Templates by BIGtheme NET
Início » Gouveia

Gouveia

COVID-19 –Gouveia encerrou os Equipamentos Municipais

Face à situação epidemiológica do País e da região, o Município de Gouveia decidiu encerrar ao público os seguintes equipamentos municipais:

-Museu Miniatura Automóvel

-Museu Abel Manta

-Espaço Arte e Memória

-Biblioteca Vergílio Ferreira

-Parque Ecológico

-Teatro Cine

-Posto de Turismo

Covid-19- Aumento galopante de casos na região é preocupante

Qual a explicação para o grande aumento de casos?

Neste mês de janeiro temos assistido a um grande aumento galopante de casos quer no distrito da Guarda ou Distrito de Viseu, as entidades competentes de saúde acham que foi o Natal, Passagem de Ano , será que foi?

Uma coisa é certa, na área de abrangência da ULS Guarda nestes  dias aumentaram mais de seiscentos novos casos, aliás, claro a desculpa é dos Lares.

Decerto uma quota parte tem a ver com os Lares, mas ficam as questões como lá entrou?

Mas como todos sabemos isto é , um círculo, os lares de facto têm um grande número de casos ativos e oxalá a vacina que já está a ser distribuída na região possa rapidamente chegar a todos, mas uma coisa é certa, temos localidades de pequena densidade populacional que temos famílias inteiras isoladas, isto significa que , a economia vai sofrer muito.

Agora pelo que vimos, as escolas vão laborar a todo gás a partir de segunda -feira em toda a parte, será que não vai ser um passo atrás, uma vez que existem muitos alunos e algum pessoal docente e não docente em isolamento.

De facto à de saudar, a medida de alguns Municípios em parceria com os Agrupamentos, que antes de arrancarem novamente as aulas testaram todo o pessoal.

Depois estamos em confinamento e as comunidades continuam a circular como nada se tratasse.

Agora fica a dúvida no ar? Qual a explicação para o grande aumento de casos?

Proteja-se a si e aos outros…...

AF Guarda- Competições distritais até ao próximo dia 30 de janeiro.

Em comunicado, a Direção da Associação de Futebol da Guarda informa que decidiu suspender todas as competições distritais até ao próximo dia 30 de janeiro.

Esta decisão vem no seguimento da reunião  entre a AFG e a FPF. “Uma vez que apenas foi obtida autorização para a realização de algumas provas organizadas pela FPF”, a direção da AFG  informa que também “Não foi concedida a autorização para a realização das provas distritais até ao fim deste período de confinamento (30 de janeiro)”.

Assim esta associação ainda refere no comunicado que: Quando vier a autorização para a disputa das provas distritais, seja já possível ter informações sobre a retoma da formação e o acesso do público aos estádios, e as autoridades de saúde o permitam marcarão uma reunião presencial com todos os clubes que estão a disputar as provas da AFG.

Eric Verbeeck e António Oliveira novos investidores no concelho de Gouveia

O Município de Gouveia acolhe investimento estrangeiro de cerca de 6 milhões de euros no âmbito do turismo residencial e de lazer e também investimento português no campo da Vitivinicultura.
Eric Verbeeck, um dos rostos deste investimento assume ter encontrado aqui o local ideal para instalar este projeto, que pretende ser “um hotel de turismo com outras valências”. A sua filosofia “passa por ajudar as pessoas a reencontrarem-se consigo mesmas” e oferecer “a atenção plena que o individuo necessita”.
Nas palavras do empresário, na nossa região mora o Portugal real, a “forma como as pessoas vivem, como as pessoas são, a forma como as pessoas se relacionam e são próximas umas das outras. A forma como as pessoas se relacionam com o meio ambiente, a natureza”, para além de reconhecer o lugar como muito bonito e inspirador, pesaram na sua escolha.
Assim, o New Life Portugal promete ser um negócio diferenciador que posicionará Gouveia no nicho do Turismo de Saúde e Bem-Estar.
Do prestigio do futebol para a vitivinicultura
De outro modo, António Oliveira, antigo jogador, treinador e selecionador, vai agora investir no concelho de Gouveia, mais concretamente na área da vitivinicultura.
Recentemente adquiriu em Vila Nova de Tazem, uma área de mais de 70 hectares de vinha, deste modo, o novo investidor referiu à revista do Município de Gouveia que :”A Região da Serra da Estrela do Dão, cercada por cinco serras beneficia de uma enorme interação entre o solo e a sua topografia, planaltos de rochas essencialmente graníticas e terrenos com boa drenagem, o que lhes confere uma tipicidade notável, uma estrutura clássica rara, que atravessam o tempo e as gerações”.

Confinamento em Portugal–Medidas e excepções aplicadas

O novo confinamento chegou com António Costa , primeiro.ministro de Portugal, a anunciar as medidas que entram em vigor às 00horas desta sexta-feira. Estas medidas serão revistas de 15 em 15 dias. “Seria iludir os portugueses dizer que tenho a esperança que em 15 dias possamos estar a aliviar estas medidas”, realçou o lider governamental.

  • Dever de recolhimento domiciliário semelhante ao de “março e abril” do ano passado.
  • Governo mantém em pleno funcionamento dos todos os estabelecimentos educativos (creches, escolas e universidades).
  • Teletralho obrigatório, com coimas agravadas em caso de incumprimento.
  • Coimas previstas para a violação das normas relativas à pandemia
  • A não sujeição a teste à chegada ao aeroporto será alvo de contraordenação (com coima a variar entre os 300 e os 800 euros);
  • Apoios vão ser alargados e as atividades forçadas a encerrar voltam a ter acesso ao ‘lay-off’ simplificado. O reforço das medidas de apoio vai também abranger o setor social. Os detalhes sobre o reforço dos apoios às empresas serão apresentados quinta-feira pelo ministro da Economia;
  • Princípio da continuidade territorial assegurado. Voos entre o Continente e os Açores e Madeira permanecem sem restrições;
  • Onde pode ir / o que pode fazer
    • Eleitores podem sair para votar nos dias 17 e 24 de janeiro;
    •  Mantêm-se abertos supermercados, mercearias, farmácias e dentistas e outros serviços de bens essenciais;
    • Restaurantes e cafés só poderão funcionar em take-away ou entrega ao domicílio. Mercearias e supermercados abertos, mas com lotação limitada a 5 pessoas por 100 m2;
    • É permitido o funcionamento de feiras e mercados, nos casos de venda de produtos alimentares;
    • Serviços públicos disponíveis mediante marcação prévia;
    • Tribunais mantêm-se abertos;
    • Funerais condicionados mas permitido. A fixação de um limite máximo de presenças será determinada pela autarquia local que exerce os poderes de gestão do respetivo cemitério;
    • Será possível fazer exercício ao ar livre;
  • Onde não pode ir / o que não pode fazer:
    • Cabeleireiros e barbearias vão ter de encerrar;
    • Todos os eventos  públicos proibidos, com excepção as ações de campanha eleitoral e celebrações religiosas (de acordo com as normas da DGS);
    • Ginásios, pavilhões e outros recintos desportivos estarão encerrados. Os jogos das seleções nacionais e da 1ª divisão sénior não terão público;
    • É proibido o consumo de bebidas alcoólicas em espaços ao ar livre de acesso ao público e vias públicas;
    • Equipamentos culturais voltam a ter de encerrar.

Exceções à regra:

Agora em relação ao comercio existe um agrande leque de estabelecimentos que podem estar abertos:

1- Mercearias, minimercados, supermercados, hipermercados;

2- Frutarias, talhos, peixarias, padarias;

3- Feiras e mercados;

4- Produção e distribuição agroalimentar;

5- Lotas;

6- Restauração e bebidas para efeitos de entrega ao domicílio, diretamente ou através de intermediário, bem como para disponibilização de refeições ou produtos embalados à porta do estabelecimento ou ao postigo (take-away);

7- Atividades de comércio eletrónico, bem como as atividades de prestação de serviços que sejam prestados à distância, sem contacto com o público, ou que desenvolvam a sua atividade através de plataforma eletrónica;

8- Serviços médicos ou outros serviços de saúde e apoio social;

9- Farmácias e locais de venda de medicamentos não sujeitos a receita médica;

10- Estabelecimentos de produtos médicos e ortopédicos;

11- Oculistas;

12- Estabelecimentos de produtos cosméticos e de higiene;

13- Estabelecimentos de produtos naturais e dietéticos;

14- Serviços públicos essenciais e respetiva reparação e manutenção (água, energia elétrica, gás natural e gases de petróleo liquefeitos canalizados, comunicações eletrónicas, serviços postais, serviço de recolha e tratamento de águas residuais, serviços de recolha e tratamento de efluentes, serviços de gestão de resíduos sólidos urbanos e de higiene urbana e serviço de transporte de passageiros);

15- Serviços habilitados para o fornecimento de água, a recolha e tratamento de águas residuais e ou de resíduos gerados no âmbito das atividades ou nos estabelecimentos referidos no presente anexo;

16- Papelarias e tabacarias (jornais, tabaco);

17- Jogos sociais;

18- Centros de atendimento médico-veterinário;

19- Estabelecimentos de venda de animais de companhia e de alimentos e rações;

20- Estabelecimentos de venda de flores, plantas, sementes e fertilizantes e produtos fitossanitários químicos e biológicos;

21- Estabelecimentos de lavagem e limpeza a seco de têxteis e peles;

22- Drogarias;

23- Lojas de ferragens e estabelecimentos de venda de material de bricolage;

24- Postos de abastecimento de combustível e postos de carregamento de veículos elétricos;

25- Estabelecimentos de venda de combustíveis para uso doméstico;

26- Estabelecimentos de comércio, manutenção e reparação de velocípedes, veículos automóveis e motociclos, tratores e máquinas agrícolas e industriais, navios e embarcações, bem como venda de peças e acessórios e serviços de reboque;

27- Estabelecimentos de venda e reparação de eletrodomésticos, equipamento informático e de comunicações;

28- Serviços bancários, financeiros e seguros;

29- Atividades funerárias e conexas;

30- Serviços de manutenção e reparações ao domicílio;

31- Serviços de segurança ou de vigilância ao domicílio;

32- Atividades de limpeza, desinfeção, desratização e similares;

33- Serviços de entrega ao domicílio;

34- Máquinas de vending;

35- Atividade por vendedores itinerantes, para disponibilização de bens de primeira necessidade ou de outros bens considerados essenciais na presente conjuntura, nas localidades onde essa atividade seja necessária para garantir o acesso a bens essenciais pela população;

36- Atividade de aluguer de veículos de mercadorias sem condutor (rent-a-cargo);

37- Atividade de aluguer de veículos de passageiros sem condutor (rent-a-car);

38- Prestação de serviços de execução ou beneficiação das Redes de Faixas de Gestão de Combustível;

39- Estabelecimentos de venda de material e equipamento de rega, assim como produtos relacionados com a vinificação, assim como material de acomodação de frutas e legumes;

40- Estabelecimentos de venda de produtos fitofarmacêuticos e biocidas;

41- Estabelecimentos de venda de medicamentos veterinários;

42- Estabelecimentos onde se prestem serviços médicos ou outros serviços de saúde e apoio social, designadamente hospitais, consultórios e clínicas, clínicas dentárias e centros de atendimento médico-veterinário com urgência, bem como aos serviços de suporte integrados nestes locais;

43- Estabelecimentos educativos, de ensino e de formação profissional, creches, centros de atividades ocupacionais e espaços onde funcionem respostas no âmbito da escola a tempo inteiro, onde se incluem atividades de animação e de apoio à família, da componente de apoio à família e de enriquecimento curricular, bem como escolas de línguas e centros de explicações;
44- Escolas de condução e centros de inspeção técnica de veículos;

45- Hotéis, estabelecimentos turísticos e estabelecimentos de alojamento local, bem como estabelecimentos que garantam alojamento estudantil;

46- Atividades de prestação de serviços que integrem autoestradas, designadamente áreas de serviço e postos de abastecimento de combustíveis;

47- Postos de abastecimento de combustíveis não abrangidos pelo número anterior e postos de carregamento de veículos elétricos;

48- Estabelecimentos situados no interior de aeroportos situados em território continental, após o controlo de segurança dos passageiros.

49- Cantinas ou refeitórios que se encontrem em regular funcionamento;

50- Outras unidades de restauração coletiva cujos serviços de restauração sejam praticados ao abrigo de um contrato de execução continuada;

51- Notários;

52-Atividades e estabelecimentos enunciados nos números anteriores, ainda que integrados em centros comerciais.

A regra é simples: cada um de nós deve ficar em casa”ressalva António Costa

“Não há cansaço que nos permita assumir esta dor coletiva de continuarmos a ter mais de uma centena de mortes por dia. Não é aceitável e temos de parar isto”, disse António Costa após o Conselho de Ministros de hoje.

Por isso, “a mensagem fundamental” é, segundo o primeiro-ministro, “regressar ao dever de recolhimento domiciliário”, tal como em março e em abril, quando foi possível travar com sucesso a primeira vaga.

Na perspetiva do primeiro-ministro, Portugal está a viver “um momento que é simultaneamente mais perigoso, mas também um momento de maior esperança”.

“Quando hoje vimos uma senhora de 111 anos, num Lar em Gouveia, a ser vacinada, isso acalenta-nos a esperança de saber que será possível vencer esta pandemia”, exemplificou.

No entanto, para Costa, quando hoje em Portugal morreram mais 156 pessoas por covid-19, na terça-feira mais 155, “um total de 535 pessoas que morreram vítimas da covid desde o passado domingo”, percebe-se que Portugal está “num momento mais perigoso”.

“Pior. O que torna este momento particularmente difícil é que a mesma esperança que a vacina nos dá de que podemos vencer a pandemia é a mesma esperança que alimenta o relaxamento que torna mais perigosa esta pandemia”, avisou.

Este é um dos aqueles momentos, apelou o chefe do executivo, em que mais uma vez é preciso mobilização “com sentido de comunidade”, sabendo que “o salvamento de cada um de nós depende do salvamento de todos nós”.

“Temos de novo, tal como fizemos no início desta pandemia, tal como tivemos de fazer em junho, tal como tivemos que fazer em outubro, de nos unir com o firme propósito de travar o crescimento da pandemia, esmagar esta curva, salvar vidas, proteger o SNS, apoiarmos os profissionais da saúde e tratar de nos ajudarmos uns aos outros a proteger a nossa saúde em conjunto”, explicou.

 

Área da Abrangência da ULSGuarda com 2315 casos ativos

Boletim Epidemiológico (08 de jan de 2021 a 12 de jan de 2021)//Área da Abrangência da ULSGuarda

Com a divulgação dos dados deste periodo, verificamos novo aumento de casos, cerca de 500 casos novos, 52 recuperados, 17 óbitos. Um total de 2315 (+426) casos ativos.

Assim na tabela de casos ativos:

Almeida-  39

Celorico-92

Figueira CR-209

Fornos de Algodres – 184

Guarda-639

Gouveia-275

Manteigas-7

Meda-244

Pinhel- 270

Sabugal-185

Seia- 112

Trancoso-205

VN Foz côa-61

 

Sessão de esclarecimento:Concurso para a Antiga Sede dos Serviços Florestais – Quinta do Seixal»

Fundo Revive Natureza vai ser apresentado

A Turismo Fundos, em colaboração com o Turismo do Centro de Portugal e com a Câmara Municipal de Gouveia, irá promover a realização de uma sessão de esclarecimento, via online, no próximo dia 14 de janeiro, quinta-feira, pelas 10h00.

A sessão pretende apresentar o Fundo Revive Natureza, bem como esclarecer sobre as condições do concurso para a exploração do imóvel denominado «Antiga Sede dos Serviços Florestais – Quinta do Seixal» e visa ainda proporcionar aos empresários o acesso a toda a informação para formalizarem a candidatura ao concurso, que teve início a 18 de novembro de 2020 e termina a 16 de fevereiro de 2021.

Os interessados poderão proceder à inscrição, que é gratuita, através do seguinte link: https://www.eventbrite.pt/e/bilhetes-revive-natura-135474286237

Recorde-se que o Fundo Revive Natureza tem por objetivo a requalificação, recuperação e valorização de imóveis públicos devolutos para fins turísticos, com vista a beneficiar as comunidades locais, a atrair novos visitantes e a fixar novos residentes.

O Fundo é gerido pela Turismo Fundos e participado pelo Estado Português, pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e pelo Turismo de Portugal.

Casa do Concelho de Gouveia em Lisboa deixa mensagem para 2021

Assim neste arranque de 2021, a Casa do Concelho de Gouveia em Lisboa, pela voz do seu Presidente, Joaquim Cabral, deixando uma mensagem para o novo ano a toda a comunidade gouveense e geral.

“Estimados associados, amigos e gouveenses, quero deixar uma mensagem de esperança e de muita confiança
para este ano de 2021. Espero que tenham passado um final de Ano de 2020, e este primeiro dia do Ano de 2021,
com muita saúde, Paz e muito Amor, com os corações cheios de esperança e Fé, para enfrentarmos a pandemia
que nos limitou, em todos os sentidos, a vida de cada um. Acabou o Ano de 2020, não deixou saudades nem
recordações positivas, bem pelo contrário, aniquilou as nossas actividades. Tudo parou, respeitando as leis
impostas pelas autoridades. Vamos em frente, não vamos perder a esperança e a confiança para darmos
continuidade às actividades da nossa EMBAIXADA, que a 1 de Dezembro de 2021, completa 70 Anos de vida, e
podermos fazer o Seu Aniversário com a dignidade que Ela merece. Vamos acreditar e ultrapassar esta barreira
para que este Ano de 2021, seja melhor para que todos possamos circular livremente, e prosseguirmos com as
nossas iniciativas. Fazendo um balanço do Ano de 2020, posso dizer que foi um Ano muito atípico, na medida em
que a partir do princípio de Março , todas as nossas atividades foram suspensas, devido à situação que o país
ainda está a enfrentar, e tudo ficou parado, incluindo o 69.o aniversário da Casa, que infelizmente não se realizou
com o programa que habitualmente é realizado. Neste primeiro dia de Janeiro de 2021, quero saudar e desejar
um Bom e Feliz Ano Novo, ao Senhor Presidente do Município de Gouveia, Dr, Luís Tadeu, assim como ao
Sr.Presidente da Mesa da Assembleia Municipal, Dr. Gil Barreiros, senhores Vereadores, funcionários e familiares.
Os mesmos Votos a todas as Colectividades e Bombeiros do Concelho, aos seus Dirigentes,muita força para
darem continuidade aos seus objectivos. Saudar e Felicitar com os mesmos Votos, toda a população do Concelho
de Gouveia, e acreditar que esta crise vai melhorar. Saudar e Felicitar com muito carinho, os Órgãos Sociais da
Casa do Concelho de Gouveia, que brilhantemente me acompanham nestas caminhadas, e dedicam o Seu Amor
à nossa Embaixada, para que Ela seja um exemplo a bem do Regionalismo e do Concelho de Gouveia, sempre
com o mesmo lema ” POR AMOR À NOSSA TERRA”. Também aos nossos queridos Sócios. que, estando na
área da grande Lisboa, em Gouveia ou na América, demonstram o carinho que têm e sentem pela Sua/Nossa
Casa. Pena é que o número de Associados não aumente mais, para repor aqueles que infelizmente faleceram,ou
outros com pouco interesse pela vida da Casa, até desistem não justificando o motivo. Nem todos os Concelhos
do País, têm uma Casa Regional na Capital e o Concelho de Gouveia, orgulha-se de ter a sua EMBAIXADA em
Lisboa desde 1951, fundada por ilustres Gouveenses, que hoje recordamos com muito respeito,onde queremos
levar em frente esta Obra em Sua homenagem. Lanço o repto à juventude de Gouveia onde quer que se
encontrem, acompanhem a vida da Casa através das Redes Sociais, e demonstrem o seu bairrismo, as suas
origens, que não podemos perder a nossa identidade. Se não tivermos novos Sócios a aderir à vida da Casa, será
uma situação preocupante. A Casa precisa de mais Sócios, a Casa é dos Sócios. A minha gratidão à Câmara
Municipal de Gouveia, pelo seu apoio imprescindível que concede à Nossa Embaixada, sem o qual não poderá
sobreviver. BEM-HAJAM !!
Um Novo Ano muito Feliz a todos com muita saúde e esperança no futuro”.

Feminino- Gouveense Sílvia Rebelo vence Taça da Liga pelo SL Benfica

Recentemente, o SL Benfica venceu,  a Taça da Liga Feminina, No Municipal de Aveiro vencendo, o SC Braga por 3-0, nesta final, com golos de Cloé Lacasse (44′); Ana Vitória (64′); Nicole (74′).

Assim foi uma partida em que a gouveense Silvia Rebelo atuou como capitã da tirma encarnada agora orientada por Filipa Patão.

Estádio Municipal de Aveiro, Aveiro
Final da Taça da Liga 2019/20

Árbitro: Teresa Oliveira
Árbitros assistentes: Vanessa Gomes e Cátia Tavares
4.º Árbitro: Filipa Cunha
Vídeo-árbitros: Fábio Veríssimo e Pedro Martins

SL Benfica: Carolina Vilão, Sílva Rebelo – Cap., Matilde Fidalgo, Andreia Faria (Francisca Nazareth, 75′), Ana Vitória (Christy Ucheibe, 87′), Carole Costa, Catarina Amado, Cloé Lacasse (Joline Amani, 90+2′), Pauleta, Nicole (Amélia Silva, 87′) e Beatriz Cameirão.
Suplentes não utilizadas: Mariana Diogo, Ana Seiça, Mariana Alberto.
Treinador: André Vale
Golos: Cloé Lacasse (44′); Ana Vitória (64′); Nicole (74′)
Disciplina: cartão amarelo a Beatriz Cameirão (39′), Catarina Amado (56′) e a Cloé Lacasse (75′)

SC Braga: Marie Hourihan, Andreia Norton, Cindy Konig (Laura Luís, 61′), Regina Pereira (Érica Costa, 74′), Nágela, Dolores Silva, Ágata Filipa, Diana Gomes, Myra Delgadillo (Sofia Silva, 83′) Jermaine (Ana Teles, 84′) e Rayanne.
Suplentes não utilizadas: Bárbara Marques, Eduarda Silva e Barbosinha.
Treinadora: Miguel Santos
Golos: -.
Disciplina: cartão amarelo a Andreia Norton (65′) e ao treinador Miguel Santos (37′)

foto e ficha:FPF

Bombeiros de Gouveia, Melo, Folgosinho e Vila Nova de Tazem receberam nebulizador

Um presente para 2021 dado pelo Município de Gouveia que ofereceu um nebulizador de desinfeção de espaços e superfícies, para as quatro corporações de Bombeiros, neste caso, Gouveia, Melo, Folgosinho e Vila Nova de Tazem.
A comitiva composta pelo Presidente e Vice-Presidente da Câmara Municipal de Gouveia, Luís Tadeu e Jorge Ferreira, entregaram recentemente este novo equipamento às quatro Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do concelho gouveense.
O referido equipamento servirá de apoio ao trabalho dos bombeiros, nomeadamente na desinfeção das viaturas de transporte, a fim de garantir a segurança de efetivos e utentes.
Com esta oferta simbólica, o Município de Gouveia pretende agradecer aos homens e mulheres que compõem estas corporações, todo o trabalho, colaboração e empenho num ano tão atípico e tão exigente como foi o de 2020, aproveitou também para desejar um Feliz Ano Novo, com muita saúde e segurança para todos.