Templates by BIGtheme NET
Home » Trancoso (page 30)

Trancoso

Artigo de Opinião – Chegou a hora de largar a chupeta!

Largar a chupeta - imagem capaChegou a hora de largar a chupeta!

– Quando é que se deve retirar a chupeta? A que estratégias pode recorrer?

– Sabe qual é o papel do Terapeuta da Fala?

O envolvimento da criança no processo de retirada da chupeta é bastante importante, visto que garante um desenvolvimento emocional saudável.

Com que idade as crianças devem deixar a chupeta?

O adeus à chupeta deve acontecer, segundo especialistas em saúde oral, entre os dois e os três anos de idade, sendo estas consideradas as idades de limite. Quanto mais tempo o hábito de sucção se mantiver, maior será o risco de prejudicar o desenvolvimento do seu filho, principalmente depois da erupção dos dentes!

Como deve ser retirada a chupeta?

Considerando a componente emocional, é importante que a chupeta seja retirada gradualmente. Ao retirar, repentinamente, o objeto mais querido da criança, vai deixá-la triste e a tendência é esta procurar uma alternativa próxima, fácil e rápida que substitua a chupeta, ou seja o dedo.

Nesta fase da vida da criança, deve ser realizada uma preparação emocional e torná-la ativa durante todo o processo de remoção da chupeta.

A sucção digital é prejudicial à criança?

O ato de chuchar no dedo é considerado pior do que chuchar na chupeta. Enquanto a chupeta com mais ou menos tempo pode ser esquecida pela criança, o dedo vai estar sempre presente. A sucção digital causa alterações dentárias com maior probabilidade.

Em relação à higiene, é mais fácil manter a chupeta limpa (com proteções do bico e esterilizações) do que o dedo que está constantemente exposto a fatores poluentes.

Que estratégias pode utilizar para retirar a chupeta à criança?

Como nem sempre é fácil retirar a chupeta, de seguida são apresentadas algumas ideias que podem facilitar a separação desse objeto tão importante para a criança:

Planeia a despedida: tal como existe a fada dos dentes, pode inventar a fada das chupetas. A criança coloca-a numa caixa, que a fada leva, e em troca tem uma surpresa. Em caso de crianças crescidas pode sensibilizá-las para esse facto e em conjunto deitarem-nas no lixo.

Estabeleça limites: reduza os contextos de utilização da chupeta, quer seja em determinados espaços da casa ou em momentos do dia.

Reforço positivo: torne este momento positivo e em tom de jogo (vamos ver se consegues usar a chupeta só no teu quarto?), evitando ralhar para não se conseguir o efeito oposto (mais apego à chupeta).

Conforto: se a criança está cansada, ofereça outras formas de conforto – beijinhos, carinhos, peluches e reforce esse comportamento de “menino(a) crescida”.

Se for necessário pode fazer um pequeno furo na chupeta, dificultando a sua sucção.

Para mais sugestões deve consultar um Terapeuta da Fala!

Qual é o papel do Terapeuta da Fala?

A Terapia da Fala tem um papel preponderante nesta área. É importante efetuar campanhas de divulgação e prevenção, esclarecendo as dúvidas dos pais mas também fornecendo orientações acerca dos problemas que podem advir do uso prolongado da chupeta.

A atuação precoce e a orientação bem direcionada evitará problemas de fala, mastigação, deglutição, respiração e dentárias que muitas vezes são frequentes em crianças que usaram chupeta até tarde.

Não deixe que o uso da chupeta vire um vício para a criança! E nunca é demais repetir que o uso deve ser limitado para quando for absolutamente necessário.

Por:Ana Carolina Marques – Terapeuta da Fala na APSCDFA

Trancoso em Festa com a Feira de S.Bartolomeu

A cidade de Ban13906828_581944858652461_3264132725456271392_ndarra vai estar em festa nos próximos dias, com a Feira de s.Bartolomeu, um dos eventos mais representativa do Distrito, onde vai iniciar-se esta sexta feira com a cerimónia de abertura e mais à noite , a grande atuação de David Carreira.

No sábado, Emanuel vai animar todos os amigos da música mais animada, agora no domingo, Cuca Roseta a dar uns tons de fado.

No feriado haverá um festival de bandas e na terça-feira, a Banda RHP delicia os presentes, e na quarta-feira, sobe ao palco os HI-FI, na quinta feira acontecerá um Tributo aos Queen.

Diogo Piçarra vai arrastar milhares de pessoas na sexta-feira e sábado a vez de José Cid encantar, a festa termina com o festival de folclore no domingo.

Por:António Pacheco

Trancoso, Penalva e Gouveia jogam em casa e Aguiar joga fora na Taça de Portugal

Taca Portugal_sorteio 1_ eliminatoria_2016_2017Foi sorteado, esta quarta-feira, na Cidade do Futebol, o calendário de jogos da primeira eliminatória da Taça de Portugal Placard, que arrancará no dia 4 de setembro.

Nesta primeira fase da prova rainha, participam 120 clubes provenientes dos campeonatos amadores, divididos em oito séries: 79 equipas do Campeonato de Portugal Prio mais 41 equipas dos campeonatos distritais.

O Marítimo B, que disputa nesta temporada o Campeonato de Portugal Prio, não participa nesta prova.

A constituição das oito séries da primeira eliminatória foi obtida em cumprimento do critério de localização geográfica dos participantes (Art. 10.º, 9)

Série C
CD Cinfães-SC Espinho
AD Sanjoanense-SC Salgueiros 08
FC Cesarense-CDR Moimenta da Beira
SC Coimbrões-Gondomar SC
GD Torre de Moncorvo-ADRC Aguiar da Beira
Valadares Gaia FC-UD Souzense
GD Trancoso-UD Oliveirense
Série D
Lusitano FC (Vildemoinhos)-AD Sátão
CD Estarreja-FC Pampilhosa
Mortágua FC-AD Nogueirense
SC Penalva Castelo-A. Académica de Coimbra S. F.
Recreio Desportivo Águeda-GD Tourizense
GD Gafanha-Anadia FC
CD Gouveia-SC Beira Mar

 

Série E
CD Fátima-CD Carapinheirense
Clube Académico Fundão-GD Vitória Cernache
ACDS Vinha Rainha-AC Alcanenense
Sertanense FC-AC Marinhense
Benfica Castelo Branco-Naval
União Desportiva Leiria-CF “Os Gavionenses”
CD Alcains-ARC Oleiros
Ginásio Clube Alcobaça-GD Sourense

Por:FPF

Autoridade Nacional de Proteção Civil lança alerta ás populações

Aviso à População: Condições meteorológicas adversas (tempo quente e seco) agravadas pela intensificação do vento

 17103_10153062148718183_7082118569019644813_nDe acordo com a informação atualizada e disponibilizada pelo IPMA, salienta-se para as próximas 48 horas a persistência das condições associadas a tempo quente e seco, agravadas pela intensificação do vento:
  • Nas regiões do litoral, fluxo de noroeste até 35 Km/h com rajadas da ordem dos 60 Km/h durante a tarde e temporariamente de sudoeste na costa Sul do Algarve. Vento à superfície marcadamente de Leste amanhã no interior, de intensidade moderada (<30 Km/h);
  • Nas terras altas do Norte e Centro, fluxo de nordeste moderado a forte (<45Km/h) a partir do início da tarde, em particular acima dos 800 m;
  • Inversões térmicas acima dos 500 m mais localizadas na região do Minho e Douro Litoral;
  • Humidade relativa do ar abaixo de 15% no interior.
Estas condições meteorológicas, dificultam a supressão dos incêndios e facilitam a sua propagação. De salientar, ainda, que as condições meteorológicas e de qualidade do ar associadas à ocorrência de incêndios florestais podem ter efeitos significativos na saúde pública, particularmente nos grupos mais vulneráveis da população.
A ANPC apela por isso a toda a população para que tenham cuidados redobrados e adotem comportamentos de precaução para evitarem os incêndios florestais.
Reiteram-se, por isso, todas as recomendações efetuadas em comunicados emitidos anteriormente:
Risco de incêndio – medidas de prevenção
1. PREVISÃO
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 6 de agosto, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), salientam-se:
O prolongamento das condições meteorológicas constantes no Aviso à População de ontem § Índices de risco de incêndio em níveis muito elevado e extremo.
1. EFEITOS EXPECTÁVEIS
  • Em função da previsão da evolução das condições meteorológicas é expectável:
  • Tempo quente e seco e vento moderado com permanência de condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios florestais.
2. MEDIDAS DE PREVENÇÃO – A PROTEÇÃO CIVIL recomenda:
2.1.1. Risco de Incêndio Nesta altura do ano, e de acordo com as disposições legais em vigor, não é permitido nos espaços rurais:
  • Realizar queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou confecção de alimentos;
  • Utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos;
  • Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes;
  • Lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
  • Fumar ou fazer lume nos espaços florestais e vias que os circundem;
  • A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.
2.1.2. Na realização de trabalhos agrícolas e florestais:
  • Mantenha as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras;
  • Abasteça as máquinas a frio e em local com pouca vegetação;
  • Tenha cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.
2.1.3. Se mora junto a uma área florestal:
  • Limpe o mato à volta da sua habitação e guarde, em lugar seguro e isolado, a lenha, gasóleo e outros produtos inflamáveis;
  • Para informações sobre prevenção estrutural de incêndios florestais contacte o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas;
Informe as autoridades se presenciar atos negligentes ou comportamentos dolosos. Acompanhe a previsão de Risco de Incêndio na página da internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), em www.ipma.pt, e aconselhe-se junto do Serviço Municipal de Proteção Civil e dos Corpos de Bombeiros da sua localidade.
CALOR – Efeitos na Saúde
  • Mantenha-se hidratado (beba água, mesmo se não tiver sede);
  • Mantenha a casa arejada;
  • Evite a exposição ao sol nas horas de maior calor (entre as 11h00 e as 17h00);
  • Se viajar de carro, escolha as horas de menor calor. Não permita que pessoas e/ou animais fiquem dentro da viatura ao sol;
  • Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes, podem não sentir, ou não manifestar sede. Ofereça-lhes água e esteja atento;
  • Atenção redobrada ao grupos mais vulneráveis, idosos, crianças, doentes crónicos, sem-abrigo, pessoas que desenvolvem a sua atividade no exterior;
Mantenha-se informado.
Para mais informações ligue para a Saúde 24: 808 24 24 24. Em caso de emergência ligue 112. Para informação adicional consulte o site da Direção-Geral da Saude (DGS), em www.dgs.pt.
Redobre os cuidados com a poupança de água. Siga as recomendações específicas na página da internet Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), em www.prociv.pt.
A ANPC, através do seu Comando Nacional de Operações de Socorro acompanha em permanência o evoluir da situação, em articulação com todas as entidades que concorrem para a proteção e socorro das populações, emitindo “Avisos à População” sempre que se julguem necessários.
Atuar preventivamente, é promover a sua segurança, a segurança de TODOS.
Por:Autoridade Nacional de Proteção Civil·

Castanha é figura de destaque em Trancoso

13668011_579328275580786_29454601518155912_oNo âmbito de um conjunto de ações que têm vindo a ser desenvolvidas pelo Município de Trancoso, relacionadas com a castanha, realizou-se no dia 26 de julho uma sessão informativa que contou com a presença do coordenador do projeto Trancast, Professor Doutor José Laranjo (UTAD), da Coordenadora da Estrutura de Gestão das Aldeias Históricas de Portugal, Dra. Dalila Dias e do Chef António Mauritti, responsável pelo Atelier Criativo da Castanha em Trancoso.
Tendo o Município um papel de importância maior na produção de castanha a nível nacional, esta ação pretendeu refletir sobre outras formas de potencializar e valorizar este produto, e dar a conhecer de que forma as instituições representadas podem contribuir na criação e promoção de novos projetos relacionados com a castanha.

Por:Município de Trancoso

Trancoso comemorou Dia Mundial do Idoso

13669773_579475285566085_5272332581593250116_n Realizou-se uma vez mais o Dia Municipal do Idoso contando com um significativo número de participantes que tiveram a possibilidade de passar um dia diferente, repleto de alegria e muita música.
A ideia de dedicar um dia especial aos Idosos do Concelho de Trancoso surgiu no âmbito do Programa CLDS+, com o intuito de enaltecer o saber de uma geração que tem muitas histórias de vida para contar.
O Município de Trancoso abraçou a iniciativa desde o primeiro momento, sendo vontade do Sr. Presidente da Câmara Municipal dar continuidade a um dia de convívio que se tem revelado único e no qual os Idosos têm a possibilidade de estar num ambiente tão agradável como o Parque Municipal de Trancoso, usufruindo da sua na
13686616_579475295566084_2155648087713743151_ntureza e tranquilidade.
Desta forma, desde 2014 que na última semana do mês de julho se festeja um dia cheio de simbologia e animação proporcionada de, para e pelos Idosos das IPSS´s existentes no Concelho, aos quais se têm juntado cada vez mais participantes que ainda possuem autonomia suficiente para estarem nas suas próprias casas, fortalecendo desta forma o espírito comunitário.
Este ano foi possível contar com a colaboração do Grupo de Teatro “comTATo”, que teve a amabilidade de escrever, ensaiar e atuar para este público tão especial, transmitindo a alegria essencial para que a esperança e os sorrisos se mantenham ainda durante muitos anos.

Por:Mun.Trancoso

Amadeu Poço reeleito na AF Guarda

2007_amadeu_pocoNa noite desta sexta-feira, realizaram-se as eleições para os órgãos sociais da Associação de Futebol da Guarda, onde apenas uma lista se apresentou a sufrágio,saindo vencedora com larga maioria a lista encabeçada por Amadeu Poço.

Esta lista  obteve 113 votos a favor contra 4 votos em branco, num conjunto de todos os clubes e mais  15 sócios honorários a votarem. Nestas eleições votaram 15 sócios honorários que podem exercer o direito de voto, onde um deles foi o Núcleo de Árbitros de Futebol da Guarda.

Com estas eleições também ficou conhecido o novo Conselho de Arbitragem, liderado por Eduardo Bernardo tendo como seus vice-presidentes Fábio Cardoso, Jorge Santos e Constantino Logarinho.

Por:MM/SB

Amadeu Poço pode ser único candidato à AF Guarda

O atual presidente da Associação de Futebol da Guarda, Amadeu Poço já apresentou programa de Ação para as eleições na Associação de Futeb2007_amadeu_pocool da Guarda

Deverá ser o único candidato às eleições que se realizam no próximo dia 29 de Julho.

O dirigente, que se prepara para iniciar o 4º mandato á frente dos destinos da AFG, já terá o apoio da maioria dos clubes e anunciou, no final da semana passada, o programa de ação que pretende implementar nos próximos anos. A lista não deverá sofrer muitas alterações em relação ao último mandato.

Tem como pontos de destaque para o próximo mandato: Dar prioridade à formação de atletas e agentes desportivos; criar incentivos aos associados que mais se destaquem na sua linha de conduta; reforçar os meios à disposição da Associação de Futebol da Guarda no sentido da transparência e justiça em todas as atividades; tomar medidas que levem ao aumento do número de praticantes no futebol e futsal; dar continuidade a cursos de árbitros e treinadores e formação dos restantes agentes desportivos; solicitar junto da Federação Portuguesa de Futebol a efetivação de eventos desportivos na região; lutar pela diminuição de custos a atividades dos sócios; atender sempre os clubes que solicitem reuniões e continuar a realizar reuniões da direção descentralizadas; desenvolver atividades com as instituições com quem existem protocolos e outras e manter as melhores relações com a Federação Portuguesa de Futebol, câmaras municipais e outras entidades são os dez eixos que norteiam o programa de ação da lista de Amadeu Poço à AFG.

Por:FC

Artigo de opinião– O Uso da Chupeta nos Bebés

0chupeO uso da chupeta

A chupeta é muitas vezes vista como um conforto emocional para os bebés e respetivas famílias. Mas será esta ideia correta?

Presa ou solta à roupa, de látex ou silicone! A imagem do bebé está inevitavelmente ligada à chupeta. Mas, há muito a dizer sobre este objeto tão importante para os mais pequenos.

Todos os bebés nascem com reflexos importantes para o seu desenvolvimento. O reflexo de sucção é algo inato, que a partir do 3º mês de vida, passa a ser um ato voluntário. O facto de o bebé usar a chupeta, permite-lhe autocontrolar-se, atingir o estado de acalmia e dar continuidade à sensação de prazer sentida na alimentação.

Quais as vantagens associadas ao uso da chupeta?

A principal vantagem é acalmar o bebé e ajudá-lo a dormir. A sucção ajuda a aliviar a dor, relaxando o bebé e, consequentemente, os batimentos cardíacos tornam-se mais regulares. A chupeta pode ajudar bebés prematuros com dificuldades na sucção nutritiva (biberão/amamentação materna). O seu uso vai estimular o treino da sucção.

Em casos específicos, pode prevenir o desconforto nos ouvidos em viagens, onde se registam mudanças bruscas de altitude.

E quais serão as desvantagens da utilização da chupeta?

Apesar de ser considerada um bom calmante, se for utilizada de forma prolongada pode provocar alterações desenvolvimentais:

Alterações na fala: as modificações no posicionamento dos dentes e da língua podem impedir a articulação correta dos sons e das palavras.0chup

Alterações dentárias: as alterações no crescimento dos dentes podem, futuramente, exigir o uso de aparelhos ortodônticos. A criança pode apresentar mordida aberta ou cruzada, diastemas ou protusão dos incisivos superiores (ver imagem).

Alterações respiratórias: o uso da chupeta causa uma má respiração porque favorece a respiração oral ao invés da nasal. O facto de também causar a flacidez da musculatura da face, faz com que o bebé fique mais tempo com a boca aberta e portanto efetue a respiração oral.

Alterações no desenvolvimento craniofacial: com as alterações na dentição e devido ao uso inadequado da musculatura facial, o crescimento ósseo ocorre de forma desarmoniosa, podendo causar alterações faciais.

Alterações na mastigação e na deglutição: a configuração dentária alterada, associada aos movimentos incorretos da língua, acarreta alterações nestas duas funções e consequentemente uma má educação alimentar.

A decisão cabe sempre aos pais. Informe-se, para decidir qual a melhor atitude a tomar. O mais importante é que pais e o bebé se sintam confortáveis.

No próximo mês fique a saber em que idade se deve retirar a chupeta e que estratégias pode utilizar! Não perca!

Por: Ana Carolina Melo Marques – Terapeuta da Fala na APSDCFA

 

Associação de Voleibol da Guarda brilhou na fase Final Nacional do Torneio Gira-Volei

giraRealizou-se no passado sábado, em Matosinhos, a fase Final Nacional do Torneio Gira-Volei, com representação de Associações de todo o País.
A Associação de Voleibol da Guarda esteve representada pela Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo, Escola Regional Dr. José Dinis da Fonseca, Agrupamento de Escolas de Trancoso e Escola Secundária de Seia, tendo tido uma participação brilhante:

– Associação de Voleibol da Guarda com melhores resultados do País
– 4 duplas campeãs nacionais
– 2 duplas vice-campeãs nacionais
– Maior comitiva do Pais com 26 participantes

No final do torneio todos os atletas foram assistir à vitória da seleção sénior masculina de Voleibol de Portugal sobre a Holanda, no Pavilhão de Congressos de Matosinhos.

Classificações Finais – Representantes
da Associação de Voleibol da Guarda

Escola Básica Carolina Beatriz Ângelo:

– Escalão 11-12 anos Masculino: 4º lugar para Marcelo Cláudio e Martin Lourenço;
– Escalão 13-15 anos Nível II Masculino: 2º lugar para Arthur Silva e Pedro Cardoso;
– Escalão 19-23 anos Masculino: 1º lugar e título de campeões nacionais para João Silva e Luis Vendeiro;
– Escalão de maiores de 23 anos Masculino: 1º lugar e título de campeões nacionais para Nuno Lemos e Vasco Monteiro.

Escola Regional Dr. José Dinis da Fonseca:

– Escalão 11-12 anos femininos: 2º lugar para Alice Gonçalves e Teresa Gonçalves;
– Escalão 11-12 anos masculino: 1º lugar e título de campeões nacionais para Diogo Costa e Sá Pinto;
– Escalão 13-15 anos Nível I: 3º lugar para Hugo Sousa e Fábio Ascensão;
– Escalão 12-15 anos Nível II: 4º lugar para Inês Prata e Marta Freixo.

Agrupamento de Escolas de Trancoso:

– Escalão 8-10 anos feminino: 3º lugar para Joana Tavares e Soraia Rodrigues;
– Escalão 11-12 anos feminino: 3º lugar para Beatriz Baltazar e Ana Silveira;
– Escalão 13-15 anos feminino Nível I: 4º lugar para Patrícia Figueiredo e Daniela Quelhas;
– Duas duplas não apuradas para as meias finais, Ana Gaspar/Bárbara Santos e Leonardo Santos/Luis Tiago, em 8º e 7º lugares respectivamente, no escalão 13-15 anos Nível I.

Escola Secundária de Seia:

– Escalão 19-23 anos feminino: 1º lugar e título de campeãs nacionais para Rafaela Ribeiro e Bruna Ribeiro;

Por:AVG/MS

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar