Templates by BIGtheme NET
Home » Guarda (page 20)

Guarda

Casa cheia para ver Luis Represas

O Complexo Paroquial de Mangualde encheu-se para mais uma edição do “Sextas da Lua”, desta vez protagonizada por Luís Represas. O concerto, agendado para as 21h30 do passado dia 23 de fevereiro, foi palco da boa música de Luís Represas, que demonstrou ainda um ótimo sentido de humor e uma enorme simpatia pelo público que, após o espetáculo, quis tirar fotografias com o artista.

Luís Repesas fundou, em 1976, a banda Trovante, juntamente com João Gil, João Nuno Represas, Manuel Faria e Artur Costa, um grupo que se viria a revelar um dos mais influentes da música popular portuguesa. Em 1992, os Trovante separam-se e Luís Represas inicia a sua carreira a solo. Também a solo o artista tem conquistado muitos sucessos musicais e continua a ser seguido por muitos fãs.

 

Ação de limpeza da Barragem de Bouça Cova

Neste domingo, dia 4 de março, a Junta de Freguesia de Alverca da Beira / Bouça Cova vai levar a efeito uma ação de limpeza da Barragem de Bouça Cova para a qual gostaria de contar com o envolvimento da comunidade local e concelhia.

Se é sensível às questões ambientais e quer dar o seu contributo para melhorar o ambiente que é de todos, junte-se a esta causa, a partir das 8.30h, junto à Barragem de Bouça Cova.

Por:MP

Moita Flores apresenta livro em Trancoso

Francisco Moita Flores apresenta o livro “Mataram Sidónio!” no Centro Cultural de Trancoso, no dia 9 de Março pelas 21h00, durante a Semana da Leitura 2018.

O autor é reconhecido do público pela sua obra literária e pelo seu trabalho como dramaturgo para televisão, cinema e teatro. Tem uma vasta obra publicada e produzida; os romances: Mataram o Sidónio!, A Fúria das Vinhas, o Bairro da Estrela Polar, entre muitos outros.

Considerado pela crítica como o melhor argumentista do país, foi distinguido em Portugal e no estrangeiro pela qualidade da sua obra, foi condecorado pelo Presidente da República com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante pela carreira literária e pública. Colaborador em vários órgãos como comentador tem marcado a sua intervenção pelo rigor e clareza com que aborda os temas da sua especialidade.

Por:Mun.Trancoso

Turistas espanhóis são os que mais visitam Centro de Portugal

O interesse dos turistas estrangeiros em visitar o Centro de Portugal disparou em todos os mercados durante o ano de 2017. Essa é a conclusão que se retira da análise dos dados preliminares do INE (Instituto Nacional de Estatística), relativos à proveniência dos visitantes no ano passado, e que dão conta de 1,40 milhões hóspedes estrangeiros na região, correspondentes a 2,76 milhões de dormidas.

De acordo com os dados, que se reportam aos 10 países de onde tradicionalmente chegam mais turistas (e que deixam de fora o turismo de habitação, o turismo em espaço rural e o alojamento local), Espanha continua a ser o principal mercado emissor, o que naturalmente se explica pela proximidade e facilidade de acesso. Em 2017, o Centro de Portugal registou 656,6 milhares de dormidas provenientes do país vizinho, o que representa um aumento de 11,6% em relação a 2016. Em número de hóspedes, os espanhóis foram 322,5 mil, mais 14,9% que no ano anterior.

É entre os países mais distantes que, no entanto, se notam maiores acréscimos de visitantes para a região entre 2016 e 2017. Dos Estados Unidos, por exemplo, chegaram mais 69,1% de hóspedes (73,4 mil no total), responsáveis por mais 81,8% de dormidas (141,8 mil). Do Brasil, vieram mais 43,2% de hóspedes (133,2 mil) e mais 40,0% de dormidas (203,0 mil). Crescimentos também muito significativos são os registados nos mercados de Itália (mais 46,4% de hóspedes e 75,3% de dormidas), Irlanda (mais 72,0% de hóspedes e 98,0% de dormidas) ou Reino Unido (mais 24,6% de hóspedes e 28,8% de dormidas).

Nos restantes países analisados, nota-se também um crescimento muito acentuado de visitantes de Alemanha (mais 18,3% de hóspedes e 19,8% de dormidas). A fechar a lista estão Bélgica (mais 6,7% de hóspedes e 3,7% de dormidas), França (mais 5,9% de hóspedes e 7,0% de dormidas) e Holanda (mais 0,6% de hóspedes e 2,2% de dormidas).

Em número absoluto de visitantes, Espanha lidera esta lista de 10 países, com uma quota em 2017 de 11,6% – ou seja, mais de 11% dos turistas que visitaram o Centro de Portugal foram espanhóis. Seguem-se França (6,3%), Itália (3,9%), Brasil (3,6%), Alemanha (2,9%), EUA (2,5%), Reino Unido (2,0%), Holanda (1,0%), Bélgica (0,9%) e Irlanda (0,8%).

Merece igualmente destaque o forte crescimento de visitantes dos países que não integram esta lista de 10 mercados tradicionalmente analisados pelo INE. Na globalidade, os números de “outros estrangeiros” evoluíram 38,2% em hóspedes e 48,5% em dormidas. A quota de “outros estrangeiros” é já de 13,2%, isto é, superior à de espanhóis.

O mercado asiático, em particular, está a crescer de forma acentuada. Embora, neste caso, ainda só haja dados analisados até setembro, é evidente a importância. De janeiro a setembro de 2017, houve 47,9 mil dormidas de sul-coreanos no Centro de Portugal – mais do que alguns dos 10 países tradicionais! Japoneses foram 23,1 mil e chineses (mercado com potencial enorme de crescimento) 13,4 mil.

Uma última nota para referir que 2017 foi o ano em que o total de visitantes estrangeiros no Centro de Portugal mais se aproximou do número de visitantes nacionais: foram 1,4 milhões de hóspedes estrangeiros e 1,8 milhões de hóspedes portugueses.

Ano de 2017 foi o melhor de sempre para o Centro

Recorde-se que o ano de 2017 foi o melhor de sempre para a atividade turística no Centro de Portugal. Os resultados preliminares do INE contabilizaram um crescimento consolidado da região em todos os indicadores analisados: dormidas, hóspedes e proveitos da atividade.

De acordo com os dados do INE, entre janeiro e dezembro de 2017, registaram-se 5.654.683 dormidas no Centro de Portugal, o que representa um crescimento de 14,52% em relação ao total de 2016, que tinha sido de 4.937.900. Refira-se ainda que o Centro de Portugal cresceu o dobro da média nacional, uma vez que as dormidas no país aumentaram em média 7,35%.

AFGuarda- Resultados da 2ªdistrital –10ª Jornada

Celoricense tropeçou mas lidera

Uma tarde com a quebra de invencibilidade do Celoricense, num terreno difícil, Freixo Numão, uma derrota por uma bola a zero.

O Vilar Formoso aproveitou para encurtar distâncias, ao derrotar o Paços da Serra pela margem mínima.

O Pala a sair derrotado em casa frente à turma do Foz Côa, por duas bolas a zero.

Por fim Castelos e Casal de Cinza a dividirem pontos, numa igualdade a uma bola.

Foram apontados 6 golos, melhor ataque , Celoricense com 33 golos e melhores defesas Foz Côa e Freixo Numão com 10 golos sofridos. com 1o golos sofridos.

10ª Jornada

Pala- Foz Côa – 0-2
Os Castelos – Casal Cinza-1-1

F.Numão – Celoricense-1-0
Paços da Serra- Vilar Formoso – 0-1

Pos Equipas Pts. .
Jg V E D GM GS Dif
1 Spg. C. Celoricense 25 10 8 1 1 33 12 21
2 SC Vilar Formoso 21 10 6 3 1 19 12 7
3 G.D. Foz Côa 17 10 4 5 1 21 10 11
4 Futebol C. de Pala 14 10 4 2 4 15 18 -3
5 Freixo de Numão 13 10 3 4 3 8 10 -2
6 Spg.C. Paços da Serra 7 10 2 1 7 17 18 -1
7 A.D.C. Castelos 7 10 1 4 5 7 19 -12
8 G. C. R. Casal Cinza 4 10 0 4 6 7 28 -21

 

Por:Rádio Elmo

AFGuarda- Distrital de Juniores-3ªronda

Teve lugar mais uma ronda do distrital de juniores, com muitos golos, 3 triunfos caseiros e 20 golos marcados.

3ª jornada
UD Pinhelenses 5-0 AD.Fornos de Algodres
NDS 6-2 Trancoso
Sabugal 7-0 Aguiar da Beira
Classificação
1º NDS 9
2º Sabugal 9
3º Aguiar da Beira 6
4º Pinhelenses 3
5º Fornos de Algodres 0
6º Trancoso 0

Por:MM

Fernando Melo novo Presidente da Federação Distrital da JSD Guarda

Decorreu neste sábado, 24 de fevereiro, no Centro Cultural de Vila Nova de Tazem, concelho de Gouveia, o Congresso Distrital da Juventude Social Democrata da Guarda, onde Fernando Melo foi eleito novo líder distrital da JSD.

Perante uma plateia de cerca de meia centena de delegados, onde marcaram presença os Deputados do circulo da Guarda do PSD, Angela Guerra e Carlos Peixoto, alguns autarcas de diversos pontos do distrito e lideres de outras forças políticas.

Fernando Melo, natural de Fornos de Algodres, estava satisfeito pela eleição e referiu-nos no final que é um desafio interessante, que juntamente com a sua equipa vão lutar pelo melhor no distrito.

 

Debate entre as três candidaturas à Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista

No dia 2 de março de 2018, a Federação Distrital da Guarda da Juventude Socialista vai promover a iniciativa “Esclarecer o Futuro”,  vai decorrer no auditório da ACG – Associação do Comércio e Serviços do Distrito da Guarda, a partir das 21 horas.

Através de um debate entre as três candidaturas à Federação Distrital da Guarda do Partido Socialista (Alexandre Lote – Afirmar a Guarda Valorizar o Interior, Uma Guarda com Voz e Pedro Fonseca – Um PS FORTE ao Serviço da Guarda), será proporcionado um momento de esclarecimento a todos militantes da Juventude Socialista e do Partido Socialista, bem como aos simpatizantes, no distrito da Guarda, sobre quais são as propostas, compromissos e perspectivas de futuro para o Partido Socialista no distrito da Guarda.

Será permitida, antes do início do debate e a todos os participantes que nele compareçam, a formulação de questões que se insiram dentro do espírito de esclarecimento, sobre os três projetos em questão, registadas para serem apresentadas a todos os candidatos a Presidente de Federação.

Promovendo uma metodologia que visa garantir uma iniciativa transparente e esclarecedora, este debate visa defender a proximidade aos militantes, a defesa da transparência, do diálogo, da construção de um projeto onde cabem todos os militantes do Partido Socialista no distrito da Guarda, critérios que as três candidaturas defendem e que terão a oportunidade de aplicar nesta fase, a bem do efetivo esclarecimento e diálogo.

Por:JSDG

Bombeiros do Distrito da Guarda podem não integrar DECIF 2018

Os Bombeiros mostram-se insatisfeitos, lançam o repto de não integram o DECIF 2018, caso não sejam salvaguardadas certas condições.

Segundo uma nota de imprensa, pela Federação Distrital dos Bombeiros da Guarda, que reuniu nos últimos dias, em Celorico da Beira, onde após uma análise em pormenor das diretivas aprovadas recentemente pela Liga dos Bombeiros Portugueses, decidiu por unanimidade:

As Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do Distrito da Guarda ponderam onerar a ANPC com o apoio logístico (alimentação e combustível), durante o DECIF 2018, responsabilizando aquela autoridade pela prestação do mesmo.

Ponderam não integrar o DECIF 2018, caso não sejam satisfeitas as reivindicações apresentadas pela LBP ao Governo.

No final da mesma nota, salientam que salvaguardando que como sempre, os Corpos de Bombeiros do Distrito da Guarda irão voluntariamente cumprir a sua nobre missão de proteger pessoas e bens.

Ação de sensibilização para prevenção dos incêndios florestais

A Câmara Municipal de Fornos de Algodres, no âmbito da Proteção Civil, em parceria com a GNR, promoveram ação de sensibilização para prevenção dos incêndios florestais, dirigida aos Presidentes de Junta do Concelho.

Esta ação decorreu no, 21 de fevereiro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Fornos de Algodres, no seguimento da ‘Operação Floresta Segura’ da Guarda Nacional Republicana (GNR) e teve como missão sensibilizar e informar os autarcas das freguesias para a prevenção dos incêndios florestais.

No seguimento deixamos informação sobre a legislação e importância da limpeza de terrenos e árvores na prevenção de incêndios.

Antes que seja tarde, antes que o atinja a si, limpe o mato 50 metros à volta da sua casa e 100 metros nos terrenos à volta da aldeia.

Até 15 de março é obrigatório e vital.

É obrigatório:

  • Limpar o mato e cortar árvores:
  • 50 Metrosà volta das casas, armazéns, oficinas, fábricas ou estaleiros;
  • 100 Metrosnos terrenos à volta das aldeias, parques de campismo, parques industriais, plataformas de logística e aterros sanitários;
    • Limpar as copas das árvores 4 metros acima do solo e mantê-las afastadas pelo menos 4 metros umas das outras;
    • Cortar todas as árvores e arbustos a menos de 5 metros das casas e impedir que os ramos cresçam sobre o telhado;

Se não o fizer até 15 de março, pode ser sujeito a processo de contraordenação. As coimas podem variar entre 140 a 5 mil euros, no caso de pessoa singular, e de 1500 a 60 mil euros, no caso de pessoas coletivas.

E este ano são a dobrar.

Até 31 de maio, as Câmaras Municipais podem substituir-se aos proprietários na limpeza do mato. Os proprietários são obrigados a permitir o acesso aos seus terrenos e a ressarcir a Câmara do valor gasto na limpeza.

É importante:

  • Mantenha-se informado do risco de incêndio na sua área de residência
  • Verifique se o sistema de rega e mangueiras funcionam
  • Limpe telhados e coloque rede de retenção de fagulhas na chaminé
  • Mantenha afastados da casa e edificações:
  • Sobrantes da exploração agrícola ou florestal
  • Pilhas de lenha
  • Botijas de gás ou outras substâncias explosivas

É vital:

A vida da sua família e a segurança dos seus bens dependem do seu gesto.

Portugal sem fogos está nas mãos de todos.

Esta informação, não dispensa a consulta do DL n.º 124/2006, de 28 de Junho, na sua redação atual.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar