Templates by BIGtheme NET
Home » Trancoso (page 53)

Trancoso

Abertura de candidaturas para oito bolsas de emprego na região

A Associação de Municípios da Cova da Beira e a Diputación de Salamanca
(Espanha) anunciaram hoje a abertura de candidaturas para oito bolsas de
emprego, no valor global de 32 mil euros, destinadas a desempregados da
região.
Segundo a Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB),
que tem sede em Belmonte, e é presidida pelo autarca de Manteigas José
Manuel Biscaia, a medida insere-se na aposta que aquelas duas entidades
têm feito na inovação, na criatividade e no empreendedorismo, no âmbito do projecto transfronteiriço VIP BIN SAL II.

As bolsas de emprego destinam-se a jovens empreendedores, com formação
superior, que podem fazer as candidaturas nos serviços administrativos
da Diputación Provincial de Salamanca (até ao dia 06 de Outubro) ou na
AMCB (até ao dia 02 de Outubro).
Os candidatos devem ser residentes
na região, estar desempregados e inscritos em Centros de Emprego da área
territorial da Beira Interior Norte (concelhos de Almeida, Celorico da
Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel,
Sabugal e Trancoso) ou da Província de Salamanca.
Segundo a AMCB, os
bolseiros seleccionados terão formação de cinco horas diárias, na
Residência Mista da Diputación Provincial de Salamanca, em Ciudad
Rodrigo (Espanha), com a duração total de 530 horas.
O valor máximo
de cada bolsa de emprego a atribuir será de quatro mil euros, sendo este
valor dividido em cinco mensalidades de 800 euros, adianta a fonte.
O autarca José Manuel Biscaia, citado numa nota hoje divulgada, refere
que “é importante” as duas entidades envolvidas no projeto continuarem
“a valorizar, inovar e promover a região transfronteiriça”.
O
presidente da AMCB lembra que no âmbito do projeto VIP BIN SAL II já
foram realizadas várias medidas que contribuíram para a promoção e
divulgação da região, dos produtores e dos produtos regionais.

Refere tratar-se de “um projecto evolutivo onde já foram realizadas
quatro feiras Ecoraia”, estando a ser preparada a 5.ª edição que será
realizada no mês de Dezembro, em Salamanca, e o Festival
Transfronteiriço “com SENTIDOS”, que foi “um sucesso”.
“É
fundamental contribuirmos para o desenvolvimento, implementação e
elaboração de um bom projecto, um projecto válido, capaz de representar e
contribuir decididamente para o desenvolvimento do Território BINSAL”,
concluiu o autarca.
fonte:TB

Queijo da serra com certificação

A adesão de produtores de queijo Serra da Estrela
ao processo de certificação que garante a qualidade do produto
produzido naquela região demarcada está aumentar, visando a consolidação
junto dos consumidores. “Temos 21 produtores a produzir o queijo com
certificação nos concelhos de Celorico da Beira, Fornos de Algodres,
Trancoso, Gouveia, Seia, Oliveira do Hospital, […]
A adesão de produtores de queijo Serra da Estrela ao processo de
certificação que garante a qualidade do produto produzido naquela região
demarcada está aumentar, visando a consolidação junto dos consumidores.

“Temos 21 produtores a produzir o queijo com certificação nos
concelhos de Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Trancoso, Gouveia,
Seia, Oliveira do Hospital, Nelas e Penalva do Castelo”, disse à agência
Lusa Célia Henriques, técnica da Estrelacoop – Cooperativa dos
Produtores de Queijo da Serra da Estrela, com sede em Celorico da Beira.

Segundo a responsável, ultimamente “tem aumentado a adesão dos
produtores à certificação” e, só no último ano, “aderiram quatro”.

A técnica da entidade gestora do processo de certificação observou
que o número de queijarias certificadas tem vindo a aumentar porque a
qualidade do produto fica assegurada junto do consumidor.

“O certificado fica mais caro para quem produz e também para o
consumidor, mas tenho sempre o escoamento garantido”, disse o produtor
Júlio Ambrósio, de Prados, Celorico da Beira.

A certificação tem mais encargos para o produtor, mas acaba por ser
“uma segurança para o comprador, porque sabe o que compra”, sublinhou.

Nem todos os produtores, porém, valorizam a certificação, por representar mais gastos.

“Neste momento não estou a certificar. Já certifiquei e poderei
voltar a certificar. Deixei de o fazer porque temos custos acrescidos
com a certificação e, depois, não é valorizado pelo mercado”, justificou
Élio Silva, de Seia.

Entretanto, apesar de haver menos rebanhos na região e de a produção
leiteira ser menor, a feitura de queijo não diminuiu, porque o leite de
ovelha está a ser canalizado para a produção artesanal, dado que as
fábricas estão a optar por comprá-lo em Espanha.

“A produção de queijo Serra da Estrela tem sido à volta de 120 mil unidades por ano”, adiantou Célia Henriques, da Estrelacoop.

Nos 18 concelhos que integram a região demarcada de produção existem
cerca de 80 mil ovelhas das raças Serra da Estrela ou churra bordaleira,
segundo dados da Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da
Estrela (ANCOSE), que tem 3.500 associados.

Algumas das queijarias tradicionais, que estão a utilizar a
denominação de origem “utilizam só o leite da sua exploração, mas outras
já recorrem a leite dos vizinhos que deixaram de fazer queijo”, indicou
Rui Dinis, secretário executivo da ANCOSE.

O pastor Norberto Pereira, 29 anos, de Vila Ruiva, Fornos de
Algodres, tem 88 ovelhas e sempre vendeu o leite para um produtor
artesanal, justificando a opção por “não ter condições para fazer o
queijo”.

A região demarcada de produção do queijo Serra da Estrela integra os
concelhos de Guarda, Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Gouveia,
Manteigas, Seia, Oliveira do Hospital, Penalva do Castelo, Mangualde,
Covilhã, Carregal do Sal, Nelas, Trancoso, Aguiar da Beira, Arganil,
Tábua, Tondela e Viseu.

Fonte:  Lusa in Agroportal

Diocese promove Jornada da Juventude em Trancoso

 
 O
Departamento da Pastoral Juvenil da Diocese da Guarda escolheu a
localidade de Trancoso para a realização do Dia Diocesano da Juventude
2014, marcado para 12 de abril.

“O
Dia Diocesano da Juventude é a grande celebração da Fé dos jovens da
diocese da Guarda, que ao longo deste ano procuram responder à pergunta:
Igreja: somos pedra ou somos gente?”, refere uma nota publicada no
portal da Diocese da Guarda. “Os jovens através do convívio e da
partilha vão manifestar a sua fé e testemunhar que são Igreja viva onde
Cristo vive e os desafia a mostrar no mundo a alegria do Evangelho”,
conclui a nota. O evento que integra o VIII Festival Diocesano da Canção
Jovem de Mensagem, inicia-se pela manhã “com a concentração no Largo da
Feira, seguindo-se o acolhimento e início das atividades”. A tarde está
reservada para o início do VIII Festival Diocesano Jovem da Canção de
Mensagem que tem como tema “Não te conformes, transforma-te…” a ter
lugar no Pavilhão Multiusos de Trancoso. Segundo portal da Diocese da
Guarda as inscrições para o Dia Diocesano da Juventude decorrem até dia
12 de abril.

fonte:Agência Ecclesia

Mercado à Moda Antiga em Vila Franca das Naves

 
 

 A localidade de Vila
Franca das Naves, no concelho de Trancoso, acolhe, no domingo, mais uma
edição do Mercado à Moda Antiga promovido pela União de Freguesias de
Vila Franca das Naves e Feital, Câmara Municipal e empresa municipal
Trancoso Eventos.

Além
da tradicional venda de produtos regionais, o mercado vai contar com
animação de concertinas, tasquinhas e artesanato, segundo a organização.
O certame, com início pelas 9 horas, pretende valorizar os produtos
locais e contribuir para o seu escoamento
fonte:Guarda.pt

Mário Jorge Branquinho preside à Assembleia Intermunicipal da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela

 

Mário
Jorge Branquinho (Seia) foi hoje eleito presidente da mesa da
Assembleia Intermunicipal da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela.
A
primeira reunião daquele órgão  decorreu na Covilhã e fica
marcada pela tomada de posse da presidência da Comunidade e restantes
cargos. A par de Mário Jorge Branquinho, Amaral Veiga (Trancoso) foi
eleito vice-presidente da Assembleia e José Armando Serra dos Reis
(Covilhã) para secretário.

Tolerância de ponto na região das Beiras

 
Câmaras da Comunidade das Beiras e Serra da Estrela dão tolerância de ponto no dia de Carnaval 

As
15 Câmaras Municipais que integram a Comunidade Intermunicipal das
Beiras e Serra da Estrela decidiram hoje dar tolerância de ponto no dia
de Carnaval.
As
15 Câmaras Municipais que integram a Comunidade Intermunicipal das
Beiras e Serra da Estrela decidiram hoje dar tolerância de ponto no dia
de Carnaval, disse à agência Lusa o presidente daquela entidade, Vítor
Pereira. “Foi uma proposta aprovada por unanimidade e que vai de
encontro à vontade que temos de agir em conjunto e de uniformizarmos,
dentro de aquilo que é possível, os nossos procedimentos e as nossas
práticas”, referiu o autarca, que é simultaneamente presidente da Câmara
da Covilhã. O Governo mantém para este ano o princípio de não conceder
tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval (04 de março). No
entanto, estes 15 municípios decidiram em sentido contrário como forma
de “respeitar a tradição do Entrudo” e dar também “sinal de apreço e
motivação aos funcionários”. “Considerámos que é uma medida justa e
correta e que reconhece o esforço e empenho que os nossos funcionários
dedicam às suas tarefas. É um sinal de apreço e que deverá servir para
os motivar, numa altura em que os constantes cortes salariais os trazem
menos satisfeitos”, acrescentou. A Comunidade Intermunicipal das Beiras e
Serra da Estrela é constituída por 12 municípios do distrito da Guarda
(Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de
Algodres, Guarda, Gouveia, Manteigas, Meda, Pinhel, Seia, Sabugal e
Trancoso) e pelos três municípios da Cova da Beira – distrito de Castelo
Branco – (Belmonte, Covilhã e Fundão).

fonte:Lusa

Força aerea treina na região

– Seia, Trancoso, Guarda, Celorico da Beira, Pinhel, Meda – Entre os
dias 3 e 14 de fevereiro, a Força Aérea Portuguesa vai realizar o seu
exercício anual tático, o Real Thaw 2014 (RT14). O RT14 tem como
principais objetivos qualificar e aprontar as forças participantes no
quadro estratégico dos interesses nacionais e das alianças
internacionais de que o país faz parte.
Para o cumprimento dos objetivos
estão planeadas missões aéreas e terrestres, que decorrerão em Monte
Real, Seia, Trancoso, Guarda, Celorico da Beira, Pinhel, Meda e Lamego,
e que irão testar os militares para operações que possam vir a
realizar.Para que não ocorra um eventual alarme social informa-se, a
pedido da Força Aérea Portuguesa, que essas missões serão efetuadas de 3
a 14 de fevereiro, em horário diurno e noturno, o que poderá, em alguns
casos, causar algum ruido junto das populações atrás mencionadas.
fonte:distrito da guarda

Vítor Pereira disponível para liderar CIM das Beiras e Serra da Estrela

 

Novo edil da Câmara da Covilhã deve ser candidato contra Álvaro Amaro (Guarda) e Paulo Fernandes (Fundão).

Antevê-se
uma disputa a três na corrida pela presidência da novel Comunidade
Intermunicipal (CIM) das Beiras e Serra da Estrela, entidade que vai
integrar 15 concelhos dos distritos da Guarda e de Castelo Branco.
Álvaro Amaro e Paulo Fernandes, autarcas da Guarda e do Fundão, já
tinham manifestado vontade de serem candidatos, mas Vítor Pereira, novo
presidente do município da Covilhã, também está disponível para liderar
aquele órgão. No final da primeira reunião do novo executivo
covilhanense, Vítor Pereira considerou que «estas questões não se
resolvem com afirmações públicas de candidatura», mas sim «em diálogo
profícuo com os parceiros da CIM», defendendo que a Covilhã, «sem
sobranceria e sem querer suscitar animosidade com quem quer que seja,
tem um papel fundamental em todo este processo, tem tido um papel
importante na Comurbeiras e vai tê-lo certamente» na nova CIM. Deste
modo, o autarca garantiu aos jornalistas que «obviamente» não descarta a
possibilidade de também ser candidato, o que considera um «desafio
aliciante e importante na perspetiva do desenvolvimento regional». O
edil confessa-se um «fervoroso adepto da cooperação intermunicipal», daí
que, uma vez eleito presidente da Câmara da Covilhã, dispõe agora da
«oportunidade de pôr em prática esse meu entendimento e penso que é
chegada a hora de dar corpo a essa vontade de cooperar com os nossos
municípios vizinhos e que integram a CIM das Beiras e Serra da Estrela».
De resto, o presidente da Câmara da Covilhã considera que o facto de
ser candidato não irá criar animosidade com o concelho do Fundão,
sustentando que a nova Comunidade tem «vários órgãos», dois
vice-presidentes e que seria «redutor banalizar a importância da
Comunidade à problemática da sede ou da presidência ou
vice-presidência». Para Vítor Pereira, «o mais importante é o que todos
nós, com lealdade e solidariedade, podemos fazer em termos de
cooperação, tendo sempre em vista a coesão territorial e o
desenvolvimento económico e social sustentado da região». O edil advoga
que esta deve ser a prioridade que «mais nos deve preocupar, mais do que
propriamente os cargos em si» e «estou certo que a problemática do
cargo será ultrapassada no âmbito deste espírito». A criação da CIM das
Beiras e Serra da Estrela foi aprovada em março deste ano quando a
Assembleia da República votou o novo mapa de organização territorial que
faz coincidir as CIM com as sub-regiões NUT III. Os 12 concelhos da
Comurbeiras unem-se assim aos três da Serra da Estrela para formar a CIM
das Beiras e Serra da Estrela, que passa a ser constituída pelos
municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de
Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão Gouveia, Guarda, Manteigas,
Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso. A sua população rondará os 236
mil habitantes.
Covilhã quer organismo com «autonomia» no turismo
Após a reunião do executivo, Vítor
Pereira mostrou-se contra a extinção do Polo de Turismo da Serra da
Estrela e considerou que «o turismo deve ser concebido de uma forma mais
vasta e que não se defende a marca Serra da Estrela com uma
“delegaçãozinha” na Guarda». Recorde-se que no seu discurso de tomada de
posse, Álvaro Amaro, novo presidente da Câmara da Guarda, anunciou que a
cidade vai acolher uma delegação da Serra da Estrela da entidade
regional da Turismo do Centro. O autarca covilhanense realça que a
região de turismo mais antiga do país, com 57 anos, estava sediada na
cidade, defendendo que «devemos continuar a lutar no sentido de que essa
região se mantenha e estamos esperançados que no futuro regresse à
Covilhã e à região um polo, um organismo que tenha autonomia e que não
seja uma pequena “extensãozinha” da Turismo do Centro. Vítor Pereira
considera que se está a assistir à «”litoralização” do turismo» e que a
região «defende-se com um organismo que a valorize, que tenha autonomia e
que não seja um mero representante de uma forma muito diluída de um
organismo tão vasto e tão litoralizado que acolhe mais de 100
municípios». De resto, o edil critica a «lógica» de se fazer coincidir
as delegações com as capitais de distrito, «uma figura obsoleta,
anacrónica do ponto de vista jurídico-administrativo» e que «não é boa
ideia porque estão a relegar para segundo plano municípios como o da
Covilhã com a importância e a projeção que sempre teve no domínio do
turismo». O presidente do município teme que, à semelhança do que já
sucedeu com a ex-Região dos Templários, em Tomar, também os funcionários
do extinto Polo da Serra da Estrela venham a ser despedidos.

PS/Guarda indignado com possivel fecho de 10 repartições de finanças no distrito da Guarda

PS/Guarda considera lamentável possível fecho de repartições de finanças

De acordo com o mapa da alegada reorganização dos serviços de
finanças, divulgado hoje pelo jornal Diário de Notícias, vão encerrar no
distrito da Guarda as repartições de Aguiar da Beira, Almeida, Celorico
da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Manteigas,
Mêda, Pinhel, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.

A confirmar-se a notícia, ficam apenas em funcionamento as repartições de finanças de Guarda, Seia, Gouveia e Sabugal.
fonte:Lusa

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar