Templates by BIGtheme NET
Home » Saúde (page 45)

Saúde

Conferência “Tabaco ou Saúde”

O Centro de Estudos Ibéricos (CEI) da Guarda promove, na terça-feira, uma conferência subordinada ao tema “Tabaco ou Saúde”.
A conferência, integrada no ciclo “Saúde Sem Fronteiras”, começa pelas 09:45, na Sala António Almeida Santos, no edifício da Câmara Municipal da Guarda.

Participam professores das Universidades de Coimbra e de Salamanca, da Escola Superior de Saúde da Guarda e médicos da Unidade Local de Saúde da Guarda.
O CEI refere que na ocasião assinará um protocolo com a Fundação Portuguesa do Pulmão, “tendo em vista a realização de actividades conjuntas que visem a promoção da saúde respiratória, a prevenção das doenças e a defesa dos interesses e direitos dos doentes respiratórios”.
in terras da beira

Convenção autárquica

Jovens sociais democratas , em Celorico

Numa iniciativa da JSD distrital, onde teve a colaboração da JSD local, onde o hotel Mira serra foi o local escolhido para esta convenção onde muitos jovens de todos o distrito compareceram para debater assuntos da actualidade distrital, onde o tema de abertura estava relacionado com a forma de organização e funcionamento das freguesias, ao que Pedro Neves, que preside a freguesia do Sameiro, salientou que as freguesia precisam de ter identidade

, e devem ser revistas mas de acordo com as diversas situações geográficas e não porque o governo quer, as populações tem de ser ouvidas, depois de fecharem as escolas e os centros de saúde, não queiram fechar também as juntas de freguesias, porque a seguir podem extinguir as localidades, e também as freguesias tem de deixar de ser o parente pobre das autarquias.

De seguida, Hugo Neves que preside a freguesia de Rio de Mel, é contra a fusão de freguesias, pode dificultar as pessoas em muito e é necessário criar estruturas nas freguesias para atrair juventude, como por exemplo licenças de auto construção. Foi salientado também que algumas verbas deveriam ser canalizadas directamente para as freguesias, é necessárias novas competências, no ensino era necessária uma reorganização dado que algumas crianças andar bastantes quilómetros para chegar até às novas escolas.
Outro dos temas foi o desenvolvimento e fixação de populações, ao que José Miranda , líder do município de Fornos, salientou que actualmente não é fácil, no passado aproveitou para fazer as infra-estruturas básicas no concelho, é difícil fixar os jovens, porque não há emprego, pois a Câmara é a entidade mais empregadora, seguindo-se as IPSS, mas só isso não chega, mas era bom que a agricultura desenvolvesse, pois dispõe de gabinete florestal e do ovinicultor, mas os jovens que vão ficando vão para o mercado trabalho privado, mas no futuro pode melhorar com o novo hotel e o futuro parque zoológico, no Seminário menor.
Mas também salientou que tem de cuidar dos que estão e com a ampliação da escola do 1ºciclo tenta dar condições aos jovens, dando os livros e refeições e também transporte.
Há que dar as mãos entre os municípios para tudo poder melhorar, também o estado tem de criar novas políticas para o interior.
Seguiu-se José Gomes, ex vereador do município da guarda, que salientou existe uma má estruturação do País e que no caso das portagens deviam ser cotados os valor do quilómetro igual para o país todo e é necessário descentralizar mais, o país não pode ser só nos grandes centros, e o interior ser posto de lado.
Mais á noite, Júlio Sarmento e o autarca de Foz côa, abordaram o tema, o poder e oposição e deixaram algumas ideias para um bom poder e também uma boa oposição.
Para o dia de Domingo, durante a manha, uma simulação de como decorre uma assembleia municipal e uma palavra para finalizar do Presidente da distrital do PSD, Álvaro Amaro.
Um fim-de-semana de debate de problemas da realidade do distrito da Guarda.
                                                               fonte:  António Pacheco

106 homenageados em mais uma Gala do Desporto Distrital

Há 12 anos a distinguir atletas e dirigentes

foto

Pelo 12º ano consecutivo, o jornal Nova Guarda distinguiu clubes, atletas, treinadores e dirigentes em mais uma Gala do Desporto Distrital. O evento decorreu no último sábado, dia 12, no auditório do Instituto Português da Juventude (IPJ) da Guarda.
moveu, mais uma vez, um grande encontro do desporto distrital com a entrega de galardões a mais de uma centena de atletas, técnicos, clubes e dirigentes. A XII Gala do Desporto do Distrito da Guarda, que contou com o apoio da direção regional do Instituto Português da Juventude, juntou cerca de 180 pessoas em ambiente de convívio, com animação a cargo do grupo musical “60 Cinco Estrelas”, da Guarda, constituido por Luís Almeida, na bateria, José Júlio no baixo, José Augusto na viola ritmo, Michel Patrick na viola solo e Inês Fonseca nas teclas.
Na tarde de sábado, dia 12, o palco do auditório do IPJ/Guarda foi de mais de uma centena de pessoas dos vários concelhos do Distrito, que foram reconhecidas pelo trabalho desenvolvido e resultados alcançados na anterior época desportiva, nas diversas modalidades.
Foram mais de 15 as modalidades em destaque, envolvendo dezenas de atletas, técnicos, dirigentes e clubes. Além da entrega dos troféus aos campeões distritais, regionais, nacionais, europeus ou mundiais, condição para ser distinguido, foram também homenageados os melhores das diversas modalidades, com destaque para os troféus do jornal Nova Guarda no futebol. Foram distinguidos 17 campeões distritais, 28 campeões regionais, 18 campeões nacionais, dois campeões europeus e um campeão mundial.
No final foram também entregues os troféus que resultaram da votação dos leitores: Dirigente do Ano, Técnico do Ano, Atleta do Ano, Clube do Ano e Vida Associativa.
Na categoria “Dirigente do Ano”, o galardão foi para Arelindo Farinha, Figueira Cultura e Tempos Livres, EM, que na Gala esteve representado pelo seu filho, Ricardo Farinha. Rui Jerónimo, da Academia Egitaniense de Karaté Shotokan, venceu na categoria de “Técnico do Ano” e Andreia Crespo (Atletismo) foi distinguida com o troféu “Atleta do Ano”. O troféu “Clube do Ano” foi atribuído a duas coletividades – Grupo Desportivo e Recreativo das Lameirinhas e Guarda Unida Sport Clube, e o galardão “Vida Associativa” destacou a dedicação e empenho de Manuel Madeira Grilo, professor aposentado natural de Freixedas, no concelho de Pinhel.
De referir que, juntamente com esta edição (n.º 747) do jornal Nova Guarda, é distribuído o Magazine da Gala do Desporto, no qual constam todos os homenageados.

“Tudo aquilo que se fizer para promover a atividade desportiva nunca será demais”
“O momento é difícil, as dificuldades são muitas, mas os nossos atletas, dirigentes e treinadores merecem esta singela homenagem que o jornal Nova Guarda promove. Sabemos, modéstia à parte, que se nós não o fizéssemos certamente mais ninguém o faria. Tanta gente que trabalha e sabe quanto é difícil ter os jovens a praticar desporto e, por isso, considero que deve ser feito um reconhecimento. Um reconhecimento que deixamos também no habitual magazine da Gala do Desporto, onde estão todos os campeões do nosso Distrito nas diversas modalidades. Portanto, está aqui a elite do desporto distrital, em presença ou representados.
O desporto é uma atividade muito importante a diversos níveis, em termos económicos, de saúde e de socialização, e, portanto, tudo aquilo que se fizer para promover a atividade desportiva nunca será demais”.
fonte:António Pissarra, diretor do jornal Nova Guarda

IPG aposta nos cursos de mestrados para crescer

O Instituto Politécnico da Guarda propôs a criação de duas novas licenciaturas para a Escola Superior de Saúde – Terapia Ocupacional e Terapia da Fala. Constantino Rei espera que pelo menos uma das licenciaturas venha a ser aprovada, para que a Escola de Saúde possa «ser o comboio» do IPG. Foram ainda propostos quatro novos mestrados, um deles em conjunto com a Universidade da Beira Interior. Constantino Rei acredita que é através dos mestrados e dos CET’s que a instituição pode crescer.
in terras da beira

Hospital da Guarda sem novos casos de Gripe A

Há uma semana que não são registados novos casos de Gripe A no Hospital Sousa Martins da Guarda. A garantia é dada por Fernando Girão, presidente do conselho de administração da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, que afirma que a situação, vivida nas duas últimas semanas, está “ultrapassada”.
De acordo com o responsável pela administração da ULS, ao todo foram detectados 33 casos de Gripe A, sendo 15 dos afectados doentes e 18 profissionais de saúde. Esta situação não alterou em nada o funcionamento do Hospital e os funcionários já voltaram todos ao trabalho, de acodo com o mesmo, que adianta também que já não há doentes a ser acompanhados.
Fernando Girão disse ainda que, apesar de não haver registo de novos casos, a situação pode alterar-se a qualquer momento pelo que aconselha a vacinação a todos os profissionais do hospital e também a todos os utentes.
in nova guarda

Liga dos Bombeiros suspendeu negociações com o Ministério da Saúde

A Liga dos Bombeiros Portugueses suspendeu hoje as negociações com o Ministério da Saúde (MS) sobre o regulamento de transporte de doentes, disse à Lusa o vice-presidente da LPB, Rama da Silva.“O conselho executivo da Liga decidiu hoje à tarde suspender o diálogo com o Ministério da Saúde (MS) e marcar um congresso extraordinário para 26 de fevereiro, cujo tema único é o transporte de doentes”, explicou Rui Rama da Silva à agência Lusa.
Segundo o responsável, a Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) justifica esta decisão com o facto de o MS “não anuir em suspender o despacho sobre o transporte de doentes em que se previa que o direito ao transporte fosse aferido em termos clínicos, mas introduzindo uma nova premissa que tem a ver com a capacidade financeira dos utentes”.A decisão do MS tem gerado, segundo o responsável da Liga, experiências negativas para os bombeiros, nomeadamente a recusa, por parte de alguns centros de saúde e hospitais, em receberem doentes.No ofício enviado hoje ao secretário de Estado Óscar Gaspar, a Liga reitera o pedido de nulidade ou revogação do despacho sobre o transporte de doentes, informa que vai suspender qualquer acção sobre a alterações do mesmo sem antes receber uma proposta concreta por parte do MS e lamenta que o relacionamento entre ambas as instituições tivesse chegado “a um quadro de desconfiança institucional”.Na quarta-feira, o MS esclareceu que decidiu regular o transporte de doentes, na sequência de uma auditoria que revelou a existência de abusos, para garantir que quem realmente precisa continuará a usufruir deste transporte gratuitamente e afirma que anualmente paga perto de 200 milhões de euros em transporte de doentes não urgentes.A tutela diz que o relatório de uma auditoria verificou que existiam situações de abusos e de benefícios indevidos no transporte de doentes não urgentes.Nesse sentido, e “cumprindo uma política de rigor na utilização dos recursos”, decidiu racionalizar, regular e disciplinar a utilização do transporte gratuito para o doente.Um despacho de Óscar Gaspar determina que o acesso ao transporte pago pelo Ministério da Saúde passa a ter que responder obrigatoriamente a dois requisitos: prescrição clínica e insuficiência económica, decisão contestada pela LPB.
in terras da beira

Afinal são apenas 28 casos

O Gabinete de Comunicação e Imagem da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda, veio esta quarta-feira corrigir os números divulgados pela comunicação social de que estariam confirmados 41 casos de Gripe A no Hospital da Guarda. Segundo o comunicado, no final de segunda-feira, confirmavam-se apenas 28 casos da doença. De acordo com nota enviada à comunicação social pela ULS da guarda, «O número de casos de gripe A identificados desde sexta-feira, segundo os últimos dados oficiais, apurados no final do dia da última segunda-feira, são 28 e não há qualquer pessoa internada na sequência dos episódios de gripe registados desde este período.»
A unidade de saúde informa ainda que o Hospital de Sousa Martins – Unidade Local de Saúde da Guarda se encontra a funcionar em pleno e sem qualquer tipo de inconveniente para utente e profissionais.
Esta nota vai desmentir notícia ontem divulgada que dava conta que o número de casos de gripe aumentou para 41 no Hospital Sousa Martins, na Guarda, e que dois profissionais de saúde estariam internados.
(c) PNN Portuguese News Network
fonte: jornal digital

Casos de Gripe A no Hospital da Guarda aumentam para 41

O número de casos de Gripe A aumentou para 41 no Hospital da Guarda, informou fonte do conselho de administração de administração da Unidade Local de Saúde (ULS).
O número de casos de gripe aumentou no Hospital Sousa Martins, na Guarda, e chega agora aos 41. Dois profissionais de saúde estão internados sob vigilância médica, 36 estão a recuperar em casa e há três utentes internados, mas todas com outras patologias além da gripe.
Entre profissionais e utentes do Hospital desde sexta-feira foram detectadas 77 pessoas infectadas com os vírus da gripe em circulação este ano no país: 28 pessoas tem o tipo A e 49 o vírus do tipo B.
Nenhum dos profissionais de saúde tinha tomado a vacina sazonal, adiantou a Direcção-Geral da Saúde, e o seu afastamento obrigou ao reforço da escala com colegas vacinados. Segundo a subdirectora-geral da Saúde, Graça Freitas, apenas 30% a 40% dos profissionais de saúde se vacinam contra a gripe – um número abaixo do desejável.
(c) PNN Portuguese News Network
fonte: jornal digital

28 casos de Gripe A entre profissionais do Hospital Sousa Martins

O número de profissionais e de doentes do Hospital Sousa Martins, na Guarda, infectados com Gripe A aumentou para 28, informou fonte do conselho de administração de administração da Unidade Local de Saúde (ULS).Por volta das 10h00 desta segunda-feira “foram feitos 77 testes a 36 profissionais e a 41 doentes”, que indicaram que 18 profissionais e 10 doentes apresentaram “resultado positivo na Gripe A”, afirmou a fonte à agência Lusa.”Não há nenhum caso grave”, referiu, apontando que “há três doentes internados” mas o seu internamento “não é por causa da gripe, é devido a outras situações clínicas”.  A fonte prevê que o grupo de profissionais do Serviço de Medicina Interna, atingido pelo vírus da gripe, possa estar operacional “dentro de três dias” embora sublinhe que “o serviço está a funcionar” com recurso à “reorganização  das escalas”.  Para evitar o aparecimento de novos casos de profissionais infectados pelo vírus da gripe A, a ULS está a recolher inscrições junto dos vários serviços “e a vacinação deverá começar na próxima semana”.   

in correio da manhã

Gripe A ataca no hospital da Guarda

Está confirmado mais um caso de Gripe A entre os profissionais da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda. Fonte da ULS , que há mais um profissional com Gripe A (HN1), aumentando assim para 14 os casos, dois dos quais de doentes. A maioria dos profissionais pertence ao serviço de Medicina Interna e os restantes ao serviço de Ortopedia. Todos eles encontram-se em casa.
Apesar de tudo ainda se desconhecem as origens da doença….
fonte: terras da beira

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar