Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura (page 370)

Cultura

Fornos de Algodres recebeu jovens europeus através de Programa Erasmus

foto:APSCDFA

Cada vez mais as portas de Portugal e das localidades estão abertas a jovens que vêm da Europa para conhecer a nossa cultura portuguesa, assim como no sentido inverso isso também acontece.
Fornos de Algodres não é exceção, pois recebeu jovens oriundos de Portugal, Espanha, Itália, Estónia, Polónia e Roménia,
num total de 20 participantes, inseridos no programa
Erasmus+, onde o tema proposto foi o Desporto na Educação,
“Education through Sports”, um tema que deu para todos os participantes refletirem e tirar boas conclusões no final destes seis dias, onde as noites foram mais culturais, com cada membro dos diversos Países procuravam mostrar um pouco das suas culturas e usos e costumes.
Uma iniciativa a cargo da APSCDFA, onde se destacou pela sua
inovação, pela interculturalidade entre os vários países intervenientes.

Workshop de fotografia em Penalva do Castelo

 Casa da Ínsua acolhe de manhã e a tarde no Rio Dão

  O workshop de fotografia, organizado pelo projeto Memoriam, a empresa
“sala criativa” e a junta de freguesia de Castelo de Penalva, vai ter lugar, a 25 de julho. O workshop será realizado na parte da manhã na casa da Ínsua e na parte da tarde no rio Dão.

  
A casa da Ínsua um dos mais belos solares da Beira Alta e é uma
residência senhorial no coração da Beira. Terá sido mandada construir
por João Albuquerque e Castro, Alcaide-mor do Sabugal no século XVI. Mas
foi no século XVIII que a Casa da Ínsua adquiriu os atuais contornos,
era então seu senhor Luís de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres,
governador e capitão-general do Mato Grosso no Brasil.
  O rio Dão
nasce “na quinta da Barranha, freguesia do Eirado, deste bispado de
Viseu, distante três legoas”, possui um ecossistema riquíssimo e um
valioso património cultural.
  No final do workshop de fotografia
será apresentado do décimo retrato penalva sob o tema:”As alminhas:
arte ou devoção”, às 18h.

Por:Memoriam

Festa do Desporto e da Juventude em Penalva do Castelo

Grande adesão neste ambiente festivo

  No passada sexta-feira, 3 de julho, a Câmara Municipal de Penalva do Castelo, promoveu, na Praça
Magalhães Coutinho, a Festa do
Desporto e da Juventude,
que congregou uma das maiores assistências
em eventos do género.

O programa
teve início pelas 20:30 horas, com a Cerimónia
de Encerramento dos
XII Jogos
Desportivos do Concelho de Penalva do
Castelo,
que se realizaram entre os dias 26 de abril e 26 de junho,
onde foram atribuídos os 123 prémios às coletividades participantes e os
troféus aos vencedores das diversas modalidades coletivas (Futebol de sete,
Futsal, Andebol, Basquetebol, Ténis de Mesa, Jogo da Malha, Ténis e BTT) e
modalidades de cariz individual (Atletismo, Orientação, Pesca Lúdica e
Natação).

 Foi ainda
entregue uma lembrança ao Sr. Celestino Rodrigues do Grupo Desportivo de Roriz
que foi o desportista mais velho e ao Samuel Cardoso Coelho da Associação
Cultural Castro Pena D’Alba que era o participante mais novo.
Nos XII Jogos Desportivos, participaram 411
desportistas naturais ou residentes no concelho de Penalva do Castelo, com
idades entre os 6 e 76 anos, inscritos pelas seguintes Coletividades/Associações:
Associação Cultural, Recreativa e Desportiva “Os Melros”; Associação Cultural,
Recreativa e Social de Real; Associação Cultural, Social e Convívio de Lazer de
Pousadas; Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Pindo; Casa do Povo
de Esmolfe; Centro de Estudos “Caderno Diário”; Grupo Desportivo e Cultural de
Roriz; Junta de Freguesia de Ínsua; Junta de Freguesia de Lusinde; Sport Clube
de Penalva do Castelo; Associação Cultural Castro de Pena Alba; Grupo
Recreativo C. F. Matela; Associação Recreativa e Cultural Sezurense e Inscrições
Livres.

O objetivo fundamental deste projeto é o
incremento da prática de atividade física, contribuindo para uma população mais
ativa e com melhor qualidade de vida, fora dos tradicionais contextos
competitivos.

Depois da Cerimónia de encerramento, pelas 22.30
horas, decorreu um Concerto e atuação do GRUPO INNEM,
que animou a noite.

Com esta iniciativa, o Município pretendeu
impulsionar e diversificar a prática desportiva e proporcionar aos jovens do
concelho um momento de animação e convívio.
Por:Mun.Penalva do Castelo

Férias desportivas em Trancoso a decorrer

   O Município de Trancoso está a levar a cabo, as Férias Desportivas e Culturais que são um programa de atividades que visa proporcionar uma ocupação saudável das crianças e dos
jovens do concelho, durante as férias escolares da Páscoa e do Verão.

  
O programa é dirigido a crianças e jovens com idades compreendidas
entre os 6 e os 14 anos e tem como principais objetivos promover a atividade física e desportiva nas crianças e jovens, promover a
socialização, desenvolver a organização
pessoal, responsabilidade, cooperação, independência, ética, integração
social respeito e espírito desportivo.

  Esta segunda -feira, o complexo exterior das Piscinas Municipais
de Trancoso foi o palco de inúmeras brincadeiras e muito divertimento
por parte de todas as crianças envolvidas no programa das férias
desportivas do Município de Trancoso.

Por:Mun. Trancoso

500 anos da Santa Casa da Misericórdia de Pinhel

   No intuito de promover o
estudo, o conhecimento e a divulgação do património religioso, histórico e
cultural de Pinhel, assim como assinalar os 500 anos da Santa Casa da
Misericórdia de Pinhel, realiza-se a 10 e11 de julho um colóquio dedicado à
história e à obra desta instituição secular.
Sendo a Santa Casa da
Misericórdia de Pinhel uma das instituições mais antigas em atividade contínua
por terras de Pinhel, merece que conheçamos o seu Património e as suas Obras,
mas também o nosso respeito e a nossa gratidão.

Organização:
·        
Centro
Social e Cultural da Paróquia de Pinhel
·        
Município
de Pinhel
·        
Santa
Casa da Misericórdia de Pinhel
Programa:
SEXTA-FEIRA, 10 DE JULHO
09.00h: Abertura
do Secretariado
09.30h: Sessão de
Abertura
·        
Sr. Rui Ventura, Presidente da Câmara
Municipal de Pinhel
·        
Sr. Luís Poço, Provedor da Santa Casa
da Misericórdia de Pinhel
·        
Prof. José Vaz, Diretor do Agrupamento
de Escolas de Pinhel
·        
D. Manuel Felício, Bispo da Diocese da
Guarda


Moderador
– Dr. Manuel Neves
10.00h: “Deus
Misericordioso”
·        
D. Manuel Felício, Bispo da Diocese da Guarda
10.30h: “A
fundação das Misericórdias e o seu papel assistencial, social e religioso”
·        
Prof.ª Doutora Maria Teresa Desterro, IPT/CIEBA – Faculdade de Belas Artes /
ARTIS-IHA – Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
11.00h: Debate
11.15h: Pausa
Moderador
– Pe. Jorge Castela
11.30h: “As Obras
de Misericórdia em António Vieira”
·        
Pe. Doutor José Júlio Pinheiro, CLEPUL – Faculdade de Letras da Universidade
de Lisboa, Universidade Católica Portuguesa, ISP da Guarda
12.00h: “Atualidade
das Obras de Misericórdia”
·        
Cónego Doutor
Manuel A. Pereira de Matos, Vigário Geral
da Diocese da Guarda
12.30h: Debate
12.45h: Almoço livre


Moderador:
Mestre Manuel Perestrelo
15.00h: “O
Retábulo da Igreja da Misericórdia de Pinhel”
·        
Dr. José Manuel da Silva, Conservador Restaurador
15.30h: “Estudo
de conservação da Igreja da Misericórdia de Pinhel”
·        
Mestre Ana Bidarra e Mestre Pedro
Antunes, Cinábrio
16.00h: Debate
16.15h: Pausa
Moderadora:
Dra. Maria Lucília Coelho
16.30h: “A imagem
de Santo António de Pinhel, escultura de Manuel Pereira?”
·        
Pe. Doutor António-José de Almeida,
OP, Academia Portuguesa da História,
Instituto de São Tomás de Aquino
17.00h: “O último
Marechal do Reino e Alcaide-Mor de Pinhel, D. Fernando Coutinho, sepultado na Igreja
da Misericórdia de Pinhel”
·        
Prof. Doutor Fernando Larcher, IPT, CHAM – FCSH Universidades Nova e dos
Açores
17.30h: Debate
17.45h: Pausa
18.30h:
Inauguração da Exposição de Pintura “Catedrais de Misericórdia”
, de Isabel de Sousa Pinto (Galeria
de Arte AADE, Pinhel)
21.30h: Louvor
poético e musical a Deus e a Nossa Senhora da Misericórdia
(Igreja da Misericórdia de
Pinhel)


SÁBADO, 11 DE JULHO
Moderadora:
Prof.ª Doutora Maria Madalena Larcher
09.30h: “A Casa
da Misericórdia de Pinhel no contexto da produção arquitetónica das
Misericórdias portuguesas”
·        
Prof.ª Doutora
Joana Balsa de Pinho, CLEPUL, Faculdade
de Letras da Universidade de Lisboa
10.00h: “Construção
e evolução da Igreja da Misericórdia de Pinhel: um estudo arqueológico
preliminar”
·        
Dr. Gonçalo Cruz, Sociedade Martins Sarmento, Guimarães
10.30h: “Classificação,
salvaguarda e fruição da Igreja da Misericórdia de Pinhel”
·        
Mestre Isabel Policarpo, Direção Regional da Cultura do Centro,
Coimbra
11.00h: Debate
11.15h: Pausa
Moderador: Dr. Laurindo
Monteiro
11.30h: “O retábulo
da Capela de S. Lázaro da Igreja da Misericórdia de Pinhel, uma obra tributável
a João de Ruão”
·        
Prof.ª Doutora Maria Teresa Desterro, IPT/CIEBA – Faculdade de Belas Artes /
ARTIS-IHA – Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa
12.00h: “A
escultura de S. João de Deus no Museu Municipal de Pinhel: análise
historiográfica e artística”
·        
Prof. Doutor Augusto Moutinho Borges, CLEPUL, Academia Portuguesa da História
12.30h: Debate
12.45h: Almoço livre
Moderadora:
Dra. Susana Martins
15.00h: “Quatro
beirões historiadores das Misericórdias”
·        
Sr. Jesué Pinharanda Gomes, Academia Portuguesa da História
15.30h: “A Santa
Casa da Misericórdia de Alverca da Beira hoje”
·        
Sr. Joaquim Ramalho, Vice-Provedor da Santa Casa da Misericórdia
de Alverca da Beira
16.00h: Debate
16.15h: Pausa
Moderador:
Dr. Manuel Neves
16.30h: “Breve
visão histórica da Misericórdia de Pinhel na 1ª metade do séc. XX”
·        
Mestre Abel Virgílio
17.00h: “A Santa
Casa da Misericórdia de Pinhel hoje”
·        
Sr. Luís Poço, Provedor da Santa Casa
da Misericórdia de Pinhel
17.30h: Debate

17.45h: Pausa
18.30h:
Inauguração de Mostra Documental e Bibliográfica respeitante à Santa Casa da
Misericórdia de Pinhel

(Sede da Santa Casa da Misericórdia de Pinhel)
DOMINGO, 12 DE JULHO
12.00h: Missa
festiva na Igreja de Santo António de Pinhel
,
presidida pelo
pároco Pe. Jorge Manuel Pinheiro Castela

Por:Mun.Pinhel

Palestra sobre arqueologia em Nelas

  De forma a divulgar o recém-criado projeto
plurianual denominado NeoMega, “Neolitização e Megalitismo na Plataforma do
Mondego”, a desenvolver entre 2016 e 2018, e que teve início informal este ano
com a intervenção arqueológica de emergência a decorrer Orca da Lapa do Lobo,
realiza-se este sábado, dia 4 de julho, no Auditório da Fundação Lapa do
Lobo pelas 18:00h uma Palestra denominada “Antigas Sociedades Camponesas entre
o Mondego e Dão: a propósito do estudo/escavação da Orca da Lapa do Lobo”.

  Este projeto, coordenado pelo Prof. Doutor João
Carlos Senna-Martinez do Centro de Arqueologia (Uniarq) da Universidade de
Lisboa, surge numa parceria institucional entre os Municípios de Nelas e do
Carregal do Sal, a Direcção Regional da Cultura do Centro e Investigadores do
Centro de Arqueologia (Uniarq) da Universidade de Lisboa, tendo como parceiros
a Fundação Lapa do Lobo, a Junta de Freguesia de Canas de Senhorim, a Junta de
Freguesia da Lapa do Lobo e os Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim.
O projeto de investigação, recuperação, integração e valorização patrimonial,
está previsto para decorrer entre os anos de 2016 e 2018 em monumentos
megalíticos do concelho de Nelas e do concelho do Carregal do Sal, que irão ser
alvo de estudo e de intervenções arqueológicas que permitirão conhecer melhor o
território em causa durante o Neolítico.
Desta forma pretende-se que haja uma continuidade
no discurso interpretativo do património megalítico nos dois concelhos e também
dotar a Sala Museu de Arqueologia de Canas de Senhorim, como centro de
interpretativo arqueológico e futuro pólo da especialidade do Museu Municipal
de Nelas.
Por: Mun-Nelas

Curso de Bordados de Tibaldinho chegou ao fim com sucesso

    Terminou com sucesso, na semana passada,
mais um curso de “Pontos Bordados Tradicionais/ Bordados de Tibaldinho –
Acabamento de Peças “. A iniciativa promovida pela Câmara Municipal de
Mangualde, em parceria com o CEARTE – Centro de Formação Profissional do
Artesanato e a Junta de Freguesia de Alcafache, realizou-se em regime
pós-laboral, na sede da Sociedade da Banda Filarmónica de Tibaldinho, em
Tibaldinho. Na sessão de encerramento marcou presença a Vereadora da autarquia,
Maria José Coelho.

    As 17 formandas, orientadas pela
formadora Cidália Rodrigues, tiveram a oportunidade de aprender e desenvolver
os seus conhecimentos nesta arte dos “Bordados de Tibaldinho”. A Vereadora da
Ação Social, Maria José Coelho, agraciou a formadora e os formandos pelo
empenho, dedicação, entusiasmo e boa disposição demonstrada ao longo da
formação. Enalteceu os trabalhos apresentados e salientou «a importância de
manter viva esta arte como fator de identidade local». Agradeceu, ainda, a
colaboração prestada pela Junta de freguesia de Alcafache e pela Sociedade
Filarmónica em mais uma formação.

    Enquadrado nas Unidades de Formação de
Curta Duração (UFCD) tinha como objetivo manter viva a confeção dos bordados de
Tibaldinho, preservando, promovendo e valorizando este património cultural que
constitui parte da identidade mangualdense e é dirigido a desempregados,
artesãos ativos e outros profissionais com interesse nesta área. 
Por:Mun.Mangualde 

Exposição de fotografia no Centro Cultural de Celorico da Beira

    Fotografia em destaque

    Está patente ao público, no Centro
Cultural de Celorico da Beira, até 29 de Julho e exposição de fotografia
“Transversalidades :  Fotografias sem fronteiras. Territórios
,Sociedades e Culturas em tempos de mudança.”, cedida pelo CEI – Centro
de Estudos Ibéricos. As fotos expostas foram as premiadas no Concurso de
Fotografia subordinado a este tema,  que o CEI promove regularmente.

    Partindo
da importância que a imagem assume nas sociedades contemporâneas,
impõe-se romper com processos mediáticos que excluem e deixam sem
visibilidade vastas áreas do planeta, pelo que, no âmbito deste
Concurso, recorreu-se à fotografia como meio eficaz para promover a
inclusão dos territórios. O projeto foi alargado a países doutros
continentes onde perduram marcas da presença ibérica. Este aumento de
escala e de coordenadas geográficas colocou, em tempos de globalização,
estimulantes desafios: encontrar imagens que traduzam as reestruturações
que percorrem aquelas regiões, captar sinais de continuidade e de
mudança, dos arcaísmos e das inovações que atravessam tanto as
metrópoles mais populosas como as mais remotas, longínquas e despovoadas
regiões fronteiriças.
Prosseguindo objetivos coincidentes com os
que pautam a atuação do CEI, esta iniciativa não deixa de contribuir
para superar artificiosas fronteiras que se vão impondo entre
comunidades, povos e culturas. A viagem que se propôs por tão dispares
espaços, além de documentar a diversidade de Territórios, Sociedades e
Culturas Ibéricas, permitirá ler e interpretar uma multiplicidade de
paisagens naturais, económicas, sociais e culturais que se encontram
dispersas de tão amplas geografias.


Por:Mun.Celorico da Beira

Municipio de Seia vai distinguir personalidades e alunos do concelho

Município de Seia  A Câmara Municipal de Seia vai distinguir, nas comemorações do feriado
municipal de Seia que decorrem na próxima sexta-feira, pessoas e
instituições do concelho com as Campânulas de Mérito Municipal, bem como
os melhores alunos com prémios de mérito escolar. A cerimónia, que
assinala o 29º aniversário de elevação de Seia a cidade, está agendada
para as 14h30, no auditório da Casa Municipal da Cultura de Seia.

As Campânulas de Mérito Municipal premeiam pessoas e instituições que
se notabilizaram pelos seus méritos pessoais ou feitos cívicos e que,
deste modo, contribuíram para o desenvolvimento e afirmação do concelho.

   Este ano a Câmara homenageia com a Campânula de Mérito e
Dedicação, Florbela Pires (a título póstumo), Luciano Amaral e Alberto
Toscano Pessoa.
   Pelo mérito empresarial, a Casa Albuquerque,
Loripão, Quinta do Escudial e Seilimp e pelo mérito desportivo, os
atletas Marco e Alexandre Ferreira.
   Os Prémios de Mérito Escolar vão
ser atribuídos a 10 alunos, os melhores de cada nível de ensino, “um
gesto de reconhecimento e valorização da excelência no desempenho
escolar”.

Por:MJB

Apresentação do livro dos 100 anos da GNR no distrito da Guarda

  A Guarda Nacional Republicana chegou à região da Guarda, há 100 anos e face a isso para assinalar o feito foi criado um livro, que pretende testemunhar com texto e imagens toda a história de uma centena de anos, neste distrito da Guarda.
  Com esta obra faz -nos recuar a 1914 e dar- nos a conhecer a evolução até aos dias de hoje.

  Assim a apresentação pública desta obra vai ter lugar esta quinta feira, pela 17horas, nos Paços da Cultura, da cidade mais alta do País, com a presença do 2ºComandante Geral da GNR, Major General Agostinho Costa.

Por:GNR Guarda

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar