Templates by BIGtheme NET
Home » Guarda (page 126)

Guarda

Volta a Portugal anda pela Serra da Estrela

multimedia0607mediaresol_250x226A Volta a Portugal em Bicicleta anda pelo distrito da Guarda no dia de hoje (3 de Agosto) e dia de amanhã, com uma chegada à cidade da Guarda e uma partida de Figueira de Castelo Rodrigo.

A etapa rainha da Volta  começou em Belmonte e chegar à cidade mais alta de Portugal, depois da comitiva ter subido por duas vezes à Torre, irá com direção à chegada à Guarda com um final de etapa em empedrado sempre difícil.

Uma etapa que o seu final vai entrar através de Manteigas e fazer a ligação por Valhelhas e ir com direção a aldeias como Fernão Joanes, Maçainhas e por fim um final de etapa inédito no local que vai acontecer.

No dia seguinte os ciclistas vão sair de Figueira de Castelo Rodrigo com direção a Castelo Branco e fazerem passagens pelo concelho de Almeida e concelho do Sabugal antes de chegarem ao distrito de Castelo Branco.

Por:Miguel Machado

foto:Site da volta

Amadeu Poço reeleito na AF Guarda

2007_amadeu_pocoNa noite desta sexta-feira, realizaram-se as eleições para os órgãos sociais da Associação de Futebol da Guarda, onde apenas uma lista se apresentou a sufrágio,saindo vencedora com larga maioria a lista encabeçada por Amadeu Poço.

Esta lista  obteve 113 votos a favor contra 4 votos em branco, num conjunto de todos os clubes e mais  15 sócios honorários a votarem. Nestas eleições votaram 15 sócios honorários que podem exercer o direito de voto, onde um deles foi o Núcleo de Árbitros de Futebol da Guarda.

Com estas eleições também ficou conhecido o novo Conselho de Arbitragem, liderado por Eduardo Bernardo tendo como seus vice-presidentes Fábio Cardoso, Jorge Santos e Constantino Logarinho.

Por:MM/SB

Filipa Rodrigues novo reforço do Estoril

Grande contingente serrano nas canarinhas

13731030_1231857126846805_8198397749024008470_oDepois de Daniela Alves, Bia Meio-Metro e Inês Silva, antigas atletas da Fundação Laura Santos,  saírem para o Estoril, eis que mais uma ex atleta serrana se junta a este lote de atletas, Filipa Rodrigues, que foi campeã nacional no At.Ouriense, aceitou o desafio e rumou à turma canarinha.

O Estoril vai ser a seleção das beiras, também vai proporcionar algumas excursões de serrano ao Coimbra da Mota para ver as atletas da Serra.

Os canarinhos estão a apostar forte nesta nova temporada.

Por:António Pacheco

Silvia Rebelo e Inês Silva no Sp.Braga e Estoril

Silvia-rebelo-1Depois de confirmadas as saídas de Daniela Alves e Bia Meio-Metro para o Estoril, mais saídas na Fundação Laura Santos, agora a vez das internacionais Inês Silva para o Estoril e do símbolo maior do clube, Silvia Rebelo, que vai rumar ao Sp.Braga.

Face a isso ambas atletas irão ter oportunidade de caminhar de forma diferente e claro continuar também a representar a seleção nacional.GetPhotoControl.ashx

Dificuldades acrescidas irá ter a Fundação para continuar com uma grande equipa, agora no nacional de promoção mas com hipótese de tentar o melhor.

Por:António Pacheco

Conversa com Presidente BV Fornos de Algodres, Fernando Rodrigues

                                              Muita união e dedicação conduziu ao sucesso

IMG_2150 Após um ano e meio à frente dos destinos da Associação Humanitária dos Bombeiros de Fornos de Algodres, Fernando Rodrigues, em conversa, acabou por fazer um balanço desse trabalho.

Magazine serranoRecentemente, os BV Fornos de Algodres alcançaram o 4º lugar na campanha Quartel Eletrão a nível nacional, um feito importante?

Fernando Rodrigues – Muito importante, dado que ultrapassou as nossas expetativas, pois estávamos a competir com o País inteiro, as pessoas aderiram bem, o nosso corpo ativo fez um bom trabalho na divulgação e foi um sucesso, dado que, as pessoas aderiram bem e estão também de parabéns. Hoje existe um local onde se pode depositar os aparelhos sem vida e as pessoas estão agora mais sensibilizadas, sendo nós um Quartel eletrão.

MS – Também Pinhel alcançou o mesmo lugar, mais uma localidade do distrito da Guarda?

FR– Também eles concorreram a primeira vez, creio eu, o facto de  haver duas corporações do distrito da Guarda, nos lugares cimeiros é honroso, é sinal que ele tão bem organizados e também se preocupam com estas causas que são problemas da sociedade, ou seja, há bem pouco tempo, as pessoas deixavam os eletrodomésticos em qualquer lado ou mesmo em casa, hoje estão mais sensibilizados a cuidar do ambiente.

MS- Abriu-se uma nova campanha e os BV Fornos de Algodres, passam a dispor de um local para recolher eletrodomésticos e outros?

FR– Sim, fizemos um protocolo, somos um quartel eletrão, as pessoas podem entregar nos bombeiros todos esses excedentes elétricos, lâmpadas e pilhas.

Também existem outros projetos de sucesso, tivemos as tampinhas, onde já fomos buscar duas cadeiras, estamos agora a trabalhar para mais uma cadeira e a reflorestação das zonas ardidas, que anualmente, no dia da árvore plantamos novas árvores, apesar de ainda existir gente contra esse trabalho como aconteceu este ano, que foram arrancadas essas árvores, não sabemos porquê.

Agora é chato quando os Bombeiros tentam reflorestar e alguém vem estragar esse trabalho, mas não é por aí, que vamos parar, porque vamos continuar a fazer esse trabalho.

Esta é uma campanha que já vamos estar perto das populações, temos falado com a Câmara, com as freguesias, agora tem de haver disponibilidade de toda a gente.

É importante que todas as instituições , associações e população em geral estejam connosco.

MS- Este ano apresentação do DECIF 2016 distrital foi apresentado em Fornos de Algodres, dá motivo de alegria por ter sido nesta localidade?

FR– Foi importante dado que a zona operacional estava toda, também as pessoas que nos escolheram foi porque Fornos de Algodres sabe acolher, receber, faz parte da maneira de ser da vila, é motivo de orgulho ter o SecIMG_2172retário de Estado entre outras entidades.

MS-Face ao muito calor que se vai fazendo sentir e depois do Inverno rigoroso, podem vir dias difíceis a nível de incêndios?

FR- Esperemos que não, e pela informação do nosso comando, e pelas reuniões que vão tendo, espera-se um verão difícil, ultimamente no nosso concelho, temos tido sorte, pois não tem havido grandes incêndios. Agora a aposta passa pela prevenção, os bombeiros não podem fazer tudo, se as pessoas que tem terrenos e matas forem limpando, tudo se descomplica e porque todos juntos tudo é mais fácil.

 MS- Que balanço faz deste ano e meio de mandato?

FR – É muito positivo perante aquilo que encontramos, os bombeiros tinham um défice à volta dos 35 mil euros, e hoje posso assegurar que não devemos nada a ninguém, toda a gente recebe a tempo e horas, fruto de muito trabalho, temos outras ideias, conseguimos motivar de maneira diferente o corpo ativo, Sem eles era mais difícil, aqui uma vez mais um agradecimento ao corpo ativo pelo trabalho, tem estado com a direção, nas diversas atividades que nos ajudam a fazer e noutras que são da iniciativa deles, para que sejamos todos mais fortes, estejamos mais bem equipados.

Temos mais de 12 atividades por ano, e todos juntos a remar para o mesmo lado, tudo se torna mais fácil, temos dado tudo aquilo que o comando nos pede para o corpo ativo.

Agora no futuro mandato, se continuarmos ou não, isso ainda não está definido, gostava de aumentar IMG_2093os nossos colaboradores, uma vez que nos anos anteriores tal não tem acontecido devido às dificuldades, temos feito alguns cortes,  mas podemos afirmar que não devemos nada a qualquer fornecedor.

Temos outras prioridades, agora precisamos de uma ambulância e um projeto de viatura de fogos florestais que já encontrou na Proteção Civil.

Fizemos agora o peditório para esta nova ambulância e vamos tentar ser a um curto prazo, dado que com o fecho dos hospitais obriga a mais deslocações para Guarda e Viseu e isso causa um desgaste enorme nos carros, aliás neste mandato já comprámos uma, mas precisamos outra.

MS- Novas atividades extra para angariar fundos para nova ambulância até final do ano?

FR– Sim, no verão não, mas a partir de setembro vai haver mais uma ou duas, as juntas de freguesias também podem ajudar, dado que a população vai ajudando sempre.

 MS – O almoço anual em Lisboa é importante sempre?

FR– Foi iniciado pelo Álvaro Melo , que já não está entre nós, com o David e agora comigo, tem sido um sucesso, ao longo dos anos, todos os sócios e amigos dos bombeiros residentes em Lisboa e arredores, vão marcando presença e claro é uma forma de convívio, mas uma grande mais valia financeira no final do ano.

 MS – Hoje em dia ser presidente dos Bombeiros não é tarefa fácil?

FR – Não, se apenas ouvirmos as críticas, vamos embora no dia seguinte, agora quando o corpo ativo está connosco, temos uma direção jovem, dinâmica, forte e gosta de trabalhar, agora enquanto cá estivermos vamos fazer o melhor, e pra já temos tido muito sucesso, claro sem o corpo ativo, nada era possível, porque são eles a razão de uma direção, porque todos gastamos muito tempo, mas vamos continuar empenhados e com o apoio que temos destes homens, vamos fazer coisas boas nesta associação.

 MS – Pelo Natal foi inaugurada a galeria de presidentes e comandantes um momento de destaque?

FR – Foi feita, porque havia uma que ninguém via, todos estes comandantes e presidentes mereciam outro destaque e assim o fizemos, como outras obras de restruturação para que os bombeiros se sintam bem.

Temos um projeto para remodelar o quartel por cima das garagens, nesse intuito, temos a planta feita tem havido complicações , e devido ao quartel ter menos de 15 anos, não vamos parar,  agora vamos continuar a trabalhar para que possa ser uma realidade no futuro.

 MS – O que ficou por fazer neste mandato?

FR– Uma das coisas que gostaríamos que fosse pra frente ,é em relação da nossa orquestra de música, tivemos 260 candidatos, portugueses e espanhóis foram escolhidos 45, não a conseguimos pôr a trabalhar, em Fornos a cultura ainda a trabalhamos, agora a nível nacional pouco apoios existem.

Mas a nível do projeto da escola continua com mais de 20 crianças e continuamos com a academia de direção de Banda onde temos 20 alunos, grande parte espanhóis, a nível financeiro é bom, este ano queremos chegar aos 30 alunos, também temos um grande maestro mundial Jan Cover, que gosta de vir a Fornos.

Recentemente tivemos o concerto da Banda Sinfónica da PSP, com o exame final de direção de banda, com dois maestros espanhóis, Daniel Ros e Pedro Villaroel, um grande momento musical nesta vila de Fornos.

 MS – A nível da direção existe vontade para continuar?

FR – Vamos ver, a direção está unida, sabendo que tiramos tempo às famílias, agora se tivermos o corpo ativo ao nosso lado e sempre com vontade, não os podemos deixar defraudados.

Agora mais para a frente, depois do verão vamos pensar queremos fazer mais mandato de três anos.

 MS- Como é a relação com as outras corporações?

FR– Relação muito boa, porque os bombeiros são muito bons, ouço falar outros comandantes e presidentes que quando os de Fornos chegam tudo fica melhor, porque são trabalhadores, homens com H grande, é um orgulho ouvir falar deles assim.

Agora também fazemos formação, pois novas regras, e os cursos têm de estar atualizados e também trabalhamos nesse campo.

Deixo um agradecimento geral, as pessoas gostam dos bombeiros, as pessoas ajudam, e sabem que podem contar connosco, apenas peço que continuem a ajudar os bombeiros, porque são de todos.

Reportagem de António Pacheco

Festa de encerramento da sétima edição do programa Fornos Vida

IMG_1053 A Câmara Municipal de Fornos de Algodres promoveu a festa de encerramento da sétima edição do programa Fornos Vida, na passada sexta-feira, 15 de Julho.
Uma jornada cultural e recreativa que pretendeu proporcionar o convívio entre a população Sénior Fornense inscrita no programa Fornos Vida.
O encerramento deste ano decorreu no Seminário São José, e teve como principal atividade no período da manhã, a realização de jogos tradicionais.
Finalizada a parte da manhã, os alunos almoçaram nas próprias instalações do seminário para aí desfrutarem de um almoço (picnic) entre todos os grupos do projeto. Durante a tarde decorreu o tradicional “bailarico”. Onde não faltou boa disposição e muita alegria.
O Projeto Fornos Vida tem um papel fundamental na atividade física orientada regular, para seniores, vocacionada para a promoção da saúde e bem-estar. A autarquia está satisfeita com o elevado número de seniores que tem participado neste programa, frequentando neste momento 231, distribuídos por 16 grupos.IMG_1068
O programa Fornos Vida tem por objetivo aumentar a interação social, diminuir o isolamento, aumentar os níveis de independência e autonomia, ocupar os tempos livres e promover o bem-estar, no que toca à perspetiva social.
O projeto visa ainda proporcionar uma melhor saúde para os seniores através do aumento da sua aptidão cardiovascular, dos níveis de força e resistência musculares, da manutenção e ou atenuamento da perda de flexibilidade, coordenação e equilíbrio, e da diminuição dos fatores de risco relacionados com o envelhecimento.
Por: CMFA
Fotos :AP

Amadeu Poço pode ser único candidato à AF Guarda

O atual presidente da Associação de Futebol da Guarda, Amadeu Poço já apresentou programa de Ação para as eleições na Associação de Futeb2007_amadeu_pocool da Guarda

Deverá ser o único candidato às eleições que se realizam no próximo dia 29 de Julho.

O dirigente, que se prepara para iniciar o 4º mandato á frente dos destinos da AFG, já terá o apoio da maioria dos clubes e anunciou, no final da semana passada, o programa de ação que pretende implementar nos próximos anos. A lista não deverá sofrer muitas alterações em relação ao último mandato.

Tem como pontos de destaque para o próximo mandato: Dar prioridade à formação de atletas e agentes desportivos; criar incentivos aos associados que mais se destaquem na sua linha de conduta; reforçar os meios à disposição da Associação de Futebol da Guarda no sentido da transparência e justiça em todas as atividades; tomar medidas que levem ao aumento do número de praticantes no futebol e futsal; dar continuidade a cursos de árbitros e treinadores e formação dos restantes agentes desportivos; solicitar junto da Federação Portuguesa de Futebol a efetivação de eventos desportivos na região; lutar pela diminuição de custos a atividades dos sócios; atender sempre os clubes que solicitem reuniões e continuar a realizar reuniões da direção descentralizadas; desenvolver atividades com as instituições com quem existem protocolos e outras e manter as melhores relações com a Federação Portuguesa de Futebol, câmaras municipais e outras entidades são os dez eixos que norteiam o programa de ação da lista de Amadeu Poço à AFG.

Por:FC

Artigo de opinião– O Uso da Chupeta nos Bebés

0chupeO uso da chupeta

A chupeta é muitas vezes vista como um conforto emocional para os bebés e respetivas famílias. Mas será esta ideia correta?

Presa ou solta à roupa, de látex ou silicone! A imagem do bebé está inevitavelmente ligada à chupeta. Mas, há muito a dizer sobre este objeto tão importante para os mais pequenos.

Todos os bebés nascem com reflexos importantes para o seu desenvolvimento. O reflexo de sucção é algo inato, que a partir do 3º mês de vida, passa a ser um ato voluntário. O facto de o bebé usar a chupeta, permite-lhe autocontrolar-se, atingir o estado de acalmia e dar continuidade à sensação de prazer sentida na alimentação.

Quais as vantagens associadas ao uso da chupeta?

A principal vantagem é acalmar o bebé e ajudá-lo a dormir. A sucção ajuda a aliviar a dor, relaxando o bebé e, consequentemente, os batimentos cardíacos tornam-se mais regulares. A chupeta pode ajudar bebés prematuros com dificuldades na sucção nutritiva (biberão/amamentação materna). O seu uso vai estimular o treino da sucção.

Em casos específicos, pode prevenir o desconforto nos ouvidos em viagens, onde se registam mudanças bruscas de altitude.

E quais serão as desvantagens da utilização da chupeta?

Apesar de ser considerada um bom calmante, se for utilizada de forma prolongada pode provocar alterações desenvolvimentais:

Alterações na fala: as modificações no posicionamento dos dentes e da língua podem impedir a articulação correta dos sons e das palavras.0chup

Alterações dentárias: as alterações no crescimento dos dentes podem, futuramente, exigir o uso de aparelhos ortodônticos. A criança pode apresentar mordida aberta ou cruzada, diastemas ou protusão dos incisivos superiores (ver imagem).

Alterações respiratórias: o uso da chupeta causa uma má respiração porque favorece a respiração oral ao invés da nasal. O facto de também causar a flacidez da musculatura da face, faz com que o bebé fique mais tempo com a boca aberta e portanto efetue a respiração oral.

Alterações no desenvolvimento craniofacial: com as alterações na dentição e devido ao uso inadequado da musculatura facial, o crescimento ósseo ocorre de forma desarmoniosa, podendo causar alterações faciais.

Alterações na mastigação e na deglutição: a configuração dentária alterada, associada aos movimentos incorretos da língua, acarreta alterações nestas duas funções e consequentemente uma má educação alimentar.

A decisão cabe sempre aos pais. Informe-se, para decidir qual a melhor atitude a tomar. O mais importante é que pais e o bebé se sintam confortáveis.

No próximo mês fique a saber em que idade se deve retirar a chupeta e que estratégias pode utilizar! Não perca!

Por: Ana Carolina Melo Marques – Terapeuta da Fala na APSDCFA

 

Programa “Orienta-te” vai ser apresentado

13603236_1773225126247007_3448502845933970068_oVai ter lugar , esta quinta-feira, 14 de julho em Aguiar da Beira, a apresentação oficial do programa “Orienta-te”, a medida de apoio ao autoemprego e ao empreendedorismo da iniciativa da  CLDS 3G Aguiar no Coração.

 

 

Paços de Ferreira defronta Sp.Covilhã em Celorico

Vai ter lugar no Municipal de Celorico da Beira, esta quarta-feira, pelas 18 horas, mais um jogo de preparação, de equipas das Ligas principais, ora Pa13612114_10154175288671043_2942405626981943704_nços de Ferreira a receber o Sp.Covilhã, com intuito de afinar baterias.

Com o estágio a meio, Carlos Pinto procura ver como vai será  reação dos seus pupilos neste apronto na região da serra.

Já o Sp. Covilhã orientada pelo Filipe Gouveia, vai afinando baterias dado que entra em cena mais cedo.

Por:António Pacheco

foto:FCPF

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar