Templates by BIGtheme NET
Home » Celorico da Beira (page 80)

Celorico da Beira

Celorico da Beira promove Semana Europeia da Energia Sustentável

 De 11 a 13 de Abril, o município promove um conjunto de actividades alusivas a esta temática.
Tendo sido instituída pela União Europeia, de 9 a 17 de Abril, a Semana da Energia Sustentável, a Câmara Municipal de Celorico da Beira decidiu associar-se a esta iniciativa. Nesse sentido a autarquia irá realizar nos dias 11, 12 e 13 de Abril, no Centro Cultural de Celorico da Beira, um ciclo de conferências, debates e exposições, com a presença de instituições, técnicos e empresas, especializados em diversas áreas no âmbito desta temática. O objectivo desta iniciativa é divulgar, promover e debater soluções que conduzam a uma maior eficiência energética e a um desenvolvimento sustentado que responda às crescentes necessidades energéticas das nossas sociedades.

Pode consultar o programa na integra aqui.

in Guarda Digital

Troféu “Urban Cup” em oito concelhos

Os moto clubes e associações dos distritos de Guarda e Bragança, com o apoio de várias entidades, vão organizar o Troféu “Urban Cup”, constituído por oito provas em ambiente urbano. A iniciativa tem início no dia 10 de abril e vai prolongar-se até 2 de outubro.
Haverá provas nos concelhos de Sabugal (10 abril), Trancoso (15 de maio), Celorico da Beira (19 de junho), Pinhel (10 de julho), Torre de Moncorvo (7 de agosto), Vila Nova de Foz Coa (28 de agosto), Guarda (18 de setembro) e Figueira de Castelo Rodrigo (2 de outubro).
As inscrições devem ser efetuadas até ao próximo dia 5 de abril, ou até três provas passadas, no local de início da prova.
in nova guarda

Comércio Local – Enquadramento Actual e Perspectivas Futuras”

 

Na noite de sábado, em Fornos de Algodres, a Quinta das Courelas foi palco de uma conferência sobre o actual estado do comércio local e as perspectivas futuras, numa pequena vila do interior onde cada vez tem menos população.
Uma moldura humana considerável, onde uma larga percentagem de comerciantes da vila compareceram e deixaram a sua opinião sobre o tema.
Mas para além do coordenador local da JS, Alexandre Lote, também estiveram presentes figuras de peso do partido a nível local e distrital e como oradores, sugiram o vereador local Miguel Ginja, Rui Costa, empresário local, António Silva, vereador do município de Celorico da Beira e por fim o secretário da JS, Pedro Alves.
Miguel Ginja, iniciou a prelecção lamentando a não cedência de um auditório por parte da autarquia, para a realização da conferência, pois é um tema do interesse dos comerciantes locais, frisou que em 2004, com o programa Procon, a zona do eixo comercial foi revitalizada, mas faltou algum acompanhamento para que este eixo fosse mais atractivo, sendo contra os parquímetros na EN16, e falta actualmente um gabinete de apoio ao comerciante nesta localidade, até existe o Modcon, mas a autarquia devia ter alguém que estivesse ao lado dos comerciantes diariamente, e o pior é que os comerciantes estão divididos em duas associações, a da Guarda e a regional Fornos, Gouveia e Seia, mas assim está com vias a acabar.Seguiu-se o empresário Rui Costa que deixou algumas sugestões para o comércio local melhorasse e teria de existir maior divulgação e incentivos e acima de tudo formação, frisou também a necessidade de um gabinete de apoio.
Celorico, um modelo de sucesso
Seguiu-se António Silva do município de Celorico da Beira que apresentou todo o trabalho que tem sido feito naquele concelho com vista ao desenvolvimento do comércio local.
Salientou que com a vinda das portagens, também as autarquias têm de requer a taxa de Protecção cível e deixou a ideia que é necessário criar novas receitas, no seu concelho tem vindo a ser feito um trabalho notável ao nível comercial, patrimonial e turístico, todos estes sectores se complementam, lamentou a falta de um ponto de venda de produtos regionais em Vila Ruiva junto à unidade hoteleira do Inatel, deixando também outras sugestões e mostrou-se indignado com o modelo da feira regional do queijo da serra, pois quando lhe falaram do projecto pensava que fosse de índole nacional ou internacional e não mais uma feirinha, para isso continua a do concelho que se mantém anual.
Salientou que o plano posto em prática em Celorico tem dado frutos e notasse o desenvolvimento e o progresso além fronteiras dos produtos regionais.
Por fim o secretário-geral da JS, Pedro Alves, enalteceu a preocupação dos jovens pelo estado actual do comércio e deixou a nota que os municípios têm de ser mais dinâmicos e o comércio precisa de acompanhamento diário para estar sempre actualizado, existem pacotes de apoio na região, e porque não criar uma nova associação de comerciantes só locais para todos terem voz activa, onde a autarquia tem de ser o principal impulsionador.
Outros dos problemas focados foi a falta de estacionamento no eixo comercial.
Por fim, Alexandre Lote agradeceu aos muitos presentes, deixando a palavra que vai continuar a lutar, apesar de todos os obstáculos que lhe possam colocar pelo caminho, nada os vai demover para lutar por Fornos.

Varios eventos na região na época carnavalesca

O queijo da Serra da Estrela vai estar em destaque em vários concelhos do distrito da Guarda, onde as autarquias promovem feiras e eventos durante o fim de semana do Carnaval, para divulgarem aquele produto.Celorico da Beira, que se assume como a ‘Capital do Queijo Serra da Estrela’, promove o famoso queijo de ovelha numa feira que começa na sexta-feira e se prolonga até domingo.
A Câmara Municipal, que organiza o evento, reconhece que os produtores de queijo da Serra da Estrela “constituem um motor de desenvolvimento” económico concelhio.
“Atendendo à conjuntura económica atual, urge dar uma maior notoriedade e apoios” àqueles que “sacrificam e dedicam uma vida inteira em prol da produção do melhor queijo do mundo”, justifica.
O programa do certame anual integra uma feira para venda de queijo, produtos regionais e artesanato, bem como atividades de cariz cultural, recreativo e desportivo.
Em Seia, o município local e os vizinhos de Gouveia e Fornos de Algodres uniram esforços e promovem, no sábado, uma feira regional do queijo Serra da Estrela.
Realizado no âmbito da Comunidade Intermunicipal da Serra da Estrela, o certame pretende “fomentar a notoriedade do queijo Serra da Estrela, salvaguardar a sua preservação enquanto produto endógeno regional e valorizar e dinamizar a cadeira de valor” deste produto.
Ainda na Serra da Estrela, a autarquia de Manteigas organiza entre sexta-feira e o dia de Carnaval, no recinto da Praça Municipal, mais uma edição da ‘Expo Estrela – XVIII Mostra de Actividades e Feira de Artesanato’.
A iniciativa tem por finalidade dinamizar o tecido socioeconómico e cultural local numa época do ano em que a região “é visitada por milhares de turistas”.
Participam cerca de 60 expositores de queijo, artesanato, comércio, indústria, serviços, associativismo, gastronomia e animação.
Já a Câmara de Pinhel organiza, entre sexta-feira e domingo, a 16.ª edição da Feira das Tradições, desta vez dedicada à vinha e ao vinho, considerados os “mais importantes recursos endógenos” do concelho.
O evento também promove o artesanato e a gastronomia regional, assim como os usos e costumes associados aos saberes e sabores locais.
Na cidade de Trancoso prossegue a 8.ª feira do fumeiro, dos sabores e do artesanato do Nordeste da Beira, promovida pela AENEBEIRA – Associação Empresarial do Nordeste da Beira.
Marcam presença cerca de cem expositores que apresentam produtos certificados de doçaria regional, pão, compotas, vinho, azeite, queijaria e salsicharia, entre outros.
As propostas para uma visita à região também passam pelo concelho do Sabugal, que organiza a 4.ª edição dos roteiros gastronómicos locais, com a adesão de mais de uma dezena de restaurantes.
Nos concelhos de Figueira de Castelo Rodrigo e de Vila Nova de Foz Côa, decorrem eventos em torno das amendoeiras floridas.
in terras da beira 

Aldeia Viçosa bateu recorde com a confecção de arroz doce

A freguesia de Aldeia Viçosa, no concelho da Guarda, passou a figurar no “Guinness Book” com a confecção da maior quantidade de arroz-doce do mundo. A iniciativa aconteceu na tarde, deste domingo foram confeccionados 683,14 kgs e assim foi  batido o recorde do mundo que tinha a marca de Benfeita.
O arroz-doce foi preparado com cerca de 500 litros de leite biológico, oferecido pela Quinta da Alameda, naquela freguesia, e com arroz e açúcar disponibilizados por uma superfície comercial de Celorico da Beira.
Uma verdadeira tarde de grande festa nesta aldeia do concelho da Guarda.

Resultados eleitorais- presidenciais 2011-distrito Guarda

Candidato % Votos
Cavaco Silva 59,98% 42762
Manuel Alegre 19,09% 13608
Fernando Nobre 12,49% 8903
Francisco Lopes 3,8% 2706
José Coelho 3,57% 2542
Defensor Moura 1,08% 771
Inscritos: 173548 Votantes: 75703 (43,62%)
Abstenções: 97845 (56,38%) Brancos: 2722 (3,6%)
Nulos: 1689 (2,23%)
Resultados para: Guarda > Fornos de Algodres
Candidato
%
Votos
Cavaco Silva
59,98%
1488
Manuel Alegre
20,8%
516
Fernando Nobre
10,0%
248
José Coelho
4,8%
119
Francisco Lopes
3,59%
89
Defensor Moura
0,85%
21
Inscritos: 5488
Votantes: 2603 (47,43%)
Abstenções: 2885 (52,57%)
Brancos: 82 (3,15%)
Nulos: 40 (1,54%)
 Guarda > Celorico da Beira
Candidato
%
Votos
Cavaco Silva
58,69%
2134
Fernando Nobre
18,37%
668
Manuel Alegre
17,19%
625
Francisco Lopes
2,64%
96
José Coelho
2,2%
80
Defensor Moura
0,91%
33
Inscritos: 8893
Votantes: 3821 (42,97%)
Abstenções: 5072 (57,03%)
Brancos: 126 (3,3%)
Nulos: 59 (1,54%)
Eleição 2011:
Resultados para: Guarda > Guarda
Candidato
%
Votos
Cavaco Silva
53,24%
8976
Manuel Alegre
20,14%
3396
Fernando Nobre
16,92%
2852
José Coelho
4,29%
723
Francisco Lopes
4,11%
693
Defensor Moura
1,3%
220
Inscritos: 40085
Votantes: 18180 (45,35%)
Abstenções: 21905 (54,65%)
Brancos: 754 (4,15%)
Nulos: 566 (3,11%)
Eleição 2011:
Resultados para: Guarda > Gouveia
Candidato
%
Votos
Cavaco Silva
58,26%
3645
Manuel Alegre
22,23%
1391
Fernando Nobre
10,69%
669
Francisco Lopes
4,59%
287
José Coelho
3,29%
206
Defensor Moura
0,93%
58
Inscritos: 15512
Votantes: 6633 (42,76%)
Abstenções: 8879 (57,24%)
Brancos: 254 (3,83%)
Nulos: 123 (1,85%)
Fonte: DGAI-AE

Comandante dos Bombeiros de Celorico da Beira demitiu-se do cargo

Caso António Marques não tivesse batido com a porta, iria ser forçado a fazê-lo, a partir de Setembro, altura em que chegava ao fim a comissão de serviço.O comandante dos bombeiros de Celorico da Beira demitiu-se do cargo que ocupava há 22 anos, apontando razões de cansaço e indisponibilidade.No inicio do verão, António Marques anunciou que se ia manter em funções , apenas até ao final da época dos fogos florestais que terminou em Outubro.O certo é que o tempo foi passando, o ambiente no quartel dos bombeiros de Celorico da Beira não era o melhor, e só ontem, numa reunião de direcção é que o comandante António Marques pediu por escrito para passar ao quadro de honra, até porque, os elementos da direcção já tinham dedicido não renovar a comissão de serviço do comandante, que terminava em Setembro deste ano.De referir que desde que, a actual direcção presidida por António Silva, também vereaor na Câmara de Celorico, tomou posse em 2009, o relacionamento com o comandante começou a degradar-se, e criou-se um mau estar dentro do quartel, porque se havia bombeiros que estavam do lado comadante, havia outros que queriam vê-lo pelas costas.Segundo ainda apurámos, nunca houve equipa de trabalho entre o comandante e a nova direcção… aliás, António Marques era acusado de tomar decisões sem dar conhecimento á direcção, o que criou algumas divergências.Perante este cenário, José Caetano, o actual adjunto, passa a exercer as funções de comandante, uma vez que Carlos Chagas que durante muitos anos ocupou o cargo de 2º Comandante, também pediu a demissão há poucos meses.

in Radio F-Guarda

Celorico cria Bosque do Centenário

O Município de Celorico da Beira associou-se ao projecto Bosques do Centenário, com a plantação de um bosque de Carvalhos, num terreno localizado junto ao novo Mini Campo de Jogos na vila de Celorico da Beira.
A acção realizou-se no dia 15 de Dezembro às 9.30 h e foi  apadrinhada pela escola EB.2.3./S. Sacadura Cabral. Os participantes nesta iniciativa tornam-se, de agora em diante, os responsáveis pelas plantas e deverão, no futuro, envidar esforços para o bom desenvolvimento das árvores.
O projecto Bosques do Centenário insere-se nas Comemorações do Centenário da República e tem como objectivo plantar pequenos bosques de 100 árvores de espécies autóctones em cada um dos municípios de Portugal como forma de assinalar os 100 anos de instauração da República Portuguesa, assinalando esta efeméride com a plantação de “monumentos vivos” em cada um dos 308 municípios portugueses, é promovido pela Associação Nacional de Municípios Portugueses, Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República, Autoridade Florestal Nacional, Quercus e Movimento Cívico Limpar Portugal.
As árvores plantadas foram doadas pelo Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade.
in município de Celorico da Beira

Oleões chegam ao distrito da Guarda

 
Fornos de Algodres recebe “OLEÕES” 

Fornos de Algodres adere à politica dos três “R”(Reduzir;Reciclar e Reutilizar) com distribuição de Oleões.

Distribuição de oleões à população, restauração e instituições. O projecto inclui a distribuição de mini-oleões de 5,5 litros à população e oleões de 30 litros à restauração e a instituições, como lares e centros de dia, para que possam despejar os óleos usados, que, posteriormente, serão despejados em contentores de 200 litros que estarão colocados em pontos estratégicos em cada município, como por exemplo junto a superfícies comerciais.Estes contentores de 200 litros estarão geo-referenciados e equipados com sistema de informação à empresa que irá tratar o óleo, de forma a emitir uma mensagem através de GPRS para que se proceda à sua recolha assim que estiver cheio. O mini-oleão será entregue a cada uma das 64 mil famílias dos treze concelhos (Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal e Trancoso) e o oleão maior será distribuído em 500 estabelecimentos de restauração e instituições. O mesmo número será entregue do lado espanhol. O projecto tem um custo inicial de 300 mil euros apenas para a gestão e distribuição dos contentores. Os custos de produção serão suportados pela empresa Ecoldiesel, sendo que o projecto está também aberto a outras empresas que queiram investir na produção do biodiesel.

In “Nova Guarda” 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar