Templates by BIGtheme NET
Home » Região (page 3)

Região

Nova unidade produtiva vai surgir em Gouveia

Uma nova unidade produtiva vai nascer na Zona Industrial de Gouveia, assim sendo, o Município de Gouveia celebrou com a Arnaldo Saraiva, Lda., empresa ligada à indústria dos plásticos, um acordo que irá assegurar a instalação de unidade produtiva da empresa, com atividade industrial, armazenamento de matérias primas, produtos acabados e escritórios de apoio, na Zona Industrial de Gouveia, no pavilhão da ex. Pinto & Tavares, Lda., propriedade da autarquia.

Através deste acordo, o Município de Gouveia assegura a concretização deste investimento em Gouveia, que foi disputado por outras autarquias dos concelhos limítrofes, e que garante a criação de, pelo menos, 20 novos postos de trabalho, que terão de ser preenchidos por residentes, naturais ou pessoas que venham viver para o concelho de Gouveia.

A empresa compromete-se ainda fixar a sua sede em Gouveia e a manter aquela unidade fabril em funcionamento, durante o período de duração do acordo.

As obrigações das duas entidades estão definidas por contrato, no qual está prevista a cláusula que terá constituído um dos argumentos decisivos da opção da empresa pelo concelho de Gouveia: o compromisso do Município de Gouveia em arrendar aquela infraestrutura por um valor simbólico.

Trata-se, por isso, de uma iniciativa concreta do Município de Gouveia, que está empenhado em atrair investimento para o concelho, assegurar a empregabilidade dos seus residentes e naturais e atrair novos povoadores, com o objetivo de contrariar a tendência de desertificação, que é comum a todos os concelhos do interior do país.

Por:Mun.Gouveia

Hugo Coelho mantém-se na liderança do UD Pinhelenses

Depois de um mandato onde o clube não teve seniores, mas revitalizou noutros setores, assim como Formação, Feminino entre outros.

Assim Hugo Coelho foi a votos, apesar de ser lista única, venceu com naturalidade, mas isso de não surgir mais listas deve-se ao facto do trabalho positivo nestes anos.

Segundo o executivo liderado por Hugo referiu que: a missão do clube é desenvolver os atletas e jovens Pinhelenses , dando as melhores condições para a prática de futebol concelhio.

Agora os pinhelenses são exigentes e depois de arrumar a casa, os associados vão querer mais no futuro, isto é , o regresso da equipa sénior neste mandato. Será uma realidade??

Por:AP

Oferta de uma bicicleta de fisioterapia para Misericórdia de Mangualde

A Misericórdia de Mangualde foi contemplada nesta segunda -feira com a oferta de uma bicicleta de fisioterapia, na passagem da 80ª edição da prova rainha do ciclismo nacional “ Volta a Portugal”, pela cidade de Viriato.
Para o Provedor, José Tomás, “este equipamento vai contribuir para a promoção da boa forma física, dos residentes das diferentes respostas sociais da Misericórdia. Trata-se de um ato simbólico para com aqueles que mais precisam, que muito agradecemos.”
A Vice-Provedora, Isabel Couto e o Mesário, Carlos Coutinho, representaram a Misericórdia de Mangualde nesta Cerimónia.
Esta ação inovadora resulta da assinatura de um protocolo entre o Banco Santander, a União das Misericórdias Portuguesas e a Podium Events de apoio à população sénior, que prevê a entrega de várias bicicletas de fisioterapia à população sénior residente nas localidades das etapas da 80ª Volta a Portugal em Bicicleta.

Por:SMM

OP18- Projetos de Algodres, Figueiró da Granja e Fornos de Algodres vencedores

Depois de apurados os resultados do Orçamento participativo no Município de Fornos de Algodres os três projetos vencedores do Orçamento Participativo 2018:

  • Valorização do Património Paisagístico da Aldeia de Algodres;
  • Requalificação do Centro Histórico de Figueiró da Granja;
  • Fornos de Algodres – Desporto em Ação

Num universo de 4000 votos, com 1300 pessoas a votar, o Município de Fornos de Algodres mostra-se satisfeito com este recorde atingido em 2018.

V Encontro Gastronómico na Abrunhosa-a-Velha

 

O Encontro Gastronómico de Abrunhosa-a-Velha coloca novamente em destaque a gastronomia tradicional do concelho de Mangualde. A iniciativa, que já vai na sua 5ª edição, realizar-se-á este sábado, dia 11 de agosto, a partir das 17h00, e, como habitualmente, no Centro da Aldeia.

A sopa de barbo do Chefe João Tomé, os rojões à moda da Abrunhosa do Chefe Alfredo, o rancho à moda de Mangualde do Chefe Neca, as pataniscas com arroz de feijão da Chefe Ivone e o pão no forno a lenha e bolos de chouriço do Chefe Américo farão as delícias de todos os presentes. A entrada tem o custo simbólico de cinco euros e permitirá aos visitantes provar os vários “pratos” apresentados, bem como desfrutar de muita animação.

A iniciativa, promovida pela Junta de Freguesia de Abrunhosa-a-Velha e pela Câmara Municipal de Mangualde, conta com o apoio do grupo Desportivo e Recreativo de Vila Mendo de Tavares, da Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha, do Estrela do Mondego Futebol Club, do Centro Paroquial de Abrunhosa-a-Velha, do Racho de Carnaval da Freguesia de Abrunhosa-a-Velha e das Marchas dos Santos Populares de Abrunhosa-a-Velha e com o patrocínio da COAPE, do Hotel Mira Serra e da Quimirep.

Por:MM

 

SC Mêda vence Alcains e conquistou Supertaça da Beira Interior

Apesar do muito calor que se tem feito sentir em todo País, neste sábado, disputou-se pela primeira vez, a Supertaça regional da Beira Interior, com o SC Mêda a vencer a turma do Alcains.

Assim foram duas equipas que lutaram de igual para igual, mas os golos não apareceram em 90 minutos e segundo o regulamento, seguiram-se as grandes penalidades, com a turma de Rogério Afonso a vencer e arrecada desta forma a 1ªedição da Supertaça regional entre as Associações de Futebol da Guarda e Castelo Branco.

Por:AP Foto:MM

Tufão Team vence em Bragança e fica a um passo da vitória final

Tufão Team(André Henriques e Rodrigo Sousa) venceram neste domingo, na Classe de Promoção, no Campeonato de Portugal de Trial 4×4.

Em Bragança é aquele evento desportivo a que ninguém quer faltar. Prova disso é o recorde de equipas inscritas nesta etapa e os milhares de pessoas que enfrentaram as temperaturas escaldantes para ver de perto as melhores equipas nacionais. Acresce ainda o facto de o CPT4x4 se aproximar do final e os pontos de Bragança serem determinantes para encontrar os campeões.

Foi uma luta de paciência para Cláudio Ferreira (Auto Higino), mas no final das 3 horas de resistência valeu a pena. O piloto de Coruche alcançou a tão desejada vitória em termos Absolutos que teimava em lhe fugir, entrando assim na luta pelo título. Naturalmente venceu também a classe Super Proto e só precisa de alinhar na grelha de partida da última prova, em Paredes, para ser bicampeão da classe Super Proto.

Em 2018 a classe Extreme é, de longe, a mais competitiva e emocionante. Em Bragança a vantagem estava do lado da casa e António Calçada (NordHigiene Team) acabou mesmo por alcançar a vitória. E quando falta apenas uma prova para terminar o Campeonato está tudo por decidir. Quem vencer em Paredes é campeão da classe Extreme.

Luís Bacelo (Oficina Bacelo) conseguiu a segunda vitória na classe Proto em 2018 e talvez a mais importante da época. Sai de Bragança com uma vantagem que não lhe exige a vitória na última prova para se sagrar campeão.

Na Promoção André Henriques (Tufão Team) conseguiu a quarta vitória da temporada. A pista de Bragança levantou muitas dificuldades e furou alguns pneus, mas mesmo assim venceram com 1 volta de vantagem. Em teoria são já campeões da Classe Promoção, estando apenas obrigados a alinharem na grelha de partida de Paredes para poderem levantar a taça e fazer a festa.

A sexta e última prova da temporada está marcada para 14 de outubro, em Paredes.

Por:CPT4x4 foto: Fotolente

 

 

Volta a Portugal na Região

Neste domingo, disputa-se a etapa rainha da 80.ª edição terá 171,4 quilómetros, entre a Guarda e as Penhas da Saúde, na Covilhã.

A partida da 4ª Etapa da 80ª Volta a Portugal em Bicicleta realiza-se no Jardim José de Lemos, na Guarda, no próximo domingo, dia 5.

Os ciclistas devem concentrar-se no Jardim por volta das 10h30 e a partida será às 12h25.

A etapa segue para Celorico da Beira:

13h15 – Lageosa do Mondego

13h22 – Ratoeira

13h32 – Quartel Bombeiros

13h40 – Cruzamento Casas do Soeiro

13h48 – Cortiço

13h55 – Carrapichana

Gouveia (14h10), Seia (14h33) e terá passagem pelo ponto mais alto de Portugal continental, a Torre, na Serra da Estrela, com hora prevista às 15h38.

De seguida, o percurso continuará por Manteigas e Sarzedo.

A chegada à Covilhã está prevista para as 17h25.

Posteriormente, a 4ª etapa continuará pelo concelho da Covilhã com o seguinte percurso: Verdelhos, Teixoso e Canhoso, Praça do Município e Penhas da Saúde.

A chegada à meta final tem hora prevista às 17h42.

Por:JAM

Liturgia e avisos 18ºdomingo TC

Depois do milagre da multiplicação dos pães, aquelas pessoas, em vez de regressarem às suas casas, foram à procura de Jesus, porque lhes tinha saciado com pão. Ficaram somente pela alegria de ter comido o pão, ou seja, não perceberam o milagre. Era importante que o olhar da multidão fosse para além do comer o pão, ou seja, procurassem aquele alimento que dá a vida para sempre. Somente Jesus pode dar este alimento e a única maneira de o receber é acreditar Nele.05-08-2018
Quando lhe perguntaram sobre as obras que serão necessárias fazer para ter este alimento, Jesus responde que a única obra necessária é acreditar Nele. Por isso, Jesus apresenta-se assim: “Eu sou o pão da vida: quem vem a Mim nunca mais terá fome, quem acredita em Mim nunca mais terá sede”.
O ser humano não é só corpo. Tem sentimentos e necessita de afectos e carinho. Quem se preocupa somente em saciar o corpo é viver só a nível físico. O pão material é importante, mas também é o pão espiritual.
Na primeira leitura, do Livro do Êxodo, é-nos dito que Israel começou a murmurar contra Moisés e Aarão: “Antes tivéssemos morrido no Egipto, quando estávamos sentado ao pé das panelas de carne e comíamos pão até nos saciarmos. Trouxestes-nos a este deserto, para deixar morrer à fome toda esta multidão”. Por intercessão de Moisés, Deus enviou o maná, o pão descido do céu. O maná é o anúncio de Jesus Cristo, o pão da Eucaristia. O maná não dava vida; todos os que dele se alimentavam iriam, mais cedo ou mais tarde, voltar a ter fome. Jesus Cristo, o verdadeiro Pão, dá a vida para sempre e mata tantas outras fomes: a fome de amor, de felicidade, de verdade, de segurança, de vida. O pão material só restaura as forças, não evita a morte. Mas o pão espiritual dá vida, porque destrói a morte. Por isso, Jesus Cristo é o pão da vida, do qual o maná era somente a figura. Deus continua a dar o seu pão aos que têm fome. Esse pão é o seu Filho que nos é servido em dois pratos: o pão da Palavra e o pão da Eucaristia. Infelizmente, alguns ficam felizes e saciados somente com a “panela de carne” do Egipto! O que é preocupante é não ter fome das coisas mais importantes, ou seja, é ficar satisfeito com a “panela de carne” que nos oferece o mundo: os vícios, as paixões, o egoísmo, a ganância, a indiferença.
Todos sabemos donde surge e como é feito o pão. A semente é lançada à terra, germina, dá a espiga que é cortada. Depois o grão é triturado no moinho. Assim aconteceu com Cristo, o Pão vivo. Durante 30 anos foi crescendo em Nazaré. Tornou-se espiga na sua vida pública, fazendo o bem, ensinando e curando. Depois, passou pelo “moinho” da sua paixão, onde se deixou triturar pelos golpes, pelas chicotadas, pela lança para se fazer Pão da nossa Eucaristia. É verdade que Cristo já se ofereceu por todos nós na cruz uma vez para sempre naquela primeira sexta-feira santa. Mas a Eucaristia torna presente aquilo que aconteceu uma só vez na história da humanidade: fazemos memória da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. A Eucaristia é o sacramento do sacrifício da Cruz, onde comemos o Pão que é a Palavra e o Corpo de Jesus. Por isso Jesus afirma: “Não foi Moisés que vos deu o pão do Céu; meu Pai é que vos dá o verdadeiro pão do Céu. Eu sou o pão da vida: quem vem a Mim nunca mais terá fome, quem acredita em Mim nunca mais terá sede”.
Façamos nossa a oração daquela multidão: “Senhor, dá-nos sempre desse pão”. Aquelas pessoas procuravam a solução para os seus problemas. Tantas vezes acontece o mesmo connosco, usando o Senhor! O pão material (a saúde, o trabalho, o alimento…) é importante, mas há algo mais importante: “Nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus”. Procuremos cumprir a vontade de Deus na nossa vida. Não fiquemos satisfeitos somente por “assistir” passivamente à missa. Jesus envia-nos a ser pão fresco e quentinho para os nossos irmãos, ajudando-os, confortando-os e escutando-os. Cumpriremos esta missão divina, quando abandonarmos as “panelas de carne” deste mundo (os vícios, o egoísmo, os nossos interesses) para nos alimentarmos com Jesus Cristo, o Pão da Vida, o verdadeiro Pão descido do Céu.

Atividade operacional diária da GNR

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, na última semana, de 27 de julho a 2 de agosto, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 463 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 211 por condução sob o efeito do álcool;
  • 71 por condução sem habilitação legal;
  • 50 por tráfico de estupefacientes;
  • 34 por posse ilegal de arma;
  • Oito por violência doméstica;
  • Sete por permanência ilegal em território nacional;
  • Sete por roubo;
  • Seis por furto;
  • Dois por ofensas à integridade física;
  • Um por falsificação de documentos;
  • Um por ameaças.

 

  1. Apreensões:
  • 4 197 doses de haxixe;
  • 631 doses de cocaína;
  • 519 doses de heroína;
  • 90 doses de anfetaminas;
  • 56 gramas de liamba;
  • Oito pés de cannabis;
  • 12 armas de fogo;
  • 29 armas brancas;
  • 34 munições de diversos calibres;
  • 24 veículos;
  • 3 105 artigos contrafeitos;
  • 129 200 cigarros avulso;
  • 284 quilos de tabaco triturado;
  • 29 169 quilos de pescado;
  • 2 650 quilos de bivalves;
  • 9 850 euros em numerário.

 

  1. Trânsito: 8 554 infrações detetadas, destacando-se:
  • 4 256 excessos de velocidade;
  • 485 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 460 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 382 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 338 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 304 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 251 relacionadas com tacógrafos;
  • 177 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar