Templates by BIGtheme NET
Home » Religião

Religião

Casa Mortuária inaugurada em Travanca de Tavares

Na aldeia de Travanca de Tavares, em Mangualde, foi inaugurada no passado sábado (dia 12) uma nova Casa Mortuária. Este novo espaço situa-se na antiga Escola Primária, sendo este aproveitamento das referidas instalações um dos desejos da população da aldeia. João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde e Alexandre Constantino, Presidente da União de Freguesias de Tavares, marcaram presença na cerimónia.

Para o edil mangualdense, João Azevedo, “esta é, sem dúvida, uma reabilitação do espaço público, um edifício com história e com futuro. Com alguma dificuldade, mas conseguimos recuperar o património de todos nós. Este foi um investimento conjunto entre a População, Junta de Freguesia e Câmara Municipal”. “A aldeia e o povo de Travanca, ficaram a ganhar” – afirmou o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde.

Para o Presidente da União de Freguesias de Tavares, Alexandre Constantino, importa “agradecer a todos os que contribuíram para esta obra, pois foram contribuições determinantes para a conclusão da obra”. Sublinhou ainda “um agradecimento especial ao empreiteiro que fez os trabalhos de recuperação do espaço, que tudo fez para que a obra estivesse concluída a tempo de que alguns dos contribuintes desta obra, que residem fora da Aldeia, conseguissem estar presentes na hora da inauguração.”

A cerimónia terminou com uma homenagem ao Padre António Cunha, pároco da Freguesia, pela dedicação que deu à população do concelho de Mangualde.

Por:Mun.Mangualde

 

A inauguração da Igreja de S. Pedro na Abadia de Espinho após obras

 A inauguração da Igreja de S. Pedro na Abadia de Espinho teve lugar , neste domingo, 30 de julho com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e o Presidente da Junta de Freguesia de Espinho, António Monteiro, que foi alvo de uma intervenção que visou o restauro deste edifício.

A requalificação, iniciativa da Câmara Municipal de Mangualde e da Paróquia de Espinho, demorou cerca de dois meses e meio, e a Igreja de S. Pedro foi inaugurada no passado domingo. As obras visaram o restauro e conservação das paredes do interior, e a melhoria da iluminação em toda a igreja.

Durante os trabalhos, foi descoberta uma inscrição, dando conta da existência de uma capela do séc. XVI na Abadia. As obras de restauro revelaram assim uma importante descoberta para a história da região e de elevado interesse arqueológico.

Esta obra ilustra a preocupação da Câmara Municipal de Mangualde com a recuperação e valorização do património religioso.

A ocasião foi ainda assinalada com uma eucaristia celebrada pelo Padre João e pelo Padre Santiago.

Por:MM

Avisos e Boletins das Unidades pastorais de Aguiar da Beira e Fornos

z-igreja ABNeste domingo, continuamos a reflexão das “parábolas do Reino”, que nos explicam a maneira de como se irá implantar e revelar o Reino, ou seja, o projecto de Deus para o mundo. A primeira das três breves parábolas, proclamadas no texto evangélico, a do trigo e do joio, faz referência a algo que sentimos muito bem nas nossas vidas: a existência do bem e do mal ao mesmo tempo. Ler Mais »

Dia do doente e idoso no Centro Social de Castelo de Penalva

casteloNo passado domingo, o Centro Social e Paroquial de Castelo de Penalva, celebrou o dia do doente e idoso na nossa comunidade.
Iniciou  o dia com a celebração da eucaristia na igreja paroquial presidida pelo presidente da instituição, Pe. Manuel Clemente, onde estiveram presentes os utentes da nossa instituição.
Durante a eucaristia os  utentes receberam o sacramento da santa unção e participaram no ofertório solene.
No final foram presenteados com uma lembrança preparada pelo grupo de jovens de Castelo de Penalva.

Por:CSPCP

Maceira acolheu cerimónias do Centenário das Aparições

aparições.1jpg Na noite de 13 de maio, decorreram as cerimónias alusivas ao centenário das aparições de Nossa Senhora em Fátima, na localidade de Maceira.

Mais concretamente, no Santuário de Nossa Senhora dos Milagres, foram algumas dezenas de pessoas oriundas das diversas localidades da Unidade Pastoraapariçõesl de Fornos de Algodres,que participaram nesta cerimónia, presidida pelo Padre Marco Cabral.

Por:António Pacheco

Fotos:L.F.

 

Projeto “Dou Mais Tempo À Vida”, em Mangualde

No próximo dia 15 de julho, sábado, a partir das 8h30, decorre em Mangualde a grande festa de encerramento do projeto Dou Mais Tempo À Vida® que vai envolver toda a comunidade ao longo do dia com atividades desportivas, lúdico-culturais e atuações musicais. Para além do espaço de alimentação e lazer, esta cerimónia de encerramento conta ainda com um espaço de saúde, dedicado à prevenção do cancro e tem um momento muito especial, pelas 20h30: “Unidos pela Vida” – Testemunhos de sobreviventes de cancro e largada de balões luminosos.

Dou Mais Tempo À Vida® é uma iniciativa do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) que visa a promoção da educação para a saúde e a prevenção do cancro no âmbito comunitário, assim como a divulgação das iniciativas e dos serviços da LPCC de apoio ao doente oncológico e à família.

“Somos naturalmente Saudáveis”, “Mãos unidas”, Mulheres de rosa”, “Com saúde, com paixão, mulheres de coração” são exemplos dos nomes de algumas das 22 equipas que se organizaram no concelho de Mangualde, num projeto de solidariedade e compromisso, como referia o presidente da autarquia, João Azevedo, na sessão de abertura.

As equipas, com um mínimo de sete e máximo de 15 elementos, constituídas por grupos de amigos ou conhecidos, de familiares, colegas de trabalho, ou de uma coletividade, de um bairro ou aldeia, tiveram como tarefa desenvolver atividades de sensibilização para a problemática da doença oncológica e atividades de angariação de fundos. Até ao final do projeto realizaram mais de 40 iniciativas, das quais 20 de sensibilização  / educação para a saúde com a presença de profissionais de saúde.Para além da impressionante dispersão geográfica, a organização destaca o cuidado de chegar com a mensagem da promoção da educação para a saúde e prevenção do cancro, desde os mais pequenos até aos mais seniores.

“Comer Bem dá Saúde” é um exemplo de uma campanha implementada em todas as escolas do 1.º ciclo do concelho de Mangualde que teve como objetivo fomentar hábitos saudáveis na alimentação das crianças. Outra iniciativa, também dirigida aos mais jovens, foi a da equipa “Escolas de Mangualde + saúde” que juntou alunos dos 4.º, 5.º e 6º anos. Mas também os cidadãos seniores tiveram aulas de yoga, organizadas pela equipa “Somos Naturalmente Saudáveis” e, por exemplo entre muitas atividades, a equipa “Mulheres de Rosa” organizou uma ação de sensibilização sobre a prevenção do cancro da mama no homem e na mulher.O projeto Dou Mais Tempo à Vida ® conta com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde.

Por:IC

Avisos e boletim da Unidade Paroquial Aguiar da Beira

z-igreja ABNeste Domingo, no Evangelho, termina a leitura e a reflexão do sermão da missão. A modo de conclusão, o trecho deste domingo distingue dois aspectos da missão do discípulo de Jesus. O primeiro (v. 37-39) é a radicalidade que se pede a quem segue Jesus. 02-07-2017

A linguagem poderá parecer dura e muito exigente. Jesus diz que todo aquele ama o pai, a mãe, o filho ou a filha mais do que Ele, não é digno para O seguir. Evidentemente, não se trata de deixar de amar a família. A fidelidade ao Senhor implica renúncias e dificuldades, como se refletia no domingo passado: o discípulo de Jesus tem de “tomar” a cruz e segui-lo. Assim, a fé cristã é uma opção radical, é exigente.

Hoje mais do que nunca, existe o risco de um Cristianismo “light”, ou seja, tirar da fé só o que convém. Ao quem segue Jesus, é-lhe exigido muito mais. É uma opção pessoal que significa pôr Deus, Jesus, a fé, em primeiro lugar, e tudo o resto em plano secundário. O objetivo principal é o anúncio do Reino de Deus. Sem exageros, nem masoquismos, é importante deixar claro que seguir Jesus Cristo supõe exigência.

Por:UPPAB

Assinado contrato de financiamento”Conservação e Requalificação da Igreja Paroquial de Fornos de Algodres

IMG_20170622_151506Ao longo dos últimos meses, a Igreja Matriz de Fornos de Algodres, tem estado em remodelação, numa primeira fase, foram os 3 altares que foram retirados para serem restaurados, dado o seu avançado estado de degradação.

Mas como todos sabem estas igrejas já com algIMG_20170622_151608umas largas de dezenas de anos, vão necessitando sempre manutenção.

Depois de ter sido feita uma análise mais profunda, eram necessárias mais obras, mais concretamente no telhado, dado que , existem diversas infiltrações, na zona do Coro e no Batistério.

Face a isso, como o investimento é de grande envergadura e a Igreja sozinha, nãoIMG_20170622_152049 consegue suportar os custos todos, eis que surge a hipótese de uma candidatura para um fundo de comparticipação de 50% do total da despesa da obra a executar.IMG_20170622_152118

Assim depois de aprovada, foi nesta quinta-feira, no Salão Nobre da Câmara Municipal,assinado um Contrato de Financiamento, ao abrigo do Programa de Equipamentos Urbanos de Utilização Coletiva, foi assinado pela Direção-Geral das Autarquias Locais, representada pela Diretora-Geral, Dr.ª Sónia  Ramalhinho, pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, representada pela Diretora dos Serviços de Apoio Jurídico e à Administração Local, Dr.ª Maria José  Neves, e pela Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Fornos de Algodres, representada pelo Pároco Jorge Luís Gomes.

Estiveram pIMG_20170622_152901resentes nesta assinatura, o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr.Carlos Miguel e o Dr.Manuel Fonseca, Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres.

Depois da respetiva assinatura, foram proferidas algumas declarações e entregues  lembranças alusivas à Nossa Senhora da Graça e S.Miguel (o padroeiro).

Por:António Pacheco

Fotos:MFA

 

 

Avisos e boletim da Unidade Pastoral de Aguiar da Beira

Como habitualmente, deixamos os avisos e boletim da Unidade Pastoral de Aguiar da Beira.

ORAÇÃO…
Impressiona-me, Jesus, a maneira como “vias” as pessoas
e Te deixavas comover perante as aflições em que elas andavam
envolvidas. Não Te limitavas a dizer umas palavras de simpatia,
mas agias, pondo em marcha soluções eficazes. E buscaste
colaboradores a fim de multiplicar as atuações inspiradoras no
teu exemplo. Sou teu discípulo. Na tua escola quero aprender a
ser misericordioso e a dar, a emprestar, a acompanhar, sem
ruído, com desprendimento e gratuitamente.
(In Evangelho Diário 2017, Editorial A.O.)

18-06-2017

Neste Domingo, a Palavra que vamos refletir recorda-nos a
presença constante de Deus no mundo e a vontade que Ele tem de oferecera os homens, a cada passo, a sua vida e a sua salvação. No entanto, a intervenção de Deus na história humana concretiza-se através daqueles que Ele chama e envia, para serem sinais vivos do seu amor e testemunhas da sua bondade.

A primeira leitura apresenta-nos o Deus da “aliança”, que elege um Povo para com ele estabelecer laços de comunhão e de familiaridade; a esse Povo, Jahwéh confia uma missão
sacerdotal: Israel deve ser o Povo reservado para o serviço de Jahwéh, isto é, para ser um sinal de Deus no meio das outras nações.

A segunda leitura sugere que a comunidade dos discípulos é fundamentalmente uma comunidade de pessoas a quem
Deus ama. A sua missão no mundo é dar testemunho do amor de Deus pelos homens – um amor eterno, inquebrável, gratuito e absolutamente único.
O Evangelho traz-nos o “discurso da missão”. Nele, Mateus apresenta uma catequese sobre a escolha, o chamamento e o envio de “doze” discípulos (que representam a totalidade do Povo de Deus) a anunciar o “Reino”. Esses “doze” serão os continuadores da missão de Jesus e deverão levar a proposta de salvação e de libertação que Deus fez aos homens em Jesus, a toda a terra. Como cenário de fundo desta catequese sobre o envio dos discípulos está o amor e a solicitude de Deus pelo seu Povo.
Não esqueçamos isto: Deus nunca Se ausentou da história dos homens; Ele continua a construir a história da salvação e a insistir em levar o seu Povo ao encontro da verdadeira liberdade, da verdadeira felicidade, da vida definitiva.
Como é que Deus age hoje no mundo? A resposta que o Evangelho deste domingo dá é: através desses discípulos que aceitaram responder positivamente ao chamamento de Jesus e embarcaram na aventura do “Reino”. Eles continuam hoje no mundo a obra de Jesus e anunciam – com palavras e com gestos – esse mundo novo de felicidade sem fim que Deus quer oferecer aos homens. Atenção: Jesus não chama apenas um grupo de “especialistas” para O seguir e para dar testemunho do “Reino”. Os “doze” representam a totalidade do Povo de Deus. É a totalidade do Povo de Deus (os
“doze”) que é enviada, a fim de continuar a obra de Jesus no meio dos homens e anunciar-lhes o “Reino”. Qual é a missão dos discípulos de Jesus? É lutar objetivamente contra tudo aquilo que escraviza o homem e que o impede de ser feliz.
Hoje há estruturas que geram guerra, violência, terror, morte: a missão dos discípulos de Jesus é contestá-las e desmontá-las; hoje há “valores” (apresentados como o “último grito” da moda, do avanço cultural ou científico) que geram escravidão, opressão,
sofrimento: a missão dos discípulos de Jesus é recusá-los e denunciá-los; hoje há esquemas de exploração (disfarçados de sistemas económicos geradores de bem-estar) que geram miséria, marginalização, debilidade, exclusão: a missão dos discípulos de
Jesus é combatê-los.

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar