Templates by BIGtheme NET
Home » Serra (page 4)

Serra

Magusto da Velha em Aldeia Viçosa

A Junta de Freguesia de Aldeia Viçosa vai organizar mais uma vez o seu Magusto da Velha, nesta quarta- feira, 26 de dezembro, a partir das 14h30.
Este ano vão recordar o único Soldado nascido em Porco (Aldeia Viçosa) e morto na 1ª Guerra Mundial no dia 16 de junho de 1917. Assim, a Missa será pela Velha e por este Soldado (António Martins). Irão prestar-lhe uma homenagem neste momento.
Seguir-se-á toda a dinâmica do Magusto: castanhas, rebuçados, vinho, música, teatro, cortejo, Madeiro do Natal, torradas em azeite, sinos a rebate, etc.
À semelhança do ano transato, o grupo HEREDITAS irá dramatizar cenas do medieval da freguesia, tal como a atribuição da Carta de Foro à Villa de Santa Maria de Porco, em 1238, no reinado de Dom Sancho II, e o Testamento estabelecido pela Velha com o povo.

Orçamento Municipal 2019 em Fornos de Algodres realista tendo em vista o futuro

Orçamento realista tendo em vista o futuro

Após a elaboração e aprovação do Orçamento 2019 pelo Executivo Municipal fomos conversar com  o atual executivo, Manuel Fonseca, Presidente da Câmara e seus vereadores Alexandre Lote e Bruno Costa.

Um novo ano está à porta, um novo orçamento para ser posto em prática, que novidades aí vêm?

Este orçamento foi aprovado com três votos a favor, e dois contra, a razão evocada para votarem contra foram aspetos formais e não de conteúdo, agora cada um toma as decisões que tem de tomar e não houve aqui nenhuma divergência de fundo por parte das duas vereadoras, apenas entenderam que as coisas formais deveriam ser conduzidas de outra forma.

Agora em relação a este orçamento em si, é realista, pretendemos chegar ao final de 2019 e chegar com taxas de execução idênticas às que temos apresentado nos últimos anos.

As taxas de execução tanto da despesa como da receita são sempre superiores a 90%, e depois temos outra regra que nos é imposta mas, que tivemos sempre em conta, desde que aqui chegámos, isto é, ter finanças e autarquias limpas, podermos pagar aos fornecedores, pagar os encargos financeiros que daí vêm da dívida e pagar todas as dívidas, embora não tendo sido feitas por este executivo, vão transitando em julgado as diversas demandas e estamos preparados para que no próximo ano, caso seja, vontade dos tribunais possam ser resolvidas.

Um orçamento com dois ou três pilares, 2019 é o arranque de algumas grandes obras, como a requalificação do Mercado Municipal que vai arrancar, também a Zona Industrial de Juncais, que é um projeto adiado há muitos anos desde 1998 e em 2019 terá o seu epílogo.

Agora existem várias obras que estão em cima da mesa, como a Escola de Figueiró da Granja, que vão também avançar as obras, este também um dos anseios das pessoas não só de Figueiró mas também dos alunos das localidades limítrofes.

Esta escola vai ter todas as valências, vai ser renovada e permite não só funcionar como escola, mas também pode ser aberta à comunidade, no sentido de ter outro tipo de valências.

São estes os trabalhos que vamos fazer, agora aposta continua sempre nos mais idosos, nos jovens, tendo em conta este orçamento realista, é isto que em linhas gerais pretendemos fazer.

Este vai ser um orçamento de 6 milhões e 900 mil, muito realista, não queremos fazer como se fazia antigamente, com valores elevados e depois não era executado, assim este é o valor que temos para 2019.

Alexandre Lote, vice- presidente, falou-nos um pouco das áreas a seu cargo e começou por nos dizer que na área da Educação, existe a candidatura de combate ao insucesso escolar, onde estão a introduzir a robótica no 1ºciclo, vai haver programa de acompanhamento e orientação mas que vai duplicar o número de horas de apoio na terapia da fala a todos no 1ºciclo.

Existe também um projeto de empreendedorismo direcionado para os alunos dos cursos profissionais, onde serão introduzidos alguns clubes, como Xadrez, já a funcionar na escola e existe a ambição de introduzir o Clube de proteção civil no próximo ano.

Na área da saúde, vai haver o programa de apoio à natalidade, se for aprovado na AM, vai abranger as crianças que ainda não tenham completado os 36 meses, recebem as crianças que dos 0-36 meses  que não tenham qualquer subsídio durante esse período cerca de 1200 euros.

Temos também o programa de apoio à ovinicultura e bovinicultura, virado para os produtores e reforçar o setor primário, onde os produtores vão ser apoiados na criação de gado.

A ideia aqui é rejuvenescer o setor e apoiar de algum modo uma vez que as receitas têm vindo a decrescer.

Na ação social, temos os projetos que já iniciámos, da Tele Assistência, oficina domiciliária, e no associativismo são mais 15 mil euros para apoiar as Associações Culturais, por fim temos o programa da Cidade Amiga das crianças, que enviaremos em breve à UNICEF, e implica obrigações que honraremos, implica cinema, melhoria das condições de segurança, onde já melhoramos em alguns aspetos, a criação dos clubes referidos atrás e a requalificação dos parques infantis e colocar algo que faça mais falta.

Ainda vai ser requalificado o CIHAFA, com o objetivo de concluir em 2019 e na proteção civil, continuar a apostar na manutenção das faixas de rodagem e gestão de combustível.

Vamos criar mais um ponto de água, a exemplo da de Algodres que foi muito útil.

Bruno Costa, titular da pasta do ambiente, salientou que antes de passar ao tema, devia salientar o facto do executivo ter consultado, as juntas de freguesia, no sentido de todos darem opinião.

Destaco o eixo da educação que se liga na área ambiental, houve um aumento de 18% face às grandes alterações em relação ao ano anterior. Neste caso o programa Eco – Escolas, que é uma grande mais-valia. A ideia é fazer vários programas ao longo do ano, Eco-Escolas, programas da educação ambiental, iniciámos pela água, depois a reciclagem, onde já aumentámos o número de ecopontos. Como exemplo os comerciantes do eixo comercial vão agora dispor de um novo Ecoponto. Depois surge a campanha do Plástico, no sentido de reduzir mais ainda o número de sacos e derivados do plástico.

Vamos começar pelo Município e depois alargado, à comunidade, segue-se um problema que está meio resolvido, uma vez que as fossas sépticas em Vila Ruiva, não são suficientes.

Vamos continuar com o plano de monitorização no que toca água, outras recolhas serão feitas basta seguir as diretrizes. A qualidade da água tem de ser prioridade.

Vamos ter um grande investimento no Rio Mondego, onde será feito o desassoreamento, para aumentar o caudal e qualidade de água.

As políticas municipais então em linha com as políticas governamentais, no que toca ao setor da água.

Outro tema foi a vespa asiática, ao que o Presidente da Câmara, Manuel Fonseca, salientou: tem sido feito um bom trabalho pela equipa liderada pelo engenheiro da área, mas é importante uma parceria do Estado, no caso do mal dos Pinheiros, já fizemos nesse campo o nosso trabalho, o levantamento e abate, agora já alertamos o Ministério da Agricultura, na secretaria das florestas, para que possa dizer algo, uma vez que é um problema grave a nível ambiental e aqui todas as matas têm esse problema, assim esperamos que em 2019, haja uma solução no sentido de dar a volta a isto e se consiga fazer algo. É um problema de vários concelhos.

Fornos de Algodres Natal, um presépio natural

Vai haver diversas atividades, alusivas ao Natal, agora não nos podemos esquecer da situação financeira e não podemos ter iluminação de Natal para toda a vila, vamos fazer coisas pequenas para que todos possam estar connosco no Natal. É uma época que estamos imbuídos no espírito natalício, nos lembrarmos dos que já partiram e independentemente da divergência de opiniões que existe, é importante que haja, porque somos uma sociedade plural, mas que cada um reflita no que pretende para o concelho de Fornos, e na parte que nos toca, Presidente e Vereadores, tudo vamos fazer para melhorar as condições das pessoas que resistem viver aqui no nosso concelho.

Vão contar connosco nos próximos anos para dar o melhor às pessoas.

As atividades vão iniciar a 5 de dezembro e finalizam a 6 de janeiro e assentam em dois focos principais, apoiar o comércio local e fazer uma campanha de sensibilização para comprar no comércio local, para gerar economia.

Todos que comprarem no comércio local ficam habilitados a um sorteio a realizar no dia 6 de janeiro, na Câmara Municipal, é um incentivo. Vai haver o concurso de Montras e algumas atividades para as crianças e associações.

Para as crianças a festa de Natal no Auditório do Centro Cultural Dr. António Menano.

Vamos fazer dois mercadinhos, a 15 e 22 do corrente, onde convidamos as associações, e no dia 16 a festa dos mais velhos e no seguinte a festa dos mais novos.

A iluminação será apenas nas árvores do jardim municipal e 3 árvores em 3 pontos do concelho, uma vez que não podemos fazer de outra forma no aspeto financeiro.

Agora temos de ser realistas para termos muita gente de fora, teríamos de fazer um investimento avultado e não nos é possível, agora quem vier aqui no Natal vai perceber que é um espírito de Natal genuíno e não alavancado por milhares de euros, e que é uma despesa duvidosa em relação ao retorno que pode trazer.

Temos dois projetos, “Compre no Comércio Local” e “Fornos de Algodres um Presépio Natural”.

Para finalizar esta conversa, Manuel Fonseca, Presidente do Município deixou indicadores para 2019,” Estamos quase no final do Quadro comunitário de apoio, o projetos com início em 2019, outros a terminar em 2019, está aí a reprogramação financeira, no sentido das verbas de alguns projetos que se tornaram inviáveis para a região.

Que 2019 seja um ano que se façam diversas coisas neste concelho e se possa diminuir esta tendência de as pessoas saírem e não voltarem.

Este é o nosso espírito para criar condições para que cada vez mais gente se fixe aqui, sei que existem jovens e empresários a candidatarem-se a diversas linhas de apoio para terem o seu negócio e com a área industrial de Juncais vamos criar condições para que, os investidores tenham disponível uma área para se instalarem.

Estamos otimistas em relação a 2019 e penso que, será um ano marcante para o concelho de Fornos de Algodres”.

 

 

 

 

 

 

Percursos Pedestres sinalizados em Mangualde

Decorrem os trabalhos de instalação da sinalética e equipamentos referentes aos Percursos Pedestres, no âmbito da aprovação de candidatura efetuada pelo Município de Mangualde, através da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões, referente à Sinalização Turística – Produtos Turísticos Integrados e Património Natural.

 O valor total do investimento neste projeto é de mais de 67.000,00€ e a implementação deste projeto está prevista até ao terceiro trimestre de 2019. Os trabalhos de instalação estão a ser faseados inicialmente com a limpeza dos percursos pedestres, a pintura das marcas homologadas (de cor vermelha e amarela), a colocação das balizas com a sinalética, postes com setas direcionais e painéis informativos.

 Os Percursos Pedestres serão os seguintes: PR1 – Trilho de Ludares (Quintela de Azurara), PR2 – Rotas das Águas Milenares (Alcafache), PR3 – Trilhos de Gil Vicente, Rota da Sr.ª dos Verdes (Abrunhosa-a-Velha), Caminhos do Bom Sucesso (São João da Fresta) e o PR6 no centro da cidade.

 O Município de Mangualde apela à compreensão da população nesta fase de instalação dos percursos, através da vigilância do equipamento e alerta de situações que possam comprometer a instalação dos referidos Percursos Pedestres.

GNR- Natal Tranquilo na estrada

A Guarda Nacional Republicana (GNR)tem em cueso a campanha Natal tranquilo até ao fim desta quarta-feira, dia 26 de dezembro, em todo o território nacional, o patrulhamento rodoviário para as vias de maior tráfego nesta altura do ano, em resultado das deslocações de inúmeras pessoas para a celebração da quadra natalícia.

Durante a operação, serão empenhados, diariamente, mais de 1400 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança.

A GNR terá especial preocupação com os comportamentos de risco dos condutores, que por vezes são motivadores de sinistralidade grave. Assim, os militares estarão particularmente atentos:

  • A manobras perigosas;
  • À correta sinalização e execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem;
  • À utilização indevida do telemóvel;
  • À não circulação na via mais à direita em autoestradas e itinerários principais e complementares;
  • Ao excesso de velocidade;
  • À incorreta ou a não utilização do cinto de segurança e/ou dos sistemas de retenção para crianças.

Para que os condutores tenham um “Natal Tranquilo”, a GNR aconselha a que:

  • Efetuem um planeamento cuidado das viagens, evitando os períodos do final do dia, quando se prevê maior intensidade de tráfego;
  • Descansem convenientemente antes de efetuar a viagem e, pelo menos de 2 em 2 horas, ou sempre que sintam necessidade, efetuem paragens para descansar;
  • Adequem a velocidade às condições climatéricas, ao estado da via e ao volume de tráfego;
  • Mantenham a calma em situações de elevada intensidade de tráfego, que possam obrigar à circulação a baixa velocidade;
  • Evitem manobras que possam resultar em embaraço para o trânsito ou contribuir para a ocorrência de acidentes;
  • Adotem uma condução atenta e defensiva, para que esta quadra natalícia seja uma época de felicidade e de união das famílias, contribuindo para a redução dos índices de sinistralidade rodoviária.

CIMBSE recebe três viaturas para a sua Brigada de Sapadores Florestais

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIMBSE) recebeu no passado dia 18 de dezembro, três viaturas equipadas para a operacionalização da Brigada de Sapadores Florestais.

Trata-se de uma candidatura no âmbito do Programa de Sapadores Florestais que foi feita ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Os futuros elementos da Brigada de Sapadores Florestais da CIMBSE, após formação, irão ter a responsabilidade na instalação e manutenção da rede primária de defesa da floresta contra incêndios, nas ações de consolidação e pós-fogo, bem como nas ações de estabilização de emergência. A equipa de sapadores florestais da CIMBSE é constituída por 15 elementos e deverá começar a trabalhar no início do próximo ano.

Ficarão ainda responsáveis pela realização de ações de silvicultura de caráter geral e de silvicultura preventiva no âmbito dos incêndios florestais, na vertente da gestão de combustível florestal, com recurso a técnicas manuais, moto manuais, mecânicas ou pelo uso de fogo controlado, entre outras.

 

Squash – Cláudio Pinto vence Torneio Gabinete de Projetos 2018 em Mangualde

Teve lugar no passado fim de semana (sábado e domingo) dias 15 e 16 de Dezembro a 2ª Prova do Circuito Hotel Sra. do Castelo 2018/2019, o Torneio Gabinete de Projetos 2018 e prova mais importante e pontuada do mês de Dezembro em Portugal para a Federação Nacional de Squash.

Destacar ainda o facto de se ter comemorado o aniversário de 17 anos de competições ininterruptas de Squash em Mangualde.

Claudio André Pinto (Porto) venceu na final Rui Cruz (Mangualde) numa final bem disputada mas onde o atual nº 1 nacional venceu o nº 2 nacional por 3-0 (11/3, 11/8, 11/4)

A final da placa A foi disputada entre o jovem açoreano Luís Tavares e o jovem portuense João Romano. Tavares levou a melhor vencendo por 3-0 (11/5, 11/4, 14/12)

A final da placa B foi disputada entre o jovem anadiense Simão Neves e Afonso Athayde (Coimbra). Neves levou a melhor vencendo por 3-0 (11/3, 11/7, 11/6)

Concerto de Ano Novo em Mangualde

Vai ter lugar no dia 5 de janeiro, em Mangualde  o Concerto de Ano Novo,pelas 21h30, no Auditório do Complexo Paroquial de Mangualde.

Abrem-se as portas para um momento protagonizado pela Orquestra Poema. A noite será um tributo aos Queen, um dos maiores grupos de rock de todos os tempos. A iniciativa é de entrada livre.

A Orquestra POEMa, uma iniciativa da Câmara Municipal de Mangualde em parceria com o Conservatório Regional de Música de Viseu – Dr. José de Azeredo Perdigão, nasceu em 2013 e tem como intervenientes elementos das Bandas Filarmónicas do concelho de Mangualde, alunos e ex-alunos do Conservatório Regional de Viseu. Dirigida pelo Maestro Tiago Correia e com idades compreendidas entre os 12 e os 30 anos de idade, é composta por duas formações: Orquestra de Sopros e Orquestra de Câmara.

Neste Natal torne o ambiente melhor

Nesta época natalícia, caracterizada pelo aumento do consumo, o Gabinete de Ambiente do Município de Pinhel alerta para a importância de separar os diferentes tipos de resíduos de modo a poderem ser reciclados.

Na noite de Consoada, na Passagem de Ano ou nas trocas de prendas, não se esqueça de colocar os diferentes tipos de resíduos nos Ecopontos destinados à recolha de Vidro (ecoponto verde), Papel e Cartão (ecoponto azul), Plástico e Metal (ecoponto amarelo).

No que diz respeito ao lixo indiferenciado, deve ser devidamente acondicionado em sacos de plástico fechados a colocar nos contentores.

Porque o Natal também pode ser amigo do Ambiente!

Quercus contesta abate de árvores junto de estrada nacional em Trancoso

O Núcleo Regional da Guarda da Quercus – A.N.C.N. e a Associação de Proteção da Natureza do Concelho de Trancoso tiveram conhecimento do abate de árvores centenárias autóctones que rodeiam a Estrada Nacional EN 226 entre Trancoso e Ponte do Abade, o qual está a gerar críticas devido à destruição do importante património natural.

Na última semana uma empresa contratada pelas Infraestruturas de Portugal, tem estado a cortar árvores junto da EN 226 entre Rio de Mel e Trancoso, nomeadamente freixos e pinheiros-bravos em bom estado sanitário, sem que se vislumbre o motivo.

A Quercus questionou de imediato a Infraestruturas de Portugal tendo sido informada que a intervenção em curso decorre no âmbito das limpezas das faixas de gestão de combustível e em conformidade com a legislação em vigor, estando, contudo, a aguardar mais esclarecimentos.

Na base está uma legislação desajustada da realidade, o Sistema Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios, estabelecido pelo DL n.º 124/2006, entretanto alterado mais recentemente pela Lei n.º 76/2017, de 17 de agosto, a qual prevê que nas faixas de gestão de combustível exista uma distância de copas de 4 metros entre as árvores. Entretanto, foi aprovado o DL n.º 10/2018, de 14 de fevereiro, que alegadamente clarifica os critérios para as faixas de gestão de combustível, onde acresce que os eucaliptos e pinheiros-bravos tem que ter as copas afastadas 10 metros, o que é uma incoerência em termos técnicos, segundo diversos especialistas.

No caso das faixas de gestão de combustível junto das estradas, a largura são 10 metros, pelo que para cumprir esta legislação teria que ser feita uma razia que aumentava a desflorestação do País, apesar da contestação social.

No caso da EN226, a maioria dos terrenos que confrontam com a estrada são agrícolas, com pastagens, pelo que nem existe a continuidade com povoamentos florestais que aumentasse o perigo de incêndio.

A Quercus já alertou o Governo para a necessidade de alterar a legislação referida e espera que as Infraestruturas de Portugal terminem esta ação bárbara para que no futuro possam promover a gestão do arvoredo de forma sustentável e coerente.

Fornos de Algodres embelezado com a arte de Sérgio “Odeith”

Uma nova imagem a vila de Fornos de Algodres possui na artéria principal, com um quadro de arte urbana que foi elaborado pelo excelente artista Sérgio “Odeith”.

Utilizando uma parede de cerca de 25 metros, desenhou e pintou um bonito mural, que todos os que o visitarem vão perceber que neste quadro existe arte, mas também o que pode visitar nesta localidade.

Senão observando o mural, visualizamos a Anta da Matança, a beleza paisagística da Praia fluvial do Rio Mondego e uma criança a brincar tranquilamente com o seu automóvel.

A arte urbana é cada vez mais usada na decoração e ornamentação de paredes, fachadas , onde a qualidade dos artistas surge.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar