Templates by BIGtheme NET
Home » Região (page 30)

Região

Trail do Requeijão-Terras de Algodres a 13 de abril

Vai realizar -se mais uma edição do Trail do Requeijão-Terras de Algodres, no concelho de Fornos de Algodres, com os padrinhos da prova os atletas Pedro Gomes e Clara Oliveira.

Um grande número de atletas são esperados por terras de algodres, onde o requeijão vai ser a imagem de marca, um dos produtos endógenos da região.

Relativamente à prova, vai ter um trail curto de 15km e um trail longo de 25km, assim como uma caminhada de 8km.

Esta prova tem a organização do Município de fornos de Algodres e os co-organizadores a ADFA e o Esgalhada Trail Team.

As inscrições estão abertas em https://www.acorrer.pt/eventos/info/1998.

IPGuarda divulga estudo sobre futebol masculino

De acordo com um estudo efetuado por estudantes da licenciatura em Desporto do Instituto Politécnico da Guarda (IPG), a escolha de futebolistas para as seleções jovens portuguesas encontra-se fortemente influenciada pelo mês do seu nascimento.

Os resultados deste trabalho académico indicam uma forte tendência para os futebolistas nascidos no primeiro semestre do ano dominarem as convocatórias para as seleções jovens, especialmente entre os 15 e 19 anos. Por exemplo, na seleção de sub16 verifica-se que 88% dos atletas selecionados para os torneios oficiais que tiveram lugar durante 2018 nasceram num dos meses correspondentes ao primeiro semestre do ano, sendo que apenas 12% nasceram no segundo semestre.

Questionado se isto significa que os atletas nascidos no primeiro semestre são especialmente talentosos, Pedro Esteves (docente do IPG), coordenador deste projeto de investigação, referiu que “o efeito da idade relativa tem sido detetado em diversas modalidades e níveis competitivos sendo que a explicação para uma maior representatividade dos atletas nascidos nos primeiros meses do ano prende-se com a vantagem temporal associada a um maior desenvolvimento antropométrico (ex: altura, peso), físico (ex: força, velocidade), entre outros.”

Exemplificando, Pedro Esteves acrescentou que “um atleta nascido a 3 de janeiro face a um outro nascido a 20 de dezembro possui um avanço temporal de praticamente um ano. Este fenómeno é especialmente crítico durante a fase da adolescência onde os ritmos de desenvolvimento “corporal” são especialmente variáveis para atletas da mesma idade, que acabam por competir no mesmo escalão. Importa realçar que esta é uma vantagem temporária já que após a adolescência os níveis diferenciados de desenvolvimento tendem a ser esbatidos.”

Instado a pronunciar-se sobre as consequências práticas poderão advir deste efeito de idade relativa, o referido investigador assinalou que “em primeiro lugar, os atletas com avanço no processo de desenvolvimento podem estar a ser erroneamente identificados pelos treinadores como mais talentosos quando, na verdade, esta vantagem tende a ser temporária. Por outro lado, se estes atletas mais desenvolvidos forem consistentemente selecionados para as seleções pode-se criar um ciclo difícil de reverter dado que estes terão acesso a mais e melhores contextos de prática (ex: condições de treino, qualidade dos treinadores, experiências competitivas) que reforçam a sua vantagem face aos atletas com desenvolvimento mais “atrasado”. Isso não significa que os atletas nascidos no segundo semestre do ano fiquem irremediavelmente afastados das oportunidades de recrutamento; contudo, terão pela frente um grande desafio para superar os constrangimentos atrás mencionados. Importa assim questionar, quantos talentos poderão estar a passar entre os “dedos” dos agentes responsáveis pelo recrutamento”

Relativamente ao impacto deste estudo pode no processo de seleção de atletas com talento, Pedro Esteves disse que “os resultados por encontrados sugerem que o efeito de idade relativa nas seleções nacionais de futebol masculino parece diminuir a partir dos 19 anos, o que deverá merecer da parte dos investigadores, bem como dos responsáveis federativos, uma reflexão em tornos dos fatores que poderão contribuir para esta situação. Provavelmente, nestas idades, os atletas nascidos no segundo semestre do ano, pela combinação de características intrínsecas e de oportunidades de desenvolvimento externas conseguem superar a desvantagem acumulada e penetrar na rede de recrutamento”.

Este docente do Instituto Politécnico da Guarda acrescentou ainda que “de um ponto de vista prático existem diversas organizações desportivas a nível mundial que têm vindo a refletir sobre a temática da idade relativa e, neste sentido, criar medidas de compensação no sentido de minorar este efeito, como é o caso do bio-banding. Parece-nos assim importante, com este estudo, colocar na agenda mediática o tópico da idade relativa no sentido de estimular a discussão, a nível dos clubes e das seleções, sobre como potenciar o processo de identificação e seleção de talento no desporto, e no futebol em particular”.

O Presidente do Instituto Politécnico da Guarda, Joaquim Brigas, comentou que este estudo “é mais uma prova, objetiva, da investigação que é feita no IPG, e neste caso vertente na área do desporto”.

Congratulando-se com a realização deste trabalho, Joaquim Brigas evidenciou o “prestígio do curso de Desporto do IPG, a qualidade do ensino ministrado e o alto nível do corpo docente”.

O estudo científico que suporta estes resultados será apresentado no congresso CIDESD2019, a 1 e 2 de fevereiro.

V Concurso de Fotografia do Geopark

Está a decorrer o V Concurso de Fotografia , cuja entidade promotora é a Associação Geopark Estrela , onde todos podem participar, devendo as fotografias submetidas serem captadas no território candidato a Geopark Mundial da UNESCO. Para o efeito, serão aceites registos fotográficos obtidos em qualquer ponto dos municípios que integram este Geopark (Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia).

Neste contexto, o objeto das fotografias pode ser distinto, tal como a diversidade geológica e biológica, paisagens, gentes e cultura, atividades de lazer e aventura, entre outros, que retratem a identidade deste território. O grande objetivo deste concurso é captar a diversidade natural e cultural desta geografia, que tem na Serra da Estrela o seu principal Património.

A data limite de entrega das fotos é 31 de março, sendo os resultados divulgados em 31 de maio, e os prémios atribuídos neste ano de 2019.

Investimento de 7 milhões de euros na Etar´s de Mangualde

Mangualde aposta mais de 7 milhões de euros em Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR´s) para garantir melhores condições ao concelho. Um investimento que vem solucionar problemas de décadas no que respeita ao ambiente. Em causa estão nove ETAR´s, dotadas das mais avançadas tecnologias para o tratamento de efluentes.

Dotar o concelho das infraestruturas necessárias para o tratamento e reutilização de águas residuais, garantindo desta forma condições ambientalmente seguras, são os objetivos da autarquia mangualdense. “Estamos a fazer uma revolução ambiental no concelho com a construção de novas ETAR´s, num investimento superior a 7 milhões de euros. Uma aposta que permitirá aos mangualdenses a qualidade de vida que nunca tiveram.», atenta o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, garantindo que o ambiente é tema central nas prioridades da autarquia: “queremos resolver os problemas, que existem há décadas, tratando as águas residuais do concelho e garantido a preservação e a boa qualidade do meio ambiente.”

INVESTIMENTO PARA PROTEGER O AMBIENTE

E PROMOVER A EFICIÊNCIA DOS RECURSOS

Atualmente, estão a decorrer obras de quatro infraestruturas, nomeadamente da ETAR Poente de Mangualde, que vai substituir a ETAR da Lavandeira, da ETAR Chãs de Tavares, da ETAR de Freixiosa e da ETAR de Abrunhosa-A-Velha. A concurso está a ETAR de Gandufe, aguardando proposta.

Em análise de proposta está a ETAR de Cubos, num investimento de mais de 2 milhões de euros. “Será uma das mais modernas do País. Com uma tecnologia de ponta, esta infraestrutura irá permitir um processo de tratamento e purificação da água que, no final do ciclo, terá uma qualidade ótima para ser reutilizada para fins agrícolas e industriais.”, revela o autarca de Mangualde.

Recentemente, foram também aprovadas as candidaturas para a construção das ETAR´s de Tibaldinho, Lobelhe do Mato e a ETAR que abrangerá Oliveira, Passos e Santo André. Um investimento superior a 1 milhão de euros.

Turismo Centro de Portugal e a Secretaria de Estado da Valorização do Interior delinearam novas estratégias

Duas forças importantes da região do interior se reuniram em Castelo Branco, o Turismo Centro de Portugal e a nova Secretaria de Estado da Valorização do Interior reuniram-se em Castelo Branco, na passada segunda-feira, num encontro muito produtivo e em que ficou evidente a sintonia de estratégias.

Na reunião, Pedro Machado e Jorge Loureiro, da direção do Turismo Centro de Portugal, apresentaram os contributos decisivos que o Turismo pode fornecer à estratégia da Secretaria de Estado. Ao longo do encontro ficou patente que as duas entidades perseguem um objetivo comum: a valorização dos territórios mais afastados dos centros de decisão.

Pedro Machado recordou que o Turismo Centro de Portugal, em cooperação com as comunidades intermunicipais, tem assumido um papel privilegiado de promoção dos produtos e territórios do interior da região, tanto a nível nacional como internacional. Além disso, disponibilizou a entidade que dirige para cooperar com a Secretaria de Estado na capacitação dos agentes económicos, ajudando a qualificar os ativos do setor turístico e desenvolvendo programas que possibilitem captar novos investimentos.

O presidente do Turismo Centro de Portugal sublinhou também o facto de a região estar em linha com as grandes tendências nacionais e internacionais de procura turística. “A aptidão do Centro de Portugal pelo turismo ativo, pelo turismo da natureza, pela cultura física, pelo bem-estar, pela saúde, encaixa hoje na perceção cada vez maior dos consumidores que chegam a Portugal, por oposição àquilo que foi muitos anos a imagem do país: o turismo de sol e praia. Felizmente, essa perceção no consumidor hoje está a mudar. E esta nossa região está na primeira linha para um reposicionamento do território”, disse, destacando como exemplos práticos de produtos turísticos do interior a Estrada Nacional 2, os Caminhos de Santiago ou o Portuguese Trails – Cycling and Walking.

“O luxo do século XXI vai ser o interior, não tenho dúvidas nenhumas. Temos três coisas no interior que o país não tem no litoral, e muito menos nos grandes aglomerados urbanos: tempo, que é uma coisa fantástica; segurança; e silêncio, que vale ouro. Acredito verdadeiramente que estes territórios, que têm tempo, estão em silêncio e oferecem segurança, são o futuro do turismo em Portugal”, acrescentou.

“Temos de ter no interior do Centro de Portugal âncoras importantes a nível do turismo. É importante criar rotas para levar as pessoas ao interior”, frisou, por sua vez, o Secretário de Estado, João Paulo Catarino, alertando, no entanto, para a necessidade de haver retorno económico para quem lá vive: “As pessoas que vivem nestes territórios não podem ser só figurantes. O Turismo tem de deixar retorno económico e por isso é que tem de ser muito bem estruturado”.

Na reunião, foi também abordada a experiência do Turismo Centro de Portugal nos projetos transfronteiriços com a Extremadura espanhola e o Alentejo, inseridos na eurorregião Euroace. Até porque os projetos transfronteiriços são uma prioridade para o Governo.

“Temos vindo a trabalhar há dois anos, do ponto de vista prático e programático, com a Extremadura, trabalho a que se juntou mais tarde o Alentejo. Procurámos tirar partido de uma relação privilegiada com o nosso primeiro mercado emissor, que é Espanha. Portugal e Espanha são, em conjunto, o primeiro mercado internacional europeu, recebendo mais de 100 milhões de turistas estrangeiros por ano. Isto coloca-nos num patamar particularmente interessante do ponto de vista de uma relação ‘dois países, um destino turístico’”, explicou Pedro Machado.

O estreitamento de relações com a Extremadura está patente em quatro eixos de produto turístico de ação conjunta: turismo patrimonial e cultural; turismo gastronómico e de vinhos; turismo de natureza e ativo; e turismo religioso.

Outro ponto da reunião foi a aposta do Turismo Centro de Portugal na captação dos grandes eventos desportivos, que ajudam a atrair visitantes e que posicionam a região a nível internacional. “Temos bons motivos para que este território tenha condições singulares nesta área”, destacou Pedro Machado.

Federação Distrital do PS Guarda solicita que Governo intervenha caso

A propósito da notícia que faz manchete na edição de hoje do Jornal Público, lembramos que, desde a primeira hora, a Federação Distrital do PS Guarda tem solicitado ao Governo uma intervenção no sentido de evitar o fecho de estações de CTT em vários concelhos do Distrito e do País.

Transmitimos, inclusivamente, as nossas preocupações, pela voz do Presidente da Federação, ao Secretário-Geral do PS e Primeiro-Ministro António Costa e ao Secretário Nacional do PS e Ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, em inícios de setembro de 2018.

Pese embora não constasse no Memorando da Troika, a privatização total dos CTT foi executada pelo anterior Governo PSD/CDS à luz do devaneio ideológico de “ir além da Troika”, levando a que o Estado deixasse de ter qualquer participação nas tomadas de decisão dos CTT.

Continuaremos a fazer força para que o nosso Governo Socialista, liderado por António Costa, impeça a concretização de uma tremenda injustiça para as populações dos concelhos com menor densidade populacional, localizados, na sua grande maioria, no Interior do País, mesmo que tal implique uma reversão da privatização dos CTT.

 

21ªGala Spal no TMG a 16 de Fevereiro

O Clube Escape Livre regressa ao Teatro Municipal da Guarda com a 21ª Gala Spal – A Nossa Seleção de Pilotos. A homenagem aos pilotos da Guarda que participam nas diversas modalidades de desporto motorizado está marcada para o dia 16 de Fevereiro e é, este ano, acompanhada de um espetáculo de humor por dois grandes atores nacionais. No palco do Grande Auditório do TMG vão estar António Machado e João Didelet com “Faz-te Homem”.

Na edição de 2019 serão homenageados mais de quatro dezenas de pilotos da região da Guarda que em 2018 participaram nas provas oficiais e que sempre levam mais longe o nome da região. Entre eles, o público presente elege e entrega o Troféu La Vie Piloto do Ano. A organização entrega ainda os Troféus Prestígio João Lopes e Troféu Manuel Gião a individualidades, empresas ou organismos de referência na promoção ou desenvolvimento da região da Guarda ou nas actividades do Clube.

Pela primeira vez, no âmbito da 21ª Gala Spal – A nossa selecção de Pilotos, estará patente no Centro Comercial la Vie uma exposição de viaturas de competição dos pilotos homenageados. A mostra, que decorre entre 8 e 18 de Fevereiro ao longo do piso 3, é uma oportunidade para visitantes contactarem de perto com veículos de competição de diferentes modalidades. Nessa semana, terá ainda lugar uma sessão de autógrafos com os pilotos.

Para Luís Celínio, presidente do Clube Escape Livre, “É com grande orgulho, mas também algum esforço, que contamos já 21 edições desta gala. Entendemos que o desporto motorizado, os seus pilotos e toda a dinâmica em torno desta actividade merecem ser engrandecidos, incentivados, apoiados, não apenas quando os resultados são cimeiros, mas quando se trabalha arduamente. Desejamos, uma vez mais, contar com a presença dos guardenses, entusiastas do desporto e visitantes nesta noite de festa, para dar início a mais um ano de realizações, sempre com espírito positivo, e também por isso escolhemos um grande espetáculo humorístico para enriquecer a festa de homenagem.”

A Gala inaugura, como habitualmente, o calendário anual do Clube Escape livre e realiza-se pelo sexto ano consecutivo no TMG. Os bilhetes para o espetáculo que conta com textos de Luis Coelho e encenação de Paulo Sousa Costa já estão disponíveis.

FPF- Campeonato de Portugal-17ªronda

Decorreu a derradeira ronda da 1ªvolta do Campeonato de Portugal, Serie B, com o Penalva a empatar frente ao Cesarense a uma bola. Já o SC Mêda voltou ás derrotas diante da Sanjoanense, por uma bola a zero.

Maritimo B-Pedras Rubras-1-1

Amarante-Gondomar-1-0

L.Vildemoinhos- U.Madeira-1-0

Penalva do Castelo-Cesarense-1-1

Cinfães-Coimbrões-0-1

Leça- Lusitania FC- 0-2

Sp. Espinho – Agueda-2-1

SC Mêda- Sanjoanense-0-1

Paredes-Gafanha-4-1

 

1ºGondomar-37

2º LusitâniaFC-34

3º L.Vildemoinhos-32

14ºPenalva-21

18º SC Meda-1

AFGuarda – Resultados 1ªeliminatória Taça de Honra

Jogou-se mais uma eliminatória da Taça de Honra da AFG, com algumas surpresas.

Sabugal-E.Almeida-1-1 GP(4-5)

Gouveia – Celoricense-3-3 GP(1-2)

Freixo Numão- Soito– 1-1 GP(1-4)

Casal cinza-Foz Côa– 1-3

Nespereira– Os Castelos-4-1

Paços serra– S.Romão-1-0

A.Beira-Vilanovenses-1-0

Vila Cortez– Manteigas- 3-2

Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura reforçada com acordo intermunicipal

Foi assinado na cidade da Guarda, na tarde desta sexta-feira, um Acordo Intermunicipal de Cooperação tendo em vista a Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura, em 2027, pelos 14 Municípios dos Distrito da Guarda e 3 do Distrito de Castelo Branco, assim: Aguiar da Beira, Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Gouveia, Guarda, Manteigas, Meda, Pinhel, Sabugal, Seia, Trancoso e Vila Nova de Foz Côa.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar