Templates by BIGtheme NET
Home » Turismo (page 5)

Turismo

Celorico da Beira, compras no comércio local dão prémios

O Sorteio foi organizado pela Associação Comercial, Industrial e Serviços de Celorico da Beira (ACISCEL) em conjunto com a Câmara Municipal de Celorico da Beira, no âmbito do incentivo às compras no comércio local, realizado no âmbito da Campanha “ Neste Natal as compras são no Comércio Local!”, ditou os seguintes contemplados:

1º Prémio – (Vale de 200€ em compras no comércio local): Ana Sofia Azevedo – Covilhã

2º Prémio – (Alojamento durante uma noite para 2 pessoas, numa unidade hoteleira local): Cristel Fonseca – Celorico da Beira

3º Prémio – (Cabaz de Natal): Francisco Leopoldo Faria Mendes – Vale de Azares

3º Prémio – (Cabaz de Natal): Carina Pinto Lucena – Celorico da Beira

Por:MCB

Gouveia, compras no comércio local deram prémios

O Município de Gouveia, em parceria com a Agência de Desenvolvimento e Negócios de Gouveia, promoveu uma campanha de incentivo às compras no comércio local, durante a quadra de Natal.

Os clientes do comércio local que efetuassem compras de valor igual ou superior a 20 euros habilitavam-se a ganhar uma viajem à Madeira para duas pessoas, um fim-de-semana em Sintra para duas pessoas e um jantar para duas pessoas no restaurante “Lá em Casa” em Gouveia.

A campanha de incentivo arrancou no dia 8 de Dezembro até ao dia 5 de Janeiro e o resultado foi anunciado no dia 6 de Janeiro, durante o espetáculo do Cantar das Janeiras, com o seguinte resultado:

1º Prémio – Viagem à Madeira para duas pessoas
Virgínia Pedrosa da Silva – Gouveia

2º Prémio – Fim-de-semana em Sintra para duas pessoas
J. Gabriel Tavares Ribeiro – Cartaxo

3º Prémio – Jantar para duas pessoas no Restaurante “Lá em Casa” em Gouveia
Sandra Maria Freitas da Costa – Lisboa

Por:MG

Feira/Festa do Queijo de Fornos de Algodres de 16 a 18 de março

Como anualmente acontece, Fornos de Algodres recebe milhares de visitantes na Feira/Festa do Queijo, onde os  pastores e as queijeiras são homenageadas, este ano acontece de 16 a 18 de março.

Encerra o período de certames dedicados ao Queijo da Serra, que inicia em Penalva do Castelo e Celorico da Beira nos dias 3 e 4 de fevereiro.

São diversos dias de festa, com o mercado municipal a ganhar um grande colorido, onde para além do queijo que é o rei do certame, outro produtos endógenos surgem em destaque neste fim de semana.

Vão estar representados imensos expositores, desde artesãos, associações, empresas, instituições, escolas, imensa oferta para um vasto leque de visitantes que é oriundo das diversas regiões de Portugal, emigrantes que vêm rever as tradições e alguns turistas de Espanha, que cada vez mais passam a fronteira, no sentido de degustar a excelente gastronomia desta região.

Face aos fortes incêndios e à seca, pode nesta altura ser a melhor fase este ano do Queijo da Serra, dado que todas estas contrariedades, a produção atrasou um pouco.

Ainda vai haver como habitualmente muita animação musical durante o certame.

Em Fornos de Algodres,Sandra Mendes vence 1ºPrémio do Sorteio de Natal

Um final de tarde animado, nesta segunda- feira, no salão Nobre da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, com o Cantar das Janeiras por parte do Rancho Sénior do Concelho de Fornos de Algodres, aos quais Manuel Fonseca , Presidente da Câmara agradeceu o gesto.

Seguiu-se o Sorteio de Natal dos Prémios das pessoas que fizeram compras no Comércio Tradicional neste concelho, aqui os elementos do Rancho deram uma ajuda e lá foram saindo os vencedores, que receberam 150 euros, 100 euros e 50 euros, respetivamente para poder adquirir produtos no Comércio Tradicional das lojas aderentes.

1º Prémio- Sandra Mendes dos Santos Mendes- Casal do Monte

2º Prémio- José António Cruz Tomaz – Fornos de Algodres

3º Prémio – Carina Albuquerque Costa- Fornos de Algodres

Para finalizar a tarde e a cerimónia, foram entregues os Prémios relativos ao 5º Concurso de Montras de Natal aos premiados, Óptica do Pelourinho, em 1º, PJA Ferreira em 2º e Florista de Susana Soares em 3º.

Todos receberam os Prémios na presença do Presidente da Câmara, Manuel Fonseca e do Vereador da Cultura e Desporto, Alexandre Lote.

23ª edição da Feira das Tradições em Pinhel de 9 a 11 Fevereiro

Este é já um certame de renome quer em Portugal, quer em Espanha, falamos da 23ª edição da Feira das Tradições que este ano decorre na cidade Falcão de 9 a 11 de Fevereiro.

Mais um ano com um grande cartaz que ajuda sempre a que milhares de visitantes, no período do Carnaval , coloquem Pinhel na rota das suas viagens.

Assim, Resistência, HMB e Matias Damásio, são atrações das noites, agora neste certame, são vividos momentos grandiosos, onde vai encontrar também exposições, tasquinhas, salão de vinhos, tradições e costumes, música popular.

Neste certame, mais uma vez as Freguesias deste concelho tem a oportunidade de decorar o seu stand da melhor forma e desse modo mostrar as potencialidades que existem.

Depois existe um local na mostra gastronómica para todos poderem apresentar os seus produtos, desta forma , as inscrições estão abertas até 13 de janeiro.

Três dias de grande animação, onde serão muitos os vizinhos espanhóis que visitam este certame.

Inscrições:

http://cm-pinhel.pt/doc/feiradastradicoes/FichadeInscrioExpositoresXXIIIFeiradasTradies.pdf

Por:António Pacheco

Feira do Queijo e do Pastor em Penalva do Castelo

Este ano, as feiras do queijo realizam-se mais cedo, devido ao carnaval acontecer na meada de fevereiro.

Penalva do Castelo inicia sempre este ciclo de feiras e assim no fim de semana de 3 e 4 de fevereiro, acontece a Feira do Queijo e do Pastor.

Durante dois dias, se realizam provas de queijo, produtos endógenos, vinhos de Penalva (Dão),mostras de artesanato e uma exposição.

No sábado, 3 de fevereiro, tem como atração o programa Aqui Portugal da RTP e no domingo, Gabriell anima os visitantes.

Um certame onde passam sempre milhares de pessoas nestes dois dias.

Por:António Pacheco

Feliz Ano 2018

Desejamos um Bom Ano 2018, a todos anunciantes, assinantes, leitores e amigos.

 

Casa cheia na tertúlia Museu à noite em Pinhel

O Museu à Noite de dezembro, com casa cheia, teve lugar na noite de quinta feira na Casa do Povo, da freguesia de Lameiras e pretendeu lembrar e homenagear as tradições de Natal do nosso concelho, como a Ceia de Natal, a Fogueira, a Missa do Galo, o beijar do menino Jesus ou o Presépio.

Para abordar a temática um convidado: o Reitor do Seminário Maior Interdiocesano de São José, em Braga, Pe. Paulo Figueiró, natural da diocese da Guarda.

A recebê-lo e a dar as boas vindas a todos esteve presente a Vice-Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, Daniela Capelo, que sublinhou a importância de manter bem vivas estas tradições de Natal.

No final todos os presentes foram convidados a degustar a “Mesa de Natal”, que contou com a participação das Juntas de Freguesia do concelho que, deste modo, deram a conhecer as suas tradições gastronómicas e o que de melhor se faz em cada uma.

Por:Mun.Pinhel

Penalva do Castelo já tem Loja do Cidadão

A Câmara Municipal de Penalva do Castelo inaugurou, no dia 15 de dezembro, a Loja de Cidadão (antigo edifício dos Paços do Concelho) na rua 1º de dezembro.

Esteve presente o Sr. Padre José António que procedeu à bênção do edifício e parabenizou todos os presentes pelo espaço criado.

O descerramento da placa alusiva foi realizado pela Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, pela secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, pelo Presidente da Assembleia Municipal, Vítor Fernandes, pelo Presidente da Câmara, Francisco Carvalho e pelo Vice-Presidente, José Laires.

Iniciou-se a visita pelos diversos serviços instalados no edifício como o Espaço Cidadão, Serviço de Finanças, Conservatório do Registo Civil e Predial, Arquivos, e Segurança Social.

Na sala Multiusos discursaram várias entidades que participaram no processo da criação da Loja de Cidadão.

O Presidente da Assembleia Municipal disse ser uma honra e uma felicidade muito grande estar e participar na inauguração da Loja de Cidadão devido a três motivos. O primeiro motivo é a vista. O magnífico equipamento encontra-se num local lindíssimo, este estava a deteriorar-se e a ficar em condições degradantes de conservação, com a sua recuperação passa a ser a vista não só dos penalvenses mas de todos aqueles que visitam Penalva do Castelo. O segundo motivo é de coração. Foi neste edifício que muitos penalvenses trataram do primeiro bilhete de identidade, por conseguinte começaram a sentir-se alguém, senhores deles próprios, pagaram licenças, impostos e por isso sentiram-se senhores de alguma coisa. Voltar a ver estes serviços, que outrora já estiveram neste espaço, é motivo de muita satisfação para todos. O terceiro motivo, o mais importante de todos, a comodidade com que todas as pessoas podem tratar dos assuntos de serviço público que precisam. Antes, eram muito desgastantes as deslocações entre os diversos serviços, que se encontravam em vários edifícios, para tratar dos assuntos. Hoje, com a Loja de Cidadão, pode-se tratar de tudo no mesmo edifício o que é mais cómodo, menos desgastante e menos oneroso. Agradeceu, ao Sr. Presidente da Câmara Municipal e seu executivo, pela iniciativa tomada, por terem colocado a requalificação e reutilização deste espaço como uma das prioridades do concelho. Também agradeceu à Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, ao governo e a todos os serviços que contribuíram para viabilizar este projeto. Sem a colaboração destas entidades não teriam havido as autorizações e os meios necessários para que este projeto acontecesse. Finalmente agradeceu a todas as outras entidades e pessoas, designadamente trabalhadores, engenheiros, arquitetos, que com o seu empenho contribuíram para que este projeto chegasse à sua fase de conclusão e antecipadamente.

O Presidente da Câmara agradeceu a presença das várias entidades presentes e fez um agradecimento especial à Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa pela amizade demonstrada aos Penalvenses através da desburocratização de todo o processo da criação da Loja de Cidadão. Recordou a grande preocupação que tinha no ano 2015, pois havia a possibilidade do encerramento dos serviços das Finanças, Conservatória e da Segurança Social em Penalva do Castelo e a sua consequente deslocalização para concelhos vizinhos. Esta preocupação resultou num desafio crucial para o executivo, resolver o problema de fixar estes serviços. Para a resolução deste problema decidiram abraçar o projeto da Sra. Ministra, a criação da Loja de Cidadão, que era a sua aposta para os concelhos. O Sr. Presidente realçou que foi com muito contentamento que a Câmara Municipal recebeu a notícia que havia a possibilidade da criação da Loja de Cidadão. Inicialmente estava previsto para os Paços do Concelho um museu concelhio mas o executivo reuniu e não hesitou em alterar esta decisão para abraçar este novo projeto. Foram entregues à autarquia as responsabilidades e o destino da loja. A escolha do projeto de arquitetura foi uma dessas responsabilidades. O Presidente manifestou a satisfação que tem por este projeto ter sido executado por um jovem arquiteto natural e residente em Penalva do Castelo, Vasco Poças a quem agradeceu. Referiu que através de um processo de total transparência, a adjudicação da obra foi feita a uma empresa do concelho de Penalva do Castelo, a empresa Matos e Pinto à qual agradeceu e parabenizou os sócios e funcionários pela excelente execução, cumprimento do projeto e antecipação dos prazos. Mencionou, que como já tinha sido dito, era uma ambição de todos os Penalvenses a recuperação dos Paços do Concelho, carregado de simbolismo, pois foi ali que tudo começou. Era a casa do governo, era ali que estavam albergados todos os serviços que hoje existem com a exceção da Segurança Social. Disse que tudo funcionava na época e que agora, com as atuais condições e com a melhor formação dos funcionários, ainda vai funcionar melhor. Espera que seja um serviço de cidadão, com muita proximidade, com muita competência, com respostas mais eficazes e de melhor qualidade. Fez um apelo aos funcionários, que naturalmente são o verdadeiro rosto da loja, para dignificarem o concelho e o município com um atendimento de proximidade com os cidadãos. Pediu à Sra. Ministra para transmitir ao governo que a transferência de responsabilidades para a autarquia ficam em boas mãos e agradeceu-lhe uma vez mais por ter contribuído decisivamente para o desatar do nó a seguir a 2015. Não deixou de referir o apoio da CCDR e do governo que contribuiu com cerca de 50% do custo da obra através do programa Portugal 2020. Citou na sua intervenção a frase do padre António Vieira para exprimir o que aconteceu com este projeto, “Para falar ao vento bastam palavras, para falar ao coração são necessárias obras.”. Terminou a sua intervenção agradecendo a todos.

O encerramento da inauguração coube à Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques. A Ministra manifestou o seu contentamento sempre que abre uma Loja de Cidadão porque esta dá valor acrescentado às pessoas, melhora as suas vidas e permite, como nesta caso, a recuperação de um edifício público que estava num estado degradado. Realçou a importância da recuperação do edifício pela sua beleza, pela sua história, pela sua centralidade e estar localizada num ponto de encontro das pessoas de Penalva do Castelo. A Ministra fez uma breve referência à história da Loja de Cidadão para explicar a sua evolução e o facto de ela ser a iniciativa de modernização administrativa que mais toca na vida das pessoas. Referiu que na Loja há a prestação de um serviço mais moderno e confortável para os cidadãos devido a uma maior colaboração com a administração central. Agradeceu a persistência das várias entidades para chegarem a um acordo, esta permitiu um resultado bem visível, a criação desta Loja de Cidadão. Salientou que existiam todas as condições para a sua criação e para oferecer um serviço de proximidade tais como o equipamento, o saber fazer e as condições de segurança necessárias. Disse que o caminho a seguir entre todos é de colaboração, para dar um serviço mais cómodo ao cidadão num só ponto de contacto, respeitando as competências e autonomia de cada nível de administração. Referiu que a loja é um ponto muito avançado da colaboração entre os serviços públicos da administração central, da colaboração com o setor privado, da colaboração da gestão da loja com os municípios e também na possibilidade de ter serviços municipais que dialogam com os serviços presentes na loja. Disse que não foi fácil chegar até à Loja e por isso deve-se cuidar dela. As últimas palavras foram dirigidas à gestão da loja, aos serviços instalados e aos seus funcionários. Apelou a um bom atendimento, que faz sempre a diferença em qualquer serviço público ou privado, pois a empatia e a qualidade do atendimento técnico é muito importante. Realçou a atenção que deve ser dada às reclamações, porque estas são importantes para identificar lacunas a melhorar nos serviços. A Ministra também enfatizou a ideia de que os serviços na Loja de Cidadão são dinâmicos, o que existe na atualidade daqui a uns anos pode não existir, porque os serviços reorganizam-se de uma maneira diferente ou porque os cidadãos precisam de outros serviços. Disse que uma loja tem essa flexibilidade e portanto a gestão da loja dever ser dinâmica para ir respondendo às necessidades, para ir atendendo às reclamações, às sugestões, tomando nota e registando elogios. Terminou o discurso dizendo que a loja é de todos e pediu para a tratarem, cuidarem e fazerem dela sempre uma Loja moderna.

Por:MPC

Ceia de Natal em Vila Franca da Serra

Face a uma iniciativa da Junta de Freguesia de Vila Franca da Serra, vai ter lugar este sábado, 16 de dezembro, uma Ceia de Natal onde procura reunir todas as pessoas que se queiram associar a este evento.

Uma forma de celebrar o Natal em comunidade, na sede da Junta de Freguesia, a partir das 19 horas.

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar