Templates by BIGtheme NET
Home » Cultura (page 5)

Cultura

Assinatura oficial do protocolo de geminação entre Pinhel e Guijuelo em breve

E se de repente lhe oferecerem um bom vinho de Pinhel acompanhado de um delicioso presunto de Guijuelo… É bem provável que daqui em diante encontre esta combinação única numa ocasião especial, seja em território português ou espanhol, seja em qualquer parte do mundo onde Pinhel e Guijuelo se encontrem a promover o protocolo de geminação que está em curso tendo em vista o “hermanamiento” da cidade de Pinhel (Beira Interior – Portugal) com Guijuelo (Salamanca – Espanha).
Reforçar os laços de amizade e de cooperação que o Município de Pinhel e o Ayuntamiento de Guijuelo têm vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos é o principal objetivo deste passo que, a médio e longo prazo, espera ver consolidadas e reforçadas as relações entre as instituições signatárias, mas também entre as gentes de Pinhel e de Guijuelo e, de modo particular, entre os agentes económicos que, de um lado e outro da fronteira, são produtores do Vinho de Pinhel e do Presunto de Guijuelo, dois produtos de qualidade ímpar, que “casam” na perfeição e que podem, de agora em diante, surgir acompanhados na promoção destes dos territórios de fronteira.
O documento que irá servir de base à efetivação da geminação foi aprovado pelo Executivo da Câmara Municipal de Pinhel, em reunião ordinária realizada a 8 de novembro, o que também já tinha acontecido em finais de setembro em Guijuelo.
Quanto à assinatura oficial do protocolo de geminação / hermanamiento, será feita em cerimónia pública, em data a anunciar, em Pinhel e também em Guijuelo.
Na foto: Francisco Julian Ramos Manzano, Alcalde/Presidente do Ayuntamiento de Guijuelo, e Rui Ventura, Presidente da Câmara Municipal de Pinhel.

Viseu acolhe VI Jornadas das Misericórdias

Como anualmente acontece, num local diferente, as jornadas da Misericórdia vão já na sexta edição, que Viseu acolhe nesta sexta -feira, onde numa organização conjunta entre as Misericórdias de Penalva do Castelo, Santar, Mangualde e Fornos de Algodres.

Será um dia onde se vão debater assuntos importante na vida desta instituições, com temas bastante pertinentes.

Assim os temas a tratar serão: Infância, Família/Sociedade; Misericórdias, Mutualidades e IPSS´S-Estratégias de gestão; A saúde nas organizações sociais; Responsabilidade social e intervenção ativa.

Mais à noite terá lugar um jantar conferência, na Residência Rainha D.Leonor, com a presença de Mota Soares.

Um dia que vai contribuir para melhorar o dia a dia das Misericórdias.

“Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel” debatidos em Mangualde

Decorre nesta sexta-feira, no Município de Mangualde  a conferência “Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel”. A sessão, que decorrerá no auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, terá início às 14h00 e contará com a presença do Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves. Esta conferência enquadra-se na programação da Semana Europeia da Formação Profissional.

 Após a sessão de abertura conduzida por João Azevedo, Presidente do Município de Mangualde, seguir-se-ão vários painéis de debate: “Trabalho e emprego: Estratégia Europeia”, “Veículos, plataformas do futuro e adaptação do emprego”, “Mobilidade sustentável” e “Desafios à formação: novas tecnologias e aptidões adequadas…formar as qualificações do futuro”. A sessão de encerramento ficará a cargo de João Correia Neves, Secretário de Estado da Economia.

 

Durante o evento, haverá um stand e uma apresentação do Projeto DRIVES (Development and Research on Innovative Vocational Educational Skills). Aqui estarão presentes, para além do Município de Mangualde, a Universidade do Minho, o Instituto Politécnico de Viseu e a IDESCOM (Associação Informação, Desenvolvimento, Comunicação).

O MUNICÍPIO DE MANGUALDE E A ‘European Vocational Skills Week 2018’

O Município de Mangualde, que acolhe a sede da fábrica do Grupo PSA Peugeot-Citroen (com centenas de trabalhadores) e outras empresas importantes da cadeia de valor da indústria automóvel, participa, de forma ativa, na construção de soluções para o futuro do setor. É, além disso, parceiro associado do consórcio “DRIVES – Development and Research on Innovative Vocational Education Skills”, que, durante 2018 e 2022, reúne 24 parceiros de 11 países europeus para pensar estratégias e políticas europeias de requalificação do setor.

Neste sentido, o Município de Mangualde reunirá, nesta conferência, alguns dos melhores especialistas nacionais no domínio da mobilidade para, durante uma tarde, analisarem e discutirem as melhores estratégias para assegurar que os trabalhadores nacionais estarão preparados para os desafios da digitalização, automatização e fontes de energia alternativas.

SETOR AUTOMÓVEL REPRESENTA, EM PORTUGAL, 5% DO PIB, CERCA DE 230 EMPRESAS E 51 MIL EMPREGOS

A conferência “Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel” insere-se na Semana Europeia da Formação Profissional (European Vocational Skills Week), que integra a estratégia de pensar e antecipar os desafios do setor. O setor automóvel representa, na União Europeia, 7% do PIB europeu e 12 milhões de empregos. Já em Portugal, engloba 5% do PIB, cerca de 230 empresas e 51 mil empregos.

 

Na mais recente análise socioeconómica de Portugal feita em Bruxelas, foram apontadas algumas das principais lacunas do país no domínio das qualificações profissionais: “em 2016, apenas 56% dos portugueses tinham competências médias-altas, quando a média europeia se cifrava nos 82%”, sendo o problema “mais grave na faixa acima dos 40, (40% contra 80% da média da UE)”.  Por estas razões, torna-se essencial debater o futuro do setor e dos seus profissionais no contexto socioprofissional português.

 

 

PROGRAMA

“OS DESAFIOS AO FUTURO DO EMPREGO NA INDÚSTRIA AUTOMÓVEL”

9 de novembro, 14h00-17h00, Auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves

Abertura

Presidente do Município de Mangualde, João Azevedo

Trabalho e emprego: Estratégia Europeia

Sofia Alves, Representação da Comissão Europeia em Portugal

Projeto DRIVES (ERASMUS+) – Henrique Burnay, Eupportunity

Veículos, plataformas do futuro e adaptação do emprego

Moderador: Adolfo Silva, AFIA

Joana Mendonça, IST/CEiiA

José Machado, Universidade do Minho

 

Mobilidade sustentável

Moderador: Utimia Madaleno-Eupportunity

Daniela Carvalho – Transportes Inovação e Sistemas (=TIS)

Carlos Pereira – Instituto Politécnico de Viseu

 

Desafios à formação: novas tecnologias e aptidões adequadas…formar as qualificações do futuro….

Moderadora: Isabel Soares Carneiro, IDESCOM

José Miguel Sousa, EDUFOR

João Girão, AIMMAP

 

Encerramento

João Correia Neves, Secretário de Estado da Economia

ISCMFA vai a votos, com Luis Ginja a recandidatar-se

Depois de quatro anos de mandato, chega agora a altura de acontecer a Assembleia Geral , que se realiza este domingo, 11 de novembro , no Centro Cultural Dr. António Menano.

Nesta assembleia o ponto da ordem de trabalhos, é mesmo a realização do ato eleitoral de eleger novos órgãos sociais que se realiza no  período compreendido entre as 9:30h e as 12:30h.

Desta forma, apenas a  Lista de Luis Miguel Ginja se apresenta a sufrágio, logo vai ser reeleito para novo mandato 2019/22.

Assim , resta saber se a adesão às urnas dos irmãos será em número satisfatório, pelo facto de haver apenas uma lista.

 

Alunos recebem fruta diariamente em Nelas

No âmbito do Regime da Fruta Escolar (RFE) e do Projeto Fruticool, teve início, nesta quarta-feira, dia 6 de novembro 2018, a distribuição de fruta aos alunos do 1º CEB e jardins de infância dos Agrupamentos de Escolas de todo o Concelho, em todos os dias da semana.

A distribuição da fruta é resultado quer da candidatura apresentada pelo Município de Nelas ao Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), Regime da Fruta Escolar (RFE), para o 1º ciclo, que garante a distribuição gratuita de 1 peça/dose de fruta, duas vezes por semana, quer do reforço assumido pela autarquia que assegura o consumo diário de fruta, não só aos alunos do 1º CEB, como também a todos os alunos do pré-escolar do Concelho, no sentido de potenciar novas práticas alimentares e fomentar um estilo de vida mais saudável. Uma medida social de apoio pedagógico e financeiro às famílias do Concelho, promovida pelo Município que abrange cerca de 570 crianças, ao mesmo tempo que procura sensibilizar alunos, pais e professores para as implicações que os hábitos de alimentação pouco saudáveis têm na saúde.

Neste sentido, o projeto Fruticool do Município de Nelas vem colmatar a distribuição de fruta no 1º CEB, nos dias não abrangidos pelo RFE, bem como assegurar a distribuição de uma peça de fruta diária a todo o pré-escolar do Concelho, com o objetivo de promover o consumo diário de fruta na escola e em casa, incentivar o consumo de fruta da época, e cujo fornecimento no corrente ano letivo é assegurado pela Cooperativa Agrícola de Mangualde.

A aposta do Município na promoção de hábitos alimentares saudáveis junto da população escolar dos jardins de infância e 1º ciclo dos Agrupamentos de Escolas do Concelho, no sentido de contribuir para uma efetiva melhoria da qualidade de vida e saúde de todos, tem sido comunicada pelo Carlos, elemento da Família do Serviço de Educação e Cultura, desde o ano letivo passado, através do Projeto Fruticool, Oficina do Óscar, da elaboração cuidada das ementas escolares e combate à obesidade, coleção de Dicas e Receitas Saudáveis, entre outras atividades que têm sido desenvolvidas neste âmbito.

Exposição sobre a água na Biblioteca Maria Teresa Maia Gonzalez

“Nós Poupamos Água!”, uma exposição de desenhos elaborados pelas crianças do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas de Fornos de Algodres.

Está a decorrer na Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, uma exposição temática relacionada com a poupança da água, inserida na campanha “A Água Não Dura Sempre. Poupe-a.”, apoiada pelo Fundo Ambiental.
Esta exposição, enquadrada no Programa d
e Educação Ambiental do Município de Fornos de Algodres, pretende mostrar à sociedade civil a visão e a preocupação das nossas crianças para a importância da água.

Todos os desenhos foram elaborados pelas crianças do 1° Ciclo do Agrupamento de Escolas Fornos de Algodres, com a ajuda dos professores e auxiliares.

Por:MFA

“Leituras Enfeitiçadas”com casa cheia

A Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, em Mangualde, encheu-se para mais um serão de “Leituras Enfeitiçadas” na noite de Halloween, no passado dia 31 de outubro. A iniciativa colocou novamente o público em contacto com leituras, performances, exposições e concursos alusivos ao tema do Halloween. O momento contou com a presença do Vereador da Cultura da Câmara Municipal de Mangualde, João Lopes, e com a participação do “Teatro Hábitos” e das Bibliotecas Escolares do concelho. A organização foi do Município de Mangualde através da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves.

 Todas as atividades passaram para a Biblioteca Municipal que foi decorada com rigor para criar um ambiente bem adequado. Às projeções, luzes e decorações alusivas ao tema, juntaram-se as máscaras de Abóboras, Bruxas, Vampiros e Dráculas, realizadas pelos alunos do 1º e 2º ciclos do Agrupamento de Escolas de MGL, que decoraram as janelas e portas da Biblioteca Municipal.

Este ano os vencedores do concurso das Máscaras foram: Martin Costa Cândido – 1ºB; Filipa Rebelo Soares Ventura – 2ºE; Leonor Rodrigues – 3ºC; Afonso de Almeida Braz – 4ºC; Diogo (nº 6) – 5ºB; e Cristiana Ribeiro – 6ºB.

Liturgia e avisos do 31ºdomingo tempo comum

Mais de dois mil anos de cristianismo criaram uma pesada
herança de mandamentos, de leis, de preceitos, de proibições, de
exigências, de opiniões, de pecados e de virtudes, que arrastamos
pesadamente pela história. Algures durante o caminho, deixámos que o inevitável pó dos séculos cobrisse o essencial e o acessório; depois, misturámos tudo, arrumámos tudo sem grande rigor de organização e de catalogação e perdemos a noção do que é verdadeiramente importante. Hoje, gastamos tempo e energias a
discutir certas questões que têm a sua importância (como o casamento dos padres, o sacerdócio das mulheres, o uso dos meios anticonceptivos, o que é ou não litúrgico,

04-11-2018
Ano B - Tempo Comum - 31º Domingo - Boletim Dominical

os problemas do poder e da autoridade, os pormenores legais da organização eclesiástica e continuamos a ter dificuldade em discernir o essencial na proposta de Jesus.

O Evangelho deste domingo põe as coisas de forma totalmente clara: o essencial é o amor a Deus e o amor aos irmãos. Nisto se resume toda a revelação de
Deus e a sua proposta de vida plena e definitiva para os homens. Precisamos de rever tudo, de forma a que o lixo acumulado não nos impeça de compreender, de viver, de anunciar e de testemunhar o cerne da proposta de Jesus.
O que é “amar a Deus”? De acordo com o exemplo e o testemunho de Jesus, o amor a Deus passa, antes de mais, pela escuta da sua Palavra, pelo acolhimento das suas propostas e pela obediência total dos seus projectos para mim próprio, para a Igreja, para a minha comunidade e para o mundo. Esforço-me, verdadeiramente, por tentar escutar as propostas de Deus, mantendo um diálogo
pessoal com Ele, procurando reflectir e interiorizar a sua Palavra, tentando interpretar os sinais com que Ele me interpela na vida de cada dia? Tenho o coração aberto às suas propostas, ou fecho-me no meu egoísmo, nos meus preconceitos e na minha auto-suficiência, procurando construir uma vida à margem de Deus ou contra
Deus?
O que é “amar os irmãos”? De acordo com o exemplo e o testemunho de Jesus, o amor aos irmãos passa por prestar atenção a cada homem ou mulher com quem me cruzo pelos caminhos da vida (seja ele branco ou negro, rico ou pobre, nacional ou estrangeiro, amigo ou inimigo), por sentir-me solidário com as alegrias
e sofrimentos de cada pessoa, por partilhar as desilusões e esperanças do meu próximo, por fazer da minha vida um dom total a todos. O mundo em que vivemos precisa de redescobrir o amor, a solidariedade, o serviço, a partilha, o dom da vida.
Na realidade, a minha vida é posta ao serviço dos meus irmãos, sem distinção de raça, de cor, de estatuto social? Os pobres, os necessitados, os marginalizados, os
que alguma vez me magoaram e ofenderam, encontram em mim um irmão que os ama, sem condições?
É fundamental que tenhamos consciência de que estas duas dimensões do amor a Deus e o amor aos irmãos não se excluem nem estão em confronto uma com a outra. Amar a Deus é cumprir a sua vontade e os seus projectos; ora, a vontade de Deus é que façamos da nossa vida um dom de amor, de serviço, de entrega aos
irmãos – a todos os irmãos com quem nos cruzamos nos caminhos da vida. Não se trata entre optar por rezar ou por trabalhar em favor dos outros, entre estar na igreja ou estar a ajudar os pobres; trata-se é de manter, dia a dia, um diálogo contínuo com Deus, a fim de percebermos os desafios que Deus tem para nós e de lhes
respondermos convenientemente, no dom de nós próprios aos irmãos. Como é que vivemos a nossa caminhada religiosa? Qual é, para nós, o elemento fundamental da nossa experiência de fé? Por vezes não estaremos a dar demasiada importância a
elementos que não têm grande significado (as prescrições do culto e do calendário, os ritos exteriores, as regras do liturgicamente correcto, as doações de dinheiro para as festas do santo padroeiro, as leis canónicas, as questões disciplinares…
esquecendo o essencial, negligenciando o mandamento maior?

Lapa do Lobo, epicentro do megalitismo peninsular

Decorreu neste fim de semana, o Congresso «De Gibraltar aos Pirenéus: Megalitismo, Vida e Morte na Fachada Atlântica Peninsular» na Lapa do Lobo, concelho de Nelas, epicentro de um dos núcleos mais importantes do Megalitismo da Península Ibérica. Este evento tem palco na Fundação Lapa do Lobo, no Auditório Maria José Cunha, e conta com um alargado número de participantes internacionais e alguns nomes de vulto da comunidade arqueológica nacional e internacional: João Carlos de Senna-Martinez e Mariana Diniz (Uniarq/ FLUL), António Faustino de Carvalho (CEAACP/ Universidades de Coimbra e Algarve), Pablo Arias Cabal (Universidad Cantabria, Espanha), Leonardo García Sanjuán (Universidad de Sevilla, Espanha), Gertrudes Branco (DRCC-DGPC/ Ministério da Cultura), Ana Cristina Martins (IHC-CEHFCI-UE-FCSH-UNL/ Uniarq/ FLUL), Fábio Silva (UWTSD, Lampeter, Reino Unido / IPHES, Tarragona, Espanha), entre outros.

Este congresso surge no seguimento das apresentações anuais dos resultados das escavações que João Carlos de Senna-Martinez e José Ventura lideraram nos últimos 4 anos, com o Projeto Neo-Mega. O resultado foi além do expectável, tendo sido encontrados novos elementos, levantando questões na arqueologia regional, que este Congresso discute agora a nível da Península Ibérica, colocando o foco sobre a Lapa do Lobo durante estes 3 dias.

João Carlos de Senna-Martinez e José Ventura têm liderado campanhas de escavações na região há 3 décadas. O projeto Neo-Mega, que lideram há 4 anos, resultou no estudo da recém-descoberta Orca da Lapa do Lobo, que permitiu o reforço do estudo dos 3 restantes dólmens do concelho (Orca das Pramelas – Canas de Senhorim, Orca do Folhadal e Orca do Pinhal dos Amiais – Senhorim) tendo sido criado para o efeito, e apresentado recentemente, o Circuito Pré-histórico do Concelho de Nelas, aumentando assim a oferta turística nesta área patrimonial. No domingo este Circuito será visitado por todos os participantes do Congresso.

Todo o trabalho de mais de 30 anos só foi possível graças ao apoio da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim, das Juntas de Freguesia de Canas de Senhorim, Lapa do Lobo, Nelas e Senhorim, da Fundação Lapa do Lobo e das Câmaras Municipais de Nelas e Carregal do Sal.

«De Gibraltar aos Pirenéus: Megalitismo, Vida e Morte na Fachada Atlântica Peninsular» é uma organização do Centro de Arqueologia (Uniarq) da Universidade de Lisboa, Centro de Estudos de Arqueologia, Arte e Ciências do Património (Universidades de Coimbra e do Algarve) e Fundação Lapa do Lobo, com o apoio das Câmaras Municipais de Nelas e Carregal do Sal.

 

Protejo “FLORESTAR AGUIAR” em Carapito

Este ano vai continuar o protejo “FLORESTAR AGUIAR”, depois do sucesso do ano passado,  vai acontecer domingo,dia 18 de Novembro pelas 10 horas na Junta de Freguesia de Carapito, uma nova jornada.
Após o sucesso que foi o ano passado, uma nova caminhada e florestação de 200 árvores vai ser feita em Carapito.
Foi a zona que mais sofreu o ano passado com os incêndios de Outubro e esta é mais uma razão mais que justa para acontecer esta caminhada de sensibilização e florestação de árvores autóctones das mais variadas.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar