Templates by BIGtheme NET
Início » Penalva do Castelo

Penalva do Castelo

GNR- Atividade operacional das últimas 12 horas

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de ações policiais, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo. Estas ações visaram, não só, a prevenção e o combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, como também a fiscalização de diversas matérias de âmbito contraordenacional, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: 25 detidos em flagrante delito, destacando-se:
  • 14 por condução sob o efeito do álcool;
  • Nove por condução sem habilitação legal;
  • Um por violência doméstica.

  1. Apreensões:
  • 2,6 doses de haxixe;

  1. Trânsito:

Fiscalização438 infrações detetadas, destacando-se:

  • 84 por excesso de velocidade;
  • 39 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 30 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;
  • 19 relacionadas com iluminação e sinalização;
  • 17 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • 16 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • Quatro relacionadas com tacógrafos;
  • Três por uso indevido de telemóvel no exercício da condução.

Sinistralidade: 18 acidentes registados, destacando-se:

  • Um ferido grave;
  • Oito feridos leves.

AF Viseu- Divisão de Honra- Jornada 8(em atraso)

Disputou-se a jornada 8 em atraso, Divisão de Honra da AF Viseu, com o Lamelas a empatar em Penalva do Castelo e a passar para a frente da tabela, face ao desaire do Ol.Frades frente ao M.Beira.

Destaca-se ainda o póker de Sorrilha (Satão), frente ao Roriz.

Carvalhais- GD Resende-0-0

CD Cinfães- Paivense-1-0

Sátão- GDC Roriz-5-2

GD Oliveira de Frades- Moimenta da Beira-0-1

SL Nelas- Nespereira FC-2-5

Penalva Castelo- ACDR Lamelas-1-1

SC Lamego- CR Ferreira de Aves-2-2

Carregal do Sal- GD Mangualde-2-0

Vale de Açores- Molelos- 24 jan

Classificação:

1º- ACDR Lamelas- 19

2º-GD Oliveira de Frades-18

3º-CR Ferreira de Aves-18

4º-Sátão-17

5º-CD Cinfães-15

6º-Carvalhais-14

7º-GD Resende-12

8º-Penalva Castelo-12

9º-Moimenta da Beira-12

10º-GD Mangualde-11

11º-SL Nelas-10

12º-GDC Roriz-9

13º-SC Lamego-9

14º-Carregal do Sal-9

15º-Vale de Açores-8

16º-Nespereira FC-8

17º-Paivense-8

18º-Molelos-5

 

Novas medidas do Estado de Emergência até 8 de dezembro

Suspensão de aulas antes dos feriados 1 e 8 de dezembro

Assim , ao fim da tarde deste sábado, António Costa, apresentou as novas medidas para o novo Estado de Emergência, onde sobressai a saída de Fornos de Algodres da lista dos concelhos de risco , ainda a novidade da suspensão de aulas antes dos feriados 1 e 8 de dezembro.

Por sua vez, o Primeiro- ministro referiu ainda que, “não obstante continuarmos a crescer, há uma desaceleração”, o que não significa baixar os braços. “Temos ainda muito que nos esforçar”, refere, justificando o reforço das medidas.

Medidas Gerais:

  • Uso obrigatório da máscara no local de trabalho, exceto quando os postos de trabalho são isolados ou quando haja separação física entre diferentes postos. “Também no trabalho se transmite o vírus e também no trabalho a máscara protege da transmissão do vírus”, apontou António Costa;
  • Proibição de circulação entre concelhos:
    • entre as 23h de 27 de novembro e as 5h de 2 de dezembro
    • entre as 23h de 4 de dezembro e as 5h de 9 de dezembro;
  • Nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro estão suspensas as atividades letivas em todos os níveis de ensino. Nas mesmas datas há tolerância de ponto e o apelo a entidades privadas para dispensa de trabalhadores. Costa justificou estas medidas como forma de se ter “um mês de dezembro o mais tranquilo possível”;

– Mapa de Risco

  • Os concelhos serão divididos em diferentes níveis de risco de contágio. Neste momento existem 65 concelhos de risco moderado, 86 de risco elevado, 80 de risco muito elevado e 47 de risco extremamente elevado. As regras específicas para cada concelho podem ser vistas no site Estamos On;
  • Será “em função destes critérios de risco” que nos próximos meses serão “modeladas as medidas a adotar para que se ajustem o melhor possível à realidade efetiva em cada concelho”;
  • Casos em cada nível de risco, nos últimos 14 dias:
    • “Extremamente elevado”: mais de 960 casos de doença por 100 mil habitantes;
    • “Muito elevado”: mais de 480 novos casos por 100 mil habitantes;
    • “Elevado”: mais de 240 e até 480 casos por 100 mil habitantes;
    • “Moderado”: menos de 240 casos por 100 mil habitantes.
  • António Costa referiu que 17 concelhos saem da lista de risco elevado, informação posteriormente corrigida pelo Governo, referindo que são apenas 15 concelhos: Aljustrel, Alvaiázere, Beja, Borba, Carrazeda de Ansiães, Ferreira do Alentejo, Fornos de Algodres, Santa Comba Dão, São Brás de Alportel, Sousel, Tábua, Tavira, Vila Real de Santo António, Vila Velha de Ródão e Vila Flor;

 

  • Nos concelhos onde há mais de 240 casos por cem mil habitantes, o Governo refere que vai haver uma “ação de fiscalização do cumprimento do teletrabalho obrigatório”, devido aos incumprimentos que se têm verificado;
  • Na quinzena que engloba os dois feriados — 1 e 8 de dezembro — não vão ser verificadas medidas diferentes entre os concelhos com 48o casos por cada 100 mil habitantes e os que têm mais de 960. Desta forma, mantém-se as medidas atualmente em vigor e são acrescentadas outras três:
    • Entre as 13h e as 5h é proibido circular na via pública e os estabelecimentos comerciais têm de estar fechados;
    • Nas vésperas dos feriados, os estabelecimentos comerciais têm de encerrar a partir das 15 horas;
    • As medidas dos fins de semana estão em vigor nos feriados de 1 e 8 de dezembro.

 

  • António Costa referiu também medidas de apoio à economia:
    • Programa Apoiar.pt, no valor total de 1.55o milhões de euros — estão previstos empréstimos de 750 milhões de euros e 160 milhões de euros a fundo perdido;
    • Medidas de apoio à restauração;
    • Apoio à Retoma Progressiva, com acesso imediato;
    • Adiamento dos pagamentos à Segurança Social e IVA trimestral;
    • Redução de rendas comerciais, com contrapartidas para os senhorios.

Bombeiros de Penalva recebem duas mil máscaras

Numa altura de pandemia, todas as ajudas são poucas, mas sempre preciosas e assim os soldados da paz de Penalva do Castelo foram presenteados com duas mil máscaras pelo Padre José António da Paróquia da Ínsua, para que estes homens e mulheres possam desempenhar o seu trabalho da melhor maneira.

Face a isso, a direção e corpo ativo agradecem este gesto generoso para com a instituição.

Carta de condução digital após alteração do código de estrada

Aos poucos, o Governo português vai estudando as melhores formas para a alteração do Código de Estrada, face a isso, surge uma inovação, a carta de condução e restantes documentos da viatura passarão a ser digitais, isto é, vai ser criada uma App para o telemóvel e aí, o condutor terá a carta de condução, quer todos os documentos relacionados com a viatura.

Para tal, esta medida , irá entrar em vigor, assim que o código de estrada sofra as devidas alterações, onde se vai destacar, a coima por utilização do telemóvel ao volante, passará para o dobro e virá a retirar ao condutor 3 pontos da carta de condução.

Outras novidades surgirão com a entrda em vigor do novo código de estrada.

AF Viseu- Resultados da Divisão de Honra 10ªjornada

SC Lamego – ACDR Lamelas -adiado

Oliveira de Frades – Ferreira de Aves -adiado

Carvalhais FC – Nespereira FC -adiado

AD Sátão – CA Molelos -3-2

CD Cinfães – GD Mangualde -0-2

Roriz – SC Paivense -1-0

SL Nelas – SC Penalva do Castelo -2-0

Vale de Açores – GD Resende -1-1

Carregal do Sal – Moimenta da Beira -2-1

Classificação:

 

1-Oliveira de Frades-18

2-Lamelas-18

3-CR Ferreira de Aves-17

4-Sátão-14

5-Carvalhais-13

6-CD Cinfães-12

7-Penalva Castelo-11

8-GD Mangualde- 11

9-GD Resende-11

10-SL Nelas-10

11-Moimenta da Beira-9

12 Roriz- 9

13-Vale de Açores-8

14-SC Lamego-8

15-Paivense-8

16-Carregal do Sal-6

17-Nespereira FC-5

18-Molelos-5

Aprovada a implementação dos cinco comandos regionais de emergência e proteção civil

Foi aprovado e publicado recentemente em Diário da República, e assinado pela secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, define a forma de implementação dos cinco comandos regionais de emergência e proteção civil, designadamente a localização, identifica os espaços que lhes serão afetos e assegura o exercício dos cargos de comandante regional e segundo comandante regional.

Ainda este despacho estabelece as condições de instalação e funcionamento de cinco comandos regionais de emergência e proteção civil , passando a funcionar o novo modelo territorial do sistema de proteção civil.

A criação dos cinco comandos regionais de emergência e proteção civil estava prevista na nova lei orgânica da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), que entrou em vigor em abril de 2019.

Além dos cinco comandos regionais, a lei orgânica da ANEPC estabelece também a criação de 23 comandos sub-regionais de emergência e proteção civil em vez dos atuais comandos distritais de operações e socorro (CDOS), tendo ficado decidido que a entrada em funcionamentos destas duas estruturas seria de forma faseada, definida por despacho do membro do Governo responsável pela área da administração interna.

Fonte do Ministério da Administração Interna referiu à agência Lusa que este despacho entrou em vigor este sábado e até ao final do ano esta estrutura regional vai estar operacional e com os comandantes nomeados.

De acordo com o despacho, o Comando Regional do Norte vai ficar localizado em Vila Real, o Comando Regional do Centro fica em Viseu, o Comando Regional de Lisboa e Vale do Tejo em Almeirim, o Comando Regional do Alentejo em Évora e o Comando Regional do Algarve em Loulé.

“Agora a  instalação dos comandos sub-regionais de emergência e proteção civil é feita em data posterior, mantendo-se em funcionamento os comandos distritais de operações de socorro (CDOS)”, como refere o despacho.

Fonte:Bombeiros.pt

Covid-19-Pinhel e Tondela saiem, Almeida, Mangualde, Celorico, Figueira, Penalva entram da Lista de Restrições

Fornos de Algodres e Trancoso mantêm-se
Teve lugar mais uma reunião de Conselho de Ministros que aprovou a resolução que prorroga a declaração da situação de calamidade, em todo o território nacional continental, até às 23h59 do dia 23 de novembro.
Em relação aos concelhos com risco elevado, o diploma define que:
  • a partir das 00h00 de dia 13 de novembro, os seguintes concelhos deixam de fazer parte da lista dos com risco elevado: Batalha, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Pinhel, São João da Pesqueira, Tabuaço e Tondela;
  • a partir das 00h00 de dia 16 de novembro, os seguintes concelhos passam a fazer parte da lista: Abrantes, Águeda, Albergaria-a-Velha, Albufeira, Alcanena, Aljustrel, Almeida, Almeirim, Alvaiázere, Anadia, Ansião, Arcos de Valdevez, Arganil, Arronches, Boticas, Campo Maior, Cantanhede, Carrazeda de Ansiães, Castro Daire, Celorico da Beira, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Coruche, Crato, Cuba, Elvas, Estarreja, Évora, Faro, Ferreira do Alentejo, Figueira de Castelo Rodrigo, Freixo de Espada à Cinta, Grândola, Ílhavo, Lagos, Lamego, Mangualde, Manteigas, Mealhada, Mêda, Mira, Miranda do Corvo, Miranda do Douro, Mirandela, Monforte, Montalegre, Montemor-o-Velho, Mora, Murtosa, Nelas, Oliveira do Bairro, Ourém, Pampilhosa da Serra, Penalva do Castelo, Penamacor, Penela, Ponte de Sor, Portalegre, Portimão, Proença-a-Nova, Reguengos de Monsaraz, Resende, Salvaterra de Magos, São Pedro do Sul, Sátão, Seia, Sousel, Tábua, Tavira, Torre de Moncorvo, Vagos, Vieira do Minho, Vila do Bispo, Vila Nova de Foz Côa, Vila Nova de Paiva, Vila Real de Santo António e Viseu;
  • determina que, durante o fim-de-semana, a abertura do comércio será a partir das 8h e o encerramento às 13h, exceto em certos casos restritos como farmácias, clínicas e consultórios, estabelecimentos de venda de bens alimentares até 200 m2 com porta para a rua e bombas de gasolina;
  • determina que, durante o fim-de-semana, a partir das 13h, os restaurantes só poderão funcionar para entrega ao domicílio.
-Foi ainda aprovado um diploma que estabelece uma medida extraordinária de apoio ao setor da restauração no âmbito das restrições ao funcionamento aprovadas no quadro do estado de emergência decretado a 6 de novembro.
-Foi aprovado o decreto-lei que alarga a tarifa social de eletricidade e da tarifa social de gás natural a mais situações de insuficiência social e económica.
O presente diploma promove o alargamento das condições de acesso à tarifa social da energia elétrica e do gás natural às situações de desemprego, passando assim a acrescer ao elenco de clientes finais economicamente vulneráveis os benificiários de prestações de desemprego. Procede-se, ainda, ao alargamento a mais situações de desproteção: aos beneficiários da pensão social de invalidez do regime especial de proteção na invalidez ou do complemento da prestação social para a inclusão.
– Foi aprovado o decreto-lei que cria uma licença especial de reestruturação familiar e respetivo subsídio, aplicável a vítimas de violência doméstica que, por esse facto, se vejam obrigadas a alterar a sua residência. O subsídio será atribuído por um período de até 10 dias, durante o qual são justificadas as faltas ao trabalho
– Foi aprovada a resolução que reconhece a verificação de condições excecionais e permite o recurso ao Fundo de Emergência Municipal para a concessão de auxílios financeiros aos municípios afetados pelas depressões Elsa e Fabien, que atingiram o território português entre os dias 17 e 22 de dezembro de 2019.
– Foi aprovado o Programa de Eficiência de Recursos na Administração Pública, para o período até 2030 (ECO.AP 2030), o qual passa a ser estendido às eficiências hídrica, material e de frotas, bem como à redução de emissões de gases com efeito de estufa.
O Programa de Eficiência de Recursos na Administração Pública, lançado em 2011, veio criar condições para o desenvolvimento de uma política de eficiência energética na Administração Pública, designadamente nos seus serviços, edifícios e equipamentos, por forma a alcançar um aumento de 20% da eficiência energética até 2020. Após nove anos de implementação, justifica-se a sua atualização, em linha com os compromissos internacionais assumidos pelo país, nomeadamente a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e o Acordo de Paris, ambos no quadro das Nações Unidas.
Foto:DR

CIM Viseu Dão Lafões lançou novo site

A Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, dando continuidade à estratégia de consolidação do território enquanto destino turístico de natureza, lançou o site exploraviseudaolafoes.pt.
 
Online desde dia 28 de outubro, esta nova plataforma digital visa dar a conhecer, de uma forma dinâmica e intuitiva, a região Viseu Dão Lafões, na vertente de Walking & Cycling, podendo inclusive descarregar informação para suportes digitais moveis.
 
Organizado de modo a facilitar o planeamento de atividades, o utilizador pode aceder a informação pormenorizada sobre a oferta regional no âmbito do turismo natureza.
 
Esta plataforma disponibiliza, ainda, informação útil relativa à oferta cultural, gastronómica e hoteleira do território, havendo um espaço dedicado à divulgação de propostas no campo da saúde e bem-estar, facilitando a procura do produto turístico adequado a cada visitante.
 
De acordo com o Secretário Executivo, Nuno Martinho, “A CIM pretende que este espaço online seja um convite aberto a todos para que descubram a região Viseu Dão Lafões. Com este site, pretendemos, alavancar, junto de novos públicos, um produto compósito de turismo de natureza ímpar que alia, entre outros, a ecopista do dão e futura ecopista do vouga, os percursos pedestres, os centros de BTT e Trail, as Subidas Épicas, afirmando a nossa região enquanto destino preferencial, para os amantes de turismo de natureza

AF Viseu- Resultados da Divisão de Honra- 9ªjornada

Molelos – CD Cinfães -2-3

Paivense – Sátão -4-3

ACDR Lamelas – GDC Roriz -4-1

GD Mangualde – Vale de Açores -1-0

GD Resende – Carregal do Sal (Adiado)

CR Ferreira de Aves – Nelas -2-0

Nespereira FC – GD Oliveira de Frades – 1-1

Moimenta da Beira – Carvalhais -2-2

Penalva Castelo – SC Lamego (realiza-se a 24/01)

Classificação:

 

1-GD Oliveira de Frades- 18

2-ACDR Lamelas- 18

3-CR Ferreira de Aves-17

4-Carvalhais-13

5-CD Cinfães-12

6-Sátão-11

7-Penalva Castelo- 11

8-GD Resende- 10

9-Moimenta da Beira-9

10-SC Lamego- 8

11-GD Mangualde-8

12-Paivense- 8

13-Nelas-7

14-Vale de Açores-7

15- GDC Roriz- 6

16-Molelos- 5

17-Nespereira FC-5

18- Carregal do Sal-3

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar