Templates by BIGtheme NET
Home » Mangualde (page 3)

Mangualde

Concurso “Apoie a Economia Local – Compre no Comércio Tradicional de Mangualde”.

Foi assim assinado, no salão nobre da Câmara de Mangualde um protocolo, no âmbito do Programa de apoio às Famílias, Empresas e Instituições.

Face a isso, a Câmara Municipal de Mangualde e a AEM – Associação Empresarial de Mangualde lançam o concurso “Apoie a Economia Local – Compre no Comércio Tradicional de Mangualde”. A iniciativa tem como objetivo revitalizar e alavancar o reinício da atividade económica no concelho. Para o efeito serão disponibilizados prémios em vales de compras, não convertíveis em dinheiro, para usar no comércio tradicional.

“Com esta ação estamos a promover o nosso comércio tradicional, a mobilizar os seus comerciantes e a envolver os clientes, estimulando a população a fazer compras a nível local. Assim dinamizamos a economia local e, ao mesmo tempo, revitalizamos a cidade e as vivências sociais”, explica o presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Elísio Oliveira.

O concurso, que visa incentivar e dinamizar o comércio tradicional, disponibiliza dois mil euros de estímulo por mês, durante seis meses, num total de 12 mil euros, em que o prémio mensal se desmultiplica em 20 vouchers de 100€ cada para aplicar em compras no comércio tradicional de Mangualde. Outra das metas é a divulgação do concelho e a criação de oportunidades de negócios, potenciando novos espaços de comercialização que possam surgir. A AEM vai nos próximos dias para o terreno implementar o concurso.

 

AF Viseu-João Bento novo treinador do GD Mangualde

Depois de na última temporada ter passado nos Vilanovenses, na AF Guarda, regressa agora ao Distrito de Viseu e à Divisão de Honra , mais concretamente ao Grupo Desportivo de Mangualde.

Assim recorde-se que João Bento este ano celebra 25 anos de treinador.

Esta uma aposta para comandar os mangualdenses, depois de na temporada passada ter sido treinador Ricardo Duarte. Em breve vamos saber das novidades a nível de plantel.

foto:FDV

Comboios Intercidades repostos esta semana na linha da Beira Alta

Vai decorrer a partir desta sexta-feira, a reposição dos comboios Intercidades entre Lisboa-Guarda e Lisboa-Covilhã são repostos a 100% e as ligações voltam a ser asseguradas por três Intercidades, por sentido”, divulgou a CP, em comunicado.O controlo da lotação de passageiros vai continuar a ser assegurado através da limitação dos lugares disponíveis para venda, garante a empresa.

Semana Académica em Viseu transferida para outubro

A Federação Académica de Viseu (FAV) em comunicado revelou que a semana académica que deveria ter acontecido no final de abril, vai ter lugar em outubro se nada de anormal acontecer.

Assim, a Semana Académica como a Semana da Receção ao Caloiro vão acontecer, logo a Serenata Monumental, o Cortejo Académico, o Encontro de Tunas ou a Bênção das Pastas vão ser uma realidade, assim avançou Bruno Faria, lider da FAV, agora mais à frente serão reveladas as datas exatas de todas as atividades, assim como a Missa de Finalistas e a Benção das Pastas.

Trata-se de ser  sempre uma semana especial para os estudantes que se despedem dos tempos académicos para iniciar uma vida no mundo do trabalho.

Foto:DR

Eurodeputado Álvaro Amaro propõe a criação de um Pacto para os Territórios de Baixa Densidade

O Eurodeputado do PSD, Álvaro Amaro, dirigiu  à Comissão Europeia uma pergunta escrita, subscrita pelos colegas do PSD, onde propõe a criação de um Pacto Europeu para os Territórios de baixa Densidade: “[a Comissão Europeia] não considera necessário, neste momento histórico, criar um novo Pacto Europeu que reconheça as especificidades dos territórios de baixa densidade, com uma dotação financeira específica?

Enquanto primeiro subscritor desta pergunta, Álvaro Amaro, membro da Comissão do Desenvolvimento Regional, esclarece que “não estamos a pedir mais dinheiro para os territórios de baixa densidade, mas simplesmente que se possa aproveitar a maior flexibilidade permitida e o acréscimo de fundos previsto no âmbito das medidas de combate ao COVID-19, para lançar medidas especificas de apoio a estes territórios à escala europeia, que se possam prolongar ao longo do próximo Quadro Financeiro Plurianual”, acrescentado que “consideramos mesmo absolutamente fundamental para o nosso futuro territorial enquanto União de Povos e Estados, agir já e proactivamente”.

Na pergunta enviada à Comissão pode-se ler que “no momento em que discutimos o Plano de Recuperação e o Instrumento “Next Generation EU” – que representa um efectivo Pacto Intergeracional (juntando-se ao Pacto Ecológico), julgamos ser também o momento de criar um Pacto para os territórios menos desenvolvidos da UE, que designarei de ‘baixa densidade’”, lembrando-se ainda que “o diagnóstico é conhecido e foi agravado pela pandemia, seja nas Regiões com baixo crescimento, seja nas Regiões com baixos rendimentos. Se não agirmos rapidamente, corremos o risco de ter largas parcelas do território simplesmente abandonadas, demograficamente deprimidas e economicamente deficitárias, particularmente nos serviços de proximidade”.

Álvaro Amaro, na missiva enviada, sublinha ainda que este “novo Plano de Recuperação, aposta fortemente na Política de Coesão (v.g. REACT-EU e a maior flexibilidade, cofinanciamento inexistente)” recordando que “a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von Der Leyen, afirmou que este “Plano de Recuperação transforma o enorme desafio que enfrentamos numa oportunidade”, pelo que acreditam ser agora o momento de “também tornar este Plano de Recuperação numa oportunidade para os territórios de baixa densidade, envolvendo, obviamente, neste desígnio, o Poder Local, Regional e os Estados-Membros”.

A pergunta escrita à Comissão Europeia foi subscrita pelos Eurodeputados do PSD, José Manuel Fernandes, Maria da Graça Carvalho e Cláudia Monteiro de Aguiar.

 

Maria do Céu Albuquerque visitou região do Dão

Queijaria Vale da Estrela visitada

Na tarde desta segunda -feira, a Ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, visitou a região do Dão, com a Direção da CIM Dão Lafões e a Direção do Turismo Centro de Portugal, sob o tema “Turismo e Agricultura na Região do Dão”.

 Para o efeito, a Ministra visitou a Queijaria Vale da Estrela, em Mangualde, onde foi recebida pelo empresário Jorge Coelho, acompanhada pelo Presidente da Câmara Municipal, Elísio Oliveira, pelo Vice-Presidente, Rui Costa, pelo Deputado pelo círculo eleitoral de Viseu, João Azevedo e pelo Presidente da União das Freguesias Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta, Marco Almeida.

 O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde sublinhou a importância na “aposta nos sectores da Agricultura e do Turismo, em muitos aspetos complementares, numa altura tão crítica como a que vivemos atualmente. É fundamental o governo, e nós autarcas locais, estarmos todos atentos e disponíveis para intervir nestes sectores tão essenciais à nossa região”. “Além de alavancaram a nossa economia, valorizam a cultura identitária e o património de toda a região do Dão”, rematou ainda Elísio Oliveira.

 

Maria do Céu Albuquerque passou ainda em Viseu e Castro Daire.

Espaço de Cidadão na Freguesia de Espinho inaugurado no concelho de Mangualde

Teve lugar a inauguração formal do Espaço de Cidadão na Freguesia de Espinho, concelho de Mangualde, assim esta foi uma promessa cumprida , para tal António Monteiro, Presidente da Freguesia referiu que:”Sinto-me com orgulho, mas também com a humildade de quem sabe que nada se faz sozinho. Escrevi hoje um capítulo no livro da história da Freguesia, a par dos Presidentes eleitos democraticamente que me antecederam a quem também hoje, muito justamente, homenageamos nesta singela cerimónia.
Continuamos, naturalmente, empenhados na definição e implementação de políticas locais que dignifiquem e valorizem a freguesia com todos os parceiros e forças vivas da comunidade local que se uniram no propósito de dar valor e sentido às iniciativas que favorecem e engrandecem a nossa Freguesia. O espaço disponibilizado à Refloresta atesta esse empenho. Temos trabalhado num verdadeiro espírito de cooperação, responsabilidade e rigor com todos os que nos querem acompanhar no progresso sustentável. A minha freguesia são as Pessoas. É para elas e por elas que eu vou continuar a missão de servir, completamente”.

Esta é uma nova resposta ao cidadão que vai permitir mais qualidade, melhor acesso e maior celeridade dos serviços.

Contou com a presença para além de António Monteiro, Presidente da Freguesia local, Marco Almeida, Presidente da UFMM e Elísio Oliveira, Presidente da Câmara de Mangualde e demais convidados.

Filme “Haverá Tempo” do TCP premiado nos Estados Unidos

O filme “Haverá Tempo”, estreado pelo Turismo Centro de Portugal (TCP) no início da pandemia de covid-19, conquistou um importante prémio a nível internacional, no 53.º Festival Internacional de Filme e Vídeo dos Estados Unidos (“US International Film & Video Festival”), em Los Angeles.

O júri atribuiu ao filme um Certificado de Excelência Criativa, na categoria “Responsabilidade Social”. Mais de 1000 filmes, de 26 países, concorreram este ano ao prestigiado festival, que existe desde 1967.

O filme “Haverá Tempo”, de 50 segundos, foi a peça central de uma campanha com o mesmo nome, lançada a 19 de março, dia em que foi declarado o estado de emergência. A campanha apelou aos portugueses para que ficassem em casa, dando nota de que “haveria tempo” para conhecer ou regressar ao Centro de Portugal, que estaria à sua espera quando a fase aguda da doença fosse ultrapassada. A mensagem do filme era de esperança, expressa em frases como “São tempos como os que vivemos que nos obrigam a parar, para depois recomeçar”, “Haverá tempo para voltar a dar asas aos nossos sonhos, de abraçar quem amamos” ou “Haverá tempo para viajar, para correr, para voar. Até lá, ficaremos em casa”.

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, realça o facto de um festival tão importante como o de Los Angeles ter distinguido este filme, que não é estritamente turístico. “Com o ‘Haverá Tempo’, procurámos dar um pequeno contributo no enorme esforço que o país tinha pela frente em março: o da sensibilização para a necessidade de ficarmos todos em casa. É, por isso, um filme que é muito mais do que um simples veículo de promoção turística, mas que passa uma verdadeira mensagem de responsabilidade social. É com grande satisfação que vejo essa mensagem ser agora reconhecida ao mais alto nível, neste festival norte-americano”, sublinha Pedro Machado. “Ao mesmo tempo, o filme fala da esperança em dias melhores. Dissemos que haveria tempo de sair e regressar ao Centro de Portugal, e esse tempo, felizmente, já chegou, como se comprova pela retoma turística em curso na região”, acrescenta.

Produzido pela Lobby Productions para o TCP, “Haverá Tempo” regista cerca de 140 mil visualizações na página de Facebook e 20 mil no canal de YouTube do TCP.  Pode vê-lo aqui: https://youtu.be/3ur9_SDvGDE

Mangualde adapta eventos e lança Programa de Cultura de Verão 2020

“Em Quarto Crescente”, “Itinerância das Lua”, “ALTO” – Projeto Alto Mondego Rede Cultural, Atividades da Rede Cultural CIM Dão Lafões, e diversos espetáculos culturais anuais, adiados para 2021.

A Câmara Municipal de Mangualde optou por adiar para 2021 os projetos anuais como o “Em Quarto Crescente” e “Itinerâncias da Lua”, “ALTO” e outras atividades, porque estas envolvem grandes públicos, devido à situação atual, resultante dos efeitos da pandemia e das orientações governamentais e da Direção Geral da Saúde (DGS) .

Contudo, e de acordo com as mesmas orientações, junho será um mês de viragem para a cultura, prevendo-se o regresso gradual de eventos culturais. De acordo com as palavras da Ministra da Cultura devem ser privilegiados os eventos ao ar livre de menor dimensão, com regras apertadas, seguindo as recomendações da DGS.

Assim, e tendo em conta este contexto, desejando sempre proporcionar aos mangualdenses o acesso a eventos culturais num período de algum desalento, o Pelouro da Cultura, através da Biblioteca Municipal, propõe uma programação alternativa aos eventos adiados, com o objetivo de colmatar o vazio deixado. Esta programação passa pela realização de cinema Drive IN e pequenos concertos semanais realizados em locais apelativos, privilegiando artistas locais.

CINEMA DRIVE IN NOS DIAS 19 E 20 DE JUNHO, NA PRAIA DE MANGUALDE

Esta programação terá início já este mês de junho com a apresentação de Cinema DRIVE IN. A iniciativa desenvolve-se com a parceria da Associação Juvenil Jovens do Castelo que ajudará a garantir o cumprimento das regras emanadas pela DGS. A atividade será gratuita, terá lugar na praia de Mangualde, mais precisamente, no parque onde ocorre a feira quinzenal, e será realizada nos dias 19 e 20 de junho de 2020. Ambas as sessões terão início às 21:30h. O dia 19 de junho será dedicado às famílias e crianças, pelo que se escolheu a apresentação do filme “Heidi”. Já o segundo dia terá como público alvo os jovens e adultos com idade a partir dos 12 anos, pelo que se apostou no visionamento do filme “Novos Amigos Improváveis”.

“VOLTAS DA LUA”: CONCERTOS INTIMISTAS A 26, 27 E 28 DE JUNHO, NO JARDIM DA BIBLIOTECA

O regresso gradual e controlado a atividades culturais continuará a acontecer logo no fim de semana seguinte. Nos dias 26, 27 e 28 de junho serão realizados três concertos intimistas no Jardim da Biblioteca Municipal que constituem o “Voltas da Lua”. Estes decorrerão a partir das 22:00 horas num ambiente de café concerto, mantendo o registo a que a Biblioteca Municipal já nos habituou, mas com lotação limitada, lugares marcados, bilhetes de entrada, distanciamento de segurança e todas as normas exigidas pela DGS.

ROTUNDA ÀS SEIS”: CONCERTOS DE FIM DE TARDE, NO CENTRO DA CIDADE, EM JULHO E AGOSTO

Para os meses de julho e agosto reservámos concertos ao fim da tarde que terão lugar no centro da cidade, todos os sábados a partir das 18:30 horas, para trazer a alegria e a vivacidade de que esta precisa. “Rotunda às seis” é o nome desse conjunto de concertos livres, que decorrerão num espaço visível mas delimitado, sem área para o público, com som projetado por todo o centro da cidade.

“Cibersegurança – Um novo normal” em debate hoje

“Cibersegurança – Um novo normal?” é o tema da mesa redonda virtual que o Instituto Piaget organiza hoje (11 de junho), pelas 21 horas, integrada no ciclo Piaget Digital Talks.

Os alertas não são novos, mas os especialistas das áreas da segurança e sistemas de informação, têm alertado para a necessidade de ainda maior atenção durante este período de isolamento social, teletrabalho e ensino à distância. O aumento da digitalização tem como consequência o acréscimo da exposição dos cidadãos e das organizações a ciberataques, adicionando um potencial custo económico acrescido a falhas na cibersegurança.

Uma realidade que foi potenciada nos tempos mais recentes pela rápida transição que muitos utilizadores das tecnologias de informação fizeram para sistemas de trabalho remoto ou para a prioridade nas plataformas e canais digitais como forma de assegurar a continuidade da sua atividade e dos seus contactos com o mundo exterior.

O Instituto Piaget tem vindo a reforçar a sua oferta formativa com diversos cursos nas áreas tecnológicas, incluindo a da cibersegurança – designadamente, através dos seus CTeSP (Cursos Técnicos Superiores Profissionais) de Cibersegurança, Redes e Sistemas Informáticos, Programação em Web, Dispositivos e Aplicações Móveis, e ainda de Análise de Dados em Gestão de Informação, todos eles lecionados no campus de Almada.

Como continuar a usar o ciberespaço de forma livre, confiável e segura, gerindo os novos riscos de forma adequada, é o ponto de partida do debate que as Piaget Digital Talks propõem esta semana.

O painel de convidados é composto por João Simão, diretor da unidade de telecomunicações e informática da Polícia Judiciária; Carlos Oliveira, diretor de sistemas de informação na Secretaria-Geral do Ministério da Economia e docente de Engenharia Informática no Instituto Piaget de Almada; e Wilson Lucas, diretor de cibersegurança no Instituto de Informática da Segurança Social e igualmente docente de Engenharia Informática no Instituto Piaget de Almada.

A moderação do debate estará a cargo de Ricardo Simões Santos, diretor adjunto da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Piaget de Almada, e de Alexandra Silva, estudante do CTeSP de Cibersegurança, Redes e Sistemas Informáticos, no mesmo campus.

As Piaget Digital Talks têm lugar regularmente às quintas-feiras, consistindo num debate e partilha de boas práticas sobre temas atuais e relevantes do mundo digital, abertos à intervenção do público.

O acesso aos eventos realizados online é livre e gratuito para todos os interessados, mediante inscrição prévia através do site do Instituto Piaget ou da sua página no Facebook.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar