Templates by BIGtheme NET
Home » Religião

Religião

Jardim Encantado regressa a Gouveia

Durante 11 dias, o Jardim Infantil de Gouveia vai transformar-se novamente no Jardim Encantado e será a principal atração da época festiva. Um jardim de luz, onde a tradição, a decoração com Estrelas, a casa do Pai Natal, os insufláveis, os ateliês e a animação alusiva a época natalícia, farão as delícias das crianças e dos adultos.

A programação de atividades de Natal iniciou-se a 2 de dezembro com o aniversário do Museu da Miniatura Automóvel e a inauguração da iluminação de Natal.

A partir de 15 de dezembro, a Biblioteca Municipal Vergílio Ferreira irá acolher a tradicional Feira do Livro, onde poderá encontrar o presente ideal para este Natal.

Como já é hábito, a Praça de S. Pedro irá receber o Mercadinho de Natal, a 16 de dezembro. Os doces de Natal, o artesanato e animação para as crianças irão encher esta praça com a harmonia e alegria que é típica desta época.
Em véspera de consoada, no dia 23 de dezembro, no Teatro Cine de Gouveia, há cinema para todos os gostos. Às 15h00, matiné infantil com “Coco: a vida é uma festa”. Miguel um menino de 12 anos que quer muito ser um músico famoso, vai ser o responsável pela proposta de animação desta tarde. E há noite, às 21h00, há cinema para toda a família, com o filme “Pai há só 1… ou 2”, uma comédia familiar, onde um marido e um ex-marido se tornam amigos inseparáveis. 

Faz ainda parte da programação de Natal o concerto de Aniversário da Santa Casa de Misericórdia de Gouveia na Igreja da Misericórdia e a projeção do filme “À Luz do Candeeiros” no Edifício Clube Camões.

Da programação de Natal contam ainda vários concertos no Teatro Cine de Gouveia. O Concerto Solidário pela Orquestra Ligeira de Gouveia, O Sarau de Natal da AE de Gouveia, e o Concerto de Encerramento do Estágio para a Orquestra de sopros da sociedade Musical Gouveense “Pedro Amaral Botto Machado.

 O Teatro Cine de Gouveia irá ainda receber a alegria contagiante das Festas de Natal das Escolas do concelho.

A agenda de natal encerra no Dia de Reis, 6 de janeiro, com tradicional Cantar das Janeira, no Teatro Cine de Gouveia.

 

Misericórdia de Mangualde celebrou o Dia Internacional do Voluntariado

O Dia Internacional do Voluntariado foi celebrado da melhor maneira, neste dia, na Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, com um almoço convívio que reuniu voluntários, diretoras e membros da Mesa Administrativa.
Os voluntários são parte indissociável da história e da obra da Misericórdia de Mangualde.

Esta forma de comemorar o Dia Internacional do Voluntariado é, assim, para a Misericórdia de Mangualde, um gesto de reconhecimento e gratidão a todos os que dedicam o seu tempo, empenho e afeto junto de quem mais precisa.

Por:Misericórdia de Mangualde

Avisos e liturgia do 1ºdomingo do Advento- Fornos e Aguiar da Beira

Dupla Perspectiva do Advento
O TEMPO DO ADVENTO é o tempo da devota e gozosa EXPECTATIVA sobre a vinda do Senhor. Está estruturado liturgicamente numa dupla perspectiva:

  1. É TEMPO DE PREPARAÇÃO para a SOLENIDADE DO NATAL, que comemora “a vinda do Filho de Deus” à Humanidade, pela Incarnação;
  2. É tempo no qual, mediante a evocação do nascimento histórico, se concentra o espírito dos crentes na expectativa da “SEGUNDA VINDA DE CRISTO” no fim dos tempos.
Ano B - Advento - 1º Domingo - Boletim Dominical

As duas perspectivas entrecruzam-se nos textos litúrgicos do Advento, porque a “primeira vinda” pela Encarnação é o fundamento da “última vinda”; e esta, a consumação escatológica da primeira.

Entre o ACONTECIMENTO HISTÓRICO de Cristo e a PARUSIA há um ritmo incessante de ADVENTO de Cristo, sempre presente na Igreja e no Mundo, porque há muitas zonas da pessoa onde Cristo está “ausente”, até que nos identifiquemos, existencialmente, com Ele; porque há muitos homens que ainda não ouviram a Sua mensagem; porque há muitas zonas no mundo e na História que ainda não foram atingidas pela graça da reconciliação!

A Liturgia do ADVENTO CRISTÃO situa-se no “já” da Encarnação e no “ainda não” da Sua vinda em plenitude.

Entre a Encarnação de Cristo e a Sua última vinda
Para melhor entender esta dupla perspectiva do Advento, devemos ater-nos a alguns aspectos gerais do Ano Litúrgico:

  1. As celebrações do Ano Litúrgico são o desenvolvimento da História da Salvação atualizada sacramentalmente no tempo e no espaço, com todos os seus acontecimentos salvíficos, para que essa História aconteça existencialmente nas comunidades eclesiais, em cada geração e em cada pessoa.
  2. Há nos Mistérios da Redenção uma dimensão histórica, enquanto acontecimento cronologicamente verificado no passado. Como tais, esses mistérios, são “um passado histórico irreversível”. A celebração deles é uma “comemoração-aniversário”. Mas há também a dimensão salvífica, enquanto iniciativa salvadora de Deus; manifestação da força viva de Deus perenemente presente e actuante. A celebração litúrgica é a “reactualização” dessa dimensão salvífica, que se reproduz existencialmente como acontecimento salvífico.
  3. Ano B - Advento - 1º Domingo - Boletim Dominical

O Natal é o “mistério-sacramento” do nascimento do Senhor, que renova e actualiza o Mistério do Filho de Deus feito homem. O “HOJE”, repetido nos textos litúrgicos do Natal, é o “HOJE DIVINO”, ou a presença perene de Deus, em Quem não há passado nem futuro, no “HOJE DOS HOMENS” sempre provisório e passageiro! Pela celebração cultual, o “HOJE” de cada geração é contemporâneo do que já aconteceu e do que há-de vir. COMEMORAR os Mistérios da Redenção não é distanciar-se do que aconteceu, mas abolir as distâncias.
Há uma unidade interna nos ciclos do Ano Litúrgico. Ela procede da unidade do Mistério de Cristo, presente em todas as celebrações. A Liturgia celebra sempre todo o mistério de Cristo, mas na PERSPECTIVA PASCAL. Por isso, a Liturgia do Advento e a do Natal estão transfiguradas pelos símbolos pascais:

  1. A Encarnação é perspectivada pelo processo da “humilhação-despojamento”, que culmina na morte de Cristo.
  2. O Natal é como que celebração antecipada e pressuposto da maravilhosa Primavera da salvação: a festa da Páscoa.
  3. A verdadeira festa do “Sol da Justiça”, que se celebra no Natal, brilha na Ressurreição.
  4. O movimento da regeneração da Humanidade começa no Natal mas culmina na Páscoa! Haja em vista toda a simbologia pascal da luz, presente no Natal!

A liturgia do primeiro Domingo do Advento convida-nos a equacionar a nossa caminhada pela história à luz da certeza de que “o Senhor vem”.
Apresenta também aos crentes indicações concretas acerca da forma devem viver esse tempo de espera.
A primeira leitura é um apelo dramático a Jahwéh, o Deus que é “pai” e “redentor”, no sentido de vir mais uma vez ao encontro de Israel para o libertar do pecado e para recriar um Povo de coração novo. O profeta não tem dúvidas: a essência de Deus é amor
e misericórdia; essas “qualidades” de Deus são a garantia da sua intervenção salvadora em cada passo da caminhada histórica do Povo de Deus. A segunda leitura mostra como Deus Se faz presente na história e na vida de uma comunidade crente, através dos dons e
carismas que gratuitamente derrama sobre o seu Povo. Sugere também aos crentes que se mantenham atentos e vigilantes, a fim de acolherem os dons de Deus.
Antes de mais, o Evangelho deste domingo coloca-nos diante de uma certeza fundamental: “o Senhor vem”. A nossa caminhada humana não é um avançar sem sentido ao encontro do nada, mas uma caminhada feita na alegria ao encontro do Senhor
que vem. Não se trata de uma vaga esperança, mas de uma certeza baseada na palavra infalível de Jesus. O tempo de Advento recorda-nos a realidade de um Senhor que vem ao encontro dos homens e que, no final da nossa caminhada por esta terra, nos oferecerá
a vida definitiva, a felicidade sem fim. O tempo do Advento é, também, o tempo da espera do Senhor. O Evangelho deste Domingo diz-nos como deve ser essa espera… A palavra mágica é “vigilância”: o verdadeiro discípulo deve estar sempre “vigilante”,
cumprindo com coragem e determinação a missão que Deus lhe confiou. Estar “vigilante” não significa, contudo, preocupar-se em ter sempre a “alminha” limpa para que a morte não o apanhe com pecados por perdoar; mas significa viver sempre activo,
empenhado, comprometido na construção de um mundo de vida, de amor e de paz.
Significa cumprir, com coerência e sem meias tintas, os compromissos assumidos no dia do baptismo e ser um sinal vivo do amor e da bondade de Deus no mundo. É dessa forma que eu tenho procurado viver? Em concreto, estar “vigilante” significa não viver
de braços cruzados, fechado num mundo de alienação e de egoísmo, deixando que sejam os outros a tomar as decisões e a escolher os valores que devem governar a humanidade; significa não me demitir das minhas responsabilidades e da missão que Deus me confiou quando me chamou à existência… Estar “vigilante” é ser uma voz
activa e questionante no meio dos homens, levando-os a confrontarem-se com os valores do Evangelho; é lutar de forma decidida e corajosa contra a mentira, o egoísmo, a injustiça, tudo aquilo que rouba a vida e a felicidade a qualquer irmão que caminhe ao meu lado… O nosso Evangelho recomenda especialmente a “vigilância” aos “porteiros” da comunidade – isto é, a todos aqueles a quem é confiado o serviço de proteger a comunidade de invasões estranhas.

ISCMFA realizou apanha da azeitona

Na manhã fria deste domingo, 3 de dezembro, a Santa Casa da Misericórdia  de Fornos de Algodres, realizou a vareja da azeitona, das oliveiras que estão no espaço da instituição.

Assim um grupo de irmãos e irmãs colaboraram nesta atividade e a colheita foi positiva , agora é só esperar pelo resultado final, o azeite que vai dar para as refeições confecionadas na cozinha da instituição.

Fotos:LMG

Natal em Mangualde de 1 a 25 dezembro

As comemorações da época natalícia no concelho de Mangualde, iniciam, sexta-feira, a iluminação de Natal será ligada às 17h00. Seguem-se três semanas de animação e confraternização que ninguém vai querer perder! As atividades são organizadas pelo Município de Mangualde, com o apoio da Associação Empresarial de Mangualde e da União das Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta.

Há diversão para todas as idades. Exposições, animação de rua, horas do conto, ateliers de natal, workshops, música e muito mais preencherão o Largo Dr. Couto e outros locais do concelho. À animação esperada, juntar-se-ão a tradição e a solidariedade, tão habituais entre as gentes de Mangualde.

PROGRAMAÇÃO DIVERSIFICADA E PARA TODAS AS IDADES!

Os mais pequenos são os primeiros a não querer ficar em casa! Na tarde de dia 9, entre as 14h30 e as 17h30, o Pai Natal estará no Largo Dr. Couto, onde os esperam atividades como modelagem de balões, pinturas faciais e ateliers. O mesmo acontecerá nas tardes dos dias 10, 16 e 17.

Os dias 13, 14 e 15 de dezembro vão ser dedicados às IPSS’s e às escolas de Mangualde com a realização da habitual Festa de Natal. As diversões acontecem também no Largo Dr. Couto e serão divididas em quatro sessões: a tarde do dia 13 é dedicada às crianças do Ensino Pré-Escolar das IPSS’s do concelho, bem como a manhã do dia 14, dedicada aos mais pequenos do Agrupamento de Escolas de Mangualde. Já as sessões da tarde dos dias 14 e 15 serão direcionadas para os alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico do Agrupamento de Escolas do concelho.

Domingo, dia 17 de dezembro, vai ser também ele sinónimo de animação. De manhã, participantes vestidos de vermelho e preto, munidos de gorro do Pai Natal, poderão “zumbar” no Largo Dr. Couto. Já na tarde de dia 21, um desfile de Pais e Mães Natal, protagonizado pelos utentes das IPSS’s e ATL’s do concelho, percorrerá as ruas do centro da cidade.

A música fará também parte deste Natal. Dia 17, pelas 16h00, realizar-se-á, no Complexo Paroquial de Mangualde, o Espetáculo “Clássicos de Natal”. Já na noite de dia 21 decorrerá o Encontro de Grupos Corais.

 Para aqueles que ainda não compraram os presentes de Natal, os habituais Mercados de Natal decorrerão nos dias 8, 9, 10, 16 e 17, entre as 14h00 e as 18h00. A inscrição é obrigatória e limitada no Turismo de Mangualde.

E porque Natal também é sinónimo de entreajuda, a campanha “Por um Sorriso” pretende, à semelhança de edições anteriores, tornar mais feliz o Natal dos mais pequenos. Entre 2 e 15 de dezembro, é possível entregar, no átrio da Câmara Municipal de Mangualde, brinquedos que serão posteriormente entregues às crianças das famílias mais desfavorecidas do concelho que estejam sinalizadas no âmbito da Ação Social.

PROGRAMA

1 SEXTA

17h00 Cidade de Mangualde

Já é Natal em Mangualde!

Iluminação de Natal

 

2 a 15 DEZEMBRO

De 2.ª a 6.ª feira, 9h00 – 17h00

Átrio da Câmara Municipal de Mangualde

Campanha de Natal “Por um Sorriso”

Recolha de brinquedos

 

4 a 11 DEZEMBRO

Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves

“Atelier Pontos e Encontros”

Exposição de Natal

 

7 QUINTA

21h00 Largo Dr. Couto

Big Band Poema

“Músicas de Natal”

 

8 SEXTA

21h00 Largo Dr. Couto

“X-MAS Night”

Comissão de Finalistas do Agrupamento de Escolas de Mangualde

 

9 SÁBADO

14h30 – 17h30 Largo Dr. Couto

Animação: Pai Natal

Modelagem de Balões

Pinturas Faciais

Atelier para Crianças

21h00 Largo Dr. Couto

Espetáculo

“Circo de Natal”

 

10 DOMINGO

14h30 – 17h30 Largo Dr. Couto

Animação: Pai Natal

Modelagem de Balões

Pinturas Faciais

Atelier para Crianças

15h00 Largo Dr. Couto

A Lili-RIRi vem ler para ti

Exposição de trabalhos sobre a obra

“Uma Mão Cheia de Histórias”

 

11 SEGUNDA

10h00 Largo Dr. Couto

Contos de Natal

“O fato do Pai Natal”

15h00 Largo Dr. Couto

Workshop “Pintura em Tecido Individual de Mesa”

Por Paula Rodrigues

Exposição de trabalhos sobre a obra

“Uma Mão Cheia de Histórias”

(Inscrições gratuitas no posto de Turismo

Máximo: 15 pessoas)

 

12 TERÇA

10h00 Largo Dr. Couto

Contos de Natal

“O fato do Pai Natal”

15h00 Largo Dr. Couto

Workshop “Biscuit”

Por Isaura Figueiredo

(Inscrições gratuitas no posto de Turismo. Máximo: 15 pessoas)

 

13 QUARTA

14h30 – 16h00 Largo Dr. Couto

Festa de Natal

IPSS’s – Crianças Pré-Escolar

 

14 QUINTA

10h00 – 11h30 Largo Dr. Couto

Festa de Natal

Agrupamento de Escolas de Mangualde

Crianças Pré-Escolar

14h30 – 16h00 Largo Dr. Couto

Festa de Natal

Agrupamento de Escolas de Mangualde

Crianças 1º Ciclo do Ensino Básico

 

15 SEXTA

10h00 – 11h30 e 14h30 – 16h00

Largo Dr. Couto

Festa de Natal

Agrupamento de Escolas de Mangualde

Crianças 1º Ciclo do Ensino Básico

 

16 SÁBADO

14h30 – 17h30 Largo Dr. Couto

Animação

Pai Natal com outras personagens

Modelagem de Balões

Pinturas Faciais

Atelier para crianças

21h00 Largo Dr. Couto

Orquestra Juvenil

“+ Música”

Agrupamento de Escolas de Mangualde

 

17 DOMINGO

11h00 Largo Dr. Couto

Zumba de Natal

(Participantes vestidos de vermelho e preto, com gorro de Pai Natal)

14h30 – 17h30 Largo Dr. Couto

Animação

Pai Natal

Modelagem de Balões

Pinturas Faciais

Atelier para crianças

16h00 Complexo Paroquial de Mangualde

Espetáculo Clássicos de Natal

Por Carlos Guilherme e Filipa Lopes

17h00 Largo Dr. Couto

Espetáculo

“Circo de Natal”

 

18 SEGUNDA

14h00 Largo Dr. Couto

Projeto Intergeracional e Interinstitucional

“Bons Velhos Tempos” – Natal dos Avós

 

19 TERÇA

15h00 Largo Dr. Couto

Atelier “Arranjos de Natal”

(Inscrições gratuitas no posto de Turismo

Máximo: 15 pessoas)

Por Maria João Henriques

 

20 QUARTA

15h00 Largo Dr. Couto

Workshop de Culinária

“Bolo Rei”

(Inscrições gratuitas no posto de Turismo

Máximo: 15 pessoas)

Pastelaria Cinderela

21h00 Largo Dr. Couto

Palestra subordinada ao tema

“O Natal”

Proferida pelo Sr. Padre Manuel da Rocha

“Noite Feliz, Contos e Melodias”

Grupos Corais da Paróquia e Centro Social de Mangualde

 

21 QUINTA

15h00 Centro da Cidade

Desfile de Pais/Mães Natal – IPSS’s/ATL

21h00 Largo Dr. Couto

Encontro de Grupos Corais

Grupo Coral Infantil da Paróquia Mesquitela

Grupo Coral da Paróquia de Espinho

Grupo Coral da Banda Filarmónica da Boa Educação de Vila Cova de Tavares

 

MERCADOS DE NATAL!

Dias 8, 9, 10, 16 e 17 | 14h00 – 18h00

(Inscrição obrigatória e limitada no Turismo de Mangualde)

Solidariedade em Aguiar da Beira

A empresa Duplo Stop e a Igreja de Aguiar da Beira são parceiras no que toca à solidariedade, no sentido de ajudar as vítimas dos incêndios . Esta é uma iniciativa do grupo Auto Crew que vai fazendo a recolha livros, brinquedos, material escolar e bens alimentares para distribuir pelas famílias mais necessitadas.

Assim todos os aguiarense que queiram contribuir com algum desses materiais, basta entrega-los na Igreja de Aguiar da Beira ou na empresa Duplo Stop.

Avisos e liturgia nas Unidades Pastorais de Fornos de Algodres e Aguiar da Beira

XXXII Domingo do Tempo Comum

A liturgia deste Domingo convida-nos à vigilância. Recorda-nos que a segunda vinda do Senhor Jesus está no horizonte final da história humana; devemos, portanto, caminhar pela vida sempre atentos ao Senhor que vem e com o coração preparado para o acolher. A primeira leitura apresenta-nos a “sabedoria”, dom gratuito e
incondicional de Deus para o homem. É um caso paradigmático da forma como Deus se preocupa com a felicidade do homem e põe à disposição dos seus filhos a fonte de onde jorra a vida definitiva. Ano A - Tempo Comum - 32º Domingo - Boletim Dominical

Ao homem resta estar atento, vigilante e disponível para acolher, em cada instante, a vida e a salvação que Deus lhe oferece. Na segunda leitura, Paulo garante aos cristãos de Tessalónica que Cristo virá de novo para concluir a história humana e para inaugurar a realidade do mundo definitivo; todo aquele que tiver aderido a Jesus e se tiver
identificado com Ele irá ao encontro do Senhor e permanecerá com Ele para sempre.12-11-2017

Nós, os cristãos do séc. XXI, não somos significativamente diferentes dos cristãos que integravam a comunidade de Mateus… Também percorremos um caminho de altos e baixos,
em que os momentos de entusiasmo e de compromisso alternam com os momentos de instalação, de comodismo, de adormecimento, de pouco empenho. As dificuldades da caminhada, os apelos do mundo, a monotonia, a nossa fragilidade leva-nos, frequentemente,
a esquecer os valores do Reino e a correr atrás de valores efémeros, que parecem garantir-nos a felicidade e só nos arrastam para caminhos de escravidão e de frustração.
O Evangelho deste Domingo lembra-nos que a segunda vinda do Senhor deve estar sempre no horizonte final da nossa existência e que não podemos alienar os valores do Evangelho, pois só eles nos mantêm identificados com esse Senhor Jesus que há-de voltar
para nos oferecer a vida plena e definitiva. Enquanto caminhamos nesta terra devemos, pois, manter-nos atentos e vigilantes, fiéis aos ensinamentos de Jesus e comprometidos com esse Reino que Ele nos mandou construir. “Estar preparado” não significa, contudo, ter a“alminha” limpa e sem mancha, para que, quando nos encontrarmos com o Senhor, Ele não tenha nenhuma falta não confessada a apontar-nos e nos leve para o céu… Mas significa,
sobretudo, vivermos dia a dia, de forma comprometida e entusiasta, o nosso compromisso baptismal. “Estar preparado” passa por descobrirmos dia a dia os projectos de Deus para nós
e para o mundo e procurar concretizá-los, com alegria e entusiasmo; “estar preparado” passa por fazermos da nossa vida, em cada instante, um dom aos irmãos, no serviço, na partilha, no
amor, ao jeito de Jesus.
O Evangelho deste Domingo avisa-nos que não podemos instalar-nos no nosso egoísmo e na nossa auto-suficiência e recusar-nos a escutar os apelos do Senhor. A história das jovens
“insensatas” que se esqueceram do essencial faz-nos pensar na questão das prioridades… É fácil irmos “na onda”, preocuparmo-nos com o imediato, o visível, o efémero (o dinheiro, o
poder, a influência, a imagem, o êxito, a beleza, os triunfos humanos…) e negligenciarmos os valores autênticos. O objectivo da catequese de Mateus não é dizer-nos que, se não nos
portarmos bem, Deus nos castiga com o inferno; mas é alertar-nos para a seriedade com que devemos avaliar as nossas opções, de forma a não perdermos oportunidades para nos realizarmos e para chegarmos à felicidade plena e definitiva.

S.Martinho festejado em Fornos de Algodres

As castanhas são o ex libris desta época e face a isso, as diversas homenagens a este fruto acontecem um pouco por todo lado.

Em Fornos de Algodres, neste sábado, 11 de novembro, curiosamente no dia de S.Martinho, vai ter lugar um Magusto, no Largo da Misericórdia , pelas 16 horas.

Uma iniciativa do conselho económico da paróquia fornense, no intuito de angariar fundos para a recuperação da igreja matriz, vai haver castanhas, convivio e música de baile com a Banda Tradição, um grupo de baile que vai animar a tarde noite.

 

Rodrigo Costa novo líder da JS Fornos de Algodres

Depois do período eleitoral das Autárquicas 2017, as concelhias da Juventude Socialista foram a votos, assim em Fornos de Algodres, Rodrigo Costa passa a ser o novo líder da JS local, após terem sido realizadas as eleições internas .

Recorde-se que o anterior líder era Tiago Andrade que agora cessou funções à frente dos jovens socialistas, a apadrinhar a entrada da nova equipa esteve Fábio Pinto o líder da Juventude Socialista egitaniense.

Por:AP foto:FP

Mudança da hora- Relógio atrasa 60 minutos

Apesar das temperaturas serem altas, a mudança da hora vai ser efetuada na madrugada de domingo, 29 de outubro.

Assim em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira às 2h atrase o seu relógio para a 1h e nessa noite descansa mais um pouco, dado que entramos na hora de inverno.

Na Região Autónoma dos Açores, o relógio atrasa da 1h para as 00 horas.

Foto:RS

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar