Templates by BIGtheme NET
Home » Mangualde (page 96)

Mangualde

Operação “Crescer em Segurança”

gnrA Guarda Nacional Republicana (GNR) promove entre os dias 18 e 20 de novembro, ações de sensibilização, no âmbito da operação “Crescer em Segurança”, com o objetivo de alertar a comunidade escolar para os direitos das crianças, e para as questões relativas à exploração e abuso sexual das mesmas.

Aceda a http://goo.gl/RReUHF e saiba mais pormenores.

Por:GNR Guarda

Clube UMM de Portugal celebrou 10ºaniversário em Mangualde

EDIL MANGUALDENSE RECEBEU PARTICIPANTES NA AUTARQUIA

UMM 10º aniv (1)  No passado sábado, 14 de novembro, o Clube UMM Portugal assinalou o seu 10º aniversário com um passeio todo-o-terreno em Mangualde. O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, fez questão de receber os cerca de 193 participantes na autarquia. Na cerimónia, que decorreu no salão nobre, marcou ainda presença Rui Ardérius, Vereador da autarquia mangualdense, Norberto Liberato, Presidente do Clube UMM e Sérgio Serra, organizador local do encontro.
O dia começou bem cedo com a concentração dos UMM 10º aniv (2)participantes no Largo das Festas de Fagilde. Seguiu-se um passeio pelos trilhos mangualdense com passagem na Barragem de Fagilde, em Canedo do Mato e na Ermida da Sra. do Castelo, onde se fez uma visita à Igreja situada no ponto mais alto de Mangualde. Seguiram rumo ao centro da cidade mangualdense, onde foram recebidos na autarquia, pelo edil mangualdense, João Azevedo. No fim, estes amantes do todo-o-terreno, continuaram a sua jornada visitando a Roda, o Monte de Santo António dos Cabaços, Fornos de Maceira do Dão e o Convento de Maceira do Dão, em Vila Garcia, terminado o percurso no ponto de partida, Fagilde. No final do passeio realizou-se um animado almoço convívio no Restaurante “Cascata da Pedra”, em Mangualde, onde foram entregues lembranças a todos os participantes.
O Clube UMM tem coUMM 10º aniv (3)mo principais atividades a realização de passeios e organização de eventos que promovam a divulgação do Todo-o-Terreno.
Fonte:Mun.Mangualde

Workshop reflete sobre regras familiares em Mangualde

RealizaWorkshop Regras e Limites-se no dia 28 de novembro, às 14h30, no Auditório da Câmara Municipal de Mangualde, o workshop “Regras e Limites”, integrado no projeto Famílias Felizes. A iniciativa é organizada pela Comissão de Projeção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Mangualde e dinamizada por Cristina Nogueira da Fonseca, mentora e coordenadora do projeto Famílias Felizes, Presidente da direção da Associação Quero-te Muito e especialista em empowerment familiar e psicologia positiva.

A ação destina-se a pais, encarregados de educação, professores e educadores, e tem a duração mínima de duas horas. O objetivo é permitir a reflexão sobre regras familiares que fazem sentido, sobre as que são e não são cumpridas e sobre as regras para construir regras.

A inscrição é gratuita, mas obrigatória e deve ser efetuada até 20 de novembro na CPCJ de Mangualde (Largo Dr. Couto, 3530-004 Mangualde), através de contacto telefónico (232 619 880) ou email (cpcj@cmmangualde.pt).

Por:Mun.Mangualde

NOSSA SENHORA DO MONTE, OU DA CABEÇA – SÍTIO PRIMITIVO DO MOSTEIRO DE MACEIRA DÃO?

A campaNossa Senhora do Montenha da autarquia mangualdense, «Mangualde, o nosso património!», continua a dar a conhecer o vasto património do concelho. Para aproximar a população do património mangualdense, em novembro, o destaque vai para a «Nossa Senhora do Monte, ou da Cabeça – Sítio primitivo do Mosteiro de Maceira Dão?»

Nossa Senhora do Monte, ou da Cabeça – Sítio primitivo do Mosteiro de Maceira Dão?
Alpendurada no cimo do monte, tendo a seus pés o Real Mosteiro de Maceira Dão, vê-se a Igreja de culto mariano de Nossa Senhora do Monte e que, por mercê das curas feitas pela Imaculada Senhora às maleitas de cabeça dos fiéis que a ela acudiam, viu, paulatinamente, mudado o seu nome para Senhora da Cabeça.
O edificado transporta-nos para o estilo barroco do século XVIII, belo na sua gramática ornamental, com monumental e esplendoroso requinte decorativo do portal principal. É na fachada nobre que concentra, aliás, a sua extraordinária riqueza artística.
A arquitectura do templo, a planta e demais soluções fazem crer que a sua edificação se situará nos finais do século XVII, finalizando-se, pelo menos, até à primeira década da 2ª metade do século XVIII, conforme sugere a gramática decorativa do exterior.
Inventariado em 1716, Frei Agostinho de Santa Maria refere que a sua primitiva construção se deverá aos primeiros monges Benedictinos, por volta do ano 900, constituindo assim o primeiro convento naquele sítio, e que mais tarde, por volta do ano 1100, terá sido abandonado para dar lugar ao mosteiro cisterciense que abaixo lhe fica, por permitir maior expansão habitacional.
Diz ainda aquele frade, em tom de justificação: “(…) e em memoria de haver no monte estado o primeyro Convento, costumàrão ir os Religiosos em todos os Sabbados pagar à Senhora aquelle devoto obsequio.”
Dando como certos os relatos de Frei Agostinho de Santa Maria, a actual Igreja do século XVIII mais não é que uma reedificação no sítio do velho e primitivo mosteiro: “Esta Ermida jà parece obra moderna, & reedificação da primeiyra”. Só a Arqueologia poderá corroborar ou desmentir as palavras de Frei Agostinho de Santa Maria.
António Tavares
Gabinete de Gestão e Programação do Património Cultural

Com esta campanha todos ficam mais próximos do vasto esplendor patrimonial do nosso concelho. Nesse sentido, continua a ser colocada, em vários pontos de encontro do concelho, informação sobre o monumento/património apresentado. O património material e imaterial vai sendo apresentado consoante a categoria com a qual foi classificado: arqueologia, pelourinhos, fontes, palacetes e religiosos, bem como outros bens patrimoniais. Cada categoria será representada por uma cor que a distingue das restantes.

Foram já vários os bens patrimoniais destacados por esta campanha nos últimos dois anos. Em 2015, continuamos a aproximar a comunidade de todo o nosso património, tendo sido apresentada ao longo do ano, a Igreja de São Tomé de Cunha Baixa, o Fontenário dos Seabra Beltrões, em Cassurrães, o Penedo da Cruz, em Póvoa de Cervães, Vila Cova de Tavares…1663, a Capela dos Cabral Pinto – Cassurrães, a Ponta da Barca, a Igreja de Santiago de Cassurrães e as mais recentes Sepulturas medievais de Maceira Dão.

Por:Mun.Mangualde

AF Viseu- Resultados da divisão de honra

JORNADA 7
Classificação
P J V E D GM GS DG
1 Silgueiros 19 7 6 1 0 13 3 +10 a
2 Moimenta da Beira 18 6 6 0 0 10 2 +8 a
3 Sátão 16 6 5 1 0 11 3 +8 a
4 Tarouquense 11 7 3 2 2 9 8 +1 a
5 Resende 10 7 3 1 3 7 6 +1 a
6 Castro Daire 10 7 3 1 3 8 7 +1 a
7 Sampedrense 10 7 3 1 3 13 13 0 a
8 Carregal do Sal 9 7 2 3 2 8 9 -1 a
9 Penalva Castelo 9 7 3 0 4 12 9 +3 a
10 ACDR Lamelas 8 7 2 2 3 8 10 -2 a
11 Sport Clube Paivense 8 7 2 2 3 8 12 -4 a
12 Molelos 7 6 2 1 3 4 6 -2 a
13 Alvite 6 7 2 0 5 6 10 -4 a
14 Mangualde 5 7 1 2 4 6 10 -4 a
15 Viseu e Benfica 4 6 1 1 4 1 9 -8 a
16 Ferreira de Aves 2 7 0 2 5 5 12 -7 afonte:Zero zero

Exposição ‘Pontos e Encontros dos Seniores

25 DE NOVEMBRO A 2 DE DEZEMBRO, BIBLIOTECA 1amang MUNICIPAL DR. ALEXANDRE ALVES, MANGUALDE

A Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, acolhe de 25 de novembro a 2 de dezembro, uma nova exposição do atelier ‘Pontos e Encontros’. A iniciativa é promovida pela autarquia mangualdense e revela os trabalhos elaborados pelos munícipes com 65 anos ou mais, no âmbito do atelier de trabalhos manuais. A exposição, de entrada livre, pode ser visitada no horário de funcionamento da Biblioteca Municipal.

O atelier funciona semanalmente na Biblioteca Municipal e tem como objetivo ocupar os tempos livres de seniores com 65 ou mais anos, promovendo a vitalidade e o potencial de cada um, contribuindo para um1mangex envelhecimento ativo. Todas os interessados em participar neste atelier podem inscrever-se no Gabinete de Ação Social da autarquia, pelo telf. 232 619 880 ou pelo e-mail margarida.chaves@cmmangualde.pt.

por:Mun.Mangualde

Café-Debate sobre violência doméstica

21 de novembro, 14h30, no CIDEM

0mangEm prol de uma sociedade mais justa, livre de todos os comportamentos violentos e discriminatórios, a Câmara Municipal de Mangualde assinala, no próximo dia 21 de novembro, o Dia Internacional Contra a Violência Doméstica com um café-debate. A iniciativa acontece no CIDEM – Centro de Inovação e Dinamização Empresarial de Mangualde, pelas 14h30, e conta com a participação da Seção de Programas Especiais do Destacamento Territorial de Mangualde (GNR) e de Elza Pais, deputada da Assembleia da República, socióloga e com um percurso profissional académico e político dedicado à promoção da igualdade de género e à prevenção da violência familiar.

O Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres celebra-se todos os anos a 25 de novembro e a Câmara Municipal de Mangualde tem assinalado a data como forma de alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos. De realçar que em média, uma em cada três mulheres é vítima de violência doméstica. Assim, no evento serão debatidas perspetivas e olhares sobre a violência doméstica, quer pela parte de experientes profissionais que apoiam diretamente estas vítimas, quer pela parte de especialistas sobre a temática.

Recordamos que, segundo a APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, o fenómeno da violência contra as mulheres abrange vítimas e agressores de todas as condições, estratos sociais e económicos, tal como os seus agressores. De acordo com os dados da Associação, as mulheres representam mais de 81% das pessoas atendidas na sua rede nacional de 15 Gabinetes de Apoio à Vitima.

Em 1999, as Nações Unidas (ONU) designaram oficialmente o dia 25 de novembro como Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres e desde então tem-se celebrado este dia pelo mundo. A data está relacionada com a homenagem a Tereza, Mirabal-Patrícia e Minerva, presas, torturadas e assassinadas em 1960, a mando do ditador da República Dominicana Rafael Trujillo.

SESSÃO DE DEFESA PESSOAL
‘Porque sabemos o forte que consegues ser’
No mesmo dia, pelas 17h00, no Pavilhão Municipal de Mangualde decorrerá uma sessão de KESYI sobre Defesa Pessoal Feminina. A ação é promovida pelos professores do Centro Bujutsu de Mangualde – Artes Marciais, Pedro Veloso e David Alves, a participação é gratuita, sendo de inscrição obrigatória através do email: ssocial@cmmangualde.pt.

Por:Mun.Mangualde

MANGUALDE CANDIDATA-SE AO PROGRAMA TERRITORIAL DE COOPERAÇÃO EUROPEU INTERREG SUDOE

    Autarqucmia aposta na prevenção de catástrofes

A Câmara Municipal de Mangualde efetuou uma parceria com entidades portuguesas, espanholas e francesas para o desenvolvimento de um projeto de cooperação territorial europeu para o desenvolvimento e melhoria dos sistemas de gestão de catástrofes e proteção civil. A candidatura do projeto transnacional, efetuada pelo consórcio de entidades, insere-se no âmbito do Programa Territorial de Cooperação Europeu Interreg SUDOE e conta com fundos comunitários para o seu desenvolvimento.

 

A candidatura agora submetida no valor global de um milhão e setecentos mil euros investirá na promoção e desenvolvimento de ferramentas, planos de prevenção, emergência, gestão de catástrofes e regeneração de zonas danificadas por forma a prevenir, mitigar e gerir riscos com maior eficácia no espaço SUDOE (Portugal, Espanha e França). O Programa Interreg Sudoe apoia o desenvolvimento regional no sudoeste da Europa financiando projetos transnacionais através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e a cooperação transnacional para resolver problemas comuns às regiões do sudoeste europeu.

 

Mangualde, fortemente fustigado por incêndios florestais nos últimos anos, pretende assim, através do seu serviço municipal de proteção civil e de parceiros associados, contribuir para a melhoria de sistemas de gestão de catástrofes com o objetivo de prevenir e mitigar os riscos associados a este tipo de flagelos e outros. É ainda objetivo melhorar as ferramentas, planos de alerta e proteção civil existentes partilhando conhecimento com entidades espanholas e francesas no desenvolvimento de práticas inovadoras transversais aos territórios.

Por:Mun.Mangualde

AFViseu- Resultados Divisão de Honra

JORNADA 617_af_viseu_imgbank
Classificação
P J V E D GM GS DG
1 7 Moimenta da Beira 18 6 6 0 0 10 2 +8
2 7 Sátão 16 6 5 1 0 12 4 +8
3 8 Silgueiros 16 6 5 1 0 11 3 +8
4 7 Resende 10 6 3 1 2 7 4 +3
5 8 Penalva Castelo 9 6 3 0 3 10 6 +4
6 8 Castro Daire 9 6 3 0 3 6 5 +1
7 8 Sampedrense 9 6 3 0 3 11 11 0
8 Tarouquense 8 6 2 2 2 6 7 -1
9 Sport Clube Paivense 7 6 2 1 3 8 12 -4
10 7 ACDR Lamelas 7 6 2 1 3 8 10 -2
11 8 Molelos 7 6 2 1 3 4 6 -2
12 8 Carregal do Sal 6 6 1 3 2 5 7 -2
13 8 Mangualde 5 6 1 2 3 6 8 -2
14 7 Viseu e Benfica 4 6 1 1 4 2 10 -8
15 8 Alvite 3 6 1 0 5 4 10 -6
16 Ferreira de Aves 2 6 0 2 4 4 9 -5 por zero zero

Feira dos Santos “Uma sala de Visitas”

1fs Esta manhã, dia 7 de novembro, o Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde acolheu a Cerimónia Protocolar de Abertura da Feira dos Santos 2015. A sessão contou com a intervenção do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e do Presidente do Turismo do Centro de Portugal, Pedro Machado. O edil mangualdense começou por sublinhar a grandeza desta feira, «que é a nossa sala de visitas, representa a história da nossa cultura, património, produtos, turismo e das nossas famílias e do nosso concelho». Referiu ainda que «temos uma mostra do melhor que temos hoje e de todo o potencial para o nosso futuro, é uma mistura do sector primário e do sector industrial». «Já se sente a mistura de sabores e de cheiros… este é um dos momentos mais importantes do ano», rematou João Azevedo.

 

PEDRO MACHADO SALIENTOU QUE «ESTA FEIRA É UM FATOR DIFERENCIADOR, PORQUE ESTAMOS A OFERECER UM PRODUTO AUTÊNTICO, GENUÍNO»

Por sua vez, Pedro Machado, Presidente do Turismo do Centro de Portugal, salientou que «esta feira é um fator diferenciador, porque estamos a oferecer um produto autêntico, genuíno».

A Feira dos Santos 2015 realiza-se até 8 de novembro, no centro da cidade de Mangualde, sob o lema «Da Tradição à Modernidade» e conta com o apoio da Caixa Crédito Agrícola, 2fsda Associação de Desenvolvimento do Dão e do Turismo do Centro Portugal. Desde há três séculos que Mangualde se notabiliza pela realização da Feira dos Santos, que se tornou um marco a nível nacional, pelas várias ofertas que proporciona aos seus milhares de visitantes desde a gastronomia, através das tradicionais febras, os enchidos, os frutos secos, o artesanato, o vinho, os produtos agrícolas, entre outras. Durante o fim de semana, as várias artérias da cidade serão animadas proporcionando a todos os residentes e visitantes momentos de diversão.

ANIMANGUALDE, MANGUALD´ARTE, II EXPOVINHOS MANGUALDE, SHOWCOOKING “SANTOS DA CASA FAZEM MILAGRES” E AGROMANGUALDE SÃO APENAS ALGUNS DOS MOMENTOS ALTOS DESTE CERTAME SECULAR

O certame é ainda uma referência por dinamizar os vários setores de atividade com vários momentos dedicados a cada um deles: Mostra de Freguesias de Mangualde, Mangualde Regional, Manguald´Arte, Feira dos Santos à Mesa, II ExpoVinhos Mangualde, Showcooking “Santos da Casa Fazem Milagres”, AgroMangualde, Mangualde Motor, Mangualde Indústria, Mangualde Transportes, Artes & Ofícios e Animangualde. Poderá ainda visitar o espaço Recordação Fotográfica, conhecer as várias atividades da Força Aérea Portuguesa, participar nos concursos de “Confeção de Bolo dos Santos (doce) e Bola dos Santos (salgada)” e de fotografia “Um Olhar Sobre a Feira dos Santos” e assistir a um concerto de Música Sacra. As várias atividades vão decorrer nos vários pontos da cidade: Largo Dr. Couto, Complexo Paroquial de Mangualde, Mercado Municipal Dr. Diamantino Furtado, Largo das Carvalhas, Quinta do Alpoim, Rua 1º de Maio, Rua Dr. José Marques, Av. Conde D. Henrique e Posto de Turismo de Mangualde. O Showcooking “Santos da Casa fazem milagres”, que decorrerá no mercado municipal, conta com a presença dos Chefs Hélio Loureiro, Marco Gomes, Ivo Loureiro e Adozinda Gonçalves.

 

«FEIRA DOS SANTOS À MESA»: PRATOS REGIONAIS E VINHO DÃO VÃO ESTAR NA EMENTA

Paralelamente, Mangualde acolhe mais uma edição da iniciativa «Feira dos Santos à Mesa». A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Mangualde, insere-se na programação da Feira dos Santos 2015.

Os restaurantes aderentes, assinalados pelo selo «Feira dos Santos à Mesa 2015», apresentarão uma ementa especial com entrada à base de enchidos, rojões à moda de Mangualde acompanhados de vinhos do Dão, com maçã assada e requeijão/queijo da serra com doce de abóbora de sobremesa. O pão regional acompanhará toda a refeição. Restaurante “Aldeão”, Hotel Senhora do Castelo, Restaurante “O Valério”, Hotel Mira Serra, Restaurante Churrasqueira Pizzaria “Os Galitos”, Restaurante “Cantinho dos Petiscos”, Restaurante “Chafariz Beirão”, Restaurante “Gestur”, Restaurante “Kerú”, Restaurante “Cruzeiro”, “Café-Restaurante Marisqueira São

João”, Restaurante “Cascata de Pedra”, Restaurante “Rio Dão”, Hotel Cruz da Mata são os locais onde poderá provar estar iguarias.

Por:Mun.Mangualde

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar