Templates by BIGtheme NET
Início » Saúde

Saúde

Ação/Medida de sensibilização Covid-19 promovida pela Misericórdia de Fornos de Algodres

Aconteceu na manhã desta segunda -feira, uma Ação/Medida de sensibilização Covid-19 , no Centro Cultural Dr.António Menano, promovida pelas Forças Armadas (1° fase-visita realizada por equipas de sensibilização, nomeadamente equipas de militares, especialistas em descontaminação e sensibilização).

 Esta sessão teve o objectivo de mitigar o contágio na ERPI e UCCI da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Fornos de Algodres. A instituição agradeceu aos militares do Exército , referindo que os colaboradores ficaram certamente mais bem preparados.

Operações de gestão de resíduos, novo programa da CCDR Centro

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) disponibiliza uma nova ferramenta para auxiliar a verificação da conformidade legal dos projetos de operações de gestão de resíduos. Trata-se de um ficheiro em formato Excel de análise técnica, que permite a verificação prévia dos elementos a apresentar, podendo assim ser detetadas e corrigidas eventuais desconformidades que possam ser impeditivas da decisão final favorável.

Esta ferramenta auxiliar e a “Norma do procedimento de licenciamento de operações de gestão de resíduos” estão disponíveis em:

http://www.ccdrc.pt/index.php?option=com_docman&view=filteredlist&Itemid=58

Na sequência da publicação do DL n.º 75/2015, de 11 de Maio, retificado pela Declaração de Retificação n.º 30/2015, de 18 de Junho, que configura o Regime de Licenciamento Único Ambiental (LUA) foi desenvolvida uma plataforma eletrónica para a tramitação desmaterializada dos processos. A plataforma eletrónica SiLiAmb (Sistema Integrado de Licenciamento Ambiental) está alojada no portal da Agência Portuguesa do Ambiente (APA,IP), integra o Módulo LUA e visa possibilitar a tramitação eletrónica de todos os pedidos de licenciamento e autorização relativos a projetos e atividades abrangidos pelo referido regime.

Qualquer pedido de licenciamento de operações de gestão de resíduos terá de ser submetido nesta plataforma referida, devendo a sua instrução respeitar a Portaria n.º 399/2015, de 5 de novembro, bem como o DL n.º 178/2006, de 5 de setembro, na sua atual redação.

Semana Mundial de Consciencialização Sobre o Uso de Antibióticos

A Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) associa-se à Semana Mundial de Consciencialização Sobre o Uso de Antibióticos, promovida pela Organização Mundial de Saúde, com o lançamento de uma campanha de sensibilização sobre o impacto dos antibióticos na microbiota intestinal. O objetivo é alertar a população para o uso responsável dos antibióticos, que só devem ser tomados por prescrição médica e de preferência seguido da toma de probióticos, ajudando a evitar o desequilíbrio da microbiota intestinal.   

Os antibióticos, essenciais no combate às infeções bacterianas, salvam muitas vidas. Contudo, combatem tanto as bactérias nocivas como as que têm funções importantes para o normal funcionamento do organismo e que se encontram, na sua grande maioria, no nosso intestino.  

No caso do intestino, a eliminação das bactérias “boas” pode levar ao desequilíbrio da microbiota intestinal (disbiose) e ser um “gatilho” para o desenvolvimento de outras doenças alérgicas e do Aparelho Digestivo.  A Asma, a Obesidade, a Doença de Crohn e a Síndrome do Intestino Irritável são doenças que atingem milhões de pessoas e onde a evidência científica demonstra que existe uma forte relação entre elas e a disbiose.

“Quando a toma do antibiótico é necessária, o tratamento indicado pelo médico poderá ter de incluir, em simultâneo, um probiótico, para evitar a disbiose”, sublinha o Prof. Rui Tato Marinho, presidente da SPG e acrescenta que “os probióticos têm na sua constituição bactérias vivas, com benefícios para a saúde, desde a manutenção do equilíbrio do aparelho digestivo bem como a regulação do sistema imunitário, compensando agressões externas como o stress, a má alimentação ou toma dos antibióticos. Existem probióticos que, por serem resistentes aos antibióticos, apresentam um benefício comprovado na prevenção e tratamento da disbiose”. E conclui que “não devem ser tomados antibióticos desnecessariamente, uma vez que as infeções virais não se tratam antibióticos”.

A campanha de sensibilização da SPG, que inclui um filme (https://qnapfim.myqnapcloud.com/share.cgi?ssid=0K26pNG) sobre o tema, vai decorrer durante os meses de outono e inverno, época do ano em que os antibióticos são mais frequentemente prescritos. Acompanhe a campanha nas redes sociais da “Saúde Digestiva by SPG” no Facebook e no Instagram.

                                                                  Microbiota 

A microbiota humana corresponde a todos os microrganismos que colonizam o nosso organismo e com os quais convivemos diariamente: bactérias em grande parte, mas também vírus, fungos, leveduras e protozoários. A sua composição difere de acordo com as superfícies colonizadas, ou seja, existe a microbiota cutânea, a vaginal, a urinária, a respiratória, a da cavidade oral e a microbiota intestinal, anteriormente denominada como flora intestinal. No intestino vivem connosco 100 triliões de bactérias.

Amigos na Demência organizam sessão de informação online

No âmbito da Campanha Amigos na Demência, a Alzheimer Portugal, com o apoio da Fundação Montepio e da Fundação Calouste Gulbenkian, irá realizar no próximo dia 26 de novembro às 15 horas, em parceria local com o Município de Trancoso, uma Sessão de Informação Amigos na Demência online, cujo principal objetivo visa aumentar a compreensão sobre as demências no nosso país.
A Sessão de Informação, será dinamizada com atividades e debates em torno das 5 mensagens-chave que a Campanha pretende transmitir, terminando com o convite aos participantes a comprometerem-se ativamente na melhoria do dia-a-dia das Pessoas com Demência e a se tornarem Amigos na Demência.
A Sessão de Informação Amigos na Demência Online, será realizada por profissionais da Alzheimer Portugal, com recurso à plataforma Zoom, e terá a duração de cerca de 1 hora.
A Inscrição é gratuita, mas obrigatória no site amigosnademencia.org através do seguinte link:
As sessões contemplam um mínimo de 15 pessoas e a um máximo de 30 pessoas.

Escola Superior de Saúde do Piaget de Gaia obtém acreditação máxima

A Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) acaba de conceder a acreditação máxima, pelo período de seis anos, à Escola Superior de Saúde do Instituto Piaget de Vila Nova de Gaia.

Este reconhecimento, ao mais alto nível, da qualidade de ensino do Instituto Piaget reveste-se de um significado especial, num momento em que tanto é exigido aos profissionais de saúde no contexto do combate à atual pandemia da Covid-19 e tão necessária se revela a formação do maior número possível de diplomados nesta área.

 

Para a diretora da Escola, Isabel Alves, a acreditação agora concedida “valoriza ainda mais o contributo de uma instituição que tem formado, nos últimos anos, milhares de profissionais de reconhecida preparação e competência e que tão decisivos se têm revelado, particularmente nos últimos meses”.

A oferta formativa da Escola inclui atualmente as licenciaturas em EnfermagemFisioterapia, Osteopatia Acupunctura, para além de mais de uma dezena de cursos de pós-graduação e formação avançada, onde se incluem as áreas de administração e gestão de unidades de saúde; enfermagem de bloco operatório; enfermagem no trabalho; inovação, gestão da qualidade e auditoria em saúde; supervisão clínica; e termalismo, entre outras.

Adicionalmente, a oferta formativa inclui diversos cursos técnicos superiores profissionais (CTeSP) nas áreas da gerontologia; serviço familiar e comunitário; e exercício físico e saúde.

 

Celorico da Beira desafia munícipes a elaborarem Postais de Natal

A Câmara Municipal de Celorico da Beira lança um desafio a todos os munícipes convidando-os a apresentarem, até ao próximo dia 1 de dezembro, postais de Natal criativos e originais, resultantes de trabalhos de expressão artística de pintura, desenho, fotografia, recortes etc.
No atual quadro de crise pandémica que se atravessa, que  força ao isolamento e limita a vida social, estão proibidas as manifestações físicas de socialização e afeto mas, não impede as virtuais ou à distância.
Pese embora o facto de se estar a viver num tempo de caos, medo e angústia, há sempre lugar para se celebrar a vida, renovar a esperança e, o Natal está à porta. Festa por tradição, da família e dos afetos, neste ano atípico, deve ser encarado como a oportunidade para voltar a acreditar e a ter esperança num mundo melhor.
Todos os participantes serão contemplados com um prémio personalizado e os trabalhos serão expostos numa galeria virtual no site e páginas do facebook do Município e do Centro Cultural.
Os trabalhos apresentados por crianças até aos 10 anos poderão ser utilizados para as Boas Festas do Município, nesta quadra natalícia.
Consulte as normas de participação em:

Dia Mundial da Pneumonia celebrado a 12 de novembro

Mortes, sequelas e morbilidades. Conhece a gravidade de uma Pneumonia?

3D Illustration of Human Respiratory System Lungs Anatomy

No Dia Mundial da Pneumonia, mais concretamente, dia 12, o MOVA – Movimento Doentes Pela Vacinação lembra que a Pneumonia pode deixar sequelas irreversíveis ou mesmo levar à morte, sobretudo entre os grupos de risco. Nunca, como no atual contexto, foi tão importante apostar em prevenção, um ato com ganhos quantitativos e qualitativos, transversais à sociedade. Para além da proteção individual que, no limite, reduz significativamente o número de mortes, optar pela vacinação é também investir em saúde pública, prevenir internamentos e assim contribuir para a diminuição do recurso aos serviços de saúde, nesta fase, sobrecarregados.

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, a Pneumonia mata uma média de 16 pessoas por dia, uma pessoa a cada 90 minutos. Em 2018, foi responsável 43.4% das mortes por doenças do aparelho respiratório, 5.1% do total de óbitos no nosso País. A maioria poderia ter sido evitada através de imunização.

A fundadora do MOVA, Isabel Saraiva refere que “a população sabe o que é a Pneumonia mas desconhece os riscos que corre ao contraí-la. Falar de Pneumonia é falar de mortes, de morbilidades e de sequelas graves. Podemos preveni-las, basta que nos vacinemos”, relembrando que “qualquer investimento que façamos em prevenção é preferível aos custos da cura.”

 A Pneumonia pode deixar sequelas permanentes, que reduzem drasticamente a qualidade de vida de quem a contraiu. Bronquiectasias (deformação dos brônquios) e compromisso da função pulmonar são apenas dois exemplos, tal como a permanência de tosse, expetoração ou falta de ar. Podemos evitar grande parte das Pneumonias e respetivas sequelas através de vacinação.

Nunca, como hoje, se falou tanto de prevenção. Grupos de risco como pessoas a partir dos 65 anos e quem, independentemente da sua idade, sofre de doenças crónicas, devem estar particularmente protegidos. Em plena pandemia, não temos, ainda, vacina contra a Covid-19 mas, felizmente a imunização já é uma realidade na prevenção de outras doenças graves e potencialmente fatais.

No Dia Mundial da Pneumonia, o MOVA reforça que a vacinação deve ser uma prioridade em todas as fases da vida. A vacinação antipneumocócica está recomendada pela Direção Geral da Saúde a todos os adultos pertencentes aos grupos de risco – idosos, pessoas com doenças crónicas como diabetes, asma, DPOC, outras doenças respiratórias crónicas, doença cardíaca, doença hepática crónica, doentes oncológicos, portadores de VIH e doentes renais.

A vacina é gratuita para as crianças e alguns segmentos de adultos, para quem já se encontra em PNV, e é comparticipada pelo estado em 37% para a restante população. A sua eficácia está comprovada em todas as faixas etárias, incluindo na prevenção das formas mais graves da doença.

A proteção dos grupos de risco através de imunização é uma das grandes causas do Movimento Doentes pela Vacinação. Composto por especialistas e associações de doentes, o movimento de cidadania apela à acessibilidade da vacina a pessoas que se encontrem em situações de maior fragilidade.

foto:DR

Artigo de opinião-Fadiga pode estar associada ao vício de recompensa

Hoje destacamos , o neurocientista luso-brasileiro Fabiano de Abreu que estudou a origem da fadiga e concluiu que há uma associação com a ansiedade e a dopamina.

Muitas vezes, o cansaço diário é justificado pela preguiça e acumulação de obrigações do dia a dia. Contudo, Fabiano de Abreu considera que a “falta de vontade” está relacionada com uma condição genética. “Ao contrário do que muitos pensam, não estamos mais cansados porque fazemos mais coisas. Na realidade, pensamos mais e fazemos menos, estamos fatigados devido a uma disfunção relacionada à ansiedade”, explica.

“A minha teoria mostra que o ser humano burla a sua identidade genética e, neste momento, sofre as consequências disso. Estamos “viciados” em dopamina, que é um hormônio neurotransmissor que influencia no nosso humor, está relacionado à recompensa. Procuramos sempre aumentar a sua produção, mas sem fazer esforço para a alcançar. Esse ciclo leva a um descontrolo dessa hormona ou a forçar à sua produção por introdução medicamentosa. Por isso, há tantos casos de síndromes, transtornos de ansiedade, depressão, e claro, o cansaço”.

Fabiano de Abreu reitera ainda que, além da sobrecarga mental, as consequências dessa “busca pela recompensa” podem afetar também a parte física. “O excesso de ansiedade sobrecarrega o corpo com hormonas de stress, como o cortisol, por exemplo. O cortisol é um regulador do stress, já que é a hormona responsável por manter a nossa imunidade e eliminar o que está errado no nosso organismo. Esse esforço constante em combater o stress exige um gasto de energia que leva à fadiga, já que o corpo está desprovido de energia. O stress constante leva à fadiga crónica. A ansiedade sobrecarrega o corpo, ocasionando a exaustão”.

Fabiano de Abreu revela que “o melhor remédio para combater essa doença, que pode levar, inclusive, à morte prematura, são os hábitos, que podem passar pela alimentação até à rotina de organização, com exercício físico, bem como metas alcançáveis, lazer, interação com outras pessoas e outros”.

Fabiano de Abreu é responsável por várias teorias. Uma das quais esteve em voga recentemente e aborda a forma como a internet está a deixar as novas gerações menos inteligentes. Embora o neurocientista francês Michel Desmurget tenha trazido à ribalta a temática, Fabiano de Abreu já discutiu e publicou sobre o assunto há mais de um ano, tendo relacionado também a fadiga com o acesso à internet.

 

Aquisição de viatura para Associação da Malta com apoio do Município de Pinhel

A Associação Recreativa, Desportiva, Cultural e Social da Malta recebeu por parte de Rui Ventura, Presidente da Câmara de Pinhel , um cheque com a quantia de 14.836,83 euros , a fim de proceder ao pagamento do apoio protocolado tendo em vista a aquisição de uma viatura de nove lugares.

Recorde-se que este apoio foi aprovado pelo Executivo Municipal na sua reunião de 1 de outubro, tendo sido hoje efetivado de modo a permitir que a Associação adquira a viatura de que necessita no âmbito da resposta social de Apoio Domiciliário e Centro de Dia.

O protocolo que sustenta o apoio foi assinado pelo Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Rui Ventura, e pela Presidente da Direção da Associação da Malta, Cristiana da Silva Fonseca, que aproveitou a oportunidade para agradecer esta ajuda financeira sem a qual a instituição não poderia fazer face à despesa inerente à aquisição da viatura de nove lugares (para a qual também contou com um apoio da Segurança Social).

Por sua vez, o autarca pinhelense lembrou que o Município está atento às necessidades das IPSS do concelho, procurando apoiá-las sempre que necessário e possível, seja na melhoria de instalações, seja na aquisição de equipamentos ou até em ações mais imateriais como por exemplo as atividades desenvolvidas a pensar nos utentes.

Uso de Máscara obrigatório nas vias públicas

Foi assim promulgada pelo Presidente da República e entra em vigor, esta madrugada, o uso obrigatório de máscaras nas vias públicas.

A Lei n.º 62-A/2020 de 27 de outubro veio estabelecer a imposição transitória da obrigatoriedade do uso de máscara em espaços públicos.
Artigo 3.º
Uso de máscara
1 – É obrigatório o uso de máscara por pessoas com idade a partir dos 10 anos para o acesso, circulação ou permanência nos espaços e vias públicas sempre que o distanciamento físico recomendado pelas autoridades de saúde se mostre impraticável.

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar