Templates by BIGtheme NET
Home » Turismo

Turismo

Situação de Alerta até 22 de agosto

Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal, o Governo, através do Ministro da Administração Interna assinou, esta sexta-feira, o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta para o período compreendido entre os dias 18 e 22 de agosto, para os distritos de  Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

No âmbito da Declaração da Situação de Alerta, prevista na Lei de Bases de Proteção Civil, serão implementas as seguintes medidas de caráter excecional:

– Elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas, considerando-se para o efeito autorizada a interrupção da licença de férias e/ou suspensão de folgas e períodos de descanso;

– Aumento do grau de prontidão e mobilização de equipas de emergência médica, saúde pública e apoio psicossocial, pelas entidades competentes das áreas da saúde e da segurança social;

– Mobilização em permanência das equipas de Sapadores Florestais;

– Mobilização em permanência dos Corpo Nacional de Agentes Florestais e dos Vigilantes da Natureza que integram o dispositivo de prevenção e combate a incêndios;

– Aumento do nível de prontidão das equipas de resposta das entidades com especial dever de cooperação nas áreas das comunicações (operadoras de redes fixas e móveis) e energia (transporte e distribuição);

– Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI), bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem;

– Proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que possam ter sido emitidas, enquanto vigorar a Situação de Alerta;

– Dispensa do serviço público dos trabalhadores da Administração Pública que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário;

– Dispensa dos trabalhadores do setor privado que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário, nos distritos para os quais tenha sido Declarado o Estado de Alerta Especial de Nível Vermelho pela ANPC;

– Recurso aos meios disponíveis previstos no Plano Nacional e nos Planos Distritais de Emergência de Proteção Civil.

O Governo acompanha em permanência o evoluir da situação operacional e apela aos cidadãos para que adequem os seus comportamentos ao quadro meteorológico que tem sido amplamente divulgado.

Por:MAI

Pala vence Torneio de Futsal Inter Freguesias 2018

Decorreu ao final de tarde desta quarta-feira, feriado no Pavilhão na Cidade Falcão, a final do Torneio de Futsal Inter Freguesias.

Encontraram-se as equipas de Vale do Côa e Pala, que disputaram bastante esta partida, onde a igualdade a uma bola, permaneceu até ao fim.

Findo o tempo jogado, o resultado não podia ficar numa igualdade e segundo regulamento, recorre-se às grandes penalidades, e aqui o Pala a vencer esta prova deveras interessante, por 5-4.

No final o executivo municipal entregou os respetivos prémios, com o presidente Rui Ventura a enaltecer a forma como as equipas participaram nesta prova.

Por:MM

Inauguração da Casa-Forte de Cidadelhe

O Município de Pinhel vai inaugurar a “Casa-Forte de Cidadelhe”, no próximo domingo, dia 12 de agosto, um equipamento destinado a guardar e expor, em segurança, o Pálio de Cidadelhe, uma peça com mais de 300 anos cujo valor tem levado as gentes de Cidadelhe a guardá-lo como um tesouro.
Religiosamente guardado pelos habitantes da aldeia (de forma a manter-se em segredo o local exato onde se encontra), o Pálio de Cidadelhe aguardava há algum tempo um local onde repousar, em segurança e com as condições adequadas à sua preservação, de modo a poder continuar a ostentar a beleza e singularidade que o tornam numa peça única e de grande valor patrimonial.
Consciente desta necessidade, e na expetativa de fazer do Pálio de Cidadelhe mais um motivo de atração não só à aldeia que integra o Parque Arqueológico do Vale do Côa, mas também ao concelho de Pinhel no seu todo, a autarquia pinhelense decidiu avançar com a construção da “Casa-Forte de Cidadelhe” que pretende ser, como o próprio nome indica, um local seguro para guardar o Pálio, mas também um local acessível para quem queira ver de perto esta peça de museu, função que também será assumida pela “Casa Forte” cuja inauguração está agendada para o próximo domingo, dia 12 de agosto, pelas 17.00h.
A obra esteve a cargo do Município de Pinhel e assentou na reabilitação de uma casa que se encontrava em avançado estado de degradação, adaptando-a a espaço museológico sob a forma de “Casa-Forte”, num investimento que rondou os 105 mil euros e que foi objeto de uma candidatura à medida “Renovação de Aldeias” do PDR2020.

Quanto ao Pálio, importa lembrar que se trata de uma peça de veludo carmesim típico de Veneza, bordada a ouro, prata e seda, datada de 1707. Tradicionalmente, saia à rua nos dias de Procissão
a fim de cobrir e proteger o Santíssimo, sendo transportado por oito homens que seguravam igual número de varas. Consciente de que estas saídas iam contribuindo para a sua degradação, o Pálio
de Cidadelhe saiu uma última vez em procissão quando a população assinalou os seus 300 anos (2007), aguardando desde então uma solução para a sua preservação e salvaguarda.

Freguesias Sem Fronteiras’18 em Pinhel

A cidade Falcão vai acolher “Freguesias Sem Fronteiras”, isto é, noites que vão ser muito animadas.

Inspirados nos míticos “Jogos sem Fronteiras”, que tantas saudades deixaram, os jogos “Freguesias Sem Fronteiras” voltam a Pinhel.

A competição está agendada para os dias 20, 21 e 22 para os graúdos e dia 23 para os Sub-13, no polidesportivo exterior da Escola do 2º Ciclo de Pinhel.

Inscrições até 16 de agosto.

Por:MP

Oferta de uma bicicleta de fisioterapia para Misericórdia de Mangualde

A Misericórdia de Mangualde foi contemplada nesta segunda -feira com a oferta de uma bicicleta de fisioterapia, na passagem da 80ª edição da prova rainha do ciclismo nacional “ Volta a Portugal”, pela cidade de Viriato.
Para o Provedor, José Tomás, “este equipamento vai contribuir para a promoção da boa forma física, dos residentes das diferentes respostas sociais da Misericórdia. Trata-se de um ato simbólico para com aqueles que mais precisam, que muito agradecemos.”
A Vice-Provedora, Isabel Couto e o Mesário, Carlos Coutinho, representaram a Misericórdia de Mangualde nesta Cerimónia.
Esta ação inovadora resulta da assinatura de um protocolo entre o Banco Santander, a União das Misericórdias Portuguesas e a Podium Events de apoio à população sénior, que prevê a entrega de várias bicicletas de fisioterapia à população sénior residente nas localidades das etapas da 80ª Volta a Portugal em Bicicleta.

Por:SMM

V Encontro Gastronómico na Abrunhosa-a-Velha

 

O Encontro Gastronómico de Abrunhosa-a-Velha coloca novamente em destaque a gastronomia tradicional do concelho de Mangualde. A iniciativa, que já vai na sua 5ª edição, realizar-se-á este sábado, dia 11 de agosto, a partir das 17h00, e, como habitualmente, no Centro da Aldeia.

A sopa de barbo do Chefe João Tomé, os rojões à moda da Abrunhosa do Chefe Alfredo, o rancho à moda de Mangualde do Chefe Neca, as pataniscas com arroz de feijão da Chefe Ivone e o pão no forno a lenha e bolos de chouriço do Chefe Américo farão as delícias de todos os presentes. A entrada tem o custo simbólico de cinco euros e permitirá aos visitantes provar os vários “pratos” apresentados, bem como desfrutar de muita animação.

A iniciativa, promovida pela Junta de Freguesia de Abrunhosa-a-Velha e pela Câmara Municipal de Mangualde, conta com o apoio do grupo Desportivo e Recreativo de Vila Mendo de Tavares, da Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha, do Estrela do Mondego Futebol Club, do Centro Paroquial de Abrunhosa-a-Velha, do Racho de Carnaval da Freguesia de Abrunhosa-a-Velha e das Marchas dos Santos Populares de Abrunhosa-a-Velha e com o patrocínio da COAPE, do Hotel Mira Serra e da Quimirep.

Por:MM

 

Volta a Portugal na Região

Neste domingo, disputa-se a etapa rainha da 80.ª edição terá 171,4 quilómetros, entre a Guarda e as Penhas da Saúde, na Covilhã.

A partida da 4ª Etapa da 80ª Volta a Portugal em Bicicleta realiza-se no Jardim José de Lemos, na Guarda, no próximo domingo, dia 5.

Os ciclistas devem concentrar-se no Jardim por volta das 10h30 e a partida será às 12h25.

A etapa segue para Celorico da Beira:

13h15 – Lageosa do Mondego

13h22 – Ratoeira

13h32 – Quartel Bombeiros

13h40 – Cruzamento Casas do Soeiro

13h48 – Cortiço

13h55 – Carrapichana

Gouveia (14h10), Seia (14h33) e terá passagem pelo ponto mais alto de Portugal continental, a Torre, na Serra da Estrela, com hora prevista às 15h38.

De seguida, o percurso continuará por Manteigas e Sarzedo.

A chegada à Covilhã está prevista para as 17h25.

Posteriormente, a 4ª etapa continuará pelo concelho da Covilhã com o seguinte percurso: Verdelhos, Teixoso e Canhoso, Praça do Município e Penhas da Saúde.

A chegada à meta final tem hora prevista às 17h42.

Por:JAM

Quinta do Quinto, alojamento no vale do Mondego

  O Turismo é uma das grandes apostas da nossa região, numa das nossas viagens, fomos ao encontro de um alojamento local, a Quinta do Quinto, situada no concelho da Guarda, mais concretamente na localidade de Cavadoude, inserida no Vale Glaciar do rio Mondego.

Fomos conversar com Luís Amaral que nos deu a conhecer este projeto.

A Quinta do Quinto foi uma aposta importante?

Sim, uma aposta importante, foi durante muitos anos, o meu avô aqui trabalhou na parte agrícola onde empregou muita gente e infelizmente a evolução dos tempos não o permitiu e nós decidimos abraçar este projeto, a casa é muito bonita e fomos remodelando aos poucos para turismo habitação, onde as pessoas de fora gostavam muito da casa e foi daí que surgiu a aposta.

Começamos há cerca de um ano, o feedback é muito positivo e vai sendo o que nos motiva a continuar.

Apesar de ser um projeto de família, tem de haver muito gosto pela área?

Sim muito gosto, no fundo estou aqui desde as 7 da manhã até à meia -noite, constantemente quando há pessoas e se não houver gosto é complicado manter este ritmo.

Atualmente é uma casa que tem muita história, no antigamente foi pertença do Clero, do séc. XVII, as pessoas ficam encantadas, e depois toda a envolvência inserida no Vale Glaciar, as montanhas, existe um microclima no verão e no inverno, a fauna e a flora também é muito diversificada, mas sobretudo é um local calmo, dado que as pessoas vêm para descansar, relaxar.

Estes projetos começam a surgir, agora existe o alojamento local, no futuro a vertente agrícola pode surgir novamente?

O nosso objetivo é continuar desenvolver a quinta, este foi o primeiro parâmetro definido, no sentido de divulgar a quinta e na segunda fase, tentar transformar este espaço numa quinta pedagógica, com hortas, aproveitar o nosso olival, temos oliveiras com muitos anos, com animais, isto é transformar num “Resort Rural”.

O turista procura locais calmos?

Sim cada vez mais, hoje em dia, alguns visitantes dizem: “Foi uma noite tranquila”, é importante, dado que, os turistas gostam da tranquilidade, cada vez mais temos de aproveitar estes espaços, as zonas começam a ficar desertificadas.

Agora estes projetos no futuro, podem trazer fixação de pessoas, senão vejamos, quando pensamos em fazer alguma coisa, temos de pensar na comunidade, esta é uma zona bonita e aqui à volta também existem outras quintas com bastantes turistas, logo é bom para a zona.

Que apoios se podem ter neste tipo de projeto?

Existem vários apoios, nós fomos fazendo com capital próprio, os meus pais foram desenvolvendo essa parte, agora existem alguns apoios, no Portugal 2020, Centro 2020, alguns apoios comunitários que vamos aproveitar para desenvolver a segunda parte deste projeto.

Os jovens cada vez mais abraçam estes projetos?

Sim, aliás as pessoas ao verem um jovem, tem dado um aval positivo e no final dão força, é sinal que aprovam, gostam de verem os jovens envolvidos.

Agora o mercado está saturado, decidi avançar, mas nestes projetos é preciso ter muito gosto, porque se passam muitas horas.

A zona do Vale do Mondego tem grande potencial?

Sim, as pessoas começam a conhecer, é uma zona pouco divulgada, aliás os turistas estrangeiros afirmam que gostavam de conhecer mais Portugal, mas precisa de mais divulgação.

Agora vamos estar esperançados, com o projeto que a Câmara da Guarda tem para esta zona, os Passadiços do Mondego que podem ser uma alavanca de grande atração de turistas a esta zona, podendo surgir algo mais no campo da restauração e outros setores.

É necessário um desenvolvimento do comércio local.

Em 2017 estiveram na FIT, agora o balanço deste ano foi positivo?

Foi uma aposta positiva, no sentido de nos dar a conhecer, é um certame de renome ibérico, agora no futuro, a participação noutras feiras poderá ser uma ideia a reter em conta.

O balanço deste primeiro ano é muito positivo, tivemos muitos visitantes.

Requalificação do Largo das Carvalhas em curso

Foi lançado o Concurso Público para a execução da requalificação do Largo das Carvalhas. O Município de Mangualde aposta assim na melhoria de um espaço nobre, central e urbano da cidade, com um investimento que ascende os 1,2 milhões de euros – cofinanciado em 85% por fundos comunitários – que se enquadra no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Mangualde. O prazo de execução da obra será de 15 meses.

A empreitada visa a requalificação de um largo existente no miolo urbano da cidade de Mangualde, tendo como objetivo dotá-lo de condições para a utilização que enquadra várias valências, nomeadamente parqueamento automóvel, montagem de exposições e feiras temporárias, equipamento de lazer e diversão, renovando-se ainda todas as infraestruturas existentes e satisfazendo cabalmente as necessidades da população.

“Trata-se de uma obra há muito esperada por todos os mangualdenses. Ver aquele espaço da cidade ganhar nova vida, obtendo simultaneamente valências essenciais para a cidade é sem dúvida um motivo de satisfação para todo o executivo municipal” – afirma João Azevedo. O presidente da Câmara Municipal de Mangualde destaca ainda que ”estamos a executar o plano de investimentos preparado desde 2016. Um plano de investimentos sustentáveis que tornarão o concelho mais atrativo e competitivo”.

Por:MM

 

Aba Taano abriram Noites no Coreto em Pinhel

Na noite desta quarta-feira, teve início na Cidade Falcão, mais um programa interessante cultural.
Assim as Noites no Coreto, contaram com a presença de Aba Taano, que agradou às muitas dezenas que vieram ao coreto.

Um espetáculo que é bastante animado, com algumas pessoas presentes a tentar dançar.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar