Templates by BIGtheme NET
Home » Fornos de Algodres (page 3)

Fornos de Algodres

Centro de Saúde de Fornos de Algodres tem nova Coordenadora

Uma nova etapa se iniciou no passado dia 1 de novembro, no Centro Saúde de Fornos de Algodres , com a entrada de uma nova coordenadora .

Anteriormente era coordenadora a Drª Maria Emília Pina, passando agora a ser a nova Coordenadora deste Centro de Saúde, a Dra. Maria Luísa Fonseca Amaral, ficando como Enfermeiro Responsável: Enf.ª Helena Pinheiro.

O Centro de Saúde de Fornos de Algodres, é constituído pela Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), é uma Unidade de Cuidados de Saúde Primários, vocacionada para a prestação de cuidados de proximidade nas vertentes da prevenção, tratamento e reabilitação dos seus Utentes, sendo a sua área de influência o concelho de Fornos de Algodres.

Funciona também nas suas instalações o Núcleo Local de Saúde Pública, serviço descentralizado da Unidade de Saúde Pública da ULS da Guarda.

Fonte:ULSG

 

Mau tempo com chuva e vento forte

Em comunicado, a Autoridade Nacional de Proteção Civil alerta para um agravamento de tempo com chuva e vento forte.

Devido à aproximação e passagem de um sistema frontal associado a uma depressão centrada a oeste-noroeste das Ilhas Britânicas, prevê-se um agravamento do estado do tempo no território do continente a partir da tarde de hoje, dia 09.

Assim, prevê-se precipitação por vezes forte nas regiões Norte e Centro, em especial no Minho e Douro Litoral, entre a tarde de dia 09 e o final da manhã de dia 10. A partir do início do dia de domingo, a precipitação irá intensificar novamente no litoral Norte e Centro, estendendo-se gradualmente ao restante território. Durante este período, esta precipitação deverá ser persistente, em especial no dia 11, domingo.

O vento irá soprar com mais intensidade no litoral oeste e nas terras altas, com rajadas que podem atingir os 70 km/h e os 85 km/h respectivamente, podendo atingir no final do dia de sexta-feira os 85 km/h no Minho e Douro Litoral e os 100 km/h nas terras altas destas regiões.

A agitação marítima deverá manter-se forte em toda a costa ocidental até final da manhã de sábado, com ondas de noroeste com 4 a 5 metros.

Para mais detalhes sobre a previsão meteorológica para os próximos dias consultar:
http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.descritiva/
http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.significativa

Para mais detalhes sobre os avisos meteorológicos emitidos consultar:
http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev-sam/

Viseu acolhe VI Jornadas das Misericórdias

Como anualmente acontece, num local diferente, as jornadas da Misericórdia vão já na sexta edição, que Viseu acolhe nesta sexta -feira, onde numa organização conjunta entre as Misericórdias de Penalva do Castelo, Santar, Mangualde e Fornos de Algodres.

Será um dia onde se vão debater assuntos importante na vida desta instituições, com temas bastante pertinentes.

Assim os temas a tratar serão: Infância, Família/Sociedade; Misericórdias, Mutualidades e IPSS´S-Estratégias de gestão; A saúde nas organizações sociais; Responsabilidade social e intervenção ativa.

Mais à noite terá lugar um jantar conferência, na Residência Rainha D.Leonor, com a presença de Mota Soares.

Um dia que vai contribuir para melhorar o dia a dia das Misericórdias.

Fornos de Algodres, Gouveia e Seia vão ter acompanhamento da Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos

Um ano após ter iniciado o trabalho domiciliário, a Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos da ULSG acaba de melhorar a sua resposta, com a entrada em funcionamento da base do Hospital Nossa Senhora da Assunção, em Seia, a 1 de Novembro de 2018. Os concelhos de Fornos de Algodres, Gouveia e Seia que eram acompanhados pela base do Hospital Sousa Martins, passam agora a ser acompanhados pela base do HNSA, sedimentando-se uma estratégia de maior proximidade com os doentes. Com esta alteração, a ECSCP vai gradualmente conquistando o seu objetivo de tornar ainda mais próxima a presença junto do domicílio dos doentes com necessidades paliativos de todos os concelhos da área de abrangência da ULSG.
Recorde-se que a ULS da Guarda, através desta Equipa Comunitária, pretende manter uma Rede de Cuidados Paliativos da ULS da Guarda que seja funcional, colaborativa, implementada em todos os níveis de cuidados de saúde, permitindo a equidade no acesso, a qualidade dos cuidados e a atenção às preferências dos doentes.

Por:ULSG

Candeias marca pelo Rangers na Liga Europa

Em jornada a contar para a Liga Europa, o Rangers não foi feliz e apesar de marcar três golos, viria a perder em Moscovo diante do Spartak por 4-3.

O destaque nesta partida pela positiva vai para a boa prestação de Candeias que ainda marcou um golo, aos 27´, nesta chuva de golos.

Resultados do 5º Concurso das Abóboras de Halloween

Estiveram a concurso 38 participantes, onde passadas as votações do júri e do público , ficam aqui os resultados, em cada uma das categorias:

Jardins de Infância do concelho:
1º lugar – Jardim de Infância da Muxagata – 44 pontos
2º lugar – Sala 3B do Jardim de Infância de Fornos de Algodres – 42 pontos

1º ciclo
1º lugar – Rúben Fonseca Andrade – 1º ano – 48 pontos
2º lugar – David Luís Costa Lopes – 1º ano – 45 pontos

C.A.O. e Lares do concelho:
1ºs lugar – Lar de Maceira – 43 pontos
C.A.O. – 43 pontos
2º lugar – Lar do Ramirão – 37 pontos

Por:MFA

ISCMFA vai a votos, com Luis Ginja a recandidatar-se

Depois de quatro anos de mandato, chega agora a altura de acontecer a Assembleia Geral , que se realiza este domingo, 11 de novembro , no Centro Cultural Dr. António Menano.

Nesta assembleia o ponto da ordem de trabalhos, é mesmo a realização do ato eleitoral de eleger novos órgãos sociais que se realiza no  período compreendido entre as 9:30h e as 12:30h.

Desta forma, apenas a  Lista de Luis Miguel Ginja se apresenta a sufrágio, logo vai ser reeleito para novo mandato 2019/22.

Assim , resta saber se a adesão às urnas dos irmãos será em número satisfatório, pelo facto de haver apenas uma lista.

 

Exposição sobre a água na Biblioteca Maria Teresa Maia Gonzalez

“Nós Poupamos Água!”, uma exposição de desenhos elaborados pelas crianças do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres.

Está a decorrer na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, uma exposição temática relacionada com a poupança da água, inserida na campanha “A Água Não Dura Sempre. Poupe-a.”, apoiada pelo Fundo Ambiental.
Esta exposição, enquadrada no Programa d
e Educação Ambiental do Município de Fornos de Algodres, pretende mostrar à sociedade civil a visão e a preocupação das nossas crianças para a importância da água.

Todos os desenhos foram elaborados pelas crianças do 1° Ciclo do Agrupamento de Escolas Fornos de Algodres, com a ajuda dos professores e auxiliares.

Por:MFA

Jovens Carlos Jorge e Fábio Andrade continuam em alta

Este fim de semana decorreu a  Rota do Medronho em Oleiros, com os jovens Carlos Jorge e Fábio Andrade  a voltarem a rubricar bons resultados.

Desta maneira, o cadete Carlos Jorge foi terceiro na geral, realizando  primeiro e terceiro lugar na categoria de Cadetes com o Carlos Jorge e o Fábio Andrade.

De seguida, primeiro e quinto lugar de Cadetes no troféu de Maratonas de Montanha da Associação de Ciclismo da Beira Interior com o Carlos Jorge e o Fábio Andrade.
Desta forma, os ciclistas fornenses vão triunfando dia após dia.

Foto:CBB

Liturgia e avisos do 31ºdomingo tempo comum

Mais de dois mil anos de cristianismo criaram uma pesada
herança de mandamentos, de leis, de preceitos, de proibições, de
exigências, de opiniões, de pecados e de virtudes, que arrastamos
pesadamente pela história. Algures durante o caminho, deixámos que o inevitável pó dos séculos cobrisse o essencial e o acessório; depois, misturámos tudo, arrumámos tudo sem grande rigor de organização e de catalogação e perdemos a noção do que é verdadeiramente importante. Hoje, gastamos tempo e energias a
discutir certas questões que têm a sua importância (como o casamento dos padres, o sacerdócio das mulheres, o uso dos meios anticonceptivos, o que é ou não litúrgico,

04-11-2018
Ano B - Tempo Comum - 31º Domingo - Boletim Dominical

os problemas do poder e da autoridade, os pormenores legais da organização eclesiástica e continuamos a ter dificuldade em discernir o essencial na proposta de Jesus.

O Evangelho deste domingo põe as coisas de forma totalmente clara: o essencial é o amor a Deus e o amor aos irmãos. Nisto se resume toda a revelação de
Deus e a sua proposta de vida plena e definitiva para os homens. Precisamos de rever tudo, de forma a que o lixo acumulado não nos impeça de compreender, de viver, de anunciar e de testemunhar o cerne da proposta de Jesus.
O que é “amar a Deus”? De acordo com o exemplo e o testemunho de Jesus, o amor a Deus passa, antes de mais, pela escuta da sua Palavra, pelo acolhimento das suas propostas e pela obediência total dos seus projectos para mim próprio, para a Igreja, para a minha comunidade e para o mundo. Esforço-me, verdadeiramente, por tentar escutar as propostas de Deus, mantendo um diálogo
pessoal com Ele, procurando reflectir e interiorizar a sua Palavra, tentando interpretar os sinais com que Ele me interpela na vida de cada dia? Tenho o coração aberto às suas propostas, ou fecho-me no meu egoísmo, nos meus preconceitos e na minha auto-suficiência, procurando construir uma vida à margem de Deus ou contra
Deus?
O que é “amar os irmãos”? De acordo com o exemplo e o testemunho de Jesus, o amor aos irmãos passa por prestar atenção a cada homem ou mulher com quem me cruzo pelos caminhos da vida (seja ele branco ou negro, rico ou pobre, nacional ou estrangeiro, amigo ou inimigo), por sentir-me solidário com as alegrias
e sofrimentos de cada pessoa, por partilhar as desilusões e esperanças do meu próximo, por fazer da minha vida um dom total a todos. O mundo em que vivemos precisa de redescobrir o amor, a solidariedade, o serviço, a partilha, o dom da vida.
Na realidade, a minha vida é posta ao serviço dos meus irmãos, sem distinção de raça, de cor, de estatuto social? Os pobres, os necessitados, os marginalizados, os
que alguma vez me magoaram e ofenderam, encontram em mim um irmão que os ama, sem condições?
É fundamental que tenhamos consciência de que estas duas dimensões do amor a Deus e o amor aos irmãos não se excluem nem estão em confronto uma com a outra. Amar a Deus é cumprir a sua vontade e os seus projectos; ora, a vontade de Deus é que façamos da nossa vida um dom de amor, de serviço, de entrega aos
irmãos – a todos os irmãos com quem nos cruzamos nos caminhos da vida. Não se trata entre optar por rezar ou por trabalhar em favor dos outros, entre estar na igreja ou estar a ajudar os pobres; trata-se é de manter, dia a dia, um diálogo contínuo com Deus, a fim de percebermos os desafios que Deus tem para nós e de lhes
respondermos convenientemente, no dom de nós próprios aos irmãos. Como é que vivemos a nossa caminhada religiosa? Qual é, para nós, o elemento fundamental da nossa experiência de fé? Por vezes não estaremos a dar demasiada importância a
elementos que não têm grande significado (as prescrições do culto e do calendário, os ritos exteriores, as regras do liturgicamente correcto, as doações de dinheiro para as festas do santo padroeiro, as leis canónicas, as questões disciplinares…
esquecendo o essencial, negligenciando o mandamento maior?

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar