Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura

Cultura

Parque Urbano de Pinhel vai ser inaugurado no próximo domingo

O novo  Parque Urbano de Pinhel  está pronto e vai ter a sua inauguração no domingo, 25, mais concretamente no Dia da Cidade, pelas 12h.

 Esta obra representa uma aposta da autarquia pinhelense na qualidade de vida dos moradores da cidade e do concelho, oferecendo-lhes um espaço de lazer pensado para ser usufruído por pessoas de todas as idades, está instalado no antigo estádio de futebol Astolfo da Costa.

Este foi um investimento de ronda os  630 mil euros, comparticipados no âmbito do Portugal 2020 – Programa Operacional Regional do Centro – Eixo Prioritário “Afirmar a sustentabilidade dos territórios” – CONSERVAR.

Por:MP

 

Pinhel vai ser capital do Drift nos dias 24 e 25 de agosto

Pinhel nos dias 24 e 25 de agosto ,volta a receber mais um ano, a modalidade de Drift, integrado no  calendário do Campeonato de Portugal de Drift e Taça Internacional, numa organização do Município de Pinhel e do Clube Escape Livre. Vão ser mais de 30 pilotos a acelerar na Cidade-Falcão para fazer cumprir o título de ‘capital do Drift’.

Rui Pinto, ao volante de um Nissan, é o embaixador da prova que vai mostrar o que sabe no circuito da zona industrial, mas na cidade pinhelense estão já garantidas as presenças dos líderes do campeonato nas suas categorias, Diogo Correia, na categoria Pro, Fábio Cardoso, em Semi Pro, e Nuno Ferreira na categoria de Iniciados. Os concorrentes que lhe seguem o encalço não querem deixar os seus créditos por mãos alheias e continuam na luta pelo pódio de Pinhel nomes como Marcos Vieira, Armindo Martins, Bruno Filipe Costa e André Silva. Entre os especialistas, destaque ainda para o mais novo aprendiz, de 15 anos, João Vieira ou ‘Janita’, a participar pelo Team GV.

No total, são 34 pilotos na prova do Campeonato, e 20 inscritos na Taça Internacional, que conta com a presença de seis pilotos estrangeiros, como os suíços Michael Perrottet e John Tena, os franceses Sebastien Farbos e Laurent Cousin, e os espanhóis Hector Guerrero e Martin Nos.

O início dos treinos livres começa às 10h30 de sábado, com a classe de Iniciados. As qualificações têm início de tarde, às 16h15. No domingo, o Campeonato de Portugal prossegue com os treinos a partir das 09h00, a disputa das batalhas a partir das 11h00 e, depois de almoço, as qualificações e as finais. A entrega de prémios está agendada para o final da tarde.

No domingo ao final da tarde, para além da atribuição dos prémios aos vencedores das categorias e da Taça Internacional de Drift, é ainda conhecido o piloto com maior “fair play” ao longo da prova, recebendo o Troféu Daniel Saraiva, instituído em 2017 e encontrado mediante decisão conjunta da equipa CN Racing com a organização do evento.

Lar Morgado do Cruzeiro em Mangualde vai ser reabilitado

Obras devem iniciar-se em 2020

Foi aprovada pela Comissão de Coordenação Regional do Centro ,uma candidatura da Misericórdia de Mangualde, que lhe irá permitir receber um incentivo financeiro, a fundo perdido, de cerca de 900 mil euros, para a reabilitação do Lar Morgado do Cruzeiro.

Considerando os custos estimados desta obra em cerca de 1,5 milhões de Euros e a importância da mesma para a Misericórdia de Mangualde e para todos os mangualdenses, é muito importante e significativo o apoio comunitário para esta intervenção.  João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, visitou o espaço que será agora intervencionado e sublinhou que “esta requalificação é necessária e fundamental para que a Misericórdia de Mangualde continue a assegurar elevada qualidade e eficiência dos cuidados prestados”. A obra deverá ser realizada nos próximos 2/3 anos.

A Misericórdia de Mangualde foi pioneira no concelho na resposta social de Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI), quando em 1975 foi inaugurado o Lar Morgado do Cruzeiro. Depois da inauguração e durante mais de 10 anos, a Santa Casa garantiu, em exclusivo, esta resposta social, com cerca de 40 camas disponíveis, tendo depois começado a surgir novas IPSS e com elas novas ERPIs. Esta estrutura foi ampliada em 1983 (ala Sul) e hoje articula-se entre dois edifícios que são, a todos os níveis, muito distintos, com uma capacidade total autorizada de 87 camas. Por força de 40 anos de utilização intensa, hoje a ala mais antiga (ala Norte) apresenta sinais de grande desgaste, que a torna numa estrutura desadequada aos padrões de qualidade, conforto e segurança a que estamos habituados nos dias de hoje, pelo que a sua reabilitação é urgente e inadiável, a qual a Santa Casa espera iniciar em 2020. A ala Sul, mais recente tem condições que se aproximam mais dos padrões atuais de qualidade e conforto, estando em muito melhor estado de conservação.

DEMOLIÇÃO TOTAL DO EDIFÍCIO MAIS ANTIGO (ALA NORTE),

DANDO LUGAR A UMA ALA TOTALMENTE NOVA

A presente intervenção prevê a demolição total do edifício mais antigo (ala Norte), dando lugar a uma ala totalmente nova, que passará a funcionar em dois pisos. Na ala sul ocorrerão somente pequenas intervenções. Estamos perante uma requalificação da valência já existente e compreende por inerência as seguintes áreas: acesso/átrio; área administrativa; área de serviço/pessoal; área de refeições / convívio / atividades e a área de quartos.

Com esta ala edificada em dois pisos, com 1500m2 de área habitável, passará a ter, para além de 23 quartos com uma capacidade de 50 camas, todos com wc privativo, todas as restantes área necessárias: receção; serviços técnicos e administrativos; instalações para o pessoal; salas de convívio e atividades; sala de refeições; apoio à cozinha e à lavandaria; serviços de enfermagem e outros serviços de apoio como garagens, arrecadações e áreas técnicas.

Em termos de organização funcional, sublinha-se que esta intervenção altera a localização da entrada principal do edifício, agora situada na ala Sul, a nascente, para um ponto mais centralizado e articulado com os restantes edifícios. Esta reabilitação permitirá a comunicação interior entre as duas alas ao nível do 1º e 2º piso.

No final da reabilitação, a estrutura residencial manterá a sua capacidade em 87 residentes e terá novas áreas de convívio e atividades de lazer num total de 148,00 m², dividida por dois espaços separados, um em cada uma das alas. Esta divisão é, no entender da Misericórdia, justificável não só pelo facto de uma das salas já existir, mas também pelo facto de assim se permitir uma melhor distribuição e abrangência, pois temos quartos nas duas alas. Ambos os espaços se articulam facilmente com a Área de refeições e com a receção.

 

Arrifana promove uma “Viagem às Raízes”

viagem_as_raizes_2019

O Ciclo de  Festivais de Cultura Popular do Município da Guarda propõe uma “Viagem às Raízes” na localidade de Arrifana, este fim de semana de 17 e 18 de agosto. Atividades económicas tradicionais, tabernas com gastronomia local, teatro de rua, música e pão no forno constituem de forma geral o programa da festa tradicional deste ano.

Estas e outras propostas, inumeradas no programa abaixo, complementadas pela decoração das ruas e trajes alusivos aos anos trinta e quarenta do século passado criarão o ambiente perfeito para passar um fim-de-semana diferente e de convívio com as nossas gentes.

A “Viagem às Raízes” faz parte do Ciclo de Festivais de Cultura Popular Guarda 2019, ciclo este, que procura ser um motor de divulgação e promoção do património cultural material e imaterial, efetivo e afetivo, permitindo a preservação dos valores, recursos culturais e naturais que conferem riqueza e identidade à região da Guarda.

A iniciativa é organizada pelo Grupo de Cantares de Arrifana, com o apoio da Câmara Municipal da Guarda, da Junta de Freguesia de Arrifana, da Liga de Amigos de Arrifana, USDRA e Arrifana TV.

 

Programa

 17 de agosto

Largo da Aldeia de Arrifana

15h00 – Grupo de Bombos “Trocadalho do Carilho” – Gonçalo

16h00 – Encenação “Pão no forno”– Grupo de Cantares de Arrifana

16h30 – Encenação “As lavadeiras”– Grupo de Cantares de Arrifana

17h00 – Inauguração do Chafariz de Santo António

17h30 – Grupo de Teatro: “Os Robertos” 1.ª apresentação

18h30 – Encenação “A boda”– Grupo de Cantares de Arrifana

19h00 – Grupo de Teatro: “Os Robertos” 2.ª apresentação

Adro da Igreja Paroquial

21h30 – Teatro “Serões n’aldeia” apresentado pelo Grupo de Cantares de Arrifana

22h30Bailarico ao som do acordeão

 

18 de agosto

Largo da Aldeia

11h00 – Encenação “A amassar o pão”

15h00 – Grupo de Concertinas

16h00 – Encenação “As lavadeiras”– Grupo de Cantares de Arrifana

16h30 – Grupo de Teatro: “Irmãos Esferovite”

17h30 – Encenação “A boda”– Grupo de Cantares de Arrifana

18h30 – Encenação: “O funeral” – Grupo de Cantares de Arrifana

Em permanência: Decoração alusiva aos anos 30/40 do século passado, encenações de lides e ofícios da época, Tascas do Ti’ Zé Manel e da Ti’ Clementina, tasquinhas com gastronomia local.

Festividades de Nossa Senhora da Graça animam Fornos de Algodres

João Pedro Pais e Fernando Daniel são as figuras do cartaz
Como anualmente acontece, vai ter lugar um certame que vai acolher diversos espetáculos musicais para todas as idades. Este ano a iniciarem na sexta-feira, com um programa vasto de grande animação, neste fim de semana a tradição mantém-se e todos os caminhos vêm dar a Fornos de Algodres.
Assim no dia inicial, o Europeu de Slackline volta a acontecer nesta localidade e terá aqui o arranque, no Mercado Municipal, sobe ao palco o espetáculo de dança regional “Volta”, numa iniciativa do Alto Mondego, onde as gentes de diversas localidades mostram o seu valor.

A finalizar a noite a Banda Prós e Contras anima as festividades.

O dia de sábado inicia com a procissão de N. Sra da Graça desde a capela para a igreja da Misericórdia, abrilhantada pela Batuta D´Alegria, seguindo-se a Eucaristia.

Europeu de Slackline traz muito brilho

Mais à noite, a Banda Tradição abre as festividades, seguindo-se Fernando Daniel para cantar e encantar, a finalizar o baile continua.

Para domingo, a arruada da Batuta D´Alegria, seguindo –se a Eucaristia e procissão pelas artérias da vila.

Para a tarde, o Slackline continua a animar os visitantes, a tarde de Folclore traz ao palco diversos ranchos folclóricos.

A noite é animada pela Banda Reflexos, seguindo-se João Pedro Pais, pela noite dentro o baile continua. A finalizar os festejos, na segunda-feira, a procissão de regresso à sua capela, seguindo –se a eucaristia. Na noite, a festa continua com a Banda K5.

Ainda existirá a quermesse sempre uma imagem de marca das festas assim como as diversas exposições.

Serão quatro dias de convívio, onde as pessoas se animam e reveem amigos que andam fora muito tempo também, e este é um local de ponto de encontro.

Trancoso acolhe 7ª Exposição\mostra e Mercado de Gado

O tradicional o Mercado de Gado de Trancoso, acontece na  7ª Exposição\mostra de Gado no próximo dia 18 de agosto, apartir das 9 horas.

Terá a tradicional mostra de gado por parte dos produtores do o concelho,  e ainda é possível a comercialização de ovinos e caprinos (com especial destaque para o borrego),com a participação de vários negociantes de gado que atuam na zona centro.

O Mercado do Gado de Trancoso abrirá as suas portas ao público às 09h00, seguindo -se a receção ás entidades e animação musical, por volta das 12h30, terá lugar a entrega de prémios e o almoço.

Investimento de cerca 65 mil euros em livros e material escolar pelo Município da Guarda

No âmbito das medidas de promoção do acesso à igualdade de oportunidades e de promoção do sucesso escolar, o Município da Guarda vai atribuir apoios económicos a cerca de 1350 alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB), público e particular no próximo ano letivo, 2019/2020.

Estes apoios materializam-se na oferta dos livros suplementares de fichas a todos os alunos do 1º ciclo e apoio monetário para a aquisição de material escolar aos alunos posicionados no escalão A e B da Ação Social Escolar.

O valor estimado de investimento nesta área rondará os 65 mil euros. Esta é uma das formas da autarquia promover a igualdade no acesso ao ensino e minimizar os encargos financeiros das famílias com a Educação. Para além destes apoios, a Câmara disponibiliza ainda, a todas as crianças que frequentam a rede pública de Ensino Pré-Escolar e 1º CEB, uma Rede de Componentes de Apoio à Família (AAAF e Rede Municipal de ATL), que acolhe as crianças em horários não letivos, de manhã e de tarde, e assegura o fornecimento da refeição.

Segundo a Câmara Municipal vai continuar  garantir o transporte escolar dos alunos do 1º, 2º e 3º ciclos e Ensino Secundário, sempre e quando a distância da residência ao estabelecimento de ensino frequentado for superior a 3 Km, dependendo se o mesmo está ou não equipado com cantina/refeitório.
A autarquia continua empenhada em valorizar e dar prioridade a políticas educativas e sociais, reforçando todo o apoio para que os jovens do concelho da Guarda possam ter acesso a uma educação com sucesso.

CP Trial 4×4 -Marcelo Lopes e João Fernandes vão brilhando

Foram muitos meses à espera desta vitória e tinha de ser em Bragança. Em 2018 Luís Bacelo (Oficina Bacelo) tinha vencido a classe Proto e em 2019 o piloto juntou à vitória na classe o triunfo em termos Absolutos. O prólogo nem lhe correu de feição, mas logo no início da prova passou para a liderança e não voltou a largar o lugar. Terminou com as mesmas voltas das restantes equipas do pódio, mas foi mais rápido. Depois de 4 provas Rui Rocha segue na liderança em termos Absolutos com mais 7 pontos do que Marcelo Lopes (Team Lucrofusão).
E foi precisamente Marcelo Lopes a ficar na segunda posição da classe Proto. O jovem piloto teve uma prova agridoce: numa atitude de fair play ajudou uma equipa que capotou e acabou por perder tempo precioso na luta pela vitória.
Tal como em Famalicão, o pódio fica completo com António Henriques (Mister Reboques/Lucrofusão) que em Bragança furou 3 pneus e partiu uma jante. Terminou a resistência a 37segundos de Marcelo Lopes.
Depois de 4 provas Rui Rocha (Team Rj69) continua na frente com 2 pontos de vantagem sobre Marcelo Lopes.
O campeão voltou aos triunfos
Bragança é também de boas memórias para Cláudio Ferreira (Auto Higino). Depois de vários azares em Mação e Vila Nova de Famalicão, o campeão em título voltou a subir ao lugar mais alto do pódio da classe Super Proto.
Laurindo Mendonça (Sem Stress) chegou a esta etapa com um carro completamente modificado depois dos problemas na prova de Famalicão. Sem tempo de testar o Jimmy Proto Crawler teve problemas com o guincho e com as correias da ventoinha. Ainda assim deu 10 voltas ao circuito e conseguiu o 2.º lugar em Super Proto.
Sérgio Ferreira (Full Stress) achou que tinha de arriscar tudo numa pista dura como esta e começou a prova de rodas no ar. Tombou logo na primeira volta, mas conseguiu voltar à pista e terminar na 3ª posição.
Com os 25 pontos de Bragança Cláudio Ferreira aproximou-se de Sérgio Ferreira que continua na frente da classe Super Proto.

                                                                                Luta acesa em Extreme
Em Extreme, Nuno Matos (AutoBernardo Capticho Team) habituou-se ao sabor do ouro.Depois das 30 voltas ao circuito de Vila Nova de Famalicão, as 13 voltas à pista de Bragança deram-lhe mais uma vitória.
Carlos e Rafael Gomes (Team Rafael & Gomes) terminaram com as mesmas 13 voltas dos vencedores, mas gastaram mais 3 minutos e 45 segundos.
O bronze ficou com Bruno e João Bastos (Exigente TT) que começaram este CPT4x4 2019na classe de Promoção.
No somatório das 4 provas Carlos Gomes lidera com 8 pontos de vantagem.
                                                      João Fernandes já tem uma mão na taça
João Fernandes (Jovi Team) continua invencível. Em 4 etapas venceu 4 prólogos e 4 provas de resistência. Em Bragança a vitória voltou a ser muito tranquila: 9 voltas em 1hora 50 minutos e 22segundos
Destaque ainda para as vitórias de Marco Melo e Raúl Grilo (M.Transportes) na classe UTV/Buggy e de Pedro Pereira e Marcelo Melo (Clean TT) em FUN.

Cardeal D. José Saraiva Martins homenageado na Guarda

Vai ter lugar na cidade da Guarda a Cerimónia de Homenagem ao Cardeal D. José Saraiva Martins nesta sexta-feira, dia 9 de agosto. A homenagem terá lugar em dois momentos: o primeiro, às 18h00 com uma missa na Sé da Guarda; e o segundo, às 19h00, com o Descerramento da placa de toponímia de atribuição do nome de Sua Eminência a uma avenida da Cidade da Guarda.
Trata-se da antiga avenida do Rio Diz – com início na rotunda das portas da Cidade (placa ficará colocada na saída da rotunda, junto ao separador central), na Avenida 25 de Abril com a Rua do Facheiro e o final no cruzamento com a Rua Vila de Manteigas e a Avenida Cónego Álvaro Quintalo da Cunha.

“Linearidades” é uma exposição em Trancoso a visitar

“Linearidades” é uma exposição para visitar no Centro Cultural de Trancoso de 28 de julho a 25 de agosto, de segunda a domingo, de Teófilo Santos, nascido em Aguiar da Beira, reside em Trancoso desde 2002, licenciado na área de ensino e artes, a sua formação também passou pelo desenho técnico. Além do ensino também se dedica à arquitetura, à proteção patrimonial e promoção turismo de natureza, conhecido como “geocaching”, o que levou a que surgissem os trabalhos agora apresentados, na altura como um desafio apresentado nesta cidade num encontro de praticantes desta forma de conhecer locais.

Apaixonado pela natureza e riqueza patrimonial, gosta de explorar de forma linear expressa nos desenhos e pinturas que tem desenvolvido, sendo esta apenas uma pequena parte dos exemplares que tem concluídos, captados aquando das passagens por terras e lugares do concelho de Trancoso.

Os trabalhos não pretendem seguir uma rotina precisa ou clara, são interpretações do mundo circundante, estudos lineares com técnica de isolamento de sombras, feitos a lápis e caneta com traço tendencialmente simplista, sem buscar a perfeição, mas sim essencialmente captar as linhas fortes e intemporais dos espaços representados, daí o nome “linearidades” – linhas dos espaços com várias idades, histórias, vivências… as que representam hoje o passado e persistirão no tempo…

Esta exposição naquela que considera a sua terra, apenas surgem alguns dos trabalhos relativos exclusivamente a Trancoso, contudo praticamente tem desenvolvido o mesmo tipo de “estudos lineares” um pouco por todas as terras e lugares do concelho, sendo um espaço geográfico, patrimonialmente rico em edificações essencialmente graníticas de teor religioso, habitacional ou de uso público, sendo por si só um desafio pessoal de descodificar mentalmente ao representar para que quem veja identifique esses mesmos locais.

No fundo é uma fuga à habitual visão do que é de todos nós, ou que faz parte da nossa identidade, deixando de lado as telas, que são sempre uma hipótese a ponderar como forma de reprodução destes, ou de outros “esboços” que os visitantes achem pertinentes ou do seu agrado.

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar