Templates by BIGtheme NET
Home » Penalva do Castelo (page 2)

Penalva do Castelo

Fronteiras entre Portugal e Espanha fechadas até 30 de junho

Em comunicado, o Ministério de Administração Interna informa que, Portugal e Espanha vão manter, até ao dia 30 de junho, o controlo de pessoas nas fronteiras entre os dois países, no âmbito das medidas de combate à pandemia da doença COVID-19.

A decisão de manter esta reposição de controlo nas fronteiras, a título excecional e temporário, foi concertada entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Espanha, e resulta da avaliação da situação epidemiológica na União Europeia, atendendo igualmente às medidas propostas pela Comissão Europeia.

Aos Pontos de Passagem Autorizados (PPA) já previstos anteriormente, Portugal e Espanha acordaram a abertura de mais quatro, nos dias úteis, entre as 7h00 e as 21h00:

– Melgaço, Lugar do Peso, km 19,800, EN 202;

– Monção, Avenida da Galiza, km 15,300, EN 101;

– Miranda do Douro, km 86,990, EN 218;

– Vila Nova de Cerveira, km 104,500, EN 13.

Estes quatro novos Pontos de Passagem Autorizados juntam-se a Valença, Vila Verde da Raia, Quintanilha, Vilar Formoso, Termas de Monfortinho, Marvão, Caia, Vila Verde de Ficalho e Castro Marim, que funcionam em permanência.

Para além destes PPA, já tinham sido autorizados recentemente os PPA de Mourão (que funciona nos dias úteis, das 07h00 às 09h00 e das 18h00 horas às 20h00), de Rio de Onor (às quartas-feiras e aos sábados, das 10h00 às 12h00), de Tourém (às segundas-feiras e às quintas-feiras, das 6h00 às 8h00 e das 17h00 às 19h00) e de Barrancos (às segundas-feiras e às quintas-feiras, das 6h00 às 8h00 e das 17h00 às 19h00).

O acordo mantém suspensos todos os voos com origem ou destino para Espanha, com exceção das aeronaves do Estado, das Forças Armadas, das que integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, bem como voos para transporte de carga e correio, voos de caráter humanitário ou de emergência médica. Passa a ser autorizada a entrada de passageiros oriundos de países europeus não pertencentes ao Espaço Schengen, exceto quando em trânsito para outros países onde não têm liberdade de circulação .

Mantém-se igualmente suspensa a circulação ferroviária, exceto para o transporte de mercadorias, e o transporte fluvial entre os dois países. Passa, no entanto, a ser possível a atracagem de embarcações de recreio e o desembarque de pessoas.

Mantém-se também proibida a circulação rodoviária, independentemente do tipo de veículo, com as seguintes exceções:

– Direito de entrada dos cidadãos nacionais e dos titulares de autorização de residência nos respetivos países;

– Circulação do pessoal diplomático, das Forças Armadas, das Forças e Serviços de Segurança, profissionais de saúde e socorro, do pessoal afeto ao Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais;

– Circulação para efeitos de reunião familiar;

– Acesso a unidades de saúde, nos termos de acordos bilaterais relativos à prestação de cuidados de saúde;

– Direito de saída dos cidadãos residentes noutro país;

– Direito de entrada e de saída do território nacional dos trabalhadores sazonais com relação laboral comprovada documentalmente.

Tal como nos períodos anteriores em que foi reposto o controlo da fronteira interna, esta decisão de prorrogação é reavaliada a cada 10 dias.

“SAÍDOS DA ESTANTE” promovido pela Rede Intermunicipal das Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE)

A Rede Intermunicipal das Bibliotecas das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE) promove, a partir da próxima semana (8/06) a iniciativa “SAÍDOS DA ESTANTE”.

Trata-se de um ciclo de vídeos de divulgação de autores de cada concelho, onde cada bibliotecário lê excertos de um texto previamente selecionado, que serão publicados nas redes sociais de cada município.

Esta iniciativa em rede vem, simbolicamente, comemorar a fase de reabertura física das bibliotecas da região CIMBSE.

As bibliotecas municipais das Beiras e Serra da Estrela nunca fecham verdadeiramente as portas. A comunidade pode aceder à sua biblioteca, independentemente do espaço ou do tempo, em qualquer lugar e a qualquer hora. Para melhor servir os utilizadores, aumentou-se a produtividade e a competitividade, oferecendo mais e melhores produtos e serviços.

Continuaram a ser um espaço público de acesso à informação, à educação, à cultura e ao lazer.

E, mesmo quando as portas tiveram de estar fisicamente fechadas, elaboraram alternativas por via digital, nomeadamente utilizando as redes sociais para levar até ao leitor oficinas, sugestões de leitura, passatempos, mostras dos “tesouros” que guardam, curiosidades da imprensa local, etc. Também levam os livros a casa ou fazem atividades na rua.

 

Como espaço dinâmico, as bibliotecas da Rede Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (RIBBSE) continuam a promover e a preservar o livre fluxo de informação e ideias, trazendo uma nova dimensão às funções tradicionais das Bibliotecas Públicas.

AHRESP faz inquérito às empresas do alojamento turístico e da restauração e bebidas

A AHRESP realizou mais um Inquérito às empresas do alojamento turístico e da restauração e bebidas. O Inquérito decorreu entre 31 de maio e 3 de junho de 2020, tendo obtido 1.510 respostas válidas.

Aqui ficam as principais conclusões  no setor de Restauração e Bebidas:

-Reabertura- 36% das empresas de Restauração não reabriram a 18 de maio

-Faturação

  • 45% das empresas que reabriram têm registado uma faturação média abaixo dos 10%;
  • Quase 60% das empresas perspetivam faturar até 10.000€ em junho;
  • 36% das empresas ponderam avançar para insolvência
  • Lay-off
  • 21% das empresas ainda não tinham recebido o apoio da Segurança Social referente ao primeiro pedido de lay-off;
  • 62% das empresas não vão conseguir pagar salários em junho, se não tiverem apoio do lay-off no mês corrente.
  • -Salários e Emprego
  • 16% das empresas não conseguiram pagar salários em maio;
  • 18% do setor da restauração não vão conseguir manter os postos de trabalho até ao final do ano.
  • Apoios Financeiros
  • 33% das empresas que recorreram a financiamento e têm o processo aprovado, referiram ainda não ter o dinheiro disponível;
  • 28% das empresas não conseguiram aceder ao Programa ADAPTAR porque as candidaturas já estavam encerradas.

Principais conclusões – Alojamento Turístico:

  1. Reabertura
  • 70% do setor do alojamento encerrou por culpa da COVID-19.

 

  1. Faturação
  • Mais de 43% das empresas não conseguem perspetivar qualquer volume de faturação nos meses de junho a setembro;
  • 30% das empresas esperam uma taxa de ocupação máxima de 25% para os meses da época alta (julho a setembro);
  • 18% das empresas ponderam avançar para insolvência.
  1. Lay-off
  • 30% das empresas não tinham recebido o apoio da Segurança Social referente ao primeiro pedido de lay-off;
  • 50% das empresas do alojamento turístico que vão prorrogar o lay-off até junho não vão conseguir pagar salários neste mês se não tiverem apoio do lay-off.
  1. Salários e Emprego
  • 32% das empresas não conseguiram pagar salários em maio;
  • 14% do alojamento turístico não vão conseguir manter os postos de trabalho até ao final do ano.
  1. Apoios Financeiros
  • 35% das empresas que recorreram a financiamento e têm o processo aprovado ainda não têm o dinheiro disponível;
  • 18% do alojamento turístico não conseguiram aceder ao Programa ADAPTAR porque as candidaturas já estavam encerradas. Consulte o Site

Clean & Safe Restauração – O Turismo de Portugal, em parceria com a AHRESP, organizou um Programa de formação on-line do Selo “Clean & Safe” que tem neste momento três horários disponíveis entre os dias 4 e 5 e junho. O objetivo é contribuir para a implementação dos procedimentos que as empresas deverão assegurar para garantir que a sua atividade é realizada nas melhores condições de limpeza e higiene, gerando confiança nos colaboradores e nos clientes. Consulte o Site AHRESP.

 Clean & Safe Açores – A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, através da Direção Regional do Turismo, anunciou a abertura das inscrições para adesão ao selo “Clean & Safe Açores”, cuja atribuição tem por base o Manual de Boas Práticas COVID-19, disponibilizado por módulos temáticos, e que incorpora contributos dados pela AHRESP. Consulte o Site AHRESP.

 Portugal distinguido pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) – Portugal foi um dos primeiros cinco destinos turísticos a receber o “Selo de Segurança Global” do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), que reconhece destinos e empresas pelas medidas implementadas para proteger a saúde dos viajantes e colaboradores. Os restantes destinos turísticos com este selo atribuído foram a Arábia Saudita, Barcelona, Cancún, e Sevilha. Consulte o Site AHRESP.

 Turismo Centro de Portugal – O filme “A Vida é Agora”, inserido na campanha de promoção que a Turismo Centro de Portugal tem em curso, foi reconhecido como um dos melhores filmes a concurso no 13.º Festival Internacional de Filmes de Turismo “TourFilm Riga”, que decorreu em Riga, capital da Letónia. O filme, produzido pela Slideshow para a Turismo Centro de Portugal, foi o grande vencedor na categoria ‘Destinos Turísticos – Região’. Consulte o Site AHRESP.

 

Livro de Reclamações físico – Os estabelecimentos voltam a ter de facultar ao cliente o livro de reclamações em formato físico e cumprir os prazos de envio do original da folha de reclamação, terminada que foi a suspensão destas obrigações. Consulte o Site AHRESP.

 

 

Medidas AHRESP

 Programa de Capitalização para Empresas do Canal HORECA – Face aos resultados obtidos pela AHRESP no inquérito lançado no dia 31 de maio para a Restauração, Bebidas e Alojamento Turístico, é urgente que sejam atendidas as medidas que foram apresentadas ao Governo no passado dia 18 de maio, intitulado Programa de Capitalização para Empresas do Canal HORECA. Com esse programa, procura-se obter a viabilidade das empresas e salvaguardar a manutenção dos postos de trabalho.

Salientam-se algumas das propostas:

  • Um novo regime de lay-off simplificado para a manutenção do emprego;
  • Aplicação da taxa reduzida de IVA para os Serviços de Alimentação e Bebidas (6% no Continente, 5% na Madeira, 4% nos Açores);
  • Isenção da TSU devida pelo empregador;
  • Redução das rendas não habitacionais.

Várias outras propostas podem ser consultadas no Site AHRESP.

 Reforço Urgente do “Programa ADAPTAR”- A AHRESP defende um reforço urgente do Programa ADAPTAR, que só está disponível para as regiões Centro, Alentejo e Algarve. Com a suspensão a 25 de maio das candidaturas ao ADAPTAR MICROEMPRESAS (a nível nacional) e ao ADAPTAR PME nas Regiões de Lisboa e Norte. Este apoio é da maior relevância para as nossas micro e PME, de modo a garantir a aquisição implementação das medidas adequadas para um funcionamento em segurança, como se exige. Consulte o Site AHRESP.

 

 

“A Vida é Agora” filme do Turismo Centro Portugal reconhecido em Riga

O filme “A Vida é Agora”, inserido na campanha de promoção que o Turismo Centro de Portugal tem atualmente em curso, acabou de ser reconhecido como um dos melhores filmes a concurso no 13.º Festival Internacional de Filmes de Turismo “TourFilm Riga”, que decorreu em Riga, capital da Letónia. O filme, produzido pela Slideshow para o Turismo Centro de Portugal, foi o grande vencedor na categoria “Destinos Turísticos – Região”.

O novo filme foi apresentado, em estreia, numa televisão portuguesa e nas plataformas de comunicação do Turismo Centro de Portugal.

A mensagem de “A Vida é Agora” é de esperança e de renascimento. O mundo despertou em 2020 para uma nova realidade, imposta pela pandemia Covid-19. O filme pretende, de forma leve, original e divertida, assinalar o ressurgir de uma nova etapa da humanidade. Com otimismo, com alegria, com vontade, mas sobretudo, em segurança.

É também uma homenagem a todos os que foram os verdadeiros heróis nesta pandemia, num elogio à resiliência dos profissionais de saúde e de todos os portugueses – os que continuaram a trabalhar e aos que ficaram em casa –, num esforço comum para que fosse possível superar esta crise sanitária de contornos mundiais.

Ao mesmo tempo, recorrendo a metáforas e a muito simbolismo, o filme promove alguns dos principais ativos turísticos do Centro de Portugal.

Este é um filme diferente. A estreia estava inicialmente prevista para a Bolsa de Turismo de Lisboa 2020, que não se realizou, mas a verdade é que a mensagem de esperança e de otimismo que está na base do filme ganhou um alcance totalmente novo com a crise que enfrentamos. É um filme que nos mostra que a vida continua, apesar de todas as dificuldades, pelo que está perfeitamente alinhado com os tempos que vivemos, sublinha Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal.

“Estamos orgulhosos da mensagem do filme e muito satisfeitos com este prémio que conquistou em Riga. Temos a certeza de que será a primeira de muitas distinções”, acrescenta.

“A Vida é Agora” é um novo momento da campanha de esperança lançada pelo Turismo Centro de Portugal no início da fase aguda da pandemia. Uma campanha que já resultou nos filmes “Haverá Tempo”, “Juntos Construímos o Futuro” (este realizado com contributos de viajantes na região) e “Chegou o Tempo”, entre outras iniciativas, e que tem como objetivo posicionar o Centro de Portugal como um destino seguro, a visitar no próximo verão.

O 13.º Festival Internacional de Filmes de Turismo “TourFilm Riga” realizou-se este ano sem a participação física dos competidores, devido à situação internacional. Os vencedores, entre os 305 filmes a concurso, oriundos de 45 países, foram anunciados online, no site do certame.

Pode ver o filme “A Vida é Agora”, realizado por Simão Lopes e Tiago Cardoso, nesta ligação: https://youtu.be/j1J5Lif0Rmw.

Dia Mundial da Criança celebrado em Penalva do Castelo

O Dia Mundial da Criança em Portugal é celebrado a 1 de junho.
Nesta data,  as crianças são o centro das atenções, organizam-se diversos eventos e atividades para as crianças, de forma a celebrar o Dia Mundial da Criança.
Este ano apesar dos constrangimentos existentes na comunidade, o Município de Penalva do Castelo,  a Junta de Freguesia de Ínsua e o Pároco da Freguesia, Padre José António, organizam uma atividade surpresa.
Todas as crianças do concelho estão convidadas a associarem-se a este evento no dia 01/06/2020, assistindo à transmissão eletrónica através da página do Município, pelas 18h e 30 m.“ O Futuro do mundo depende da felicidade das crianças do presente”.

AF Viseu-José Monteiro novo técnico do ARC Sezurense

Passo a passo no Sezurense da 1ªdivisão da AF Viseu vai organizando o plantel e equipa técnica, assim o novo técnico da equipa vai ser José Monteiro, um homem que já passou pela formação do Desp.Mangualde e SC Penalva do Castelo, vai agora ter uma missão diferente.

Vai orientar o Sezurense que vai renovando e contratando atletas para este novo desafio.

GNR descontaminou cerca de 3000 ambulâncias e mais de 100 instalações

O núcleo de matérias perigosas da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) da GNR procedeu à descontaminação de cerca de 3 000 ambulâncias e mais de 100 instalações, desde o início da pandemia COVID-19, até hoje. Esta estrutura, que integra cerca de 60 militares, altamente especializados em matérias perigosas e agentes NRBQ (nucleares, radiológicos, biológicos e químicos), tem sido empenhada diariamente para conter a propagação da pandemia.

No âmbito da intervenção em instalações, este núcleo especial tem vindo a ser acionado diariamente, designadamente para a descontaminação de estabelecimentos hospitalares, IPSS, lares de idosos, creches, centros de dia, e outro tipo de infraestruturas, aqui se incluindo instalações e viaturas da própria Guarda.

Adicionalmente, destaca-se o empenho dos seus militares para garantir o funcionamento ininterrupto, o cuidado rigoroso e atenção redobrada que merecem, em Lisboa e no Porto, duas linhas de descontaminação exclusivas para ambulâncias e viaturas médicas de emergência e reanimação do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), da Cruz Vermelha Portuguesa e dos Bombeiros, oriundas de todo o país, registando-se uma descontaminação média diária de 50 viaturas.

Foram ativados 77 Postos de Vigia da Rede Nacional de Postos de Vigia

Os primeiros 77 Postos de Vigia da Rede Nacional de Postos de Vigia, coordenada pela Guarda Nacional Republicana e integrada no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais de 2020, no âmbito da Vigilância e Deteção, foram ativados.

Estes 77 postos constituem a Rede Primária, que estará ativa até ao dia 6 de novembro e para a qual foram contratados mais de 300 operadores de vigilância, que asseguram o seu funcionamento 24 horas por dia.

A Rede Secundária, constituída por 153 postos de vigia, estará ativa de 29 de junho até 15 de outubro.
Este ano foi feito um balanceamento de 5 postos de vigia da Rede Secundária para a Rede Primária, permitindo uma cobertura mais completa e eficaz do território nacional, nomeadamente nos distritos de Vila Real, Castelo Branco e Aveiro.No total, a rede será composta por 230 postos de vigia, com 920 operadores.
A atividade da Rede Nacional de Postos de Vigia na área da vigilância e deteção de incêndios rurais nascentes permite uma intervenção dos meios de combate de forma mais célere e precisa. Para além do alerta às entidades responsáveis pelo combate, a Rede contribui ainda para a georreferenciação da ocorrência, através do processo de triangulação e da produção de informação complementar útil de apoio à decisão operacional.

Transportes públicos com mais de 50 circuitos na área CIM Viseu Dão Lafões no regresso às aulas

A CIM Viseu Dão Lafões, enquanto Autoridade de Transportes, informa que entrarão em funcionamento mais de 50 circuitos de Transportes Públicos, nos 14 municípios que integram esta Comunidade Intermunicipal, aumentando-se assim, de forma progressiva, as condições de mobilidade de toda a população.

Com o início da 2ª fase de desconfinamento que o País entrará, a partir de 2ª-feira, bem como o regresso à escola dos alunos dos 11º e 12º anos, todas a medidas estão a ser tomadas.

AHRESP publica Guia de Boas Práticas para apoiar a reabertura da Restauração e Bebidas

A AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal acaba de disponibilizar o Guia de Boas Práticas para a Reabertura dos Estabelecimentos de Restauração e Bebidas. O documento, disponível no website da Associação para todos os empresários com atividade de restauração e bebidas, resulta de um intenso trabalho entre o Ministério da Economia, a Direção-Geral da Saúde (DGS) e a própria AHRESP.

Este Guia de Boas Práticas, validado no âmbito do Protocolo de Cooperação assinado esta terça-feira (12/05) entre a AHRESP e a DGS, na presença do Primeiro-Ministro António Costa, pretende ser um documento de apoio à operacionalização das recomendações de saúde, higiene e segurança da Direção-Geral da Saúde, no momento atual de combate ao contágio e propagação do coronavírus SARS-COV-2.

O documento inclui recomendações sobre o layout e capacidade dos estabelecimentos, fardamento e equipamentos de proteção individual, técnicas e materiais de limpeza, preparação e confeção de alimentos e ainda requisitos específicos para self-service, buffet, take away, delivery e drive-in, entre outros.

Para esclarecer as dúvidas e explicar a importância do Guia de Boas Práticas para a Reabertura dos Estabelecimentos de Restauração e Bebidas, a AHRESP organiza esta sexta-feira (15/05), entre as 10 e as 12 horas, um Webinar em direto na sua página do YouTube. A abertura do Webinar ficará a cargo do Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres.

Complementarmente ao Guia de Boas Práticas para a Reabertura dos Estabelecimentos de Restauração e Bebidas, e como forma de reforçar o apoio à operacionalização da reabertura, a AHRESP lançará nos próximos dias, um conjunto de vídeos didáticos sobre as várias medidas que devem ser adotadas pelos estabelecimentos, assim como uma lista de Perguntas e Respostas Frequentes e documentos de apoio à capacitação dos colaboradores.

Canal YouTube AHRESP: www.youtube.com/AHRESP

Website AHRESP: www.ahresp.com

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar