Templates by BIGtheme NET
Home » Nelas (page 10)

Nelas

Homenagem às vítimas do acidente ferroviário de Alcafache

No domingo, 16 de setembro, as vítimas do acidente ferroviário de Alcafache vão ser, uma vez mais, homenageadas e recordadas. A cerimónia tem lugar no Km 94,850, da EN 234 Mangualde-Nelas, local do referido acidente, e está marcada para as 10h15. Organizada pela COMAFA – Comissão Org. Movi. Aciden. Ferr.de Alcafache, esta homenagem conta com o apoio da Câmara Municipal de Mangualde, Junta de Freguesia de Espinho e União de Freguesias Moimenta de Maceira Dão e Lobelhe do Mato.

 Como habitualmente, após a deposição de uma coroa de flores junto do monumento, haverá espaço de tempo para proferir algumas homilias por alguns responsáveis presentes e uma missa campal pelas vítimas e bombeiros já falecidos. A cerimónia encerrará com o hino dos Bombeiros Portugueses e o Hino Nacional. Para este momento foram convidados vários responsáveis estatais, Corporações de Bombeiros representantes dos distritos de Viseu, Guarda e Coimbra, Liga dos B.V.P, Federação dos B.V. do distrito de Viseu, Cruz Vermelha Portuguesa, Bispo de Viseu e representante episcopal da comunidade emigrante, entre outras edilidades, familiares, amigos e o reencontro de vítimas acidentadas e ilesas.

 16 DE SETEMBRO

10h15 | Previsão da chegada ao local da cerimónia e concentração de todos os convidados e responsáveis do evento

10h30 | Deposição de uma coroa de flores junto do monumento

10h45 | Espaço de tempo para proferir algumas homilias por alguns responsáveis presentes

11h30 | Missa campal pelas vitimas e bombeiros já falecidos

12h45 | Previsão do encerramento com o hino dos Bombeiros Portugueses e o Hino Nacional

Nelas recebeu Ministro do Ambiente

O Ministro do Ambiente, João Paulo Matos Fernandes, e o Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, estiveram nesta quarta-feira, presentes no Auditório do Edifício Multiusos de Nelas na Sessão de Apresentação Geral das obras realizadas como compensação pela não construção do Aproveitamento Elétrico de Girabolhos nos quatro concelhos afetados, Nelas, Gouveia, Mangualde e Seia.

Da sessão fez parte a intervenção de cada um dos presidentes de Câmara, José Borges da Silva (Nelas), João Azevedo (Mangualde), Filipe Camelo (Seia) e Luís Tadeu (Gouveia), bem como do Presidente da Endesa em Portugal, Nuno Ribeiro da Silva, cerimónia em que todos tiveram também a oportunidade para visualizar um vídeo onde foram apresentadas as obras realizadas.

Nas suas intervenções foi realçado o espírito de compromisso, honorabilidade e cumprimento das obrigações assumidas no ano de 2016, altura em que Governo e Endesa decidiram não continuar a construção do complexo hidroelétrico de Girabolhos, em especial o comportamento impecável em todo o processo por parte da empresa “Endesa” e do Ministério do Ambiente, em especial do Sr. Ministro do Ambiente, na concretização de um conjunto de múltiplos investimentos em áreas que vão do ambiente ao desporto, passando pelas acessibilidades.

Na cerimónia participaram múltiplas personalidades e instituições locais, regionais e nacionais, de que se destacam os agentes da proteção civil da GNR, Bombeiros, Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente e Presidentes de Juntas de Freguesia.

Seguiu-se uma visita a algumas obras nos quatro concelhos, sendo que no concelho de Nelas os membros do governo visitaram a reabilitação viária da estrada marginal do Rio Mondego entre Caldas da Felgueira e São João do Monte.

Por:Mun.Nelas

Alexandre Borges, regressa a Lousada

Depois de um mês de agosto agitado para a equipa nelense, com a presença na VIII Super Especial Rally de Gouveia, exposição das viaturas de competição no Palácio do Gelo em Viseu e na Feira do Vinho do Dão, em Nelas. A equipa inicia o mês de setembro a rumar ao norte do País, com o seu piloto Alexandre Borges, para a Reentré do Campeonato de Portugal de Kartcross, 2018, agendada para os próximos dias 8 e 9 de setembro, no Eurocircuto da Costilha em Lousada.

Com aproximadamente 1000 metros de comprimento, distribuídos intercaladamente por sensivelmente 60% de asfalto e 40% de terra, o Eurocircuito da Costilha, irá certamente garantir muita emoção e competitividade ao cronómetro, nesta que será a 5ª prova do Campeonato.

Os bons indicadores deixados pela equipa na primeira parte do Campeonato, permitem antever uma boa prestação para Lousada, no entanto e já como vem sendo hábito, o piloto da equipa mostra-se cauteloso. “Mais uma vez e tal como definido no princípio da época desportiva, o objetivo continua a ser o desenvolvimento na minha adaptação ao Semog e a esta modalidade tão competitiva, onde os cronos distam por vezes, apenas algumas centésimas de segundo, pelo que temos de procurar reduzir ao máximo, as margens de erro. Vamos procurar continuar a dar o nosso melhor em pista e dentro das possibilidades, lutar por um lugar no top ten”, afirma Alexandre Borges.

Por:Nelasport

MAI e Ministério das Finanças assinaram portaria

O Ministro da Administração Interna e o Ministro das Finanças assinaram recentemente a Portaria que aprova o Regulamento de Prestação de Trabalho em Regime de Piquete e de Prevenção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Este Regulamento vem atualizar o regime em vigor, aprovado pela Portaria n.º 980/2001, de 16 de agosto, respondendo a uma reivindicação antiga dos inspetores do SEF.

Durante cerca de 17 anos, os valores a pagar aos inspetores do SEF pela prestação deste serviço essencial sofreram uma significativa desatualização remuneratória, que a Lei do Orçamento do Estado para 2018 permitiu corrigir.

Esta Portaria vem dar continuidade à crescente valorização dos profissionais das forças e serviços de segurança já concretizada em 2018. Verificou-se um significativo investimento nas carreiras da GNR, da PSP e do SEF, designadamente por via dos descongelamentos das progressões.

O Regulamento de Prestação de Trabalho em Regime de Piquete e de Prevenção do SEF significa um impacto orçamental, estimado em 2018, no montante de 500 mil euros, sendo que no ano de 2017 o valor pago para este abono foi de cerca de 250 mil euros. O pagamento deste abono tem efeito retroativo a março de 2018.

Feira do Vinho do Dão abriu em ambiente festivo

Depois de na quinta-feira, ter decorrido o Fórum do Dão em Santar, nesta sexta-feira, a Feira do Vinho do Dão abriu as portas.

Uma sessão solene antecedeu a abertura oficial, onde marcaram presença para além de José Borges da Silva, Pres. do Município de Nelas, Ana Godinho, Sec.Estado do Turismo, Pedro Machado, Pres. Turismo do Centro de Portugal, Confraria de énofilos, autarcas diversos e demais convidados.

Seguiu-se uma visita à feira, onde passaram por todos os stands vinhateiros, um pouco por toda região.

Mais há noite, depois de todos passarem pela Feira de alimentação, foi hora de o espectáculo ” O Corcunda ter “inicio.

Para quem não viu hoje, terá mas duas oportunidades de ver neste sábado e domingo.

III Encontro de Instrutores decorreu em Vila Ruiva

O Inatel de Vila Ruiva foi o local escolhido pelo Clube de Escolas de Karaté Shukokai para o III Encontro de Instrutores. Provenientes de diferentes pontos do nosso país foram 16 os participantes, entre eles elementos da direção do clube e do departamento técnico.

No encontro, realizado no último fim de semana (25 e 26 de Agosto), debateu-se o novo plano de atividades assim como a atualização do plano de graduações para a época 18/19. Sendo aprovado por unanimidade a realização do Torneio de Karaté CEKS Cup, em Fornos de Algodres. Prova do sucesso do Estágio de Primavera realizado na última época, Fornos de Algodres receberá em maio de 2019, os atletas CEKS para competirem nas modalidades de Kata e Kumite.

Durante o fim de semana os participantes tiveram também oportunidade de desfrutar de uma manhã de treino nos jardins da instalação hoteleira, onde foi possível partilhar algumas experiências entre os instrutores.

Orquestra Alto Mondego atua em Mangualde

Um Projeto Inovador de Programação Cultural em Rede promovido pelos Municípios de Gouveia, Nelas, Mangualde e Fornos de Algodres que está a ser realizado no âmbito da concretização de uma candidatura ao Portugal 2020, e que agora inicia a apresentação dos resultados da implementação da sua primeira atividade desenvolvida em parceria com a OCP-Orquestra de Câmara Portuguesa e com os Músicos das Bandas Filarmónicas de todos os Concelhos envolvidos.

Vai ter lugar em Mangualde, no Largo Dr. Couto, na noite de domingo, pelas 21h30.

Proibição do lançamento de qualquer tipo de foguetes até 30 de setembro

Depois do comunicado enviado pela Associação Nacional de Empresas de Produtos Explosivos, o Ministério da Administração Interna esclarece:

Não está prevista qualquer revisão na Lei de Bases da Proteção Civil e na Lei de Defesa da Floresta Contra Incêndios, diplomas que fixam as medidas especiais de proteção face a diferentes riscos, nomeadamente de incêndio rural.

No âmbito da Declaração da Situação de Alerta, decidida pelo titular da pasta da Administração Interna, está proibido o uso de fogo-de–artifício e outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão. Por outro lado, no âmbito da Lei de Defesa da Floresta Contra Incêndios (124/2006) é proibido o lançamento de qualquer tipo de foguetes, bem como, balões de mecha acesa, no período compreendido entre o dia 1 de julho e 30 de setembro.

Por:MAI

Esclarecimento sobre utilização de fogos de artificio-

Na sequência de pedidos de esclarecimento e de exceção por parte de autarquias em relação à proibição da utilização de fogo de artifício e outros artefatos pirotécnicos, no período e nos distritos que se encontram em Situação de Alerta de nível vermelho, devido ao risco de incêndio, o Ministério da Administração Interna esclarece:

Não haverá qualquer exceção à proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão. Enquanto vigorar a Situação de Alerta, as autorizações que possam ter sido emitidas devem ser suspensas.

Esta proibição mantém-se até ao dia 22 de agosto.

O Governo manifesta respeito pelas tradições do país, mas a situação de alerta que se vive no continente, com 7 distritos em alerta vermelho, obriga a um cuidado e a uma atenção acrescidos por parte de todos.

A Situação de Alerta foi declarada por despacho do Ministro da Administração Interna na passada sexta-feira, para os distritos de Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

Situação de Alerta até 22 de agosto

Face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal, o Governo, através do Ministro da Administração Interna assinou, esta sexta-feira, o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta para o período compreendido entre os dias 18 e 22 de agosto, para os distritos de  Braga, Bragança, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

No âmbito da Declaração da Situação de Alerta, prevista na Lei de Bases de Proteção Civil, serão implementas as seguintes medidas de caráter excecional:

– Elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas, considerando-se para o efeito autorizada a interrupção da licença de férias e/ou suspensão de folgas e períodos de descanso;

– Aumento do grau de prontidão e mobilização de equipas de emergência médica, saúde pública e apoio psicossocial, pelas entidades competentes das áreas da saúde e da segurança social;

– Mobilização em permanência das equipas de Sapadores Florestais;

– Mobilização em permanência dos Corpo Nacional de Agentes Florestais e dos Vigilantes da Natureza que integram o dispositivo de prevenção e combate a incêndios;

– Aumento do nível de prontidão das equipas de resposta das entidades com especial dever de cooperação nas áreas das comunicações (operadoras de redes fixas e móveis) e energia (transporte e distribuição);

– Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos Planos Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI), bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem;

– Proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que possam ter sido emitidas, enquanto vigorar a Situação de Alerta;

– Dispensa do serviço público dos trabalhadores da Administração Pública que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário;

– Dispensa dos trabalhadores do setor privado que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário, nos distritos para os quais tenha sido Declarado o Estado de Alerta Especial de Nível Vermelho pela ANPC;

– Recurso aos meios disponíveis previstos no Plano Nacional e nos Planos Distritais de Emergência de Proteção Civil.

O Governo acompanha em permanência o evoluir da situação operacional e apela aos cidadãos para que adequem os seus comportamentos ao quadro meteorológico que tem sido amplamente divulgado.

Por:MAI

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar