Templates by BIGtheme NET
Home » Pinhel

Pinhel

Quinta da Biaia arrecadou grande prémio da 13ªedição do Concurso de Vinhos da Beira Interior

Teve lugar ao final da tarde desta sexta-feira, 31 de julho, a entrega de prémios  da 13ªedição do Concurso de Vinhos da Beira Interior, no Solar do Vinho da Beira Interior, na cidade da Guarda,  a Quinta da Biaia de Figueira de Castelo de Rodrigo foi o grande vencedor.

Com a participação de cerca de três dezenas de produtores,78 vinhos a concurso, foram atribuídas medalhas de ouro a 17 vinhos e medalhas de prata a 6 vinhos, sob a presidência do júri, Aníbal Coutinho.

Uma plateia bem composta, no exterior do solar, com abertura a ser efetuada por Rodolfo Queirós – Presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, seguiu-se  Bernardo Gouvêa- Presidente do Instituto da Vinha e do Vinho e o Presidente da Câmara da Guarda, Carlos Monteiro.

Estiveram presentes, Rui Ventura, Presidente do Município de Pinhel, Carlos Ascensão, Município de Celorico da Beira, Bruno Veiga do Mun.Trancoso, Vice-Presidente Pinhel, Daniela Capelo e Fernando Martins -Diretor Regional da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro.

Assim, o ouro foi para Monte Barbo Reserva Tinto 2014, o Quinta dos Termos Garrafeira Arinto Branco 2018, o Entre Vinhas Reserva Touriga Nacional Tinto 2016, o Quinta dos Termos Garrafeira Tinto 2016, o Quinta da Biaia Single Vineyard – Fonte da Vila Biológico Tinto 2015, o Aforista Seleção Branco 2019, o Quinta da Biaia Biológico Reserva Tinto 2017, o Aforista Reserva Branco 2017, o Quinta dos Currais Síria Branco 2018, o Casas do Côro Reserva Branco 2018, o 1808 Biológico Tinta Roriz e Rufete Tinto 2018, o Casas Altas Reserva do Doutor Verdelho Branco 2019, o Quinta dos Termos Reserva do Patrão Syrah Tinto 2017, o Marquês D’Almeida Branco 2019, o Beyra Grande Reserva Tinto 207 e o Rui Roboredo Madeira Tinta Roriz e Touriga Nacional Tinto 2017.

A prata foi atribuída ao Souvall Colheita Selecionada Branco 2018, ao Quinta dos Currais Colheita Selecionada Fonte Cal  e Arinto  Branco 2018, ao Portas D’El Rei Reserva Branco 2017, ao Quinta da Caldeirinha Biológico Syrah Tinto 2013, ao Entre Serras Tinto 2017 e ao Quinta das Senhoras – Dona Carolina Tinto 2015.

Final de tarde muito importante para todos estes produtores que viram aqui reconhecido todo o seu trabalho diário.

Cursos de treinadores de futebol e futsal na AF Guarda

A Associação de Futebol da Guarda vai levara efeito novos cursos de treinadores de futebol e futsal, UEFA C (Grau I) e UEFA B (Grau II), estando a aguardar os respetivos regulamentos da Federação Portuguesa de Futebol.

Os interessados em frequentar os cursos deverão preencher e entregar o formulário disponível no site da AF Guarda.

– Formulário de inscrição Curso de Treinadores.

Conforme compromisso da FPF, e no âmbito das ajudas previstas, o custo dos cursos irá sofrer uma redução significativa.

Para mais informações pode sempre contactar o gabinete Técnico: gabtecnico@afguarda.pt .

Vinho“Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020” (Beira Interior – DOC Tinto) apresentado

Teve lugar na noite de sábado, a apresentação do vinho“Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020” (Beira Interior – DOC Tinto) , no Jardim 5 de outubro, com a presença de um leque de convidados restrito, devido à pandemia Covid-19.

Este vinho começou a ser produzido na Adega Cooperativa de Pinhel a pedido do Município de Pinhel com o intuito de assinalar o título “Pinhel Cidade do Vinho”  e os 250 anos da elevação a cidade, esta foi a produção do vinho comemorativo da efeméride.

Um evento transmitido em direto na página de facebook do Município, com Rui Ventura , Presidente do Municipio de Pinhel que agradeceu a presença de todos e enalteceu este vinho que engrandece o titulo de capital do vinho e o assinalar dos 250 anos da elevação a cidade.

Salientou também que foi uma boa forma de homenagear todos aqueles que trabalham a terra e contribuem para a excelência dos Vinhos de Pinhel, sem dúvida um dos melhores embaixadores do concelho.

Ainda falaram no palco, o Presidente da Associação de Municípios Portugueses do Vinho, Pedro Ribeiro, Fernando Martins, Diretor Regional da Agricultura e Pescas do Centro e o Presidente do Turismo Centro de Portugal,  Pedro Machado. Marcaram presença o Vice-Presidente do Instituto da Vinha e do Vinho, Manuel Cardoso; o Presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, Rodolfo Queirós; o Presidente da Adega Cooperativa de Pinhel, Agostinho Monteiro entre outras individualidades.

Uma noite agradável, com a prova do vinho comemorativo que se encontra disponível para todos, em garrafa de 0.75lt, 1,5lt, 3lt e 5 lts das castas Touriga Nacional , Aragonês e Rufete.

 

Balanço das eleições da AF Guarda

Balanço das eleições da AF Guarda

“Crescimento da arbitragem da A.F. Guarda estava à vista de todos”

Após o ato eleitoral , ao contrário de como nos apontaram que fomos imparciais durante o ato eleitoral, deixamos aqui que, tratámos ambas as listas de forma igual, entrevistámos os candidatos e a sondagem que elaboramos a nível de Facebook, foi tão legal que as pessoas inscritas nessa rede social é que votaram, onde até os candidatos votaram, agora sabíamos que tinha apenas valor simbólico, uma vez que eram os clubes que iam votar e o fizeram em consciência, onde a lista de Amadeu Poço venceu e mantém-se como Presidente da AF Guarda.

Agora que fique bem claro que, somos ainda dos poucos que nos preocupamos com o futebol distrital, agora deixo uma questão, há quinze anos quantos órgãos de comunicação distrital existiam a acompanhar a par e passo o futebol distrital da Guarda?

De facto, eram muitos, mas hoje apenas somos menos de uma mão cheia, porque será?

Mas contactamos, elementos das duas listas para fazer um balanço do ato eleitoral, neste caso, da Lista A, Amadeu Poço que nos deu resposta negativa e posteriormente Daniel Soares novo líder do conselho de arbitragem e Luís Brás, mandatário da Lista B.

Em suma, apenas da Lista B obtivemos respostas positivas e estivemos à conversa com o mandatário de Artur Batista, Luís Brás, um homem que muito deu à arbitragem egitaniense e ao panorama nacional.

Muito se falou de arbitragem antes e depois do ato eleitoral e por isso, quisemos falar com gente dessa área de ambas as listas.

Magazine serrano: Foi o mandatário de uma lista B, explique porque aceitou, ainda assim saiu derrotado?

Luís Brás-Não foi uma valorização pura e dura da competência, porque até nem é meu feitio fazê-lo.

Foi antes de mais, e sobretudo, uma questão de proximidade e identificação com a pessoa escolhida para dirigir a arbitragem. Tão só, e tão simples, quanto isso mesmo. Uma questão de proximidade e identificação.

Como sempre disse, e tem sido a minha prática, dei e darei a cara pelos árbitros egitanienses. Sou um apaixonado pela arbitragem, e como tal, defenderei sempre, em todo e qualquer momento, aquilo que eu considero mais certo e que se alinha com a minha visão de trabalho e equilíbrio. Estava certo que a lista liderada pelo Fábio Cardoso era o melhor para o futuro da arbitragem da Guarda.

Hoje, alicerçado nessa mesma convicção, voltaria a fazer o mesmo. Continuaria a dar a cara pelos árbitros; são eles que, fim-de-semana após fim-de-semana, abdicando de muito de si, contribuem para o crescimento das competições egitanienses; foram eles que muito contribuíram para o meu crescimento como dirigente e muito ajudaram a valorizar as gentes do distrito da Guarda a nível nacional e inclusive internacional.

Onde sempre estive e trabalhei da melhor forma que podia, dediquei-me da melhor forma que sabia e saí, sempre, com a cabeça erguida e orgulhoso dos resultados produzidos.

Foram apontadas irregularidades à lista vencedora? Que comentário faz?

O que mais estupefação me cria, em todos os lugares, e até em vários setores da sociedade portuguesa, é de como é possível que pessoas com larguíssima experiência cometam erram corriqueiros.

Repare-se, nessa lista que conta com gente com mais de 17 anos de dirigismo associativo e não se compreende como é possível apresentar uma lista com erros formais. Pior se tornou quando a própria Assembleia Geral não foi capaz de detetar os erros e ter permitido que a mesmo fosse admitida.

Há erros vários, tais como desde não entrega do cartão do cidadão completo ou com termos de aceitação desatualizados. O corolário da situação foi a constatação de que existiam termos de aceitação com data anterior à abertura das eleições por parte da Assembleia Geral.

Estranho foi igualmente que a Assembleia Geral não respondeu a uma questão sobre os votos do NAF Foz Côa. É do conhecimento geral que este núcleo não faz qualquer atividade de arbitragem há, pelo menos, 7 anos (meu mandato e anterior CA).

 

Sobre o trabalho da arbitragem nos últimos anos foi posto em causa por alguém?

Infelizmente é verdade. O Sr. Amadeu Poço teve algumas saídas que considero, no mínimo, infelizes. Mas fiel a uma velha máxima de que as palavras são propriedade de quem as pronuncia, eu não tecerei quaisquer cometários públicos.

Todos os filiados conhecem a evolução que houve na arbitragem associativa nos últimos 7 anos. Diria mais, a nível nacional sabe-se da extraordinária evolução da arbitragem egitaniense.

A classificação da arbitragem pela FPF nesta temporada foi muito positiva?

É verdade. O crescimento da arbitragem da A.F. Guarda estava à vista de todos. Os resultados dos árbitros da A.F. Guarda na FPF esta época vieram confirmar a tendência nos últimos anos com nenhuma descida dos quadros nacionais não profissionais e com três ascensões. Sinceramente espero que assim continue.

Como vê a arbitragem guardense para o futuro?

Penso que não estarei a cometer qualquer inconfidência. Alguns minutos após as eleições o Marco Rodrigues, secretário da Assembleia Geral, convidou-me para ajudar no novo conselho de arbitragem. Se eu quisesse ser Presidente do CA da A.F. Guarda ou outro cargo tinha assumido e como é de conhecimento de todos fui convidado pelas duas listas e para os mais diversos órgãos sociais.

Sinceramente, espero que a arbitragem egitaniense continue na senda do sucesso como aconteceu nos últimos anos.

Citou Marco Rodrigues um antigo arbitro com um bom currículo a nível local e Nacional?

Sim é verdade. Nada contra. Se as pessoas estiverem de boa-fé e espírito aberto, todos somos poucos para trabalhar, tanto mais que é um setor muito difícil e muito trabalhoso. O que mais me assusta são as mudanças de opiniões num espaço temporal tão curto, senão vejam.

Marco Rodrigues foi convidado para Presidente do Conselho de Arbitragem e não aceitou. Estranho, também, é que ele dias antes das eleições e quando se falou na arbitragem disse e passo a citar “batalhei pela independência”.

A própria lista defendia a autonomia dos órgãos dizendo “respeitando sempre a autonomia dos órgãos competentes”.

Mas, agora, parece que temos um secretário da Assembleia Geral como assessor da direção para o conselho de arbitragem.  Como todos sabemos nas eleições tudo se promete e depois tudo muda.

 

Daniel Soares citou na campanha eleitoral que árbitros de outro distrito vêm apenas para se promover aqui como comenta tal afirmação?

Isto gerou uma, natural, onda de preocupação; a indignação, entre os árbitros, foi generalizada. Então quando o atual presidente do CA da A.F. Guarda disse que os árbitros de outros distritos vêm para a Guarda para se promover e sair…!!

Realmente quem diz isso não conhece a realidade da arbitragem na Guarda. E veremos se num futuro próximo, árbitros de outros distritos, quiserem vir para a Guarda como se vai lidar com a situação.

 

Sabemos que vários árbitros querem sair da A.F. Guarda e além disso existe uma publicação onde se dizem que é um dos “culpados”. Tem alguma coisa a nos dizer?

A parte verdadeira desta notícia é a de que alguns árbitros têm efetiva vontade de sair. Todos são livres de o fazer, mas não vale tudo ao tentar dizer que sou eu, ou outra qualquer pessoa, os instigadores dessa vontade. Tentou-se promover essa mentira numa página de Facebook ligada ao setor “arbitragem” e depois o atual presidente do CA da A.F. Guarda e o vice-presidente da direção da AF Guarda, Paulo Menano, colocaram um “gosto” na notícia.

Todos os árbitros que me ligaram aconselhei-os a pensarem bem e a darem uma oportunidade ao novo Conselho, mas naturalmente cada um decide por si.

Recordo que vários árbitros entraram no nosso distrito, mas também alguns árbitros foram para Castelo Branco e Bragança nos anos anteriores. Tudo aconteceu normalmente e com colaboração e apoio constantes, tanto das saídas como nas entradas.

O mais estranho desta situação, é que quem deseja sair, são árbitros com mais de 10/15 anos de carreira. Foram árbitros que já trabalharam, no passado, com o novo presidente do CA da A.F. Guarda e com o novo assessor da arbitragem, que já na altura do Dr. Relvas tinha poderes camuflados no CA.  Agora tirem as vossas ilações.

 

Em suma, que mensagem deixa a todos nesta altura?

Pela confiança e coragem, quero deixar, publicamente, um agradecimento ao Artur Batista e restantes elementos por me convidarem para seu Mandatário. Deixar-lhe também votos de rápidas melhoras ao Artur Batista que foi operado recentemente.

Agradecer a todos os filiados da A.F. Guarda pela “porta aberta” e pela boa receção e capacidade de nos ouvirem e acreditarem no projeto.

Uma palavra, ainda, de felicitação a todos os filiados pela resposta que deram nas urnas.

É importante, também, sublinhar o meu compromisso com a democracia e manifestar a aceitação da vontade da maioria, bem como fazer votos de que seja efetivamente o melhor para o futebol/futsal e para a arbitragem.

Quanto a mim ,rejeitei qualquer cargo na A.F. Guarda seguirei o meu caminho, de cabeça erguida e com a consciência tranquila que tudo fiz, em todos os momentos, pela Guarda, pelo seu futebol/futsal e pela sua arbitragem.

 

GNR- Atividade operacional das últimas 12 horas

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sexta-feira e as 08h00 de sábado, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções37 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 24 por condução sob o efeito do álcool;
  • Quatro por condução sem habilitação legal;
  • Três por desobediência;
  • Três por tráfico de estupefacientes;
  • Dois por resistência e coação;
  • Um por posse de arma proibida.

 

  1. Apreensões:
  • 24.01 doses de haxixe;
  • 01 soqueira;
  • 01 faca.

 

  1. Trânsito:

Fiscalização:  717 infrações detetadas, destacando-se:

  • 333 por excesso de velocidade;
  • 54 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 40 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 39 relacionadas com tacógrafos;
  • 23 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 23 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • dez por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

 

Sinistralidade24 acidentes registados, destacando-se:

  • Um ferido grave;
  • Seis feridos leves.

Beatriz Cardoso vence Mostra o Que Vales 2 no La Vie-Guarda

Prémio jovem para Inês Borrego

A tarde de sábado foi de festa no Centro Comercial La Vie , na cidade mais alta, na Guarda, teve lugar a final do Concurso Mostra o que Vales 2, com a participação de seis vozes na secção sénior e duas vozes na secção juvenil.

Uma casa cheia para ver as candidatas cantar, tudo mediante as regras de segurança da DGS, onde o apresentador André Oliveira coordenou todo o programa.

Foi uma tarde com todos os que assistiram fisicamente e online deram o tempo por bem empregue, pois todas as candidatas em palco estiveram muito bem.

Agora a tarefa do júri para esta edição não foi nada fácil, uma vez que a qualidade apresentada em palco foi elevada e a decisão surgiu depois de algum tempo de reunião.

Assim , Beatriz Cardoso, natural de Pinhel, foi a grande vencedora da tarde, ao arrecadar o prémio de 700 euros, por sua vez na segunda posição, Liliana Oliveira , arrecadou 500 euros e por fim na terceira posição, Ana Lima arrecadou 250 euros.

Na secção Juvenil, Inês Borrego foi a vencedora arrecadando o prémio de 200 euros, pelo meio esteve em palco, Iris campos a vencedora do ano passado.

Em suma, uma boa iniciativa do La Vie em parceria com a Chuva de Sucesso, que engrandeceram a música portuguesa e desta região.

Covid-19- Fornos de Algodres e Pinhel sem casos ativos

Depois de ter sido recuperado, o quinto caso de Covid-19 em Fornos de Algodres , este concelho passa a estar sem qualquer caso ativo.

Já o Concelho de Pinhel também todos os casos estão recuperados, uma situação favorável existe.

Assim vai evoluído a situação um pouco por toda a parte mas nunca descurar, dado que, todo o cuidado é pouco nesta fase do ano.

Bombeiros Pinhelenses recebem garrafas de água

Nesta fase de pandemia e com o verão a trazer muito calor, a Associação CSCRLamegal, fez a oferta de garrafas de água, aos Bombeiros Pinhelenses.

Nesta fase onde surgem incêndios, os soldados da paz têm de estar prevenidos para socorrer as comunidades.

Pinhel vai ter um Centro de Bem-Estar Animal

O Município de Pinhel pretende instalar um Centro de Bem-Estar Animal a ter lugar numa intervenção no antigo Parque de Leilões de Gado, onde o edifício e terreno envolvente foram adquiridos pela autarquia, num processo que teve início em 2016, ano em que foi celebrado o contrato de promessa compra e venda, sendo que a escritura de compra e venda foi outorgada no passado mês de junho.

Por sua vez, Rui Ventura, Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, refere que o Centro de Bem-Estar Animal é um equipamento que deve ser visto como uma prioridade, além de ter valências que poderão vir a torna-lo útil não só ao concelho de Pinhel, como também a concelhos vizinhos.

Terá uma área total de intervenção de mais de 8000m2, perto de 6000m2 serão de espaço verde exterior tendo em vista o bem-estar dos cães e gatos que aqui forem acolhidos, sem prejuízo para o bem-estar da comunidade.

Finalmente, importa referir que a construção deste equipamento representa um investimento na ordem dos 265 mil euros.

Pinhel – Cidade do Vinho 2020/2021 – Apresentação do vinho “Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020

Vão decorrer nos dias 24 e 25 de julho (sexta e sábado),  diversas iniciativas, em Pinhel, ligadas ao projeto Cidade do Vinho 2020/2021, com destaque para a apresentação do vinho “Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020”, comemorativo dos 250 anos da Cidade.

Em parceria com a Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e com a Associação das Rotas do Vinho de Portugal (ARVP), o primeiro

ponto do programa vai ser uma videoconferência dedicada à gastronomia portuguesa enquanto bem imaterial integrante do património cultural de Portugal.

Recorde-se que a 26 de julho de 2000 foi publicada em Diário da República a Resolução do Conselho de Ministro nº 96/20

00.

O que dava conta da intenção do Governo de “intensificar as medidas de preservação, valorização e divulgação da gastronomia nacional enquanto valor integrante do património cultural português”.

O que foi feito ao longo de 20 anos para atingir os objetivos traçados é a questão que vai ser abordada nesta videoconferência que será realizada a partir de Pinhel, dia 24 de julho, com início às 15.00h (e transmissão via facebook AMPV e Município de Pinhel), tendo como convidados um membro do Governo envolvid

o na resolução tomada em 2000, um membro da Comissão Nacional de Gastronomia então criada e, ainda, um membro do atual Governo.

Entre outras entidades convidadas a participar nesta videoconferência (e dada a estreita ligação entre Gastronomia e Vinhos) está também o Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, na qualidade de representante da Cidade do Vinho 2020/2021.

Ainda no âmbito des

ta iniciativa, no fim de semana de 24 a 26 de julho, o Município de Pinhel vai assinalar a efeméride oferecendo aos turistas que se encontram alojados nas unidades de turismo do concelho uma lembrança composta por Cavacas de Pinhel (doce tradicional que integrou a lista dos finalistas da fase distrital do concurso Sete Maravilhas Doces de Portugal, em 2019) e Vinho de Pinhel, produto de excelência que há largas décadas é um dos principais embaixadores do concelho.

 

 

 

 

 

 

 

Provas 6/6 | 24 de julho | 18.00h

 

Após o sucesso da primeira série das Provas 6/6, a Associação dos Municípios Portugueses do Vinho tem em curso a segunda temporada, desta vez em parceria com a Associação Portuguesa de Enologia e Viticultura.

Ao convite lançado pela AMPV — ficar em casa, sentar-se confortavelmente no sofá, abrir também uma garrafa de vinho e partilhar a sua experiência ou tirar as suas dúvidas com os provadores e os seus convidados — responderam milhares de portugueses que, todas as sextas-feiras, às 6 da tarde, têm assistido em direto a estas provas on-line.

Na sexta-feira, dia 24 de julho, o programa Provas 6/6 vai ser feito em direto de Pinhel, com início às 18.00h (e transmissão via facebook AMPV e Município de Pinhel).

Nesta edição, destaque para as participações de Luís Ribeiro, enólogo da Adega Cooperativa de Pinhel, Luís Santos Mendes (Península de Setúbal) e Manuel Almeida Garrett (Beira Interior). De referir ainda a participação especial do Município de Pinhel, Cidade do Vinho 2020-2021.

 

Apresentação do vinho “Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020” | 25 de julho | 21.30h

 

A fim de assinalar os 250 anos da Cidade, neste ano em que Pinhel também ostenta o título de Cidade do Vinho, o Município de Pinhel encomendou à Adega Cooperativa de Pinhel a produção de um vinho comemorativo da efeméride.

Tendo por base uma reserva de 2015, o “Pinhel Cidade Falcão 1770 – 2020” (Beira Interior – DOC Tinto) começou a ser engarrafado em meados de fevereiro e vai ser apresentado no dia 25 de julho (sábado), às 21.30h, no Jardim 5 de Outubro, em Pinhel, iniciativa que também terá transmissão direta através das redes sociais.

De referir que este lote de vinho contempla a produção de 13.000 garrafas de 0,75l, e 250 garrafas de 1,5l, 3l e 5l (respetivamente).

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar