Templates by BIGtheme NET
Home » Nelas (page 3)

Nelas

Recriação Histórica de Santar

 Decorreu mais uma edição da Recriação Histórica de Santar, este ano “A Mítica Figura de D. Lopo da Cunha” foi o tema central de um fim de semana pleno de história e estórias em torno de um dos mais conhecidos santarenses. Este evento organizado pela “Associação Cultural e Informativa os Amigos de Santar” contou com o apoio do Município de Nelas e da União das Freguesias de Santar e Moreira.

Iniciou-se com uma visita guiada denominada “Viagem ao Tempo de D. Lopo” em que cerca de uma centena de pessoas percorreram locais emblemáticos e históricos da Vila de Santar, nomeadamente o Paço dos Cunhas (residência de D. Lopo) , a Igreja da Misericórdia (fundada por D. Lopo), a estrada romana, a Igreja Matriz (fundações medievais), a Fonte da Torre (no Largo onde existiu uma Torre Medieval) e  a Casa Fidalgas com os seus belos jardins, tudo isto locais que D. Lopo certamente conhecia e percorreu também.

No Largo do Paço a representação esteve a cargo do Teatro Hábitos, num espetáculo repartido pelos dois dias que maravilhou os presentes com o seu dinamismo performativo, apoiado pelo Grupo de Bombos do Paço e pela Associação Coral Canto e Encanto. As associações culturais do Município de Nelas que dignificaram, assim o papel das associações locais em prol da comunidade e da sua cultura comum.

Uma conferência histórica proferida pelo historiador Dr. João Fonseca, teve como mote “Lopo da Cunha, o Homem e o seu tempo” e serviu para desmitificar esta figura histórica através da apresentação de argumentos científicos e documentais, que na sala do lagar da “Casa do Paço” antiga residência do próprio D. Lopo da Cunha, cativou dezenas de pessoas.

Não faltaram motivos de interesse para cativar centenas de pessoas a visitar a “mui nobre” Vila de Santar e provar os seus vinhos, em particular dos 4 produtores que apoiaram o evento, Fidalgas de Santar, João Fazenda, Paço dos Cunhas de Santar e Quinta do Sobral.

A Vila de Santar afirma-se mais uma vez com um potencial histórico, cultural e patrimonial que é comprovado a cada passo que percorremos.

Por:MN

 

NelaSport e a malapata no Rally Vinho do Dão

Ainda não foi desta que a equipa nelense quebrou a malapata, no Rally Vinho do Dão. Depois de um início com algumas cautelas, face ao incidente na edição de 2017, a dupla da NelaSport, Luis Borges / José Figueiredo, começou paulatinamente a melhorar os seus cronos no decurso da Prova e a subir na tabela classificativa, no entanto, a meio da penúltima especial de classificação, um componente do triângulo de direção cedeu e deitou por terra as aspirações da equipa, que assim se viu forçada a desistir.

“Apesar do incidente na edição anterior do Rally Vinho do Dão, já estar ultrapassado, o nosso subconsciente “obrigou-nos” a começar com uma toada mais cautelosa, para evitar cometer qualquer erro que pudesse comprometer os nossos objetivos, contudo, e numa fase que estávamos em franca recuperação, em termos de ritmo competitivo e a melhorar os nossos tempos, a “estrelinha da sorte” não esteve mais uma vez, do nosso lado e sensivelmente a meio da PEC 7, Santar/Vinhas do Dão 2, notei uma pancada forte e fiquei sem qualquer estabilidade na direção. Suspeitei logo que poderia ser um dos componentes do triângulo de direção que tivesse partido, o que infelizmente se veio a confirmar, quando chegámos ao final da especial e nos obrigou a tomar a difícil decisão de entregar a carta de controlo e desistir”, afirmou com alguma mágoa, Luis Borges, que deixou ainda uma palavra de agradecimento, a todos os patrocinadores, amigos e conterrâneos, que foram incansáveis a puxar pela equipa, ao longo de todo o Rally.

Foto:Paulo Pinto

 

Espetáculo “Ecos do Côa” avança dia 9 de junho

Este projeto pretende diversificar a oferta cultural das comunidades, bem como envolver as pessoas em novas experiências artísticas.

O projeto “Cultura em Rede das Beiras e Serra da Estrela” promovido pela CIMBSE em parceria com a Associação de Municípios da Cova da Beira e os municípios foi apresentado em Figueira de Castelo Rodrigo, no salão do Ginásio Clube Figueirense.

Uma iniciativa que pretende constituir uma rede cultural entre os 15 Municípios da CIMBSE, vocacionada para a promoção cultural deste território. O projeto assenta em três áreas artísticas: dança, teatro e música.

O primeiro espetáculo “Ecos do Côa”, uma criação artística dos DEMO em coprodução com a CARB, vai ser realizado no próximo sábado, dia 9 de junho, pelas 22 horas, no Largo Serpa Pinto, em Figueira de Castelo Rodrigo. É um espetáculo de dança que reúne participantes dos concelhos de Figueira de Castrelo Rodrigo, Pinhel, Almeida, Trancoso e Mêda.

Para Paulo Langrouva, presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, “esta é uma experiência nova que irá enriquecer o programa cultural dos municípios e pode ser o primeiro de outros projetos em cooperação”. Também Rui Ventura, vice-presidente da CIMBSE e presidente do Município de Pinhel, esteve presente na apresentação e acrescentou que “este projeto é a génese da CIM, que pretende fazer projetos intermunicipais”.

Trata-se de uma “iniciativa inédita no país que reúne 15 municípios para fazer cultura” destaca António Ruas, que adianta que foram contratados especialistas nas diferentes áreas que estão a criar co-produções com a comunidade, “espírito colaborativo é o que pretendemos com este projeto”.

O primeiro espetáculo está marcado para Figueira de Castelo Rodrigo, no dia 9 de junho, às 22 horas, no Largo Serpa Pinto, que já tem 170 metros quadrados de terra e as bancadas montadas. O sabor a terra, os brasões e nas lendas dos municípios, bem como a natureza são algumas das inspirações do espetáculo que conta com a participação de 38 voluntários, amadores.

 

Um nelense Tiago Santos, alcançou um lugar no pódio

O piloto nelense, Tiago Santos, alcançou o primeiro pódio da época em Reguengos de Monsaraz no passado fim de semana, esta que foi a quarta jornada do Campeonato Nacional de todo-o-terreno 2018.

No primeiro dia além do tradicional prólogo os pilotos tinham pela frente um primeiro setor seletivo de 80km, este que viria a ser madrasto para o piloto nelense onde os vários problemas no seu decorrer o colocaram no fundo da tabela classificativa de onde iria partir na 18ª posição no segundo dia.
Já no segundo dia, os pilotos encaravam um troço de 135km, onde Tiago Santos saiu ao ataque, ultrapassagens mesmo no pó foram uma constante, conseguiu galgar várias posições acabando em 3º da Classe (TT1)  e 13º da geral.
“Foi sem duvida uma das corridas mais difíceis até hoje, mas que no final acabou por ser gratificante perante o esforço que fizemos.
No primeiro dia tive vários problemas que me levaram a perder bastante tempo, onde mesmo com a entreajuda de vários pilotos não foi possível solucionar todos eles.
No segundo dia arrisquei e ataquei, felizmente as coisas correram bem, e consegui finalmente o tão desejado pódio, este que dedico a todas as pessoas que me ajudaram, patrocinadores, amigos e família que têm sido um apoio fundamental.” 
O Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno entra agora em férias regressando no dia 7/8 de Setembro com a Baja de Idanha a Nova.

Atividade operacional da GNR no fim de semana

Atividade operacional das últimas 12 horas

 A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

 

  1. Detenções: 33 detidos em flagrante delito, destacando-se:
    • 21 por condução sob o efeito do álcool;
  • Três por tráfico de estupefacientes;
  • Dois condução sem habilitação legal;
  • Dois por ofensas à integridade física;
  • Um por violência doméstica.

 

  1. Apreensões:
  • 75 doses de haxixe;
  • Uma arma de fogo, cal. 6.35 mm.

 

  1. Trânsito:

Fiscalização: 437 infrações detetadas, destacando-se:

  • 105 por excesso de velocidade;
  • 42 por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei;
  • 33 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 25 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 18 por infrações relacionadas com tacógrafos;
  • 12 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • 10 por fata ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • Sete por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.

 

Sinistralidade: 84 acidentes registados, destacando-se:

  • Dois feridos graves;
  • 23 feridos leves.

 

AFViseu-Silgueiros venceu Taça de Sócios de Mérito

Silgueiros-SC Lamego-2-2 Prolongamento-3-2

Aproveitando o feriado, decorreu a final da Taça de Sócios de Mérito, no Estádio do Fontelo.

Uma partida muito eletrizante, isto é, mais uma decisã0 que foi a marcação das grandes penalidades.

Aqui o Silgueiros foi mais certeiro e venceu a Taça, já o Lamego ficou foi um bom finalista.

Turismo Centro de Portugal arrecadou um Prémio

Decorreu a Gala dos Prémios AHRESP, que foram entregues no Pavilhão Carlos Lopes, em Lisboa.

O Turismo Centro de Portugal venceu o prémio de Melhor Entidade Regional de Turismo, numa categoria em que todas as entidades regionais de turismo do país eram candidatas. O prémio foi recebido por Pedro Machado, que o partilhou com as várias personalidades presentes na cerimónia. “O ano de 2017 foi um ano sensível para a região Centro de Portugal. O trabalho de partilha foi uma das armas que utilizámos para conseguirmos terminá-lo da forma como terminámos e pensarmos com otimismo no futuro”, sublinhou o presidente do Turismo Centro de Portugal.

A iniciativa “The Day After – Uma Noite por Todos”, promovida pelo Grupo Visabeira e em que o Turismo Centro de Portugal esteve também envolvida, ganhou o Primeiro Prémio na categoria Projetos de Solidariedade. Recorde-se que esta iniciativa reabriu por uma noite a mítica discoteca de Viseu, numa ação de solidariedade cujas receitas reverteram para as vítimas dos incêndios de outubro de 2017.

O Beirão D’Honra venceu o Primeiro Prémio na categoria Produto ou Serviço do Ano. Este produto foi um novo lançamento do Licor Beirão, da Lousã, que alcançou um enorme sucesso.

A Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, que mantém uma estreita relação de cooperação com o Centro de Portugal, está também de parabéns, por ter recebido o Primeiro Prémio na categoria Contributo para a Defesa da Gastronomia como Património Nacional.

Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado do Turismo, recebeu o Prémio Excelência, enquanto o Prémio Carreira foi entregue a Vítor Neto, Vice-Presidente da AIP – Associação Industrial Portuguesa.

Os Prémios AHRESP distinguem anualmente os Melhores do Ano nos setores da Hotelaria, Promoção Turística e Restauração em Portugal e são promovidos pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal. Os vencedores são escolhidos pelo público, através de uma votação online.

Finais da Taça da AF de Viseu em Mangualde

O Complexo Desportivo de Mangualde (Campo Conde Anadia e Estádio Municipal) recebe esta quinta-feira, dia 31 de maio, as finais da Taça da Associação de Futebol de Viseu. Esta é uma organização da Associação de Futebol de Viseu e da Câmara Municipal de Mangualde. É um calendário recheado de jogos, desde os Sub10 aos Sub19. O primeiro encontro começa pelas 10h00 e o último jogo arranca às 17h15. A entrada é gratuita.

O calendário de jogos é o seguinte:

Sub10

Cracks Lamego X Viseu 2001

15:00 – Campo Conde Anadia

Sub11

Mortágua X Galfarritos

11:45 – Campo Conde Anadia

Sub12

Académico Viseu X Académico Viseu “b”

10:00 – Campo Conde Anadia

Sub13

Académico Viseu X Vale Açores

17:00 – Campo Conde Anadia

Sub15

Académico Viseu X Sampedrense

15:00 – Estádio Municipal de Mangualde

Sub17

CD Tondela X Mortágua

10:30 – Estádio Municipal de Mangualde

Sub19

CD Tondela X Oliveira de Frades

17:15 – Estádio Municipal de Mangualde

Por:MM

 

“Rally Vinho do Dão” arranca este sábado em Nelas

O “Rally Vinho do Dão”, fruto da parceria Município de Nelas / Clube Automóvel do Centro volta já aos troços do concelho este fim de semana, desta vez com 2 competições, a 4ª Prova do Campeonato Centro de Ralis e a 5º Prova Pontuável para o Desafio Kumho Portugal.

Após o sucesso da anterior edição do “Rally Vinho do Dão”, em abril de 2017, o Município de Nelas renova a presença nas provas e campeonatos federados do Desporto Automóvel Nacional com a realização desta prova, que devolve a paixão automobilística ao Concelho de Nelas, ao mesmo tempo que pretende dinamizar a economia local, gastronomia, comércio, turismo e património, reafirmando o dinamismo da promoção territorial de âmbito regional, que Nelas faz acontecer sempre em torno de um produto e de uma marca tão forte como é o Vinho do Dão. O Rally Vinho do Dão integra a estratégia da Autarquia que visa a promoção e dinamização dos produtos e do enoturismo do Concelho e Região Dão Lafões.

Com o apoio da Câmara Municipal de Nelas, a prova é organizada pelo Clube Automóvel do Centro (CAC) e sobre a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), iniciando-se dia, 26 de maio / sábado, com a Super Especial Noturna em perímetro urbano – Zona do Complexo Desportivo e Biblioteca Municipal, e durante o dia, 27 de maio / domingo, com os pilotos a competirem pelos melhores tempos e melhores performances nas diferentes PEC´S (Provas Especiais de Classificação, num total de sete) que percorrem o Concelho de Nelas.

 

 

 

GNR- Operação Baco em curso nas estradas portuguesas

 Fiscalização da condução sob influência de álcool

A Guarda Nacional Republicana (GNR), entre 15 e 28 de maio, intensifica a fiscalização da condução sob influência de álcool, com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária e aumentar o sentimento de segurança dos utentes da via.

As ações de fiscalização serão direcionadas para as vias onde as infrações por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, estando empenhados militares dos comandos territoriais e da Unidade Nacional de Trânsito.

Desde o início do ano e até ao dia 13 de maio, foram fiscalizados cerca de 540 mil condutores, tendo sido registados 8 239 excessos de álcool, dos quais 3 332 exerciam a condução com uma taxa crime igual ou superior a 1.2 gramas por litro (g/l).

A condução sob a influência do álcool é uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave em Portugal, pelo que importa esclarecer que o risco de envolvimento em acidente mortal aumenta, quanto maior for a concentração de álcool no sangue:

  • 0,50 g/l – o risco aumenta 2 vezes;
  • 0,80 g/l – o risco aumenta 4 vezes;
  • 0,90 g/l – o risco aumenta 5 vezes;
  • 1,20 g/l – o risco aumenta 16 vezes.

Perante estes números, a GNR continuará a intensificar ações de fiscalização no âmbito da condução sob a influência do álcool, no sentido de reduzir o número de vítimas nas estradas.

Por:GNR

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar