Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura (page 353)

Cultura

Biblioteca de Mangualde faz 18 anos

18BMMJovens nascidos em 1997 convidados para esta festa

No próximo domingo, 22 de novembro, a Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, vai celebrar o seu 18º aniversário de serviço dedicado à comunidade em prol da cultura, com grande enfoque para a promoção do livro e da leitura. A comemoração tem início às 15h30 e promete uma tarde cultural onde a literatura e os sabores estarão em verdadeira comunhão.

Com o objetivo de, mais uma vez, envolver a comunidade, a Câmara Municipal de Mangualde convidou todos os mangualdenses que nasceram em 1997 a juntarem-se a esta celebração e participarem na programação desse dia com um número de música, canto, dança, leitura, humor, ou outro que mais lhes agrade. Do programa consta ainda a atuação Meeting Quartet e a iniciativa Sabor a literatura.

Assim do programa faz parte apartir das 15h30, o Meeting Quartet
, Sabor a literatura e o Espetáculo 18º aniversário com jovens de 18 anos.

Por:Mun.Mangualde

 

Magusto festivo em Infias

infiasConvívio, castanhas e animação

Com as castanhas a merecer destaque, a Freguesia de Infias conjuntamente com a fábrica da Igreja local, levaram a efeito, no passado domingo um magusto convivio.

Desta forma, foi um verdadeiro momento de convivio entre os residentes nesta freguesia, onde não faltou a castanha assada acompanhada pelo bela jeropiga.

Depois cada um levava algo e também deste modo, aconteceu partilha do lanche, com muita iguaria deliciosa.

Marcou presença o Presidente do Município de Fornos de Algodres, Dr.Manuel Fonseca, assim como o elencoinf m executivo da freguesia de Infias, onde não faltou a boa musica do grupo Lino e seus pupilos.

Foi uma tarde domingueira com outra dinâmica.

Por:António Pacheco

fotos:Freg.Infias

Trancoso celebra o Dia Nacional do Pijama

pijama20 de Novembro – 21h00 no Centro Cultural de Trancoso.

O Dia Nacional do Pijama é no dia 20 de novembro de cada ano, mas na verdade o mês de novembro é considerado o mês da “Missão Pijama”.

É um dia feito pelas crianças, para sensibilizar os portugueses (pequenos e graúdos) para o “Direito de uma criança crescer numa família”.

Na noite de sexta -feira, as crianças entre os 6 e os 12 anos vão vestidas de pijama ao Centro Cultural de Trancoso, e com a sua família farão atividades divertidas e solidárias, num ambiente de convívio com outras famílias, até regressarem a casa.Será uma noite inesquecível, diferente de todas as outras noites do ano.

“Momentos de pijama” lembram “momentos em família”, pelo carinho, cumplicidade, pela história que se conta à noite, pelo aconchego e ternura, num sentimento de partilha e amizade.

Por:Mun.Trancoso

Novo trabalho musical do Grupo de Cantares de Fornos de Algodres a chegar

Uma homenagem ás gentes fornenses

gcfaDepois de muito trabalho em estúdio, eis que está a chegar o novo trabalho do Grupo de Cantares de Fornos de Algodres que viu aprovada uma candidatura ao Crowdfunding (financiamento coletivo) que denominou “VIVER AQUI DÁ PICA”, através da qual pretende angariar financiamento para edição do seu segundo álbum intitulado “PATRIMÓNIO CANTADO”!
Durante cerca de um ano, o Grupo de Cantares percorreu cada uma das localidades do território concelhio em busca de preciosidades do cancioneiro local reunindo um conjunto de 16 canções antigas que funcionaram ou, que ainda hoje funcionam, como uma espécie de “hinos” de cada aldeia e, com elas, encheu o peito de força para a gravação deste álbum inteiramente dedicado a Fornos de Algodres.
Este projeto de descoberta, recolha, promoção e divulgação de manifestações do património imaterial de Fornos de Algodres é inteiramente abraçado pela CONFRARIA DA URTIGA, sendo nesta espécie vegetal bravia (urtiga), que o Grupo encontrou fibra para promover a cultura musical portuguesa de raiz popular (naturalmente urticante!).

deixamos os links para conhecer e apoiar este projeto:

Mais informação sobre o projeto em:
https://www.youtube.com/watch?v=KBi_aJEAYss

Para apoiar a campanha:
http://ppl.com.pt/pt/prj/grupocantaresfornosalgodres

Por:GCFA

Tarde de sábado com movimento em Arcozelo da Serra

asA localidade de Arcozelo da Serra vai receber, uma tarde diferente e com grande animação no próximo sábado, 21 de novembro.

Deste modo, numa organização da Junta de Freguesia local, assim deixamos o respetivo programa:

16:00 – Entrega dos apoios financeiros ás colectividades/instituições e à promoção da natalidade;
16:30 – Visita à fábrica de compotas da empresa Vale das Cardeiras situada na cave da junta de freguesia;
17:00 – Inauguração do Forno Comunitário/Casa das Tradições com a presença do sr. Presidente da Câmara Municipal de Gouveia, Dr. Luís Tadeu;
17:30 – Lanche convívio com a população.
aguardamos a vossa presença neste dia de convívio para todos os locais.

Pelo que vai ser uma tarde com muito movimento em Arcozelo da Serra.

Por:António Pacheco

Casa do Benfica de Fornos levou a efeito passeio de motas

IMG_0168Este domingo teve lugar no concelho de Fornos de Algodres, mais uma edição da Rota dos Castanheiros, isto é , um passeio de motas.
Desta forma, cerca de três dezenas de participantes estiveram presentes, com motos de diversos tipos, desde motorizadas de 50cc, motos de cilindrada superior e moto 4.
O inicio teve lugar na Casa do Benfica com o pequeno almoço, depois foram para a estrada percorrer os trilhos da natureza e perante um domingo recheado de sol, foi um amanha bastante agradável, destaIMG_0358 forma passaram por Casal Vasco, Rancosinho, Matança , co subida à ermida de Sta Eufémia para visitar este local sagrado e teve lugar o reforço.
Seguiu-se o passeio para a zona de Maceira, Vila Chã, Figueiró da Granja e paragem para carregar baterias na zona industrial de Fornos, o almoço estava pronto para ser servido e foi a viagem até à casa do Benfica, onde o almoço convívio estava saboroso, ao qual todos elogiaram.
Para terminar nada melhor que distribuir as lembranças por todos os participantes e ainda a surpresa do dia, um sorteio de cinco Vouchers de seguros, oferecidos pela Daral Seguros, um dos patrocinadores desta Casa do Benfica de Fornos de Algodres que assim levou a efeito mais um evento, ao qual todos prometeram regressar no próximo ano.
No final em conversa com o presidente da Casa do12243663_1490746937898990_803191798_n Benfica, Porfírio Paraíso, mostrou-se satisfeito com o sucesso deste evento e além do mais agradeceu a todos os presentes e ao patrocinadores que ajudaram para que este evento tivesse mais notoriedade e prometeu que novos eventos se vão realizar, sendo já o próximo o Jantar de Natal em dezembro.

Por:António Pacheco

Rota 20 anos Eco Escolas pelo concelho de Gouveia

EcoRotas_web2A “Rota dos 20 anos Eco Escolas” está a percorrer os estabelecimentos de ensino parceiros no concelho de Gouveia até 04 de dezembro de 2015. A ação está integrada no Programa Eco Escolas e entrou  no concelho de Gouveia no dia 09 de novembro vinda do concelho de Manteigas.

A iniciativa “Rota dos 20 anos Eco Escolas”, coordenada pela ABAE – Programa Eco-Escolas, integra-se no tema mobilidade sustentável  e visa alertar a comunidade escolar para a importância de uma mobilidade mais segura, eficiente e inclusiva,  através do envolvimento das crianças e jovens, professores, assistentes e auxiliares, encarregados de educação e municípios.

Esta ação decorre simultaneamente 20 regiões (distritos  do continente e as duas regiões autónomas) e iniciou-se a  22 de abril de 2015 – Earth Day | World Day of Action Eco-Schools. Terá a duração necessária para que os testemunhos passem em todas as eco escolas, prevendo-se que esteja concluída no final de 2016.

O Município de Gouveia está a promover a “Rota dos 20 anos Eco Escolas” fazendo-a passar por todas as suas Eco-Escolas , desta forma já  esteve no Jardim de Infância – Casa do Povo de Vila Nova de Tazem (10-11-2015 a 12-11-2015);EB de Vila Nova de Tazem (12-11-2015 a 17-11-2015).

Esta terça feira foi hasteada a Bandeira na EB de Gouveia onde vai estar até ao dia 20, seguindo depois para as seguintes escolas:

  • Escola Secundária de Gouveia (20-11-2015 a 24-11-2015)
  • Jardim de Infância – ABPG (24-11-2015 a 27-11-2015)
  • Jardim de Infância – Patronato (27-11-2015 a 01-12-2015)
  • Jardim de Infância de Gouveia (01-12-2015 a 04-12-2015)

A ação “Rota dos 20 anos Eco Escolas” é fisicamente assinalada por quatro elementos relacionados com a ação e que são a “Bandeira da rota”, o “Pergaminho”, o “Livro dos Municípios” e o “Livro das escolas” que estão presentes na passagem do testemunho. A “bandeira da rota” deverá ser hasteada pelas escolas que a recebem, durante o tempo que lhe estiver destinado.  As escolas devem assinar a “Bandeira da rota”, preencher o “Livro da Rota” e o “Pergaminho”, fazendo-os circular, entre si, de forma sustentável em termos de mobilidade (a pé, bicicleta, transportes públicos, etc).

O Município de Gouveia fará a passagem dos testemunhos da “Rota dos 20 anos Eco Escolas” ao Município de Fornos de Algodres, no dia 04 de dezembro.

Fonte:Mun.Gouveia

Workshop reflete sobre regras familiares em Mangualde

RealizaWorkshop Regras e Limites-se no dia 28 de novembro, às 14h30, no Auditório da Câmara Municipal de Mangualde, o workshop “Regras e Limites”, integrado no projeto Famílias Felizes. A iniciativa é organizada pela Comissão de Projeção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Mangualde e dinamizada por Cristina Nogueira da Fonseca, mentora e coordenadora do projeto Famílias Felizes, Presidente da direção da Associação Quero-te Muito e especialista em empowerment familiar e psicologia positiva.

A ação destina-se a pais, encarregados de educação, professores e educadores, e tem a duração mínima de duas horas. O objetivo é permitir a reflexão sobre regras familiares que fazem sentido, sobre as que são e não são cumpridas e sobre as regras para construir regras.

A inscrição é gratuita, mas obrigatória e deve ser efetuada até 20 de novembro na CPCJ de Mangualde (Largo Dr. Couto, 3530-004 Mangualde), através de contacto telefónico (232 619 880) ou email (cpcj@cmmangualde.pt).

Por:Mun.Mangualde

Universidade sénior fornense esteve em Montalegre

Um grupo de 1un se3 alunos da Universidade Sénior de Fornos de Algodres deslocaram-se à Capital do Barroso (Montalegre) na passada sexta-feira, 13 de novembro, para conhecer as tradições e cultura desta região e participar na comemoração de um evento de referência – “SEXTA 13”, que nesse dia reuniu para cima de 40 mil pessoas.
Ficam os registos fotográficos de um dia bem passado que começou com uma visita ao Castelo de Montalegre e ao interessante Ecomuseu de Barroso /Espaço Padre Fontes, portador da memória coletiva e forte potenciador da identidade do território.
Durante o período da tarde ainda houve tempo para uma escapadela a Pitões das Júnias, uma bonita aldeia do Parque Nacional da Peneda Geres onde visitámos o Polo Ecomuseu de Barroso,
univ o Forno do Povo, o Moinho e as ruínas do Mosteiro, situado junto ao ribeiro do Campesinho.
A partir das 18h o grupo da Universidade Sênior regressou a Montalegre para a “noite das bruxas” aproveitando para visitar o atelier de caraterização especificamente criado para retocar bruxas, bruxos, trasgos e dianhos e para visitar as tasquinhas embruxadas, misturando-se na avalanche de pessoas que acorreu à capital do misticismo.
A noite haveria de ter o seu ponto alto com o “SPECTÁCULUM NOVUS HOMO”, o espetáculo piromusical, no Castelo e o tradicional Esconjuro da Queimada, pelo Padre Fontes, ilustre embaixador da região.
Sem dúvida uma região com “um património riquíssimo e um imaginário coletivo diferenciador”.

Por:USFA

NOSSA SENHORA DO MONTE, OU DA CABEÇA – SÍTIO PRIMITIVO DO MOSTEIRO DE MACEIRA DÃO?

A campaNossa Senhora do Montenha da autarquia mangualdense, «Mangualde, o nosso património!», continua a dar a conhecer o vasto património do concelho. Para aproximar a população do património mangualdense, em novembro, o destaque vai para a «Nossa Senhora do Monte, ou da Cabeça – Sítio primitivo do Mosteiro de Maceira Dão?»

Nossa Senhora do Monte, ou da Cabeça – Sítio primitivo do Mosteiro de Maceira Dão?
Alpendurada no cimo do monte, tendo a seus pés o Real Mosteiro de Maceira Dão, vê-se a Igreja de culto mariano de Nossa Senhora do Monte e que, por mercê das curas feitas pela Imaculada Senhora às maleitas de cabeça dos fiéis que a ela acudiam, viu, paulatinamente, mudado o seu nome para Senhora da Cabeça.
O edificado transporta-nos para o estilo barroco do século XVIII, belo na sua gramática ornamental, com monumental e esplendoroso requinte decorativo do portal principal. É na fachada nobre que concentra, aliás, a sua extraordinária riqueza artística.
A arquitectura do templo, a planta e demais soluções fazem crer que a sua edificação se situará nos finais do século XVII, finalizando-se, pelo menos, até à primeira década da 2ª metade do século XVIII, conforme sugere a gramática decorativa do exterior.
Inventariado em 1716, Frei Agostinho de Santa Maria refere que a sua primitiva construção se deverá aos primeiros monges Benedictinos, por volta do ano 900, constituindo assim o primeiro convento naquele sítio, e que mais tarde, por volta do ano 1100, terá sido abandonado para dar lugar ao mosteiro cisterciense que abaixo lhe fica, por permitir maior expansão habitacional.
Diz ainda aquele frade, em tom de justificação: “(…) e em memoria de haver no monte estado o primeyro Convento, costumàrão ir os Religiosos em todos os Sabbados pagar à Senhora aquelle devoto obsequio.”
Dando como certos os relatos de Frei Agostinho de Santa Maria, a actual Igreja do século XVIII mais não é que uma reedificação no sítio do velho e primitivo mosteiro: “Esta Ermida jà parece obra moderna, & reedificação da primeiyra”. Só a Arqueologia poderá corroborar ou desmentir as palavras de Frei Agostinho de Santa Maria.
António Tavares
Gabinete de Gestão e Programação do Património Cultural

Com esta campanha todos ficam mais próximos do vasto esplendor patrimonial do nosso concelho. Nesse sentido, continua a ser colocada, em vários pontos de encontro do concelho, informação sobre o monumento/património apresentado. O património material e imaterial vai sendo apresentado consoante a categoria com a qual foi classificado: arqueologia, pelourinhos, fontes, palacetes e religiosos, bem como outros bens patrimoniais. Cada categoria será representada por uma cor que a distingue das restantes.

Foram já vários os bens patrimoniais destacados por esta campanha nos últimos dois anos. Em 2015, continuamos a aproximar a comunidade de todo o nosso património, tendo sido apresentada ao longo do ano, a Igreja de São Tomé de Cunha Baixa, o Fontenário dos Seabra Beltrões, em Cassurrães, o Penedo da Cruz, em Póvoa de Cervães, Vila Cova de Tavares…1663, a Capela dos Cabral Pinto – Cassurrães, a Ponta da Barca, a Igreja de Santiago de Cassurrães e as mais recentes Sepulturas medievais de Maceira Dão.

Por:Mun.Mangualde

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar