Templates by BIGtheme NET
Home » Seia (page 20)

Seia

Artigo de opinião–A Importância da Respiração

aop Será a respiração uma função inata com a qual não precisamos de nos preocupar?

A respiração é um processo fisiológico que se dedica à troca de oxigénio e dióxido de carbono com o meio ambiente, pelo que é uma das funções vitais. A respiração nasal, a par da mastigação, favorece o crescimento craniofacial e portanto mantém saudáveis as estruturas orofaciais.

Fisiologicamente, a via nasal é a principal em todo o processo respiratório. O nariz favorece a filtração, humidificação e o aquecimento do ar. Todas estas características são promotoras de um sono adequado, de menores infeções (otites e/ou amigdalites) e de um crescimento facial harmonioso.

A respiração é uma característica tão inata, que por vezes desvalorizam-se alguns sinais atípicos que só uma equipa multidisciplinar (Terapeuta da Fala, Otorrinolaringologista, Ortodontista, entre outros) consegue detetar, avaliar e intervir corretamente, minimizando os impactos na vida das pessoas.

Quando ocorre uma modificação na função respiratória, pode desencadear-se um padrão de respiração oral, que consequentaopiemente desencadeia alterações miofuncionais e também no sistema estomatognático. Este padrão pode causar diversas alterações ao nível da fala (fonética), da linguagem (fonologia), do processamento auditivo e até nas competências cognitivas (atenção e memória).

Apesar de ser muito mais vantajoso efetuar-se uma respiração nasal, a hipertrofia das amígdalas e/ou adenoides, a flacidez dos músculos faciais, a rinite, as alergias respiratórias e o desvio do septo nasal podem alterar o padrão respiratório e torná-lo oral. É preciso salientar que a respiração oral só se torna um problema quando se torna um hábito. Quando se adota constantemente essa respiração, as consequências variam de acordo com a causa do hábito, a idade da pessoa e o tempo de instalação desta alteração. As repercussões podem relacionar-se com alterações na forma e posicionamento de estruturas rígidas (ossos faciais e dentes), na função e posicionamento dos músculos orofaciais e na postura global. Todas as alterações referidas implicam possíveis dificuldades na fala, mastigação e deglutição.

Os respiradores orais evidenciam alguns sinais que podem ser observados, com alguma facilidade, por um profissional especializado. Deste modo, os sinais mais comuns relacionam-se com alterações na fala, alterações na mastigação (sendo esta unilateral), otites frequentes, olheiras, alterações no sono, alterações na postura corporal, face alongada e assimétrica, má oclusão dentária, palato alto e estreito, alterações no paladar e no olfato, lábios secos, flacidez nos músculos da mastigação, cansaço frequente, baba noturna, reduzido rendimento físico e intelectual e tensão do músculo do queixo.

Quando identificar algum dos sinais apresentados deve consultar o Terapeuta da Fala. Quando mais cedo for identificada a causa deste hábito, melhores serão os resultados obtidos na terapia. Não se esqueça que a intervenção precoce é a chave de um maior sucesso na intervenção!

No próximo mês fique a saber o que deve fazer caso o seu filho apresente uma respiração oral e qual é o papel do Terapeuta da Fala nestas situações!

Um Feliz 2017 a todos os leitores! Que este ano seja tão bom ou melhor que no de 2016 !

Por:Ana Carolina Marques- Terapeuta da Fala na APSCDFA

Feira Ibérica de Turismo (FIT) decorre de 28 de abril a 1 de maio

16002851_1807164596219252_5819131946303632210_nA edição deste ano 2017 da FIT – Feira Ibérica de Turismo, que vai ter lugar de 28 de Abril a 1 de Maio na cidade da Guarda, será a quarta ,cujo mote é o turismo sustentável para o desenvolvimento.

Para este ano, o País convidado vai ser Moçambique, a exemplo do que sucedeu em 2016, que foi o Brasil o convidado.
A Estremadura será a região espanhola convidada para também mostrar as suas culturas.

As inscrições também já abriram e vão decorrer até dia 28 de Março.

Em suma, uma aposta ganha desta região, dado que neste certame, são muit16105844_1807234086212303_5391746291189908193_nos milhares os visitantes que diariamente passam pela FIT-Guarda.

Por:António Pacheco—Foto:FIT

 

 

Artigo de opinião – Alterações Climáticas – As peças de xadrez

climate-change_650x488_61439352812-650x450O meio ambiente tem no poder decisivo e regulatório as suas figuras principais, ficando para segundo plano o cidadão comum que, sendo fundamental, é colocado em grande medida de lado.

Tenho por hábito comparar o meio ambiente a um jogo de xadrez – muito estratégico, muito tático, imprevisível e acima de tudo a não depender do fator sorte.

Num tabuleiro de xadrez para além das figuras principais e teoricamente mais fortes – torre, cavalo, bispo, rei e rainha – existem as figuras secundárias mais frágeis e por vezes desprotegidas – os peões. O meio ambiente tem no poder decisivo e regulatório as suas figuras principais, ficando para segundo plano o cidadão comum que, sendo fundamental, é colocado em grande medida de lado.

No peão, ou melhor, no cidadão comum existe uma faixa geracional importante que poderá ajudar a alterar o rumo das alterações climáticas, para isso, basta não ser derrubado às primeiras jogadas. Para evitar tal acontecimento trágico é essencial que o poder decisivo, local e/ou nacional, os insira na discussão e na decisão final.

Na minha ótica, não basta o poder decisivo expelir no seu discurso diário os chavões já conhecidos, como são exemplos; 1) “prefiram os transportes públicos”; 2) “andem mais a pé e evitem o transporte pessoal”; 3) “consumam produtos biológicos”; 4) “comprem produtos amigos do ambiente”; 5) “façam a separação dos resíduos em casa”; 6) “plantem árvores”, 7) “poupem energia” mas, para além destes “chavões” importantes, é necessário incentivar as novas gerações a não emigrarem e proporcionar-lhes condições de inserção na discussão pública para que, todos juntos, possamos contribuir para um ambiente mais saudável e, consequentemente, mitigar as causas das alterações climáticas.

Desafio: Porque não criar grupos de trabalho, com os “peões”, em juntas de freguesias, câmaras municipais, associações ambientais, escolas secundárias, universidades e empresas com o objetivo de permutar ideias sobre as alterações climáticas?

Como já constataram, uma das minhas preocupações para o ano de 2017 – ao contrário de Trump – são as alterações climáticas, uma das maiores ameaças ambientais, sociais e económicas que o planeta e a humanidade enfrenta nos dias de hoje. Tenho consciência que a adaptação far-se-á de forma lenta e ao ritmo das necessidades, mas o ser humano tem uma enorme capacidade de adaptação e, à medida que as alterações climáticas a isso o obriguem, ele adaptar-se-á.

Tive a sorte que a minha namorada, neste Natal, brindou-me com o novo livro da Luísa Schmidt, intitulado “Portugal: Ambientes de Mudança”, que faz um retrato ambiental do nosso país nos últimos 25 anos. Das páginas que já tive o prazer de ler, congratulo-me que as ideias principais da autora vão ao encontro das diferentes ideias que tenho vindo a arrumar e a aperfeiçoar ao longo dos últimos anos: Preocupação, Educação, Interesses e Políticas.

A nível mundial, o novo secretário-geral da ONU, o nosso António Guterres, no seu discurso de tomada de posse, no dia 12/12/2016, afirmou que o combate das alterações climáticas irá ser “imparável”, o que, para alterar mentalidades despreocupadas, é certamente uma boa jogada de uma figura principal no nosso tabuleiro de xadrez.

Por cá, Portugal, num passado não muito longínquo, deu sinais da sua preocupação ao querer minimizar as emissões de CO2, como foram algumas das medidas já implementados de elevado efeito prático, das quais destaco 1) a aposta nas energias renováveis – em 2016, foram responsáveis por cerca de 57% do consumo de eletricidade e ainda houve exportações e 2) a aposta na diminuição da produção de resíduos, através da educação e sensibilização ambiental – aqui destaco o papel das escolas e da sociedade ponto verde.

Mas isto não chega. Para complemento das boas práticas, está na altura de melhorarmos ainda mais a temática, dando voz ativa às novas gerações preocupadas. É importante elas deixarem de ser meros peões num tabuleiro gasto de xadrez.

Jorge Palma, na música “A Gente Vai Continuar” afirma; “o sistema é antigo e não poupa ninguém” … será mesmo assim?
Se temos dos jovens mais bem qualificados da Europa, com conhecimentos acima da média e sem vícios do “sistema”, porque não começar a ouvi-los? Porque não renovar as peças de xadrez desse tabuleiro gasto pelo tempo?

Num jog1525594_715250398500024_1212269316_no de xadrez, por vezes, o peão faz xeque-mate ao rei.

Por:Bruno Costa

Foto:CEO Lusófono

AFGuarda- Resultados do Futsal Feminino/Masculino

LOGO+AFGuardaCom o início de 2017, o futsal masculino e feminino também está de regresso ao distrito da Guarda.

Futsal Feminino- ronda 9
Guarda 2000 – Guarda Unida-9-0
Celoricense – Penaverdense-12-1
Vila Franca Naves- Trancoso-3-3
GD Mêda – Pinhelenses-0-10

Lidera a Guarda 2000 com 24 pts, seguido do Celoricense com 22pts

Futsal Masculino- ronda 9
Manteigas -Sp.Sabugal-4-4
Mileu – Meda-3-7
CDC Pinheiro – Penaverdense-6-3
Foz Coa – Lameirinhas-4-5
Folgou: Gouveia

Lidera Manteigas com 22 pts, seguido do Sabugal com 20 pts

Por:antónio Pacheco

 

 

VII Gala do Bombeiro em Gouveia

cartaz-vii-gala-650x366 Gouveia vai acolher este ano, a sétima Gala do Bombeiro, evento organizado pela Federação de Bombeiros do Distrito da Guarda, com o apoio da Liga dos Bombeiros Portugueses, a ter lugar, sábado, dia 14 de Janeiro, no Parque da Senhora dos Verdes.

Esta iniciativa a cada ano que passa se torna mais importante, dado que para além do convívio de todos os bombeiros distritais, o ponto alto é mesmo a homenagem feita aos soldados da paz que anualmente lutam pelo bem-estar do seu próximo.

Um dos homenageados este ano vai ser Álvaro Guerreiro, uma figura ilustre dos Bombeiros do distrito da Guarda.

O evento terá inicio, pelas18 horas com a receção às entidades, seguida da atribuição das distinções, culminando com o jantar.

Uma noite do Bombeiro, uma justa homenagem a estes homens e mulheres que ao longo do ano dão a sua vida em prol da comunidade.

Por: António Pacheco/ foto:Bpt

Inês Monteiro e António Silva vencem S.Silvestre em Pinhel

IMG_7267 A última tarde noite do ano 2016, na cidade de Pinhel se disputou a S.Silvestre “Cidade Falcão, com o frio e o nevoeiro a dominar a tarde/noite, com cerca de duas centenas de atletas a participar.

Assim depois de percorrer o percurso os resultados foram os seguintes:

Nos Benjamins A, nos femininos venceu Ana Rita Marques (CASeia), nos mIMG_7303asculinos venceu Rodrigo Aguiar (CDL).

Em Benjamins B, Taísa Dias do CA Seia e Bruno Pinto do IND63 venceram, nos infantis a vitória foi para Joana Marques e Mário Vicente, ambos do CA Seia.

Em Iniciados, Bárbara Santos (IND63)e Rúben Lopes (GDTrancoso) venceram a prova de 3400mt.

Nos 4730 mt , escalão de juvenis, Maria Bernardo (ADRAP) e Rafael Baraças (CA Seia) alcançaram a vitória.

Nos Veteranos, José Carvalho (CA Mogadouro) e Clarisse Cruz do CSC de Espanha também venceram e por fim nos 9500 mts, nos masculinos, António Silva do Sporting fez 30´25´´, em segundo ficou Nuno IMG_7350Lopes do CA Seia com 30´32´´.

No setor feminino, venceu Inês Monteiro do CA Seia, com 33´57´´, seguida de Cristiana Valente do RD Âgueda , com 34´32´´.

Uma corrida muito bem disputada em todos os escalões, onde no final o Presidente da Câmara de Pinhel, Rui Ventura referia que estiveram grande atletas a participar, onde estiveram cerca de duas centenas, esta prova está a caminhar no sentido de voltar a ser o que foi à uns anos atrás.

Salientou ainda que “Esta prova é um despertar para os talentos que existem em Pinhel e na região, e que o atletismo possa vir a ser um desporto com mais praticantes no distrito da Guarda”.

Por:António Pacheco

Artigo de opinião–Durmo as 8 horas indicadas e ando sempre com sono

aopA sonolência diurna é uma das principais causas de acidentes de viação e no trabalho. Esta nem sempre é devida a noites “dormidas à pressa” nem a patologia psiquiátrica. A Síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS) é uma doença muito comum, estimando-se que cerca de 4% dos homens de meia-idade sofrem desta doença.

A SAOS consiste numa obstrução das vias respiratórias durante o sono. Esta obstrução leva a um despertar momentâneo, que na grande maioria das vezes o doente não se recorda no dia seguinte. Os múltiplos despertares fazem com que o sono não seja reparador, causando sonolência diurna.

As consequências desta doença podem ir desde a simples mas perigosa sonolência durante o dia ao desenvolvimento de doenças como a hipertensão, depressão e alterações cognitivas.

O tratamento desta doença baseia-se numa primeira fase numa diminuição do peso, restrição do consumo de bebidas alcoólicas e de toma de sedativos, podendo ser necessário em casos resistentes o uso de um dispositivo que ajuda a manter as vias aéreas permeáveis durante a noite, o CPAP (continuous positive airway pressure)

Por:Pedro Oliveira—–afetivamente.blog

Mário Patrão volta a participar no Rali Dakar

15726264_751039025048045_8522453612650110699_nMário Patrão enfrenta a partir do próximo dia 2 de janeiro aquela que será a sua quinta participação na maior prova de Todo-o-Terreno do mundo, o Rali Dakar. O piloto português, natural de Seia, já está na cidade paraguaia de Assunção, ponto de partida da edição de 2017 da mítica prova, na próxima segunda-feira, rumo à capital argentina de Buenos Aires onde encerra a competição.

Mário Patrão referiu que: “Será mais um Dakar, um desafio que se espera verdadeiramente difícil mas que dá sempre um enorme prazer superar! Sei que não parto para esta prova nas condições que esperava, devido à recuperação de uma lesão que me afetou ao longo deste ano, mas fiz o possível nestes últimos meses para poder estar na melhor forma.

Estou com sentimentos positivos, isso é o mais importante. A altitude será o grande desafio e a maior dificuldade da edição deste ano, procurei preparar-me o melhor possível para superar essa dificuldade, felizmente tenho a Serra da Estrela que me permite aproximar das condições locais e adaptar. Repetir um lugar no Top 20 final seria um grande resultado, é por isso que vou voltar a lutar. Deixo o meu agradecimento a todos os meus patrocinadores e apoiantes que tornaram possível esta participação.”

Por:Mun.Seia

Operação Ano Novo da GNR em curso

15697929_1118286788269039_2465171740594680302_nA Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica, a partir desta sexta-feira, 30 de dezembro, e até ao próximo dia 2 de janeiro, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nos itinerários de e para os locais associados às festividades do Ano Novo, bem como a presença física nesses locais, com o objetivo de reforçar a segurança e prevenir a ocorrência de acidentes rodoviários.

Por:GNR

Seia FC visitou o Estádio da Luz

15780847_707865326046338_2863676380344960925_nUm dia especial para a juventude do Seia FC que nesta quinta -feira, rumaram a Lisboa, a fim de assistir ao vivo ao jogo referente à taça da Liga, entre Benfica e Paços de Ferreira.

Um prémio para estes jovens que assim aos poucos vão crescendo, e neste jogo tiveram oportunidade de ver os craques da Liga NOS ao vivo.

Independentemente do resultado final, os senenses no final da partida estavam rad15741026_707977352701802_6719095525305867899_niantes por terem um dia excelente.

Seia FC que cada dia que passa se vai afirmando no panorama do futebol regional.

Por:AP

Foto: Seia FC

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar