Templates by BIGtheme NET
Home » Celorico da Beira (page 5)

Celorico da Beira

AFG-Feminino– Futsal – Resultados da terceira ronda

A noite deste sábado foi de futsal feminino , apenas com uma vitória caseira e três dos visitantes. Assim o Celoricense venceu com facilidade a turma do Vila Franca das Naves, por nove bolas a uma.

Já o líder Guarda 2000jogou  frente ao Guarda Unida Desportiva e venceu por por oito bolas a duas, na Mêda, a turma local foi derrotada pela equipa Pinhelense, por seis bolas a zero.

O Trancoso foi a Aguiar da Beira vencer a turma de Penaverdense por quatro bolas a uma.

Assim a tabela de resultados:
Penaverdenses – Trancoso-1-4
Guarda Unida – Guarda 2000-2-8
Celoricenses – Vila Franca Naves-9-1
GD Meda -Pinhelense- 0-6

Lideram Guarda 2000 e Celoricense com 9pts.

Escola de Karaté de Celorico da Beira alcança 9 medalhas no XIX Campeonato Mundial de Karaté da FSKA – Inglaterra

UKSB alcança 22 medalhas

Decorreu nos passados dias 27 a 29 de Outubro, em Crawley – Inglaterra, o XIX Campeonato Mundial de Karaté da FSKA (Funakoshi Shotokan Karaté Association), onde marcaram presença 600 atletas de 20 países.
Representando Portugal pela KPS (Karate-Do Portugal Shotokan), da nossa região a União de Karaté Shotokan selecionou uma delegação de 13 atletas oriundos dos diversos Dojos da UKSB os quais alcançaram um total de 22 medalhas e 3 taças.
De Celorico da Beira , marcaram presença enquanto atletas e treinadores o Mestre César Olival, a Sensei Sandra Olival e o Sensei Pedro Veloso e os atletas Mariana Veloso, Alexandra Veloso e Rodrigo Granjal.

Resultados alcançados:

Escola de Karaté de Celorico da Beira

Mestre César Olival – 3º lugar Kata individual
Sensei Sandra Olival – 3º lugar Kata Equipa
Sensei Pedro Veloso
1º lugar em Kata individual
3º lugar em Kata Equipa

Alexandra Veloso – 1º lugar em Kata individual
Mariana Veloso
1º lugar em Kumité Equipa
3º lugar em Kumite Individual

Rodrigo Granjal
1º lugar em Kumité Equipa (15-17 anos)
3º lugar em Kata individual

Por:MCB

AFG-Futsal Celoricense saiu Joel Pereira e entrou André Moreira

Depois de um longo período a comandar as senhoras celoricenses, na equipa de futsal do SC Celoricense, Joel  Martins decidiu  sair, face a isso , a direção aceitou a decisão e em comunicado já lançou o nome do novo técnico André Moreira.

Seleção Distrital Sénior da AF Guarda empata(1-1) frente à AD Fornos de Algodres

Na tarde do Dia de Todos os Santos, o futebol não parou, dado que a Fase Regional da Taça de Regiões está próxima, face a isso, teve lugar um jogo de preparação entre a Seleção Distrital da AF Guarda e a AD Fornos de Algodres, terminando no final dos 90 minutos, numa igualdade a uma bola.

Por:António Pacheco

AFG- Seleção Distrital Seniores afina baterias frente ao Fornos de Algodres

Vai ter lugar um Jogo/treino de preparação da Seleção Distrital de Seniores com a AD de Fornos de Algodres, a realizar no dia 01 de novembro de 2017,pelas 15:00h, no Estádio Municipal de Fornos de Algodres:

Os convocados são:

Octávio Silva CD Gouveia, Miguel Teixeira AD S.Romão

Rui Patrício CD Gouveia ,João Nuno Silva AD S.Romão

Hélder Teodoro CD Gouveia, Fábio Loureiro AD S.Romão

Cristiano Costa S.C. de Mêda, Patrick Gonçalves ADRC Aguiar da Beira

Valter Luís S.C. de Mêda, Pedro Ferreira Os Vilanovenses

Fábio Almeida GD Trancoso ,Marcos Gomes Os Vilanovenses

Ruben Pires GD Trancoso, Marco Marques ACD Estrela de Almeida

Tiago Liberata GD Trancoso ,Mamadou Sall ACD VF Naves

Tiago Barra SC Sabugal,Bruno Reis G.C. Figueirense

Luís Gaspar CCDR Vila Cortez ,Wilson Rodrigues G.C. Figueirense

José Muxata AD S.Romão ,Fábio Pina G.C. Figueirense

Leandro Almeida AD S.Romão ,Ricardo Quelhas AD Manteigas

Avisos da Unidade Pastoral de Fornos de Algodres e Aguiar da Beira

SENSIBILIZAR OS JOVENS PARA A LITURGIA

Falar de jovens e de liturgia é quase sinónimo de falar em conflito. Tanto nas conversas como em ambientes cultos, estes dois termos geram algo explosivo. Parece que não se poderão conciliar estes dois aspectos, ou que a problemática que representa este binómio é algo impossível ou muito difícil de resolver.
Em 1969, aquele que seria conhecido como cardeal Daneels, arcebispo de Malines-Bruxelas, escreveu um artigo sobre o problema que era a missa dos jovens. Apesar de fazer referência a “uma autêntica inquietação para alimentar e animar os jovens no seu progresso religioso”, também destacava “os perigos que representa o desencanto dos jovens nas nossas celebrações litúrgicas”. Parece que este problema continua actual ou, até, ter-se-á agravado.
Naquele tempo, há 50 anos atrás, procurava-se aproximar os jovens à liturgia renovada do Concílio Vaticano II. Para tal, ensaiavam-se formas de participação e procurava-se uma nova linguagem. Introduzia-se um novo reportório de cânticos. Utilizavam-se novos instrumentos musicais e adoptavam-se ritmos próprios de outros tipos de celebração e de outras culturas. A ideia da participação activa, introduzida pela reforma litúrgica, propiciava a implantação de novos modos de celebração. Não se participava somente a ler as leituras ou a entoar cânticos, mas também a homilia era participada e comentada por todas pessoas; as intenções da oração dos fiéis eram ditas espontaneamente; as oferendas eram levadas ao altar com alguma criatividade. Em certas ocasiões, a oração eucarística era improvisada no momento ou tomada de certas publicações de pastoral juvenil.
Era digno este esforço pastoral para levar a juventude à compreensão e à vivência da liturgia. Tudo isto servia para ultrapassar a angústia de certos jovens que se sentiam presos da prática religiosa e litúrgica habitual na pedagogia dos colégios, principalmente religiosos, vulgarmente chamados de frades e de freiras. Também servia para os jovens se libertarem da “tirania” familiar que obrigava a ir à missa todos os domingos e dias santos (festas de guarda).
Naquele tempo era habitual ouvir frases mais ou menos idênticas a estas: “não vou à missa, já tenho missas que chegue para a vida”, “isto é que é uma celebração viva, a da minha paróquia (ou colégio) não é”.
Hoje, a participação dos jovens na liturgia continua a ser um problema. Continua a haver as missas jovens, as páscoas jovens, etc. Mas o problema atual já não é como levar os jovens à liturgia, mas como aproximar os jovens a Jesus Cristo, à fé.
A prática religiosa desceu consideravelmente, especialmente entre os jovens. A problemática já não está restrita ao formato da celebração, mas à essência da celebração. A pergunta já não é “como devemos celebrar a fé?” mas a seguinte: “é necessário celebrar a fé?”, ou pior ainda, “há algo para celebrar?”.
Pode ser bom ter missas de jovens ou, em linguagem mais cuidada, missas com jovens, mas é melhor que os jovens participem nas celebrações normais das comunidades paroquiais, pondo a render as suas qualidades.
Então, que fazer? Era importante tirar os jovens da alternativa entre o tudo e o nada. O jovem cansa-se da repetição (a ritualidade) e procura a criatividade. Está farto de normas e de leis e prefere a liberdade. Não aprecia o antigo, mas a novidade. Cansado de coisas aborrecidas, procura a alegria e a festa. Não se contenta em ser rebanho massificado; por isso, refugia-se em pequenos grupos de amigos.
Todavia, a Liturgia prefere a fidelidade à normativa a procurar novas formas, procura a objetividade das coisas e não o subjetivismo, gosta dos símbolos sagrados e não dos convencionais. Evita a confusão e folclore festivo e recria-se numa séria solenidade. Sem esquecer o compromisso humanista, propõe-nos celebrar o mistério transcendente. Perante o perigo de fechar-se em grupos de amigos, procura a abertura de acolher todos.
Perante este dilema, é importante um novo plano de formação: faz falta uma formação catequética e litúrgica que ajude a compreender a importância da celebração, sobretudo dos sacramentos e, especialmente, da Eucaristia. É preciso novos meios para a compreensão do universo simbólico cristão. É necessário ajudar a descobrir a importância da comunidade para a vivência autêntica da fé. É importante formar a capacidade de discernimento para poder comparar o que é essencial e o que é secundário na vivência da fé e da liturgia. Não se pode ter uma agradável vivência da liturgia sem aceitar algumas regras comuns respeitadas por todos. Não se poderá celebrar uma autêntica liturgia separada da vida. Será inevitável uma certa tensão, porque nunca estaremos “confortáveis” na perfeição. Por isso, é importante sensibilizar os jovens na liturgia.

Prolongamento do dispositivo de combate a incêndios até ao dia 15 de novembro

Prolongamento do Dispositivo de Combate a Incêndios

O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, determinou o prolongamento do dispositivo de combate a incêndios até ao dia 15 de novembro, incluindo meios aéreos, meios humanos e postos de vigia.

Esta decisão resulta da previsão de condições meteorológicas adversas e da manutenção do risco elevado de incêndios florestais por parte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e do European Forest Fire Information System (EFFIS).

O prolongamento abrange os 17 meios aéreos que reforçaram o dispositivo na última semana (13 helicópteros ligeiros e 4 aviões médios anfíbios) e os 12 contratados para o período de 16 a 31 de outubro (8 helicópteros médios, 2 aviões pesados anfíbios e 2 aviões médios anfíbios).

Assim, estarão disponíveis, até dia 15 de novembro, 35 meios aéreos de combate a incêndios em Águeda (distrito de Aveiro), Ourique (distrito de Beja), Braga e Fafe (distrito de Braga), Alfândega da Fé e Nogueira (distrito de Bragança), Castelo Branco e Covilhã (distrito de Castelo Branco), Cernache e Lousã (distrito de Coimbra), Loulé e Monchique (distrito de Faro), Guarda, Meda e Seia (distrito da Guarda), Pombal (distrito de Leiria), Portalegre (distrito de Portalegre), Baltar (distrito do Porto), Ferreira do Zêzere, Pernes e Sardoal (distrito de Santarém), Águas de Moura (distrito de Setúbal), Arcos de Valdevez (distrito de Viana do Castelo), Vidago e Vila Real (distrito de Vila Real), Armamar e Viseu (distrito de Viseu).

Será igualmente prolongado, até 15 de novembro, o período de funcionamento de 72 postos de vigia da Rede Primária de Postos de Vigia e a GNR manterá as Equipas de Manutenção e Exploração de Informação Florestal (EMEIF) junto de cada Comando Distrital de Operações de Socorro.

O quadro operacional para a próxima quinzena envolve um dispositivo global de 6957 operacionais, entre os quais 3100 bombeiros. Inclui ainda patrulhamento ostensivo no terreno por parte das Forças Armadas, em articulação com a GNR e a PSP.

Os procedimentos aquisitivos relativos ao reforço de 17 meios aéreos até 31 de outubro, decidido pelo Ministro da Administração Interna, estão publicados em www.base.gov.pt/

Os procedimentos aquisitivos relativos ao prolongamento do dispositivo até 15 de novembro serão publicados no prazo legal previsto.

Por:DIRP

Resultados—2ªdistrital da AF Guarda

Teve início o campeonato da 2ªdistrital da AF Guarda, com muitos golos .

Os Castelos -FC Pala – 3-1

Casal de Cinza- Freixo N- 1-2

Foz Cõa – Paços da Serra- 2-1

Celoricense – Vilar Formoso-2-0

 

 

 

Mudança da hora- Relógio atrasa 60 minutos

Apesar das temperaturas serem altas, a mudança da hora vai ser efetuada na madrugada de domingo, 29 de outubro.

Assim em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira às 2h atrase o seu relógio para a 1h e nessa noite descansa mais um pouco, dado que entramos na hora de inverno.

Na Região Autónoma dos Açores, o relógio atrasa da 1h para as 00 horas.

Foto:RS

 

 

CIMBSE reuniu na Guarda

Nesta quarta-feira, realizou-se na Câmara Municipal da Guarda, uma reunião com intuito de avaliar todos os danos e prejuízos que ficam depois do fim de semana negro de outubro.

Para além dos presidentes dos Municípios que compõem a Comunidade, esteve presente o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Eng. Miguel de Freitas .

foto:CIMBSE

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar