Templates by BIGtheme NET
Home » Mangualde (page 144)

Mangualde

Comboio regressa a Viseu

Comboio regressa a Viseu
Foto:J.Sérgio /Sol

O comboio vai voltar a circular no Vale do Vouga, fazendo a ligação
entre o Porto de Aveiro, Viseu e Vila Franca das Naves, onde encaixará
na Linha da Beira Alta, seguindo depois para Espanha. A decisão está
tomada e se a solução encontrada ficar abaixo dos 1,4 mil milhões de
euros será uma realidade. O Governo está a negociar a solução com a
União Europeia (UE) e impôs silêncio às associações empresariais.

Os responsáveis políticos ouvidos pelo SOL consideram que a
nova ligação é uma exigência para que o noroeste peninsular não fique
isolado

A ligação que o Governo negoceia com a UE retoma o projecto
de 2009, do troço designado Lote 4A – entre Aveiro e Celorico da Beira,
acordado com Espanha. Será em bitola europeia e ligará o noroeste
peninsular, através da ligação da Linha do Norte a Salamanca, incluído
nas redes transeuropeias. O atravessamento da fronteira a norte de Vilar
Formoso possibilita a ligação em pouco mais de 130 km, o que encaixa
nos orçamentos previsíveis.
O troço terá uma extensão de 110 km, com passagem por Viseu. O custo
por quilómetro aponta para 10 milhões de euros e pressupõe 60
quilómetros de via única. Quanto ao financiamento, o valor final está
ainda por definir. Um estudo do Grupo de Trabalho Centro e Norte, que
reúne as associações empresariais de Portugal, Minho e Centro, aponta
para um investimento de 1,9 mil milhões de euros, um valor
“incomportável porque equivale ao dinheiro que o país dispõe para o
investimento total em ferrovia”, sustenta um responsável político ouvido
pelo SOL.
Quebrar o isolamento
Todavia, lembra que o estudo foi feito com base numa via dupla,
quando se prevê agora uma via única, capaz de garantir velocidades até
250 km em bitola europeia, a que acresce um ramal de ligação a Viseu, de
5 km, e outro entre Vila Franca das Naves e a Plataforma Logística da
Guarda. Essa solução fará Portugal “honrar os compromissos e dividir as
verbas disponíveis entre a ligação Aveiro-Salamanca e Sines-Badajoz”,
acrescenta.
Os responsáveis políticos ouvidos pelo SOL consideram que a nova
ligação é uma exigência para que o noroeste peninsular não fique
isolado. Essa é a convicção do presidente da Câmara de Viseu, que num
encontro com jornalistas prometeu que a cidade “irá voltar a dispor de
ferrovia”. Apesar das insistências, Almeida Henriques pouco mais
adianta, mas assume que “será uma evidência a curto prazo”. Também o
autarca da Guarda assume a “vontade política para a construção, com
financiamento europeu”. Álvaro Amaro pede “um compromisso entre os
partidos do arco do Governo para que o país não marque passo”, numa
solução que permitirá “servir os portos de Leixões, Aveiro e Figueira da
Foz e quebrar o isolamento do país em ferrovia”.
Esta ligação tem sido reclamada pelos franceses da PSA, que têm duas
fábricas de automóveis Peugeot Citröen, em Vigo e Mangualde. Carlos
Tavares, o presidente do grupo, tem insistido que a ligação
Vigo-Mangualde permitiria reduzir os custos de operação em 20%, ajudando
à manutenção da fábrica em Mangualde. Também a mina de ferro de Torre
de Moncorvo tem um estudo que aponta para a viabilidade apenas com a
exportação do minério, a partir de Vila Franca das Naves e dali para o
Porto de Aveiro.
Nas associações empresariais de Portugal e do Minho ninguém assume
mas, sob anonimato, os dirigentes reconhecem a existência de
negociações. O primeiro sinal de que o anúncio da nova construção está
por um fio foi sentido em Cacia, nos arredores de Aveiro, uma zona
industrial onde a procura por terrenos disparou.
fonte:Sol

Este sábado, Festival Metal/Rock em Mangualde

Festival Metal Indoor mais antigo de Portugal de novo em Mangualde

O Centro Cultural de Santo André, em Mangualde, acolhe no dia 10 de janeiro
mais uma edição do Mangualde Hardmetalfest. O festival de Metal/Rock,
que já vai na sua 21ª edição, é uma organização da empresa Rocha
Produções, com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde. A abertura das
portas está prevista para as 14h30 e os amantes do hardmetal podem
assistir ao festival das 15h00 às 05h00.

O
evento, considerado um dos dez Festivais de Metal indoor mais antigos
do mundo e o mais antigo em Portugal, conta mais uma vez com um elenco
de luxo, onde se destacam da Alemanha os DESASTER que comemoram 25 anos
de carreira e os míticos regressados CANCER, de Inglaterra, de onde
também virão e em estreia no nosso país os ARKHAM WITCH. De Espanha
teremos os DISPLAY OF POWER, banda tributo aos PANTERA e os Midnight
Priest, Serrabulho, Web, Ravensire, Enchantya, Acromaníacos, Terror
Empire e Undersave constituem a forte aposta nacional.
O
preço dos bilhetes é de 15€ e podem ser comprados através de
transferência bancária para o NIB 0035 2118 0001 8856 63003. Quem optar
por esta modalidade, no dia do festival, tem que fazer-se acompanhar do
talão comprovativo de transferência e do BI. Os bilhetes encontram-se
também à venda na Papelaria Adrião e no café Impakabel, em Mangualde, no
Santo Graal Bar, Rip Off Skate Shop, Estudantino Bar, Bar a Tribo e
Obviamente Bar, em Viseu, no Piranha, no Porto, e no Carbono, em Lisboa.
Está
ainda prevista uma excursão a partir do Porto até Mangualde, com
partida no dia 10 de janeiro, às 10h00, junto estação metro Casa da
Música, no Porto. O regresso está marcado para as 4h00 do dia 11 de
janeiro. A viagem de ida e volta tem o custo de 13 HMF’s e as inscrições
devem ser feitas através do email pedro.soares.web@gmail.com ou do telefone 964 572 324.
Todos os interessados podem obter mais informações sobre o festival em https://www.facebook.com/Hardmetalfest?fref=ts.
Fonte:Mangualde online

Conversa com Castro Oliveira – Candidato a Provedor da Sta Casa da Misericordia de Mangualde

À conversa com Castro Oliveira - Candidato a Provedor da Sta Casa da MisericordiaQual a lista que apresentará às próximas eleições e as principais ideias da sua candidatura para o desenvolvimento e fortalecimento da Instituição que se propõe liderar nos próximos quatro anos ?
MESA ADMINISTRATIVA
Efetivos:
PROVEDOR – António Albuquerque e Castro de Oliveira – Inspector de Educação (APOS.)
VICE-PROVEDOR: Maria Teresa da Conceição Abrantes Amaral – Técnica Superior de Serviço Social (APOS.)
Jaime Manuel Marques Pires da Silva – Bancário (APOS.)
Maria Margarida Martins Coelho Messias – Técnica Superior de Serviço Social
Luís Cruz Alves – Técnico Administração Tributária (APOS.)
José António da Silva Almeida – Empresário
Luís Manuel Laires Gonçalves de Fraga – Professor 2º Ciclo E. Básico
Suplentes:
Manuel Fernando Almeida Cabral – Juíz Desembargador
Nazaré Carmo Lopes Santos Domingues – Técnica Superior de Serviço Social
António dos Santos Paulo – Médico (APOS.)
MESA DA ASSEMBLEIA GERAL
Efetivos:
José Francisco Sobral Abrantes – Advogado
José Manuel Sousa Ferreira – Empresário
Adelaide Maria da Conceição Leal de Almeida – Técnica Administração Tributária
Francisco Luís Augusto – Empresário
Suplentes:
Joaquim Daniel Albuquerque dos Santos – Empresário
Jorge Manuel Figueiredo dos Santos – Empresário
CONSELHO FISCAL
Efetivos:
António Jorge Morais Pais de Pina – Economista
Filipe Manuel Pinheiro Ferraz – Técnico Oficial de Contas
Adelino José Cabral Loureiro Amaral – Bancário (APOS.)
Suplentes:
Clemente Augusto Silva de Sousa – Técnico da EDP (APOS.)
João Manuel Santos Gonçalves – Dirigente Associativo – ADFA
No respeitante às linhas de força e objetivos desta nossa candidatura, são dimensões que, em breve, enquanto equipa, formalizaremos e
tornaremos públicas. Importará, de qualquer forma, que, desde já, afirme a forte convicção de que Mangualde e a estabilidade social das suas populações, nomeadamente das que mais necessitam de atenção e apoio, muito terão a ganhar se se aprofundar a articulação entre todas as estruturas e instituições que hoje, felizmente, existem e intervêm no Concelho, articulando e potenciando o que de melhor cada uma delas é capaz de fazer.
Em termos estritos da Santa Casa, importa que se garanta a dignidade e a estabilidade que esta multissecular instituição sempre teve e viu
assegurada por sucessivas gerações e que não pode, nunca, ser desbaratada.
Oempenhamento dos seus quadros técnicos e dos seus múltiplos trabalhadores, são alicerces para o trabalho de uma equipa de grande
qualidade e sem quaisquer interesses que não seja o de servir, como aquela que tenho o prazer de ter comigo, levará a cabo, nos próximos
anos, ao serviço de Mangualde e dos Mangualdenses.
Penso ser possível fazer chegar ao vosso jornal todos os elementos solicitados, após as festividades Natalícias e a tempo de que todos e
cada um possam fazer uma opção consciente e alicerçada em valores,  dando sentido e dignidade ao ato eleitoral que, como o Mangualde
Online saberá, terá lugar no próximo dia 17 de Janeiro.
Aproveito para desejar a toda a equipa do MangualdeOnline e através dela, a todos os Irmãos e a todos os trabalhadores da Santa Casa de Misericórdia de Mangualde e aos Mangualdenses no geral, umas Boas Festas e um 2015 que permita o renascer da Esperança num futuro melhor.
Fonte:MangualdeOnline

Conversa com José Tomás candidato à SC Misericórdia Mangualde

Qual a lista que apresentará às próximas eleições e as principais ideias da sua candidatura para o desenvolvimento e fortalecimento da Instituição que se propõe liderar nos próximos quatro anos ?
O candidato aceitou o nosso convite e referiu que “as próximas eleições são um ato de elevada importância para a nossa Irmandade. Assim, todos nós temos o dever e a responsabilidade de exercer o direito de voto para escolher a candidatura que se apresenta mais bem preparada no sentido de conduzir os destinos da nossa Santa
Casa.”
À conversa com José Tomás - Candidato a Provedor da Sta Casa da MisericórdiaDisse também que “a
sua candidatura, assente nos princípios da disponibilidade, da modernidade, da inovação e na ambição de bem servir, é um compromisso de
honra que os vinculará a todos os Irmãos e à SCMM. Este compromisso está sustentado nos valores da Lealdade, da Honestidade e da Frontalidade.”

Continuou dizendo que “todos
os elementos da candidatura aceitam este desafio por vontade própria, de alma aberta, e com a determinação e o empenho para conduzirem os
destinos da Santa Casa, com a dedicação, o espírito de missão, a competência e a abnegação que a Instituição merece, de forma a reposicioná-la como uma grande instituição ao serviço da Irmandade e de
Mangualde.
Somos uma candidatura que procurará sempre o bom entendimento, as parcerias e a cooperação com as demais instituições do nosso Concelho. Digo-o com toda a convicção porque somos uma equipa de pessoas com múltiplas experiências profissionais, com competências e elevados valores morais.
Teremos a preocupação permanente de honrar todos aqueles que durante 400 anos serviram a SCMM, tendo em atenção os princípios da doutrina e moral cristã, as normas das instituições particulares de solidariedade
social e o compromisso da Irmandade.”
O Candidato José Tomás disse ainda que “o trabalho a desenvolver deve assentar nos pilares dos
serviços de excelência aos utentes, da sustentabilidade financeira da Instituição, no fortalecimento e desenvolvimento do espírito da Irmandade enquanto associação, na manutenção e conservação das
infraestruturas, na formação técnico-profissional e promoção do mérito dos recursos humanos, no património, na comunicação e na atenção que deverá merecer o novo quadro comunitário de apoio.”
Por tudo isto, o candidato afirmou que a sua candidatura é a mais bem preparada para gerir a SCMM nos próximos quatro anos.

“Aproveito também para endereçar aos irmãos e colaboradores da Santa Casa da Misericórdia de Mangualde e a toda a comunidade os votos de Boas Festas e um Novo Ano cheio de amor, paz, amizade, humildade e
sabedoria.”
Reportagem de Mangualde Online

Presidente do Conselho Regional da CCDRC, preocupado com o desenvolvimento da região

Presidente do Conselho Regional da CCDRC, preocupado com o desenvolvimento da região
foto: CCDR Centro


Realizou-se mais uma reunião do Conselho Regional da Comissão de
Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC). O balanço do
Programa Mais Centro e o ponto de situação do Programa Centro 2020 foram
os principais pontos da ordem de trabalhos. A iniciativa foi presidida
pelo presidente da Câmara Municipal de Mangualde e presidente do
Conselho Regional da CCDRC, João Azevedo.

No
decorrer dos trabalhos, o edil mangualdense mostrou-se preocupado com o
facto do Governo ainda ‘não ter os programas e regulamentos aprovados’.
Acrescentando que o ‘Governo tem que dar, a curto prazo, novidades sobre as infraestruturas de valor acrescentado’.
João Azevedo alertou que, ‘no caso da região centro deverá ser dado
especial destaque à ferrovia’, embora ‘também seja necessário conhecer
as intenções do Governo quanto às estruturas portuárias,
rodo-ferroviárias e aeroportuárias’. É fundamental ‘ter decisões o mais
rapidamente possível, para dar competitividade ao território’, uma vez
que ‘é preciso alavancar as empresas da região que são um motor de
exportação’.
Embora,
no encontro, Ana Abrunhosa, presidente da CCDRC, tenha apresentado as
linhas orientadoras do próximo quadro de apoio, João Azevedo considera
que ‘se revela insuficiente, uma vez que os autarcas na sua generalidade
saíram da reunião com sentimentos contraditórios. Se por um lado se
congratularam com a apresentação do “esqueleto” do Portugal 2020 pela
presidente da CCDR Centro, por outro não esconderam a sua insatisfação
pela “redução brutal” do investimento público previsto.’
fonte:Mangualde online

Amb3E instala Ponto Electrão em Quartel de Bombeiros

Resíduos ajudam Bombeiros de Mangualde

Amb3E instala Ponto Electrão em Quartel de BombeirosOs habitantes de Mangualde podem agora entregar, mais facilmente e de
forma gratuita, os seus Resíduos de Equipamentos Elétricos e
Eletrónicos (REEE), nas instalações da AHBV de Mangualde, graças a dois
novos Pontos Electrão instalados pela Amb3E – Associação Portuguesa de
Gestão de Resíduos.
Desta forma, ajudarão, em simultâneo, os Bombeiros,
que receberão por parte da Amb3E uma contribuição financeira por cada
tonelada recolhida.
Através dos novos Pontos Electrão, colocado à
porta do Quartel-sede, disponível a qualquer hora do dia, qualquer
pessoa poderá agora livrar-se, de forma fácil, das suas lâmpadas e REEE
de menor dimensão, como varinhas mágicas, telemóveis, aparelhos de
música, entre muitos outros. Quanto aos resíduos de maior dimensão como
máquinas de lavar, estes podem ser entregues no Quartel, bastando pedir
aos Bombeiros acesso ao contentor no interior da sede, instalado para o
efeito.
Iniciada em 2008, a recolha de REEE nos quartéis de Bombeiros
surge no seguimento do protocolo de cooperação assinado, no mesmo ano,
entre a Amb3E e a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).
Fonte:Mangualde online

PSA apostada em aumentar fornecedores nacionais

O Centro de Produção de Mangualde da PSA Peugeot Citroen está apostado
em aumentar o número de fornecedores nacionais (que neste momento
representam cerca de 7% do total) em futuros projetos.

“O que queremos é integrar muito mais fornecedores para poder melhorar,
por exemplo, os nossos custos logísticos e também aproveitar o
‘know-how’ do país para ter melhor rentabilidade das nossas peças”,
explicou o diretor-geral da fábrica de Mangualde, Hamid Mezaib, aos
jornalistas. O objetivo é aumentar o número de fornecedores nacionais
de 7% para “um valor muito mais alto”, que não especificou,
fonte:Diário de Viseu

Peugeot Citroen de Mangualde suprime hoje um turno e despede 280 trabalhadores

Vida complicada no interior do País

O Centro de Produção de Mangualde do Grupo PSA – Peugeot Citron suprime a partir de hoje o terceiro turno de laboração, que levará à redução de
280 postos de trabalho, devido a um ajustamento da atividade produtiva.
A supressão do turno e redução dos postos de trabalho foi anunciada  no final de maio pelo centro de produção de Mangualde.
Quando foi anunciado o relançamento do terceiro turno das fábricas de  Mangualde, em fevereiro de 2013, para funcionar a partir de abril desse ano, estava previsto que funcionaria por um período mínimo de nove
meses,  mas acabou por funcionar durante 16 meses.
O lançamento deste turno em Mangualde resultou, segundo a empresa, do  facto de a fábrica de Vigo do Grupo PSA registar naquela altura uma produção  excecional e temporária, inerente à fase de lançamento dos modelos
Citroen  C-Elysée e Peugeot 301″.
Por isso foi transferida para Mangualde a produção “de alguns volumes  dos modelos Citron Berlingo e Peugeot Partner”.
Segundo a PSA de Mangualde, “este fator extraordinário terminou e as  fábricas voltam à sua produção nominal”, levando ao ajustamento da atividade  produtiva com a supressão do terceiro turno.
Serão reduzidos aproximadamente 280 postos de trabalho, passando a empresa  a empregar cerca de 820 trabalhadores e a ter como referência uma produção  de 192 veículos por dia.
O terceiro turno permitiu uma produção suplementar de cerca de 25.000  veículos, um acréscimo de exportações
superior a 200 milhões de euros, mais  quatro milhões de euros de salários e mais dois milhões de euros em impostos  e contribuições sociais.
A PSA garantiu que os trabalhadores que agora deixam a empresa serão  privilegiados em eventuais contratações futuras.
O grupo PSA – que é formado pelas marcas Peugeot e Citron e está em  160 países – comercializou 2,8 milhões de veículos no mundo em 2013, 42%  dos quais fora da Europa.
É o segundo maior fabricante europeu de automóveis, tendo registado  em 2013 um volume de negócios de 54.100 milhões de euros.
A PSA de Mangualde produz os veículos Citron Berlingo e Peugeot Partner  e, atualmente, emprega 1.130 trabalhadores.
É a maior empresa da região e uma das maiores exportadoras de Portugal,  tendo produzido, em 2013, 56.713 veículos.
fonte:sic noticias

Cidade de Mangualde festeja NS do Castelo

Mangualde volta a estar em Festa

Mangualde volta a estar em Festa

De 30 de agosto a 8 de setembro, Mangualde volta a estar
em festa com um programa cheio de animação. As festas da cidade e as
festas da Sra. do Castelo, promovidas pela Câmara Municipal de Mangualde
e pela Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, respetivamente, são já
uma tradição da cidade mangualdense e esperam atrair, mais uma vez,
inúmeros visitantes ao município.

Assim, durante os dias de festa são várias as iniciativas esperadas que vão decorrer em diferentes locais da cidade.
As Festas da Cidade arrancam no dia 30 de agosto e estendem-se até 2 de setembro.
No sábado (dia 30) vai realizar-se uma Mostra de Produtos Regionais,
durante todo o dia. Pelas 14h30 realiza-se o V Torneio Jovem
Internacional de Xadrez ao qual se segue uma tarde de música popular:
Grupo Danças e Cantares os Santarenses, Grupo de Cantares de Pinho e
Tuna Realense. Às 17h00 tem lugar o Jogo de Futebol dos Veteranos.
Trigal, Melody Guys e TZ Music serão as apostas musicais. No domingo
(dia 31), o dia começa com a largada de perdizes e faisões. Da parte da
tarde, vai ser possível assistir ao Desfile de Bandas Filarmónicas, ao
Encontro de Folclore e ao concerto da Alcatuna. Às 18h30 abre o tão
esperado V Festival de Sopas de Mangualde. A noite será
brindada com os concertos dos Fad’Out e Grupo Kapittal. No dia 1 a
aposta musical vai para o Grupo Função Públika e no dia 2 para a
Mad’Orquestra e Banda RX. As Festa da Sra. do Castelo vão realizar-se, nos dias 7 e 8 de setembro, e o programa será divulgado oportunamente, estando já confirmado o concerto da Orquestra Ligeira do Exército na noite do dia 8.

PROGRAMA
FESTAS DA CIDADE | 30 DE AGOSTO A 2 DE SETEMBRO
30 de agosto (sábado)
Todo o dia | Mostra de Produtos Regionais
14h30 – V Torneio Jovem Internacional de Xadrez – Largo do Rossio
Tarde de Música Popular:
15h00 – Grupo Danças e Cantares os Santarenses
16h00 – Grupo de Cantares de Pinho
17h00 – Tuna Realense
17h00 – Jogo de Futebol dos Veteranos – Campo conde de Anadia
18h00 – Trigal
21h00 – Melody Guys
22h00 – TZ Music
31 de agosto (domingo)
08h00 – Largada de perdizes e faisões – Organização Clube Caça e Pesca de Mangualde
14h00 – Desfile de Bandas Filarmónicas
15h00 – Encontro de Folclore
18h00 – Alcatuna
18h30 – V Festival de Sopas de Mangualde
21h00 – Fad’Out
22h00 – Grupo Kapittal
1 de setembro (segunda-feira)
21h30 – Grupo Função Públika
2 de setembro (terça-feira)
21h00 – Mad’Orquestra
22h00 – Banda RX
FESTAS DA NOSSA SENHORA DO CASTELO | 7 A 8 SETEMBRO
Programa a definir
8 de setembro
21h00 – Orquestra Ligeira do Exército
fonte:municipio de Mangualde

I Encontro Gastronómico Amador em Abrunhosa-a-Velha

É já a 26 de Julho que vai decorrer o I Encontro Gastronómico Amador em Abrunhosa-a-Velha. O evento visa promover a gastronomia local e vai contar com a presença de vários Chefs da região.

O Chef João Tomé vai confeccionar Sopa de barbo, o Chef Constantino vai cozinhar Arroz de Feijão com pernil de presunto grelhado, o Chef José Carvalho fará Feijão-frade com açorda e bacalhau e o Chef Gonçalves apresentará Caldeirada de Cabrito. Américo Sousa vai relembrar outros tempos com pão cozido em forno a lenha. A entrada para o encontro será de um preço simbólico de três euros que permitirá provar os quatro pratos, entre as 18h00 e as 21h00.
O evento é organizado pela Junta de freguesia de Abrunhosa-a-Velha, com a colaboração da Câmara Municipal de Mangualde e com patrocínio da Quimirep e da COAPE. A iniciativa conta ainda com o apoio do Grupo Desportivo e Recreativo de Vila Mendo de Tavares, da Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha e do Estrela do Mondego Futebol Clube.
fonte:DRG do restaurant e gourmet
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar