Templates by BIGtheme NET
Home » Celorico da Beira (page 10)

Celorico da Beira

Escola Virtual – Informação útil para alunos, pais e professores

Muito se tem falado relativamente à indefinição do funcionamento das atividades escolares para o terceiro período.
O Primeiro-Ministro admitiu esta semana que “cenário menos mau” seria a possibilidade de reabrir escolas ainda em maio, embora essa decisão seja tomada somente a 9 de abril, estando o Governo já a estudar um cenário de aulas em versão telescola, para alunos até ao 9º ano de escolaridade. Informou ainda que, para o ensino secundário estão também a ser definidas estratégias especialmente para os alunos do 11º e 12º ano, que têm exames nacionais agendados para a segunda metade de junho.
Em tempos de adaptação ao ensino à distância, deixamos-vos alguma informação útil referente à plataforma da Escola Virtual, da qual o Municipio tinha oferecido licenças aos alunos do 1º ciclo, 5º, 8º e 9º ano de escolaridade.
– A Porto Editora decidiu, nesta fase, abrir o acesso gratuito a alunos e professores à plataforma da Escola Virtual: www.escolavirtual.pt/Pagina-Especial/acessogratuito.htm
– Foi criada uma página especial, com vídeos-tutoriais, para ajudar todos os utilizadores:
www.escolavirtual.pt/Pagina-Especial/formacaoev.htm
– A Porto Editora está neste momento a promover um curso online gratuito para professores, de forma a que estes possam contactar com todas as potencialidades da plataforma e assim rentabilizar a sua utilização: www.academia.pt/curso/escola-virtual/23465874
Deixamos-vos ainda o Roteiro para a implementação da plataforma Escola Virtual, que apoiará a aplicação tecnológica de ferramentas digitais ao serviço do processo de ensino-aprendizagem.
https://www.escolavirtual.pt/themes/ev/assets/pdfs/Roteiro_EV_Grupo_Porto_Editora.pdf
As orientações contidas neste roteiro estão em linha com a publicação da DGE que sugere alguns “Princípios Orientadores de Implementação do Ensino a Distância nas Escolas”.

Por:MFA

Gimnodesportivo Municipal Celoricense com capacidade para 67 camas

Em comunicado, o Município de Celorico da Beira estabeleceu que: no cumprimento do Plano de Operações Municipal procedeu à instalação de uma unidade de acolhimento no Gimnodesportivo Municipal com capacidade para 67 camas (local de concentração e reforço de meios de socorro).

O serviço municipal de proteção civil está preparado para garantir, em situações de contingência, dentro dos limites dos seus recursos, os serviços essenciais à população e responder às situações de socorro em articulação com as autoridades competentes. Nesse sentido a proteção civil tem capacidade de resposta, limitada aos recursos disponíveis, para gerir equipas de colaboradores municipais, servir refeições diárias, assegurar serviço de lavandaria e higiene, prestar apoio social e de transporte de, e para, todos os cidadãos que venham a precisar de ajuda ou se encontrem em situação de emergência.

Na esperança de que estas respostas não venham a ser necessárias, o Presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira escolhe estar preparado e organizado.

Além desta unidade de acolhimento de reforço de meios de socorro, os serviços municipais coordenam outros locais de proteção e concentração de meios, segundo as diferentes necessidades:

– Locais de concentração de meios de socorro (equipas médicas – 50 ativos);

– Local de concentração dos Utentes de IPSS’ s não covid-19 (não infetados) – Pousada do Inatel de Linhares da Beira (46 camas);

– Locais de isolamento e apoio a pessoas suspeitas ou infetadas (casa e escola do parapente em Linhares da Beira);

Esta logística só é possível graças ao envolvimento de muitas pessoas, instituições, autoridades civis e militares e empresas locais, daí que, o Município agradece profundamente a disponibilidade de todos os parceiros que se associam a esta causa humanitária.

Manter o maior isolamento social continua a ser a palavra de ordem e a melhor forma de prevenção contra o COVID-19.

Novos casos no Distrito da Guarda

Celorico com mais 1 caso

Aos poucos o distrito da Guarda vai tendo novos casos, em Celorico da Beira , surgiu mais um caso, na localidade de Fornotelheiro, em Pinhel são 14 casos já confirmados, Gouveia passa a ter 12, Seia tem 4, Trancoso tem 9, Almeida tem 7, a Guarda com 4 e Foz côa tem 76.

Depois ainda existe um leque de Concelhos que não apresenta casos.

Estado de Emergência renovado até 17 de abril

O Estado de Emergência foi renovado e clarifica a restrição ao direito de resistência e abrange a área da educação, prevendo a imposição de aulas à distância.
O Presidente da República, Marcelo Ribeiro de Sousa, colocou de forma clara estas duas alterações, com mais 15 dias, que vai funcionar até ao final do dia 17 de abril.
Logo como se pode ler num dos artigos do diploma: “Fica impedido todo e qualquer ato de resistência ativa ou passiva exclusivamente dirigido às ordens legítimas emanadas pelas autoridades públicas competentes em execução do presente estado de emergência, podendo incorrer os seus autores, nos termos da lei, em crime de desobediência”.
No distrito da Guarda, já existem mais de uma centena de casos confirmados, um pouco por todos os concelhos.

Uma das medidas que vão estar a vigorar é que de  quinta-feira Santa até segunda-feira de Páscoa, a circulação em Portugal vai estar limitada ao concelho de residência. Sendo de preferência sozinho, seja a pé ou de carro.

Aulas de desporto online pelo Município de Celorico da Beira

Nesta fase de isolamento, o exercício físico é muito importante, face a isso, o Município de Celorico da Beira através dos seus técnicos, tem  online aulas de exercício físico para todas as pessoas para que isolamento e distanciamento social não sejam sinónimos de sedentarismo e falta de exercício. Uma iniciativa com objetivo de incentivar os celoricenses, seniores, jovens/adultos, crianças e pais a praticarem exercício físico sem saírem de casa.
Veja o vídeo no Facebook do Município, clicando na imagem .

 

Viseiras de proteção para os Profissionais saúde, Proteção Civil e IPSS Celoricenses

Cada cidadão particular ou coletivamente pode contribuir para ajudar no combate à pandemia Covid-19, face a isso, José Albano, um cidadão celoricense em seu nome pessoal reuniu meios para puder ajudar os profissionais com equipamento de proteção, neste caso, aos Bombeiros Voluntários de Celorico da Beira, Guarda Nacional Republicana e Centro de Saúde.
Segundo José Albano, refere: ”Unidos pelo bem-estar de todos. Porque todos os dias podemos fazer mais e melhor para ajudar quem luta por nós neste combate contra o COVI-19.
Todos podemos fazer parte da solução, bastando para isso, querer-mos e agirmos. Este vírus combate-se agindo e não reagindo.
Obrigado a todas (os) pela luta que estão a travar pelos nossos, pelo País e pelo futuro da Humanidade.
Vocês são os heróis nas nossas vidas, sem cores, sem ideologias e sem outro qualquer critério bacoco, pois lutam, combatem e põem-se em perigo para não deixar ninguém sem apoio”.
Bem-haja do coração a todos, a quem hoje pude entregar simbolicamente Viseiras para utilizarem na vossa missão diária.
Agradeceu ainda ao “Zeca” de Seia, que foi um dos obreiros destes equipamentos.
Deste modo foram entregues aos seguintes profissionais: GNR, Bombeiros Voluntários, Centro de Saúde e IPSS do Fornotelheiro; Maçal do Chão; Minhocal; Baraçal; de Açores; Velosa; Lajeosa do Mondego; Ratoeira; Vale de Azares; Rapa; Cadafaz; Prados; Santa Casa da Misericórdia de Linhares da Beira; Carrapichana; Mesquitela; Galisteu; Casas do Soeiro; Vila Boa do Mondego e Santa Casa da Misericórdia de Celorico da Beira.

Covid-19- Novas ADC-Comunidade em Guarda, Trancoso, Pinhel e Seia vão receber doentes

A partir desta segunda -feira vão entrar em funcionamento, 4 áreas para tratar Covid-19, segundo a Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda designam-se (ADC-Comunidade) serão: Guarda, Trancoso, Pinhel e Seia.

Deste modo estas quatro áreas de saúde vão passar a receber todos os doentes Covid-19 do distrito assim abaixo explicamos como vai laborar:

ADC-Guarda (Extensão de saúde da Guarda-Gare) recebe doentes concelho da Guarda e dos municípios de Sabugal, Manteigas e Celorico da Beira.

-ADC-Pinhel(Centro Saúde de Pinhel) recebe doentes do concelho de Pinhel , Almeida e de Figueira de Castelo Rodrigo

ADC-Trancoso (Centro de Saúde de Trancoso) recebe doentes do Concelho de Trancoso, Mêda e Foz Côa.

ADC Seia (Hospital de Seia) recebe doentes do Concelho de Seia, Gouveia e Fornos de Algodres

Realce-se que por exemplo falta aqui Aguiar da Beira que os doentes do concelho serão encaminhados para o Agrupamento de Centros de Saúde do Dão – Lafões.

Será assim o novo panorama de tratamento de doentes covid-19 no distrito da Guarda

Covid-19-Campeonatos jovens Nacionais da FPF e distritais da AF Viseu e Guarda cancelados

Depois da deliberação da FPF, relativa ao cancelamento dos campeonatos de formação, e onde estão devidamente elencados todos os fundamentos que levaram a tal tomada de decisão, e com os quais a AF Viseu concorda, e também a Direção desta Associação deliberou cancelar, com efeitos imediatos, todas as provas distritais nos escalões de formação, que até à presente data ainda não tinham sido concluídas, sem haver lugar a subidas e descidas, nem designação de campeões ou vencedores das provas.
Todas as competições dos escalões de formações terminadas antes desta suspensão mantêm-se válidas, com os respectivos títulos que já tinham inclusive sido atribuídos aos vencedores, não havendo, todavia, lugar a eventuais subidas e descidas, para compatibilização com as demais provas distritais e nacionais.

Também a AF Guarda, deliberou da mesma forma e cancelou os campeonatos distritais jovens desta temporada.
No que diz respeito às provas do escalão sénior de Futebol e Futsal, que ainda não tivessem terminado, vão manter-se suspensas por tempo indeterminado, ressalvando-se que as tomadas de decisão relativamente a este escalão serão comunicadas em devido tempo, e sempre em articulação com as directrizes emanadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e pelas instâncias governativas e de saúde nacionais e locais.
A Direção da AF Viseu deixa ainda um enorme reconhecimento a todos os Profissionais de Saúde, Forças de Segurança e a todos aqueles que por inerência das suas funções se encontram na linha da frente desta “batalha”, cientes de que com a responsabilidade social e cívica que cada um dos cidadãos deve ter, no cumprimento escrupuloso das normas emanadas pelas respectivas entidades governativas e de saúde, iremos mais rapidamente ajudá-los a vencer esta pandemia, e desse modo voltar mais rápido e mais fortes à pratica do futebol e futsal.

Crédito Agrícola anuncia moratórias para apoiar Particulares e Empresas

O Crédito Agrícola acaba de lançar três linhas de crédito para apoiar as famílias e as Empresas portuguesas neste contexto de pandemia e de Estado de Emergência que o País vive.

Com o objetivo de ajudar a mitigar os efeitos económicos e sociais que o surto do COVID-19 está a provocar na sociedade portuguesa, o Crédito Agrícola criou um mecanismo de moratória para os créditos regulares para particulares e empresas que permite uma carência de capital ou prorrogação do termo do prazo de pagamento até 12 meses, cumulativos entre carência e prorrogação.

Este instrumento de apoio é elegível para os clientes que estejam em situação regular com Banco, abrangendo as operações de crédito à habitação, ao consumo e créditos ao investimento e tesouraria, para o caso das empresas. O Crédito Agrícola ajustará estas condições às orientações ou decisões que vierem a ser tomadas pelas autoridades legislativas ou regulatórias, europeias ou nacionais.

Adicionalmente e para apoiar as empresas neste período especialmente conturbado, o Banco lançou ainda a Linha de Crédito de Apoio Especial – Fundo Maneio, dirigida a empresas e a empresários em nome individual, acessível a todo o tipo de empresas nacionais com necessidade de liquidez na atual conjuntura, com o objetivo de pagamento de salários, encargos com a manutenção da atividade, pagamento a fornecedores, e com um montante máximo de financiamento até 100 mil euros.

O Crédito Agrícola associou-se ainda ao Estado Português e ao Sistema Nacional de Garantia Mútua na Linha de Crédito Capitalizar 2018 COVID-19 com um montante global de 200 milhões de euros e com um limite de financiamento de 1,5 milhões de euros por empresa e por linha específica.

Para os particulares, foi lançada a Linha de Crédito de Apoio Especial Pessoas Singulares para fazer face aos encargos que tendem a aumentar, seja por despesas de saúde, seja pela contingência de passar a ficar em casa, com as despesas acrescidas que daqui, naturalmente resultam e os rendimentos serem reduzidos.

No momento de pandemia que o país e o mundo atravessam, o CA recomenda sempre que possível a utilização dos canais digitais como meio preferencial de contacto entre os clientes e as suas agências.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar