Templates by BIGtheme NET
Home » Região (page 4)

Região

ABC de Nelas (Seniores) disputa fase de subida

ABC de Nelas entra novamente entre as 12 melhores equipas da 2.ª divisão nacional de futsal.
A equipa do Coração do Dão venceu na noite de ontem o Silvalde por 2-1 e conquistou o direito de disputar a fase de subida à 1.ª divisão nacional.
Pelo segundo ano consecutivo a equipa academista estará entre as 12 melhores equipas da 2.ª divisão, onde irá tentar fazer melhor que a época passada, quando se classificou em 5.º lugar.
Na próxima fase vai encontrar equipas com orçamentos superiores, mas a equipa está preparada para lutar e dignificar o nome do ABC, do Concelho e do Distrito.

Figueiró da Granja recebeu um desfibrilhador

Entregue e demonstração feita

A Freguesia de Figueiró da Granja está mais seguro a nível cardiológico, agora dispõe de um novo aparelho importante para apoiar a comunidade local.

Uma oferta foi feita por um médico da terra (João Almeida), que veio agora proteger com este novo aparelho a população, que agradeceu pela voz do seu Presidente de Junta, Álvaro Santos.

Ainda foi feita a demonstração de como o aparelho pode salvar vidas, que vai agora estar disponível diariamente .

fotos:JRA

 

AF Guarda- Resultados da 2ªDivisão

Decorreu a 11ªronda do distrital secundário da AF Guarda, com o líder Vila Franca das Naves a golear em casa os Castelos por quatro bolas a zero.

O Foz Coa viajou à Guarda e venceu a turma local e deu um passo importante rumo á subida.

Pala-Nespereira-0-2

Freixo Numão –Casal Cinza-2-0

Vila Franca Naves-Os Castelos-4-0

Guarda FC- Foz Côa-1-4

 

Classificação:

1º VF Naves- 25

2º Foz Côa-19

3º Freixo N.-17

4º Nespereira- 14

5º Paços Serra- 13

6º Guarda DFC- 12

7º Pala- 9

8º Castelos- 6

9º Casal Cinza- 4

AF Viseu – 1ªdivisão zona Norte e Sul

1ª Divisão Zona Norte

Boassas- Campia

Roriz- Oliv. do Douro- 7-0

Os Ceireiros- CD Santacruzense- 5-0

Parada- Alvite- 3-0

Vouzelenses- UD Vilamaiorense- 2-1

Carvalhais- Sezurense- 5-0

lidera : Carvalhais, 35pts

Zona Sul–JORNADA 14

Molelos- Santacombadense- 4-0

Mangualde- Sp.Santar- 4-1

Besteiros FC- Vale de Madeiros- 4-1

Nelas- Moimenta Dão- 1-0

Vila Chã de Sá- Nandufe- 1-5

Cabanas de Viriato- Os Ciências

Lideram:Molelos e Nelas, 36 pts , seguido de Mangualde, 34 pts

 

Resultados da AF Viseu Divisão Honra- 18ª jornada

 

Sampedrense- Vale de Açores- 2-1

GD Resende- Carregal do Sal- 0-1

Castro Daire- Sátão- 2-1

Ferreira de Aves- SC Lamego- 2-0

Paivense- Nespereira FC- 1-0

Mortágua- Moimenta da Beira- 2-0

Tarouquense- Silgueiros- 3-0

Canas Senhorim- ACDR Lamelas- 0-1

Resultados do Campeonato de Portugal- Série B

JORNADA 21

SC Coimbrões- Leça 3-2

FC Pedras Rubras- Paredes 2-1

Lusitânia Lourosa- Cesarense 1-0

AD Sanjoanense- Marítimo B 1-1

Gafanha- Penalva do Castelo 2-2

Gondomar- Sp.Espinho 2-0

Águeda- Amarante FC  2-0

U.Madeira- Cinfães 1-0

Lusitano FCV- Sp.Mêda 5-0

Resultados do Campeonato Distrital da 1ª divisão-17ªjornada

Vilar Formoso- Trancoso- 0-1

Manteigas- Fornos de Algodres- 4-2

Os Vilanovenses- SC Sabugal- 2-2

SC Celoricense- Vila Cortez- 3-2

Aguiar da Beira- Estrela Almeida- 5-2

AD São Romão- CD Gouveia- 1-1

Desportiva do Soito- Ginásio Figueirense- 0-1

 

Banda Desenhada Regime da Fruta Escola

A iniciativa é dirigida às cerca de 450 crianças que frequentam o 1º CEB dos Agrupamentos de Escolas do Concelho, Canas de Senhorim e Nelas, distribuídas por 26 turmas, que desde o passado dia 14 janeiro, estão a criar, desenhar e pintar, em conjunto, uma Banda Desenhada sobre hábitos de alimentação saudável, a enviar para o Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), no cumprimento das medidas educativas de acompanhamento, monitorização, desenvolvimento e avaliação das atividades associadas ao Regime da Fruta Escolar (RFE), ao qual o Município de Nelas apresenta anualmente candidatura, e que garante a distribuição gratuita de 1 peça/dose de fruta, duas vezes por semana, aos alunos do 1.º CEB dos estabelecimentos de ensino público. Esta ação é reforçada pelo Município de Nelas, através do Projeto Fruticool, que assegura a distribuição de fruta no 1º CEB dos Agrupamentos de Escolas, nos dias não abrangidos pelo RFE, e a distribuição de uma peça de fruta diária a todo o pré-escolar do Concelho, instigando as crianças e famílias para a adoção de práticas alimentares mais saudáveis e hábitos que levem a um consumo de fruta em substituição de “lanches”, por vezes, de fraca qualidade alimentar.
A conclusão da Banda Desenhada está agendada para o próximo dia 22 de março, data em que lhe será atribuído nome, e promete apresentar uma história repleta de criatividade, contada pelos alunos das turmas do 3º e 4º anos, desenhada pelos 2º anos e ilustrada pelos mais pequenos, os alunos das turmas dos 1º anos. A mascote do Fruticool é presença obrigatória nesta história e junta-se a outras personagens, na promoção do consumo diário de fruta na escola e em casa, sensibilizando para as implicações que os hábitos de uma alimentação pouco saudável têm na saúde, e que determinam a obtenção de resultados sustentáveis no longo prazo a favor da saúde e com vista à luta contra a obesidade.

A promoção de hábitos alimentares saudáveis junto da população escolar dos Jardins de Infância e 1º CEB dos Agrupamentos de Escolas do Concelho, continua a ser uma aposta do Município de Nelas, no sentido de contribuir para uma efetiva melhoria da qualidade de vida e saúde de todos, sensibilizando os pais para adoção de estilos de vida saudáveis, e que o Carlos, elemento da Família do Serviço de Educação e Cultura (SEC), tem vindo a comunicar através da Oficina do Óscar, do e-book culinário, de dicas e receitas saudáveis, no cuidado na preparação das ementas escolares, nas ações de sensibilização para o consumo de água e nos diversos workshops desenvolvidos sobre os cuidados a ter com a alimentação.

Caminho Português de Santiago promovido

A Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal (ERTCP) saúda de forma muito positiva o Decreto-Lei aprovado pelo Conselho de Ministros, que regula a promoção do Caminho Português de Santiago e que visa a certificação dos seus itinerários. Esta medida vem ao encontro do intenso trabalho desenvolvido nos últimos anos pela ERTCP, em conjunto com vários parceiros do território do Centro de Portugal, que se enquadra na perfeição no espírito e na letra do Decreto-Lei agora aprovado.

Com efeito, o trabalho de identificação e valorização dos itinerários do Caminho de Santiago no Centro de Portugal iniciou-se há mais de uma década. Mais concretamente, desde 2007 que na ERTCP se delineou a estratégia de estruturação desta via de peregrinação enquanto produto turístico de grande potencial.

Na região, estão identificados e sinalizados os Caminhos Central, Interior e Nascente e a ligação do Caminho Interior ao Caminho Central.

Em 2014 ficou concluída toda a sinalética do Caminho Central, que, iniciando-se em Lisboa, passa neste território por Vila Nova da Barquinha, Tomar, Ferreira do Zêzere, Alvaiázere, Rabaçal, Conímbriga, Coimbra, Mealhada, Águeda e Albergaria-a-Velha, em direção ao Porto e a Santiago de Compostela. Neste itinerário está já em pleno funcionamento uma importante rede de albergues e pontos de apoio ao peregrino.

O Caminho Nascente está igualmente completamente identificado e sinalizado no Centro de Portugal. O itinerário parte do Alentejo e atravessa o território do Centro de Portugal em Vila Velha de Ródão, Castelo Branco, Fundão, Ferro (Covilhã), Belmonte, Guarda, Celorico da Beira e Trancoso, onde se junta com o Caminho de Torres. Este, começando em Espanha, cruza Almeida, Pinhel e Trancoso, em direção a Lamego, Guimarães, Braga e Santiago.

O Caminho Nascente é de grande importância estratégica, uma vez que constitui um percurso alternativo à Via da Prata, tradicionalmente utilizado pelos peregrinos do Sul de Espanha e que passa por Sevilha, Cáceres e Salamanca. A Via da Prata está hoje saturada, pelo que cada vez mais peregrinos da Extremadura e de Castela e Leão preferem utilizar o Caminho Nascente.

Identificado está também o Caminho do Interior, que parte de Viseu e segue por Castro Daire, Lamego, Vila Real e Chaves, até desembocar na Via da Prata. Em 2015, foi protocolada entre a ERTCP e os municípios, em 2015, a ligação entre o Caminho do Interior e o Caminho Central, havendo inclusivamente uma candidatura ao programa Valorizar, promovida pela Associação Via Lusitana.

Paralelamente, foram e estão a ser desenvolvidas ferramentas de apoio ao peregrino, nomeadamente uma app, guias e mapas, que permitem a plena fruição do Caminho Português de Santiago na região, proporcionando informação geral e prática, bem como informação histórico-cultural.

A região Centro de Portugal tem apostado, de forma assertiva, na qualificação e valorização do Caminho Português de Santiago, em parceria com os Municípios, a Associação Via Lusitana e o Turismo de Portugal. Por isso, a ERTCP reúne todas as condições para avançar com a certificação dos seus itinerários, aguardando o desenvolvimento do processo de organização a nível nacional e disponibilizando-se até para, face aos passos importantes que já foram dados pelo Centro de Portugal nesta área, assumir um papel de região-piloto a nível nacional.

A ERTCP não pode deixar de se congratular com a aprovação do Decreto-Lei, que constitui uma excelente oportunidade para a região e para o país.

Avisos e liturgia do 5º DOMINGO COMUM (Ano C)

Depois da desagradável experiência em Nazaré, onde Jesus fui expulso da sua terra e até o quiseram matar, Ele regressou a Cafarnaum onde ensinava aos sábados na sinagoga e curou a sogra de Pedro e muitas outras pessoas. Depois, dirigiu-se à Judeia, percorrendo outras cidades para anunciar a Boa Nova do Reino de Deus. Jesus sabe que é o mensageiro enviado para anunciar que tinha chegado o tempo da misericórdia de Deus. Os seus milagres e as curas dos doentes são sinais que permitem ver que Deus visitou o seu povo e que está perto a aurora da salvação. É neste contexto que acontece a pesca milagrosa, narrada no texto do evangelho deste domingo. Com este milagre, Jesus dá a conhecer a vocação dos apóstolos: “Daqui em diante sereis pescadores de homens”.

10-02-2019
Na margem do lago, Jesus viu dois barcos estacionados. Jesus subiu para o barco que era de Simão e pediu-lhe que se afastasse um pouco da terra. Depois sentou-se e do barco pôs-se a ensinar a multidão. De todos os lados vinham pessoas para ouvir Jesus, porque falava com autoridade, fazendo milagres e anunciando o reino de Deus. Mas o reino de Deus só produz efeito quando é acolhido por corações bem dispostos. E para que os corações daqueles pescadores ficassem bem dispostos, Jesus fez um milagre: pediu a Simão e aos seus companheiros: “Faz-te ao largo e lançai as redes para a pesca”. Para aqueles pescadores, este pedido era absurdo, feito por alguém que nada percebia de pesca. Perante o pedido de Jesus, surge uma sequência interessante de reacções: em primeiro lugar, há a opinião de Simão (“Mestre, andámos na faina toda a noite e não apanhámos nada”); a seguir, Simão cede e obedece (“Mas, já que o dizes, lançarei as redes”); depois, é a surpresa geral pela grande quantidade de peixes que apanharam, começando as redes a romper-se; de seguida, a reacção de Pedro (“Senhor, afasta-te de mim, que sou um homem pecador”); finalmente, o chamamento que dissipa todos os medos (“Não temas. Daqui em diante serás pescador de homens”) e a aceitação dos pescadores em seguir Jesus (“Tendo conduzido os barcos para terra, eles deixaram tudo e seguiram Jesus”).

Ano C - Tempo Comum - 5º Domingo - Boletim Dominical
Hoje, continua a ser este processo que Jesus utiliza para nos chamar a ser pescadores de homens. Também ficamos incomodados com o seu chamamento. Não sabemos bem o que devemos fazer para evangelizar os nossos vizinhos, os nossos companheiros de trabalho, os amigos, os filhos e os netos! Já tentámos algumas vezes mas nem sempre deu resultado! Para nossa surpresa, Jesus diz-nos para continuar a lançar as redes, ou seja, para não perdermos o entusiasmo missionário e a alegria evangelizadora. Apesar das nossas fraquezas, Ele continua a chamar cada um de nós e a convidar a segui-lo.

Deus chama, porque precisa de nós. Como chama? Através de alguém, respeitando a nossa liberdade, mas com muito amor e confiança; às vezes, com insistência, outras, suavemente. Quem chama? Homens e mulheres normais, com virtudes e defeitos, mas entusiasmados. Chama para quê? Para criar com cada pessoa uma intimidade com Ele, conhecer os segredos do seu coração, e depois ir e pregar a sua mensagem de salvação. Onde chama? Na família, na escola, num hospital, nas circunstâncias da vida. O que nos oferece? Aqui na terra, a sua amizade, a sua companhia, a sua graça; e depois, a vida eterna. Perante isto, qual deverá ser a nossa resposta? A mesma dos profetas, dos apóstolos e de tantos homens e mulheres no decorrer da história: “Eis-me aqui: podeis enviar-me”. Uma resposta de prontidão e de amor.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar