhio em busca de preciosidades do cancioneiro local reunindo um conjunto de 16 canções antigas que funcionaram ou, que ainda hoje funcionam, como uma espécie de “hinos” de cada aldeia e, com elas, encheu o peito de força para a gravação deste álbum inteiramente dedicado a Fornos de Algodres.
Este projeto de descoberta, recolha, promoção e divulgação de manifestações do património imaterial de Fornos de Algodres é inteiramente abraçado pela CONFRARIA DA URTIGA, sendo nesta espécie vegetal bravia (urtiga), que o Grupo encontrou fibra para promover a cultura musical portuguesa de raiz popular (naturalmente urticante!).

deixamos os links para conhecer e apoiar este projeto:

Mais informação sobre o projeto em:
https://www.youtube.com/watch?v=KBi_aJEAYss

Para apoiar a campanha:
http://ppl.com.pt/pt/prj/grupocantaresfornosalgodres

Por:GCFA

Casa do Benfica de Fornos levou a efeito passeio de motas

IMG_0168Este domingo teve lugar no concelho de Fornos de Algodres, mais uma edição da Rota dos Castanheiros, isto é , um passeio de motas.
Desta forma, cerca de três dezenas de participantes estiveram presentes, com motos de diversos tipos, desde motorizadas de 50cc, motos de cilindrada superior e moto 4.
O inicio teve lugar na Casa do Benfica com o pequeno almoço, depois foram para a estrada percorrer os trilhos da natureza e perante um domingo recheado de sol, foi um amanha bastante agradável, destaIMG_0358 forma passaram por Casal Vasco, Rancosinho, Matança , co subida à ermida de Sta Eufémia para visitar este local sagrado e teve lugar o reforço.
Seguiu-se o passeio para a zona de Maceira, Vila Chã, Figueiró da Granja e paragem para carregar baterias na zona industrial de Fornos, o almoço estava pronto para ser servido e foi a viagem até à casa do Benfica, onde o almoço convívio estava saboroso, ao qual todos elogiaram.
Para terminar nada melhor que distribuir as lembranças por todos os participantes e ainda a surpresa do dia, um sorteio de cinco Vouchers de seguros, oferecidos pela Daral Seguros, um dos patrocinadores desta Casa do Benfica de Fornos de Algodres que assim levou a efeito mais um evento, ao qual todos prometeram regressar no próximo ano.
No final em conversa com o presidente da Casa do12243663_1490746937898990_803191798_n Benfica, Porfírio Paraíso, mostrou-se satisfeito com o sucesso deste evento e além do mais agradeceu a todos os presentes e ao patrocinadores que ajudaram para que este evento tivesse mais notoriedade e prometeu que novos eventos se vão realizar, sendo já o próximo o Jantar de Natal em dezembro.

Por:António Pacheco

Operação “Crescer em Segurança”

gnrA Guarda Nacional Republicana (GNR) promove entre os dias 18 e 20 de novembro, ações de sensibilização, no âmbito da operação “Crescer em Segurança”, com o objetivo de alertar a comunidade escolar para os direitos das crianças, e para as questões relativas à exploração e abuso sexual das mesmas.

Aceda a http://goo.gl/RReUHF e saiba mais pormenores.

Por:GNR Guarda

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar