Templates by BIGtheme NET
Home » Penalva do Castelo (page 30)

Penalva do Castelo

A exposição “Guernica 75 anos” na Biblioteca Municipal de Penalva do Castelo

Encontra-se patente ao público, até 31 de Outubro, na sala polivalente da Biblioteca Municipal, a exposição “Guernica 75 anos”. Esta exposição, da autoria do Grupo de Trabalho de Artes Plásticas da Festa do «Avante!», foi organizada no âmbito da comemoraçexpoão do 75º aniversário desses mesmos bombardeamentos sobre a localidade de Guernica, tragicamente fixada nesta obra maior de Pablo Picasso (1881-1973).

Além da reprodução do conhecido quadro do pintor espanhol (pintado com as dimensões 2,30 m x 4,93m), a exposição é ainda constituída por um conjunto de estudos realizados pelo pintor em torno de “Guernica”, algumas fotografias de Dora Maar, que acompanhou o próprio processo criativo, e poemas de Carlos de Oliveira (“Descrição da Guerra em Guernica”, dividido em 10 partes) e Eugénio de Andrade (“Guernica).

Câmara Municipal de Penalva do Castelo, Biblioteca Municipal e DORViseu do PCP, uniram esforços para mostrar ao público uma obra-prima da pintura mundial. A exposição poderá ser visitada durante o horário de funcionamento da Biblioteca Municipal.expos

Nota histórica: no dia 26 de Abril de 1937, a Legião Condor, constituída essencialmente por forças alemãs, lançou um severo bombardeamento sobre a pequena cidade basca de Guernica (Espanha). A cidade fica arrasada, permanecendo de pé apenas um velho carvalho, que se tornaria um símbolo da resistência à guerra e à barbárie. Guernica foi o primeiro bombardeamento aéreo sobre civis da história e não tinha qualquer objectivo militar. Aconteceu dois anos antes da II Guerra Mundial.

Por:BMPC

Proteção Civil alerta para mau tempo neste fim de semana

AVISO À POPULAÇÃO

proteção civil

PRECIPITAÇÃO E VENTO FORTE – MEDIDAS PREVENTIVAS

1. SITUAÇÃO

No seguimento do contacto com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) realizado hoje, dia 16 de outubro, no Comando Nacional de Operações de Socorro (CNOS) da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), salienta-se para o período entre sábado (17 outubro1

5) e segunda-feira (19 outubro15):

  • Precipitação pontualmente intensa com acumulados que poderão chegar os 60mm/12h, incidindo inicialmente nas regiões Litoral Centro e Sul e gradualmente estendendo-se a todo o território;
  • Vento moderado a forte de quadrante Sul (30-50km/h) com rajadas que poderão chegar aos 70km/h, Nas terras altas soprará com intensidade a variar entre os 50-70km/h, possibilidade de ocorrência de rajadas que poderão atingir os 120km/h;

 

Acompanhe as previsões meteorológicas em www.ipma.pt

 

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

 

Face à situação acima descrita, poderão ocorrer os seguintes efeitos:

  • Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
  • Possibilidade de cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
  • Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
  • Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
  • Danos em estruturas montadas ou suspensas;
  • Possibilidade de queda de ramos ou árvores em virtude de vento mais forte;

3. MEDIDAS PREVENTIVAS

 

A ANPC recorda que o eventual impacto destes efeitos pode ser minimizado, sobretudo através da adoção de comportamentos adequados, pelo que, e em particular nas zonas historicamente mais vulneráveis, se recomenda a observação e divulgação das principais medidas de autoproteção para estas situações, nomeadamente:

 

  • Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
  • Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível acumulação de neve e formação de lençóis de água nas vias;
  • Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
  • Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
  • Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos e árvores, em virtude de vento mais forte;
  • Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a galgamentos costeiros, evitando se possível a circulação e permanência nestes locais;
  • Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima;
  • Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Por:ANPC

I CONCURSO “DELÍCIA DE MAÇÃ BRAVO DE ESMOLFE”

A Câmara Municipal de Penalva do Castelo, integrado no programa da XX Feira da Maçã Bravo de Esmolfe, promoveu o I concurso “Delícia de Maçã Brapcvo de Esmolfe” com o objetivo de criar ou reinventar um doce/bolo típico para o concelho.
O concurso foi de âmbito municipal, aberto a todos os residentes do concelho, a título individual ou em grupo (estabelecimentos de restauração, empresas, escolas, instituições de âmbito social do Município de Penalva do Castelo, entre outros).
A concurso estiveram 18 magníficos doces/bolos, em que o ingrediente principal e obrigatório era a Maçã Bravo de Esmolfe.
O júri teve grande dificuldade em eleger os vencedores, dada a qualidade e variedade apresentada pelos concorrentes.
Assim resultou a seguinte classificação:
1º – “Folhado com creme de Maçã Bravo de Esmolfe” – Irmandade da Santa Casa da Mispc1ericórdia de Penalva do Castelo;
2º – “Tarte de Maçã Bravo de Esmolfe” – Teresa Claro e Rosa Claro (Penalva do Castelo);
3º – “Compotas de Maçã Bravo de Esmolfe” – Fernanda Lopes (Roriz).
Foram ainda atribuídas duas menções honrosas: “Bravíssima” do Restaurante “O Telheiro” (Sangemil) e “Flor de Maçã Bravo de Esmolfe” de Conceição Melo (Lusinde).
Para além dos premiados participaram: o Centro de Promoção Social S. Martinho de Pindo, com “Bolo Fofo de Maçã Bravo de Esmolfe”; o Centro Social e Paroquial de Sezures, com “Tartelete de Maçã Bravo de Esmolfe”; o Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo, com “Ninho Bravo de Esmolfe”; a Maria Dulce Cabo, com “Delícia de Coco com Maçã Bravo de Esmolfe”; a Pastelaria Pena D´Alva, com “Dom Bravo”; a Elisabete Barbosa Claro, com “Crocante Bravo de Esmolfe”; a Conceição Melo, com “Pão de ló de Maçã Bravo de Esmolfe”, “Tarte de maçã Bravo de Esmolfe”, “Tarte recheada com Maçã Bravo de Esmolfe”, “Compota de Maçã Bravo de Esmolfe”; a Diana Francisca Carvalho, com “Flor de Maçã Bravo de Esmolfpc2e”; a Inês Catarina Teixeira, “Delícia de Maçã Bravo” e a Patrícia La Salete Albuquerque, com “Surpresa de Maçã Bravo de Esmolfe”.
A Autarquia agradece o empenho e envolvimento de todos os penalvenses e em especial aos concorrentes que tornaram possível o sucesso desta iniciativa.
Com a dinamização deste género de atividades o Município pretende incentivar a inovação e o empreendedorismo ao nível da “Trilogia de Excelência”, contribuindo desta forma para um maior divulgação do concelho e as suas potencialidades endógenas.

Por:Mun.Penalva do Castelo

XX Feira da Maçã bravo de Esmolfe foi em terras de Castendo

Decorreu, no passado dia 11 de outubro de 2015, no Centro de Exposições de Produtos DOC (Largo de Stº Ildefonso), na localidade de Esmolfe a XX Ffeira maça.1jpgEIRA DA MAÇÃ BRAVO DE ESMOLFE, uma iniciativa da Câmara Municipal de Penalva do Castelo e da Junta de Freguesia de Esmolfe, com a colaboração da FELBA (Promoção de Frutas e Legumes da Beira Alta).

A Maçã Bravo de Esmolfe é uma pequena maçã outonal de aroma intenso e polpa macia, autóctone da região de Esmolfe, Penalva do Castelo. É conhecida desde o século XVIII e a partir de setembro 2014, passou a ser considerada um produto de Denominação de Origem Protegida (DOP).

O dia iniciou com a Missa Campal, presididfeira maça.2a pelo Sr. Padre José António, seguida da Abertura da Feira.

Pelas 11.00h as Entidades Oficiais foram recebidas pela Banda Musical e Recreativa de Penalva do Castelo, seguiu-se uma visita aos produtores de Maçã Bravo de Esmolfe, à mostra de artesanato, aos produtores/engarrafadores de vinho de Penalva do Castelo, ao Fumeiro entre outros presentes no recinto.

Na breve cerimónia, usou da palavra, o Presidente da Junta de Freguesia de Esmolfe, Rogério Craveiro, o Vice-Presidente da FELBA, Sr. Rogério Martinho, Vice-Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Dr. Veiga Simão, a Diretora Regional da Agricultura, Engª. Adelina Martins, o Presidente Câmara Municipal de Penalva do Castelo, Francisco Carvalho.

A Diretora Regional da Agricultura, Engª. Adelina Martins, saudou os produtores de Maçã Bravo de Esmolfe pela produção de qualidade diferenciada. Referiu que “vimos já aqui algumas inovações, o concurso relacionado com a pastelaria, novidades em relação ao sumo entre outras potencialidades”. Destacou a importância do território “como um conjunto de oportunidades para viabilizar a vida das populações que cá vivem”. “… Sou fã desta Feira … e continuarei a cá vir, porque me sinto bem entre os produtores, entre a produção de qualidade, produção certificada…”. Finalizou, congratulando o “Presidente da Câmara Municipal, por verificar que de ano para ano esta evolução da Feira tem vindo a ser visível e tem sido concretizada de forma muito positiva…”.

O Presidente da Câmara Municipal de Penalva do Castelo, Francisco Carvalho, agradeceu às entidades oficiais, produtores e artesãos, salientou a aposta do Município na promoção dos Produtos de excelência, referindo que estes marcaram presença na Feira na Nacional da Agricultura em Santarém, e no Restaurante Zambeze em Lisboa. Lançou ainda um repto às Entidades presentes para que “ajudem a região de Viseu, ajudem o concelho de Penalva do Castelo.” Concluiu com uma palavra de incentivo aos produtores, “apelo que não desistam de produzir a maçfeira maçaã Bravo de Esmolfe, que é a rainha das maçãs”.

Para encerrar a manhã, o Grupo de Concertinas do Dão realizou uma arruada pelo recinto, subindo posteriormente a palco para animar os presentes.

Da parte da tarde, subiram ao palco a Escola de Música da Casa do Povo de Esmolfe, a Tuna Realense, o Rancho Folclórico de Penalva do Castelo e o artista “Ruizinho e o seu Super Trio”, que animaram os muitos presentes.

Neste certame realizou-se o I Concurso “Delicia de Maçã Bravo de Esmolfe” que teve como objetivo criar ou reinventar um doce ou bolo típico para o concelho.

O doce/bolo vencedor foi o “Folhado com creme de maçã bravo de Esmolfe” confecionado pela Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Penalva do Castelo. Foram ainda atribuídos um 2º e 3º lugares e duas menções honrosas.

O Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo aceitou o desafio do Município de criar uma mascote para a presente edição da Feira, a qual foi apelidada de “Bravíssima”. Este projeto foi orientado pelo Prof. Paulo Neves.

Ao longo do dia, estiveram patentes diversas exposições e realizou-se a venda de produtos e artesanato local, em que a trilogia de excelência, Queijo Serra da Estrela, Vinho “Dão Penalva do Castelo” e Maçã Bravo de Esmolfe se destacou.

Por:Mun.Penalva do Castelo

Feira da Maçã Bravo de Esmolfe Acolhe Projeto “Alunos Bravo”

A Câmara Municipal de Penalva do Castelo associou-se ao Agrupamento de Escolas do concelho, no dia 11 de outubro, na Feira da Maçã Bravo de Esmolfe, numa tentativa de valorização do património humaalunosno, através da implementação do projeto “Alunos Bravo”. Esta iniciativa procurou atuar em três eixos distintos: valorização e promoção dos produtos típicos da região; divulgação dos níveis de qualidade dos cursos profissionais, nomeadamente o de “Restauração – variante de cozinha/pastelaria” e integração inclusiva dos alunos com Necessidades Educativas Especiais.

Para a materialização deste projeto, a Câmara Municipal reservou um lugar no seu stand para que os alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) tivessem a oportunidade de vender os próprios artigos de artesanato, bem como as doçarias confecionadas pelos alunos do curso profissional de “Restauração – variante de cozinha/pastelaria” e assim contactarem e atenderem o público, numa das possíveis saídas profissionais futuras.

Nesse sentido, o projeto assumiu como objetivos no domínio social e local: fomentar o convívio e integração inclusiva na comunidade e nas iniciativas locais dos alunos com NEE, desmitificar preconceitos e estereótipos sobre as competências e capacidades da população com deficiência e promover os produtos da região, constituintes da trilogia de excelência. No domínio educativo procurou promover a oferta educativa de qualidade do concelho, apoiar o empreendorismo dos estudantes do ensino profissional, desmitificar preconceitos em relação às fracas capacidades cognitivas dos alunos do ensino profissional. Por último, a nível individual e intrínseco das crianças com Necessidades Educativas Especiais pretendeu criar oportunidade de experimentação de atividades profissionais e de contacto ao público; promover a valorização intrapessoal e sentimentos de autoestima e autoconceito; desenvolver mecanismos de combate à passividade, incentivando uma postura ativa e empreendedora promovendo a integração inclusiva e o sentimento de pertença.

Esta foi uma iniciativa de sucesso com bastante adesão por parte da comunidade que teve a oportunidade de comprar e consumir o sumo natural da Maçã Bravo de Esmolfe, Doces de Massapão, Ovos-moles, Caladinhos, Cavacas e o Ninho de Maçã Bravo de Esmolfe, doçaria que inclusive se candidatou ao I concurso “Delicia de Maçã Bravo de Esmolfe”.

A comunidade aderiu à iniciativa consumindo os produtos expostos. Os ganhos financeiros do projeto vão contribuir para a melhoria da educação e dos recursos educativos das crianças matriculadas no sistema formal de ensino do Agrupamento de Escolas de Penalva do Castelo.

O sucesso do projeto não teria sido possível sem o empenho e envolvimento dos alunos, que estiveram à altura do público, quer no atendimento, quer na forma como souberam cativar os clientes, bem como a consciencialização e reconhecimento destes pelo seu esforço.
Por: Mun. Penalva do Castelo

“Sábados na Biblioteca”, 10 de outubro (Dia Mundial dos Castelos), em Penalva do Castelo

No final da semana em que se comemorou o “Dia Mundial dos Castelos”
(07/10) e de forma a recordar o Castelo de Penalva, foi escolhido
contar “O Traseiro do Rei” no próximo “Sábado na Biblioteca”. Trata-se
de uma divertida história escrita por Raquel Saiz e ilustrado por Evelyn
Daviddi.
Excerto da história do dia:
“Como todas as manhãs, o rei ia tomar o pequeno-almoço, no grande
salão; e, ao sentar-se no trono… espetou-se-lhe um alfinete no rabo!

– Ai! Ai! Ai! – queixava-se, suplicando ajuda.
Mas ninguém se atrevia a tocar o traseiro do rei.” (…)

Depois, dado que os castelos são uma das imagens mais comuns nas
paisagens portuguesas, todos os participantes terão a oportunidade de
conhecer um pouco melhor o castelo de Penalva e elaborar individualmente
um fantástico castelo da reconquista!
Informações sobre o  castelo de Penalva em: youtube.com/watch?v=qRR_fJqucRc

Por:Biblioteca de Penalva do Castelo

I Concurso “Delícia de Maçã Bravo de Esmolfe”, em Penalva do Castelo

A Biblioteca Municipal informa que decorre, até 9 de outubro,
o período de inscrições para o I Concurso “Delícia de Maçã Bravo de
Esmolfe”.
Conhece a maçã Bravo de Esmolfe? Sabe cozinhar? É criativo?
 
No âmbito da XX Feira da Maçã Bravo de Esmolfe, a Câmara
Municipal promove este concurso, que tem como objetivos criar ou
reinventar, a partir deste excelente fruto, um doce ou bolo típico para o concelho, estimular a inovação e o empreendedorismo.

A participação é gratuita mas carece de inscrição prévia até ao dia 9
de outubro. Pode fazê-la dirigindo-se à Biblioteca ou à Câmara Municipal
ou preencher o formulário (em anexo) e enviar via CTT ou por e-mail
para o Município.
Este concurso é composto por algumas normas e
regras que devem ser seguidas e cumpridas para que a participação seja
considerada válida. Pode consultar as normas do concurso em cm-penalvadocastelo.pt/images/regulamento_final_2015.pdf
Seja original e participe wink emoticon
Morada: Câmara Municipal de Penalva do Castelo
Avenida Castendo nº1
3550-185 Penalva do Castelo
Mail: turismo@cm-penalvadocastelo.pt
Ficha de inscrição: cm-penalvadocastelo.pt/images/ficha_I_concurso_2015.pdf

Por:Biblioteca de Penalva do Castelo

Ação de sensibilização em Antas(Penalva do Castelo)”Maus tratos em idosos”

No próximo dia 25 de outubro (domingo), pelas 14h30, realizar-se-á uma Ação de Sensibilização sobre Maus Tratos nos Idosos, em parceria com a GNR de Penalva do Castelo.

Esta vai ser uma ação deveras interessante para que todos de forma geral, possam assistir a esta ação.
Este evento irá ter lugar, no pavilhão multiusos do Centro Social Paroquial de Antas.

Por:CSPA

Legislativas 2015-Resultados em Fornos de Algodres, Gouveia, Trancoso, Aguiar da Beira, Penalva do Castelo, Mangualde

Desta forma vamos deixar , os resultados dos concelhos de Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Trancoso, Gouveia, Pinhel, Penalva do Castelo, Mangualde.

Partidos
% Votos
Votantes
Deputados
46.25% de
Votos
46,25%
1.362
0
37.22% de
Votos
37,22%
1.096
0
5.37% de
Votos
5,37%
158
0
2.68% de
Votos
2,68%
79
0
0.95% de
Votos
0,95%
28
0

0.51% de
Votos
0,51%
15
0
0.51% de
Votos
0,51%
15
0
0.44% de
Votos
0,44%
13
0
0.34% de
Votos
0,34%
10
0
0.34% de
Votos
0,34%
10
0
0.34% de
Votos
0,34%
10
0
0.20% de
Votos
0,20%
6
0
0.14% de
Votos
0,14%
4
0
0.10% de
Votos
0,10%
3
0
0.10% de
Votos
0,10%
3
0
Partidos
% Votos
Votantes
Deputados
48.34% de
Votos
48,34%
2.082
0
33.16% de
Votos
33,16%
1.428
0
7.82% de
Votos
7,82%
337
0
3.13% de
Votos
3,13%
135
0
1.16% de Votos
1,16%
50
0
0.70% de
Votos
0,70%
30
0
0.67% de
Votos
0,67%
29
0
0.37% de
Votos
0,37%
16
0
0.33% de
Votos
0,33%
14
0
0.28% de
Votos
0,28%
12
0
0.28% de
Votos
0,28%
12
0
0.16% de
Votos
0,16%
7
0
0.14% de
Votos
0,14%
6
0
0.12% de
Votos
0,12%
5
0
0.07% de
Votos
0,07%
3
0
Partidos
% Votos
Votantes
Deputados
60.57% de
Votos
60,57%
1.919
0
25.19% de
Votos
25,19%
798
0
4.14% de
Votos
4,14%
131
0
1.58% de
Votos
1,58%
50
0
0.79% de
Votos
0,79%
25
0
0.76% de
Votos
0,76%
24
0
0.73% de
Votos
0,73%
23
0
0.51% de
Votos
0,51%
16
0
0.41% de
Votos
0,41%
13
0
0.38% de
Votos
0,38%
12
0
0.16% de
Votos
0,16%
5
0
0.16% de
Votos
0,16%
5
0
0.09% de
Votos
0,09%
3
0
0.09% de
Votos
0,09%
3
0
0.09% de
Votos
0,09%
3
0
Partidos
% Votos
Votantes
Deputados
50.26% de
Votos
50,26%
2.562
0
31.29% de
Votos
31,29%
1.595
0
6.22% de
Votos
6,22%
317
0
2.73% de
Votos
2,73%
139
0
1.04% de
Votos
1,04%
53
0
0.77% de
Votos
0,77%
39
0
0.45% de
Votos
0,45%
23
0
0.39% de
Votos
0,39%
20
0
0.31% de
Votos
0,31%
16
0
0.22% de
Votos
0,22%
11
0
0.22% de
Votos
0,22%
11
0
0.18% de
Votos
0,18%
9
0
0.18% de
Votos
0,18%
9
0
0.16% de
Votos
0,16%
8
0
0.04% de
Votos
0,04%
2
0
Partidos
% Votos
Votantes
Deputados
55.00% de
Votos
55,00%
2.737
0
26.13% de
Votos
26,13%
1.300
0
5.91% de
Votos
5,91%
294
0
3.80% de
Votos
3,80%
189
0
0.88% de
Votos
0,88%
44
0
0.74% de
Votos
0,74%
37
0
0.68% de
Votos
0,68%
34
0
0.56% de
Votos
0,56%
28
0
0.42% de
Votos
0,42%
21
0
0.42% de
Votos
0,42%
21
0
0.26% de
Votos
0,26%
13
0
0.24% de
Votos
0,24%
12
0
0.18% de
Votos
0,18%
9
0
0.16% de
Votos
0,16%
8
0
0.10% de
Votos
0,10%
5
0
Abstenção em Pinhel
49.83%
Nulos: 130
(2.61%)
Brancos: 94 (1.89%) Não Votaram: 4.943
Partidos
% Votos
Votantes
Deputados
43.94% de
Votos
43,94%
4.286
0
35.55% de
Votos
35,55%
3.468
0
6.16% de
Votos
6,16%
601
0
3.92% de
Votos
3,92%
382
0
1.47% de
Votos
1,47%
143
0
1.05% de
Votos
1,05%
102
0
0.90% de
Votos
0,90%
88
0
0.89% de
Votos
0,89%
87
0
0.33% de
Votos
0,33%
32
0
0.31% de
Votos
0,31%
30
0
0.26% de
Votos
0,26%
25
0
0.25% de
Votos
0,25%
24
0
0.22% de
Votos
0,22%
21
0
0.18% de
Votos
0,18%
18
0
Partidos
% Votos
Votantes
Deputados
50.87% de
Votos
50,87%
2.202
0
31.39% de
Votos
31,39%
1.359
0
4.69% de
Votos
4,69%
203
0
3.86% de
Votos
3,86%
167
0
0.92% de
Votos
0,92%
40
0
0.92% de
Votos
0,92%
40
0
0.49% de
Votos
0,49%
21
0
0.35% de
Votos
0,35%
15
0
0.32% de
Votos
0,32%
14
0
0.32% de
Votos
0,32%
14
0
0.28% de
Votos
0,28%
12
0
0.28% de
Votos
0,28%
12
0
0.23% de
Votos
0,23%
10
0
0.16% de
Votos
0,16%
7
0
 Por:RTP

                     

Casa da Ínsua acolheu dia Internacional do Idoso no concelho de Penalva

Decorreu hoje, na Casa da Ínsua, os festejos do Dia Internacional do Idoso.
Juntou os utentes de todas as instituições do concelho de Penalva e os da restante comunidade.
Os idosos assistiram a uma Eucarístia celebrada pelo Padre Clemente, Padre José António e Padre Ermelindo. Depois seguiu-se um almoço convívio e momentos musicais.

Foi um dia muito feliz para os nossos utentes.
“Esta civilização seguirá em frente se respeitar a sabedoria, a
sapiência dos idosos. Numa civilização na qual não há lugar para os
idosos, são descartados, porque criam problemas, esta sociedade leva
consigo o vírus da morte.” – Papa Francisco

Por:CSPA

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com a utilização de cookies. Mais Informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, em seguida, você concorda com isso.

Fechar