Templates by BIGtheme NET
Início » Cultura

Cultura

Freguesias ouvidas pelo executivo municipal Pinhelense

Em Pinhel, ouvir as Freguesias é muito importante, ora o executivo municipal, liderado por Rui Ventura, resolveu criar um ciclo de reuniões descentralizadas com os Órgãos Executivo e Deliberativo das Freguesias do concelho de Pinhel, o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel e as Vereadoras com pelouros vão percorrendo as diversas sedes das freguesias do concelho de Pinhel.

Esta é uma iniciativa que assenta na política de proximidade que o Município da Cidade Falcão tem desenvolvido, com a intenção de aproximar a autarquia dos autarcas de freguesia e, através destes, auscultar as populações, conhecer os seus anseios, assim como o trabalho realizado localmente no sentido de melhorar as condições de vida dos habitantes do concelho

26ª CINEECO 2020, de 10 a 17 de outubro em Seia

O Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela abre portas no dia 10 de outubro, para mais uma edição, a 26ª. A Casa Municipal da Cultura de Seia volta a receber dezenas de documentários e filmes dedicados à temática ambiental, numa altura particularmente desafiante para todos.

O CineEco, como em toda a sua já longa história de edições, ininterruptas, vai mesmo realizar-se. ”Este ano tentamos transformar as adversidades em desafios e soluções para o futuro, isto para que a nossa mensagem continue a ser transmitida com clareza, atualidade e profundidade – hoje é cada vez mais urgente abordar e sensibilizar para as temáticas ambientais. Na verdade, há cada vez mais evidências na relação entre a destruição do meio-ambiente, as alterações climáticas e o surgimento de epidemias. Tudo está interligado, o CineEco resiste para testemunhá-lo”, admite a direção deste Festival.

O CineEco 2020 acontece em duplo formato – físico e digital – dadas as contingências inerentes ao atual cenário de crise pandémica. Os 77 filmes e documentários oriundos de 25 países serão exibidos em sala, mas com evidentes restrições na admissão de público e respeitando todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde.

Já as Ecotalks serão transmitidas, via streaming live no Facebook do CineEco. Ao todo vão ser 5 debates online, com duração de uma hora, sobre as temáticas atuais associadas ao cinema e ambiente. No dia 11 de outubro, Mário Branquinho modera o debate “Festivais de Cinema! E agora?” com Ilda Santiago, diretora de Cinema do Rio (Brasil) e Fernando Vasquez, do Fest – Festival Novos Realizadores Novo Cinema, sobre o futuro da Sétima Arte face à crise pandémica e ao recrudescimento das transmissões streaming. Será que as plataformas streaming estão mesmo a retirar essência aos eventos?

No dia 12, “Film Comissions – Cinema e Territórios” é o mote para a segunda Ecotalk que contará com a participação de João Paulo Macedo, Bando à Parte e Minho Film Comission, e Manuel Claro da Portugal Film Comission. A moderação é de Bruno Manique da Film Comission do Centro e programador do CineEco 2020.

Já a 13 de outubro, Nuno Barros da Lipor, modera a Ecotalk sobre “As novas tecnologias e a educação ambiental”, com Emanuel Monteiro, do serviço educativo da LIPOR e Filipa Fernandes, do Pavilhão da Água (Aquaporto). “O Cinema com escolas e novos públicos” é o tema central em discussão no dia 15 de outubro, uma temática que é bem próxima do CineEco que, desde sempre, e à exceção deste ano, dadas as atuais contingências, tem levado a públicos do pré-escolar ao ensino universitário o debate sobre Ambiente com realizadores internacionais e nacionais em contexto escolar. Rúben Sevivas (UBI), realizador, produtor e programador CineEco2020 modera o debate com Paulo Cunha (UBI; Curtas de Vila do Conde) e Camilo Cavalcante, realizador brasileiro. A última Ecotalk acontece a 16 de outubro com uma abordagem sobre televisão e cinema e o que importa falar sobre as interligações e diferenças nestas duas áreas de entretenimento. Tiago Alves, jornalista da RTP e programador do CineEco 2020 modera o painel constituído por Suzanna Lira, cineasta brasileira, e Pandora da Cunha Telles, produtora Ukbar Filmes.

Todas as Ecotalks têm transmissão live, às 17 horas, no Facebook do CineEco, sem necessidade de pré-registo ou inscrição obrigatória.

As atividades paralelas estão igualmente contempladas na 26ª edição do CineEco, mas também vão ser alvo de restrições no acesso ao público e respeito pelas normas de segurança, higiene e distanciamento.

No primeiro dia do Festival, 10 de outubro, às 17 horas, é inaugurada “Rumores do Mundo: Pessoas, Lugares, Outros Olhares”. Nas galerias da Casa Municipal da Cultura de Seia, a mostra fotográfica propõem-nos uma viagem sobre recônditos territórios e paisagens naturais e humanas dispersas pelos diferentes continentes. Esta exposição estará patente até 30 de novembro. No mesmo local, estará igualmente exposto o trabalho ancorado na atividade de Elsa Cerqueira e que resultou no desafio lançado a 44 artistas, denominado “De Tela a Tela, Cineviagens”, mostra sobre a diversidade de técnicas do cinema de animação nacional e estrangeiro.

Numa parceria conjunta entre o Município de Seia e o Festival DME, Hugo Simões apresenta, na Casa Municipal da Cultura de Seia, às 18 horas, a performance Finding a Place to Land, uma interpretação de obras de música contemporânea projetadas com imagens e vídeos. Pelas 21h30, o concerto de abertura do CineEco ficará a cargo de Pedro e os Lobos, com a apresentação do álbum “Depois da Tempestade”. A entrada é gratuita, mas é necessário reservar entradas previamente.

A 14 de outubro, será apresentado o livro “Plasticus Maritimus” da autoria de Ana Pêgo e Isabel Minhós Martins. Trata-se de uma obra que retrata o flagelo do plástico nos oceanos e pretende motivar os leitores para a mudança.

CineEco 2020 com cinema português em alta

Em tempo de pandemia, a 26ªedição do CineEco traz um novo olhar sobre a premente consciencialização e urgência no debate sobre os temas ambientais.

Este ano, o cinema ambiental em língua portuguesa está em grande destaque, entre longas e curtas-metragens, representando cerca de metade de todas as obras em competição.

competição Internacional de Curtas-Metragens conta com 34 filmes, destacando-se o aumento do número de obras portuguesas, em relação às edições anteriores.

Na competição de Longas-Metragens em Língua Portuguesa destacam-se três documentários portugueses: Silêncio – Vozes de Lisboa de Judit Kalmár e Céline Coste Carlisle; Cerro dos Pios de Miguel de Jesus e A Alma de Um Ciclista de Nuno Tavares. O Índio Cor de Rosa Contra a Fera Invisível, do brasileiro Tiago Carvalho, fecha o quadro desta competição.

Por seu lado,  na competição de Curtas-Metragens em Língua Portuguesa concorrem 12 obras e na competição de Séries e Reportagens televisivassete dos nove trabalhos apresentados têm assinatura portuguesa. O CineEco tem ainda oito curtas na competição Panorama Regional, de realizadores locais e/ou de temáticas ligadas à região.

A 26ª edição do Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela será realizada ao abrigo de todas orientações e recomendações previstas pela Direção-Geral de Saúde. A Casa Municipal da Cultura de Seia, que detém o selo Clean & Safe, estará preparada para acolher o público, seguindo todas as regras de segurança que estão estabelecidas. A lotação das salas ficará reduzida a metade da sua capacidade total. O Cineteatro poderá receber até 170 pessoas e o Auditório até 70.

Não está prevista a presença de alunos do 1º ciclo e jardim-de-infância, que habitualmente se deslocavam ao CineEco, e haverá também uma diminuição do número de convidados, como realizadores, elementos do júri da juventude, padrinhos, entre outros.

Todas as sessões e atividades paralelas irão decorrer em sala e estão sujeitas a marcação prévia, não estando previstas sessões online.

Um dos mais antigos festivais de Cinema Ambiental do mundo, o único do género em Portugal, conta com uma Seleção Oficial de 77 filmes, de mais de 25 países, com abordagens diversas sobre temáticas ambientais e de sustentabilidade.

O CineEco 2020 é organizado pelo Município de Seia e conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República e do Departamento de Ambiente das Nações Unidas. Conta ainda como patrocinador principal a Lipor e com o patrocínio das Águas do Vale do Tejo.

 

 

 

Livro “ Dietas e Borbulhas” de Maria Teresa Maia Gonzalez vai ser publicado na Sérvia

A escritora Maria Teresa Maia Gonzalez, recentemente foi convidada pela Editora Sérvia ARETÉ para a publicação do livro “Dietas e Borbulhas “(um livro sobre a problemática dos distúrbios alimentares, inserido na coleção Profissão: Adolescente) na Sérvia.

Face a isso, a escritora com raízes em Fornos de Algodres, aceitou e refere na sua página oficial que: Ficou surpreendida e muito grata. “Não posso deixar de me surpreender com tanto interesse que o meu trabalho tem suscitado em pessoas e países que nem conheço. Tenho muito a agradecer a Deus e a muita gente que, desde a primeira hora, apostou no meu trabalho, acrescenta a escritora.

Recorde-se que a escritora Maria Teresa Maia Gonzalez tem o seu nome associado à Biblioteca Municipal fornense e tem  publicado muitos livros, todos eles com muita qualidade.

Fornos de Algodres associou-se ao Dia Mundial de Segurança do Doente

Todos os Municípios  que pertencem à área de abrangência da ULS Guarda foram desafiados associar-se ao Dia Mundial de Segurança do Doente, iluminando de 17 a 24 de setembro um Monumento/Edifício.

O Município de Fornos de Algodres aceitou o desafio, à semelhança de outros municípios por todo o mundo, iluminando a fachada da Câmara Municipal.

Dado que a pandemia COVID-19 veio salientar as dificuldades enfrentadas pelos profissionais de saúde em todo o mundo, incluindo infeções associadas à prestação de cuidados, à violência, à estigmatização, ao desenvolvimento de distúrbios psicológicos e emocionais e também à morte, a OMS definiu para a campanha de 2020 o tema “Segurança do Profissional de Saúde: Uma prioridade para a segurança do doente, sendo o slogan da iniciativa: “Profissionais de Saúde Seguros, Doentes Seguros”

Novo filme promocional e novos percursos pedestres apresentados na Guarda no Dia Mundial do Turismo

O Município da Guarda assinala o Dia Mundial do Turismo que se comemora já no próximo domingo, dia 27 de setembro, com a apresentação do novo filme promocional da Guarda e com a inauguração de quatro novos percursos pedestres no concelho.

Devido às restrições conhecidas da Situação de contingência atual, o novo filme da Guarda terá lançamento online, no site da autarquia e nas redes sociais logo durante a manhã de domingo.
Ainda no âmbito das Comemorações do Dia Mundial do Turismo, o executivo da Câmara da Guarda irá inaugurar quatro novos percursos pedestres: a Rota do Jarmelo; a Rota do Azeite (João Antão); a Rota das Barrelas (Famalicão – Videmonte) e a Rota da Cabeça Alta (Videmonte), no entanto, também devido às restrições, a inauguração será apenas simbólica, com o descerrar das placas no local de início das rotas, ficando para outra ocasião a realização do percurso por estes novos trilhos do território guardense.
Esta Rede é constituída por pequenas rotas que permitem desfrutar do património histórico e cultural e da envolvente paisagística e arquitetónica, valorizando a sua diversidade, através da prática de atividade física. São 4 percursos certificados pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, apresentando diferentes perspetivas do Concelho e níveis de dificuldade, estando identificados no local com a sinalética oficial e utilizada em território português. Estes percursos podem ser realizados de forma autónoma, podendo ser percorridos em grupo ou individualmente.
Os novos percursos pedestres estarão disponíveis no sítio oficial do Município na internet para download com toda a informação sobre os trilhos como a dificuldade, a distância, a altimetria ou informação turística.
O Dia Mundial do Turismo celebra-se desde 1980, no dia 27 de setembro. Data escolhida pela Organização Mundial do Turismo (OMT) por ter sido nesse dia em 1970 que entraram em vigor diretivas consideradas como muito marcantes para o turismo global. Em 2020, o tema escolhido pela OMT para estas comemorações é “Turismo paz e salvaguarda do conhecimento”.

Museu Nacional Ferroviário assinala Jornadas Europeias do Património 2020

As Jornadas Europeias do Património 2020 são dedicadas ao tema “Património e Educação”. Participam anualmente neste evento cerca de 20 milhões de pessoas em toda a Europa.

O Museu Nacional Ferroviário tem participado em todas as edições deste evento de celebração do património europeu. Neste ano atípico, para garantirmos a segurança de todos,  celebraremos online, nas páginas de Facebook e Instagram.

No dia 26, pelas 15h00, será exibido um vídeo que mostra os bastidores do museu, mais concretamente o Serviço de Conservação e Restauro, no qual daremos a conhecer o trabalho em curso no restauro da Locomotiva a vapor “Espanhola”.

No dia 27, à mesma hora, o serviço de Atendimento ao Público fará a apresentação do Comboio Real Português, um dos veículos mais emblemáticos do Património Ferroviário Nacional.

Pode assistir online ou visitar no horário de funcionamento do Museu, das 10h00 às 16h00 (última entrada às 15h00) e fique a conhecer mais sobre a história do caminho de ferro em Portugal.

Esta iniciativa conta com o apoio da CP-Comboios de Portugal, Infraestruturas de Portugal e do Município do Entroncamento.

Rede de Inovação da Agenda de Inovação da Agricultura 20|30 apresentada em Nelas

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes apresenta, dia 22 de setembro, a Rede de Inovação da Agenda de Inovação da Agricultura 20|30. Esta iniciativa conta ainda com as presenças da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, do Secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Nuno Russo, e o Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, decorre no Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão – Rua Engenheiro Alberto Cardoso de Vilhena, em Nelas, e terá início às 09h45.

Praia de Mangualde volta a ter cinema drive

O Município de Mangualde, tal como aconteceu no mês de junho, adaptou a sua programação cultural à nova realidade, bem como às medidas de segurança e higiene impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O Cinema DRIVE IN está, assim, de regresso a Mangualde nos dias 25 e 26 de setembro, sendo as sessões gratuitas. Esta iniciativa terá lugar na praia de Mangualde, mais precisamente, no parque onde ocorre a feira quinzenal.

Esta apresentação terá uma lotação limitada a 84 veículos ligeiros de passageiros, no sentido de salvaguardar a saúde pública.

Na sexta-feira, 25 de setembro, o Cinema Drive IN acolhe a apresentação da comédia dramática “Green Book – Um guia para a vida”, uma sessão que tem como público alvo os jovens e adultos com idade a partir dos 12 anos. Já o segundo dia, 26 de setembro, será dedicado às famílias e crianças, pelo que se escolheu a apresentação do filme de ação “The Gentlemen – Senhores do Crime”. Ambas as sessões terão início às 21h30.

Esta iniciativa desenvolve-se com a parceria da Associação Juvenil Jovens do Castelo que ajudará a garantir o cumprimento das regras emanadas pela DGS.

Jornadas Europeias do Património 2020 em Celorico da Beira

Vai ter lugar no Castelo e Biblioteca Municipal de Celorico da Beira, nos próximos dias 25, 26 e 27 de setembro, atividades direcionadas para um público online, no âmbito das Jornadas Europeias do Património 2020, promovidas pela Direção Geral do Património Cultural, sob o lema “Património e Educação”, numa organização da Câmara Municipal de Celorico da Beira.

A iniciativa tem o propósito de alertar e sensibilizar a população para a interferência e interconexão existente no binómio património/educação, bem como, para a riqueza e complexidade desta relação, passíveis de testemunhar na literatura, nos monumentos, na dança, no teatro, na música, nos museus, etc…

As Jornadas Europeias do Património, são realizadas anualmente, um pouco por todo o país e, em mais de 50 países da Europa, para salvaguardar e valorizar o património, com atividades como, visitas guiadas e temáticas, espetáculos artísticos, exposições, palestras ou ateliers, etc.., terão de ser desenvolvidas, este ano, em moldes diferentes. No atual contexto de crise epidemiológica, que impede os ajuntamentos e obriga ao distanciamento social, as iniciativas serão transmitidas online, via streaming, bastando aos interessados munirem-se de um computador, smartphone ou tablet, para poderem participar nas mesmas. Em consequência, a substituição do presencial pelo digital vai permitir a transposição das barreiras físicas dos espaços edificados onde as atividades decorrem (presencialmente) e alcançar, por meio destes recursos tecnológicos, um público mais alargado e distante, levando a cultura e o património celoricense aos quatro cantos do mundo.

A programação do município de Celorico da Beira para este ano de 2020 é composta por 5 atividades, a levar a cabo no Castelo e Biblioteca Municipal de Celorico da Beira, a saber:

  • Conversas para Memória Futura: O que podemos aprender com os nossos arquivos locais? – (25/09 – 11H00);
  • Apresentação Pública do Núcleo de Interpretação Comunitária de Memória e Património- (25/09-15H00);
  • Apresentação Pública do Projeto Casas do Castelo – Núcleo de Interpretação Comunitária de Arqueologia – (26/09-15H00);
  • Marca Livros: Henrique, o Infante, de João Paulo Oliveira e Costa – (27/09-11H00);
  • Reunião Introdutória à Proposta de Promoção da Rota do Infante -(2709-15H00).

Acompanhe as atividades em direto através do facebook do Município https://pt-pt.facebook.com/municipiocelorico.dabeira ou reveja em www.cm-celoricodabeira.pt

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar