Templates by BIGtheme NET
Home » Penalva do Castelo (page 20)

Penalva do Castelo

4ªFeira de Março em Terras de Tavares com sucesso

20170325_185341 Muitos visitantes e a qualidade aumentou

 Dois dias de festa e algumas centenas de visitantes passaram pelo Monte da Nossa Senhora do Bom Sucesso (Chãs de Tavares), na quarta edição da Feira de Março, apesar da chuva, as pessoas compareceram em massa.

No primeiro dia, a gastronomia esteve em destaque, com a realização da 2ª Mostra Gastronómica, onde foram saboreados diversos pratos confecionados: Arroz de Grelos, Rancho, Arroz de Feijão com Porco no Espeto e Requeijão com Doce de Abóbora.

Alexandre CDSCF2857onstantino, Presidente da União Freguesias de Tavares, agradeceu a todos presentes, e entidades que colaboraram na organização, referiu ainda que a feira tem vindo a crescer, graças ao apoio da Câmara Municipal de Mangualde, e de vários mecenas que têm colaborado para que a realização do evento seja grandiosa.

Por sua vez, o Eng. Patrício-Vice-Presidente do Município de Mangualde, referiu que, num grande evento, só com qualidade se podem chaDSCF2881mar as pessoas, agradeceu o trabalho da União de Freguesias de Tavares em prol da comunidade.

As pessoas são o mais importante nos certames

Elogiou ainda, as acessibilidades de qualidade desta freguesia, salientou que esta feira tem todas as condições para ter sucesso, onde a gastronomia esteve em destaque.

A Dra. Leonor Pais- Presidente da Assembleia Municipal da CM Mangualde, elogiou o trabalho do Presidente Alexandre Constantino e sua equipa, salientou que, o mais importante neste certame são as pessoas

A animação esteve a cargo, da Banda Filarmónica de Vila Cova de Tavares, Rancho Folclórico de Fagilde e Juventuna – Tuna da Associação S. C. e D. de Nesprido.

No domingo, teve lugar o concurso de ovinos, seguindo-se a celebração da eucaristia na respetiva capela.

Durante a tarde, realizou-se o concurso do vinho do produtor e a fechar com chave de ouro, com o grandioso espetáculo da artista Rosinha, que encheu por completo a tenda onde se realizou o concerto.

Em suma, mais uma vez esta feira de Março foi um sucesso, e de referir que a cada ano que passa, a qualidade aumenta.

Por:Sofia Pacheco/JP/MA

 

 

A hora muda neste domingo

horaNão se esqueça de mudar o seu relógio a hora muda nesta madrugada.

Em conformidade com a legislação, a hora legal em Portugal continental:

  • será adiantada  60 minutos à 1 hora de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de Março e atrasada  60 minutos às 2 horas de tempo legal (1 hora UTC) do dia 30 de Outubro.

 

Região Autónoma da Madeira

Em conformidade com a legislação, a hora legal na Região Autónoma da Madeira:

  • será adiantada  60 minutos à 1 hora de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de Março e atrasada  60 minutos às 2 horas de tempo legal (1 hora UTC) do dia 30 de Outubro.

 

Região Autónoma dos Açores

Em conformidade com a legislação, a hora legal na Região Autónoma dos Açores:

  • será adiantada  60 minutos às 0 horas de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de Março e atrasada  60 minutos à 1 hora de tempo legal (1 hora UTC) do dia 30 de Outubro.

Por:O.A.L

Dia Mundial da Poesia celebrado com arte

image_largeO Dia Mundial da Poesia foi celebrado um pouco por todo lado e face a isso, também homenageamos os poetas.

Apresentamos um poema de um escritor da nossa região, João Albuquerque que escreveu assim, para este dia.

Hoje é dia da poesia
e eu pouco ou nada sei escrever
mas penso que dou muita alegria
a quem os meus poemas sabe ler

Até o tempo está todo mudado
e vejam se não tenho razão
temos muito calor no inverno
e muita chuva e vento no verão

Com os governantes do Mundo
sem moral ou compreensão
para quem tem um amor profundo
sente dentro de si uma desilusão

Lá vai valendo o querido Papa
que nos dá conselhos tão belos
em Portugal andamos à rasca
mas vai-nos alegrando o Marcelo

Também a As17424954_2060948694131752_5574981291272048721_nsociação Recreativa e Cultural de Figueiró da Granja celebrou este dia, em sintonia com os cafés da localidade.

Foram expostos cadernos para cada pessoa à sua maneira colocar um poema que mais goste.

Foto :ARCFG

Por:Sofia Pacheco

Feira do Queijo Serra da Estrela com milhares de visitantes

IMG_1082  Feira única, uma aposta ganha para o Município

Decorreu na manhã de sábado, a Sessão Solene nos Paços do Concelho do Município de Fornos de Algodres, contou a presença do Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, autarcas de concelhos limítrofes, Joaquim Bonifácio (Aguiar da Beira), Luís Tadeu (Gouveia),Francisco Carvalho (Penalva do Castelo), Deputado da Assembleia da República, Santinho Pacheco, Presidentes das diversas Freguesias, Vereadores, Deputados da Assembleia Municipal, Bombeiros, GNR e outras entidades.

O Presidente do Município de Fornos de Algodres, Manuel Fonseca, referiu é um dia de festa, é o culminar de todas as feiras desta região, coIMG_1162m chave de ouro, mais uma vez, a aposta que foi feita, há quatro anos, no sentido de fazer uma Feira única em Fornos de Algodres, é uma aposta ganha.

Esta é uma grande alegria, que a Feira do Queijo, seja mais uma vez um sucesso, apesar das muitas dificuldades que este concelho tem, mas também tem grandes potencialidades.

Plano de Apoio Municipal foi aprovado pelo Tribunal de Contas

Adiantou que, também é da responsabilidade da tutela e dos autarcas potenciar o que de bom se faz nestas regiões, criando condições para que estas pessoas continuem a viver em Fornos de Algodres.

Foi um período complicado para Fornos de Algodres relativamente ao enquadramento financeiro, durante estes anos, face a isso, houIMG_1089ve necessidade de recorrer à renegociação da dívida, e assim, o Tribunal de Contas nesta sexta-feira, deu um visto positivo ao Plano de Apoio Municipal da nossa autarquia”.

Face a esta boa nova, salientou que estão criadas as condições financeiras para este concelho passe a ter encaixe financeiro para fazer algumas coisas que até agora não foi possível.

Referiu ainda que é uma alegria enorme ao receber esta notícia, agora esta festa é para estar com os produtores de queijo e todas as pessoas que dão vida a este concelho.

Queijo de Fornos de Algodres é único

Já o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, sentiu-se satisfeito por estar em Fornos novamente, fez alusão a que o dia é para falar de Queijo, num concelho como este, a aposta num produto genuíno, o queijo da Serra é acertada.

Referiu que ao longo destes tempos, tem apreciado muito o Queijo, e o Queijo de FoIMG_1209rnos é único, logo o Município está bem ao fazer esta aposta.

A vida é feita de pequenos nadas que formam um todo, e por vezes na economia, é isso mesmo, é um conjunto de pequenos produtores e pequenas produções, que formam um volume de negócios para a região, e que a faz desenvolver.

Salientou ainda, a boa nova que o Tribunal de Contas deu visto positivo ao novo Programa de Financiamento desta autarquia no valor de 32,6 milhões de euros.

Frisou que “Fornos tem tido uma vida difícil, para a Câmara, Juntas de Freguesia e cidadãos, as coisas apertam e Câmara não pode chegar onde queria, agora ao longo destes anos, o esforço desta Câmara tem sido enorme, com a redução do défice de forma significativa e um prazo de pagamento médio aos fornecedores de 15 dias, a dívida no último ano reduziu em 6%, este é o caminho certo.

Estes 32,6 milhões de euros vêm resolver muitos problemas, mas não são, a fuIMG_1472ndo perdido, vão ter de ser pagos, agora o caminho a seguir é o da racionalização que tem sido feito até aqui, é o mais correto de forma a ter finanças sãs.

O caminho vai ser mais facilitado, pois vão ser pagas coisas atrasadas que estavam embaladas, vai entrar mais dinheiro na economia, mas é o caminho a seguir, numa altura que se está a executar tudo o que é programas comunitários”.

Depois seguiu-se, a visita ao Mercado Municipal e respetiva prova do queijo da serra, onde os produtores mostram as suas potencialidades.

Durante o almoço, com os produtores, foram entregues prémios relativo ao concurso de ovinos.

Em todo certame, existem dos mais variados produtos endógenos, fumeiro, azeite, doces, pão regional, entre outros.

O artesanato merece um destaque especial, assim como a divulgação das mais diversaIMG_1533s associações e entidades do concelho.

A tarde foi preenchida pelo Programa da RTP “ Aqui Portugal”, onde pelo palco passaram os mais variados géneros musicais, sendo alguns grupos desta região.

Por: Sofia Pacheco/António Pacheco

 

 

 

 

Artigo de opinião- Terapia da Fala na 3ª Idade

tp 3ªO Terapeuta da Fala pode intervir na população mais idosa?

O envelhecimento não tem uma data de início estabelecida. Sem nos apercebermos os cabelos ficam esbranquiçados, a pele enrugada e o tempo parece que voa. Com o envelhecimento surgem as dificuldades em funções e atividades que antes nos pareciam tão simples, como é o caso do falar, do comer ou do escrever. É aqui, que começamos a ter consciência que nem sempre as coisas mais simples estão garantidas. Com todas as alterações na vida da pessoa, muitas das vezes surge a ideia de incapacidade porque se perdeu o seu lugar na sociedade, o que pode desencadear frustrações, alterações emocionais e isolamento (porque reduzem drasticamente as interações).

À medida que as pessoas envelhecem, ficam mais propícias a desenvolver patologias que têm repercussões negativas na comunicação e na deglutição, como é o caso do AVC, Parkinson, Alzheimer, entre outros. A capacidade de articular com precisão as palavras, compreender e expressar mensagens verbais pode também estar alterada nestas patologias.

Se quisesse dizer obrigada ao seu filho ou parabéns ao seu neto e as palavras não saíssem? Como se sentia? O que ponderava fazer? E se não conseguisse comer porque se engasgava com frequência ou porque não conseguia engolir? Como ficava? Onde ia procurar ajuda? Qualquer pessoa pode vir a ter problemas ao nível da comunicação e/ou da deglutição ao longo do processo de envelhecimento, quer este seja fisiológico (natural) ou patológico.

As alterações na comunicação são das mudanças mais evidentes e que por vezes advêm da presbiacúsia (envelhecimento do aparelho auditivo) porque a pessoa não compreende o que lhe é dito. Estas condições influenciam negativamente a pessoa, levando-a à solidão e à deterioração da imagem a nível social. Deste modo, podemos concluir que as alterações comunicativas podem também advir de condições patológicas.

As alterações na voz e na fala dizem muito sobre a nossa saúde. A presbifonia (envelhecimento da voz) pode surgir em qualquer momento e depende da saúde física/psicológica da pessoa, da alimentação, estilo de vida ou mesmo fatores ambientais. Assim, é necessário estar atento aos sinais porque podem ser indicativos de problemas neurológicos, funcionais ou orgânicos que não podemos ignorar.

As dificuldades na alimentação (disfagia), nomeadamente em engolir os alimentos de forma segura, são muito comuns e podem ter como causa os problemas neurológicos (AVC, TCE, Parkinson, Alzheimer, Paralisia Cerebral…). As dificuldades podem evidenciar-se na mastigação, manipulação do alimento ou mesmo no transporte deste. Este tipo de perturbação pode implicar consequências assoladoras na qualidade de vida da pessoa, desde desidratação, subnutrição, depressão, asfixia, até, eventualmente, a morte.

A intervenção direta do Terapeuta da Fala abrange o envelhecimento fisiológico mas também o patológico, onde, de forma geral, se promove sempre a autonomia, qualidade de vida e realização pessoal. É também efetuada uma intervenção indireta, onde os cuidadores fazem parte de todo o processo de reabilitação, já que a comunicação com estes são requisitos fundamentais para manter a qualidade de vida.

A formação do Terapeuta da Fala qualifica-o para dar resposta às necessidades da pessoa idosa considerando os fatores biopsicossociais, aconselhando-a e reabilitando algumas das funções. Deste modo, o tratamento adequado e o envolvimento dos cuidadores permite atuar não só no foco da patologia mas também no contexto da pessoa, tentando ultrapassar as barreiras e superando as suas dificuldades.

Em caso de dúvidas, consulte um Terapeuta da Fala.

Por:Ana Carolina Melo Marques – Terapeuta da Fala na APSCDFA

 

Operação Cintos de Segurança pela GNR

mostrarImagem.ashxA Guarda Nacional Republicana (GNR) intensifica até ao próximo domingo (19 de março), a fiscalização do uso do cinto de segurança e de sistemas de retenção para crianças (SRC), direcionando as ações para as vias onde as infrações por falta de uso dos dispositivos de retenção são mais frequentes.

A utilização destes dispositivos reduz a ocorrência e/ou gravidade de lesões sofridas pelos ocupantes de uma viatura em caso de acidente de viação, pelo que a GNR tem dado particular atenção às ações de prevenção e fiscalização desta matéria.

Em 2017, foram registadas até à data cerca de 4 522 infrações, o que corresponde a uma diminuição de cerca de 10 % em relação ao período homólogo do ano passado (5 416 infrações), repartidas do seguinte modo por distritos:

Distrito Excessos

2016

Excessos

2017

Aveiro 699 376
Beja 114 121
Braga 598 415
Bragança 84 96
Castelo Branco 158 120
Coimbra 305 294
Évora 55 61
Faro 311 250
Guarda 124 72
Leiria 420 353
Lisboa 486 316
Portalegre 50 45
Porto 929 985
Santarém 303 319
Setúbal 319 269
Viana do Castelo 161 110
Vila Real 115 133
Viseu 185 187
TOTAL 5 416 4 522

Esta operação, levada a cabo por militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais, é realizada de igual modo em todos os países da Europa e enquadra-se no plano definido pela European Traffic Police Network (TISPOL – www.tispol.org/), organismo que congrega todas as polícias de trânsito da Europa, no qual a GNR é a representante nacional.

Por:GNR

Dia Internacional da Mulher em ambiente de festa

Dia da Mulher cópiaO Dia Internacional da Mulher é comemorado anualmente neste dia 8 de março.

Neste dia todas as mulheres se reúnem para celebrar a data importante.

A data surgiu pela primeira vez a 19 de março de 1911 na Áustria, Dinamarca, Alemanha e Suíça.

Desde esse ano, o dia tem vindo a ser comemorado em vários países do mundo, de forma a reconhecer a importância e contributo da mulher na sociedade.

Outro dos objetivos por detrás da origem do Dia Internacional da Mulher é recordar as conquistas das mulheres e a luta contra o preconceito, seja racial, sexual, político, cultural, linguístico ou económico.

Em 1975, as Nações Unidas promoveram o Ano Internacional da Mulher e em 1977 proclamaram o dia 8 de março como o Dia Internacional da Mulher.

No Dia Internacional da Mulher é comum serem enviadas às mulheres mensagens de apreço e de homenagem, e fazerem-se pequenas surpresas, como o envio de flores e bombons.

Por:Calendar

AF Viseu- Resultados da Divisão de honra-21ªronda

AF Viseu5No Distrito de Viseu, o Ferreira de Aves soma e segue ao vencer o Ol.Frades por duas bolas a uma.

Já o Resende venceu em casa o Paivense e mantém o segundo lugar, o Sampedrense também  venceu o Tarouquense pela mesma marca.

Já o Penalva do Castelo a bater o Mangualde por duas bolas a zero, e o Carregal dividiu os pontos em Lamelas.

JORNADA 21
1 Ferreira de Aves 47 21 14 5 2 38 15 +23 a
2 GD Resende 38 21 11 5 5 33 19 +14 a
3 7 Sampedrense 37 21 9 10 2 24 13 +11 a
4 7 Penalva Castelo 37 21 11 4 6 33 25 +8 a
5 8 Carregal do Sal 35 21 9 8 4 24 15 +9 a
6 Sátão 34 21 10 4 7 38 26 +12 a
7 GDC Roriz 31 21 7 10 4 36 28 +8 a
8 Silgueiros 30 21 8 6 7 26 24 +2 a
9 ACDR Lamelas 30 21 8 6 7 28 28 0 a
10 7 Castro Daire 27 21 7 6 8 26 26 0 a
11 8 Mangualde 26 21 7 5 9 21 23 -2 a
12 7 SC Lamego 26 21 7 5 9 27 29 -2 a
13 8 Sport Clube Paivense 26 21 6 8 7 14 15 -1 a
14 Oliv. Frades 17 21 5 2 14 16 32 -16 a
15 Tarouquense 16 21 4 4 13 21 37 -16 a
16 Canas Senhorim 2 21 0 2 19 13 63 -50 a

Mensagem de D.Ilídio Leandro para Quaresma/Páscoa

1d_ilidio_2Quaresma e Páscoa preenchem um tempo muito especial e muito propício a ser carregado de sentido e mistério que nos levam para além dos dias do tempo e das horas do calendário. O Papa Francisco oferece-nos – para preencher, colorir e valorizar o conteúdo deste tempo – o Evangelho do rico avarento e do pobre Lázaro. Parecendo que, no Tempo do Além, o rico se converte totalmente – dirige-se ao pai Abraão, pede ajuda ao desprezado Lázaro, quer que os seus irmãos se convertam – desperdiçou, com a inversão total de valores, o Tempo do Aquém. Avaliando o “tempo todo” do pobre Lázaro e o do rico, espanta o “eterno e infinito” desequilíbrio a desfavor do rico.

Partindo desta temporal avaliação – e contemplando o que se passa com os refugiados vindos para Turquia, Líbano, Jordânia, Iraque, Egito, Itália, Grécia, Alemanha, Suécia, França, Inglaterra, Bulgária, Holanda, Áustria, Dinamarca, Hungria, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Portugal, Estados Unidos, Canadá (…) e os que permanecem em Síria, Afeganistão, Somália, Sudão, Sudão do Sul (…) – quem dera que esta abertura de portas proporcione equilíbrio na distribuição da riqueza e na partilha dos bens – criados e destinados a todas as pessoas que viveram, vivem e hão de viver – partilhando, de forma justa, proporcional e equilibrada, com todos os atuais usufrutuários, os bens que ninguém trouxe de lado nenhum, que todos encontram preparados para uso, sem abuso, e se deseja e espera que fiquem para quem vier depois dos atuais beneficiados!

A Mensagem para a Quaresma-Páscoa deste ano é exigente e será mesmo revolucionária se mudar critérios, se inverter posições de domínio e de posse abusiva e se fizer olhar a todas e a todos, mais e antes do que para os “seus bens”, para os seus irmãos. Isto, independentemente da raça, da cor da pele, da religião, do sexo ou da idade. Simplesmente por alguém ser pessoa tem direito: à vida, com família, com dignidade, com presente e com futuro, com respeito, com solidariedade e com amor, sabendo que o resto – muito importante, também – virá por acréscimo.

Para que todas e todos possam viver assim, existem Governos, existem Políticas, existem Escolas, existem Igrejas…. Só assim e para a realização plena de todas as pessoas se justificam estas Instituições na Sociedade – para servirem as pessoas, ajudando a que todas sejam felizes, cumprindo os fins da 1ª Quaresma-Páscoa que precisamos de relembrar, realizar e concretizar em toda a plenitude.

Ilídio Leandro, Bispo de Viseu

Centenário da participação penalvense na Primeira Grande Guerra

3102e507c3049db2daf135e36367dea6_XLNos anos de 1917 e 1918, mais de duas centenas de soldados oriundos do concelho de Penalva do Castelo integraram o Corpo Expedicionário Português, embarcaram para a Flandres e combateram na Primeira Grande Guerra (1914-1918).

No ano em que se assinala o centenário da entrada de soldados penalvenses neste primeiro conflito bélico à escala mundial, a Câmara Municipal de Penalva do Castelo convida toda a comunidade a divulgar histórias e memórias de familiares mobilizados, bem como a ceder, por empréstimo, os objetos militares ou pessoais que tenham em sua posse (fotografias, postais, condecorações, caderneta militar, carta de um familiar, diários, objetos militares usados, etc.).

As informações, as memórias e os objetos recolhidos contribuirão para a dinamização de iniciativas futuras de registo e divulgação contextualizada de tudo o que evoque os penalvenses que “serviram na Flandres”, designadamente para a realização de uma exposição que permita recordar a presença penalvense na “Guerra de 14/18” e, simultaneamente, homenagear todos os naturais do concelho que nela participaram.

Para mais informações, contacte a Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo (965064126 | biblioteca@cm-penalvadocastelo.pt)

Por:MPC

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar