Templates by BIGtheme NET
Home » Desporto

Desporto

André Barra, M.Hortelão e David Reis reforçam Vila Cortez-Guarda

Agora a preparar a nova temporada no Campeonato de Portugal, o Vila Cortez-Guarda vai-se reforçando com atletas que vão trazer algo mais ao clube, com alguma experiência de terem jogado Nacionais.

David Reis , um veterano, ex Manteigas, mas com grande vontade e muita experiência para transmitir bons valores aos mais novos.

André Barra, outro jogador muito experiente, ex- Mêda, que vai certamente ajudar a sua nova equipa a triunfar e alcançar a manutenção, sobretudo numa equipa do seu concelho.

Miguel Hortelão, ex- VF Naves, um defesa que também vem dar mais experiência ao setor defensivo.

Renovaram já na formação de Rui Nascimento: Hugo Vaz, Mauro, Rui Santos, André Jesus, Hugo Cavalheiro, Rodrigo, Jota, Miguel, João Teles, Alex, Nuno Morais, Renato e João Pedro Amorim.

AF Guarda-Amadeu Poço vence eleições

Eleições mais concorridas dos últimos tempos

Duas listas, dois candidatos, dois programas e todos os votantes participaram , talvez um record dos últimos anos, assim Amadeu Poço que liderava a lista A, acabou por vencer ao conseguir 129 votos, ficando eleita esta lista para os próximos 4 anos ,2020/24.

Por sua vez, a lista B de Artur Batista a ficar-se pelos 105 votos, desde modo, esperemos que o candidato que teve um problema de saúde neste dia , possa recuperar rapidamente,

Assim, no futuro, algumas mudanças vão acontecer sobretudo no Conselho de Arbitragem, com a liderança agora de Daniel Soares e sua nova equipa, mais algumas caras novas vão surgir em alguns departamentos.

Resta aguardar, para vermos que novidades surgem a nível das provas distritais.

Aqui ficam  os novos Órgãos Sociais da AFG 2020-2024

Assembleia Geral

Presidente: Luís Manuel Tadeu Marques;

Vice-Presidente: Paulo Velho Álvaro;

Secretário: Marco Daniel Gonçalves Rodrigues;

Secretário: Rui Filipe da Fonseca Ascensão;

Suplente: Francisco Miguel Gomes Inácio;

Suplente: Carlos Alberto Jacinto Alves;

Direção

Presidente: Amadeu Garcia de Andrade Poço;

–  Vice-Presidente: Francisco Paulo Moreira Menano;  

–  Vice-Presidente: José Américo Ribeiro de Moura;  

–  Vice-Presidente: Maria Luísa Pereira Fonseca Trigo da Romana;  

Vice-Presidente: José Alberto Almeida Morgado;  

Vice-Presidente: Fernando José Lopes da Costa;  

Diretora: Virgína Marina Monteiro Romoaldo Cardosa;  

Suplente: João Luís Nabais;  

–  Suplente: Matei Mirela Felícia;  

Suplente: Carlos Henriques Soares;

 Conselho de Disciplina 

–  Presidente: José Paulo Saraiva Sarmento;

Vice-Presidente: Sara Vieira de Almeida;  

–  Vice-Presidente: Luís Miguel Gaspar Matos Soares;  

–  Vogal: Paulo Jorge Costa Teixeira;  

–  Vogal: Nuno Miguel Valente Correia;  

–  Suplente: Paulo Jorge Perdigão Andrade;  

–  Suplente: Vitor Daniel Carvalho de Magalhães;  

–  Suplente: António Manuel Avelãs Pereira;  

 Conselho Fiscal

Presidente: Hugo Miguel Mendes Fernandes;

–  Secretário Relator: Ricardo Jorge Pereira Né Neves de Sousa;  

Vogal: Francisco José Aguilar Calado Ferreira;  

–  Suplente: Jorge Manuel Dias;  

 Conselho de Justiça

–  Presidente: Francisco José Cerdeira Filipe;

Vogal: Frederico José dos Santos Fonseca;  

Vogal: João Heitor Pais da Costa Vasques Osório;  

Suplente: Cristina Pereira Teixeira Escaleira;  

 Conselho de Arbitragem

–  Presidente: Alfredo Daniel Soares;

–  Vice-Presidente: Rui Sérgio Paulos Badana;  

–  Vice-Presidente: Luís Miguel Fonseca Reigado;  

Vice-Presidente: Nuno Miguel Santarém Baptista;  

–  Vogal: Bruno Alexandre Figueiredo Andrade;  

–  Suplente: João dos Santos Ferreira;  

–  Suplente: Vitor Manuel Pereira Guindeira;

GD Mangualde prepara nova temporada da formação e dos seniores

Ricardo Lopes atual presidente e candidato a novo mandato no clube mangualdense já prepara a temporada 20/21, nos séniores com a apresentação ao trabalho a 17 de agosto e o setor da formação também está a ser trabalhado pelo respetivo departamento, no sentido de o clube ser inscrito em todos os escalões na AF Viseu.

Assim na Formação, com referimos acima, todos os escalões serão colocados em ação, com arranque da atividade em setembro. Ainda neste mês de julho, serão abertas inscrições para todos os que pretendam fazer parte das várias equipas e escalões de formação do clube (nascidos entre 2015 e 2002, desde os 5 aos 18 anos de idade.

Deste modo, a direção do clube tem um objetivo claro e face a isso, tem envolvido uma série de esforços com treinadores, diretores de equipa e coordenação, para além de anteriores elementos diretamente responsáveis pelo departamento de formação nas últimas duas épocas.

A cooperação é fundamental no sentido de manter em atividade as cerca de duas centenas de crianças e jovens, no clube de referência como é o GD Mangualde.

Plantel Sénior quase definido para 2020/21

No que toca aos seniores, o novo treinador vai ser João Bento, que possui um vasto currículo, vem para Mangualde para ajudar a colocar o clube nos lugares do cimo da tabela.

Continuam no clube:Tiago, Elton, Cartaxo, Sarmento, Luís Lopes, Cláudio, Zé Maria, Fábio Marques, Vadinho, Márcio, Inácio e Falcão.

Novos recrutas: David Santos (ex Lamelas); Pedro Mota (ex Carregal do Sal); João Vítor ( ex. Travanca); Bruno (ex. Aguiar da Beira); Rafinha (ex Aguiar da Beira) e Narcizo (ex. Sampedrense).

A pandemia no Interior foi o tema no Aniversário da Cápsula

 

  O 7º aniversário da Cápsula do Tempo Guarda 2050 foi assinalado com presença de Ana Mendes Godinho, Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, onde o tema de destaque foi “A pandemia no Interior – desafios e oportunidades”, aliás a Ministra explicou o tema transversal a nível mundial na ótica da pasta que lidera, em jeito de balanço e numa perspetiva positiva quanto aos novos desafios no Interior.

Na Encosta do Tempo, junto à Cápsula do Tempo, Ana Mendes Godinho falou ao ar livre para uma plateia mais reduzida que o habitual, devido às circunstâncias e normas atuais e começou por referir o projeto Cápsula do Tempo: “Temos que marcar o facto de estarmos aqui graças ao Escape Livre e à Rádio Altitude, que têm desde há décadas mostrado que não há interioridade que os pare. Em momentos complexos como estes, continuam a marcar este momento da Cápsula do Tempo que nos faz pensar, por um lado, o que é que em 2013 estaria nas reflexões de quem aqui deixou a sua marca e se alguma vez pensariam que passado uns anos estaríamos a viver um momento que nos abana a todos. Por outro lado, pensar que em 2050, quem aqui vier vai olhar para trás e pensar como superámos esses momentos difíceis”.

A governante apresentou as medidas de proteção social e empresarial que o Governo tomou desde o início da pandemia e salientou: “Se há uma coisa que esta pandemia evidenciou é que é preciso fazermos muito mais e muito mais rapidamente. De repente, reinventámo-nos todos, reinventaram-se as capacidades de resposta de todos nós. Isso mostra outra evidência: o foco que temos que ter nas nossas prioridades”. “Se calhar muitas medidas que imaginávamos que só aconteceriam em 2050, toda esta pandemia vai fazer acelerar e mudar de forma mais profunda”.

Em termos de oportunidades no Interior, Ana Mendes Godinho referiu a presença e a enorme evolução do campo digital: “É notório como o digital coloca o Interior cada vez mais no mapa, do ponto de vista da disponibilidade de podermos estar a trabalhar no Interior, para o mundo inteiro, e com qualidade de vida.” “Isto coloca o Interior em vantagem competitiva, nomeadamente para empresas que queiram sediar novas soluções e novos negócios associados ao digital. Daqui também a necessidade de acelerarmos a capacidade de qualificação com pessoas na área do digital para este repto, que tenho a certeza que vai acontecer muito rapidamente”.

Ana Mendes Godinho referiu ainda as oportunidades no âmbito do Turismo. “Portugal acaba de ser reconhecido internacionalmente pela WTTC como o primeiro destino considerado seguro. Isto revela o trabalho que tem sido feito de uma forma incansável por todas as entidades que têm representado Portugal e, acima de tudo, o reconhecimento dos que trabalham no turismo. A ministra deu como exemplo o Clube Escape Livre, no projeto Nos Caminhos das Gravuras Rupestres: “Não baixou os braços e está a organizar, em parceria com vários atores do território, desde o Museu do Côa a unidades de alojamento e de restauração, programas conjuntos para promover de forma integrada os programas na região”.

A governante anunciou ainda que a Guarda deverá ser a cidade piloto do programa Radar Social. O programa, para o qual serão disponibilizados 21 milhões de euros, prevê a sinalização e acompanhamento sobretudo de pessoas idosas, mas também vítimas de violência doméstica, pessoas com deficiência e crianças e jovens em risco, com vista à autonomia e ao envelhecimento ativo e saudável, através de serviços de apoio social no domicílio por parte das instituições. “Está prevista a contratação de três mil jovens qualificados (a nível nacional). Pode ser aqui um projeto piloto que aconteça na Guarda a espalhar para o resto do país, com esta capacidade de trazer gente nova para trabalhar no setor social”.

Após a conversa ao ar livre, o programa encerrou com a apresentação da chávena 2020 da coleção Cápsula do Tempo, por António Saraiva, este ano em tons branco e dourado, dedicada ao Anjo da Guarda, numa alusão à proteção dos guardenses e da comunidade em geral, e em agradecimento aos “anjos da guarda” que têm estado na linha da frente a zelar por todos, desde os que garantiram bens e serviços, as forças de segurança, a Segurança Social e os profissionais de saúde. A chávena pode ser adquirida junto do Clube Escape Livre.

O programa de aniversário contou com a presença de todos os parceiros, edilidades da Guarda e convidados, entre eles Rita Cunha Mendes, Secretária de Estado da Ação Social, José Valbom, Delegado de Saúde da ULS Guarda, e Cidália Valbom, Presidente da Assembleia Municipal da Guarda e o Presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro.

A sessão teve início com o cinzelar simbólico da laje com o ano 2020 no Passeio do Tempo, também por Ana Mendes Godinho. Seguiu-se a plantação de mais uma árvore na Encosta do Tempo, este ano uma Pereira-de-jardim (Pyrus Calleryana).

AF Guarda- Eleições – Amadeu Poço altera elementos na sua lista

Ao que apurámos, a Lista do Candidato Amadeu Poço à AF Guarda, devia conter algumas irregularidades, na composição das mesmas, uma vez que se viu obrigado a alterar alguns nomes à queles que nos tinham sido apresentados.

De facto é pena que , depois de termos publicado ontem na edição em papel a lista completa, agora surja alterada, será que não leram o regulamento como devia de ser para tal acontecer, porque não gostamos de andar a induzir em erro os nossos leitores, mas aqui estamos a deixar as alterações na Direção e Conselho de Arbitragem, isto é os órgãos se suscitaram mais comentários por parte da comunidade.

Saíram:

Isabel da Fonseca Rosa Antunes (S.C. Celoricense)  – Direção

Rodrigo Filipe da Fonseca Gata (Guarda F.C.) – Direção
António Mário Aguiar Russo (G.C. Figueirense) – Conselho de Arbitragem
 Pedro Miguel Soeiro Lourenço (S.C. Meda) – Conselho de Arbitragem
 Manuel Quirino Martins Ribeiro – Conselho de Arbitragem
Entraram:
Direção
Vice-Presidente: Maria Luísa Pereira Fonseca Trigo da Romana;
                 Diretora: Virgínia Marina Monteiro Romoaldo Cardosa;
Conselho de Arbitragem
 Vice-Presidente do Conselho de Arbitragem: Rui Sérgio Paulos Badana;
 Vogal do Conselho de Arbitragem: Bruno Alexandre Figueiredo Andrade;
 Suplente do Conselho de Arbitragem: Vítor Manuel Pereira Guindeira;

Eleições AF Guarda- Amadeu Poço ou Artur Batista quem vencerá?

Eleições/AF Guarda-Conselho de Arbitragem da AF Guarda análise às duas listas

Artur Batista aposta como candidato no jovem Fábio Cardoso que antes era Vice-presidente do CA da AF Guarda e que é a continuidade do estado atual da arbitragem.

A acompanha-lo seguem caras recentes da arbitragem da Guarda e entre elas uma mulher. Mónica Xavier uma ex-árbitro que terminou recentemente a carreira de árbitro e começou a de observadora e que é uma pessoa bem relacionada no mundo da arbitragem.

Sérgio Pires um ex-árbitro que leva uma carreira longa na arbitragem da Guarda e que conhece muito bem todo o distrito. Bruno Alexandre que percorreu uma boa parte da carreira com assistente de árbitro a nível nacional e que o ano transato era observador e tem a experiência tanto a nível distrital como nacional. Por fim Rui Sequeira, uma pessoa muito reconhecida no meio da arbitragem, foi jogador e dirigente, é atualmente Chefe Principal da PSP em Gouveia.

Daniel Soares fez apenas um mandato como presidente do Conselho de Arbitragem já com Amadeu Poço, mas depois em 2007, Amadeu Poço não o reconduziu e agora regressa novamente.

Agora a arbitragem da Guarda cresceu muito desde a entrada do Luís Brás e atualmente vemos isso reconhecido nas nomeações dos árbitros da Guarda a nível nacional. Hoje está Paulo Brás, Marco Vieira como assistentes e depois Sérgio Guelho como 4º árbitro e outros mais.

Por sua vez, Amadeu Poço apresenta como candidato Daniel Soares, ex-árbitro e que chegou à 1º divisão mas terminou a carreira como árbitro distrital. Recorde-se que, segundo sabemos Amadeu Poço convidou um ex árbitro, mas não aceitou.

Daniel Soares foi presidente do Conselho de Arbitragem entre 2005 e 2007 onde não foram anos de grande desenvolvimento, e a nível interno, a arbitragem foi contestada em alguns jogos.

Será acompanhado por Miguel Reigado, ex-árbitro que pouco se conhece e depois Mário Russo, Pedro Lourenço e Nuno Batista , ex dirigentes de clubes.

Agora claro, neste conselho de arbitragem temos uma lista jovem e outra já mais veterana, cabe aos clubes a escolha.

_________________________________________________________________________

Dirigentes de clubes com dividas à AF Guarda candidatos? Será verdade?

Segundo diz o artigo 11º do regulamento, “Só podem ser eleitos para os Órgãos da AF Guarda as pessoas que reúnam, cumulativamente, os seguintes requisitos:

Não serem responsáveis por dívidas contraídas à A.F.G., a título pessoal ou como dirigente de um clube filiado.”

Agora chegou-nos à nossa redação que existem candidatos nas listas a sufrágio no próximo dia 4, nestas circunstâncias. Será verdade?

Realmente a ser verdade, é uma falta de respeito para os clubes que têm as contas correntes com a AF Guarda nesta altura.

 

 

Daniel Nunes defende liderança em Castelo Branco

A pandemia do Covid-19 obrigou a que a caravana do Campeonato Portugal de Ralis tivesse uma paragem superior a 4 meses, isto após a realização do Rali Serras de Fafe em finais de fevereiro, onde a dupla da Inside Motor , Daniel Nunes e Nuno Mota Ribeiro venceram a competição referente às 2 Rodas Motrizes, Challenge R2 & You e ainda foram os melhores na sua classe no European Rallye Trophy , aos comandos do endiabrado Peugeot 208 R2.

Vamos reiniciar o campeonato ao ataque após esta paragem obrigatória. Esta é a nossa forma de estar neste desporto, sempre ao ataque. Era nossa vontade iniciar o Rali de Castelo Branco da mesma forma que iniciamos o Serras de Fafe, no entanto temos de nos concentrar em rodar o máximo em rodar de quilómetros em asfalto, pois é o tipo de piso onde já não corro há cerca de um ano. ”, referiu o piloto.

 “Queremos alcançar um bom resultado mas para isso temos que ser, mas só no final é que saberemos se o bom resultado vai connosco. Estamos na frente do campeonato e não queríamos deixar fugir essa posição mas estamos conscientes da realidade pois é muito tempo de paragem e o asfalto albicastrense pode ser traiçoeiro”, conclui Daniel Nunes.

O Rali de Castelo Branco vai para a estrada dias 3,4 e 5 de julho e vai ser disputado em 7 provas especiais de classificação sendo 99,69 km disputados ao cronómetro.

Rodrigo Correia em “campanha” no Rali de Castelo Branco

Apelando por um rally mais sustentável, que passa por reduzir, reutilizar e reciclar, o jovem piloto de 16 anos manifestou que “os melhores adeptos estão nos desportos motorizados”, apelando que viajem até à cidade albicastrense regendo-se pelas regras de distanciamento por causa da Covid-19…

Navegado por Miguel Paião, o jovem Rodrigo Correia “alistou-se” no Rali de Castelo Branco, prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, e já “acelera” nas redes sociais com a missão de sensibilizar o público nos afazeres a ter em linha de conta antes, durante e após a prova da Escuderia Castelo Branco.

O mais jovem piloto português de ralis de sempre, com apenas 16 anos de idade, está envolvido, de “pedra e cal”, numa campanha de prevenção da Covid-19, fomentando a ajuda às organizações e à Escuderia Castelo Branco em particular, por ser o próximo compromisso, evidenciando o exemplo para que tudo fique bem.

A vida social é indispensável ao desenvolvimento do ser humano, mas é igualmente importante que, face ao panorama em que estamos a viver, sejam protegidas as regras de distanciamento por causa da Covid-19. O indivíduo isolado vê-se melhor, por isso a distância de segurança é fundamental para o bom funcionamento do Rali de Castelo Branco.

As armas de combate ao novo coronavírus passam por cuidados redobrados de higiene, seguindo as indicações da Direcção Geral de Saúde, a fim de não contribuírem para a regressão da pandemia da Covid-19, bastando para isso cumprir as regras impostas.

No Rali de Castelo Branco, o processo de individualização não é contrário ao de socialização, mas é de capital importância que os aficionados dos ralis e público em geral devem estar sensibilizadas para o cumprimento das regras de etiqueta respiratória, da lavagem correcta das mãos, assim como das outras medidas de higienização e controlo ambiental, mantendo uma distância física mínima antes, durante e depois das provas especiais de classificação.

“Exercício Físico e Saúde” em debate no Piaget em viseu

Instituto Piaget de Viseu promove esta quinta-feira, 25 de junho, um webinar sobre. No evento, que se realiza a partir das 14 horas, um painel de especialistas analisará a importância do exercício físico para uma vida equilibrada e saudável.

Os dados disponíveis têm mostrado que a prática de exercício físico em Portugal se encontra ainda abaixo das estatísticas europeias. O período de pandemia provocado pela Covid-19 levou a uma diminuição da atividade física dos portugueses face aos dados apresentados pelo inquérito nacional de saúde 2014, que indicava que 60% dos homens e 70% das mulheres não praticavam exercício físico.

Com este webinar, os organizadores pretendem contribuir para o aumento da qualidade dos serviços prestados nesta área e, consequentemente, para o aumento da prática de exercício físico. Em simultâneo, pretende-se aumentar a literacia em saúde sobre os benefícios do exercício físico estruturado e supervisionado por profissionais qualificados.

O programa do evento está dividido em três partes, cada uma delas com a duração prevista de meia hora: aptidão física e saúde – implicações para o exercício físico; exercício físico e saúde – adaptações ao treino; e exercício físico em populações específicas.

O painel de participantes é composto por quatro convidados: Filipe Ferreira, especialista em nutrição, presidente da Associação Juvenil de Karaté de Portugal, e criador do Canal SenseiSpirit para a disseminação dos valores das artes marciais; Pedro Veloso, treinador de karaté e responsável técnico por quatro clubes de karaté; Carolina Vila Chã, professora adjunta no Instituto Politécnico da Guarda, na área da Atividade Física e Bem-Estar, e membro efetivo do Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD); e Carlos Tavares, fisioterapeuta, professor adjunto no Instituto Piaget de Viseu e responsável técnico da FisioCoimbra. A moderação estará a cargo da professora Sandra Gagulic.

 

O acesso ao webinar é gratuito, mediante inscrição através do site do Instituto Piaget.

Eleições AF Guarda- ” No relvado” com Amadeu Poço

Em tempo de eleições como o prometido é devido, fomos ao relvado, conversar com o atual presidente e candidato a novo mandato de 4 anos na AF Guarda.

Magazine Serrano – O que o levou a recandidatar-se a novo mandato?

Amadeu Poço-Eu não estou no futebol com o objetivo de me promover pessoalmente, toda a gente sabe, o que fiz até hoje na minha vida, estou no futebol apenas porque gosto, a nível financeiro tem custos, existem despesas que pago nas deslocações, se não gostasse de futebol, não o fazia.

Ainda há muita coisa no futebol que pode ser feito, umas coisas podem ser melhoradas e outras mesmo temos de voltar atrás e rever essas situações.

Falo efetivamente no futebol feminino, que temos de recuperar a hegemonia de outros tempos. Por outro lado, existem carências nas instalações desportivas, dado que quando existem treinos e jogos das diversas seleções da AF Guarda, temos andar a saltar de campo em campo.

Assim a Federação Portuguesa de Futebol vai subsidiar as associações distritais, juntamente com outros patrocinadores, no sentido de ser feita essa academia, que compõe numa fase inicial, um campo relvado de 11, um campo de 7 e balneários.

Tudo isso está previsto, como adiantou o diretor técnico nacional, José Couceiro, agora antes disso, ao ver alguns campos desativados, pensei que , os mesmos pudessem ser remodelados com o apoio das autarquias.

O ideal será a construção da Casa das Seleções Distritais, agora sim vamos ter condições para tal, uma vez que temos algumas autarquias interessadas, mas ainda não temos o local correto, nem acordo nenhum com qualquer autarquia, como alguém tem vindo a anunciar. Agora ficamos satisfeitos pela abertura das autarquias.

Houve mexidas na lista, poucos continuam?

Sim, quando a equipa não rende temos de efetuar alterações, eu desejo acima de todo que os órgãos funcionem, gosto de chegar às reuniões de direção e ver os elementos todos, para debater ideias, uma vez que gosto de conjugar as minhas ideias com os meus comparsas.

Como sabe os órgãos são vários e não podem ter apenas uma ou duas pessoas a reunir, quem é eleito tem de cumprir aquilo que está previsto nos estatutos.

Veja, existem elementos da outra lista que durante 4 anos, nunca estiveram numa reunião, e mais existe um vice-presidente que nos últimos 2 anos, que eu me lembre nunca esteve nas reuniões.

No atual conselho de arbitragem existe um presidente que ninguém conhece, quem sempre esteve foi o vice-presidente, agora essas coisas podem ser agradáveis a outras pessoas, agora não sou nem quero ser ditador, porque era muito fácil ir ao Conselho de disciplina e tomar as medidas.

 Agora a arbitragem nos últimos anos, fez um bom trabalho, muitos árbitros jovens e alguns a singrar a nível nacional?

Isso é verdade, mas foi com o apoio da direção da AF Guarda, chegamos a fazer formações de fins de semana, ao contrário de outras que apenas faziam uma tarde de sábado, agora anteriormente, Daniel Soares, Nevado, Renato Gonçalves entre outros passaram nos Nacionais, esta reformulação tem início quando nós assumimos a associação, depois foi progredindo e no futuro continuará a melhorar.

Daniel Soares é o homem designado para presidir o Conselho de Arbitragem, dá-lhe todas as garantias para continuar a evoluir a arbitragem?

Claro que sim, tem gente com muita experiência para o ajudar, uns na qualidade de árbitros, outros como jogadores e treinadores, pessoas com muitos anos de futebol.

Daniel Soares é uma pessoa com grande currículo, andou nos Nacionais muitos anos, obviamente conhece muita gente como eu também conheço, para ajudar a desenvolver o futebol distrital.

Muitos clubes perguntam como vai ser o futuro,

Neste momento sem as inscrições dos clubes é difícil saber.

Amadeu Poço fala-se por aí que, se ganhar as eleições, não irá acabar o mandato?

Existe uma coisa que é a minha honra, já fiz muitos mandatos em muitos lugares, nunca interrompi nenhum mandato a meio, nem ameacei fazê-lo, porque nunca disse vou-me embora, no meu caso concreto , existe a garantia que eu deixo, se Deus me der vida e saúde, continuarei neste mandato de 4 anos a liderar a AF Guarda.

Graças a Deus neste momento, saúde não me falta.

Que mensagem deixa aos clubes e comunidade desportiva em geral?

Podia apenas dizer isto, dedicação ao futebol, mas quero referir que algumas dúvidas que tem sido lançadas por algumas pessoas,  como a AF Guarda não ter representante na FPF, aliás eu ainda estou na direção da Federação, no futuro veja , o Presidente da FPF, Fernando Gomes, não solicitou a nenhuma associação a indicação que qualquer elemento, agora sim a nível nacional foram sim convidadas pela Federação.

Fernando Gomes não convidou as associações a indicar qualquer elemento para a Federação, ao contrário do que alguém anda a dizer por aí.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar