Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura (page 4)

Cultura

Campanha “Sabe Pela Vida”iniciou em Portugal

Consumidores devem regressar aos cafés, hotéis e restaurantes de Portugal

Depois de meses em confinamento, a que sabe um bom pastel de nata na sua pastelaria de sempre? E um café ou um cimbalino? Um gelado, uma imperial ou um fino? Seja no café, na esplanada ou no restaurante, todos estes pequenos prazeres a que regressamos depois de meses de confinamento sabem “pela vida”.

E é este o mote da campanha cuja assinatura é “Sabe pela Vida”, que teve início já nos três principais canais de televisão nacionais com o objetivo de promover o consumo fora do lar – seja uma bebida com os amigos ou uma refeição em família -, apelando a que os portugueses voltem a saborear a vida.

Promovida pela FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas Agroalimentares, em parceria com a AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, a campanha tem como objetivo transmitir confiança aos consumidores, convidando a saírem de casa e “saborearem a vida” através do regresso aos cafés, hotéis e restaurantes de Portugal, respeitando sempre as regras de segurança, higiene e saúde. A mensagem de esperança e de gosto pelos pequenos prazeres da vida é o tema transversal a toda a campanha, que vai decorrer entre junho e julho de 2020.

Por todo o País, as atividades da restauração e bebidas e do alojamento turístico foram das mais impactadas com a COVID-19, primeiro com o enceramento, e depois com o regresso lento à “nova normalidade”. A campanha surge numa altura em que urge a dinamização destas atividades económicas, a par da indústria alimentar e das bebidas, que em conjunto representam 500 mil postos de trabalho, 125 mil empresas e uma faturação de 32 mil milhões de euros.

Jardins da Biblioteca Municipal recebem “Voltas da Lua”

Devido à situação de pandemia a programação cultural sofreu uma adaptação seguindo as regras da DGS, a Câmara Municipal de Mangualde traz novamente noites de animação e cultura ao luar: “VOLTAS DA LUA” são um conjunto de concertos intimistas que irão decorrer no jardim da Biblioteca Municipal. Assim, no dia 26 de junho, atuará o Quarteto Solaris e no dia 27 de junho os Meera. Luís Portugal sobre ao palco intimista dos jardins da Biblioteca no dia 28 de junho, sempre pelas 22h00. A entrada para o recinto tem lugar a partir das 21h00.

A lotação é limitada e os lugares são marcados. A entrada é gratuita mas com aquisição obrigatória de bilhetes na Biblioteca Municipal e/ou na Papelaria Adrião.

 A organização solicita a todos que respeitem sempre as regras da DGS e as indicações/sinalética no local, mantendo sempre o distanciamento social de segurança e as regras de etiqueta respiratória.

AF Guarda- Vila Cortez-Guarda vai disputar o Campeonato de Portugal 2020/21

Depois de algum impasse, onde o SC Mêda não aceitou , o Manteigas também não e face a isso , o Vila Cortez, que foi 3º classificado, liderado Lúcio Valente aceitou disputar o Campeonato de Portugal, mas o nome do clube vai passar a ser Vila Cortez Guarda, isto é , uma forma de a equipa do concelho da Guarda ser o representante máximo do distrito e face a isso, terá obviamente mais algum apoio do Município da Guarda.

Vai ser uma temporada de transição, obviamente difícil, ao que o Técnico Rui Nascimento que já esteve neste campeonato , na altura a representar o SC Sabugal.

Vai um ano diferente dado que, poderá regressar também ao 3 de maio, que tudo indica que estará pronto a tempo da prova iniciar.

Volume LXXVII da Revista Beira Alta apresentado em Viseu

Teve lugar no Claustro Superior da Sé de Viseu  a sessão de apresentação do Volume LXXVII da Revista Beira Alta.

A sessão de apresentação contou com intervenções do Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques; do Vice-Presidente da CIM, Elísio Oliveira; da Diretora da Revista Beira Alta, Fátima Eusébio; e do autor de um dos estudos Jorge Adolfo Marques

De renovado grafismo, perspetivando uma composição mais versátil, dinâmica e atrativa para públicos diferenciados, o mais recente volume é composto por trabalhos originais de investigadores que, em conformidade com a identidade da revista, compreendem áreas como a história, a história da arte, a arqueologia e a etnografia, num arco cronológico desde a Alta Idade Média ao período contemporâneo, sobressaindo no conjunto as análises reflexivas e leituras pluridisciplinares em assuntos recorrentes, mas com novas perspetivas de abordagem.

Por:CIMDL

 

Faneca mantém-se como treinador da Guarda FC

Depois de na época inicial, a Guarda FC não ter conseguido a subida de divisão, dado que os campeonatos não chegaram ao final, a temporada estava a decorrer em bom ritmo para a turma egitaniense.

Face a isso, a renovação com o técnico Faneca é já ponto assente , no sentido de regressar novamente com o mesmo objetivo chegar ao escalão principal.

O Plantel vai ser apresentado aos poucos.

Projeto “Sentidos” grande vencedor do concurso “The Future is You”

O grande vencedor do Concurso Supramunicipal de Ideias de Negócio “The Future is You” é o projeto “Sentidos”, dos alunos Armando Santos e António Figueiredo, do Instituto de Gouveia – Escola Profissional e orientado pelo professor Marco Gonçalves.

Este projeto tem como finalidade facilitar a visualização dos monumentos a pessoas invisuais. O “Sentidos” consiste em duas tecnologias: uma apresentação áudio, a explicar os pormenores a nível arquitetónico e nível artístico; e a recriação do monumento em 3D, para que os utilizadores possam ver o monumento e os seus pormenores, por meio do tacto, ao mesmo tempo que ouvem a explicação áudio.

Por sua vez, em segundo ficou, o projeto“InGreen”, da aluna Patrícia Marques, orientada pelo professor Luís Branco, do Agrupamento de Escolas do Fundão.

O objetivo do “InGreen” é oferecer ao interior um futuro mais sustentável, convertendo a agricultura convencional numa agricultura sustentável e biológica, através de 3 etapas. Informar, através de palestras, workshops e consultorias ao ar livre; incentivar, com a criação de uma associação de agricultores de toda a região, com um mercado físico e online; e expandir, através da localização e utilização gratuita de terrenos abandonados.

No último lugar do pódio, ficou o projeto“Trinus”, da aluna Melissa Coelho, que estuda na Ensiguarda – Escola Profissional da Guarda e foi orientada pela professora Lúcia Pais.

O “Trinus” surgiu da necessidade de criar uma nova ferramenta para fomentar o turismo na Guarda, mas pode ser aplicado em qualquer cidade, vila ou aldeia história da região. É uma aplicação móvel com um “peddy paper” interativo, que permite conhecer os pontos turísticos da Guarda, conhecer a sua história e visitar instituições culturais e de referência. Através de um conjunto de parcerias com os restaurantes típicos da cidade, a utilização da aplicação permite ao visitante ter descontos exclusivos.

Feira de Antiguidades e Colecionismo da Guarda acontece a 5 de julho

Vai acontecer no primeiro domingo de cada mês, entre julho e outubro, na Alameda de Santo André, na Guarda, a Feira de Antiguidades e Colecionismo, numa organização da Câmara Municipal  .  A iniciativa faz parte do cartaz de verão do Município da Guarda dos últimos anos e pretende dinamizar a cidade, atraindo ao centro urbano, visitantes e colecionadores vindos de toda a região. A primeira edição de 2020 acontece já no dia 5 de julho, a partir das 10h00.

No entanto, devido ao período sensível que vivemos derivado da Pandemia por COVID- 19, a organização implementou regras para vendedores e visitantes no local, em consonância com as normas de segurança e distanciamento social estabelecidas pela Direção Geral de Saúde (DGS). Assim, segundo as orientações da DGS e a partir da Resolução do Conselho de Ministros n° 38/2020, de 17 de maio, esta iniciativa fica sujeita ao cumprimento do distanciamento mínimo de 2 metros entre as pessoas. Dentro do recinto é o obrigatório o uso de máscara ou viseira tanto pelos vendedores como pelos consumidores. O atendimento, por sua vez, deverá ser feito de forma organizada, limitado a um consumidor de cada vez, respeitando as regras de higiene e segurança. Os vendedores terão para disponibilização aos clientes, solução antisséptica de base alcoólica.

As próximas edições da feira realizar-se-ão a 2 de agosto, 6 de setembro e a última a 4 de outubro. Recorde-se que esta iniciativa tem como objetivo a divulgação e comercialização de objetos antigos com valor artístico e cultural e constitui uma prática comercial que atrai ao centro da cidade da Guarda muitos visitantes.

Festival InJazz&Blues ao ar livre no TMG

A programação do Teatro Municipal da Guarda (TMG) regressa já entre 1 e 11 de julho, a proposta é para finais de tarde, ao ar livre, na esplanada do Café Concerto do TMG, com concertos sempre às 18h30. No menu musical vai estar o Festival InJazz&Blues, que faz a fusão de duas iniciativas do TMG: o Ciclo Guarda in Jazz e o Festival de Blues da Guarda, juntos agora devido às contingências da pandemia covid-19, que fez o TMG reformular e reagendar toda a sua programação.

Este Festival junta então as duas linguagens musicais num só evento, com oito concertos em que o Jazz e os Blues surgem intercalados entre 1 e 11 de julho, sempre de quarta a sábado.
No programa do Jazz atuam: TGB (dia 1); Maria João – Ogre (dia3); João Barradas Trio (dia 8); e The Postcard Brass Band (dia 10).
Os Blues vão contar com os concertos de: Túlio Augusto (dia 2), Peter Storm & The Blues Society (dia 4); Dog’s Bollocks (dia 9); e Serushiô(dia 11).

Nestes concertos vespertinos, o TMG garante o respeito por todos as normas de segurança, higiene e distanciamento social exigidas pela Direção Geral de Saúde. Por isso mesmo, a “lotação” está definida para um máximo de 50 pessoas e os bilhetes, que são gratuitos, são de levantamento obrigatório no próprio local, diariamente.

Aqui fica a programação completa do Festival InJazz&Blues:

1 de julho
Noite JAZZ com TGB
Tuba, Guitarra e Bateria assim se designa este trio constituído por três músicos de eleição e com larga experiência no panorama musical nacional: Sérgio Carolino na tuba, Mário Delgado na guitarra e Alexandre Frazão na bateria. Qualidade garantida.

2 de julho
Noite BLUES com Túlio Augusto
Guitarrista, cantor e harmonista brasileiro (a residir em Portugal) Túlio Augusto é um músico de grande talento e criatividade, especialmente no repertório clássico do Blues de Chicago, sempre apreciado pelo grande público.

3 de julho
Noite JAZZ com Maria João – Ogre
Não é preciso muitas palavras para descrever a genialidade da cantora Maria João e do seu incrível percurso artístico. Versátil, a voz desta cantora adapta-se à música de cariz jazzístico e eletrónico do projeto Ogre. Um concerto surpreendente.

4 de julho
Noite BLUES com Peter Storm & The Blues Society
Quarteto de músicos que já pertenceram a outras formações dedicadas ao blues, fazem agora nesta banda uma revisitação ao melhor legado musical e histórico das diversas facetas dos blues.

8 de julho
Noite JAZZ com João Barradas Trio

João Barradas é um jovem acordeonista de jazz com dezenas de prémios internacionais no currículo. O seu reconhecimento artístico além-fronteiras é sintomático da sua extraordinária capacidade de recriar o jazz.

9 de julho
Noite BLUES com Dog’s Bollocks
Projeto de dois elementos (duas guitarras, voz e meia bateria) que se move livremente entre os blues e o rock’n’roll, destilando influências que vão de Jack White a Legendary Tigerman e tudo o que há no meio. Têm um repertório composto maioritariamente por originais, mas também algumas versões.

10 de julho
Noite JAZZ com The Postcard Brass Band

The Postcard Brass Band é um grupo de música eclético e livre de preconceitos musicais. Explora vários tipos e estilos de linguagens, do jazz tradicional das ruas de New Orleans ao jazz de improvisação livre e espontânea, mas sempre com muita animação e ritmo.

11 de julho
Noite BLUES com Serushiô
S
ão do Porto. Amantes da fusão explosiva do blues com o rock, as suas atuações ao vivo são intensas e sempre em comunicação com o público. Têm vários discos editados e concertos marcantes em muitos festivais nacionais e internacionais.

 

Altice Portugal apoia a cultura e tradição portuguesa

Altice Portugal reforça o apoio à cultura e à tradição enquanto patrocinadora oficial e parceira tecnológica das 7 Maravilhas®.

Reforçando o seu compromisso para com a Portugalidade, a Altice Portugal volta a apoiar o melhor do nosso País, apresentando-se como patrocinadora oficial e parceira tecnológica das 7 Maravilhas®, um projeto que conta com 9 edições e com uma longa história de apoio à cultura e à tradição portuguesas.

É através da aliança dos conceitos de Portugalidade, Proximidade e Tecnologia que a Altice Portugal se associa a este projeto, que tanto tem contribuído para a dinamização do património cultural do País, e que tem mostrado que Portugal é hoje uma nação única pela dimensão da sua multiculturalidade, bem como pela diversidade gastronómica, social e cultural que a caracterizam.

Para Alexandre Fonseca, Presidente Executivo da Altice Portugal, «É com grande satisfação que nos juntamos às 7 Maravilhas®, um projeto que, à semelhança da Altice Portugal, tem como missão promover a cultura e a Portugalidade a uma só voz, de forma a valorizar os segredos mais guardados do nosso País e o que de melhor este tem para oferecer. Este é apenas mais um passo da nossa aproximação ao território e aos portugueses e está em linha com a nossa estratégia de apostar no orgulho em ser português, no orgulho na nossa cultura e nas nossas tradições. É com grande satisfação que, este ano, ajudaremos a promover o valor de cada uma das categorias a concurso, parte integrante do património cultural português.»

O tema da edição deste ano é a Cultura Popular e as categorias a concurso são: Artesanato, Lendas e Mitos, Festas e Feiras, Músicas e Danças, Rituais e Costumes, Procissões e Romarias e Artefactos, onde o que se procura promover é o Património Cultural Imaterial de Portugal, elevando a Cultura Popular a um patamar de causa pública.

«Em 2020 as 7 Maravilhas® têm uma missão acrescida: a de puxar o país para cima. E isso vai ser feito através da promoção fortíssima do orgulho nacional, dos vários eixos da identidade nacional. Vamos fazer da cultura popular, que toca todos os portugueses, de norte a sul, do interior ao litoral e nas ilhas, uma grande causa nacional, à qual a Altice se associa, pela sua força em todo o território e pela sua relação histórica com todos os portugueses», afirma Luís Segadães, Presidente das 7 Maravilhas®.

Consciente da importância do apoio à cultura, nas suas variadas expressões, desde a música, ao cinema, passando pela arte, património ou desporto, a Altice Portugal tem vindo a apoiar projetos e iniciativas que evidenciam a sua forte ligação ao País, à língua portuguesa e aos símbolos patrióticos nacionais.

Volume LXXVII da Revista Beira Alta apresentado na Sé de Viseu

O Claustro Superior da Sé de Viseu acolhe, no próximo dia 18 de junho, pelas 17h00, a sessão de apresentação do Volume LXXVII da Revista Beira Alta dedicada aos estudos da região.

Publicada desde 1942, a Revista Beira Alta assumiu, ao longo dos anos, manifesta relevância na disponibilização de estudos relativos ao território da Beira Alta.

Lançada pela Junta da Província, como “revista trimestral para a publicação de documentos e estudos relativos às terras da Beira-Alta”, a revista transitou para a Junta Distrital de Viseu em 1960 e, posteriormente, em 1978, para a Assembleia Distrital de Viseu, tendo o projeto sido acolhido pela Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões a partir de 2015.

De âmbito temático diversificado, abordando largo espectro de subdomínios de conhecimento de áreas da história, história da arte, etnografia, literatura, música, etc… de abrangência geográfica alargada, que compreende todo o território da Beira Alta, a revista potencia o desenvolvimento e a divulgação do conhecimento, não apenas na tessitura da região, mas também no quadro das dinâmicas e relações com o resto do território nacional ou mesmo no quadro internacional.

Convictos de que a revista Beira Alta continua a ser uma referência, lançamos um novo volume de estudos da região, prestigiando assim aquela que é uma das mais antigas publicações periódicas nacionais.

A sessão de apresentação contará com as intervenções do Presidente da CIM, Rogério Mota Abrantes; da Diretora da Revista Beira Alta, Fátima Eusébio; e de um dos autores dos artigos da revista apresentada, Jorge Adolfo Marques.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar