Templates by BIGtheme NET
Home » Região (page 274)

Região

Universidade Sénior de Pinhel premiada

univ pTrabalho reconhecido

Criada em outubro 2012, a Universidade Sénior de Pinhel (USP) foi recentemente agraciada com o título de “Membro da Rede Excelência”.

Ao fim de três anos de existência, a Universidade Sénior de Pinhel viu o seu trabalho reconhecido no decorrer da IX Reunião Magna promovida pela RUTIS – Rede das Universidades e Academias Seniores, no passado dia 15 de outubro.
A distinção prende-se com o facto da Universidade Sénior de Pinhel preencher todos os requisitos pretendidos, nomeadamente o fomentar e apoiar o voluntariado social, desenvolver atividades promovidas para e pelos alunos, promover o envolvimento com a comunidade, assim como a constante preocupação em motivar professores e outros colaboradores voluntários.
Mais do que tudo, a Universidade Sénior de Pinhel vê assim reconhecido o trabalho realizado em prol do envelhecimento ativo e do combate ao isolamento dos seniores do concelho.

Recorde-se que a Universidade Sénior de Pinhel, criada em outubro de 2012, tem como promotor o Centro Social de Apoio à Terceira Idade e Jovens da Freguesia de Ervedosa, com o apoio, desde a primeira hora, do Município de Pinhel.
Além da sede, em Pinhel, a Universidade tem também um polo, na Freguesia de Pínzio.
Informática, Desporto, Música, Inglês, Espanhol, Artes, Manualidades, Decoração, Cultural Geral, Mundo Atual e Cidadania são as disciplinas a lecionar durante o ano letivo em curso (2015/2016).

Por:Mun.Pinhel

Lançamento do site: Ruínas Romanas da Raposeira em Mangualde

NUM PROJETO DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANGUALDE QUE REPRESENTOU UM INVESTIMENTO DE 150 MIL EUROS  

No âmbito do m2processo de gestão e programação do sítio arqueológico “Ruínas Romanas da Raposeira”, a Câmara Municipal de Mangualde lança agora um site dedicado exclusivamente a estas ruínas, já classificadas como sítio de interesse público. O site está disponível a partir de hoje – www.raposeira.cmmangualde.pt

Este site vem confirmar a aposta da Câmara Municipal de Mangualde em preservar o Património, uma herança do passado em que é por isso uma obrigação preservar, transmitir e deixar todo esse legado, às gerações futuras.

 As “Ruínas Romanas da Raposeira”, na Quinta da Raposeira, em Mangualde, classificadas como sítio de interesse público a 4 de agosto do ano passado, representam uma estalagem Romana, ocupada desde o séc. I até ao séc. m1IV, e foram alvo de restauro em 2013 num projeto da Câmara Municipal de Mangualde que representou um investimento de 150 mil euros, comparticipado em 60% pelo PRODER. Esta intervenção foi mais uma aposta do município mangualdense na valorização do património. O trabalho foi desenvolvido pela empresa Arqueohoje e permitiu assim a realização de visitas públicas e académicas ao espaço que representa um pedaço da história de Mangualde.

 CITÂNIA DA RAPOSEIRA

Este sítio arqueológico é um lugar que corresponde ao que os Romanos designariam por Mansio ou mutatio. Estamos, assim, perante uma estalagem romana, de natureza pública ou oficial, situada junto ao cruzamento de duas importantes estradas imperiais. A estalagem, construída nos inícios do século I d. C., estaria dotada das instalações indispensáveis ao desempenho da sua fum3nção enquanto área de descanso e abastecimento: da área termal às cozinhas e aos quartos de dormir, dos armazéns e estábulos a uma forja. Seria, portanto, quer um local de pernoita quer de paragem breve a meio de um percurso, onde os cavalos recuperavam forças e os viajantes poderiam relaxar o corpo nas termas e o espírito na taberna.

Interessante é o espaço das termas, com a sua área de fornalha que podemos observar e que caracteriza melhor a romanidade do local – reflete, antes de mais, uma forma de higiene pessoal, mas, enquanto espaço de encontro e distração, testemunha também um hábito social profundamente enraizado na sociedade romana.Um povoado amuralhado de origem proto-histórica – implantado no monte da Senhora do Castelo – erguia-se e servia de cenário de fundo à estalagem romana.

Por:Mun.Mangualde

Jovem Bombeiro Fornense perdeu a vida quando prestava socorro

Ao início da tarde desta quarta-feira, 21 de outubro, um rapaz de 12 anos, após o toque de saída das aulas, na Escola EB 2,3 de Fornos de Algodres, procura descer pelo corrimão da escadaria, o que veio a resultar numa queda aparatosa.

bombeiros de luto

bombeiros de luto

Foram pedidos os meios de Assistência médica, neste caso, os bombeiros locais que surgiram dois soldados da paz para prestar auxílio ao rapaz.
Na altura que começaram a prestar auxílio, um dos bombeiros caiu inanimado, e acabou por falecer ali mesmo quando prestava socorro.
Em conversa com o Diretor da escola, que estava muito abalado com o sucedido, referiu que em 17 anos que está nesta escola, não se recorda de ter existido uma situação idêntica com tanta gravidade.
O aluno acabou por ser transportado para os hospitais de Coimbra de helicóptero, dado que o estado era muito grave, segundo fonte do CDOS.
Já o jovem bombeiro fornense, Francisco Martins, de 38 anos, perdeu assim a vida, quando procurava prestar socorro a um rapaz.
Deste modo, Fornos de Algodres fica de luto, por perder um filho da terra, a fazer aquilo gostava, salvar vidas e apoiar o próximo.
O funeral deste jovem bombeiro, vai realizar-se nesta sexta – feira, 23 de outubro, às 17h, na localidade de Figueiró da Granja.

Por:Rádio Imagem

Balanço da semana da alimentação

Depois da semaalimna dedicada à Alimentação, que decorreu de 12 a 17 de outubro, na Biblioteca Municipal de Fornos de Algodres, fomos conversar com a responsável da Biblioteca, Cristina Almeida e a Nutricionista convidada para um balanço.

Larga adesão jovem

Magazine SerranoQue balanço faz sobre a semana da alimentação, levada a cabo pela Biblioteca Municipal?

Cristina Almeida -Foi uma semana com atividades muito bem conseguidas. As atividades começavam com um vídeo que nos elucidava sobre os componentes do sumo. Tivemos em exposição alguns dos alimentos que consumimos no nosso dia-a-dia e na qual podemos ter a perceção real da quantidade de açúcar e gordura neles contidos.

MSParticiparam diversos escalões etários? Tais como?

CA -A adesão foi muito boa, abrangemos uma grande faixa etária.
Nesta semana passaram pela Biblioteca Municipal mais de 300 pessoas desde os alunos dos Jardins de Infância, 1º ciclo, 2º e 3ºciclos e adultos incluindo uma senhora com mais de oitenta anos que esteve presente no Workshop do dia 16 à noite.

MS- Sente que depois desta semana, quer os mais novos e mais velhos saíram esclarecidos?

CA – Sim, acho que sim. Ao vermos as expressões deles de admiração ao saberem que determinado alimento tinha uma grande quantidade de açúcar ou gordura. Alguns levaram essas informações para casa, já tivemos o feedback de algumas mães.

MS- Ao longo do ano são muitas as atividades que acontecem neste espaço?

CA – Bastantes, trabalhamos todo o ano com o Agrupamento de Escolas promovendo a leitura através, por exemplo, da Hora do Conto, assinalamos as principais efemérides com palestras, workshops para o público adulto, as exposições temáticas são uma constante e claro, destacamos sempre o Natal, a feira do livro e o aniversário da biblioteca.

Por seu turno a Nutricionista estava satisfeita pelo resultado final positivo.

IMG_8306Exposição causou impacto

Magazine Serrano – Que balanço faz sobre a semana da alimentação, levada a cabo pela Biblioteca Municipal?
Nutricionista– A semana dedicada à celebração do Dia Mundial da Alimentação teve, do meu ponto de vista, um balanço muito positivo. Acabei por ficar surpreendida com o resultado final desta atividade durante a semana, à exceção do Workshop que teve pouca adesão por parte da população.

MS- Sente que depois desta semana, quer os mais novos quer os mais velhos, saíram sensibilizados?
N– Sim, consegui perceber que a exposição causou um grande impacto nas crianças e nos jovens, e mesmo nos adultos, quando observaram o que cada produto continha de açúcar e gordura.

MS- Durante toda a semana estiveram crianças e jovens presentes, quais foram as perguntas mais frequentes desta plateia juvenil?
N– Poucos alunos fizeram questões, o que me leva a crer que a atividade foi esclarecedora.

MS- A semana encerrou com um Workshop, em que aqui os adultos desconheciam algumas coisas?
N – Os adultos por norma não fazem a leitura integral do rótulo, acabando por fazer escolhas menos saudáveis. Por exemplo, o parâmetro mais observado nos rótulos são as Calorias, mas nem sempre este nos indica se o alimento é ou não saudável. Por isso é que é tão importante observar a declaração nutricional no seu todo, assim como a lista de ingredientes dos produtos.
Contudo, o Workshop conseguiu transmitir, de um modo simples, a informação necessária contida nos rótulos para que se possa fazer uma escolha mais saudável dos produtos alimentares.

Por:António Pacheco / Sofia Pacheco

 

Anuário financeiro reflete equilíbrio das contas da autarquia de Gouveia

Contas equilibradas

O equilíbrio financeiro do Município de Gouveia está refletido no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses de 2014 publicado na passada terça-feirbrasao_gvaa (13 de outubro). O Município de Gouveia surge na quarta posição distrital no ranking global da eficiência financeira.

A gestão financeira da autarquia Gouveense destaca-se ainda no ano de 2014 ocupando o 3º lugar distrital no que diz respeito à eficiência financeira do exercício. O gráfico síntese apresentado pelo anuário na página 413 sobre a evolução financeira do Município de Gouveia espelha claramente a redução de divida ao longo dos anos e o equilíbrio entre receitas e despesas da autarquia. 

O Município de Gouveia é ainda das autarquias que possui um prazo médio de pagamentos inferior a 90 dias. A autarquia de Gouveia pagou a 55 dias durante o exercício de 2014 melhorando este indicador face ao ano de 2013.

Por:Mun. Gouveia

Dia Mundial da Alimentação, na APSCDFA.

No passado dia 16, comemorou-se o Dia Mundial da Alimentação, na APSCDFA.

Para celebrar estapsce dia, o Centro de Atividades Ocupacionais recebeu, as crianças das turmas do 1º Ciclo e Jardim de Infância de Fornos de Algodres. Para além de atividades relacionadas com a temática da alimentação, houve ainda tempo para jogos e brincadeiras, bem como um saudável lanche no final.

Por:APSCDFA

Alimentação em destaque na Biblioteca Municipal

    Saber o que come é importante

       A  Biblioteca Municipal de Fornos de Algodres, acolheu desta forma, a semana da alimentação, que decorreu de 12 a 17 de outubro, neste espaçoalime.alim
Desta maneira, tudo se iniciou com a exposição “Você sabe o que come”, que esteve patente todos os dias da semana, mas com a visita de mais de três centenas de alunos, oriundos do Agrupamento de escola desta localidade, que diariamente foram passando e ouvindo através da voz da Dietista que foi explicando, todo o que deve e não deve comer, as quantidades de açúcar, sal e gorduras existentes nos diversos alimentos que se consomem no dia-a-dia.
Nota para a presença do Presidente do Município Dr. Manuel Fonseca que também visitou esta exposição na companhia dos mais pequenos.
Para terminar em beleza, a noite de sexta – feira, 16 de outubro, foi dedicada aos mais adultos que estiveram aSAM_6406 participar no Workshop com o tema a ser bastante sugestivo, “ Rotulagem Nutricional: Para uma escolha mais saudável”, com a participação ativa destes adultos que de alguma forma foram, questionando a dietista em alguns pontos e para alguns até foram surpresas que surgiram,IMG_8296 pois não estavam à espera que determinados produtos, pudessem ter tanta qualidade de açúcar, sal ou gordura.
Em suma, pode-se dizer que a população portuguesa no geral, desconhece a grande maioria dos componentes dos produtos que consome no dia-a-dia.

Por: António Pacheco

Casa das Beiras recebeu Zé Albano

A convite da casa das Bceloeiras, no dia catorze do corrente mês de outubro, o popular poeta celoricense José Albano Ferreira apresentou naquela instituição a sua 14.ª obra publicada, com o título de “Cem Sonetos”. Este figura que assina como Zé Albano, no seu seio poético é conhecido como “ O Bocage das Beiras”, dado o seu conhecido humor picante com que se identifica na poesia. A sua presença, alegrou aquela casa, onde vários amigos acompanharam e aplaudiram o poeta, tendo em linha de conta os cem sonetos que ali eram apresentados. Do erotismo à sátira, tudo ali se declamou para gaudio dos presentes. 

O Presidente do Município Celoricense Eng.º José Monteiro, esteve presente, apresentando o autor como cidadão, já a apresentação do poeta esteve a cargo da poetisa Susana Custódio e a obra foi apresentada pelo conhecido jornalista e poeta Eugénio de Sá. Na mesa estava ainda o escritor Zé Albano, que agradeceu e fez rir a plateia bem composta de amigos, estando na presidência o poeta Julião Bernardes, figura de proa na Tertúlia poética “O rio da Prata.” Foi notória a presença de José Verdasca, presidente da Ordem Nacional de Escritores do Brasil, da qual o Zé Albano é membro efceloricoetivo. Este também a poetisa Maria Melo da Associação Portuguesa de Poetas de que também o Zé Albano faz parte.

De salientar a presença de duas figuras da Guarda, que embora não escrevendo poesia, são amigos pessoais do “Bocage das Beiras” desde o princípio da década de sessenta, quando entraram no Liceu Nacional da Guarda. Estamos a falar de Beatriz Manso, arquiteta na Câmara Municipal de Lisboa e de Júlio Calçada Barroco, economista natural do Penedo da Sé, da freguesia do Marmeleiro, que fez uma carreira plena de prestígio no Ministério da Agricultura, nomeadamente nos programas de desenvolvimento relacionados com a União Europeia.

Na parte final a pintora Bé Cabrita compôs um beberete, com produtos celoricenses que encantaram o sabor de todos quantos estiveram presentes numa casa bem composta.
Convém referir que este livro já tinha sido apresentado no Auditório do Paço Cultural da Guarda, onde o Senhor Bispo da Diocese D. Manual Felício enalteceu o evento poético, bem como o Zé Albano que é um dos colunista do semanário a Guarda.

Por:Mun.Celorico da Beira

Fornos de Algodres mais uma vez representado no Preço Certo

foto:Paula alves

foto:Paula Alves

Mais uma vez , a vila de Fornos de Algodres, ficou bem representada no programa da RTP, o Preço Certo, com apresentação de Fernando Mendes.

Desta maneira , esta segunda -feira, lá seguiu a comitiva fornense, com um grupo divertido, onde o concorrente foi Fernando Simões que representou muito bem a vila fornense, juntamente com a sua comitiva bastante animada.

Em suma, acaba por ser gratificante, seja quem for, representar a sua terra da melhor maneira, e vai daí já são várias as pessoas a representar a vila de Fornos de Algodres.

A reprodução desse programa será dentro de semanas.

Por:António Pacheco

 

Dia da alimentação celebrado nas Antas

Decorreu na manhã desta segunda-feira, uma atividade temática com os alunos do Jardim de Infância da Antas, sobre a alimentação, umdali vez que na passada sexta – feira comemorou-se esta efeméride.
Os nossos idosos e os meninos, ouviram uma história temática sobre sopa e saladas.
Depois ouviram uma canção sobre os bons hábitos alimentares e por fim, um vídeo sobre a “Roda da alimentação”.
Alguns utentes partilharam as histórias do seu tempo.
Por fim, pintaram os diferentes alimentos e criaram a roda dos alimentos.
dali1 Foi sem dúvida uma manhã muito animada, com uma partilha de lembranças: – os meninos ofereceram-nos um cartaz sobre a alimentação; – os utentes ofereceram um diploma com dicas sobre a alimentação.

Por: CSPA

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar