Templates by BIGtheme NET
Home » Religião (page 2)

Religião

Fornenses Susana e Beatriz fazem missão em Cabo Verde

Cada vez mais os jovens portugueses, se dedicam a fazer missão em países africanos, desta forma, Susana e Beatriz, duas jovens fornenses, que integram o Projeto Universitário de Cabo Verde, vão estar em missão por Cabo Verde, até ao dia 7 de agosto.

Desta forma , estas jovens tiveram uma celebração de envio , na eucaristia vespertina da Igreja da Misericórdia de Fornos de Algodres, presidida pelo Padre Jorge.

 

Avisos e Liturgia do 14ºdomingo tempo comum

De certeza que em muitos momentos da nossa vida já experimentámos o fracasso e a humilhação. É uma experiência que não gostamos, porque desejamos ter sempre êxito e que tudo corra bem. Mas nem sempre é assim. Porém, é no fracasso e na humilhação que somos postos à prova. O texto do evangelho deste domingo narra-nos a visita de Jesus à sua terra, a Nazaré, para pregar. Mas Ele e a sua mensagem não são bem recebidos na sua terra. Todos conheciam Jesus desde pequenino e conheciam a sua família: “Não é Ele o carpinteiro, o Filho de Maria? De onde Lhe vem tudo isto? Que sabedoria é esta que Lhe foi dada e os prodigiosos milagres feitos pelas suas mãos?”. E ficaram perplexos a seu respeito. Jesus ficou admirado com a falta de fé daquela gente. Que humilhação! Jesus foi apanhado de surpresa, porque não esperava isto e nem merecia. Os habitantes de Nazaré deviam estar felizes e orgulhosos por um grande profeta ter saído da sua terra. Mas não foi assim. Não viram nada da grandeza de Jesus, porque estavam cegos com o seu orgulho, inveja e preocupações diárias. É um momento de grande sofrimento na vida de Jesus, a tal ponto de afirmar: “Um profeta só é desprezado na sua terra, entre os seus parentes e em sua casa”. Apesar disto, Jesus não desanimou e continuou a percorrer as aldeias dos arredores, pregando a Boa Nova do Reino de Deus. Se alguém pensa que na vida tudo são aplausos e saúde, será melhor ler de novo o evangelho deste domingo, para não se enganar.

08-07-2018

No episódio da vida de Jesus, narrado no evangelho, cumprem-se as palavras de S. João: “Veio para os seus e os seus não O receberam”. Uma situação idêntica aconteceu ao profeta Ezequiel, como nos narra a primeira leitura. O povo de Israel não dá importância a Ezequiel e é indiferente às suas palavras que transmitem a mensagem de Deus. Mas Deus pede-lhe que continue a profetizar em seu nome, afirmando: “eles e os seus pais ofenderam-me…é a esses filhos de cabeça dura que te envio. Podem escutar-te ou não, porque são uma casa de rebeldes, mas saberão que há um profeta no meio deles”.

Hoje, como enfrentamos situações idênticas à de Ezequiel e de Jesus? A mensagem de Deus que anunciamos, tantas vezes, não é escutada. Em nenhum momento deveremos atirar a toalha ao chão, mas continuar a trabalhar na construção do Reino de Deus não só com as nossas palavras, mas sobretudo com as nossas acções, não pregando as nossas ideias, mas Deus e a sua mensagem de amor.

Na vida, experimentamos momentos de alegria e de felicidade, mas também provas duras, e fracassos. São Paulo também experimentou açoites, prisão, ameaças e perseguições. Hoje, tantas pessoas são humilhadas! Pais são humilhados por filhos ingratos! Trabalhadores humilhados pelos seus patrões! E nas paróquias, tantas humilhações, teimosia e pretensões de superioridade e de protagonismo em pessoas que exercem ministérios e pertencem a movimentos! Mais do que nunca, é nos momentos difíceis que nos devemos abandonar totalmente nas mãos de Deus e continuar a trabalhar para o seu Reino, sem desanimar, confiantes da força e da graça que Ele nos dá. Ezequiel teve a coragem para continuar a sua missão; S. Paulo, perante a sua doença, que nos fala na segunda leitura, continuou a anunciar a Boa Nova da Salvação e Jesus continuou a anunciar o Reino de Deus até ao ponto de dar a sua vida na cruz.

Que o Senhor nos conceda sempre a força para anunciar a Boa Nova de Jesus Cristo aos nossos irmãos, sobretudo àqueles que não conhecem Deus. Se não nos derem atenção, a responsabilidade é deles. Nunca deixemos de ajudar os outros, sem esperar frutos a curto prazo. Perante as dificuldades e os fracassos, saibamos, como canta o salmista, ter os olhos levantados para o Senhor, até que se compadeça de nós.

Em Cogula vai ter um teste no âmbito “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”

Na sequência dos grandes incêndios ocorridos no ano de 2017 em Portugal, o governo criou o programas “Aldeia Segura, Pessoas Seguras”, procurando definir procedimentos e medidas de proteção de pessoas e de aglomerados populacionais, em caso de ocorrência de um incêndio florestal.

Cogula, a par de mais algumas povoações do concelho de Trancoso, figura a lista de aldeias e aglomerados populacionais considerados de maior risco pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Assim sendo, na próxima segunda feira, dia 9 de julho, irá decorrer, pelas 16 horas, um exercício de teste do plano de evacuação deste aglomerado.
A coordenação da ação contará com o envolvimento de diferentes entidades, entre elas a Junta de Freguesia de Cogula, o Município de Trancoso, GNR, Bombeiros e CDOS da Guarda.

Por:Freg.Fornos, ADFA

Novo conselho local da JMV de Fornos de Algodres

Foi recentemente eleita a nova equipa que compõe o Conselho Local da Juventude Mariana Vicentina de Fornos de Algodres.

Assim sendo, o presidente continua a ser Jerome Alexandre que foi reeleito , passando a ter com secretária Silvia Moreira e tesoureiro o jovem Tiago Cabral.

Foto:JMVFA

Marchas Populares animam Mangualde

A noite de domingo, 17 de junho, as ruas mangualdenses vão, mais uma vez, encher-se de cor, música e muita animação com as tradicionais Marchas Populares.

Pelas 21h30, os grupos saem em desfile do Largo Dr. Couto (Câmara Municipal) em direção à Rotunda da Casa do Povo, sentido ascendente. Pela ordem de atuação e no sentido descendente dá-se início às atuações que seguem depois em direção ao Mercado Municipal (paragem de autocarros), onde termina. A iniciativa é organizada pela Câmara Municipal de Mangualde.

 As coreografias que vão assinalar esta época de Santos Populares são protagonizadas pelas Marchas da União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, Marchas Populares de Alcafache, Marchas S. Pedro entre os Santos Populares/Espinho, Marchas Populares de Quintela de Azurara, Marchas da Junta de Freguesia de Abrunhosa-a-Velha, Marchas Populares Mesquitela / Mourilhe e Marchas da Associação Mangualde Azurara. A noite terá ainda a gastronomia típica dos Santos Populares, com as Tasquinhas Típicas, e muita animação.

Centro de Portugal recebeu visita da Ministra do Turismo da Jordânia

O Centro de Portugal recebeu nesta sexta-feira, a visita da Ministra do Turismo e das Antiguidades do Reino Hachemita da Jordânia. Lina Mazhar Ennab pernoitou em Fátima e dedicou o dia a conhecer a forma como a região estrutura o turismo religioso e patrimonial.

A preenchida agenda da governante incluiu uma reunião sobre promoção turística, que manteve com Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro de Portugal, e Alexandre Marto, vice-presidente da ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima.

“A Ministra do Turismo da Jordânia mostrou-se muito interessada em inteirar-se da forma como o destino Fátima tem vindo a promover, nacional e internacionalmente, o turismo religioso no Centro de Portugal. O turismo religioso é também um produto turístico muito importante na Jordânia”, destacou Pedro Machado.

Outro ponto importante da agenda foi um almoço na Escola de Hotelaria de Fátima, onde a governante tomou contacto com os currícula e os métodos de formação dos alunos. “A ministra adiantou que a formação na área do turismo, em especial dos guias turísticos, é uma grande preocupação e uma prioridade na Jordânia, pois a especificidade da História religiosa do país não é fácil de explicar. Em cima da mesa ficou a possibilidade de um intercâmbio, que traga estudantes jordanos a escolas de hotelaria portuguesas, para aprenderem com as técnicas e conteúdos da formação nesta área”, disse Pedro Machado.

Lina Mazhar Ennab reuniu-se também com Luís Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Ourém, além de ter, naturalmente, conhecido o Santuário de Fátima. O dia terminou com uma visita ao Mosteiro da Batalha, um dos ícones dos Lugares Património Mundial no Centro de Portugal, onde foi recebida pelo diretor, Joaquim Ruivo, e pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Batista Santos. Aqui, a ministra jordana ficou ao corrente da forma como a região implementa uma ligação próxima entre o património e o turismo religioso.

Por:TP

Abertas inscrições para o Orçamento Participativo 2018 em Fornos de Algodres

Como já sendo hábito, ao longo destes anos, o Orçamento Participativo tem sido uma ferramenta importante para o concelho, no sentido de ver concretizado projetos elaborados por instituições que com este apoio podem ver o seu projeto exequível.

Assim sendo, estão já abertas as inscrições para a apresentação de novos projetos para o Orçamento Participativo de 2018.

De 15 de maio a 28 de maio os munícipes – residentes, emigrantes, estudantes, empresários locais, ou qualquer outro cidadão que comprove documentalmente, a sua ligação ao concelho de Fornos de Algodres – podem apresentar as suas propostas para o concelho, na Plataforma Por Fornos Eu Participo.

As propostas para serem elegíveis, têm de:

  • Ser de valor igual ou inferir a 10 mil euros;
  • Serem específicas e delimitadas ao território municipal;
  • Não ultrapassarem os 6 meses de execução;
  • Serem compatíveis com outros projetos e planos municipais
  • Estarem inseridas no quadro de competências e atribuições próprias ou delegáveis na Câmara Municipal de Fornos de Algodres, ou ainda, aquelas que sendo competências ou atribuições de outras entidades se destinem a fins públicos

Podem ser apresentadas propostas nas seguintes áreas:

  1. Espaços escolares;
  2. Espaços verdes;
  3.  Equipamentos culturais e lúdicos;
  4. Equipamentos desportivos;
  5. Rede pública viária;
  6. Mobiliário urbano;
  7. Acessibilidades e mobilidade lenta;
  8. Modernização Administrativa;
  9. Ação social;
  10. Proteção ambiental e energia;
  11. Reabilitação e requalificação urbana;
  12. Saneamento e higiene urbana;
  13. Segurança e proteção civil;
  14. Turismo, comércio e promoção económica;

Por:Mun.FA

Caminhadas “O Que nos LIGA” em 27 de maio

No dia 27 de maio (dia do Voluntariado Comunitário) terão lugar, nos 78 concelhos da Região Centro, as caminhadas “O Que nos LIGA” no âmbito das comemorações dos 50 anos do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro.
O evento único e sem precedentes no  País, congregará, em simultâneo, as populações de 78 comunidades em torno da luta contra o cancro e na promoção de estilos de vida saudável, nomeadamente pela prática de exercício físico.
A iniciativa será promovida em cada comunidade pelo respetivo Grupo de Voluntariado Comunitário, junto do qual poderão ser obtidas informações relativas à inscrição (confere direito a kit caminhada com t-shirt exclusiva) e percurso. Esta iniciativa será objeto de candidatura ao Livro de Recordes do Guinness pela tentativa de Recorde pela maior mobilização comunitária na luta contra o cancro.

D.António Luciano Costa vai ser o novo Bispo da Diocese de Viseu

Foi esta quinta-feira conhecido o novo Bispo para a Diocese de Viseu, D. António Luciano da Costa, o padre da Guarda.
Está feita a escolha do Papa Francisco para a Diocese de Viseu.

Vai ser ordenado , domingo,dia 17 de junho, pelas 16h00, na Sé da Guarda. É natural de Corgas, Sandomil, concelho de Seia.

por:AP foto:AE

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar