Templates by BIGtheme NET
Home » Serra (page 10)

Serra

Reflorestar a freguesia de Espinho

O Município de Mangualde e a Junta de Freguesia de Espinho, conjuntamente com várias entidades do concelho, uniram esforços no sentido de reflorestar a freguesia de Espinho, tão fustigada pelos incêndios deste ano. “Espinho a renascer das cinzas” é o mote de uma iniciativa que tem início no próximo dia 18 de dezembro.

A ação arranca às 14h30 com a sessão solene de apadrinhamento da iniciativa, contando com a presença das entidades envolvidas. Segue-se a reflorestação dos espaços públicos da freguesia com ponto de encontro às 15h00, na Abadia de Espinho.

No dia seguinte, 19 de dezembro, os participantes voltam a reflorestar os espaços públicos da freguesia com partida da Abadia de Espinho, às 9h00. O encontro volta a dar-se no mesmo local, às 14h00.

 

Entidades envolvidas:

  • Fundação Maria Beatriz Lopes da Cunha
  • GIOPS – Grupo de Intervenção em Operações de Proteção e Socorro
  • Motoclube de Mangualde
  • Água Levada, Associação Cultural e Recreativa
  • Associação Cultural e Recreativa de Espinho e Póvoa
  • Quinta dos Carvalhais
  • O Cantinho da Janeira
  • Snack-Bar Os Pintos Felizes
  • Teacher’s Help
  • Sonae Arauco
  • Colina
  • Refloresta – Cooperativa Agro-Silvícola de Mangualde
  • Ricardo Ângelo – Oral Health
  • Ourivesaria Sonho D’Ouro
  • COAPE – Cooperativa Agro-Pecuária dos Agricultores de Mangualde
  • EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro

AFG- Convocatória para Taça das Regiões

Foram já divulgados os convocados para integrar a Seleção da AFGuarda para disputar este fim de semana , a fase zonal da Taça das Regiões.

Estão presentes :Associação de Futebol da Guarda, AF Leiria, AF Castelo Branco e AF Santarém.

“Autarquia Familiarmente Responsável” atribuído a Gouveia

GOUVEIA É UMA AUTARQUIA FAMILIARMENTE RESPONSÁVEL PELO QUINTO ANO CONSECUTIVO
O Município de Gouveia é pelo quinto ano consecutivo uma “Autarquia Familiarmente Responsável. O programa de apoio social foi novamente reconhecido pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis que identificou os 61 municípios com as melhores práticas sociais durante 2017.
A autarquia de Gouveia recebeu a bandeira verde de «Autarquia + Familiarmente Responsável 2017», numa cerimónia que decorreu em Coimbra, no passado dia 29 de Novembro, pelas 17h00, no Auditório Fundação para os Estudos e Formação Autárquica, que contou com a presença do senhor Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel.
Para o Município de Gouveia este galardão continua a ser um reconhecimento pelo serviço que tem sido efetuado em prol dos agregados mais desfavorecidos e um sinal de incentivo e de valorização de uma entidade externa o que enriquece ainda mais o trabalho efetuado e os serviços da autarquia.
Os dados recolhidos através dos inquéritos encontram-se disponíveis no site do Observatório, em www.observatorioafr.org, permitindo a todos os interessados conhecer o trabalho desenvolvido pelos municípios.

Por:JF

Campanha de Recolha de Tampinhas em Pinhel

O Município de Pinhel continua a sua missão de separar e recolher tampinhas de plástico, numa causa que é ambiental, mas também solidária, tendo em conta que as verbas angariadas são destinadas à aquisição de equipamentos para pessoas portadoras de deficiência com rendimentos reduzidos.

Para fechar a campanha que permitiu adquirir uma cadeira de rodas para a Joana, ainda são precisas  juntar cerca de duas toneladas de tampinhas de plástico (2000 kgs).

Assim,  apelam uma vez mais ao empenho e à boa vontade de todos, no sentido de separar todo o tipo de tampinhas (de águas, sumos, iogurtes, mas também de detergentes ou champôs, por exemplo).

As tampinhas podem ser entregues na Câmara Municipal de Pinhel, no Agrupamento de Escolas, nas Juntas de Freguesia ou na Rádio Elmo. Caso seja necessário, o Município de Pinhel também assegura a recolha noutros locais (inclusive fora do concelho).

Recordam que ao participar nesta campanha de recolha de tampinhas estão a ajudar quem precisa e, além disso, estão a contribuir para um planeta mais sustentável ao colaborar no processo de reciclagem das tampinhas que dá origem a novas embalagens.

Junte-se a nós neste gesto solidário e amigo do ambiente.

Por:Gabinete de Ambiente e Espaços Verdes do Município de Pinhel | gabinete.ambiente@cm-pinhel.pt

Misericórdia de Mangualde celebrou o Dia Internacional do Voluntariado

O Dia Internacional do Voluntariado foi celebrado da melhor maneira, neste dia, na Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, com um almoço convívio que reuniu voluntários, diretoras e membros da Mesa Administrativa.
Os voluntários são parte indissociável da história e da obra da Misericórdia de Mangualde.

Esta forma de comemorar o Dia Internacional do Voluntariado é, assim, para a Misericórdia de Mangualde, um gesto de reconhecimento e gratidão a todos os que dedicam o seu tempo, empenho e afeto junto de quem mais precisa.

Por:Misericórdia de Mangualde

Taça das Regiões- Fase zonal na Guarda

Vai se disputada no distrito da Guarda, a Fase zonal da Taça das Regiões, com a participação da AF Guarda, AF Castelo Branco, AF Leiria e AF Santarém, de 8 a 10 de dezembro.

Desta forma, esta fase tem inicio, nesta sexta -feira, com o Municipal da Guarda a acolher a partida entre AF Santarém e AF Leiria e no Estádio José Júlio Balcão em Vilar Formoso, defrontam-se, AF Guarda e AF Castelo Branco, ambas partidas às 17 horas.

Depois no sábado, 9 dezembro,no Municipal da Guarda, AF Leiria defronta AF Castelo Branco, no Zambito , AF Guarda recebe AF Santarém, ambos às 15 horas.

Para finalizar, esta prova, no domingo 10, no Municipal da Guarda, AF Guarda defronta AF Leiria e no Zambito, AF Castelo Branco defronta AF Santarém, ambos às 11 horas.

Apresentação da aplicação Beira.pt Acessível, na Guarda

Foi apresentado recentemente um projeto inovador, que visa um melhoramento de acessibilidade à informação do site beira.pt, por parte de cidadãos com necessidades especiais (invisuais ou com baixa visão).

Este projecto foi uma parceria entre a ADSI e a empresa MagicKey que criou a aplicação e em colaboração com a Delegação da Guarda da ACAPO, para que aplicação ficasse acessível para todos os cidadãos invisuais e baixa visão saberem as notícias o mais rápido possível que estão no site a toda a hora e de toda a região.

Esta aplicação chama-se beira.pt Acessível e pode ser descarregada gratuitamente através da playstore para dispositivos móveis tais como tablets e smartphones Android.

Para Pedro Tavares, Presidente do Nerga, vê este projeto “como um grande passo para que toda a gente tenha acesso às notícias, e neste caso em concreto os invisuais tem uma maior acessibilidade das noticias e sem propagandas, sendo um passo gigante para a informação da nossa região chegar a toda a gente sem problemas, visto que é uma aplicação excelente”. Afirmando ainda “que esta aplicação está feita para a ADSI, no entanto tanto Câmaras como outros portais de órgãos sociais digitais podem adquirir esta mesma aplicação.”

Para Carlos Monteiro, Vice-Presidente do Município da Guarda, “vê que é um passo importante para com as minorias dos cidadãos com necessidades especiais, visto que o município tem estado a ter uma política para com eles. Por tal modo que estas pessoas com necessidades especiais tem de ser defendidas por organismos públicos, onde nós temos estado a fazer trabalho para que sejam bem integrados. Também a sociedade civil tem de ter uma palavra para que deixem abertura de serem ajudados. Uma palavra de apreço para a empresa MagicKey e ADSI que foram eles os grandes obreiros por esta aplicação ter sido criada.”

Para Patrícia Correia, responsável da ADSI, afirma “que existia uma lacuna enorme quanto às acessibilidades de informação para pessoas invisuais, logo fizemos uma candidatura para este projecto, onde nos foi aprovada e assim colocámos mãos há obra para a realização desta aplicação, que estando disponível de forma gratuita na playstore para todos que a pretendam descarregar para ouvir as inúmeras notícias que o nosso site beira.pt contém mais de 100 notícias semanais da região.”

Por:Miguel Machado

 

Avisos e liturgia do 1ºdomingo do Advento- Fornos e Aguiar da Beira

Dupla Perspectiva do Advento
O TEMPO DO ADVENTO é o tempo da devota e gozosa EXPECTATIVA sobre a vinda do Senhor. Está estruturado liturgicamente numa dupla perspectiva:

  1. É TEMPO DE PREPARAÇÃO para a SOLENIDADE DO NATAL, que comemora “a vinda do Filho de Deus” à Humanidade, pela Incarnação;
  2. É tempo no qual, mediante a evocação do nascimento histórico, se concentra o espírito dos crentes na expectativa da “SEGUNDA VINDA DE CRISTO” no fim dos tempos.
Ano B - Advento - 1º Domingo - Boletim Dominical

As duas perspectivas entrecruzam-se nos textos litúrgicos do Advento, porque a “primeira vinda” pela Encarnação é o fundamento da “última vinda”; e esta, a consumação escatológica da primeira.

Entre o ACONTECIMENTO HISTÓRICO de Cristo e a PARUSIA há um ritmo incessante de ADVENTO de Cristo, sempre presente na Igreja e no Mundo, porque há muitas zonas da pessoa onde Cristo está “ausente”, até que nos identifiquemos, existencialmente, com Ele; porque há muitos homens que ainda não ouviram a Sua mensagem; porque há muitas zonas no mundo e na História que ainda não foram atingidas pela graça da reconciliação!

A Liturgia do ADVENTO CRISTÃO situa-se no “já” da Encarnação e no “ainda não” da Sua vinda em plenitude.

Entre a Encarnação de Cristo e a Sua última vinda
Para melhor entender esta dupla perspectiva do Advento, devemos ater-nos a alguns aspectos gerais do Ano Litúrgico:

  1. As celebrações do Ano Litúrgico são o desenvolvimento da História da Salvação atualizada sacramentalmente no tempo e no espaço, com todos os seus acontecimentos salvíficos, para que essa História aconteça existencialmente nas comunidades eclesiais, em cada geração e em cada pessoa.
  2. Há nos Mistérios da Redenção uma dimensão histórica, enquanto acontecimento cronologicamente verificado no passado. Como tais, esses mistérios, são “um passado histórico irreversível”. A celebração deles é uma “comemoração-aniversário”. Mas há também a dimensão salvífica, enquanto iniciativa salvadora de Deus; manifestação da força viva de Deus perenemente presente e actuante. A celebração litúrgica é a “reactualização” dessa dimensão salvífica, que se reproduz existencialmente como acontecimento salvífico.
  3. Ano B - Advento - 1º Domingo - Boletim Dominical

O Natal é o “mistério-sacramento” do nascimento do Senhor, que renova e actualiza o Mistério do Filho de Deus feito homem. O “HOJE”, repetido nos textos litúrgicos do Natal, é o “HOJE DIVINO”, ou a presença perene de Deus, em Quem não há passado nem futuro, no “HOJE DOS HOMENS” sempre provisório e passageiro! Pela celebração cultual, o “HOJE” de cada geração é contemporâneo do que já aconteceu e do que há-de vir. COMEMORAR os Mistérios da Redenção não é distanciar-se do que aconteceu, mas abolir as distâncias.
Há uma unidade interna nos ciclos do Ano Litúrgico. Ela procede da unidade do Mistério de Cristo, presente em todas as celebrações. A Liturgia celebra sempre todo o mistério de Cristo, mas na PERSPECTIVA PASCAL. Por isso, a Liturgia do Advento e a do Natal estão transfiguradas pelos símbolos pascais:

  1. A Encarnação é perspectivada pelo processo da “humilhação-despojamento”, que culmina na morte de Cristo.
  2. O Natal é como que celebração antecipada e pressuposto da maravilhosa Primavera da salvação: a festa da Páscoa.
  3. A verdadeira festa do “Sol da Justiça”, que se celebra no Natal, brilha na Ressurreição.
  4. O movimento da regeneração da Humanidade começa no Natal mas culmina na Páscoa! Haja em vista toda a simbologia pascal da luz, presente no Natal!

A liturgia do primeiro Domingo do Advento convida-nos a equacionar a nossa caminhada pela história à luz da certeza de que “o Senhor vem”.
Apresenta também aos crentes indicações concretas acerca da forma devem viver esse tempo de espera.
A primeira leitura é um apelo dramático a Jahwéh, o Deus que é “pai” e “redentor”, no sentido de vir mais uma vez ao encontro de Israel para o libertar do pecado e para recriar um Povo de coração novo. O profeta não tem dúvidas: a essência de Deus é amor
e misericórdia; essas “qualidades” de Deus são a garantia da sua intervenção salvadora em cada passo da caminhada histórica do Povo de Deus. A segunda leitura mostra como Deus Se faz presente na história e na vida de uma comunidade crente, através dos dons e
carismas que gratuitamente derrama sobre o seu Povo. Sugere também aos crentes que se mantenham atentos e vigilantes, a fim de acolherem os dons de Deus.
Antes de mais, o Evangelho deste domingo coloca-nos diante de uma certeza fundamental: “o Senhor vem”. A nossa caminhada humana não é um avançar sem sentido ao encontro do nada, mas uma caminhada feita na alegria ao encontro do Senhor
que vem. Não se trata de uma vaga esperança, mas de uma certeza baseada na palavra infalível de Jesus. O tempo de Advento recorda-nos a realidade de um Senhor que vem ao encontro dos homens e que, no final da nossa caminhada por esta terra, nos oferecerá
a vida definitiva, a felicidade sem fim. O tempo do Advento é, também, o tempo da espera do Senhor. O Evangelho deste Domingo diz-nos como deve ser essa espera… A palavra mágica é “vigilância”: o verdadeiro discípulo deve estar sempre “vigilante”,
cumprindo com coragem e determinação a missão que Deus lhe confiou. Estar “vigilante” não significa, contudo, preocupar-se em ter sempre a “alminha” limpa para que a morte não o apanhe com pecados por perdoar; mas significa viver sempre activo,
empenhado, comprometido na construção de um mundo de vida, de amor e de paz.
Significa cumprir, com coerência e sem meias tintas, os compromissos assumidos no dia do baptismo e ser um sinal vivo do amor e da bondade de Deus no mundo. É dessa forma que eu tenho procurado viver? Em concreto, estar “vigilante” significa não viver
de braços cruzados, fechado num mundo de alienação e de egoísmo, deixando que sejam os outros a tomar as decisões e a escolher os valores que devem governar a humanidade; significa não me demitir das minhas responsabilidades e da missão que Deus me confiou quando me chamou à existência… Estar “vigilante” é ser uma voz
activa e questionante no meio dos homens, levando-os a confrontarem-se com os valores do Evangelho; é lutar de forma decidida e corajosa contra a mentira, o egoísmo, a injustiça, tudo aquilo que rouba a vida e a felicidade a qualquer irmão que caminhe ao meu lado… O nosso Evangelho recomenda especialmente a “vigilância” aos “porteiros” da comunidade – isto é, a todos aqueles a quem é confiado o serviço de proteger a comunidade de invasões estranhas.

ISCMFA realizou apanha da azeitona

Na manhã fria deste domingo, 3 de dezembro, a Santa Casa da Misericórdia  de Fornos de Algodres, realizou a vareja da azeitona, das oliveiras que estão no espaço da instituição.

Assim um grupo de irmãos e irmãs colaboraram nesta atividade e a colheita foi positiva , agora é só esperar pelo resultado final, o azeite que vai dar para as refeições confecionadas na cozinha da instituição.

Fotos:LMG

“Semear Portugal por Via Aérea”em ação

Recentemente nas instalações do CIDEM – Centro de Inovação e Dinamização Empresarial de Mangualde, realizou-se uma sessão de esclarecimento sobre o projeto “Semear Portugal por Via Aérea”. Este projeto consiste no lançamento de sementes nas encostas e/ou áreas de difícil acesso dos municípios afetados pelos incêndios, recorrendo a aviões. Esteve presente João Azevedo, Presidente do Município de Mangualde, um dos seis municípios onde arrancará esta iniciativa. A Mangualde juntam-se Gouveia, Oliveira do Hospital, Nelas, Tondela e Seia.

Milhares de sementes permitirão, assim, devolver vida a zonas a que dificilmente se conseguiria aceder e, ao mesmo tempo, acelerar o processo de repovoamento, dado que os animais passam a contar com algum alimento.

Esta é uma iniciativa pioneira em Portugal, da responsabilidade da Take C’Air Crew Volunteers e da Replantar Portugal, em parceria com a Quercus e com a Avitrata. Conta ainda com a colaboração do ICNF – Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, que certifica todas as sementes utilizadas e ajudará na monitorização e acompanhamento do resultado da intervenção aérea, em conjunto com Universidades e Institutos Politécnicos. O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural também apoia a iniciativa.

A primeira fase do projeto arranca às 9h00 do dia 5, com partida do Aeródromo de Viseu.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar