Templates by BIGtheme NET
Home » Celorico da Beira (page 4)

Celorico da Beira

Município de Celorico da Beira visitou Fundação Champalimaud

Recentemente, o Presidente da Câmara de Celorico da Beira, Carlos  Ascensão, foi gentilmente recebido na Fundação Champalimaud, , pelo Dr. Nunes Liberato que o conduziu numa visita às instalações e à história/missão desta prestigiada instituição nacional, que é hoje uma referência no país e no mundo, na investigação científica e na área da biomedicina, em especial nas áreas do cancro e neurociências.
A Fundação Champalimaud, foi criada em 2004 por testamento do empresário António Sommer Champalimaud, que doou 500 milhões de euros, com o objetivo de promover a investigação científica, nas áreas da biomedicina.
Ao longo destes anos, a Fundação tem consolidado o seu prestígio, não só, pelas personalidades de gabarito internacional que colaboram nos projetos e integram os seus Órgãos Sociais como, pelos resultados obtidos nas áreas da investigação biomédica e, na prestação de cuidados clínicos a doentes nacionais e internacionais. A atribuição do “Prémio de Visão António Champalimaud”, no valor de um milhão de euros, para premiar o contributo das instituições de qualquer país, no combate às doenças da visão que afligem as sociedades modernas, é de inestimável importância para o prestígio da Instituição, de Portugal e da Medicina.
A deslocação do edil celoricense à Fundação Champalimaud, insere-se no âmbito da política de proximidade às autarquias, que tem vindo a ser implementada por esta instituição.

Por:Mun.CB

VII WinterFest JS iniciou esta noite em Seia

Esta uma iniciativa de âmbito nacional, organizada pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista, Concelhia de Seia da Juventude Socialista e pela Juventude Socialista (Sede Nacional), acontece entre os dias 16 e 18 de março de 2018, no concelho de Seia.

Os trabalhos iniciaram na noite desta sexta- feira e prolongam-se até domingo, com os jovens motivados para mais esta jornada.

Programa do VII WinterFest JS

Proteção Civil emite alerta de mau tempo

No seguimento do contato com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado nesta terça-feira, 13 de Março, pelo Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), prevê-se, para amanhã, 14MAR18, o agravamento das condições meteorológicas, com ocorrência de precipitação, intensificação do vento, queda de neve e agitação marítima (em toda a orla costeira):
  • quarta-feira (14MAR) prevê-se a ocorrência de precipitação, vento forte (ao longo do dia) e queda de neve a partir da cota dos 1800 metros, diminuindo (a partir da tarde) para a cota dos 1000 metros, nas regiões Centro e Norte.
  • A precipitação acumulada poderá atingir 30 mm entre as 00:00 e as 12:00 e 40 mm nas 12 horas seguintes, especialmente a Norte do Tejo.
  • O vento pode atingir rajadas máximas de 100 km/h, podendo ser pontualmente superior nas zonas mais expostas e/ou elevadas.
  • Amanhã (14MAR) espera-se agitação marítima forte, estando previsto que, a partir das 15:00, as ondas sejam de oeste/noroeste e atinjam uma altura de 4 a 5 metros (em toda a costa), situação que se poderá prolongar até à manhã do dia 16MAR (sexta-feira).
Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt
2. EFEITOS EXPECTÁVEIS
Face à situação descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:
· Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo;
· Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, devido a acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
· Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas mais vulneráveis;
· Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
· Danos em estruturas montadas ou suspensas;
· Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de preia-mar, podendo causar inundações nos locais mais vulneráveis;
· Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;
· Possíveis acidentes na orla costeira;
· Fenómenos geomorfológicos originados por instabilidade de vertentes devido à perda da consistência por saturação dos solos em água;
· Obstrução de vias de circulação por queda de árvores, deslizamento ou desabamento de terras, pedras ou outras estruturas;
3. MEDIDAS PREVENTIVAS
A ANPC recorda a necessidade de serem adotados comportamentos adequados, designadamente nas zonas mais vulneráveis, pelo que se divulgam as principais medidas de autoproteção para estas situações:
· Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirar inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criarem obstáculos ao livre escoamento das águas;
· Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível acumulação de neve e formação de lençóis de água nas vias;
· Colocar correntes de neve nas viaturas sempre que se circular em áreas cobertas por neve e/ou gelo;
· Evitar atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas e/ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
· Garantir a adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
· Ter especial cuidado na circulação e permanência junto a áreas arborizadas, mantendo atenção à possibilidade de queda de ramos e árvores em virtude de vento forte;
· Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas mais vulneráveis a galgamentos costeiros, evitando a circulação e permanência nestes locais;
· Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando o estacionamento de veículos muito próximos da orla marítima;
· Evitar a circulação e permanência nas terras altas onde as rajadas de vento sejam fortes ou muito fortes;
· Manter-se atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.
Por:ANPC

AFGuarda- Resultados da 2ªdistrital –11ª Jornada

Celoricense lidera

Regressou o distrital da 2ªdivisão, com o Celoricense a manter a chama de triunfos ,bateu o FC Pala por duas bolas a zero e continua a liderar de forma isolada.

Os pupilos de Paulo Barra dos leões da fronteira também venceram em casa o Casal de Cinza por três bolas a zero.

O Foz Côa recebeu e venceu a turma dos Castelos por sete bolas sem resposta e o Paços da Serra também venceu de forma expressiva o Freixo Numão por quatro bolas a uma.

Apontados 17 golos, melhor ataque do Celoricense com 35 golos e melhor defensiva do Foz Côa com 10 golos sofridos.

Jornada 11

Spg. C. Celoricense- Futebol C. de Pala 2-0

G.D. Foz Côa- A.D.C. Castelos  7-0

SC Vilar Formoso- G.C.R. Casal Cinza 3-0

Spg. C. Paços da Serra- Freixo de Numão 4-1

Pos Equipas Pts. .
Jg V E D GM GS Dif
1 Spg. C. Celoricense 28 11 9 1 1 35 12 23
2 SC Vilar Formoso 24 11 7 3 1 22 12 10
3 G.D. Foz Côa 20 11 5 5 1 28 10 18
4 Futebol C. de Pala 14 11 4 2 5 15 20 -5
5 Freixo de Numão 13 11 3 4 4 9 14 -5
6 Spg.C. Paços da Serra 10 11 3 1 7 21 19 2
7 A.D.C. Castelos 7 11 1 4 6 7 26 -19
8 G. C. R. Casal Cinza 4 11 0 4 7 7 31 -24

Por:Rádio Elmo

 

Alexandre Lote vence mas vai haver 2ªvolta com Pedro Fonseca

Na noite desta sexta-feira, decorreram por todas as concelhias do PS do distrito da Guarda, as votações para a eleição do novo Presidente da Federação Distrital da Guarda do PS.

Assim tudo ficou adiado, dado que, Alexandre Lote venceu com 499 votos, já Pedro Fonseca ficou pelos 448 e José Luis Cabral pelos 368.

Face a isso, vamos ter uma segunda volta com A.Lote e P.Fonseca, a ter lugar a 22 de março.

Fornotelheiro acolhe 4º Festival do Requeijão

Como anualmente acontece, a localidade do Fornotelheiro, vai acolher a quarta edição do Festival do Requeijão .

Transformou-se na  Capital do Requeijão e e todos os visitantes vão poder saborear a qualidade do bom requeijão, produto rei da freguesia de Fornotelheiro.
Desta forma, o dia 25 de Março, vai ser um  dia cheio de atividades, com caminhada, workshop, degustações, almoço convivio.

A tarde muito preenchida com a música , a presença das crianças do jardim de infância, Rancho Folclórico de Figueiró da Granja, Concertinas Forno Musical, Luisinho e a magnifica atuação do João Claro que promete animar todos.

Uma boa forma de transformar o Fornotelheiro num local onde merece uma visita nesse domingo de Ramos.

Atenção com aparelhos de calor no inverno

Para sua segurança siga estes conselhos e transmita-os aos seus pais e avós:

– Evite dormir próximo dos equipamentos de aquecimento;
– Proteja devidamente a lareira para que não se torne um foco de incêndio;
– Se utilizar lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos a gás mantenha a correta ventilação das divisões de forma a evitar a acumulação de gases prejudiciais à saúde;
– Afaste os aquecedores de móveis;
– Não seque a roupa nos aquecedores;
– Não abandone velas acesas ou mal apagadas;
– Evite sobrecargas – não ligue demasiados aparelhos na mesma tomada, principalmente os de elevado consumo.

AFGuarda- Resultados da Taça de Honra 1/4 finais

Decorreu na tarde deste domingo, mais uma eliminatória da Taça de Honra da AF Guarda, nesta ocasião os encontros dos quartos-finais.

Assim a grande surpresa vem da vitória do Celoricense face ao Sabugal por três bolas a zero, denota a época de classe que os celoricenses estão a realizar e uma fase menos boa dos raianos.

O Ginásio a vencer no seu reduto o S.Romão por três bolas a zero, fazendo jus à liderança no campeonato.

A Mêda uma equipa muito forte e bem organizada também segue em frente na prova rainha, fruto do triunfo frente ao Manteigas pelo expressivo quatro a um.

Por fim o jogo da jornada, o D.Gouveia em mudança a receber uma das sensações anuais do campeonato, o Aguiar da Beira, em suma duas excelentes equipas que lutaram imenso e o triunfo sorriu aos gouveenses na transformação das grandes penalidades.

Mêda – Manteigas-4-1

G.Figueirense- S.Romão-3-0

Gouveia- Aguiar da Beira-0-0 gp.4-3

Celoricense- Sabugal-3-0

Assim também é já são conhecidos os embates para as meias finais, a realizar a 25 de abril:

G.Figueirense – Mêda

Gouveia – Celoricense

 

 

Turistas espanhóis são os que mais visitam Centro de Portugal

O interesse dos turistas estrangeiros em visitar o Centro de Portugal disparou em todos os mercados durante o ano de 2017. Essa é a conclusão que se retira da análise dos dados preliminares do INE (Instituto Nacional de Estatística), relativos à proveniência dos visitantes no ano passado, e que dão conta de 1,40 milhões hóspedes estrangeiros na região, correspondentes a 2,76 milhões de dormidas.

De acordo com os dados, que se reportam aos 10 países de onde tradicionalmente chegam mais turistas (e que deixam de fora o turismo de habitação, o turismo em espaço rural e o alojamento local), Espanha continua a ser o principal mercado emissor, o que naturalmente se explica pela proximidade e facilidade de acesso. Em 2017, o Centro de Portugal registou 656,6 milhares de dormidas provenientes do país vizinho, o que representa um aumento de 11,6% em relação a 2016. Em número de hóspedes, os espanhóis foram 322,5 mil, mais 14,9% que no ano anterior.

É entre os países mais distantes que, no entanto, se notam maiores acréscimos de visitantes para a região entre 2016 e 2017. Dos Estados Unidos, por exemplo, chegaram mais 69,1% de hóspedes (73,4 mil no total), responsáveis por mais 81,8% de dormidas (141,8 mil). Do Brasil, vieram mais 43,2% de hóspedes (133,2 mil) e mais 40,0% de dormidas (203,0 mil). Crescimentos também muito significativos são os registados nos mercados de Itália (mais 46,4% de hóspedes e 75,3% de dormidas), Irlanda (mais 72,0% de hóspedes e 98,0% de dormidas) ou Reino Unido (mais 24,6% de hóspedes e 28,8% de dormidas).

Nos restantes países analisados, nota-se também um crescimento muito acentuado de visitantes de Alemanha (mais 18,3% de hóspedes e 19,8% de dormidas). A fechar a lista estão Bélgica (mais 6,7% de hóspedes e 3,7% de dormidas), França (mais 5,9% de hóspedes e 7,0% de dormidas) e Holanda (mais 0,6% de hóspedes e 2,2% de dormidas).

Em número absoluto de visitantes, Espanha lidera esta lista de 10 países, com uma quota em 2017 de 11,6% – ou seja, mais de 11% dos turistas que visitaram o Centro de Portugal foram espanhóis. Seguem-se França (6,3%), Itália (3,9%), Brasil (3,6%), Alemanha (2,9%), EUA (2,5%), Reino Unido (2,0%), Holanda (1,0%), Bélgica (0,9%) e Irlanda (0,8%).

Merece igualmente destaque o forte crescimento de visitantes dos países que não integram esta lista de 10 mercados tradicionalmente analisados pelo INE. Na globalidade, os números de “outros estrangeiros” evoluíram 38,2% em hóspedes e 48,5% em dormidas. A quota de “outros estrangeiros” é já de 13,2%, isto é, superior à de espanhóis.

O mercado asiático, em particular, está a crescer de forma acentuada. Embora, neste caso, ainda só haja dados analisados até setembro, é evidente a importância. De janeiro a setembro de 2017, houve 47,9 mil dormidas de sul-coreanos no Centro de Portugal – mais do que alguns dos 10 países tradicionais! Japoneses foram 23,1 mil e chineses (mercado com potencial enorme de crescimento) 13,4 mil.

Uma última nota para referir que 2017 foi o ano em que o total de visitantes estrangeiros no Centro de Portugal mais se aproximou do número de visitantes nacionais: foram 1,4 milhões de hóspedes estrangeiros e 1,8 milhões de hóspedes portugueses.

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o Centro

Recorde-se que o ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro de Portugal. Os resultados preliminares do INE contabilizaram um crescimento consolidado da região em todos os indicadores analisados: dormidas, hóspedes e proveitos da atividade.

De acordo com os dados do INE, entre janeiro e dezembro de 2017, registaram-se 5.654.683 dormidas no Centro de Portugal, o que representa um crescimento de 14,52% em relação ao total de 2016, que tinha sido de 4.937.900. Refira-se ainda que o Centro de Portugal cresceu o dobro da média nacional, uma vez que as dormidas no país aumentaram em média 7,35%.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar