Templates by BIGtheme NET
Home » Nelas (page 5)

Nelas

APSCDFA premiada no programa BPI Solidário 18

Decorreu em Lisboa, no Centro Cultural de Belém, a entrega dos prémios no âmbito do Programa BPI Solidário 2018, onde a Associação de Promoção Social Cultural e Desportiva de Fornos de Algodres foi presenteada com a quantia de 30 mil euros.

Com o projeto” Casas para jovens em risco”, que tem por objetivo: Assegurar habitação a jovens, antes institucionalizados, com vista à sua progressiva integração na sociedade;Residência acompanhada, inovadora na região, que inclui formação em competências pessoais e orientação sócio-profissional.

Assim representaram a entidade , José Fernando Tomáz, presidente  e Susana Carrola.

Por:AP

Mais desenvolvimento a edição papel de 30 de junho.

 

 

Operação “Verão Seguro 2018” da GNR

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana (GNR) reforça, durante o verão, em todo o território nacional, as ações de patrulhamento e apoio na sua área de responsabilidade, com particular ênfase para os locais de veraneio mais frequentados da orla marítima, festas, romarias e eventos de grande dimensão, bem como nos principais eixos rodoviários.

No âmbito desta operação está ativo o Programa Chave Direta, com o objetivo de garantir a segurança das residências habituais dos cidadãos que se encontram de férias, através da realização de ações de patrulhamento junto das mesmas durante a ausência dos seus proprietários. A adesão ao programa deve ser solicitada pelo menos 48 horas antes da ausência dos proprietários da residência, através do registo disponível online em Verão Seguro ou no posto da GNR da sua área de residência. De realçar que nos últimos dois verões, foram registadas 3 278 residências sem nenhuma ocorrência.

Também no âmbito da operação Verão Seguro, a GNR realiza o Programa Turismo Seguro, com o objetivo de promover o apoio, a segurança e o combate ao crime contra o turista, nacional ou estrangeiro, contribuindo assim para uma estadia pacífica para quem visita Portugal, para além do reforço de patrulhamento especializado com vista ao atendimento, acolhimento e encaminhamento destes cidadãos em específico. Os militares desenvolvem ainda ações de informação e sensibilização a este público em específico, com a intenção de prevenir os potenciais riscos e perigos durante a sua estadia.

Para promover e facilitar o policiamento de proximidade com os turistas e numa conjuntura de cooperação internacional, iremos contar também com a presença permanente de três militares da Guardia Civil espanhola e três militares da Gendamarie Nationale francesa, para a realização de patrulhamento misto, nas zonas balneares mais turísticas do Algarve, Lisboa e Setúbal, durante os meses de julho e agosto. A GNR irá também reforçar o patrulhamento nas zonas turísticas espanholas e francesas mais frequentadas pelos portugueses, como Pontevedra (Espanha) e Landes e Estancarbon (França), com sete militares. Haverá ainda um reforço do patrulhamento misto com a Guardia Civil, em território português e espanhol, junto às zonas fronteiriças, em eventos de maior dimensão.

 

GNR- Atividade operacional de 15 a 21 de junho

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, na última semana, de 15 a 21 de junho, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 390 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 179 por condução sob o efeito do álcool;
  • 58 por condução sem habilitação legal;
  • 38 por tráfico de estupefacientes;
  • 13 por posse ilegal de arma;
  • 12 por roubo;
  • Oito por furto;
  • Quatro por invasão em recinto privado;
  • Um por incêndio florestal.

 

  1. Apreensões:
  • 10 209 doses de haxixe;
  • 467 doses de heroína;
  • 83 doses de cocaína;
  • 64 doses de liamba;
  • 26 doses de anfetaminas;
  • 1,1 quilos de pólen de haxixe;
  • 21 armas de fogo;
  • 26 armas brancas;
  • 245 munições de diversos calibres;
  • 19 veículos;
  • 2443 artigos contrafeitos;
  • 30 maços de cigarros;
  • 30 quilos de tabaco manufaturado;
  • Sete quilos de folhas de tabaco;
  • Três máquinas de jogo de fortuna ou azar;
  • 5 555 euros em numerário.

 

  1. Trânsito: 9 139 infrações detetadas, destacando-se:
  • 3 167 excessos de velocidade;
  • 528 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 478 relacionadas com tacógrafos;
  • 394 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 345 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 312 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 302 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 159 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Bombeiros Nelas celebram o seu 98º aniversário

Neste domingo, dia 24 de junho a Associação Humanitária dos Bombeiros Nelas, celebra o seu 98º aniversário

Para assinalar esta data, o dia inicia-se com o hastear da Bandeira, seguindo-se um desfile apeado, condecorações a Bombeiros, missa e bênção de viaturas de socorro, romagem ao Cemitério de Nelas para homenagem aos Bombeiros, Diretores e Associados já falecidos e terminando com o simulacro de Incêndio urbano na Av. João XXIII.

Alexandre Borges não foi feliz no Kartcross

Faltou a “estrelinha da sorte” em Sever do Vouga

Alexandre Borges, da equipa NelaSport, marcou presença na 3ª ronda do Campeonato de Portugal de Kartcross, que teve como cenário, a pista do Alto do Rosário, na Capital do Mirtilo. Temperatura e máquinas em alta, foram os condimentos, de mais um fim de semana carregado de adrenalina, em Sever do Vouga.

Depois de Mação, a equipa encontrava-se motivada, para conseguir colher novamente um bom resultado. O dia de sábado, terminou com um 8º lugar da geral, após os treinos cronometrados e a 1ª corrida de qualificação, com alguns cronos bastante interessantes e a escassos 6,7 segundos da liderança, o que perspetivava uma luta interessante para o dia seguinte.

No domingo, as tão desejadas temperaturas de verão, marcaram presença e a 2ª corrida de qualificação estava a decorrer de feição, até ao furo na última volta, contratempo este, que ainda permitiu registar o 8º tempo da geral. Para a 3ª e última corrida de qualificação da série B, a determinação estava em alta e um bom arranque, permitiu alcançar ainda a meio da primeira volta, o 2º lugar, logo atrás do atual campeão nacional. O ritmo imposto e uma condução sem erros, manteve a perseguição ao líder, até à penúltima curva da 6ª e última volta, momento em que ocorre o inexplicável. Uma tentativa forçada de ultrapassagem, levada a cabo pelo concorrente que seguia em 3º lugar, o qual subiu e voou literalmente, por cima do Alexandre Borges, empurrou o kartcross para fora de pista e que teve como consequência, a queda para os últimos lugares da Q3. Foi um ato irrefletido, ou talvez não, que deitou por terra todo o esforço da equipa. Fica desta Q3, o bom ritmo imposto e o 3º melhor tempo por volta, com a entrada no segundo 35, apenas alcançado por 4 dos 16 pilotos em prova.

Assim e sem possibilidade de recuperação, a queda para 11º na grelha da final, não era em nada, uma posição abonatória, mas mesmo assim, no arranque, foi possível subir para 6º, mas mais uma vez, a cada vez mais “normal” confusão da 1ª curva, com vários toques e uma saída violenta, levou a que fosse apresentada a bandeira vermelha, pelo que a corrida foi interrompida e uma nova partida iria ocorrer. Na 2ª partida, as coisas já não correram da melhor forma e um furo à mistura a 3 voltas do fim, arrastaram definitivamente a equipa para o 11º lugar, longe das ambições iniciais. Ficam como pontos positivos, os bons cronos alcançados e ritmo imposto, os quais, isentos de “interferências” externas, certamente poderiam ter permitido alcançar um resultado bem diferente.

Enfim… “incidentes” que deveriam ser pouco habituais, mas que começam a ser a rotina do Campeonato.

A próxima ronda do Campeonato, está agendada para os dias 21 e 22 de julho, para o Circuito Internacional de Montalegre.

Por:NelaSport foto:PP

Marchas Populares animam Mangualde

A noite de domingo, 17 de junho, as ruas mangualdenses vão, mais uma vez, encher-se de cor, música e muita animação com as tradicionais Marchas Populares.

Pelas 21h30, os grupos saem em desfile do Largo Dr. Couto (Câmara Municipal) em direção à Rotunda da Casa do Povo, sentido ascendente. Pela ordem de atuação e no sentido descendente dá-se início às atuações que seguem depois em direção ao Mercado Municipal (paragem de autocarros), onde termina. A iniciativa é organizada pela Câmara Municipal de Mangualde.

 As coreografias que vão assinalar esta época de Santos Populares são protagonizadas pelas Marchas da União das Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, Marchas Populares de Alcafache, Marchas S. Pedro entre os Santos Populares/Espinho, Marchas Populares de Quintela de Azurara, Marchas da Junta de Freguesia de Abrunhosa-a-Velha, Marchas Populares Mesquitela / Mourilhe e Marchas da Associação Mangualde Azurara. A noite terá ainda a gastronomia típica dos Santos Populares, com as Tasquinhas Típicas, e muita animação.

Alexandre Borges determinado para Sever do Vouga

A capital do Mirtilo, será o palco da 3ª ronda do Campeonato de Portugal de Kartcross, agendada para os próximos dias 16 e 17 de junho, na pista do Alto do Rosário, em Sever do Vouga.

A equipa da NelaSport, que na presente época abraçou este Campeonato, marcará presença através do seu piloto, Alexandre Borges, ao volante de um Semog Bravo.

O 4º lugar alcançado em Mação, é um bom indicador da evolução deste jovem piloto nelense e um fator de motivação para toda a equipa, que naturalmente, espera poder alcançar um bom resultado nesta próxima prova.

“Esta pista, tem um traçado que me agrada bastante e da qual tenho boas recordações da Taça de Portugal de 2017, onde consegui o 4º lugar na final, por isso, espero estar ao meu melhor nível, para continuar a evoluir nesta modalidade tão competitiva e tentar conquistar novamente uma boa classificação final, apesar de reconhecer que não é tarefa fácil, face a uma concorrência de pilotos bastante rápidos e experientes”, afirmou Alexandre Borges. Concentração e determinação, são as palavras-chave para esta prova.

Os treinos livres terão início pelas 14 horas de sábado, estando ainda agendados para este dia, os treinos cronometrados e as 2 primeiras corridas de qualificação. Para domingo, a agenda começa cedo, com o warm up pelas 9h30 e as restantes corridas de qualificação no período da manhã, enquanto a derradeira final, está prevista para as 15h45.

Por:Luis Costa//Nelasport

 

 

UF Juncais, Vila Ruiva e Vila Soeiro celebrou Dia da Criança

Um pouco por toda a parte, o Dia da Criança foi celebrado com grande relevância, assim a União de Freguesias Juncais, Vila Ruiva e Vila Soeiro, levou a efeito este dia animado.

Assim a festa foi celebrada na localidade do Cadoiço com a presença de  crianças, pais e familiares.

Recriação Histórica de Santar

 Decorreu mais uma edição da Recriação Histórica de Santar, este ano “A Mítica Figura de D. Lopo da Cunha” foi o tema central de um fim de semana pleno de história e estórias em torno de um dos mais conhecidos santarenses. Este evento organizado pela “Associação Cultural e Informativa os Amigos de Santar” contou com o apoio do Município de Nelas e da União das Freguesias de Santar e Moreira.

Iniciou-se com uma visita guiada denominada “Viagem ao Tempo de D. Lopo” em que cerca de uma centena de pessoas percorreram locais emblemáticos e históricos da Vila de Santar, nomeadamente o Paço dos Cunhas (residência de D. Lopo) , a Igreja da Misericórdia (fundada por D. Lopo), a estrada romana, a Igreja Matriz (fundações medievais), a Fonte da Torre (no Largo onde existiu uma Torre Medieval) e  a Casa Fidalgas com os seus belos jardins, tudo isto locais que D. Lopo certamente conhecia e percorreu também.

No Largo do Paço a representação esteve a cargo do Teatro Hábitos, num espetáculo repartido pelos dois dias que maravilhou os presentes com o seu dinamismo performativo, apoiado pelo Grupo de Bombos do Paço e pela Associação Coral Canto e Encanto. As associações culturais do Município de Nelas que dignificaram, assim o papel das associações locais em prol da comunidade e da sua cultura comum.

Uma conferência histórica proferida pelo historiador Dr. João Fonseca, teve como mote “Lopo da Cunha, o Homem e o seu tempo” e serviu para desmitificar esta figura histórica através da apresentação de argumentos científicos e documentais, que na sala do lagar da “Casa do Paço” antiga residência do próprio D. Lopo da Cunha, cativou dezenas de pessoas.

Não faltaram motivos de interesse para cativar centenas de pessoas a visitar a “mui nobre” Vila de Santar e provar os seus vinhos, em particular dos 4 produtores que apoiaram o evento, Fidalgas de Santar, João Fazenda, Paço dos Cunhas de Santar e Quinta do Sobral.

A Vila de Santar afirma-se mais uma vez com um potencial histórico, cultural e patrimonial que é comprovado a cada passo que percorremos.

Por:MN

 

NelaSport e a malapata no Rally Vinho do Dão

Ainda não foi desta que a equipa nelense quebrou a malapata, no Rally Vinho do Dão. Depois de um início com algumas cautelas, face ao incidente na edição de 2017, a dupla da NelaSport, Luis Borges / José Figueiredo, começou paulatinamente a melhorar os seus cronos no decurso da Prova e a subir na tabela classificativa, no entanto, a meio da penúltima especial de classificação, um componente do triângulo de direção cedeu e deitou por terra as aspirações da equipa, que assim se viu forçada a desistir.

“Apesar do incidente na edição anterior do Rally Vinho do Dão, já estar ultrapassado, o nosso subconsciente “obrigou-nos” a começar com uma toada mais cautelosa, para evitar cometer qualquer erro que pudesse comprometer os nossos objetivos, contudo, e numa fase que estávamos em franca recuperação, em termos de ritmo competitivo e a melhorar os nossos tempos, a “estrelinha da sorte” não esteve mais uma vez, do nosso lado e sensivelmente a meio da PEC 7, Santar/Vinhas do Dão 2, notei uma pancada forte e fiquei sem qualquer estabilidade na direção. Suspeitei logo que poderia ser um dos componentes do triângulo de direção que tivesse partido, o que infelizmente se veio a confirmar, quando chegámos ao final da especial e nos obrigou a tomar a difícil decisão de entregar a carta de controlo e desistir”, afirmou com alguma mágoa, Luis Borges, que deixou ainda uma palavra de agradecimento, a todos os patrocinadores, amigos e conterrâneos, que foram incansáveis a puxar pela equipa, ao longo de todo o Rally.

Foto:Paulo Pinto

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar