Templates by BIGtheme NET
Home » Penalva do Castelo (page 20)

Penalva do Castelo

Real acolheu mais um Festival da Abóbora

Decorreu neste domingo, na localidade de Real, Penalva do Castelo, a segunda edição do Festival de Abóbora, com boa adesão dos produtores concelhios.14455945_10206968691005646_1845510508_o

Alguma criatividade para apresentar as melhores e mais bonitas abóboras, também outros produtos e algum artesanato foi comercializado neste espaço festivo.

Tudo se iniciou com o almoço convívio , seguido de música popular dos diversos grupos convid14489506_10206968691045647_184653073_oados.

O  vencedor da abóbora mais pesada foi Manuel dos Santos, assim uma tarde bem passada com muito boa disposição dos presentes e um bom momento de este povo puder conviver.

 

Por:António Pacheco

Fotos:JPR

Artigo de opinião:Desmitificando a Gaguez!

imagem-TFala-CEMDesmitificando a Gagartiuez!

– São muitas as questões por detrás da gaguez! Fique a saber um pouco mais sobre esta patologia!

Todas as pessoas têm momentos em que não conseguem ser fluentes, em que não encontram a palavra certa para continuar o raciocínio, sobretudo quando estão cansadas, sob pressão ou quando têm que falar publicamente. Deste modo, não é necessário definir-se tecnicamente o conceito gaguez porque qualquer ouvinte, sem conhecimentos científicos, consegue identificar uma pessoa com gaguez.

A gaguez é uma perturbação da fluência da expressão verbal (fala), onde a pessoa sabe exatamente o que dizer mas o seu discurso é caracterizado por bloqueios, repetições ou prolongamento involuntários na produção de sons da fala. A gaguez é importante pela sua frequência (podendo ser classificada de ligeira, moderada ou severa) e pelas comuns consequências: redução da autoestima, isolamento social, ansiedade e, em crianças, exclusão escolar. Estes fatores contribuem para uma redução na qualidade da vida.

Apesar das diversas investigações realizadas sobre a etiologia da gaguez, ainda não existe uma opinião unânime. As pesquisas apontam para a existência de predisposição genética (cerca de 40 a 50%). Também existe a evidência de que os fatores psicossociais podem ser responsáveis pela persistência e agravamento da gaguez.

A gaguez pode manifestar-se de diversas formas mas os 3 tipos de interrupções mais comuns são:

– Múltiplas repetições de sons (p-p-pai), sílabas (bo-bo-bo-bola) ou palavras;

– Prolongamentos dos sons da fala (eg. aaaavó);

– Bloqueios (pausas longas) com esforço muscular (eg. … não vou ou ca…ma);

Estes comportamentos podem ser acompanhados de movimentos involuntários dos articuladores ou mesmo de tremor, assim como de medo ao pronunciar as palavras mais difíceis.

Considerando que comunicar é um ato social e que a gaguez afeta a comunicação, constata-se que gaguejar é mais do que interrupções na fluência da expressão verbal.

Não existe forma de prevenir a gaguez mas é possível evitar que se torne um problema crónico, recorrendo ao diagnóstico e tratamento precoces. Este diagnóstico é efetuado por um Terapeuta da fala e a futura intervenção engloba o envolvimento da família.

Por:Ana Carolina Marques–TF-APSCDFA

Antas (Penalva do Castelo) recebe Matiné de Fados

14248904_10206791861465018_895836976_nNa localidade de Antas, concelho de Penalva do Castelo, vai ter lugar mais uma sessão de fados, depois de a 1ªedição ter sido um momento de grande adesão e de grande qualidade, vai agora ter lugar no Pavilhão multiusos do Lar de Idosos, com  nomes do Fados de renome, assim Catarina Rocha e Sílvia, animam a tarde deste domingo, 4 de setembro, pelas 17 horas.

Vai ter uma entrada de 3 euros ,com a organização da Associação local e apoio do Centro social Paroquial local, mas todos se deveram divertir numa tarde marcada pelo calor, mas que ao som do fado todos vão refrescar um pouco.

Por:Sofia Pacheco

Penalva do Castelo em Festa de 25 a 28 de agosto

cartaz_festas_pagina penalvaA Câmara Municipal de Penalva do Castelo em conjunto com o Grupo Desportivo Cultural de Roriz promovem, entre os dias 25 e 28 de agosto, as Festas do Concelho 2016, com um programa musical e cultural diversificado.

As festividades arrancaram no dia 25 de agosto, feriado municipal, com a missa e procissão em honra de São Genésio (17 horas | Igreja da Misericórdia de Penalva do Castelo). As atuações musicais iniciam pelas 21 horas com a subida a palco pela Banda Musical e Recreativa de Penalva do Castelo, seguindo-se o Grupo Musical Banda Time, e a fadista CUCA ROSETA.

No dia 26 de agosto a animação da noite está a cargo do Grupo de Cantares “Pena Alba”, Grupo Musical Cordas Soltas e a fechar a noite os IRMÃOS VERDADES.

No dia 27 de agosto, sobem a palco o Grupo de Cantares de Pindo, terá continuidade com o Grupo Musical AS Band e DAVID ANTUNES & MIDNIGHT BAND.

No dia 28 de agosto, terá lugar a III edição da Feira do Vinho “Dão de Penalva”, a partir das 16 horas, no Largo do Pelourinho, com os produtores/engarrafadores do concelho. Em simultâneo decorre a II edição do Mercado Rural. Aqui pequenos produtores podem escoar os excedentes agrícolas.
À noite a animação musical inicia com a atuação da Tuna Realense, Grupo Musical Lua Cheia e terá continuidade com as BOMBOCAS.

Na Biblioteca Municipal decorre a iniciativa “Biblioteca Fora d’horas”. Pode ainda visitar a exposição de Brinquedos Antigos e Artesanais até à década de 80, patente na sala de exposição.

Por:Mun.PC

Artigo de Opinião – Chegou a hora de largar a chupeta!

Largar a chupeta - imagem capaChegou a hora de largar a chupeta!

– Quando é que se deve retirar a chupeta? A que estratégias pode recorrer?

– Sabe qual é o papel do Terapeuta da Fala?

O envolvimento da criança no processo de retirada da chupeta é bastante importante, visto que garante um desenvolvimento emocional saudável.

Com que idade as crianças devem deixar a chupeta?

O adeus à chupeta deve acontecer, segundo especialistas em saúde oral, entre os dois e os três anos de idade, sendo estas consideradas as idades de limite. Quanto mais tempo o hábito de sucção se mantiver, maior será o risco de prejudicar o desenvolvimento do seu filho, principalmente depois da erupção dos dentes!

Como deve ser retirada a chupeta?

Considerando a componente emocional, é importante que a chupeta seja retirada gradualmente. Ao retirar, repentinamente, o objeto mais querido da criança, vai deixá-la triste e a tendência é esta procurar uma alternativa próxima, fácil e rápida que substitua a chupeta, ou seja o dedo.

Nesta fase da vida da criança, deve ser realizada uma preparação emocional e torná-la ativa durante todo o processo de remoção da chupeta.

A sucção digital é prejudicial à criança?

O ato de chuchar no dedo é considerado pior do que chuchar na chupeta. Enquanto a chupeta com mais ou menos tempo pode ser esquecida pela criança, o dedo vai estar sempre presente. A sucção digital causa alterações dentárias com maior probabilidade.

Em relação à higiene, é mais fácil manter a chupeta limpa (com proteções do bico e esterilizações) do que o dedo que está constantemente exposto a fatores poluentes.

Que estratégias pode utilizar para retirar a chupeta à criança?

Como nem sempre é fácil retirar a chupeta, de seguida são apresentadas algumas ideias que podem facilitar a separação desse objeto tão importante para a criança:

Planeia a despedida: tal como existe a fada dos dentes, pode inventar a fada das chupetas. A criança coloca-a numa caixa, que a fada leva, e em troca tem uma surpresa. Em caso de crianças crescidas pode sensibilizá-las para esse facto e em conjunto deitarem-nas no lixo.

Estabeleça limites: reduza os contextos de utilização da chupeta, quer seja em determinados espaços da casa ou em momentos do dia.

Reforço positivo: torne este momento positivo e em tom de jogo (vamos ver se consegues usar a chupeta só no teu quarto?), evitando ralhar para não se conseguir o efeito oposto (mais apego à chupeta).

Conforto: se a criança está cansada, ofereça outras formas de conforto – beijinhos, carinhos, peluches e reforce esse comportamento de “menino(a) crescida”.

Se for necessário pode fazer um pequeno furo na chupeta, dificultando a sua sucção.

Para mais sugestões deve consultar um Terapeuta da Fala!

Qual é o papel do Terapeuta da Fala?

A Terapia da Fala tem um papel preponderante nesta área. É importante efetuar campanhas de divulgação e prevenção, esclarecendo as dúvidas dos pais mas também fornecendo orientações acerca dos problemas que podem advir do uso prolongado da chupeta.

A atuação precoce e a orientação bem direcionada evitará problemas de fala, mastigação, deglutição, respiração e dentárias que muitas vezes são frequentes em crianças que usaram chupeta até tarde.

Não deixe que o uso da chupeta vire um vício para a criança! E nunca é demais repetir que o uso deve ser limitado para quando for absolutamente necessário.

Por:Ana Carolina Marques – Terapeuta da Fala na APSCDFA

Trancoso, Penalva e Gouveia jogam em casa e Aguiar joga fora na Taça de Portugal

Taca Portugal_sorteio 1_ eliminatoria_2016_2017Foi sorteado, esta quarta-feira, na Cidade do Futebol, o calendário de jogos da primeira eliminatória da Taça de Portugal Placard, que arrancará no dia 4 de setembro.

Nesta primeira fase da prova rainha, participam 120 clubes provenientes dos campeonatos amadores, divididos em oito séries: 79 equipas do Campeonato de Portugal Prio mais 41 equipas dos campeonatos distritais.

O Marítimo B, que disputa nesta temporada o Campeonato de Portugal Prio, não participa nesta prova.

A constituição das oito séries da primeira eliminatória foi obtida em cumprimento do critério de localização geográfica dos participantes (Art. 10.º, 9)

Série C
CD Cinfães-SC Espinho
AD Sanjoanense-SC Salgueiros 08
FC Cesarense-CDR Moimenta da Beira
SC Coimbrões-Gondomar SC
GD Torre de Moncorvo-ADRC Aguiar da Beira
Valadares Gaia FC-UD Souzense
GD Trancoso-UD Oliveirense
Série D
Lusitano FC (Vildemoinhos)-AD Sátão
CD Estarreja-FC Pampilhosa
Mortágua FC-AD Nogueirense
SC Penalva Castelo-A. Académica de Coimbra S. F.
Recreio Desportivo Águeda-GD Tourizense
GD Gafanha-Anadia FC
CD Gouveia-SC Beira Mar

 

Série E
CD Fátima-CD Carapinheirense
Clube Académico Fundão-GD Vitória Cernache
ACDS Vinha Rainha-AC Alcanenense
Sertanense FC-AC Marinhense
Benfica Castelo Branco-Naval
União Desportiva Leiria-CF “Os Gavionenses”
CD Alcains-ARC Oleiros
Ginásio Clube Alcobaça-GD Sourense

Por:FPF

Autoridade Nacional de Proteção Civil lança alerta ás populações

Aviso à População: Condições meteorológicas adversas (tempo quente e seco) agravadas pela intensificação do vento

 17103_10153062148718183_7082118569019644813_nDe acordo com a informação atualizada e disponibilizada pelo IPMA, salienta-se para as próximas 48 horas a persistência das condições associadas a tempo quente e seco, agravadas pela intensificação do vento:
  • Nas regiões do litoral, fluxo de noroeste até 35 Km/h com rajadas da ordem dos 60 Km/h durante a tarde e temporariamente de sudoeste na costa Sul do Algarve. Vento à superfície marcadamente de Leste amanhã no interior, de intensidade moderada (<30 Km/h);
  • Nas terras altas do Norte e Centro, fluxo de nordeste moderado a forte (<45Km/h) a partir do início da tarde, em particular acima dos 800 m;
  • Inversões térmicas acima dos 500 m mais localizadas na região do Minho e Douro Litoral;
  • Humidade relativa do ar abaixo de 15% no interior.
Estas condições meteorológicas, dificultam a supressão dos incêndios e facilitam a sua propagação. De salientar, ainda, que as condições meteorológicas e de qualidade do ar associadas à ocorrência de incêndios florestais podem ter efeitos significativos na saúde pública, particularmente nos grupos mais vulneráveis da população.
A ANPC apela por isso a toda a população para que tenham cuidados redobrados e adotem comportamentos de precaução para evitarem os incêndios florestais.
Reiteram-se, por isso, todas as recomendações efetuadas em comunicados emitidos anteriormente:
Risco de incêndio – medidas de prevenção
1. PREVISÃO
No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, 6 de agosto, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), salientam-se:
O prolongamento das condições meteorológicas constantes no Aviso à População de ontem § Índices de risco de incêndio em níveis muito elevado e extremo.
1. EFEITOS EXPECTÁVEIS
  • Em função da previsão da evolução das condições meteorológicas é expectável:
  • Tempo quente e seco e vento moderado com permanência de condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios florestais.
2. MEDIDAS DE PREVENÇÃO – A PROTEÇÃO CIVIL recomenda:
2.1.1. Risco de Incêndio Nesta altura do ano, e de acordo com as disposições legais em vigor, não é permitido nos espaços rurais:
  • Realizar queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou confecção de alimentos;
  • Utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos;
  • Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes;
  • Lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
  • Fumar ou fazer lume nos espaços florestais e vias que os circundem;
  • A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.
2.1.2. Na realização de trabalhos agrícolas e florestais:
  • Mantenha as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras;
  • Abasteça as máquinas a frio e em local com pouca vegetação;
  • Tenha cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.
2.1.3. Se mora junto a uma área florestal:
  • Limpe o mato à volta da sua habitação e guarde, em lugar seguro e isolado, a lenha, gasóleo e outros produtos inflamáveis;
  • Para informações sobre prevenção estrutural de incêndios florestais contacte o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas;
Informe as autoridades se presenciar atos negligentes ou comportamentos dolosos. Acompanhe a previsão de Risco de Incêndio na página da internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), em www.ipma.pt, e aconselhe-se junto do Serviço Municipal de Proteção Civil e dos Corpos de Bombeiros da sua localidade.
CALOR – Efeitos na Saúde
  • Mantenha-se hidratado (beba água, mesmo se não tiver sede);
  • Mantenha a casa arejada;
  • Evite a exposição ao sol nas horas de maior calor (entre as 11h00 e as 17h00);
  • Se viajar de carro, escolha as horas de menor calor. Não permita que pessoas e/ou animais fiquem dentro da viatura ao sol;
  • Os recém-nascidos, as crianças, as pessoas idosas e as pessoas doentes, podem não sentir, ou não manifestar sede. Ofereça-lhes água e esteja atento;
  • Atenção redobrada ao grupos mais vulneráveis, idosos, crianças, doentes crónicos, sem-abrigo, pessoas que desenvolvem a sua atividade no exterior;
Mantenha-se informado.
Para mais informações ligue para a Saúde 24: 808 24 24 24. Em caso de emergência ligue 112. Para informação adicional consulte o site da Direção-Geral da Saude (DGS), em www.dgs.pt.
Redobre os cuidados com a poupança de água. Siga as recomendações específicas na página da internet Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), em www.prociv.pt.
A ANPC, através do seu Comando Nacional de Operações de Socorro acompanha em permanência o evoluir da situação, em articulação com todas as entidades que concorrem para a proteção e socorro das populações, emitindo “Avisos à População” sempre que se julguem necessários.
Atuar preventivamente, é promover a sua segurança, a segurança de TODOS.
Por:Autoridade Nacional de Proteção Civil·

Dezenas de participantes caminharam nos Trilhos do Ryal

13923810_1354405044587668_9198701077043226177_o    Mais uma parceria da Freguesia de Real com a Câmara Municipal de Penalva do Castelo levou a efeito  a caminhada anual do Trilho do Ryal neste  Domingo, de imenso calor.

A partir das 8h15m começou a concentração dos participantes junto do centenário Sobreiro. Os Enfermeiros Luís e Sofia, da Unidade de Cuidados na Comunidade Pena d’alva, estiveram disponíveis para medir a tensão a quem quis.

Depois das indicações e informações sobre o percurso, e munidos de maçãs e água para can'o caminho, deu-se a partida será pelas 8h45m. Cada um caminhou ao seu ritmo desfrutando da beleza natural do Trilho do Ryal, indo os mais afoitos pela variante passando no alto da serra, junto ao cruzeiro.

Terminada a caminhada, hora para o merecido descanso no recreio da antiga escola ou um aperitivo no bar improvisado pela secção de Desporto da ACRS de Real. Pela 13h começou a ser servido o almoço, o tradicional porco no espeto e o arroz de feijão, acompanhado por pão feito no nosso forno comunitário de Real pela Ermelinda Abreu e por salada com alfaces oferecidas pelas Estufas Rodrigues, da Quinta dos Passos, e para sobremesa maçãs oferecidas pela Câmara Municipal.

A seguir ao almoço houve animação musical com o grupo Os Malamados, malha, e sueca.

Por:Freg.Real

Penalva do Castelo acolheu projeto “Let´s Work Together”

2apcO concelho de Penalva do Castelo recebeu entre os dias 24 e 31 de julho de 2016, um grupo de 36 jovens de várias nacionalidades – Espanha, Roménia, Estônia, Itália, Grécia e Portugal – com idades compreendidas entre 18 e 30 anos, integrados no projeto,”Let´s Work Together”.

Este projeto resultou de uma candidatura ao programa ERASMUS + realizada pela junta de freguesia de Trancozelos. Tem como objetivos principais: refletir e debater a realidade do desemprego jovem e suas consequências; desenvolver competências e técnicas nas áreas da comunicação, empreendedorismo entre outras, que contribuam para a criação de oportunidades de emprego.

No início da semana, estes jovens foram recebidos no edifício dos Paços do Concelho, pelo Presidente da Câmara, Francisco Carvalho, onde deu as boas vindas e expôs a realidade do concelho. Posteriormente visitaram a Casa da Ínsua (casa, núcleo museológico e os emblemáticos jardins).

Nos dias seguintes tiveram oportunidade de conhecer o Forno Comunitário em Sangemil, onde provaram o saboroso pão, bola de sardinha e outras iguarias locais. A Adega Cooperativa de Penalva do Castelo foi outro local de paragem onde ficaram a conhecer parte do processo vinícola. Durante este período, foram ainda realizadas visitas a outros pontos emblemáticos do concelho.

Este intercâmbio e inerente troca de culturas é extremamente importante. Constituem uma estratégia de motivação permitindo a saída do habitat natural e o contacto com outras realidades locais, com vista ao desenvolvimento de projetos inovadores de empreendedorismo.

Por:Mun.PC

Percurso pedestre “PR3 PCT Rota dos Cenários do Passado” na região de Penalva

ffc9a76e4f88b66c863df72bab4ef694_XLA Câmara Municipal, a junta de freguesia de Esmolfe, a Casa do Povo de Esmolfe e o Agrupamento 149 – Ínsua – Corpo Nacional de Escutas, dinamizaram no dia 24 de julho em Esmolfe, o percurso pedestre “PR3 PCT Rota dos Cenários do Passado”, com momentos de animação/recriação histórica.

A freguesia de Esmolfe foi palco de “Cenários do Passado”, recriados pelo Agrupamento Nacional de Escutas, nomeadamente: o cerimonial fúnebre nas sepulturas medievais; reconstituição do funcionamento da lagareta; cenário caça e pesca; passagem pelo pontão milenar; cerimónia fúnebre na Anta do Penedo do Com (interior e átrio) e recriação de um jantar pré-histórico num abrigo natural.

Esta atividade contou com o apoio do centro de Saúde de Penalva do Castelo, através da Unidade de Cuidados na Comunidade Pena d’Alva, que efetuaram um rastreio de saúde no início do percurso e com os excelentes contributos históricos, do conterrâneo, João Evangelista que “deu de beber” aos presentes um pouco do seu saber sobre a história da freguesia.

A Rota, com 8km de distância uniu cerca de cem participantes e teve início e término, no centro da aldeia, junto à Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

No final do percurso realizou-se um agradável almoço convívio no largo do recreio da antiga Escola Primária.

A caminhada permitiu aliar o conhecimento histórico-cultural à prática salutar do exercício físico palmilhando encantadores recantos, sítios e paisagens naturais, existentes neste sítio.

A Câmara Municipal, em colaboração com a junta de freguesia de Real, tem calendarizado, no próximo dia 7 de agosto, a dinamização do PR5 PCT “Trilho do Ryal”.

Por:Mun.Penalva do Castelo

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar