Templates by BIGtheme NET
Home » Nelas

Nelas

Kartcross-Alexandre Borges 4º em Sever do Vouga

Foi um fim de semana com muita adrenalina e indecisão na tabela classificativa até à bandeira de xadrez, foram estes os ingredientes da 3ª Prova do Campeonato de Portugal de Kartcross, em Sever do Vouga.

Num lote de 21 participantes, o piloto da NelaSport, Alexandre Borges, voltou a estar em destaque, melhorando progressivamente os seus cronos ao longo das três corridas de qualificação de sábado e domingo, participando no restrito lote de concorrentes, que conseguiu rodar no segundo 35 e terminando o fim de semana, num excelente 4º lugar da geral.

“Foi um resultado importante para toda a equipa! Com o desenrolar das qualificações, senti que poderia ter chegado um pouco mais longe, o que não foi possível, em virtude da minha posição na grelha de partida. A terceira posição alcançada no somatório das corridas de qualificação, deu-me acesso à primeira linha da grelha de partida, no entanto o que aparentemente seria uma vantagem, não o é, quando temos apenas umas escassas dezenas de metros, a separar a grelha de partida e a primeira curva. Partindo na parte exterior da pista, quando cheguei ao final da primeira curva, já tinha caído para a sexta posição. A partir desse momento, acho que eu e o kartcross, demos o máximo que nos foi possível. Consegui registar a 3ª melhor volta, a menos de 2 décimas de segundo, do vencedor da prova e líder do Campeonato. Pode parecer um dado insignificante, mas para nós equipa, é um indicador que estamos no caminho certo. Em termos de resultado final e após a recuperação que tive de realizar, terminar na 4ª posição “colado” ao terceiro classificado, a escassas 4 décimas de segundo, considero que foi muito positivo e que nos deixa motivados, para a próxima prova em Mação”, afirma Alexandre Borges.

Por:Nelasport

Abril com muitos visitantes no Centro de Portugal

O mês de abril foi muito positivo para o turismo no Centro de Portugal. Os números divulgados hoje pelo INE – Instituto Nacional de Estatística mostram que a procura da região cresceu acima da média nacional no quarto mês do ano.

Abril foi, recorde-se, o mês em que este ano se celebrou a Páscoa, época em que tradicionalmente esta região recebe muitos visitantes.

No total de dormidas, o mês de abril de 2019, em comparação com o mesmo mês em 2018, registou um aumento percentual de 10,4% no Centro de Portugal: tinham sido 523.301 em abril de 2018 e foram 577.723 no mesmo mês de 2019. Ou seja, verificaram-se mais 54.422 dormidas. Este aumento de 10,4% é superior à média nacional, que se cifrou nos 9,5%.

É de sublinhar que a subida foi mais significativa entre os visitantes nacionais, cujas dormidas cresceram 13,3%, para 319.576 – um sinal de que esta região continua a ser uma das preferidas dos portugueses. As dormidas com origem no estrangeiro tiveram também um aumento expressivo de 7,0%, para 258.147.

No indicador do número de hóspedes, o Centro de Portugal cresceu também na ordem dos dois dígitos: 10,0%. Em abril de 2018 tinham sido contabilizados 312.374 hóspedes na região; em abril de 2019 foram 343.719.

Merecedor de destaque é também o indicador dos proveitos da atividade hoteleira, que subiram de 24,9 milhões para 27,2 milhões de euros (mais 9,4%) entre abril de 2018 e abril de 2019. São mais 2,3 milhões de euros que as unidades hoteleiras do Centro de Portugal ganharam no quatro mês do ano.

Estes números, muito positivos, confirmam a tendência dos últimos anos: a região Centro de Portugal está a crescer de forma sustentada ao longo de todo o ano e é a escolha de cada vez mais visitantes, de dentro e fora do país.

Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal, não fica surpreendido com os indicadores hoje conhecidos. “A atividade turística no Centro de Portugal caminha para um ano de 2019 muito positivo, à semelhança dos anos anteriores. É o resultado do prestígio crescente conquistado por esta região dentro e fora de portas. A marca Centro de Portugal está cada vez mais consolidada nos mercados, fruto do trabalho em conjunto entre organismos públicos e os empresários do setor, que são incansáveis no esforço desenvolvido para atrair visitantes à região”, sublinha.

Conjunto dos quatro meses de 2018 é muito animador
Se consideramos o conjunto acumulado dos primeiros quatro meses de 2019, de janeiro a abril, os números do Centro de Portugal são também promissores. As dormidas aumentaram 3,3% em relação ao mesmo período do ano passado, com as dormidas dos estrangeiros a subirem 4,2%. O número de hóspedes progrediu 3,8% e os proveitos melhoraram 5,0%.

Alexandre Borges em contagem decrescente para Sever do Vouga

No próximo fim de semana de 15/16 de junho, que a equipa da Nelasport regressa à competição, para mais uma ronda do Campeonato de Portugal de Kartcross, no Circuito do Alto do Roçário, em Sever do Vouga.
Nesta que será a 3ª Prova do Campeonato, já habitual em edições anteriores, não será uma novidade para a grande maioria dos pilotos, pelo que se advinha um fim de semana de intensa luta ao cronómetro, face ao que se tem verificado nas duas provas anteriores, de Lousada e Castelo Branco, com vários pilotos a rodar dentro do mesmo segundo.
Para esta Prova, o piloto da Nelasport, Alexandre Borges, encontra-se com a motivação em alta, face aos bons cronos que tem vindo a registar, no entanto e como habitualmente, mostra-se cauteloso em termos de prognósticos. “Nos treinos cronometrados, tenho conseguido realizar cronos bastante interessantes, normalmente dentro do top five, contudo por fatores de ordem diversa, não tem sido possível materializar esse andamento, em termos de resultados finais. Estou bastante motivado para esta Prova e apenas posso garantir, que mais uma vez, vou dar o meu melhor dentro de pista e dentro das possibilidades, procurar um bom resultado na Final”.

foto:JCF

Viseu acolheu o Dia Nacional da Gastronomia

  A festa dos produtos portugueses decorreu com um vasto programa da responsabilidade da FPCG e co-organizado pelas Edições do Gosto, com o intuito de celebrar o melhor de Portugal à mesa, com meia centena de expositores a exibirem o melhor dos produtos nacionais e a presença de 50 confrarias gastronómicas. Por entre os momentos “Palcos”, “Exposições”, “Tours Gastronómicos” e “Jantar Solidário”, passaram os melhores profissionais do setor da restauração e hotelaria, a par dos amantes de gastronomia, vindos de todo o país. No evento foi também entregue o Troféu Portugal, galardão do concurso de cozinha que junta chefes de cozinha profissionais, produtos e produtores, ao chef Duarte Eira, do restaurante Salpoente, em Aveiro. De destacar o Jantar Solidário, no encerramento das comemorações, que reuniu 2000 euros para duas associações – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Viseu e a Associação Portuguesa para as perturbações do Desenvolvimento e Autismo de Viseu.

 “Viseu marca uma evolução muito positiva do Dia Nacional da Gastronomia. Uma comemoração que começou tímida no seio das confrarias gastronómicas de todo o país, mas que esta edição nos mostrou que criou raízes por toda a sociedade portuguesa. É muito importante a junção de mundos diferentes e a integração de novos protagonistas! Sem dúvida que tivemos aqui novos acrescentos que tornaram esta versão mais enriquecida e que nos fazem prever projetos maiores para os anos que se avizinham”, adiantou Olga Cavaleiro.  

 Paulo Amado, Diretor Geral das Edições do Gosto, a empresa responsável pela organização do Dia Nacional da Gastronomia, também comunga da opinião que Viseu foi um marco “extremamente positivo”, afirmando que “o que aconteceu em Viseu, foi uma celebração de uma ideia de país completo, com a diversidade da nossa geografia e cultura representada”. “A gastronomia esteve representada na sua expressão essencial, com destaque para os produtos e conhecimento, a técnica dos cozinheiros e a conexão com uma ideia de arte, com visão social”, rematou.

 A Assembleia da República aprovou em junho de 2015, por unanimidade, um projeto de resolução que instituiu o Dia Nacional da Gastronomia.

 A Cidade anfitriã foi Viseu e foram parceiros do Dia Nacional da Gastronomia em 2019, o Clube de Produtores Continente, o Turismo do Centro e o Turismo de Portugal. O evento conta com o Patrocínio do Arroz Bom Sucesso, Brasmar, Gresilva, ICEL e com os apoios da AHRESP, ProChef, Sevenair, Sogenave e TEKA.

Projeto FÉRIAS EM AÇÃO – VERÃO 2019 em Nelas

O Município de Nelas promove de 25 de junho a 16 de agosto 2019, o Projeto FÉRIAS EM AÇÃO – VERÃO 2019, em colaboração com os Agrupamentos de Escolas do Concelho, que envolve na totalidade 160 alunos que frequentam o 1º e 2º CEB, visando a sua ocupação nesta interrupção letiva, através da oferta de um conjunto diversificado de atividades de âmbito desportivo, cultural, social, lúdico-expressivo e de sensibilização, em ambiente salutar e descontraído, vivido entre os alunos dos dois Agrupamentos, Canas de Senhorim e Nelas.

 As atividades decorrem entre as 08h00 e as 17h30, no Centro Escolar de Nelas, Pavilhão Desportivo e Piscina Municipal Descoberta onde são desenvolvidas diversas atividades que proporcionam um conjunto de momentos lúdicos e de aprendizagem, sempre orientadas por técnicos/professores das AEC que imprimem ao projeto a qualidade pedagógica necessária para o seu grande sucesso, bem como saídas a praias, cinema, visitas a locais de interesse e muitos piqueniques.

As inscrições decorrem de 12 a 14 junho 2019, são limitadas a 100 alunos para os meses de junho e julho, e 60 alunos para o mês de agosto, e obrigam ao preenchimento de ficha de inscrição e folha de autorização, disponíveis online em www.facebook.com/sec.municipio.nelas e www.facebook.com/municipio.nelas ou em formato papel, distribuídas junto das crianças nas respetivas escolas no dia 07 de junho 2019, devendo ser entregues, devidamente preenchidas, no Serviço de Educação e Cultura no Edifício Multiusos, 1º Piso, Largo do Município, Nelas.

 Com esta iniciativa, o Município de Nelas continua a desenvolver o seu programa de apoio social às famílias do Concelho com filhos em idade escolar, promovendo programas pedagógicos de qualidade,  que vai ao encontro das necessidades dos pais e encarregados de educação no acompanhamento e desenvolvimento pedagógico dos seus educandos.

GNR- Operação Turismo Seguro

Até dia  14 de junho, em todo o Território Nacional, a Guarda Nacional Republicana promove um conjunto ações de sensibilização, dirigidas aos turistas, sobre procedimentos de segurança a adotar durante o seu período de descanso ou lazer.

Esta iniciativa tem um cariz marcadamente preventivo e, como tal, será intensificado o policiamento de proximidade nas zonas de maior densidade populacional, promovendo o contacto com os cidadãos, sensibilizando-os para adoção de comportamentos para prevenir os potenciais riscos e perigos da criminalidade associada ao turismo. Pretende-se, ainda, reforçar a corresponsabilização de todos os parceiros nacionais e locais ligados ao setor do turismo, na promoção da segurança e na proteção dos direitos de todos os turistas, transformando estes parceiros em Interlocutores Locais de Segurança, possibilitando, desta forma, uma integração mais efetiva da comunidade nas questões de segurança e da prevenção criminal.

Nas referidas ações de sensibilização, os militares irão transmitir os seguintes conselhos:

 Em passeio a pé:

– Não ostentar joias, relógios ou outros objetos de valor elevado;

– Nunca juntar os códigos e os cartões de crédito;

– Não ter todo o dinheiro, telemóvel e cartões num só sítio. Separar os locais onde os guarda;

– Usar roupa que tenha bolsos interiores com fecho, de forma a dificultar o furto por carteiristas;

– Usar as mochilas no peito;

– Evitar andar sozinho em zonas desertas e em horas de menor afluência de pessoas.

 Na residência de férias:

– Caso a habitação tenha cofre, guardar aí os objetos mais valiosos ou suscetíveis de furto;

– Ao sair da habitação, verificar se janelas e portas ficam bem fechadas/trancadas;

– Durante a noite, não dormir de janelas abertas;

– Nunca deixar objetos de grande valor à vista, sendo que este cuidado ainda é mais importante quando o quarto/habitação está acessível da rua ou está situada no rés-do-chão;

– Caso a residência seja alvo de furto, informar as autoridades assim que possível.

 Em passeio/visita de locais turísticos de automóvel:

– Nunca deixar objetos à vista no interior do automóvel;

– Ao abandonar o veículo, certificar-se que este ficou trancado e com os vidros fechados;

– Após estacionar, não tirar objetos do habitáculo para a mala do veiculo (deverá fazê-lo antecipadamente);

– Caso seja vítima de furto, informar imediatamente as autoridades.

 Na Praia:

– Levar o mínimo indispensável para a praia;

– Não ostentar objetos de valor;

– Evitar deixar os objetos pessoais visíveis quando for à água;

– Se possível, solicitar a um conhecido que vigie os seus pertences.

2ª edição do Dão Lafões Cup 2019

Está a chegar a Mangualde a 2ª edição do Dão Lafões Cup 2019, o torneio de futebol infantil masculino e feminino, que decorre de 8 a 10 de junho, e engloba os escalões sub-17, sub-8, sub-10, sub-11, sub-12 e sub-13 em futebol de 7, já em futebol de 11 a competição é para os escalões de sub-12 e sub-15.

 O número de equipas por escalão é de seis e formar-se-ão grupos de três equipas garantindo o mesmo número de jogos. As equipas classificadas em primeiro e em segundo lugares de cada grupo passam a jogar as rondas eliminatórias até determinar as equipas finalistas. Quanto às equipas não finalistas jogam entre si para a atribuição do 5º e 6º lugares, de forma a atribuir a classificação do 1º ao 6º lugar.

A organização do torneio de Futebol Infantil Dão Lafões Cup 2019 está a cargo da Ria Sports e conta com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde. A assinatura do protocolo de cooperação decorreu ontem no Salão Nobre. Todos os jogos irão ser transmitidos pelo canal de televisão Ria Sports TV, que está um dia em cada campo do torneio, de forma a transmitir os jogos de todas as equipas envolvidas.

 

PS vence nos Distritos da Guarda e Viseu

Depois do apuramento de resultados eleitorais, aqui ficam no distritos de Viseu e Guarda, onde o PS venceu.

Confira aqui os resultados nos concelhos da nossa área de ação:

PS PSD BE CDU PAN ALIANÇA CDS/PP Abstenção
Distrito Viseu 32.6 30,7 7,7 2,8 3,4 1,6 6,7 69,5
Distrito Guarda 34,7 30,5 7,4 3,2 2,4 1,6 6,0 67,0
Fornos de Algodres 38,6 29,4 5,1 1,9 2,0 1,2 7,5 64,9
Aguiar da Beira 27,8 38,9 4,1 1,1 1,8 1,6 10,4 69,4
Trancoso 37,6 34,3 4,7 1,9 2,0 1,4 5,5 65,0
Gouveia 36,4 30,5 7,2 3,5 3,5 1,5 5,1 68,0
Guarda 32,2 29,5 10,1 2,9 3,1 4,9 5.7 62,8
Pinhel 29,8 38,5 5,5 2,7 2,3 1,0 6,0 70,0
Penalva Castelo 43,5 27,1 4,7 2,8 1,8 1,4 6,2 67,8
Mangualde 40,8 24,8 5,9 3,2 3,2 1,5 5.0 69,3
Nelas 35,0 23,2 10,1 3,4 3,9 1,7 7,2 71,7
Celorico da Beira 36,6 33,2 6,3 2,1 1,5 2,1 5,1 71,1

 

Europeias 19- Abstenção elevada,Partido Socialista venceu, Álvaro Amaro é eleito pelo PSD

Depois das primeiras colheitas, a abstenção volta a bater recordes ao rondar os 70%, já o PS de Pedro Marques é a força mais votada nestas Eleições Europeias, com o PSD de Paulo Rangel a ficar na segunda posição, mas Álvaro Amaro, candidato pelos Sociais Democratas, é eleito para defender a região em Bruxelas.

O BE é a terceira força mais votada, seguido da CDU.

Depois vem o PAN que alcança uma votação superior ao CDS/PP.

CNKartcross-Apesar das contrariedades, Alexandre Borges chegou ao fim da prova

Após os bons indicadores na prova inaugural do Campeonato de Portugal de Kartcross, Alexandre Borges, o piloto da NelaSport, entrou focado em alcançar em bom resultado em Castelo Branco. Atacando forte nos treinos cronometrados, com os tempos das várias equipas a melhorarem volta após volta, averbou a quinta melhor volta, a apenas um segundo da liderança, o que antevia lutas à centésima de segundo, ao longo das três corridas de qualificação.

Partindo na primeira linha da grelha, para a corrida de qualificação um (Q1), viu-se envolvido na “habitual” carambola da primeira curva, sendo ultrapassado por alguns concorrentes, o que obrigou a um trabalho redobrado para recuperar posições. Na derradeira volta da Q1 e após mais uma recuperação, foi literalmente arremessado para fora de pista, numa nítida manobra antidesportiva por parte de outro participante e consequentemente, queda para o final da tabela classificativa.

“Após o sucedido na Q1, fui atirado violentamente para fora de pista e consequentemente, para uma posição que não me dava acesso à Final de domingo. A partir daqui foi correr atrás do prejuízo e tentar minimizar os danos na classificação. Iniciar as corridas de qualificação nas últimas linhas e ter que recuperar várias posições, não foi tarefa fácil numa pista com esta configuração, dificuldade que se acentuou volta após volta, com todo o pó que teimava em não dispersar rapidamente. Assim, o décimo lugar final, não era o resultado que ambicionávamos, mas foi o possível, face à condicionante do “incidente” na Q1”, refere Alexandre Borges.

Por:Nelasport

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar