Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura

Cultura

Plataforma sobre restaurantes e outro comércio local em Mangualde

Está disponível uma plataforma com informação georreferenciada sobre os estabelecimentos comerciais e outros serviços que estão abertos no concelho durante o período em que vigora o Estado de Emergência. Esta plataforma, permite a consulta por tipo de estabelecimento, por freguesia, morada ou nome do estabelecimento, numa iniciativa da Câmara Municipal de Mangualde, em parceria com as Juntas de Freguesia e a Associação Empresarial de Mangualde.

Mapa aqui:https://www.cmmangualde.pt/servicos-e-estabelecimentos-abertos/

Com a capacidade de funcionamento em dispositivos fixos ou móveis, a plataforma estará em permanente atualização. Para o efeito, está disponível na página do município, um formulário de adesão dirigido aos comerciantes que pretendam registar o seu negócio. No caso de ser detetada alguma informação incorreta, os contributos deverão ser enviados para o endereço eletrónico do gabinete de sistemas de informação geográfica sig@cmmangualde.pt.

Recorda-se que só estão disponíveis os estabelecimentos e os serviços que estejam a operar no cumprimento estrito da legislação aplicável, nomeadamente o Decreto n.º 2-A/2020 de 20 de março, nomeadamente, os serviços de primeira necessidade ou considerados essenciais.

Escola Virtual – Informação útil para alunos, pais e professores

Muito se tem falado relativamente à indefinição do funcionamento das atividades escolares para o terceiro período.
O Primeiro-Ministro admitiu esta semana que “cenário menos mau” seria a possibilidade de reabrir escolas ainda em maio, embora essa decisão seja tomada somente a 9 de abril, estando o Governo já a estudar um cenário de aulas em versão telescola, para alunos até ao 9º ano de escolaridade. Informou ainda que, para o ensino secundário estão também a ser definidas estratégias especialmente para os alunos do 11º e 12º ano, que têm exames nacionais agendados para a segunda metade de junho.
Em tempos de adaptação ao ensino à distância, deixamos-vos alguma informação útil referente à plataforma da Escola Virtual, da qual o Municipio tinha oferecido licenças aos alunos do 1º ciclo, 5º, 8º e 9º ano de escolaridade.
– A Porto Editora decidiu, nesta fase, abrir o acesso gratuito a alunos e professores à plataforma da Escola Virtual: www.escolavirtual.pt/Pagina-Especial/acessogratuito.htm
– Foi criada uma página especial, com vídeos-tutoriais, para ajudar todos os utilizadores:
www.escolavirtual.pt/Pagina-Especial/formacaoev.htm
– A Porto Editora está neste momento a promover um curso online gratuito para professores, de forma a que estes possam contactar com todas as potencialidades da plataforma e assim rentabilizar a sua utilização: www.academia.pt/curso/escola-virtual/23465874
Deixamos-vos ainda o Roteiro para a implementação da plataforma Escola Virtual, que apoiará a aplicação tecnológica de ferramentas digitais ao serviço do processo de ensino-aprendizagem.
https://www.escolavirtual.pt/themes/ev/assets/pdfs/Roteiro_EV_Grupo_Porto_Editora.pdf
As orientações contidas neste roteiro estão em linha com a publicação da DGE que sugere alguns “Princípios Orientadores de Implementação do Ensino a Distância nas Escolas”.

Por:MFA

Covid-19-AHRESP realizou inquérito às empresas

Foi realizado um inquérito no âmbito do COVID-19 às empresas:

do alojamento turístico e da restauração e bebidas. Principais conclusões:
• Cerca de 75% das empresas refere que estão encerradas;
• 1/3 das empresas não conseguiu pagar salários em março;
• Cerca de 50% das empresas vão avançar para o lay-off;
• Das empresas que vão avançar para lay-off, 70% refere que não conseguem pagar salários em abril se a Segurança Social não entregar o apoio a tempo;
• Cerca de 77% das empresas não recorreram a apoios financeiros;
• Das 23% empresas que o fizeram, a linha de apoio do Turismo de Portugal foi a mais referenciada (56%);
• Cerca de 58% das empresas refere que as linhas de apoio financeiro não são adequadas às necessidades das empresas, e indicam apoios a fundo perdido e isenção de impostos como as principais soluções para apoiar o tecido empresarial;
• 80% das empresas estima zero vendas em abril e maio;
Para ver inquérito na íntegra consulte o Site AHRESP: https://ahresp.com/2020/04/conclusoes-do-inquerito/

Deslocações de trabalhadores na Páscoa – Para que seja possível circular fora do concelho de residência permanente entre 9 a 13 de abril, é necessária uma declaração. AHRESP disponibiliza minutas.

Mapas de Férias –Conselho de Ministros aprovou medidas excecionais, entre as quais a possibilidade do mapa de férias dos trabalhadores ser aprovado e afixado até 10 dias após o termo do estado de emergência.

Suspensão de admissão de hóspedes na Madeira

Sobre as medidas apresentadas pela AHRESP:

Apoio a Fundo Perdido às Empresas – Urgência reforçada pelos exemplos que têm sido reportados de operações bloqueadas ou recusadas pelo Sistema Bancário/Sociedades de Garantia Mútua.

Lay-off – Apoio efetuado através da Segurança Social nos 2/3 da remuneração ilíquida do trabalhador deve ser de 90%.

Celebrações da Semana Santa em Pinhel à porta fechada

Em comunicado, o Município de Pinhel informa a pedido da Paróquia e Unidade Pastoral de Pinhel, que as celebrações pascais de 2020 vão decorrer na Igreja Paroquial de São Luís, à porta fechada, sem a presença de povo, mas sempre pelo povo e com a certeza da união espiritual de muitos cristãos.
A celebração da Santa Missa do Domingo de Páscoa será transmitida em direto na página do Facebook do Município de Pinhel.
Aqui deixamos o programa completo da Semana Santa
5 de abril, 12h00 | Domingo de Ramos na Paixão do Senhor
Missa da Paixão do Senhor
9 de abril, 21h00 | Quinta-feira Santa
Missa Vespertina da Ceia do Senhor
10 de abril, 15h00 | Sexta-feira Santa
Celebração da Paixão do Senhor
11 de abril, 21h30 | Sábado Santo
Vigília Pascal na noite santa da Ressurreição
12 de abril, 11h00 | Páscoa da Ressurreição do Senhor
Missa Solene do Domingo da Páscoa da Ressurreição
(com transmissão em direto na página do Facebook do Município de Pinhel)

 

ABC de Nelas celebra o 33º Aniversário

O ABC de Nelas comemora 33 anos ao serviço da população do concelho de Nelas, tendo sempre presente um objetivo – servir a comunidade envolvente, ajudar a formar crianças e jovens e dignificar e honrar o bom nome do concelho de Nelas. Passados estes anos, o objetivo foi conseguido como refere o clube.
No entanto, este ano celebram de forma diferente devido à situação que o País e o mundo estão a atravessar. Vive-se um tempo difícil que ninguém, algum dia, pensou viver.
A direção do clube destaca que: “Hoje o mais importante não é o missão do ABC de Nelas, formar, treinar e jogar.
Hoje o mais importante é vencer o desafio mais difícil de todos os que já disputámos e para o qual todos estão convocados. Hoje o mais importante (a tática para esse desafio) é FICAR EM CASA, PROTEGER-SE E PROTEGER OS OUTROS para voltarmos rapidamente a executar a missão do clube e fazer aquilo que gostamos.
Ainda assim, não podemos de deixar de dar os parabéns a TODOS quantos ajudaram nestes 33 anos de existência o clube a ser a referência que ele é hoje, honrando e dignificando o seu nome e a sua história, e, enobrecendo por esse país fora o nome de todo um concelho”.

Parabéns a todos!!

Aulas de desporto online pelo Município de Celorico da Beira

Nesta fase de isolamento, o exercício físico é muito importante, face a isso, o Município de Celorico da Beira através dos seus técnicos, tem  online aulas de exercício físico para todas as pessoas para que isolamento e distanciamento social não sejam sinónimos de sedentarismo e falta de exercício. Uma iniciativa com objetivo de incentivar os celoricenses, seniores, jovens/adultos, crianças e pais a praticarem exercício físico sem saírem de casa.
Veja o vídeo no Facebook do Município, clicando na imagem .

 

Fatos e viseiras de proteção oferecidos aos Bombeiros de Fornos de Algodres

Foram entregues aos Bombeiros de Fornos de Algodres equipamento de proteção individual para serviços de emergência para prevenção de COVID-19] Assim a “FORAL” de Fornos de Algodres, ofereceu 10 fatos de proteção individual, por sua vez o grupo
DieVibrissaes ofereceu a este corpo de bombeiros viseiras de proteção para a elaboração das suas funções. Assim como o Bombeiro Zé Carlos foi o portador de 10 Viseiras de proteção oferta da empresa onde labora.
São estes gestos grandiosos que todos dias surgem nesta nossa comunidade para ajudar ao combate à Covid-19

 

50 anos- ADFA-Uma geração dos anos 80 que merecia ter sido campeã

                                                       Imperava o verdeiro amor à camisola
A Associação Desportiva sempre foi um clube referência na formação e no escalão sénior, no distrito da Guarda, face a isso, a geração dos anos 80 da formação sénior merecia ter conquistado um título nesse escalão dada a qualidade que apresentava dentro das quatro linhas.
Desta forma, um plantel recheado de ótimos jogadores, onde alguns deles ainda viriam a vestir outras cores no Nacional da 3ªdivisão. Nesta foto que apresentamos, podemos verificar um vasto leque de jovens fornenses e depois algumas mais-valias de concelhos vizinhos.
Como Guarda-redes, Rui Melo, um homem muito completo dentro e fora dos postes, que sempre mostrou toda a qualidade e ainda veio mais tarde a defender as cores de “Os Vilanovenses” no Nacional. Depois estava Orlando um jovem guardião oriundo de Mangualde, que esteve na sombra do titular. Carlos Pina, outro guarda-redes que tinha qualidade mas esteve algum tempo na sombra do titular. Outro grande esteio entre os postes, era o Cunha , um guardião muito completo que desde muito jovem veio representar o clube e tornou-se uma referência para todos os guarda-redes que passaram neste clube.
No eixo defensivo, João Pacheco (Pote), um lateral direito que defendia e atacava fortemente, muito seguro e duro na posse de bola. Manuel Duarte era um polivalente no eixo defensivo, Carlos Nunes (Gito) foi um lateral esquerdo muito seguro tanto a defender como a atacar, Nen era um jovem esquerdino que fazia bem a ala esquerda, Girão era o patrão desta defesa, o esteio que dava as coordenadas, devido à sua larga experiência dos Nacionais, quando vestia as cores do Sp.Covilhã e mais tarde, ainda na 3ªdivisão jogou nos Vilanovenses.
Braga, um central que juntamente com Girão formavam uma dupla goleadora, pois chegaram a marcar imensos golos e a resolver muitas partidas. A completar o eixo defensivo, Tó Lopes outro jovem do concelho que através da sua elevada estatura defendia bem de cabeça e era muito importante no jogo aéreo e desenvolveu muito com Braga e Girão e mais tarde veio a afirmar-se como patrão do eixo. Rui Pina foi um jovem que jogava bem no eixo direito e esquerdo, mas tinha pela frente dois titulares muito fortes, mas ainda assim lutou imenso e mostrou o seu valor.
Zé Carlos, um grande defesa central que cedo se percebeu a grande qualidade e pouco tempo esteve no Fornos, aproveitou a maré e foi cedo para os Nacionais onde permaneceu durante longos anos e alcançou muitos triunfos por vários clubes.
Tó Lopes (Lúcio), um jovem médio que passou pela Briosa em Coimbra, depois foi ficando no Fornos e mais tarde afirmou-se no eixo defensivo direito do clube.
Titó outro jovem que foi singrando no eixo defensivo, onde permaneceu longos anos.
No setor intermédio, Vítor Tejo (Pinóia) era o grande maestro desta equipa, aliás devido à sua formação foi um atleta que nos dias de hoje andava pela II Liga sem problema.
To-Zé (Cancá) um recuperador de bolas nato, jogava bem na frente dos centrais e abria sempre o leque para que a equipa se organizasse. O jovem João Gomes ia surgindo aos poucos no onze, pois sempre que chamado procurava fazer sempre o que lhe era solicitado.
Nando Pompeu era outro elemento muito importante na manobra do eixo intermédio.
Prata da casa era o lema
José Ventura(Zé da Rita) outro homem forte no setor intermédio a recuperar bolas e sempre que podia usava o remate de meia distância, por sua vez Tó-Zé (Formigo), outro médio sempre importante no setor intermédio que fazia bem o pedido pelos técnicos.
Na frente de ataque, Fernando (Benfica) um jogador que cedo se impôs no plantel e no onze, fazia sempre, muitos golos, não era o nº9, era mais um avançado móvel que descaia bem nas alas e usava a velocidade como arma muito importante.
Jorge, um dianteiro que jogava em cunha no eixo dianteiro, também foi muito importante quando chamado e apontou alguns golos importantes.
Carlos Ventura, um dianteiro nato, sempre no lugar certo entre os centrais, ou melhor um quebra-cabeças para as defesas contrárias e fez alguns golos importantes.
Abú foi um jogador que jogava bem na esquerda ou como fixo, usava a velocidade como arma e foi um jogador que trouxe mais-valia ao plantel.
José António era um jogador muito forte com a bola nos pés e com velocidade que abria caminho para muitas assistências e grandes golos também apontou.
Os treinadores nesta fase foram Teixeira, Puskas e Girão.
Eram temporadas onde no distrito também abundavam grandes equipas, com grandes valores individuais, agora não existiam grandes saídas dos distritais para os Nacionais devido à vida profissional dos atletas, todos tinham os seus empregos.

 

Covid-19-Projeto “Estamos Contigo” lançado no intuito de levar a Biblioteca às pessoas

Uma vez que nesta fase, todos estão em casa e de forma a manter a Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, próxima da sua comunidade, foi lançado nas redes sociais, nomeadamente no Facebook, o projeto “Estamos Contigo”.

Trata-se de um conjunto de atividades a publicar, nas redes sociais e no site da Câmara Municipal de Mangualde, com conteúdos informativos e de lazer destinados a manter a comunidade leitora ligada ao serviço.

Serão várias as atividades, desde apresentação de momentos de leitura online, momentos de “Walking dream therapy”, propostas de Biblioterapia, visita virtual à Biblioteca Municipal, sugestões de leitura, desafios sobre leituras e personalidades locais, Post informativo sobre “História local, música, cinema com base no fundo bibliográfico da Biblioteca Municipal de Mangualde.

“UMA VEZ QUE AS PESSOAS NÃO PODEM IR À BIBLIOTECA, A BIBLIOTECA VAI ATÉ ÀS PESSOAS” – ELÍSIO OLIVEIRA, PRESIDENTE DA CÂMARA DE MANGUALDE
Elísio Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, sublinha que “a biblioteca é um símbolo de cultura e de conhecimento e Mangualde tem uma excelente biblioteca, mas que tendo em conta o momento que atravessamos se encontra encerrada”. Para continuar a servir os mangualdenses, “e uma vez que as pessoas não podem ir à biblioteca, a biblioteca vai até às pessoas com a ajuda de uma equipa empenhada que irá criar estes conteúdos mantendo viva a finalidade deste espaço cultural. Abrace este projeto e fique em casa”.

Projeto Escola Amiga da Criança 2020 adia prazo de candidatura

 

As famílias e professores poderão desde já submeter na opção Concorrer, na opção “Escola Amiga em Casa” https://escolaamiga.pt/concorrer .

A CONFAP, a LeYa e o psicólogo Eduardo Sá agradecem a todos – escolas, autarquias, professores e crianças – que, de norte a sul de Portugal, comemoram o orgulho imenso de dar a conhecer os inacreditáveis projetos de inúmeras escolas onde, movidos pela paixão e pela escola, a transformam todos os dias, com ideias simples, num lugar para onde apetece “fugir”.

Atendendo ao surto de coronavírus, o prazo de entrega de candidaturas ao projeto Escola Amiga da Criança 2020 se estenderá, ficando dependente da reorganização do calendário escolar. Mas fica assegurado que os resultados destas candidaturas e o lançamento da Escola Amiga da Criança 2021 serão divulgados a 5 de outubro (Dia do Professor), como forma de manifestar o reconhecimento público a todos os professores que, de um jeito ímpar, dão à escola, de forma incansável, um “rosto humano”. Tornando-a mais amiga da criança!

Apesar de já ser comum, dentro das categorias da Escola Amiga da Criança, valorizar-se o envolvimento da família com a comunidade educativa e a formação cívica – será introduzida, desde já, uma nova categoria de selos chamada “Escola Amiga em Casa”, que destaque as propostas criativas das escolas em relação às pontes que conseguiram estabelecer durante a quarentena, entre os seus alunos e as famílias.

A CONFAP, a LeYa e o psicólogo Eduardo Sá desejam que este compromisso com o bem comum e o com o futuro, que a ESCOLA AMIGA DA CRIANÇA representa – a par dos gestos de todos aqueles que, de forma generosa, lutam, todos os dias, para nos socorrer – sirva para recordar que o melhor do mundo são as pessoas. Comprometidas com o melhor de todas as crianças e com o melhor da escola! E manifestam o seu reconhecimento a todos aqueles que acolhem, protegem e ajudam a crescer as crianças, mesmo em circunstâncias de emergência. E a todos os outros que arriscam a sua saúde para nos salvar!

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar