Templates by BIGtheme NET
Home » Nelas (page 2)

Nelas

“Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel” debatidos em Mangualde

Decorre nesta sexta-feira, no Município de Mangualde  a conferência “Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel”. A sessão, que decorrerá no auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, terá início às 14h00 e contará com a presença do Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves. Esta conferência enquadra-se na programação da Semana Europeia da Formação Profissional.

 Após a sessão de abertura conduzida por João Azevedo, Presidente do Município de Mangualde, seguir-se-ão vários painéis de debate: “Trabalho e emprego: Estratégia Europeia”, “Veículos, plataformas do futuro e adaptação do emprego”, “Mobilidade sustentável” e “Desafios à formação: novas tecnologias e aptidões adequadas…formar as qualificações do futuro”. A sessão de encerramento ficará a cargo de João Correia Neves, Secretário de Estado da Economia.

 

Durante o evento, haverá um stand e uma apresentação do Projeto DRIVES (Development and Research on Innovative Vocational Educational Skills). Aqui estarão presentes, para além do Município de Mangualde, a Universidade do Minho, o Instituto Politécnico de Viseu e a IDESCOM (Associação Informação, Desenvolvimento, Comunicação).

O MUNICÍPIO DE MANGUALDE E A ‘European Vocational Skills Week 2018’

O Município de Mangualde, que acolhe a sede da fábrica do Grupo PSA Peugeot-Citroen (com centenas de trabalhadores) e outras empresas importantes da cadeia de valor da indústria automóvel, participa, de forma ativa, na construção de soluções para o futuro do setor. É, além disso, parceiro associado do consórcio “DRIVES – Development and Research on Innovative Vocational Education Skills”, que, durante 2018 e 2022, reúne 24 parceiros de 11 países europeus para pensar estratégias e políticas europeias de requalificação do setor.

Neste sentido, o Município de Mangualde reunirá, nesta conferência, alguns dos melhores especialistas nacionais no domínio da mobilidade para, durante uma tarde, analisarem e discutirem as melhores estratégias para assegurar que os trabalhadores nacionais estarão preparados para os desafios da digitalização, automatização e fontes de energia alternativas.

SETOR AUTOMÓVEL REPRESENTA, EM PORTUGAL, 5% DO PIB, CERCA DE 230 EMPRESAS E 51 MIL EMPREGOS

A conferência “Os Desafios ao Futuro do Emprego na Indústria Automóvel” insere-se na Semana Europeia da Formação Profissional (European Vocational Skills Week), que integra a estratégia de pensar e antecipar os desafios do setor. O setor automóvel representa, na União Europeia, 7% do PIB europeu e 12 milhões de empregos. Já em Portugal, engloba 5% do PIB, cerca de 230 empresas e 51 mil empregos.

 

Na mais recente análise socioeconómica de Portugal feita em Bruxelas, foram apontadas algumas das principais lacunas do país no domínio das qualificações profissionais: “em 2016, apenas 56% dos portugueses tinham competências médias-altas, quando a média europeia se cifrava nos 82%”, sendo o problema “mais grave na faixa acima dos 40, (40% contra 80% da média da UE)”.  Por estas razões, torna-se essencial debater o futuro do setor e dos seus profissionais no contexto socioprofissional português.

 

 

PROGRAMA

“OS DESAFIOS AO FUTURO DO EMPREGO NA INDÚSTRIA AUTOMÓVEL”

9 de novembro, 14h00-17h00, Auditório da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves

Abertura

Presidente do Município de Mangualde, João Azevedo

Trabalho e emprego: Estratégia Europeia

Sofia Alves, Representação da Comissão Europeia em Portugal

Projeto DRIVES (ERASMUS+) – Henrique Burnay, Eupportunity

Veículos, plataformas do futuro e adaptação do emprego

Moderador: Adolfo Silva, AFIA

Joana Mendonça, IST/CEiiA

José Machado, Universidade do Minho

 

Mobilidade sustentável

Moderador: Utimia Madaleno-Eupportunity

Daniela Carvalho – Transportes Inovação e Sistemas (=TIS)

Carlos Pereira – Instituto Politécnico de Viseu

 

Desafios à formação: novas tecnologias e aptidões adequadas…formar as qualificações do futuro….

Moderadora: Isabel Soares Carneiro, IDESCOM

José Miguel Sousa, EDUFOR

João Girão, AIMMAP

 

Encerramento

João Correia Neves, Secretário de Estado da Economia

Alunos recebem fruta diariamente em Nelas

No âmbito do Regime da Fruta Escolar (RFE) e do Projeto Fruticool, teve início, nesta quarta-feira, dia 6 de novembro 2018, a distribuição de fruta aos alunos do 1º CEB e jardins de infância dos Agrupamentos de Escolas de todo o Concelho, em todos os dias da semana.

A distribuição da fruta é resultado quer da candidatura apresentada pelo Município de Nelas ao Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP), Regime da Fruta Escolar (RFE), para o 1º ciclo, que garante a distribuição gratuita de 1 peça/dose de fruta, duas vezes por semana, quer do reforço assumido pela autarquia que assegura o consumo diário de fruta, não só aos alunos do 1º CEB, como também a todos os alunos do pré-escolar do Concelho, no sentido de potenciar novas práticas alimentares e fomentar um estilo de vida mais saudável. Uma medida social de apoio pedagógico e financeiro às famílias do Concelho, promovida pelo Município que abrange cerca de 570 crianças, ao mesmo tempo que procura sensibilizar alunos, pais e professores para as implicações que os hábitos de alimentação pouco saudáveis têm na saúde.

Neste sentido, o projeto Fruticool do Município de Nelas vem colmatar a distribuição de fruta no 1º CEB, nos dias não abrangidos pelo RFE, bem como assegurar a distribuição de uma peça de fruta diária a todo o pré-escolar do Concelho, com o objetivo de promover o consumo diário de fruta na escola e em casa, incentivar o consumo de fruta da época, e cujo fornecimento no corrente ano letivo é assegurado pela Cooperativa Agrícola de Mangualde.

A aposta do Município na promoção de hábitos alimentares saudáveis junto da população escolar dos jardins de infância e 1º ciclo dos Agrupamentos de Escolas do Concelho, no sentido de contribuir para uma efetiva melhoria da qualidade de vida e saúde de todos, tem sido comunicada pelo Carlos, elemento da Família do Serviço de Educação e Cultura, desde o ano letivo passado, através do Projeto Fruticool, Oficina do Óscar, da elaboração cuidada das ementas escolares e combate à obesidade, coleção de Dicas e Receitas Saudáveis, entre outras atividades que têm sido desenvolvidas neste âmbito.

Lapa do Lobo, epicentro do megalitismo peninsular

Decorreu neste fim de semana, o Congresso «De Gibraltar aos Pirenéus: Megalitismo, Vida e Morte na Fachada Atlântica Peninsular» na Lapa do Lobo, concelho de Nelas, epicentro de um dos núcleos mais importantes do Megalitismo da Península Ibérica. Este evento tem palco na Fundação Lapa do Lobo, no Auditório Maria José Cunha, e conta com um alargado número de participantes internacionais e alguns nomes de vulto da comunidade arqueológica nacional e internacional: João Carlos de Senna-Martinez e Mariana Diniz (Uniarq/ FLUL), António Faustino de Carvalho (CEAACP/ Universidades de Coimbra e Algarve), Pablo Arias Cabal (Universidad Cantabria, Espanha), Leonardo García Sanjuán (Universidad de Sevilla, Espanha), Gertrudes Branco (DRCC-DGPC/ Ministério da Cultura), Ana Cristina Martins (IHC-CEHFCI-UE-FCSH-UNL/ Uniarq/ FLUL), Fábio Silva (UWTSD, Lampeter, Reino Unido / IPHES, Tarragona, Espanha), entre outros.

Este congresso surge no seguimento das apresentações anuais dos resultados das escavações que João Carlos de Senna-Martinez e José Ventura lideraram nos últimos 4 anos, com o Projeto Neo-Mega. O resultado foi além do expectável, tendo sido encontrados novos elementos, levantando questões na arqueologia regional, que este Congresso discute agora a nível da Península Ibérica, colocando o foco sobre a Lapa do Lobo durante estes 3 dias.

João Carlos de Senna-Martinez e José Ventura têm liderado campanhas de escavações na região há 3 décadas. O projeto Neo-Mega, que lideram há 4 anos, resultou no estudo da recém-descoberta Orca da Lapa do Lobo, que permitiu o reforço do estudo dos 3 restantes dólmens do concelho (Orca das Pramelas – Canas de Senhorim, Orca do Folhadal e Orca do Pinhal dos Amiais – Senhorim) tendo sido criado para o efeito, e apresentado recentemente, o Circuito Pré-histórico do Concelho de Nelas, aumentando assim a oferta turística nesta área patrimonial. No domingo este Circuito será visitado por todos os participantes do Congresso.

Todo o trabalho de mais de 30 anos só foi possível graças ao apoio da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim, das Juntas de Freguesia de Canas de Senhorim, Lapa do Lobo, Nelas e Senhorim, da Fundação Lapa do Lobo e das Câmaras Municipais de Nelas e Carregal do Sal.

«De Gibraltar aos Pirenéus: Megalitismo, Vida e Morte na Fachada Atlântica Peninsular» é uma organização do Centro de Arqueologia (Uniarq) da Universidade de Lisboa, Centro de Estudos de Arqueologia, Arte e Ciências do Património (Universidades de Coimbra e do Algarve) e Fundação Lapa do Lobo, com o apoio das Câmaras Municipais de Nelas e Carregal do Sal.

 

AF Viseu–Supertaça de Futsal sénior masculino em Mangualde

O Pavilhão Municipal de Mangualde recebe na próxima quarta-feira (31 de outubro), pelas 20h30, a Supertaça de Futsal sénior masculino da Associação de Futebol de Viseu (AF Viseu). Frente-a-frente, as equipas do Rio de Moinhos e da Casa do Benfica de Viseu;
A Supertaça da AF Viseu é disputada pelo clube vencedor do Campeonato da Divisão de Honra (Rio de Moinhos) e o vencedor da Taça Futsal da AF Viseu (Casa do Benfica de Viseu);
No encontro, marcado para a próxima semana, o Rio de Moinhos, formação do concelho de Sátão, vai tentar defender o título de campeão, já que foi o vencedor da última edição da prova.

Alexandre Borges na Taça de Portugal de Kartcross

Depois de fechadas as contas do Campeonato de Portugal de Kartcross, a caravana de máquinas e pilotos, desloca-se agora para o Circuito Internacional de Montalegre, para a última prova do calendário de 2018, a Taça de Portugal, que decorrerá já no próximo fim de semana, de 27 e 28 de outubro.

A equipa da NelaSport, através do seu piloto Alexandre Borges, ao volante do seu Semog Bravo, marcará novamente presença, nesta que será a derradeira prova que dará por encerrada a época de 2018.

O infortúnio na prova de Castelo Branco, que obrigou a uma intervenção mais prolongada do que o previsto, no kartcross, não afetou a moral da equipa, que parte para esta prova com o objetivo de continuar a cumprir os objetivos delineados para a presente época e lutar por um lugar no “top ten”.

“A Taça é uma espécie de “festa” final de época do kartcross, por isso vamos sem qualquer pressing de resultados e como sempre, vou procurar dar continuidade à minha aprendizagem e lutar por bons cronos nas corridas de qualificação, para aceder à Final A e aí, voltar a dar o meu melhor, para conseguir alcançar uma boa qualificação final. Vamos esperar que desta vez, a estrelinha da sorte esteja do nosso lado”, afirma Alexandre Borges.

António Costa esteve a visitar a Luso Finsa

                     Investimento origina novos postos de trabalho em Nelas

A empresa Luso Finsa – Indústria e Comércio de Madeiras, S.A. (Nelas), recebeu a visita de António Costa, primeiro-ministro, para assinar um contrato de investimento no valor de 49,5 milhões de euros. Nesta visita às instalações estiveram Pedro Siza Vieira, Ministro Adjunto e da Economia, João Catarino, Secretário de Estado da Valorização do Interior, José Borges da Silva, Presidente da Câmara Municipal de Nelas, Francisco Javier Blanco, Diretor Geral da Luso Finsa, entre outras individualidades.

Na assinatura do contrato de investimento estiveram Madalena Oliveira e Silva, da AICEP, José Carballo Garcia e Francisco Augusto Marcos, representantes máximos da Luso Finsa. Este contrato atribui a esta unidade fabril um crédito fiscal em sede de IRC de 21% e uma isenção em sede do imposto de selo, até ao montante máximo de 10,4 milhões de euros, estando ainda garantido, por parte da Câmara Municipal de Nelas, a possibilidade de cedência de toda a área necessária à sua expansão nos próximos anos, área essa cuja aquisição o Município já garantiu. Este novo investimento prevê a criação de mais 51 postos de trabalho até 31 de dezembro de 2021, bem como a manutenção dos atuais 262 empregos diretos até 31 de dezembro de 2026.

 

 

AFViseu- Resultados 1ªDivisão Norte e Sul

Neste domingo, jogou-se a segunda ronda da 1ªdivisão da AF Viseu, assim na zona norte muito disputada com diversas equipas a mostrar valor, já na zona sul, esta foi a ronda inaugural.

Zona Norte

Boassas-Sezurense-1-3

Ceireiros-Ol.Douro-4-1

Roriz- Ol.Frades-2-1

Parada- Santacruzense-1-0

Carvalhais-Vilamaiorense-2-1

Vouzelenses- Alvite-0-0

lidera: Carvalhais 6pts

Zona sul

Nandufe-Ciencias-4-1

Santar- Molelos-1-2

Santacombadense-SL Nelas-1-0

Vale Madeiros- Vila Chã Sá-1-2

Mangualde-Bessteiros-5-0

Moimenta Dão-Cabanas Viriato-4-1

lideram: Mangualde, Nandufe,Molelos, V.Chã de sá , Santacombadense, Moimenta Dão, com 3 pts

António Costa visita Nelas , na Luso Finsa

Nelas vai receber o Primeiro Ministro António Costa, acompanhado pelo Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, e pelo Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Catarino, nesta terça -feira, pelas 17 horas, à empresa Luso Finsa, para assinar um contrato de investimento a realizar nesta empresa, no valor de 49,5 milhões de euros. Este novo investimento prevê a criação de mais 51 postos de trabalho até 31 de dezembro de 2021, bem como a manutenção dos atuais 262 empregos diretos até 31 de dezembro de 2026.

À empresa o estado atribui um crédito fiscal em sede de IRC e uma isenção em sede de imposto de selo, estando ainda garantido, por parte da Câmara Municipal de Nelas, a possibilidade de cedência de toda a área necessária à sua expansão nos próximos anos, área essa cuja aquisição o Município já garantiu.

Depois dos investimentos realizados em 2014, também num montante superior a 40 milhões de euros, fortalece-se agora a importância desta extraordinária unidade empresarial para Nelas, um território de baixa densidade populacional, e que desta forma propulsiona o desenvolvimento regional e também contribui para a riqueza nacional.

Condições Meteorológicas Adversas !Alerta!!

O mau tempo vai chegar a Portugal Continental
A situação meteorológica que irá condicionar o território continental português é ainda muito incerta, nomeadamente quanto à trajetória da depressão Leslie e aos efeitos que a mesma produzirá em relação a vento, precipitação e agitação marítima. Espera-se que as condições dos estados do tempo e do mar se agravem a partir das 19:00 horas de sábado, 13-10-2018, atingindo-se o pico mais crítico entre as 00:00 horas e as 06:00 horas de domingo, para o vento, as 01:00 horas e as 16:00 horas de domingo para a precipitação, as 03:00 horas e as 12:00 horas de domingo, para a agitação marítima.
O território continental português será afetado muito provavelmente em toda a sua extensão geográfica, não sendo possível ainda indicar com precisão as áreas de maior impacto dos fenómenos meteorológicos.

É essencial recomendar ESPECIAL CUIDADO com o vento, por precaução, na medida em que, podendo soprar forte nalgumas regiões, pode contribuir sobremaneira para a evolução rápida dos incêndios rurais que venham a verificar-se.

🚨2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

➡️· Danos em estruturas montadas ou suspensas;
➡️· Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;
➡️· Possíveis acidentes na orla costeira;
➡️· Dificuldades de drenagem em sistemas urbanos, nomeadamente as verificadas em períodos de preia-mar, podendo causar inundações nos locais historicamente mais vulneráveis;
➡️· Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo;
➡️· Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
➡️· Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
➡️· Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
➡️· Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

🚨3. MEDIDAS PREVENTIVAS

A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

➡️· Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
➡️· Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
➡️· Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a galgamentos costeiros, evitando a circulação e permanência nestes locais;
➡️· Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos muito próximos da orla marítima;
➡️· Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
➡️· Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível acumulação de neve e formação de lençóis de água nas vias;
➡️· Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;

➡️· Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Para mais informações consulte:

www.prociv.pt ou
http://www.prociv.pt/…/AP_44_DCS_2018_10_12_Condi%C3%A7%C3%…
Para acompanhamento da situação consulte:
www.ipma.pt ou
https://www.ipma.pt/pt/otempo/prev-sam/timeline.jsp?reg=VIS

Informação : AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO CIVIL

Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais reforçado até 31 de outubro

Face às previsões meteorológicas para a segunda quinzena de outubro disponibilizadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) à Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o Ministério da Administração Interna decidiu reforçar, até ao final do mês de outubro, o .
Assim, até 31 de outubro, o dispositivo terrestre será reforçado com mais 624 bombeiros. Cerca de 500 militares do GIPS da GNR serão empenhados em ações de vigilância e fiscalização.
Relativamente aos meios aéreos, vão manter-se disponíveis 10 helicópteros ligeiros em regime de locação, 3 helicópteros ligeiros propriedade do Estado, 6 aviões anfíbios médios e 3 helicópteros pesados.
Foi ainda decidido o incremento das ações de vigilância e fiscalização por parte da GNR e da PSP nas suas áreas de competência e o reforço da vigilância móvel terrestre, com base no empenhamento de patrulhas das Forças Armadas, sobretudo nas áreas mais sensíveis e vulneráveis.
No âmbito da Rede Nacional de Postos de Vigia, mantêm-se em funcionamento até ao dia 6 de novembro os postos da rede primária.
Este reforço do dispositivo é concretizado de acordo com a flexibilidade operacional prevista na Diretiva Operacional n.º 2 – DECIR.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar