Templates by BIGtheme NET
Home » Serra (page 437)

Serra

Aguiar da Beira testa Paços de Ferreira nesta sexta

O Paços de Ferreira vai disputar o primeiro jogo particular da pré-temporada no Estádio Municipal de Oliveira do Hospital. O adversário será o Aguiar da Beira e o pontapé de saída está marcado para as 20.30 horas.O local do encontro foi hoje anunciado, tendo a escolha recaído em Oliveira do Hospital (localidade do patrocinador que ofereceu o estágio ao emblema pacense) em detrimento de Seia, onde a equipa se encontra a estagiar.O Aguiar da Beira – campeão da AF Guarda que foi promovido à 3.ª Divisão – será assim o primeiro teste ao Paços de Ferreira de Rui Vitória.
in A bola

Candeias no Portimonense

Depois de algum suspense, que levou a pensar-se que o jovem oriundo de Fornos de Algodres, poderia rumar á Madeira ou á Mata Real, mas nesta segunda feira, ao final da tarde tudo se esclareceu, Candeias foi oficialmente apresentado, como jogador dos algarvios, e também treinou logo no apronto da tarde, que por incrível que pareça, continuam o seu estágio na vila de Celorico da Beira, a dois passos da sua terra natal.
Em conversa com o jovem atleta, foi-nos dizendo, encara este empréstimo pelo Fc Porto, uma boa aposta para continuar a sua carreira, espera assim que lhe corra tudo bem e tentar deste modo, alcançar a manutenção para o clube.
Acrescentou ainda, que vê este ingresso na turma algarvia como uma forma de jogar mais e mostrar todo o seu real valor, coisa que não era possível nesta altura no FC Porto, é claro que vai tentar trabalhar imenso e disposto a jogar num lugar útil no onze da turma liderada por Litos.
Apesar de tudo, para o atleta esta ida para o Portimonense, é uma boa forma de poder também estar mais perto de poder ser seleccionado para as selecções nacionais, para tal, afirma que só se consegue com imenso trabalho no dia-a-dia, no próximo mês á jogo e espera estar presente.
É claro que se mostrou satisfeito por estar em estágio, perto da sua terra natal, um motivo para mostrar ainda mais garra para trabalhar, sobre o novo grupo de trabalho foi salientando que aparenta um grupo bastante unido, onde já conhece alguns colegas de outras paragens, que vão ajudar na integração no plantel.
Um final feliz para o atleta da região que assim procura agora fazer um brilhante temporada ao serviço dos algarvios.

12/07/10 António Pacheco

Assembleia geral decide a não participação nos Nacionais

Depois de uma Assembleia geral pouco concorrida, acabou por ter um ponto quente da ordem de trabalhos, se o clube se inscreve ou não no Nacional da 3ªdivisão, por maioria, ficou decidido que não seria boa ideia inscrever o clube, por isso, para a epoca 2010/11, a AD. Fornos vai competir, pela primeira vez no seu historial, nos distritais da 2ª divisão da AF Guarda.

Conversa com Jose miranda ao Guarda.pt

O maior drama do concelho de Fornos de Algodres é mesmo o desemprego no feminino. Para o autarca a única saída é o turismo. Nesse sentido estão em curso alguns projectos para dinamizar economicamente o concelho. O património arqueológico, a gastronomia e o Queijo da Serra são algumas das apostas.
P – Quais são os problemas principais com que se debate o concelho?
R – O maior problema com que se debate o concelho é o desemprego, principalmente o desemprego feminino. Por isso, a autarquia está a fazer de tudo, não só com parcerias para a zona industrial mas também com estratégias do seu desenvolvimento, no sentido de colmatar esta grande lacuna que o concelho tem, porque em relação a infra-estruturas o concelho já está bem equipado. Agora o que precisamos é de sustentar o concelho numa economia mais desenvolvida. E neste momento são poucas as empresas que dão emprego no nosso concelho, para além da Câmara e das instituições particulares de solidariedade social, a economia quase não existe….com a crise que existe também na agricultura… Portanto vamos ver se o Plano de Desenvolvimento Rural que vai ser implementado pelo governo com os apoios dos fundos comunitários, se também aí no domínio da agricultura serão criados alguns postos de trabalho. Agora esse é o grande drama e é para aí que todos os esforços do município estão virados.
P – Que projectos pretende implementar para lançar a dinamização económica do município?
R – O concelho não tem outra saída a não ser o Turismo. Mas para nós termos um Turismo de qualidade e que traga mais-valias ao concelho precisamos em primeiro lugar de infra-estruturas de qualidade. Já temos uma, em parceria com o Inatel. Está em construção um Centro de Estágios com quartos, em parceria com um privado, que poderá ter também um SPA e, eventualmente, umas termas que é um sonho da autarquia. E depois pequenos projectos na área da restauração e do artesanato, com privados. Também temos uma zona industrial nova, na qual não queremos cometer os mesmos erros do passado. Há um projecto que estabelecemos com uma empresa de Ovar, mas que está apenas no seu início, que é uma empresa de construção de “painéis -sandwich”. Portanto, temos uma área enorme na zona industrial que está ao dispor dos empresários, mas que também está em legalização. Não queremos proceder à venda de qualquer lote sem termos a zona devidamente legalizada para não cometermos os mesmos erros que cometemos no passado.
P – Em termos culturais, o município está bem equipado? Esta área é importante para a autarquia?
R – Também. Em termos culturais nós temos aquilo que é indispensável para um município com 5 a 6 mil pessoas. Temos aquilo que é indispensável em termos de infra-estruturas. Como é o caso do Centro Cultural e dos espaços culturais que existem na Escola E.B. 2,3 e na Instituição Particular de Solidariedade Social de Fornos. Temos três auditórios só na sede do concelho. Temos uma área museológica muito interessante na área da arqueologia, que está a sofrer amplas modificações e requalificações. Temos também um Espaço Internet e uma Biblioteca em construção, mas a actual é um espaço altamente activo e interage com as escolas no âmbito da leitura. Enfim, estas três áreas – Internet, Biblioteca e Museu –, em sintonia permanente com a área escolar, têm feito um trabalho extraordinário com os recursos que a autarquia tem, não é possível fazer mais e melhor. Nós queremos melhorar aquilo que temos, mas os recursos são pouco. No entanto, acho que em função daquilo que possuímos temos desenvolvido um trabalho extraordinário nessa área.
P – O sector turístico é uma aposta deste executivo?
R- O meu grande sonho era haver duas unidades hoteleiras. Uma já esta feita, em parceria com o Inatel. Tem cerca de 40 quartos, piscina, e é uma infra-estrutura que envolveu muitos recursos do município em fundos comunitários e está a funcionar em pleno! Entretanto está em construção esta unidade hoteleira que pretendia ser, inicialmente, um Centro de Estágio, mas poderá ser também um lugar termal se os estudos que apontam para aí se vierem a confirmar. E depois temos pequenos projectos na área da restauração, na área museológica, na área do artesanato, mas com parcerias com privados, que também pretendemos implementar. Este é um dos municípios mais pequenos no distrito, mas apesar disso nós temos feito o que é possível, com o apoio dos particulares e das instituições.
P – O que é que Fornos de Algodres pode oferecer a quem visita a região que lhe permita distinguir-se?
R – Pode oferecer muita coisa, desde um património arquitectónico extraordinário, um património natural maravilhoso e depois também uma gastronomia que é muito típica daqui, para além do queijo da Serra. Nós estamos a trabalhar para melhorar esta oferta e portanto o que pretendemos é que este património seja visitado por mais gente. E para isso a estratégia do município é criar condições para que as pessoas fiquem aqui mais do que umas horas.
P – Qual a “prenda” que gostaria de receber para a autarquia?
R – Eu tenho um sonho para o município antes de sair. Eu já não vou candidatar-me mais porque a lei não o permite. Mas estou a trabalhar num grande projecto para aproveitar aquele espaço que era do Seminário, em conjunto com a Igreja. Há um Seminário antigo com um terreno com 50 hectares e nós estamos a trabalhar no sentido de implementar ali um grande projecto de dimensão regional que crie emprego, que crie riqueza no concelho e na região. Ainda é um “segredo guardado a sete chaves”! Estamos a trabalhar nele com uma empresa francesa. Vamos ver se o mesmo terá o financiamento que o investidor deseja. É um projecto inovador e de grande envergadura. Assim, esperemos que o AICEP e o governo acarinhem este projecto. Para o município será um grande projecto de impacto regional!
Fonte: in Guarda.pt

Caminhada pela Natureza com Nível de adesão razoável

Este Domingo, teve lugar no concelho de Fornos de Algodres, a primeira edição das caminhadas pela natureza, nada mais nada menos que procurar mostrar locais belos, onde a paisagem acaba por ser a grande atracção, também se aproveitou para conhecer certas espécies de plantação existente nesta região, o percurso teve a distancia de cerca de uma dezena de quilómetros, onde logo bem cedo era a hora de concentração, junto á entidade organizadora, a Casa do Benfica, depois da foto de família matinal , era hora de caminhar, acabou por se atravessar a parte oeste da vila, com destino a Algodres, onde aqui residia a parte mais difícil do percurso, pois com duas ligeiras subidas de grau elevado para alguns participantes.
Posto isto, era a chegada a freguesia histórica de Algodres, onde estava reservada uma pausa, para a bucha, após alguns minutos de descanso, a próxima localidade a ser visitada era o Rancosinho, apartir daqui entrava-se na parte mais fácil do percurso pedestre, pouco depois, a passagem por Infias, onde a recta final foi efectuada pelo interior da Mata Municipal, o final estava então reservado para o parque de merendas da Serra da Esgalhada, onde após o descanso, era servido o almoço, depois da refeição , o habitual convívio entre os participantes que eram de variadas cores clubisticas , como em todas as actividades da casa, todos são bem-vindos.
Nesta primeira edição, a adesão foi bastante aceitável, onde o sector feminino esteve em força, onde o número de presenças totais rondou as quatro dezenas, de pessoas de todas as idades. Uma boa maneira de as pessoas caminharem um pouco que tão bem faz á saúde e ainda ficam a conhecer alguns locais menos visitados do concelho.
Para a organização, depois desta ter tido sucesso é hora de preparar uma outra, mais para adiante.

28/06/10 António Pacheco

Jogo de Angariação de fundos, dos soldados da paz

Boa adesão em Fornos num Domingo complicado, a nível de agenda para muita gente, pois os festejos das festas populares eram mais que muitas, mas os Bombeiros de Fornos, pensaram em angariar fundos através de um jogo de futebol, entre casados e solteiros, realizado no Municipal da serra da esgalhada, quem se juntou a este evento, foi o fornense Daniel Candeias, que está na sua terra natal de ferias, também deu a sua contribuição a nível futebolístico e acabou por ser atracção principal do encontro.
Ambas equipas se esforçaram imenso para discutir o resultado, é claro que os participantes interessados em competir eram bastantes e os técnicos tinham imensas dores de cabeça, pois a luta por um lugar nos onze era grande.
No final, a vitória sorriu aos casados por 6-2, que fizeram valer a sua grande experiencia, durante toda a partida.
A terceira parte era o lanche convívio, onde todos confraternizaram.
Em suma, uma maneira de o futebol poder ajudar numa causa nobre, para estes soldados da Paz de Fornos que angariaram mais alguns fundos para que o velho Bedford, possa voltar a andar e deliciar todos quantos o conheceram ainda no activo,nos bons velhos tempos. in António Pacheco

Escola de Futebol Rui Águas regressa à Quinta das Courelas

A Escola de Futebol Rui Águas, apresentou
os seus “Estágios de Verão”, onde, segundo
os organizadores, os jovens atletas
poderão descansar do ano lectivo
e melhorar a sua técnica individual
e praticar futebol com técnicos
especializados, num evento a realizar
na Quinta das Courelas, em Fornos de Algodres.
O estágio de Verão terá como principais
objectivos melhorar a capacidade técnica
dos jovens atletas, desenvolver as habilidades
em situações de jogo e de treino e praticar
outras actividades, como jogos de mesa,
ténis ou piscina, tudo com um olhar
atento de treinadores especializados.
Terá uma duração de seis dias, com
três datas diferentes: primeiro entre
28 de Junho e 3 de Julho, depois entre
5 e 10 de Julho, e por último entre 12
e 17 do mesmo mês.
As inscrições estão abertas para os jovens
nascidos entre 2002 e 1995.

Publicada por Courelas Sports

Caminhada pela Natureza

Caminhada pela Natureza,Domingo,27 de junho, saida 9 horas
percurso +-7km,casa do benfica, Rodão,Algodres, Rancosinho, infias e serra da esgalhada, local do almoço.
inscrição-5 passos–C/almoço incluido
contactos:965410561/934104923/962342168
uma boa maneira de desfrutal da nossa natureza
organização da casa do benfica de Fornos

O Festival da Estrela

O Festival da Estrela terá a sua primeira edição dia 31 de Julho na Quinta das Courelas, em Fornos de Algodres.
A iniciativa parte da vontade de agrupar pessoas que percebam na interacção musical um veículo de expressão artística e de aproximação social. Estará convidado a participar ou simplesmente assistir ao festival qualquer pessoa que se deixe inspirar pelas possibilidades criadas pela música. Acima de tudo, queremos que transpareça a informalidade, o convívio e o bem-estar de todos.
Estaremos receptivos à participação de bandas que toquem originais, versões ou “covers”, reforçando a ideia de encontro e troca de experiências. A formação poderá ir do “one-man-show” até ao número máximo de pessoas que consigam tocar sem eventualmente caírem do palco. O número de temas a apresentar poderá variar consoante o número de participantes mas tentaremos que ronde os 4 ou 5 por banda. Uma vez que será um “encontro” e não um “concurso”, seremos todos premiados com os momentos que partilharmos nesta primeira edição e edições vindouras.
O espaço que acolhe a primeira edição será a Quinta das Courelas, um espaço de teor rural/turístico com uma variedade temática que abrange desporto, lazer e restauração, pautado com vários “recantos” verdes de qualidade que certamente contribuirão para o bom ambiente do festival. Todos os que por ali passarem estão convidados a acampar e disfrutar dos campos de voleibol, ténis e piscina. A entrada será gratuita.

Passeio de BTT com grande adesão, em Celorico

Nada melhor do que depois de uma noite inteira de festa, na vila de Celorico, comemora-se o S.João, um evento organizado pelos bombeiros voluntários da localidade para angariar fundos, a manhã estava fresca para que cerca de meia centena de pessoas participar no passeio de BTT, onde a saída teve lugar do quartel do bombeiros, o percurso era aliciante, pois nada melhor para conhecer um pouco da vila e de parte do concelho, é claro que o intuito é de rolar um pouco e também promover o convívio entre os ciclistas envolvidos.
Com grande esforço todos tentaram cumprir os cerca de trinta quilómetros programados pela organização, realce-se também já neste tipo de provas a presença de mulheres, o que sem duvida vem dar um pouco mais de enriquecimento á prova.
Depois do grande esforço, nada melhor que o almoço convívio, no quartel dos bombeiros, onde todos iam contando um pouco daquilo que se passou durante o percurso. Uma boa maneira de praticar desporto e também ficar a conhecer a paisagem da região.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar