Templates by BIGtheme NET
Home » Gouveia (page 84)

Gouveia

Vítor Pereira disponível para liderar CIM das Beiras e Serra da Estrela

 

Novo edil da Câmara da Covilhã deve ser candidato contra Álvaro Amaro (Guarda) e Paulo Fernandes (Fundão).

Antevê-se
uma disputa a três na corrida pela presidência da novel Comunidade
Intermunicipal (CIM) das Beiras e Serra da Estrela, entidade que vai
integrar 15 concelhos dos distritos da Guarda e de Castelo Branco.
Álvaro Amaro e Paulo Fernandes, autarcas da Guarda e do Fundão, já
tinham manifestado vontade de serem candidatos, mas Vítor Pereira, novo
presidente do município da Covilhã, também está disponível para liderar
aquele órgão. No final da primeira reunião do novo executivo
covilhanense, Vítor Pereira considerou que «estas questões não se
resolvem com afirmações públicas de candidatura», mas sim «em diálogo
profícuo com os parceiros da CIM», defendendo que a Covilhã, «sem
sobranceria e sem querer suscitar animosidade com quem quer que seja,
tem um papel fundamental em todo este processo, tem tido um papel
importante na Comurbeiras e vai tê-lo certamente» na nova CIM. Deste
modo, o autarca garantiu aos jornalistas que «obviamente» não descarta a
possibilidade de também ser candidato, o que considera um «desafio
aliciante e importante na perspetiva do desenvolvimento regional». O
edil confessa-se um «fervoroso adepto da cooperação intermunicipal», daí
que, uma vez eleito presidente da Câmara da Covilhã, dispõe agora da
«oportunidade de pôr em prática esse meu entendimento e penso que é
chegada a hora de dar corpo a essa vontade de cooperar com os nossos
municípios vizinhos e que integram a CIM das Beiras e Serra da Estrela».
De resto, o presidente da Câmara da Covilhã considera que o facto de
ser candidato não irá criar animosidade com o concelho do Fundão,
sustentando que a nova Comunidade tem «vários órgãos», dois
vice-presidentes e que seria «redutor banalizar a importância da
Comunidade à problemática da sede ou da presidência ou
vice-presidência». Para Vítor Pereira, «o mais importante é o que todos
nós, com lealdade e solidariedade, podemos fazer em termos de
cooperação, tendo sempre em vista a coesão territorial e o
desenvolvimento económico e social sustentado da região». O edil advoga
que esta deve ser a prioridade que «mais nos deve preocupar, mais do que
propriamente os cargos em si» e «estou certo que a problemática do
cargo será ultrapassada no âmbito deste espírito». A criação da CIM das
Beiras e Serra da Estrela foi aprovada em março deste ano quando a
Assembleia da República votou o novo mapa de organização territorial que
faz coincidir as CIM com as sub-regiões NUT III. Os 12 concelhos da
Comurbeiras unem-se assim aos três da Serra da Estrela para formar a CIM
das Beiras e Serra da Estrela, que passa a ser constituída pelos
municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de
Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão Gouveia, Guarda, Manteigas,
Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso. A sua população rondará os 236
mil habitantes.
Covilhã quer organismo com «autonomia» no turismo
Após a reunião do executivo, Vítor
Pereira mostrou-se contra a extinção do Polo de Turismo da Serra da
Estrela e considerou que «o turismo deve ser concebido de uma forma mais
vasta e que não se defende a marca Serra da Estrela com uma
“delegaçãozinha” na Guarda». Recorde-se que no seu discurso de tomada de
posse, Álvaro Amaro, novo presidente da Câmara da Guarda, anunciou que a
cidade vai acolher uma delegação da Serra da Estrela da entidade
regional da Turismo do Centro. O autarca covilhanense realça que a
região de turismo mais antiga do país, com 57 anos, estava sediada na
cidade, defendendo que «devemos continuar a lutar no sentido de que essa
região se mantenha e estamos esperançados que no futuro regresse à
Covilhã e à região um polo, um organismo que tenha autonomia e que não
seja uma pequena “extensãozinha” da Turismo do Centro. Vítor Pereira
considera que se está a assistir à «”litoralização” do turismo» e que a
região «defende-se com um organismo que a valorize, que tenha autonomia e
que não seja um mero representante de uma forma muito diluída de um
organismo tão vasto e tão litoralizado que acolhe mais de 100
municípios». De resto, o edil critica a «lógica» de se fazer coincidir
as delegações com as capitais de distrito, «uma figura obsoleta,
anacrónica do ponto de vista jurídico-administrativo» e que «não é boa
ideia porque estão a relegar para segundo plano municípios como o da
Covilhã com a importância e a projeção que sempre teve no domínio do
turismo». O presidente do município teme que, à semelhança do que já
sucedeu com a ex-Região dos Templários, em Tomar, também os funcionários
do extinto Polo da Serra da Estrela venham a ser despedidos.

Gouveia apoia a cultura e o desporto local

 
Município de Gouveia entrega 2ª tranche dos subsídios ordinários 

O
Município de Gouveia entregou a 2ª tranche dos subsídios ordinários às
coletividades do concelho de Gouveia (30 outubro). A sessão decorreu no
Salão Nobre dos Paços do Concelho com a presença das coletividades que
em 2013 completaram o processo de candidatura.
A
dotação global dos subsídios ordinários entregue às coletividades do
concelho de Gouveia ascende a 120 mil euros. A entrega da 2ª tranche dos
apoios anuais no valor de 59.964,00€ completa o processo do corrente
ano, após em julho, o Município ter entregue a 1ª tranche dos apoios.


Luís
Manuel Tadeu Marques, Presidente da Câmara Municipal de Gouveia,
reforçou o compromisso de continuar apoiar as atividades culturais,
desportivas e recreativas promovidas pelas coletividades do concelho
dando como exemplo o investimento que o Município de Gouveia tem
efetuado através dos subsídios ordinários. “Desde 2010 até hoje
entregámos às associações do concelho mais de meio milhão de euros
(554.621,00 €) num quadro económico adverso em que o Município de
Gouveia perdeu cerca de 1 milhão de euros em transferências diretas.

“Os
apoios que anualmente atribuímos às associações são a demonstração
direta do envolvimento e reconhecimento da autarquia pelos contributos
sociais proporcionados à comunidade. Estimamos que em 2014 vamos
continuar a ver reduzidas as transferências para o município face ao
quadro de constrangimento económico que o país atravessa e que se
reflete no orçamento de estado. O nosso contributo para 2014
obrigatoriamente vai refletir estas condicionantes sempre salvaguardando
o papel de relevo que o associativismo possui no concelho de Gouveia”
referiu o Presidente da Câmara, Luís Manuel Tadeu Marques.
Em
2013 os subsídios ordinários apoiam 44 associações do Concelho onde se
incluem os grupos folclóricos, as bandas filarmónicas, grupos de corais e
teatrais, clubes desportivos e diversas associações recreativas e de
lazer que completaram o processo de candidatura.
A
atribuição dos subsídios ordinários às coletividades resulta do forte
compromisso assumido pela autarquia com o associativismo cultural e
desportivo promovendo uma política que valoriza a formação e promoção de
iniciativas de envolvimento comunitário que valorizam a identidade, as
tradições e a cultura local.
A
atribuição dos subsídios anuais às coletividades do concelho de Gouveia
ocorre após a entrega dos respetivos planos de atividades ao município e
respetiva ponderação dos projetos e atividades desenvolvidas durante o
corrente ano pelas diversas instituições.

fonte:Municipio de Gouveia

Gouveia acolhe Open Regional de Downhill Nos dias 26 e 27 de outubro,vai receber a terceira etapa do Open Centro de Downhill 2013.

Fonte: Shutterstock Images - Licença Standard A
prova de Gouveia vai encerrar a competição regional da modalidade numa
pista já previamente testada e reconhecida entre o alto do Tovio e o
paddock localizado na Escola Apostólica Cristo Rei. A competição irá
decorrer nos dias 26 e 27 de outubro estando o dia de sábado e a manhã
de domingo destinada aos treinos livres e a tarde para a competição
cronometrada dividida em duas mangas. O open do centro de Downhill é uma
organização do Bike Clube de Coimbra que está apostado em realizar
provas com maior envolvência de atletas, mais espetaculares e com
melhores condições logísticas para atletas e equipas. As inscrições na
prova podem ser efetuadas através do site www.bikeclubecoimbra.com A
terceira etapa do Open Centro de Downhill vai decorrer na pista de
downhill inaugurada em março na encosta do Farvão, com um percurso com
2,5 km aproveita o declive acentuado da vertente com início no “alto do
tovio”, área pertencente à mata da Câmara, e final na Escola Apostólica
Cristo-Rei (seminário). As excelentes condições orográficas da encosta
do Farvão complementadas pelas infraestruturas existentes na Escola
Apostólica Cristo-Rei (seminário), onde ficam localizados os padock’s,
áreas de apoio, zona de chegada, áreas de lazer criam um espaço natural
de inegável qualidade para a prática do downhill.
PROGRAMA
Horário dos Treinos Livres – 26 de outubro de 2013
14h00 – Início dos Treinos
18h00 – Fim dos Treinos
Horário da Prova – 27 de outubro de 2013
09h00 – Início dos Treinos
12h00 – Fim dos Treinos
14h00 – Primeira Manga da Prova
16h00 – Manga Final da Prova
 
fonte:espelho da interioridade

Álvaro Amaro promete auditoria à Câmara da Guarda

 

O
novo presidente da Câmara Municipal da Guarda, o social-democrata
Álvaro Amaro, disse este sábado que vai fazer uma auditoria económica,
financeira e social, com o objetivo de conhecer a situação em que a
autarquia se encontra.

“Como
afirmámos repetidas vezes [durante a campanha eleitoral], queremos
conhecer a radiografia económica, financeira e social” da autarquia,
disse este sábado Álvaro Amaro, eleito pela coligação PSD/CDS-PP, por
ocasião da cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos autárquicos do
concelho. O social-democrata deixou claro que a “auditoria ou
radiografia à questão económica, social e financeira é um instrumento de
gestão e, em caso algum, de suspeição”. “É absolutamente natural que
todos queiramos saber de uma forma ou de outra, o que temos, o que
devemos e o que necessitamos”, justificou. O novo presidente da Câmara
da capital de distrito, que sucede ao socialista Joaquim Valente, também
anunciou que irá reformular a atual estrutura orgânica do município da
Guarda. “Venho para avaliar e ajustar a administração municipal às
prioridades funcionais que definiremos. Em tempo de condicionamento de
recursos, é necessário ponderar onde e como gastar”, alertou. A reforma e
modernização dos serviços terá uma “atenção especial” do novo
executivo, prometeu, sublinhando que o objetivo é a “reaproximação
permanente entre o cidadão e a estrutura do município”. Álvaro Amaro
disse ter “consciência que a racionalização de recursos” exige,
porventura, “um combate sério ao desperdício e exige a articulação das
competências funcionais entre o poder central e o poder local”. Apontou
que a Câmara de Castelo Branco, com 56 mil habitantes, possui 377
funcionários na autarquia, nos serviços municipalizados e na empresa
municipal, quando a Guarda, com 43 mil residentes, tem um total de 681
colaboradores. “Temos de encontrar explicações plausíveis para esta
situação”, observou o autarca, deixando claro que, tal como afirmou na
campanha eleitoral, não irá “despedir ninguém”. Amaro também prometeu um
município “amigo dos seus munícipes, procurem eles uma simples
informação ou apresentem um projeto qualquer de investimento”. No seu
discurso, Álvaro Amaro defendeu ainda a necessidade de a Guarda tirar
proveito da sua posição geoestratégica, por ser uma “importante porta
para a Europa e da Europa”. Também anunciou que a cidade vai ter uma
delegação da Entidade Regional de Turismo do Centro, para “valorizar,
dinamizar e potenciar a marca Serra da Estrela”, e que a autarquia irá
realizar uma Feira Ibérica do Turismo. Álvaro Amaro, que liderou a
autarquia de Gouveia nos últimos três mandatos, candidatou-se à Câmara
da Guarda nas eleições autárquicas de 29 de setembro e obteve maioria
absoluta, derrotando o PS que geria o município desde as primeiras
eleições autárquicas (1976). A coligação PSD/CDS-PP elegeu cinco
vereadores e o PS apenas dois.

fonte:Lusa

Orçamento Estado 2014: CIM Beiras e Serra da Estrela com 308.724 €

Orçamento Estado 2014: CIM Beiras e Serra da Estrela com 308.724 €

Agora que o Orçamento de Estado para 2014 foi conhecido, o parlamento
irá discutir na generalidade e na especialidade. A proposta do governo
para orçamento de 2014 prevê atribuir à nova reforma administrativa, às
freguesias 260 milhões de Euros. 
As Comunidades Intermunicipais receberão 4.303.622 €, valor inferior ao
corrente ano de 2013, de acordo com a proposta OE2014 , a Comunidade
Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, do qual Gouveia faz parte,
 receberá o valor de 308.724 €, será a região que irá receber mais no
ano 2014, contrastando com a região do Alentejo Litoral que receberá
apenas 127.426 €. No presente ano de 2013 a Comunidade Intermunicipal
Serra da Estrela ( Gouveia, Seia e Fornos de Algodres), já extinta foi a
que menos recebeu, no valor de 56.122 €.
fonte:Jornal OHerminio

PS/Guarda indignado com possivel fecho de 10 repartições de finanças no distrito da Guarda

PS/Guarda considera lamentável possível fecho de repartições de finanças

De acordo com o mapa da alegada reorganização dos serviços de
finanças, divulgado hoje pelo jornal Diário de Notícias, vão encerrar no
distrito da Guarda as repartições de Aguiar da Beira, Almeida, Celorico
da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Manteigas,
Mêda, Pinhel, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.

A confirmar-se a notícia, ficam apenas em funcionamento as repartições de finanças de Guarda, Seia, Gouveia e Sabugal.
fonte:Lusa

Apoios às Deslocações dos Alunos dos Cursos de Especialização Tecnológica e do Ensino Superior

 
Abertas candidaturas para os Apoios às Deslocações dos Alunos dos
Cursos de Especialização Tecnológica e do Ensino Superior 

Até ao dia 31 de outubro estão abertas as inscrições para os Apoios às Deslocações dos Alunos dos Cursos de Especialização Tecnológica e do Ensino Superior no gabinete de apoio ao munícipe do Município de Gouveia.

O
Município de Gouveia comparticipa uma viagem (ida e volta) por mês
entre Gouveia e a local de frequência do ensino superior ou do curso de
especialização tecnológica a todos os estudantes com residência no
concelho de Gouveia.

Consulte o AvisoDescarregue o formulário

 
fonte:Município de Gouveia

Autarquias 13-Os novos presidentes camara no distrito da Guarda

Distrito da Guarda – Assim ficou resultado das eleições
 Meda- Anselmo Sousa – PS

Aguiar da Beira: Joaquim António Marques Bonifácio (INDEP)
Almeida: António Baptista Ribeiro (PSD/CDS)
Celorico da Beira: José Francisco Gomes Monteiro (PS)

Fig Castelo Rodrigo: Paulo José Gomes Langrouva (PS)
Fornos de Algodres: António Manuel Pina Fonseca (PS)
Gouveia: Luis Tadeu (PSD/CDS)
Guarda: Álvaro Amaro (PSD/CDS)
Manteigas: José Manuel Custódia Biscaia (PSD)
Mêda:
Pinhel: Rui Manuel Saraiva Ventura (PSD/CDS)
Sabugal: António dos Santos Robalo (PSD/CDS)
Seia: Carlos Filipe Camelo Miranda de Figueiredo (PS)
Trancoso: Almícar José Nunes Salvador (PS)
Vila Nova de Foz Coa: Gustavo de Sousa Duarte (PSD)
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar