Templates by BIGtheme NET
Home » Turismo (page 30)

Turismo

AF Viseu- Resultados da Divisão de honra-21ªronda

AF Viseu5No Distrito de Viseu, o Ferreira de Aves soma e segue ao vencer o Ol.Frades por duas bolas a uma.

Já o Resende venceu em casa o Paivense e mantém o segundo lugar, o Sampedrense também  venceu o Tarouquense pela mesma marca.

Já o Penalva do Castelo a bater o Mangualde por duas bolas a zero, e o Carregal dividiu os pontos em Lamelas.

JORNADA 21
1 Ferreira de Aves 47 21 14 5 2 38 15 +23 a
2 GD Resende 38 21 11 5 5 33 19 +14 a
3 7 Sampedrense 37 21 9 10 2 24 13 +11 a
4 7 Penalva Castelo 37 21 11 4 6 33 25 +8 a
5 8 Carregal do Sal 35 21 9 8 4 24 15 +9 a
6 Sátão 34 21 10 4 7 38 26 +12 a
7 GDC Roriz 31 21 7 10 4 36 28 +8 a
8 Silgueiros 30 21 8 6 7 26 24 +2 a
9 ACDR Lamelas 30 21 8 6 7 28 28 0 a
10 7 Castro Daire 27 21 7 6 8 26 26 0 a
11 8 Mangualde 26 21 7 5 9 21 23 -2 a
12 7 SC Lamego 26 21 7 5 9 27 29 -2 a
13 8 Sport Clube Paivense 26 21 6 8 7 14 15 -1 a
14 Oliv. Frades 17 21 5 2 14 16 32 -16 a
15 Tarouquense 16 21 4 4 13 21 37 -16 a
16 Canas Senhorim 2 21 0 2 19 13 63 -50 a

Casa de Bandarra em breve será inaugurada em Trancoso

16997736_690642007782745_1581279708535128746_nA Casa do Bandarra faz parte do Projeto Rotas de Sefarad – Valorização da Identidade Judaica Portuguesa no Diálogo Interculturas que resultou numa candidatura ao Programa EEA Grants 2009-2014 da Associação Rede de Judiarias de Portugal, da qual Trancoso foi cofundador.

A inauguração da “Casa do Bandarra” é um momento ímpar na História de Trancoso. Gonçalo Anes Bandarra une portugueses e extravasa fronteiras, é um ícone único e diferenciador. O espaço que iremos inaugurar será um local para todos os públicos. É o primeiro centro de interpretação dinâmico, lúdico, educativo, sem nunca esquecer a parte científica, sendo um projeto credível e uma mais-valia para o turismo, aliado a outras apresentações do património cultural de Trancoso já implementadas.

Relembramos que em setembro de 1996 se homenageou o sapateiro e profeta de Trancoso, comemorando os 500 anos do seu nascimento. Presentemente é o momento da ação prática, que unirá todos, em prole da preservação e perpetuação da memória que faz parte da identidade dos trancosenses e dos portugueses.Não fosse Fernando Pessoa ter escrito: (…) “este, cujo coração foi não Português, mas Portugal”(…).

Mensagem de D.Ilídio Leandro para Quaresma/Páscoa

1d_ilidio_2Quaresma e Páscoa preenchem um tempo muito especial e muito propício a ser carregado de sentido e mistério que nos levam para além dos dias do tempo e das horas do calendário. O Papa Francisco oferece-nos – para preencher, colorir e valorizar o conteúdo deste tempo – o Evangelho do rico avarento e do pobre Lázaro. Parecendo que, no Tempo do Além, o rico se converte totalmente – dirige-se ao pai Abraão, pede ajuda ao desprezado Lázaro, quer que os seus irmãos se convertam – desperdiçou, com a inversão total de valores, o Tempo do Aquém. Avaliando o “tempo todo” do pobre Lázaro e o do rico, espanta o “eterno e infinito” desequilíbrio a desfavor do rico.

Partindo desta temporal avaliação – e contemplando o que se passa com os refugiados vindos para Turquia, Líbano, Jordânia, Iraque, Egito, Itália, Grécia, Alemanha, Suécia, França, Inglaterra, Bulgária, Holanda, Áustria, Dinamarca, Hungria, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Portugal, Estados Unidos, Canadá (…) e os que permanecem em Síria, Afeganistão, Somália, Sudão, Sudão do Sul (…) – quem dera que esta abertura de portas proporcione equilíbrio na distribuição da riqueza e na partilha dos bens – criados e destinados a todas as pessoas que viveram, vivem e hão de viver – partilhando, de forma justa, proporcional e equilibrada, com todos os atuais usufrutuários, os bens que ninguém trouxe de lado nenhum, que todos encontram preparados para uso, sem abuso, e se deseja e espera que fiquem para quem vier depois dos atuais beneficiados!

A Mensagem para a Quaresma-Páscoa deste ano é exigente e será mesmo revolucionária se mudar critérios, se inverter posições de domínio e de posse abusiva e se fizer olhar a todas e a todos, mais e antes do que para os “seus bens”, para os seus irmãos. Isto, independentemente da raça, da cor da pele, da religião, do sexo ou da idade. Simplesmente por alguém ser pessoa tem direito: à vida, com família, com dignidade, com presente e com futuro, com respeito, com solidariedade e com amor, sabendo que o resto – muito importante, também – virá por acréscimo.

Para que todas e todos possam viver assim, existem Governos, existem Políticas, existem Escolas, existem Igrejas…. Só assim e para a realização plena de todas as pessoas se justificam estas Instituições na Sociedade – para servirem as pessoas, ajudando a que todas sejam felizes, cumprindo os fins da 1ª Quaresma-Páscoa que precisamos de relembrar, realizar e concretizar em toda a plenitude.

Ilídio Leandro, Bispo de Viseu

Grande adesão no Todo Terreno dos Soldados da Paz fornenses

IMG_9115 Sol, animação e muita adrenalina

No passado domingo, teve lugar pelos trilhos da região fornense, mais uma edição do Passeio Todo Terreno dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.

Uma grande adesão neste ano, assim estiveram presentes cerca de 50 jipes e 40 motos, o que engrandece a prova e claro a organização mostrou-se satisfeita, pois os amigos do TT aderiram.

Assim depois da cIMG_9147oncentração e do habitual pequeno-almoço, os participantes seguiram o seu rumo com passagem pela vila e seguiu-se passagem por vários locais e paragem na freguesia da Mesquitela para a bucha.

Os pilotos estavam animados e entusiasmados com a beleza do percurso, chegaram à localidade de Matança onde foi servido o almoço.

De tarde, novo percurso e a meio da tarde, a tão desejada pista de obstáculos, onde os mais destemidos acabaram por dar um ar da sua graça, na Quinta do Cochel.

Esta uma pista que os amigos do TT já estão familiarizados, mas que ano após ano surge com novidades o que deixa sempre mais animados IMG_9135os participantes.

A finalizar o dia, um lanche convivio entre todos, onde ficou a promessa de regressar no próximo ano.

Uma iniciativa levada a cabo pelos Soldados da Paz, com intuito de angariar alguns fundos.

Por:António Pacheco

4ª Festa do Pastor e do Queijo – Aguiar da Beira

Nesta fase16700403_1313716898689245_1419891250300485081_o do ano, as feiras do Queijo vão acontecendo um pouco nesta região, assim o Município de Aguiar da Beira, vai levar a efeito, no próximo dia 12 de Março, a , mais concretamente, na localidade de Mosteiro-Penaverde.

Deste modo, vai ter início logo pela manhã, com abertura da Exposição / concurso do Gado ovino, segue-se a receção às entidades, onde se destaca presença do Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Dr. Luís Vieira.

A meio da manhã acontece a inauguração do novo espaço da Feira de Gado, seguindo-se a visita exposição patente.

Outro dos pontos altos do dia é a mostra e prova do Queijo, com a presença de centenas de pessoas e a animar o momento, nada melhor que as Concertinas Clave de Sol.

O Almoço regional acontece por volta das 13 horas, depois durante a tarde, segue-se a entrega dos Prémios do Concurso de Gado e para fechar a tarde em grande a animação musical a cargo do grupo “Minhotos Marotos”.

Uma homenagem aos pastores, queijeiras e criadores de gado.

Por:António Pacheco

Futuro de Aguiar da Beira foi debatido

ab Turismo e emprego com prioridades em Aguiar da Beira

Participantes de diversificados quadrantes da população do Município de Aguiar da Beira reuniram-se para discutir soluções de desenvolvimento para o concelho. Fórum “Potencialidades e estratégias para o concelho” ouviu, sobretudo, preocupações da população, nos diversos temas lançados para debate em torno da comunidade, valores e economia.

Da sessão saiu acima de tudo a necessidade de encontrar medidas para impulsionar o turismo e o emprego, em torno de um melhor aproveitamento dos recursos naturais e produzidos do concelho; incentivar ao emprego responsável; fixar e atrair pessoas; reforçar os valores e a identidade da população; e melhorar as ofertas de educação e formação, num território que consideram apresentar “qualidade de vida”.

A sessão pública realizou-se, no passado 24 de fevereiro, às 20H30, no auditório municipal, com o objetivo de refletir sobre os dados estatísticos do Concelho de Aguiar da Beira e debater sobre as potencialidades e as estratégias para o território, contando com a participação de representantes de IPSS, autarcas, empresários e demais cidadãos do concelho. De salientar a presença dos presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Joaquim Bonifácio e Virgílio Cunha, respetivamente.

O fórum “Potencialidades e estratégias para o concelho – um exercício de cidadania” foi promovido pelo CLDS 3G Aguiar no Coração, no âmbito da realização do Estudo Económico, Social e Prospetivo do Concelho, que irá realizar ainda mais duas sessões públicas de modo a conseguir uma maior e mais diversificada participação e a encontrar soluções para um concelho melhor.

“Aguiar no Coração – Rede Positiva para o Desenvolvimento Social de Aguiar da Beira”, enquadra-se no Programa Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS 3G), cuja Entidade Coordenadora Local de Parceria e executora é o Centro Social Paroquial de Dornelas e a entidade financiadora é o POISE – Programa Operacional da Inclusão Social e Emprego e o Governo de Portugal, por via do Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social.

Aconteceu no Cineteatro há… em Mangualde

A campanha ‘Aconteceu no Cineteatro há…’, promovida semanalmente pela autarquia mangualdense, destaca esta semana a história de dois amigos que usam secretamente o mesmo pseudónimo dando o mote para ‘A importância de se chamar Ernesto’. O filme transmitido a 23 de fevereiro de 1956, ‘Aconteceu no Cineteatro há 61 anos’. O texto cómico, da autoria de Oscar Wilde, foi adaptado ao cinema pelas mãos do realizador Anthony Asquith.

Trata-se de um filme que, segundo o Diário de Lisboa, é uma obra prima, de cor magnífica e com excelentes figurinos, transmite na perfeição a época vitoriana em Londres. Contando com o desempenho de Michael Deninson, Edith Evans, Joan Greenwood, Miles Malleson, Michael Redgrave, Margaret Rutherford e Dorothy Tutin, esta comédia alegre e divertida mantém o público em constante gargalhada. Premiado no Festival Internacional de Veneza, faz ainda hoje rir miúdos e graúdos pelo mundo inteiro.

  RELANÇAR O CINETEATRO DE MANGUALDE E INCENTIVAR

O CONTACTO COM AS FONTES PRIMÁRIAS SÃO OS PRINCIPAIS OBJETIVOS

Através do Arquivo Municipal de Mangualde está a ser divulgado, semanalmente, um cartaz relativo às antigas exibições no Cineteatro. Com esta campanha a autarquia mangualdense pretende relembrar aos mangualdenses que ao longo de várias décadas, no Cineteatro de Mangualde, múltiplas companhias de espetáculo exibiram as suas melhores peças e os seus melhores atores, sendo aqui também projetados excelentes filmes. Para além de sensibilizar a sociedade civil mangualdense para a importância deste extraordinário equipamento cultural, pretende ainda incentivar o contacto com as fontes primárias, gerar uma nova atitude face ao património documental, e propiciar o desenvolvimento de hábitos de pesquisa e de visita ao arquivo.

Esta iniciativa surge no seguimento do anúncio das obras de requalificação previstas para o Cineteatro de Mangualde, cujo lançamento do concurso de obra se prevê ainda este ano. Esta iniciativa tem como intuito criar um maior dinamismo e relançar o Cineteatro de Mangualde.

Por:Mun.Mangualde

Banda Tradição novo grupo de baile de Fornos de Algodres

IMG_8981Na noite deste sábado, nasceu uma nova banda de bailes, trata-se de um grupo de amigos que se juntaram para tocar umas músicas e vai daí, surge na vila de Fornos de Algodres.

Surgiu a Banda Tradição, dado que nesta vila presépio sempre existiu um grupo de baile, ao longo dos tempos.IMG_8979

Grupo composto por sete elementos e fizeram a sua estreia nos festejos do Carnaval de Algodres.

Por:António Pacheco

Novo ciclo de exposições no CIHAFA em 2017

0,bomAssociação H. Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres iniciam

O CIHAFA (Centro de Interpretação Histórica e Arqueológica de Fornos de Algodres), inicia um novo ciclo de exposições intituladas Uma ideia é um feito de associação” dirigida às associações do concelho, de 01 a 31 de Março de 2017 estará patente uma Exposição da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, que poderá ser visitada todos os dias entre as 10h00 – 13h00 e as 14h00 – 17h00.

 “O associativismo coopera para a união de pessoas”.

Associação é uma instituição prestadora de determinados serviços e de participação voluntária, constituída por número indeterminado de quantos dela queiram ou possam participar.

Nos finais do século XIX começam a surgir, no Concelho de Fornos de Algodres os primeiros movimentos corporativos, antecessores das atuais associações. Em 1932, foi criada a primeira corporação dos Bombeiros Voluntários, cuja a sede se situava nos baixos da antiga Casa da Câmara, na Praça Velha da Vila.
O seu material de combate aos incêndios, adquirido por subscrição pública, constava de: uma bomba, duas mangueiras, uma escada e quinze capacetes. Algum deste material, ainda hoje, faz parte do atual espólio da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.
A 29 de Dezembro do ano de 1948 é constituída a Associação dos Bombeiros Voluntários do Concelho de Fornos de Algodres, com sede no Grémio Recreativo Fornense, por iniciativa de uma comissão composta por: Artur Ribas Madureira, António de Pina Albuquerque, José de Almeida Viçoso, José Gomes e como Comandante da Corporação João Vaz de Almeida Ribeiro.
Anos mais tarde, em 26 de Abril de 1962, o Presidente da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, Professor António Pinheiro Marques, conferiu a posse à comissão Administrativa dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, nomeada por portaria do Sr. Ministro do Interior e composta pelos senhores, Estanislau Fernandes Pinto Bronze, Avelino Luís Tavares e Fernando Paulo Moreira.
Nesse mesmo ano, em 17 de Maio, o Presidente da Direção do Grémio Recreativo Fornense, coletividade fundada a 2 de Fevereiro de 1909, solicitou uma assembleia geral e em colaboração com a Comissão Administrativa dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres, propuseram a fusão das duas coletividades. Dessa fusão nasceu a atual Associação de Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres.
Depois de atravessar alguns períodos de menor atividade, ganha nova dinâmica em 1964, sob a direção do Dr. Fernando Paulo Menano, tendo como Comandante o Senhor Professor José da Costa Felício. É, também, neste ano que se altera a denominação da associação, passando esta a denominar-se de Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Fornos de Algodres…

Por:CIHAFA

 

Carnaval em Nelas 2017

IMG_6209Quatro bairros, quatro corsos, foliões, carros alegóricos originais, dois Carnavais singulares onde a música e animação prometem trazer ao Concelho dias de verdadeira folia e animação. Centenas de figurantes, milhares de visitantes, muita música, humor e animação caracterizam os Carnavais do Concelho de Nelas, que de 26 a 28 de Fevereiro 2017, prometem muita diversão. Com cariz diferente e protagonizados pelas Associações do Bairro da Igreja e Cimo do Povo, Paço e Rossio, consagra-se uma tradição de décadas em Nelas e secular em Canas de Senhorim.

As Associações Paço e Rossio, bairros rivais de Canas de Senhorim, mostram o seu empenho e enchem as ruas da Vila de cor e diversão no Domingo e Terça-feira de entrudo, dias vividos intensamente pelos foliões, que culminam com o despique nas quatro esquinas, onde cada bairro puxa pela sua música e canções. Do ambiente carnavalesco desta vila fazem parte também a “Segunda-feira das Velhas”, os bailes, os pisões, as paneladas e as batatadas. Assim nos dias 26 e 27, pelas 22h00, Paço e Rossio promovem no Mercado da Vila,  os tradicionais Bailes, domingo com o grupo HD MUSIK UZDAPES, e segunda o Baile de Máscaras com o grupo OXYGENIUS.

Na Vila de Nelas, a Associação do Bairro da Igreja e do Cimo do Povo são os protagonistas do Carnaval, que durante meses preparam em sigilo as fantasias dos figurantes e os carros alegóricos, que vão exibir nesses dias com bastante gosto e imaginação numa grande festa carnavalesca, que começa na Praça do Município e se estende às principais ruas da vila de Nelas, ao ritmo de música brasileira, e que culmina em ambiente de festa e alegria, com a troca das rainhas dos dois bairros, na terça-feira de Entrudo. Para dia 25, sábado, pelas 22h00, está agendado o BAILE DE CARNAVAL com prémio para a melhor máscara, no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Nelas com o grupo ALTA FREQUÊNCIA.

De salientar ainda, a Queima do Entrudo, na Quarta-Feira de Cinzas, realizada nas duas vilas do Concelho de Nelas, por cada uma das Associações envolvidas, coincidindo este ano as comemorações dos 38 anos da Associação do Paço de Canas de Senhorim.

O Carnaval do Concelho de Nelas constitui um dos principais cartazes turísticos da região, reforçado pela relevante riqueza patrimonial, paisagística, gastronómica e vínica, o termalismo e hospitalidade própria das gentes do Concelho de Nelas. A organização do Carnaval conta com o apoio da Câmara Municipal de Nelas, Juntas de Freguesia e Corporações dos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim e Nelas.

Por:Mun.Nelas

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar