Templates by BIGtheme NET
Home » Celorico da Beira (page 4)

Celorico da Beira

AFGuarda- Resultados da 2ªdivisão – ronda 14

Decorreu nova ronda da divisão secundária da AF Guarda, com o Vila Franca das Naves a golear fora de portas a Guarda Desportiva, por seis golos sem resposta.

Jornada 14

Guarda DFC – V.Franca das Naves-0-6

Paços Serra- Freixo Numão – 3-1

Os Castelos – Nespereira – 1-3

Foz Coa – Pala -1-0

Classificação

1º VF Naves – 29 pts

2º Foz Coa – 28 pts

3º Freixo – 23 pts

 

AF Guarda- Resultados da 1ªdivisão-21ªronda

Teve lugar na tarde deste domingo, mais uma ronda do distrital maior da AF Guarda, com o líder Ginásio Figueirense a vencer em casa o Sabugal por três bolas a zero.

Jornada 21

Soito-Gouveia-3-0

S.Romão- AD Fornos-0-1

Vilanovenses- Vilar Formoso- 0-1

Celoricenses – Manteigas- 1-1

G.Figueirense- Sabugal -3-0

E.Almeida – V.Cortez – 1-1

Aguiar da Beira- Trancoso- 1-0

Classificação

1º G.Figueirense – 58

2º Manteigas – 43

3º Aguiar Beira-42

4º Celoricense – 34

 

 

Eco-cimento produzido com desperdícios de celuloses

Investigação da Universidade de Aveiro

Chegou o cimento mais ecológico do mundo. Na receita, para além de utilizar maioritariamente desperdícios das indústrias de celulose que de outra forma iriam para aterros, a produção do cimento ‘verde’ desenvolvido na Universidade de Aveiro (UA) reduz drasticamente o uso de recursos naturais virgens e pode ser produzido à temperatura ambiente, diminuindo consideravelmente o consumo de energia. O resultado é um eco-cimento para construir um mundo mais sustentável.

Desenvolvido para ter as mesmas caraterísticas do cimento comum, mais conhecido como cimento Portland e cuja produção é altamente poluente, o eco-cimento desenvolvido no Departamento de Engenharia de Materiais e Cerâmica (DEMaC) da UA assume-se como uma alternativa aos ligantes tradicionais.

“As nossas argamassas geopoliméricas são uma alternativa válida às produzidas com cimento Portland pois têm propriedades que as tornam adequadas para diversas aplicações na construção”, explica Manfredi Saeli, o investigador que a par de Rui Novais, Paula Seabra e João Labrincha desenvolveu o novo material.

De facto, acrescenta o investigador, “os materiais produzidos são altamente sustentáveis, menos poluentes e a sua produção é rentável”. Além disso, “os geopolímeros endurecem rapidamente, exibem uma matriz estável e uniforme, um desempenho mecânico adequado e uma excelente resistência a produtos químicos e ao envelhecimento. Tudo isso torna essa nova classe de cimentos uma alternativa ao cimento Portland válida e sustentável”.

Desenvolvido com recurso a desperdícios da indústria de celulose, nomeadamente cinzas e grãos de cal que de outra forma iriam parar a aterros e que constituem 70 por cento dos ingredientes do eco-cimento da UA (os outros 30 por cento são metacaulino), este material inovador pode ser usado no lugar dos cimentos tradicionais e com níveis de desempenho idênticos.

 

AF Guarda-Resultados do Campeonato Distrital da 1ªDivisão

G.Figueirense caminha para o título

A seis rondas do final da prova, o G.Figueirense passou num teste complicado diante do Vila Cortez, por cinco bolas a três e aproveitando os deslizes dos mais diretos perseguidores, tem o titulo ali ao lado.

Por sua vez o Manteigas a jogar em casa não foi além de uma derrota diante dos Vilanovenses, por duas bolas a uma.

O Aguiar da Beira visitou o Sabugal e também saiu derrotado por duas bolas a uma. O Celoricense veio empatar a Fornos, numa partida muito equilibrada com os keepers a terem horas de muito trabalho, assim um empate a duas bolas.

JORNADA 20

Manteigas- Os Vilanovenses-1-2

Vilar Formoso- Desportiva do Soito- 1-0

Fornos de Algodres- SC Celoricense- 2-2

Trancoso- AD São Romão- 2-0

Vila Cortez- Ginásio Figueirense- 3-5

SC Sabugal- Aguiar da Beira- 2-1

CD Gouveia- Estrela Almeida- 6-0

CLASSIFICAÇÃO
1º G.Figueirense- 55
2º Manteigas -42
3º Aguiar da Beira- 39
4º Celoricense -33
5º Gouveia -33
6º Trancoso -32
7º Vila Cortes -31
8º AD Fornos -24
9º Os Vilanovenses -23
10º São Romão – 19
11º Vilar Formoso- 16
12º Soito -15
13º Sabugal -15
14º Almeida -13

Violência doméstica com números elevados em Portugal

Se souber de casos, denuncie

Só em 2019, já temos diversos casos de violência doméstica, cada vez existem mais diariamente, nas mais diversas índoles, face a isso, o luto nacional pelas vítimas da violência doméstica, foi assim assinalado por todo País.

Face a isso, deixamos aqui algumas dicas no caso de conhecer casos de violência doméstica, e não ter receio de denunciar, porque isso pode salvar vidas.

Quando alguém é vítima de violência, está numa situação difícil, que pode ser traumática. É importante o apoio de familiares e amigos.

Uma pessoa é vítima de violência quando sofre um ataque contra a sua integridade física ou mental, que põe em risco a sua vida ou causa sofrimento físico ou emocional.

Podem ainda ser consideradas vítimas indiretas os familiares e amigos que prestam apoio direto à vítima e todas as pessoas que a ajudem durante a situação de violência.

Existem diversos tipos :

  • violência emocional: qualquer comportamento do(a) companheiro(a) que visa fazer o outro sentir medo ou inútil. Usualmente inclui comportamentos como: ameaçar os filhos; magoar os animais de estimação; humilhar o outro na presença de amigos, familiares ou em público, entre outros.
  • violência social: qualquer comportamento que intenta controlar a vida social do(a) companheiro(a), através de, por exemplo, impedir que este(a) visite familiares ou amigos, cortar o telefone ou controlar as chamadas e as contas telefónicas, trancar o outro em casa.
  • violência física: qualquer forma de violência física que um agressor(a) inflige ao companheiro(a). Pode traduzir-se em comportamentos como: esmurrar, pontapear, estrangular, queimar, induzir ou impedir que o(a) companheiro(a) obtenha medicação ou tratamentos.

A violência doméstica funciona como um sistema circular – o chamado Ciclo da Violência Doméstica – que apresenta, regra geral, três fases:

1. aumento de tensão: as tensões acumuladas no quotidiano, as injúrias e as ameaças tecidas pelo agressor, criam, na vítima, uma sensação de perigo eminente.

2. ataque violento: o agressor maltrata física e psicológicamente a vítima; estes maus-tratos tendem a escalar na sua frequência e intensidade.

3. lua-de-mel: o agressor envolve agora a vítima de carinho e atenções, desculpando-se pelas agressões e prometendo mudar (nunca mais voltará a exercer violência).

Sintomas de vítima de Violência Doméstica:

  • Tem medo do temperamento do seu namorado ou da sua namorada?
  • Tem medo da reação dele(a) quando não têm a mesma opinião?
  • Ele(a) constantemente ignora os seus sentimentos?
  • Goza com as coisas que lhe diz?
  • Procura ridicularizá-lo(a) ou fazê-lo(a) sentir-se mal em frente dos seus amigos ou de outras pessoas?
  • Alguma vez ele(a) ameaçou agredi-lo(a)?
  • Alguma vez ele(a) lhe bateu, deu um pontapé, empurrou ou lhe atirou com algum objeto?
  • Não pode estar com os seus amigos e com a sua família porque ele(a) tem ciúmes?
  • Alguma vez foi forçado(a) a ter relações sexuais?
  • Tem medo de dizer “não” quando não quer ter relações sexuais?
  • É forçado(a) a justificar tudo o que faz?
  • Ele(a) está constantemente a ameaçar revelar o vosso relacionamento?
  • Já foi acusado(a) injustamente de estar envolvida ou ter relações sexuais com outras pessoas?
  • Sempre que quer sair tem que lhe pedir autorização?

7 Maravilhas Doces de Portugal, prazo até 17 de março

Devido ao elevado número de candidaturas de todo o país, que estão neste momento a ser submetidas na plataforma online, para a eleição das 7 Maravilhas Doces de Portugal®, o prazo acaba de ser prolongado até 17 de março, à meia noite. Pela primeira vez é possível incluir 7 candidatos numa só proposta de candidatura.

As categorias a concurso são: Doces de Território, Bolo de Pastelaria, Doce de Colher e Doce à Fatia, Biscoitos e Bolos Secos, Doces Festivos, Doces de Fruta e Mel e Doces de Inovação. A grande aposta deste ano é na Inovação à base de produtos endógenos, incentivando ao empreendedorismo local. A tradição, a importância económica, social e cultural dos doces são também critérios preponderantes.

A oitava edição das 7 Maravilhas em Portugal® volta a reinventar-se e este ano os candidatos são votados por cada um dos 18 distrito e duas regiões autónomas, com 20 programas de daytime em direto a realizar nos meses de julho e agosto. Haverá nesta fase 7 candidatos por distrito e regiões autónomas, num total de 140 doces candidatos, sendo que de cada programa na RTP sai um pré-finalista que passa às semifinais.

Uma novidade desta edição é a existência de um Grande Júri, órgão de deliberação constituído por 7 figuras do espaço mediático, que será responsável pela da repescagem de 8 candidatos que se irão juntar aos 20 pré-finalistas.

Os 28 pré-finalistas são divididos por sorteio pelas duas semifinais, nos dias 24 e 31 de agosto, dois programas em direto na RTP1, transmitidos em horário nobre. Em cada semifinal são apurados os 7 doces, aqueles que tenham mais votos contabilizados. Nesta fase os 7 elementos do Grande Júri assumem grande preponderância, comentando e provando os Doces.

A Gala Finalíssima decorre a 7 de setembro de 2019 e será transmitida pela RTP1, em horário nobre. Dos 14 finalistas apurados vão ser eleitos 7 doces pelos portugueses como 7 Maravilhas de Portugal®.

Sobre as 7 Maravilhas®

A eleição das 7 Maravilhas Doces de Portugal® é a oitava edição realizada desde 2007, com concursos que têm por tema os grandes valores da Identidade Nacional:

7 Maravilhas de Portugal (Património Histórico), em 2007

7 Maravilhas de Origem Portuguesa no Mundo (Património Histórico), em 2009

7 Maravilhas Naturais de Portugal, em 2010

7 Maravilhas da Gastronomia, em 2011

7 Maravilhas – Praias de Portugal, em 2012

7 Maravilhas de Portugal – Aldeias, em 2017

7 Maravilhas à Mesa, em 2018

O Conselho Científico é um órgão constituído para apoiar a Organização do Concurso na elaboração do regulamento, na verificação das candidaturas e nas tomadas de decisão, tendo o objetivo de libertar a Organização de quaisquer tomadas de posição face aos candidatos a concurso, assegurando por isso, a máxima idoneidade, independência e equidistância do processo. As 7 Maravilhas Doces de Portugal® contam com os seguintes membros no Conselho Científico:

ACPP – Associação Cozinheiros Profissionais de Portugal;

AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal;

APN – Associação Portuguesa de Nutrição;

FPCG – Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas;

Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural;

RIPTUR – Rede de Instituições Públicas do Ensino Superior com Cursos na área do Turismo;

Turismo de Portugal – Escolas.

GNR- Operação “Carnaval 2019” – Balanço

A Guarda Nacional Republicana, entre os dias 1 e 5 de março, realizou uma operação de intensificação do patrulhamento e fiscalização rodoviária em todo o Continente, a qual foi orientada para as vias que conduziam aos locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas, com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária, regular o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança.

Durante esta operação a GNR fiscalizou 24 464 condutores tendo detendo 818 condutores com excesso de álcool, dos quais 238 foram detidos por possuírem uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l, sendo ainda detidos 62 condutores por falta de habilitação legal para conduzir.

No mesmo período, a GNR registou 6 485 infrações, das quais se destacam:

·         1 623 por excesso de velocidade;

·         373 por falta de inspeção periódica;

·         291 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;

·         237 por utilização indevida do telemóvel durante a condução;

·         230 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         183 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

·         72 por anomalias nos pneus.

 

No que diz respeito à sinistralidade rodoviária, a GNR, na sua área de responsabilidade, registou:

·         964 acidentes;

·         Cinco mortos, dos quais:

o   Três condutores resultantes de despistes (dois motociclos e um veículo ligeiro de mercadorias);

o   Um condutor de um veículo ligeiro de passageiros, devido a uma colisão;

o   Um peão (atropelamento).

·         30 feridos graves;

·         326 feridos leves.

5º Festival do Requeijão em Fornotelheiro

O requeijão desde há uns anos a esta parte passou a ser homenageado na Freguesia de Fornotelheiro, no concelho de Celorico da Beira.

Assim este ano, a festa vai ter lugar ,  no domingo, dia 24 de março, o 5º Festival do Requeijão, um certame organizado pela Junta de Freguesia do Fornotelheiro e conta com o apoio do Município de Celorico da Beira.

foto:CA

Celorico da Beira – Termo de Identidade e Residência para Militar da GNR

Dando cumprimento a um mandado de detenção fora de flagrante delito emitido pela Polícia Judiciária do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, na sequência de pertinentes diligências de investigação realizadas com base em denúncia de um crime de abuso sexual de pessoa detida, a GNR, através do Comando Territorial da Guarda, procedeu, no dia 25 de fevereiro, à detenção de um militar da GNR, a prestar serviço no Posto Territorial de Celorico da Beira.

No dia 24 de fevereiro, o Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, entregou sob detenção uma mulher de 45 anos, no Posto Territorial de Celorico da Beira, no intuito da mesma permanecer detida naquelas instalações.

No dia seguinte, a detida formalizou uma queixa-crime nas instalações da PJ por, alegadamente, ter sido vítima de abusos sexuais, praticados por um militar da GNR, no referido Posto.

O militar foi ontem, dia 25 de fevereiro, presente ao Tribunal Judicial da Guarda, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência. Paralelamente, a GNR procedeu à instauração de procedimento disciplinar, tendo o militar sido preventivamente transferido para outra subunidade do Comando Territorial da Guarda.

Resultados do Campeonato da 1ªDivisão Distrital AF Guarda

JORNADA 19

Os Vilanovenses- Fornos de Algodres-1-0

Vilar Formoso- Manteigas-1-3

SC Celoricense – Trancoso-1-1

AD São Romão- SC Sabugal 1-2

Ginásio Figueirense- CD Gouveia-2-1

Aguiar da Beira- Vila Cortez- 2-1

Desportiva do Soito- Estrela Almeida-2-0

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar