Templates by BIGtheme NET
Home » Imagens (page 5)

Imagens

Workshop sobre o tema “apicultura e seus desafios” no CIHAFA

O CIHAFA (Centro de Interpretação Histórica e Arqueológica de Fornos de Algodres), promove um Workshop sobre o tema “apicultura e seus desafios” dirigida a todos os apicultores do Concelho, dia 07 de Abril de 2018 pelas 14.00H promovido pelo austríaco Harald Hafner.

Harald Hafner é um apicultor austríaco há muito radicado em Mangualde, é um tipo de natureza tímida, mas quando fala em abelhas, a sua paixão pelo tema explode e ouvi-lo falar sobre a vida das abelhas, as fantásticas propriedades do mel, as plantas melíferas, e a apicultura natural é uma delícia. O seu respeito pelas abelhas, e a sua visão filosófica sobre a apicultura aproxima-o a um mestre oriental, sempre em busca da perfeição.

O mundo das abelhas é fascinante, antigamente todas as quinta tinham colmeias, de forma a usufruir de toda a sua riqueza apícola: polinização, mel, cera, pólen e própolis.

Hoje a maioria do mel vem de grandes apicultores comerciais e as abelhas encontram-se cada vez mais ameaçadas e em declínio. As abelhas são essenciais para a nossa sobrevivência no planeta, sendo nosso dever contribuir para que encontrem as melhores condições de vida possíveis. Por isso os apicultores têm um papel tão determinante na preservação dos ecossistemas e da biodiversidade.

Assim aqui ficam os horários:

14.00H – Inicio do Workshop sobre o tema “Apicultura e seus desafios”

16.30H – Degustação de mel

“Mangualde + Verde, vamos replantar Mangualde aconteceu

No passado sábado, dia 24 de março, decorreu a iniciativa “Mangualde + Verde, vamos replantar Mangualde!”, inserida na Rota da Floresta, Programa Eco-Escolas, que visou unir toda a população em prol da reflorestação do concelho. Assim, entre as 14h00 e as 17h00, tendo como ponto de encontro a sede de cada Junta de Freguesia, os mangualdenses foram convidados a participar e responderam afirmativamente. O momento contou com a participação da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, e do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

A organização foi do Município de Mangualde em conjunto com o Movimento Cívico Replantar Portugal, as Juntas de Freguesia do concelho e o Agrupamento de Escolas de Mangualde.

 Durante a tarde, os participantes foram sensibilizados para a importância da floresta autóctone, participaram no corte de espécies invasoras e ajudaram na plantação e criação de sementeiras em todas as freguesias do concelho.

Esta iniciativa, de participação livre, contou ainda com a colaboração de: Dá Gás Clube de Mangualde, Azuribike Mangualde Team, Rodas no Trilho Clube TT Mangualde e Corpo Nacional Escutas Agrupamento 299 Mangualde.

Por:Mun.Mangualde

“ Prevenção de Acidentes Agrícolas com Tratores e Máquinas Agrícolas. Formação Obrigatória”.

Sessão de esclarecimento em Mangualde

A CONFAGRI, em colaboração com a COAPE – Cooperativa Agro-pecuária dos Agricultores de Mangualde, realiza no próximo dia 28 de Março, uma Sessão de Esclarecimento sobre o tema “ Prevenção de Acidentes Agrícolas com Tratores e Máquinas Agrícolas. Formação Obrigatória”.

Esta iniciativa, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde, decorrerá no Auditório Municipal de Mangualde e tem por objetivo alertar para os riscos inerentes à condução de tratores e máquinas agrícolas e aconselhar quanto à forma de prevenir os acidentes de trabalho que resultam dessa atividade, ainda a principal causa de morte no setor.

Só em 2017, morreram 61 agricultores

Segundo os últimos dados da GNR, em 2017 morreram 61 pessoas ao volante de um trator. Em média são 5 mortes por mês, 1 vítima mortal por semana. “Somando os números de vítimas mortais de 2013 a 2017, morreram em Portugal 358 pessoas em acidentes com tratores”.

Segundo Francisco Silva, secretário-geral da CONFAGRI, “esta é uma fatalidade que seria evitável se a sociedade, em geral, e a comunidade agrícola, em particular, tomassem consciência desta problemática e assumissem o compromisso de mudar comportamentos, adotando uma atitude responsável, de forma a contribuir efetivamente para a diminuição da sinistralidade em ambiente agrícola”. Recorde-se que muitos dos acidentes ocorrem com viaturas desprovidas do “arco de Santo António”, uma estrutura fundamental para proteger o condutor do trator agrícola.

“É por esta razão que continuamos a insistir nestas sessões de esclarecimento, por uma questão de responsabilidade social e que é inerente à atividade da CONFAGRI. “, reforça Francisco Silva.

Para o Vice-Presidente da COAPE, António Rodrigues “ A COAPE promoveu esta iniciativa visando sensibilizar e contribuir para a formação dos seus  agricultores, promovendo as boas práticas no exercício da profissão, para melhorar a segurança na utilização das máquinas e veículos”

Também Rui Costa, Vereador da Câmara Municipal de Mangualde, com o Pelouro da Agricultura,  destaca a importância desta iniciativa: “tendo em conta que os acidentes com tratores e máquinas agrícolas têm uma prevalência elevada e que a sua gravidade se mostra fatal numa grande percentagem das ocorrências na região, sentimos que é de especial relevância o alerta e a informação dos nossos associados quanto a esta temática.”

A Formação, além de obrigatória é essencial na mudança de comportamentos

Esta sessão pretende, também, sensibilizar para a obrigatoriedade da formação específica, ministrada por entidades acreditadas, como é o caso da CONFAGRI.

De acordo com a publicação do Decreto-Lei n.º151/2017, de 7 de dezembro, tornou-se obrigatório que todos os condutores de tratores da categoria 2 e 3, para além da habilitação legal para conduzir, tenham formação adequada para a operação com veículos agrícolas.

Esta Sessão de esclarecimento vai contar com as intervenções da ACT (Autoridade para as Condições de Trabalho) que fará uma apresentação sobre a prevenção de acidentes na operação com tratores e máquinas agrícolas e as obrigações legais em matéria de segurança e saúde no trabalho; da GNR (Guarda Nacional Republicana), que irá abordar as Disposições legais, estatísticas de acidentes e conselhos úteis na condução e uso de tratores e máquinas agrícolas, bem como da CONFAGRI para esclarecer as dúvidas sobre formação obrigatória para a condução e operação com tratores.

Por:

 

Criação de parques de madeira queimada em Mangualde em breve

Na manhã desta sexta-feira (dia 23 de março), na Câmara Municipal de Mangualde, a cerimónia da assinatura do contrato para criação de parques de madeira queimada.

Para o efeito esteve presente o Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas e o Presidente da AIMMP – Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal, Vítor Poças. João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde foi o anfitrião do momento.

Por:Mun.Mangualde

III ENEMM arrancou na Guarda

Iniciou-se na Guarda o III ENEMM, o Encontro Nacional de Estudantes de Multimédia, nesta quinta -feira e prolonga-se por mais uns dias.

Este encontro está a realizar-se na cidade da Guarda depois de se ter realizado em Aveiro e Mirandela chegou a vez da cidade mais alta realizar este evento.

Neste evento a aderência foi menor, devido ao cancelamento do encontro de Design , em Lisboa e todo o público ficou pouco recetivo , mas vai ser realizado com os elementos que estão presentes que  vão dinamizar a cidade visto que vão ser 5 dias diferentes a todos os níveis.

 Os oradores que vão estar presentes foram as primeiras escolhas, no entanto mais tarde surgiram outras ideias e nomes mais sonantes o Palmeirim, o Nuno Markl e outro nome conceituado, mas os que vão estar presentes também são bons. Nesta sessão de abertura estiveram a abrilhantar os visitantes a Tuna Académica Feminina Egitúnica.

Por:MM

Assinatura dos contratos de financiamento do Projeto de Dinamização Turística do Património Monumental na cidade de Mangualde

Decorreu ao início da tarde, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde, a assinatura dos contratos de financiamento do Projeto de Dinamização Turística do Património Monumental na cidade de Mangualde – Candidatura ao Valorizar – Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino, na Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior.

Perante uma sala bem composta , estiveram presentes a Secretária de Estado do Turismo,Ana Mendes Godinho, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, José Tomás. Por parte do Turismo de Portugal, Filipe Silva, depois Pedro Machado, Presidente do Turismo do Centro de Portugal, e Ana Abrunhosa, Presidente da  CCDRC.

Este projeto visa a reabilitação da Igreja de Misericórdia, do Largo da Misericórdia, da Rua do Colégio e ainda a criação do novo Centro Municipal de acolhimento ao visitante. Neste sentido, foi feita uma visita às áreas de intervenção deste projeto, de modo  que, Ana Mendes Godinho e os demais parceiros verificassem no terreno as áreas a intervencionar.

Este projeto representa um investimento total superior a mais de meio milhão de euros.

 

Tradições da Páscoa recriadas em Aguiar da Beira

  Teve lugar no passado domingo, 18, um espetáculo comunitário  no Centro Cultural de Aguiar da Beira, que apresentou rituais católicos tradicionais deste concelho no distrito da Guarda, num“grande momento de promoção cultural e convívio entre gerações”.
Um dia depois do Carnaval a Igreja enceta um novo tempo litúrgico que nos transporta até à Páscoa da Ressurreição de Jesus, atravessando quarenta dias de deserto – o período da Quaresma.  Tempo de jejum, partilha, penitência e rituais na preparação da maior festa para os cristãos, a Páscoa.
Em Aguiar da Beira foram revividas algumas dessas tradições locais – umas ímpares e em  risco de desaparecer e outras iguais mas simultaneamente tão diferentes de povo para povo –,
apresentadas pelos  participantes das Oficinas das Tradições – 60 Mais Social Clube do CLDS 3GAguiar no Coração.
Pelo palco passaram cerca de 150 participantes do concelho, na sua maioria seniores  estreantes na representação, revivendo rituais como a imposição das cinzas, bênção dos ramos, encomendação das almas, passagens da via sacra, terço dos homens, enterro do
senhor ou a visita pascal.
Destaque para a recriação do terço dos homens e do enterro do senhor, celebração característica da vila por ser composta só por homens e que não se realizava há vários anos por falta de comparência de irmãos da Santa Casa da Misericórdia, a quem pertencia a organização.
A iniciativa organizada pelo CLDS 3G Aguiar no Coração teve o objetivo de envolver a comunidade, motivando todos e todas, dos mais jovens aos mais velhos, na partilha e preservação de hábitos e saberes culturais, contribuindo assim para o reforço dos laços sociais e da identidade do concelho.
A tradição do terço na freguesia de Aguiar da Beira remonta a tempos imemoriais, sendo uma celebração organizada pela Santa Casa da Misericórdia, com os irmãos que fazem parte desta
irmandade.
O terço realizava-se todas as sextas feiras da quaresma, terminando na sexta feira santa com a procissão enterro do senhor.
Ao escurecer a sineta da Igreja da Misericórdia tocava para que os irmãos se reunissem para assim darem início ao terço que percorria a rua de baixo, ia até à igreja matriz e rua direita e recolhia do ponto de partida.
O terço era composto só por homens, enquanto que as mulheres esperavam nas esquinas das ruas e ao passar elas rezavam baixinho.
Durante as sextas feiras normais da quaresma o terço era cantado e nos intervalos dos mistérios tocava uma campainha, onde se ajoelhavam no ato da glória, só se levantando no início do outro mistério. As três Avé Marias não eram cantadas, mas cantava-se a Salvé Rainha.
Na sexta-feira Santa saía a matraca e percorria todas as ruas da vila para convocar os irmãos a fim de se juntarem na Igreja da Misericórdia, para depois saírem.
Neste dia, o terço não era cantado, mas sim rezado. Inserido no terço fazia-se o enterro do Senhor, onde se levava o esquife, a cruz dos Martírios e os Estandartes. O esquife ficava na igreja matriz onde pernoitava.
É uma tradição que já há vários anos não se realiza devido à falta de comparência de irmãos.

Por:AGC

Projeto de Dinamização Turística do Património Monumental na cidade de Mangualde

Realiza-se esta quinta-feira, dia 22 de março, a cerimónia da assinatura dos contratos de financiamento do Projeto de Dinamização Turística do Património Monumental na cidade de Mangualde – Candidatura ao Valorizar – Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino, na Linha de Apoio à Valorização Turística do Interior, para reabilitação da Igreja de Misericórdia, Largo da Misericórdia, Rua do Colégio e criação do novo Centro Municipal de acolhimento ao visitante, entre a Câmara Municipal de Mangualde e a Santa Casa da Misericórdia de Mangualde

 O momento, que decorrerá pelas 12h45, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, contará com a presença da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, do Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mangualde, José Tomás, e do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

 

Ligações remodeladas entre Mangualde e Nelas

Tiveram início, esta semana os trabalhos de requalificação de duas antigas ligações entre as Carvalhas e Outeiro de Espinho e Fonte do Alcaide e Gandufe, transformando-as em dois estradões, com seis metros de largura, melhorando as acessibilidades e a faixa de proteção contra fogos florestais.

As obras resultam de um entendimento entre a Junta de Freguesia de Senhorim e a Junta de Freguesia de Espinho e as Câmaras Municipais de Nelas e Mangualde. Esta obra conta com a parceria da empresa Azurmáquinas, que cedeu para o efeito gratuitamente uma máquina giratória, e com a colaboração dos proprietários dos terrenos, cabendo às entidades envolvidas uma comparticipação nos custos da requalificação.

Por:Mun.Nelas

4ª edição da Feira Medieval na Cidade Falcão de 1 a 3 de junho

Inscrições abertas até 11 de maio

De 1 a 3 de junho, Pinhel recua no tempo..re(a)vive a sua história e as suas memórias vão encher de vida e cor o centro histórico da cidade com a 4ª edição da Feira Medieval A Cidade do Falcão “Guarda-Mor do Reino e Senhorios de Portugal”.
Manjares, cortejos, torneios, teatros, música, dança e animação de rua levam a quem nos visita numa verdadeira viagem no tempo…junte-se a nós e faça parte desta história!

Ficha de Inscrição – http://cm-pinhel.pt/doc/feiramedieval2018/FichadeInscrioFeiraMedieval2018.pdf

Normas de Participação – http://cm-pinhel.pt/doc/feiramedieval2018/NormasdeParticipaoFeiraMedieval2018.pdf

Por:Mun.Pinhel

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar