Templates by BIGtheme NET
Home » Seia (page 2)

Seia

WinterFest da Juventude Socialista na Serra da Estrela

Teve lugar de 15 a 17 de março de 2019, nos concelhos de Gouveia e Seia,  a 8ª edição do WinterFest da Juventude Socialista.
Esta iniciativa, de âmbito nacional, foi promovida pela Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista e, nesta edição, pelas concelhias de Gouveia e Seia da Juventude Socialista.

Ao longo de 3 dias foram várias as dezenas de jovens que se deslocaram até esta região, oriundos de norte a sul do país, dos Açores a Espanha, para participar no maior evento de Inverno da Juventude Socialista e contribuir para os vários momentos de amplo debate sobre a modernização como alavanca das potencialidades das regiões de baixa densidade populacional, sobre o papel dos jovens na política e sobre a atualidade política nacional e internacional, proporcionados nos 3 painéis que puderam contar com vários oradores, tais como Luís Goes Pinheiro (Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa), Margarida Marques (Deputada à Assembleia da República, ex-Secretária de Estado dos Assuntos Europeus e candidata  pelo PS ao Parlamento Europeu), Maria Begonha (Secretária-Geral da Juventude Socialista), Ivan Gonçalves (Deputado à Assembleia da República e Vice-Presidente do Grupo Parlamentar da Assembleia da República), João Almeida Santos (Diretor dos Departamentos de Ciência Política da ULHT e ULP), Paulo Mendes Pinto (Diretor da Licenciatura e Mestrado em Ciência das Religiões na Universidade Lusófona), José Luis Mateos (candidato pelo PSOE à Alcadía de Salamanca) e de um representante da CCDR Centro.

Por entre os momentos de debate, a iniciativa contemplou ainda vários momentos destinados a promover o território, desde visitas a espaços naturais e históricos  dos concelhos de Gouveia e Seia, e ainda de degustação de produtos regionais.

Eco-cimento produzido com desperdícios de celuloses

Investigação da Universidade de Aveiro

Chegou o cimento mais ecológico do mundo. Na receita, para além de utilizar maioritariamente desperdícios das indústrias de celulose que de outra forma iriam para aterros, a produção do cimento ‘verde’ desenvolvido na Universidade de Aveiro (UA) reduz drasticamente o uso de recursos naturais virgens e pode ser produzido à temperatura ambiente, diminuindo consideravelmente o consumo de energia. O resultado é um eco-cimento para construir um mundo mais sustentável.

Desenvolvido para ter as mesmas caraterísticas do cimento comum, mais conhecido como cimento Portland e cuja produção é altamente poluente, o eco-cimento desenvolvido no Departamento de Engenharia de Materiais e Cerâmica (DEMaC) da UA assume-se como uma alternativa aos ligantes tradicionais.

“As nossas argamassas geopoliméricas são uma alternativa válida às produzidas com cimento Portland pois têm propriedades que as tornam adequadas para diversas aplicações na construção”, explica Manfredi Saeli, o investigador que a par de Rui Novais, Paula Seabra e João Labrincha desenvolveu o novo material.

De facto, acrescenta o investigador, “os materiais produzidos são altamente sustentáveis, menos poluentes e a sua produção é rentável”. Além disso, “os geopolímeros endurecem rapidamente, exibem uma matriz estável e uniforme, um desempenho mecânico adequado e uma excelente resistência a produtos químicos e ao envelhecimento. Tudo isso torna essa nova classe de cimentos uma alternativa ao cimento Portland válida e sustentável”.

Desenvolvido com recurso a desperdícios da indústria de celulose, nomeadamente cinzas e grãos de cal que de outra forma iriam parar a aterros e que constituem 70 por cento dos ingredientes do eco-cimento da UA (os outros 30 por cento são metacaulino), este material inovador pode ser usado no lugar dos cimentos tradicionais e com níveis de desempenho idênticos.

 

GNR- Operação “Carnaval 2019” – Balanço

A Guarda Nacional Republicana, entre os dias 1 e 5 de março, realizou uma operação de intensificação do patrulhamento e fiscalização rodoviária em todo o Continente, a qual foi orientada para as vias que conduziam aos locais onde tradicionalmente ocorrem festividades carnavalescas, com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária, regular o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança.

Durante esta operação a GNR fiscalizou 24 464 condutores tendo detendo 818 condutores com excesso de álcool, dos quais 238 foram detidos por possuírem uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l, sendo ainda detidos 62 condutores por falta de habilitação legal para conduzir.

No mesmo período, a GNR registou 6 485 infrações, das quais se destacam:

·         1 623 por excesso de velocidade;

·         373 por falta de inspeção periódica;

·         291 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;

·         237 por utilização indevida do telemóvel durante a condução;

·         230 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

·         183 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

·         72 por anomalias nos pneus.

 

No que diz respeito à sinistralidade rodoviária, a GNR, na sua área de responsabilidade, registou:

·         964 acidentes;

·         Cinco mortos, dos quais:

o   Três condutores resultantes de despistes (dois motociclos e um veículo ligeiro de mercadorias);

o   Um condutor de um veículo ligeiro de passageiros, devido a uma colisão;

o   Um peão (atropelamento).

·         30 feridos graves;

·         326 feridos leves.

5.000 árvores autóctones plantadas na área da CIMBSE

Nos  dias 15 e 17 de fevereiro, a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela em parceria com os Municípios do território e o ICNF irá promover a plantação de 5.000 árvores autóctones, uma por cada PADRINHO/MADRINHA que participou na Ação Verde Puro em 2018 através da entrega de uma ficha/semente na Bolsa de Turismo de Lisboa e Feira Internacional de Turismo.

Município de Almeida – 15 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Vilar Formoso (Alto dos Pinhos)
Município de Celorico da Beira – 15 de fevereiro
Local da plantação: Junto ao novo parque industrial
Município da Covilhã – 15 e 17 de fevereiro
Local da plantação 15/02/2019: Baldios de Freguesia de Cortes do Meio (Louseiro / Alto da Cerca)
Local da plantação 17/02/2019: U.F. de Covilhã e Canhoso (Mata Nacional da Covilhã)
Município de Figueira de Castelo Rodrigo – 15 de fevereiro
Local da plantação: Serra da Marofa
Município de Forno de Algodres – 15 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Matança (Monte de Milho)
Município do Fundão – 15 de fevereiro
Local da plantação: U. F. de Vale de Prazeres e Mata da Rainha (Vale de Prazeres)
Município de Gouveia – 17 de fevereiro
Local da plantação: Baldios de Mangualde da Serra (Mondeguinho)
Município da Guarda – 17 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia da Vela
Município de Pinhel – 15 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Pínzio
Município de Sabugal – 15 de fevereiro
Local da plantação: U.F. de Pousafoles do Bispo, Penalobo e Lomba (Pousafoles do Bispo)
Município de Seia – 17 de fevereiro
Local da plantação: Freguesia de Paranhos da Beira (Santuário de Santa Eufémia)
Município de Trancoso – 15 de fevereiro
Local da plantação: Serra do Pisco

Caminho Português de Santiago promovido

A Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal (ERTCP) saúda de forma muito positiva o Decreto-Lei aprovado pelo Conselho de Ministros, que regula a promoção do Caminho Português de Santiago e que visa a certificação dos seus itinerários. Esta medida vem ao encontro do intenso trabalho desenvolvido nos últimos anos pela ERTCP, em conjunto com vários parceiros do território do Centro de Portugal, que se enquadra na perfeição no espírito e na letra do Decreto-Lei agora aprovado.

Com efeito, o trabalho de identificação e valorização dos itinerários do Caminho de Santiago no Centro de Portugal iniciou-se há mais de uma década. Mais concretamente, desde 2007 que na ERTCP se delineou a estratégia de estruturação desta via de peregrinação enquanto produto turístico de grande potencial.

Na região, estão identificados e sinalizados os Caminhos Central, Interior e Nascente e a ligação do Caminho Interior ao Caminho Central.

Em 2014 ficou concluída toda a sinalética do Caminho Central, que, iniciando-se em Lisboa, passa neste território por Vila Nova da Barquinha, Tomar, Ferreira do Zêzere, Alvaiázere, Rabaçal, Conímbriga, Coimbra, Mealhada, Águeda e Albergaria-a-Velha, em direção ao Porto e a Santiago de Compostela. Neste itinerário está já em pleno funcionamento uma importante rede de albergues e pontos de apoio ao peregrino.

O Caminho Nascente está igualmente completamente identificado e sinalizado no Centro de Portugal. O itinerário parte do Alentejo e atravessa o território do Centro de Portugal em Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Fundão, Ferro (Covilhã), Belmonte, Guarda, Celorico da Beira e Trancoso, onde se junta com o Caminho de Torres. Este, começando em Espanha, cruza Almeida, Pinhel e Trancoso, em direção a Lamego, Guimarães, Braga e Santiago.

O Caminho Nascente é de grande importância estratégica, uma vez que constitui um percurso alternativo à Via da Prata, tradicionalmente utilizado pelos peregrinos do Sul de Espanha e que passa por Sevilha, Cáceres e Salamanca. A Via da Prata está hoje saturada, pelo que cada vez mais peregrinos da Extremadura e de Castela e Leão preferem utilizar o Caminho Nascente.

Identificado está também o Caminho do Interior, que parte de Viseu e segue por Castro Daire, Lamego, Vila Real e Chaves, até desembocar na Via da Prata. Em 2015, foi protocolada entre a ERTCP e os municípios, em 2015, a ligação entre o Caminho do Interior e o Caminho Central, havendo inclusivamente uma candidatura ao programa Valorizar, promovida pela Associação Via Lusitana.

Paralelamente, foram e estão a ser desenvolvidas ferramentas de apoio ao peregrino, nomeadamente uma app, guias e mapas, que permitem a plena fruição do Caminho Português de Santiago na região, proporcionando informação geral e prática, bem como informação histórico-cultural.

A região Centro de Portugal tem apostado, de forma assertiva, na qualificação e valorização do Caminho Português de Santiago, em parceria com os Municípios, a Associação Via Lusitana e o Turismo de Portugal. Por isso, a ERTCP reúne todas as condições para avançar com a certificação dos seus itinerários, aguardando o desenvolvimento do processo de organização a nível nacional e disponibilizando-se até para, face aos passos importantes que já foram dados pelo Centro de Portugal nesta área, assumir um papel de região-piloto a nível nacional.

A ERTCP não pode deixar de se congratular com a aprovação do Decreto-Lei, que constitui uma excelente oportunidade para a região e para o país.

CIMBSE vai fazer plantação de 5.000 árvores autóctones

Nos próximos dias 15 e 17 de fevereiro, a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela em parceria com os Municípios do território e o ICNF irá promover a plantação de 5.000 árvores autóctones, uma por cada PADRINHO/MADRINHA que participou na Ação Verde Puro em 2018 através da entrega de uma ficha/semente na Bolsa de Turismo de Lisboa e Feira Internacional de Turismo.
A iniciativa carateriza-se por ser um gesto solidário que contribui para um território mais verde e mais puro que carateriza a Serra da Estrela. Terá lugar nos Municípios de Almeida, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Pinhel, Sabugal e Trancoso no dia 15 de fevereiro entre as 10H00 e as 12H00 e nos Municípios da Covilhã, Gouveia, Guarda e Seia no dia 17 de fevereiro entre as 10H00 e as 12H00.
Poderá juntar-se à iniciativa para a plantação da sua árvore num gesto solidário que contribui para um território mais verde e mais puro que carateriza a Serra da Estrela. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição através do email turismo@cimbse.pt ou do telefone 271 205 350, até ao próximo dia 8 de fevereiro.
Esta iniciativa decorre no âmbito do Projeto Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal – À Descoberta da Serra da Estrela, projeto cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, com objetivo de capitalizar a marca “Serra da Estrela” na estruturação e qualificação de produtos turísticos que reforcem a atratividade e competitividade regional.

Província de A Corunha, convidada da FIT 19

O destino espanhol convidado da sexta edição da Feira Ibérica de Turismo (FIT) que decorrerá na Guarda, entre 2 e 5 de maio, é a Província de A Corunha, na região da Galiza,
Esta participação surgiu depois de conversações no decurso da FITUR – Feira Internacional de Turismo de Madrid, no final do passado mês de janeiro, entre o responsável pelo turismo, deputado Xosé Regueira e o diretor da FIT, Carlos Condesso. A Província irá então participar enquanto destino convidado e desenvolvendo a sua mais recente campanha de promoção territorial sob o slogan “A Coruña – Siempre abierta”.

Recorde-se que a FIT é o maior certame de turismo do Interior do país e o único de âmbito ibérico e que em 2018, na sua 5ª edição, a feira registou a maior participação de sempre com 35 mil visitantes, mais de 500 entidades representadas e a maior área coberta de sempre: 10 mil metros quadrados. O certame ibérico tem a decorrer o período de inscrições até 29 de março. Os interessados em participar podem aceder ao sítio de internet da feira em fit.mun-guarda.pt para consultar o regulamento e aceder às fichas de inscrição.

Sabugal acolhe a IX Gala do Bombeiro do Distrito da Guarda

Vai ter lugar mais uma edição da Gala distrital do Bombeiro, este sábado, dia 26 de janeiro no Sabugal, na Casa da Esquila, uma organização da Federação  dos Bombeiros do Distrito da Guarda.

Para além das homenagens a cada um dos intervenientes, Gil Barreiros vai receber a  Fénix de Honra da Liga dos Bombeiros Portugueses.

“Liga BomFutebol”, um campeonato de Bombeiros

Vai surgir em breve, uma nova competição no Distrito da Guarda, a “Liga BomFutebol”, um campeonato de futebol entre todos os Bombeiros do distrito da Guarda.

Para já foi assinado o protocolo entre a Associação de Futebol da Guarda e a Federação Distrital dos Bombeiros, ainda com a sintonia da FPF.

Amadeu Poço e Paulo Amaral selaram o acordo e a formas e regulamentos da competição estão já a ser elaboradas para dentro em breve ser apresentado oficialmente.

Foto:AFG

 

 

1ºBebé do Ano 2019 na Guarda nasceu esta noite

Como anualmente acontece, no Hospital Sousa Martins da Guarda, o primeiro bébé do ano é premiado.

Assim , fonte da ULSG, um bébé que nasceu ao inicio desta noite , filho de um casal da região de  Seia, deverá ser o bébé do ano que agora iniciou.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar