Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura (page 2)

Cultura

Restauro e conservação da Igreja da Misericórdia de Mangualde

Os trabalhos de restauro e conservação  do interior da Igreja da Misericórdia de Mangualde continuam com Pintura de cavalete, realizada por uma equipa de seis conservadores restauradores e dois marceneiros especializados..
O interior da igreja é de uma extraordinária beleza. A capela-mor possui o mais artístico retábulo joanino da Diocese de Viseu, o teto mostra 15 formosos painéis pintados em Lisboa no século XVIII.
Esta é uma igreja foi considerada Imóvel de Interesse Público, através do Decreto 129/77, Diário da República 226, de 29 de Setembro.

Foto:arqueohoje

Carnaval em Quintela, um tradição secular

A tradição volta a ser celebrada na freguesia Quintela de Azurara, em Mangualde, volta a fazer jus aos seus costumes de Carnaval com momentos que vão recordar tradições seculares. A fogueira, as Papas de Milho, a Sacada e o Enterro do Entrudo, serão os pontos altos das festividades que, ao longo de vários dias, prometem animar as ruas daquela localidade. Os “Casamentos” dos Compadres abrem os festejos, a 20 de fevereiro, mas, até 5 de março, são muitas as propostas.

 Apesar do passar dos tempos e das alterações inerentes à evolução das sociedades, perde-se no tempo, o ano e a forma, como Quintela de Azurara começou a viver a tradição do Carnaval. Uma iniciativa secular, que foi passando de geração em geração, com momentos únicos, como é o caso do jogo a Sacada, onde os rapazes solteiros se mascaram de “velhas” e, transportando sacas de serapilheira, desafiam os homens casados a participar no jogo. Dizem os mais velhos que este será um ritual de purificação da alma e libertação dos maus pensamentos. No dia de Carnaval, 5 de março, pelas 17h00, todos são convidados a conhecer.

 O Entrudo é seguramente a época do ano que mantém o maior número de tradições nesta freguesia. No dia 20 de fevereiro, os casamentos dos compadres e das comadres são anunciados e afixados por dois ou mais mensageiros, posicionados em cada extremo do povo, que têm “liberdade ilimitada” para abusar do maldizer de todos os solteiros e solteiras que habitam na Freguesia.

 Nos domingos magro e gordo, todos são convidados para participarem no jogo da “Panela de Barro” e para entrarem na “Roda do Entrudo”, onde se canta e dança alegremente. Na quarta-feira, dia 27 de fevereiro, uma semana após a maledicência dos compadres, surge a resposta com os casamentos das comadres, que também aproveitam a sua oportunidade para troçar de toda a gente.

 A Fogueira é também um marco histórico do Carnaval de Quintela de Azurara: na noite anterior ao dia de Carnaval (este ano a 4 de março, a partir das 19h00), a população junta-se à volta de uma grande fogueira, cantando e dançando alegremente, retemperando as forças para, pela aurora, e já satisfeitos com as Papas de Milho, irem “Cantar a Madrugada” pelas ruas da aldeia. No dia seguinte, dia de Carnaval, a folia continua! Pela manhã, quem conseguiu dormir toma conta da fogueira, para esta não se apagar, e quem passou a noite acordado vai descansar breves momentos! Vários grupos musicais vão animar a aldeia de 3 a 5 de março até ao Enterro do Entrudo, que acontece pelas 00h00 de quarta-feira. Terminam assim as festas e entra-se no período da Quaresma.

 Durante estes dias, Quintela de Azurara oferece ainda um vasto programa lúdico, para a população e visitantes:  a caminhada pelos “Trilhos de Ludares”, o Passeio Noturno de BTT e o Free Trail. E ainda degustação e venda dos produtos da região em destaque na Feirinha de Entrudo, onde também estará patente o artesanato.

GNR-Operação “Peão em Segurança”

A Guarda Nacional Republicana (GNR),  recentement realizou uma operação de trânsito e segurança rodoviária, através da execução de ações de fiscalização e sensibilização, com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de segurança e mobilidade dos peões, incutir comportamentos mais seguros por parte de todos os utentes e prevenir a ocorrência de acidentes de viação por atropelamento.

Durante esta operação que foi direcionada para a fiscalização em estradas nacionais, municipais e arruamentos no interior de localidades, a GNR fiscalizou diversos peões e 3 487 condutores, tendo detetado, em 24 horas, 1200 infrações, das quais se destacam:

·         431 por excessos de velocidade;

·         343 por estacionamento indevido nos passeios e em outros locais destinados ao trânsito de peões, obrigando os peões a circular pela via;

·         104 por estacionamento a menos de 5 m ou em passagem assinalada para travessia de peões;

·         53 por utilização indevida do telemóvel durante a condução;

·         23 condutores com excesso de álcool, dos quais 6 foram detidos por possuírem uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l.

·         17 por desrespeito à sinalização luminosa (não paragem ao sinal vermelho);

·         15 devido a pões efetuarem o atravessamento incorreto da faixa de rodagem;

·         7 por não moderação da velocidade na aproximação à passagem assinalada para a travessia de peões.

As duas habitações totalmente recuperadas em Nelas

Teve lugar a entrega de duas habitações totalmente recuperadas e que haviam ardido no incêndio de 15 de outubro de 2017.

Assim , Ana Abrunhosa, Presidente da CCDRC acompanhada por Borges da Silva, Presidente da Câmara de Nelas, executivo camarário e técnicos da autarquia e dos empreiteiros e daquele instituto regional, marcaram presença.

Em Vila Ruiva está ainda a ser recuperada uma outra habitação que se prevê seja também entregue em maio próximo.

No concelho de Nelas foram no total apoiadas pela CCDRC nove famílias que sofreram danos nas habitações, estando até esta data já resolvidas totalmente as situações de quatro famílias.

Por:MN

 

FPF- Resultados do Campeonato de Portugal- Ronda 22

Ponto precioso do Penalva frente ao líder Gondomar

Jogou-se a ronda 22 do Campeonato de Portugal , com  o líder Gondomar a tropeçar em Penalva do Castelo, ao empatar a uma bola.

Desta forma a luta pela manutenção a ficar sempre em aberto.

Já Mêda a viajar a Amarante e saiu derrotado por duas bolas a zero.

Série B

Leça- Águeda- 1-2

Penalva Castelo- Gondomar-1-1

Paredes- U.Madeira-5-1

Sp.Espinho- FC Pedras Rubras-1-0

Cesarense- Gafanha-0-1

Amarante FC- Sp.Mêda-2-0

Cinfães- AD Sanjoanense 0-3

Lusitânia Lourosa- SC Coimbrões 2-2

Marítimo B-Lusitano FCV

Palestra “ Desertificação do Território- Causas, consequências e soluções ”em Mangualde

Teve lugar uma palestra relacionada com o tema “Desertificação do Território- causas, consequências e soluções”, com iniciativa do Rotary Club de Mangualde, com a oradora  Maria José Roxo (geógrafa, geóloga física, professora…) e uma casa cheia no Auditório da Câmara Municipal.

A mesa era composta pelo Vereador João Lopes,  José Augusto e  Maria José Roxo.

Assim, José Augusto começou por dar as boas- vindas a todos os presentes e a agradecer à Dra. Maria José por ter aceite o convite. Começou por afirmar: Os incêndios de 2017 em Portugal, mataram vidas e devastaram territórios.

Mais ou menos um terço da superfície terrestre corre o risco de desertificação. E a desertificação está presente neste momento no Continente Europeu.

Portugal, Espanha, Itália, França e Grécia em 2005 tinham perdido muitos hectares.

Cinquenta e dois por cento do território português, está em risco de desertificação.Assim a Maria José, vai-nos ajudar a compreender o fenómeno que é a desertificação.

Seguiu então o Vereador João Lopes que frisou: nós optámos por uma vida sedentária e deixamos a vida nómada.

Com a revolução industrial, tivemos a felicidade, de diminuir a morte na natalidade. Com a evolução na medicina.

Houve um aumento demográfico, seguido de estabilização.

Tomas Mouth disse “ Quem trabalha e mata a fome, não come o pão de ninguém, quem come o pão que não ganha, come sempre o pão de alguém.” Tentando ele incutir o controlo da população na escassez de recursos. Há gente a mais no planeta.

Esta vai ser uma palestra interessante, para nos fazer compreender o que é a desertificação, e tentarmos encontrar algumas soluções.

Chegou então o momento da oradora da noite a Dra. Maria José Roxo, que começou por frisar: O fenómeno desertificação é um fenómeno dos mais complexos.

A minha missão hoje aqui, é ajudar -vos a encontrar algumas soluções para esse fenómeno.

A comunicação Social é importante na pesquisa e combate a este fenómeno.

Mais de metade do território português está em risco de desertificação.

A desertificação é algo verdadeiramente definido, algo bastante concreto.

Pode-se dizer que a desertificação, é a degradação do solo, da paisagem, do sistema bio produtivo terrestre, em áreas áridas, semi-áridas e sub-húmidas, resultantes de vários fatores, ainda as variações climáticas e as atividades humanas.

É um fenómeno tremendamente alarmante.O recurso mais ameaçado no planeta é o solo, porque sem solo também não vai existir água.

É um fenómeno complexo, pouco mediático e de difícil perceção.

Cinquenta e dois por cento das terras agrícolas no mundo estão danificados.

Doze milhões de hectares de terra arável e produtiva perdeu-se.

Grande parte da Península Ibérica está afetada com este fenómeno.

Em Portugal, a situação no dia de hoje, é considerada grave.

Não existe desertificação humana nem física, existe despovoamento ou simplesmente desertificação, que é o abandono da terra.

Na desertificação temos os fatores humanos e os fatores naturais.

Quando mexemos numa peça do ecossistema estragamos todo o seu percurso.

Esta degradação no mundo, deve-se á agricultura mal praticada, a industrialização, a sobrepastorícia, a desflorestação, entre outras.

Não há como salvar o planeta, há como salvar o ser humano no planeta.

Nós somos o litoral da Península ibérico, deixemo-nos de falar no litoral ou no interior.

O número de dias de chuva diminuiu, mas a quantidade de chuva aumentou. A precipitação está a aumentar. O grave da situação é que chove menos na Primavera e chove menos no Inverno.

O que mais me preocupa é salvaguardar o património genético.

Os incêndios são catastróficos. Perdemos solo, contamina-se água e perde-se a biodiversidade.

A prática agrícola desajustada é errada.

Algumas soluções são, o uso da água eficientemente, culturas melhor adaptadas, menor utilização de fertilizantes e pesticidas.

Entre 2000 e 2010, trinta e três por cento do solo português encontrava-se já degradado.

Tem de haver biodiversidade no território. Quando está saturado, há que deixar repousar.

A nação que destrói o seu solo destrói-se a ela própria.

A fechar o Presidente do Rotary, José Tomás,agradeceu a Maria José por ter aceite o convite para estar presente nesta palestra, onde explicou a diferença entre desertificação e despovoamento. De nos elucidar sobre as suas causas, suas consequências e também suas soluções.

Diz José Tomás: tememos que este seja um processo irreversível. Porque será catastrófico para todos nós, para os nossos filhos e para os nossos netos.

Que condições de vida vamos deixar às próximas gerações?

Este é sem dúvida um tema que muito nos preocupa.

De seguida, José Tomás deu a vez a assembleia para que tirassem as suas dúvidas com perguntas, que a  Maria José respondeu.

Concurso “Dormir bem, envelhecer melhor”

A Associação Portuguesa do Sono está a promover um concurso de desenho que visa sensibilizar a comunidade escolar nacional para a importância do sono. O objetivo é divulgar que, em qualquer idade, o sono é um dos principais pilares da saúde.

“Dormir bem, envelhecer melhor” é o nome do concurso de desenho organizado pela Associação Portuguesa do Sono, em parceria com o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC – UC), para celebrar o Dia Mundial do Sono que este ano se assinala a 15 de março. A iniciativa pretende dar a conhecer a crianças e jovens as condições para uma boa higiene do sono e sensibilizar para a sua importância na saúde, mobilizando as escolas e promovendo a sua criatividade nesta temática.

O concurso é destinado a todas as crianças e jovens dos 1.º, 2.º, 3.º ciclos e ensino secundário que frequentem estabelecimentos de ensino público, particular e cooperativo, em Portugal.

A criação de imagens deverá seguir o mote do lema deste ano – “Dormir bem, envelhecer melhor” -, tendo como referência as informações divulgadas na brochura “Higiene do Sono na Criança e Adolescente“, produzida pela Associação Portuguesa do Sono e Sociedade Portuguesa de Pediatria, disponível aqui.

As inscrições devem ser submetidas até ao dia 1 de março de 2019, através do formulário disponível aqui ou enviadas para comunicacao@apsono.pt com os elementos indicados no regulamento.

5.000 árvores autóctones plantadas na área da CIMBSE

Nos  dias 15 e 17 de fevereiro, a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela em parceria com os Municípios do território e o ICNF irá promover a plantação de 5.000 árvores autóctones, uma por cada PADRINHO/MADRINHA que participou na Ação Verde Puro em 2018 através da entrega de uma ficha/semente na Bolsa de Turismo de Lisboa e Feira Internacional de Turismo.

Município de Almeida – 15 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Vilar Formoso (Alto dos Pinhos)
Município de Celorico da Beira – 15 de fevereiro
Local da plantação: Junto ao novo parque industrial
Município da Covilhã – 15 e 17 de fevereiro
Local da plantação 15/02/2019: Baldios de Freguesia de Cortes do Meio (Louseiro / Alto da Cerca)
Local da plantação 17/02/2019: U.F. de Covilhã e Canhoso (Mata Nacional da Covilhã)
Município de Figueira de Castelo Rodrigo – 15 de fevereiro
Local da plantação: Serra da Marofa
Município de Forno de Algodres – 15 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Matança (Monte de Milho)
Município do Fundão – 15 de fevereiro
Local da plantação: U. F. de Vale de Prazeres e Mata da Rainha (Vale de Prazeres)
Município de Gouveia – 17 de fevereiro
Local da plantação: Baldios de Mangualde da Serra (Mondeguinho)
Município da Guarda – 17 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia da Vela
Município de Pinhel – 15 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Pínzio
Município de Sabugal – 15 de fevereiro
Local da plantação: U.F. de Pousafoles do Bispo, Penalobo e Lomba (Pousafoles do Bispo)
Município de Seia – 17 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Paranhos da Beira (Santuário de Santa Eufémia)
Município de Trancoso – 15 de fevereiro
Local da plantação: Serra do Pisco

Associação Lageosense de Solidariedade Social coordena CLDS 4G

O concelho de Celorico da Beira vai voltar a beneficiar do Programa de Contrato Local de Desenvolvimento Social, agora denominado de 4ª Geração (CLDS-4G), um instrumento de intervenção ao nível das problemáticas do desemprego, da pobreza, envelhecimento e exclusão social.
O montante de financiamento do CLDS 4G atribuído ao concelho de Celorico da Beira é de 486 mil euros e irá incidir sobre 4 eixos: emprego, formação e qualificação; intervenção familiar e parental, preventiva da pobreza; promoção do envelhecimento ativo e apoio à população idosa; e auxílio e intervenção emergencial às populações inseridas nos territórios afetados pelos incêndios de outubro de 2017.
O CLDS 4 G terá a duração de 36 meses de intervenção e terá como entidade coordenadora a Associação Lageosense de Solidariedade Social

Município de Gouveia lança Prémio Abel Manta de Pintura 2019

 Inscrições abertas até dia 28 de abril

Até ao dia 28 de abril estão abertas as inscrições para o Prémio Abel Manta de Pintura 2019. O Município de Gouveia lança a 8ª edição do concurso artístico, hoje, 1 de fevereiro, data em que se assinala a elevação de Gouveia a cidade.

O concurso valoriza as artes plásticas e os artistas nacionais proporcionando um prémio de 5.000,00 euros. O Prémio Abel Manta de Pintura foi instituído pelo Município de Gouveia em 2007, por ocasião do 25.º aniversário da morte do Pintor Abel Manta e visa promover artistas plásticos nacionais, proporcionando a apresentação pública dos seus trabalho e valorizando as Artes Plásticas como elemento chave da Programação Cultural do Município
As inscrições para o prémio Abel Manta de Pintura 2019 podem efetuar-se até ao dia 28 de Abril, no Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta, em Gouveia. O concurso destina-se a todos os artistas com mais de 18 anos, de nacionalidade portuguesa ou residentes em Portugal.
O concurso tem periodicidade bienal. O Júri atribuirá um prémio de 5.000,00€, poderão também ser atribuídos Diplomas de Menção Honrosa e todos os participantes serão contemplados com diplomas de participação
A obra premiada será anunciada no dia 18 de Maio, aquando das atividades que celebram o dia internacional dos Museus. A entrega de prémios e a inauguração da exposição com as obras premiadas e selecionadas decorrerá a 09 de Agosto, durante as Festas do Senhor do Calvário.

O PINTOR ABEL MANTA
Abel Manta nasceu em Gouveia a 12 de Outubro de 1888. Frequentou a Escola de Belas Artes de Lisboa onde cursou pintura. Em 1919 muda-se para Paris, onde continua a sua formação artística e expõe. Regressa a Lisboa em 1925. Em 1926 leciona numa escola técnica na cidade do Funchal. De novo em Lisboa no ano seguinte, casa com Clementina Carneiro de Moura.
Em 1928 nasce o seu único filho João Abel Manta. Vencedor de vários prémios individuais, foi responsável por recriar a imagem de Portugal em diversos certames pela Europa, nomeadamente na decoração do pavilhão de Portugal na Exposição de Sevilha em 1929 e nas Exposições de Paris em 1931 e 1937. Faleceu em Lisboa a 9 de Agosto de 1982.

MUSEU DE ARTE MODERNA ABEL MANTA
O Museu Municipal Abel Manta encontra-se significativamente instalado num edifício setecentista, o antigo Solar dos Condes de Vinhó e Almedina, patrocinadores dos estudos artísticos de Abel Manta. Composto por sete salas de exposição permanente e uma de exposições temporárias, biblioteca de artes, serviços educativos, receção e loja do Museu, este espaço alberga o núcleo da obra de Abel Manta só por si merecedora de uma visita demorada, à qual se juntam trabalhos de ilustres mestres como Vieira da Silva, Joaquim Rodrigo, Júlio Resende, Júlio Pomar, Menêz e Paula Rego.

O regulamento poderá ser consultado aqui, ou através dos serviços municipais do Museu Municipal de Arte Moderna Abel Manta.

Consulte o REGULAMENTO
Faça download da FICHA DE INSCRIÇÃO

 
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar